Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
mfeitosa

Como nos velhos tempos: "Mudando a chave" (19/03)

Recommended Posts

mfeitosa

banner.png

ciniciais-Copia.png

Fala pessoal! Estou de volta para trazer uma reedição de um save que havia postado com o FM 2011, um dos primeiros que publiquei por aqui e que foi muito prazeroso de jogar. Trata-se do save "Como nos velhos tempos", onde tentei retratar a trajetória do ex-atacante Marinho sob o comando do glorioso Bangu Atlético Clube

Estarei utilizando o MRT90 Brasil, como forma de possibilitar o comando do time dentro do FM 2019, que se encontra atualmente sem divisão. Para deixar as competições mais equilibradas, atualizei as transferências e elencos de diversos times, com base em sites oficiais e outros como o 'Transfermarkt' e 'O Gol'. Caso alguém tenha interesse neste arquivo, pode baixar por aqui.

sobre-Copia.png

Fundado por britânicos em 17 de abril de 1904, o Bangu Atlético Clube é um dos clubes mais tradicionais do Rio de Janeiro e um dos pioneiros no Brasil, sendo o primeiro a escalar um atleta negro no país, mesmo contra a vontade da federação local, que chegou a proibir a prática, forçando a equipe a decidir por não participar da extinta Liga Metropolitana de Football. 

Em seus mais de 110 anos, o Alvirrubro de Moça Bonita colecionou algumas conquistas, tais como os títulos do Campeonato Carioca em 1933 e 1966, o Torneio dos Campeões de 1967 e a International Soccer League em 1960, quando superou equipes como Sampdoria, Rapid Wien, Sporting, Estrela Vermelha e Kilmarock. Para muitos, a ISL representa um título mundial para o Banguzão.

1955-2.jpg

Em 1985, o Alvirrubro foi vice-campeão brasileiro, quando perdeu o campeonato para o Coritiba, que faturou o título após histórica decisão por pênaltis no Maracanã. Em 1987, a equipe venceu a Taça Rio, sua última conquista relevante. No ano seguinte, em 1988, o Bangu foi rebaixado para a Série B e nunca mais retornou à elite do futebol nacional.

Era o final da "era" liderada pelo famoso bicheiro Castor de Andrade, presidente de honra e grande financiador do clube até o final da década de 1980. Desde então, o Bangu Atlético Clube não mais reencontrou seu rumo e suas participações no Campeonato Brasileiro têm se tornado cada vez mais raras.

Nos últimos dez anos, a equipe se classificou apenas duas vezes para o Brasileirão Série D, abrindo mão de sua participação em 2009 por falta de recursos, e fazendo uma campanha nada animadora em 2017 (encerrou como 40º, na classificação geral).

objetivos-Copia.png

- Conquistar, ao menos, duas vezes o Campeonato Carioca, repetindo os feitos de 1933 e 1966;
- Retornar à Série A (última participação em 1988);
- Conquistar o título da Série A, superando o feito de 1985 (vice contra o Coritiba);
- Conquistar o título da Copa do Brasil (nunca fez boa campanha);
- Conquistar o título da Libertadores da América (decepcionou em sua única participação, em 1986);
- Conquistar o título do Mundial de Clubes, equiparando a façanha de 1960 (International Soccer League);
- Superar a reputação de, ao menos, um dos grandes do Rio de Janeiro;
- Emplacar um ídolo que supere, ao menos, a marca do ex-atacante Marinho no clube (83 gols).

treinador-Copia.png

Desta vez, não teremos Marinho no comando do Bangu. Sendo assim, teremos uma "passagem de bastão" para um ídolo mais recente da torcida alvirrubra. Trata-se do ex-zagueiro Carlos Renan, que defendeu a equipe de Moça Bonita entre 2010 e 2014, sendo aproveitado depois como auxiliar da comissão técnica. 

carlosrenan.png

Dentro do jogo, defini sua qualificação "baseada no Bangu", o que deixou o treinador com Licença Nacional B, e selecionei experiência anterior como Futebolista Profissional (nível local), o que condiz com a realidade. Por se tratar de uma pessoa que, enquanto jogador, demonstrava perfil de liderança junto aos companheiros, deixei Carlos Renan com estilo de treino Motivador. Nenhum atributo foi alterado manualmente. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa

banner.png

temporadas.png

2019.png

Spoiler

Na primeira temporada do técnico Carlos Renan, a equipe do Bangu surpreendeu. A começar pelo Campeonato Carioca, onde venceu o Botafogo na Taça Guanabara, e superou Flamengo e Fluminense, na conquista da Taça Rio. No segundo semestre, o Alvirrubro fechou o ano com chave de ouro ao conquistar o título inédito da Copa Rio, diante do Macaé. 

Untitled-3.png&key=4769a9d0a62adcc722df5 rj.png Campeonato Carioca: Eliminado na Semifinal (contra Vasco da Gama)
---Taça Guanabara: Eliminado na Semifinal (contra Nova Iguaçu)
---Taça Rio: Campeão! (contra Vasco da Gama)
campeao.png rj.png Copa Rio: Campeão! (contra Macaé)

atualizacao.png 22.02.2019 Carlos Renan é apresentado como novo técnico do Bangu
atualizacao.png 24.02.2019 Análise do elenco e planejamento
atualizacao.png 27.02.2019 Frustração em Nova Iguaçu
atualizacao.png 06.03.2019 Um subestimado alvirrubro
atualizacao.png 11.03.2019 Título inédito da Copa Rio

TShirt3-16.png Time base: Vinícius Barriviera; Bruno Leite, Dalton, Rodrigo Lobão e Eduardo Brito; Serginho (Sidney), Felipe Dias, Tchô, Anderson Lessa e Alexandre Talento (Thiaguinho); Alex Azeredo.
Soccer-16.png 
Artilheiro: Alex Azeredo (14 gols)
Sport_49-16.png Assistências: Anderson Lessa e Tchô (6 assistências, cada)
Black_Friday_Star_Favorite_Like_Glyph-16 Classificação média: Anderson Lessa (7.35)

2020.png

Spoiler

Untitled-3.png&key=4769a9d0a62adcc722df5 22px-Flag_of_Brazil.svg.png Brasileirão Série D: Em breve...
Untitled-3.png&key=4769a9d0a62adcc722df5 22px-Flag_of_Brazil.svg.png Copa do Brasil: Eliminado na 1ª Eliminatória (contra Fortaleza)
Untitled-3.png&key=4769a9d0a62adcc722df5 rj.png Campeonato Carioca: 6º colocado (Geral)
---Taça Guanabara: Eliminado na Fase de Grupos (3º lugar)
---Taça Rio: Eliminado na Fase de Grupos (4º lugar)
Untitled-3.png&key=4769a9d0a62adcc722df5 rj.png Copa Rio: Em breve..

atualizacao.png 16.03.2019 Choque de realidade!
atualizacao.png 19.03.2019 Mudando a chave

historia.png

Em breve...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa

banner.png

galeria.png

alexazeredo.png

Spoiler

Carioca da gema, Alex Azeredo foi formado no CFZ e na base do Botafogo. O atacante acabou não sendo muito aproveitado e passou a circular mundo afora, atuando por clubes dos Emirados Árabes, Tailândia, Suécia, México e Dinamarca, até chegar ao Bangu, em 2019. Com a camisa do Castor, Alex Azeredo foi o artilheiro da equipe na temporada 2019, além de ter conquistado os títulos da Taça Rio 2019 e da Copa Rio 2019. 

Títulos no clube:

  • Campeão da Taça Rio 2019 (fase do Campeonato Carioca);
  • Campeão da Copa Rio 2019;

Marcas no clube:

  • Artilheiro da equipe em 2019 (14 gols);
  • Artilheiro da Copa Rio 2019 (6 gols);
  • Vice-artilheiro do Campeonato Carioca 2019 (8 gols).

andersonlessaafdb4c3188d19010.png 

Spoiler

Pernambucano, Anderson Lessa foi formado nas categorias de base do Náutico, onde teve marcas impressionantes e acabou contratado pelo Cruzeiro. Pouco depois, o meia-atacante teve que enfrentar uma grave lesão no joelho e, mesmo após sua recuperação, nunca conseguiu se firmar numa grande equipe.

Todavia, o ano de 2019 pode ser considerado como uma redenção para ele, que se firmou como nunca no Bangu, onde foi vice-artilheiro da equipe, além de maior assistente, participando dos títulos da Taça Rio 2019 e da Copa Rio 2019. 

Títulos no clube:

  • Campeão da Taça Rio 2019 (fase do Campeonato Carioca);
  • Campeão da Copa Rio 2019;

Marcas no clube:

  • Jogador-destaque da torcida em 2019;
  • Assistente da equipe em 2019 (6 assistências);
  • Maior Classificação Média da equipe em 2019 (7.35)

titulos.png

estaduaisf53e00b72a0f70d4.png

copario2019.png

outros741d1b8c0859e549.png

campeao.png rj.png Taça Rio*: 2019
*FASE DO CAMPEONATO CARIOCA

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa

banner.png

equipe.png

Aqui constarão as estatísticas gerais da equipe, com base nos dados gerados durante o save, em partidas oficiais. Os números foram atualizados até o término da Temporada 2019:

partidas.png

-- Total de partidas: 23 (14 vitórias, 4 empates e 5 derrotas)
-- Taxa de aproveitamento: 66,7%
-- Maior vitória: Bangu 4 x 0 Macaé (Campeonato Carioca e Copa Rio) - resultado ocorreu 2x.
-- Maior derrota: Macaé 4 x 3 Bangu (Final da Copa Rio, jogo de volta)
-- Vitória mais importante: Bangu 2 x 0 Fluminense (Final da Taça Rio)

transferencias.png

-- Maior venda: R$ 375 mil (Thiaguinhored.pngCriciúma, em 2019)
-- Maior compra: R$ 0 (Vinícius Barrivieragreen.pngLivre)

rivalidades.png

-- america5e098c213f5ca00d.png América-RJ: 0 confrontos (0 vitórias, 0 empates, 0 derrotas)
-- flamengocbb347406d6a285f.png Flamengo: 2 confrontos (1 vitória, 1 empate, 0 derrotas)
-- fluminensea31cf21cc871b8e8.png Fluminense: 2 confrontos (2 vitórias, 0 empates, 0 derrotas)
-- vascoba63adc16f9cc209.png Vasco da Gama: 2 confrontos (0 vitórias, 1 empate, 1 derrota)
-- botafogo92e700be72730ebb.png Botafogo: 1 confronto (1 vitória, 0 empates, 0 derrotas)

jogadores.png

Segue o ranking de jogadores, com base unicamente nos dados gerados dentro do save, em partidas oficiais. Estou considerando como critérios de desempate o número de presenças, jogos como titular e minutos totais jogados. Os números foram atualizados até o término da Temporada 2019.

artilheiros.png

- Alex Azeredo (atacante, 2019) - 14 gols
- Anderson Lessa (meia-atacante, 2019) - 9 gols
- Tchô (meia ofensivo, 2019) - 8 gols
- Alexandre Talento (ponta esquerda, 2019) - 6 gols
- Sidney (volante, 2019) - 4 gols

assistencia0738f00971f70b77.png

- Tchô (meia ofensivo, 2019) - 6 assistências
- Anderson Lessa (meia-atacante, 2019) - 6 assistências
- Alexandre Talento (ponta esquerda, 2019) - 4 assistências
- Alex Azeredo (atacante, 2019) - 4 assistências
- Eduardo Brito (lateral esquerdo, 2019) - 4 assistências

presencas.png

- Dalton (zagueiro, 2019) - 23 jogos
- Rodrigo Lobão (zagueiro, 2019) - 23 jogos
- Bruno Leite (lateral direito, 2019) - 23 jogos
- Alex Azeredo (atacante, 2019) - 22 jogos
- Anderson Lessa (meia-atacante, 2019) - 22 jogos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa

banner.png

noticias.png

NEWS-02.png

Ao longo de sua história, o Bangu sempre teve a tradição de ter ex-atletas em sua comissão técnica. Para a temporada 2019, não será diferente. Além dos remanescentes Marinho, atual auxiliar técnico, e Ado, preparador, a diretoria do alvirrubro confirmou acerto com Carlos Renan. O ex-zagueiro foi apresentado nesta tarde, em Moça Bonita, como novo técnico da equipe principal, visando as disputas do Campeonato Carioca.

A trajetória de Carlos Renan no Bangu teve início em 2010, após acumular passagens por clubes do Rio de Janeiro com Serrano, Portuguesa e Duque de Caxias, e pelo futebol polonês. De lá pra cá, Carlos Renan deixou o Moça Bonita apenas em uma oportunidade, em 2011, quando foi contratado pelo Paços de Ferreira (Portugal), mas logo retornou à cidade maravilhosa.

carlosrenan.png

Carlos Renan deixou os gramados de forma precoce, com apenas 31 anos, após uma série de contusões. Ainda assim, é visto por muitos torcedores como um ídolo, devido a sua entrega dentro de campo e o carinho com a torcida, tendo inclusive uma bandeira confeccionada pela claque alvirrubra (foto acima).

Hoje com 35 anos, o jovem treinador alvirrubro sabe que precisará fazer uma boa campanha no Campeonato Carioca 2019, como forma de buscar a sonhada qualificação para a Série D de 2020:

- Não podemos nos deixar levar pelo saudosismo. É preciso ter os pés nos chão e trabalhar para superar a situação em que o clube se encontra hoje, sem desmerecer tudo que foi conquistado lá atrás. Afinal, já passou da hora do Bangu voltar a participar de um Campeonato Brasileiro, e de forma digna. Vamos dar o nosso máximo dentro do Carioca e buscar a nossa vaga para a Série D. 

O jogo de estreia do Bangu está previsto para a segunda quinzena de janeiro, porém, ainda sem adversário definido. A equipe aguarda a definição da Primeira Fase do Carioca, que será disputada pelos quatro times de pior campanha da última edição (exceto os rebaixados) junto aos dois promovidos da Série B.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Darthz

Óptimo regresso Feitosa! E gráficos excelentes, como sempre. Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
MitoMitológico

Ô o feitosa voltou!

Que bom que está de volta ao PM, lembro de um save teu na Itália, com um time com as iniciais SBC e na América Central, com o Wanchope, eu acho. Eram seus saves né? 

Muito boa essa reedição de um save seu no passado feito aqui, é bom pra quem não teve a chance de acompanhar naquela época, 2011 eu ainda era um pivete kk

Mas a escolha do Bangu é ótima, um clube muito bom, a sua história e o seu tamanho, e o momento atual não é digno do maior time da história da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Tem que transformar Moça Bonita num caldeirão(literalmente kkk) para assustar os adversários, principalmente no verão!

E eu nem me recordava que os seus gráficos nas suas histórias eram muito bons, é realmente algo a se destacar.

E é isso, eu curti muito a ideia, os objetivos, é bom reverter esse "monopólio" dos quatro grandes do Rio.

Boa Sorte. Estarei acompanhando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Que bom que voltou a área. Banguzão da massa vai estar ligo de volta a elite carioca e Mundial. Deu até vontade de fazer um save com Olaria, Bonsucesso, Nova Iguaçu ou com o Méquinha, primeiro e único América. Os outros são genéricos.kkkkk. Estarei acompanhando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm

Olha quem voltou...E voltou saudosista, como na última vez. Boa sorte.

Excelente retorno, Feitosa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
VitorSouza

Boa sorte. Sempre muito bom ver saves de times menores do Brasil.

O treinador já começou aderindo bem à rivalidade ao não gostar do Luisinho Lemos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
managersergipano

Os saves dos times de menor mídia da cidade do Rio são sempre interessantes. Acompanhando!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Andreh68

Muito promissor. Bons tempos do Castor folclórico (sem levar em consideração sua verve criminosa)

Confesso que Cláudio Adão me marcou bem mais no Bangu que o Marinho, mas também o Adão marcou vários clubes né?

Ontem vi o Bangu no Maraca, não foi um jogo fáaacil, mas podia ter jogado melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Confesso que ainda não li histórias antigas suas, mas a reputação é boa, já cansei de ouvir seu nome por aqui hahahaha

E ainda escolheu um time que eu gosto demais, perdendo só para o grande America do Rio dentre os pequenos. Vai ser um prazer acompanhar essa jornada.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC
2 minutos atrás, marciof89 disse:

Confesso que ainda não li histórias antigas suas, mas a reputação é boa, já cansei de ouvir seu nome por aqui hahahaha

E ainda escolheu um time que eu gosto demais, perdendo só para o grande America do Rio dentre os pequenos. Vai ser um prazer acompanhar essa jornada.

Boa sorte!

Pow marcio porque não aproveita e quando terminar com o Tupi voc~e não cria um save com o Méquinha? Seria show.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89
50 minutos atrás, LC disse:

Pow marcio porque não aproveita e quando terminar com o Tupi voc~e não cria um save com o Méquinha? Seria show.

Eu gosto da ideia, mas não queria repetir a mesma fórmula "save de clube com time pequeno do Brasil", queria uma coisa diferente, já to até com uma coisa na cabeça hahaha. No futuro, quem sabe?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maiiron_

Voltou o craque.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Herr Jones

Não sei porquê, mas eu acho o Bangu um time simpático. Tem tudo pra ser um grande save, boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa
Em 23/02/2019 at 08:16, Master Darthz disse:

Óptimo regresso Feitosa! E gráficos excelentes, como sempre. Boa sorte!

Grande Master Darthz, obrigado pela recepção e pelo elogio! 

Em 23/02/2019 at 10:50, MitoMitológico disse:

Ô o feitosa voltou!

Que bom que está de volta ao PM, lembro de um save teu na Itália, com um time com as iniciais SBC e na América Central, com o Wanchope, eu acho. Eram seus saves né? 

Muito boa essa reedição de um save seu no passado feito aqui, é bom pra quem não teve a chance de acompanhar naquela época, 2011 eu ainda era um pivete kk

Mas a escolha do Bangu é ótima, um clube muito bom, a sua história e o seu tamanho, e o momento atual não é digno do maior time da história da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Tem que transformar Moça Bonita num caldeirão(literalmente kkk) para assustar os adversários, principalmente no verão!

E eu nem me recordava que os seus gráficos nas suas histórias eram muito bons, é realmente algo a se destacar.

E é isso, eu curti muito a ideia, os objetivos, é bom reverter esse "monopólio" dos quatro grandes do Rio.

Boa Sorte. Estarei acompanhando.

Fala Mito! Sim, foram saves meus sim. Infelizmente não concluí o save do Wanchope. Penso até em "continuá-lo", mais ou menos do ponto onde parei (na Costa Rica). 

O tempo passa rápido, realmente já faz um bom tempo desde o primeiro save com o Bangu. De lá pra cá muita coisa aconteceu, então penso que a versão atual tem tudo pra bem legal de fazer. É... o Moça Bonita é um caldeirão até vazio, principalmente no verão! hehehe! 

Obrigado pelo apoio!

Em 23/02/2019 at 10:57, LC disse:

Que bom que voltou a área. Banguzão da massa vai estar ligo de volta a elite carioca e Mundial. Deu até vontade de fazer um save com Olaria, Bonsucesso, Nova Iguaçu ou com o Méquinha, primeiro e único América. Os outros são genéricos.kkkkk. Estarei acompanhando.

Obrigado, LC! Com certeza um save com o América seria muito bacana. Lembro de já ter havido um por aqui, não me recordo quem o fez, mas lembro ter sido excelente! Acho que o nome do save era "Sangue, sangue, sangue!". 

Aproveito a deixa pra revelar que minha ideia era fazer este save com o América, mas acabei descobrindo que minha identificação com o Bangu é beeeem maior do que eu imaginava. hahaha!

Em 23/02/2019 at 12:43, ggpofm disse:

Olha quem voltou...E voltou saudosista, como na última vez. Boa sorte.

Excelente retorno, Feitosa.

Sempre saudosista, com certeza!

Obrigado pela recepção, GG! Te adicionei lá na Steam. 

Em 23/02/2019 at 13:52, VitorSouza disse:

Boa sorte. Sempre muito bom ver saves de times menores do Brasil.

O treinador já começou aderindo bem à rivalidade ao não gostar do Luisinho Lemos.

Obrigado, Vitor! Jogar nas divisões inferiores é sempre uma boa pedida, a minha favorita, aliás!

Sim, muito bem notada a relação com o Luisinho Lemos, que é um grande ídolo do "lado de lá"! 

Em 23/02/2019 at 15:43, managersergipano disse:

Os saves dos times de menor mídia da cidade do Rio são sempre interessantes. Acompanhando!

Sem dúvida, o futebol carioca é muito bacana, talvez o mais simpático do Brasil, pelo conjunto da obra. 

Valeu!

Em 23/02/2019 at 16:36, Andreh68 disse:

Muito promissor. Bons tempos do Castor folclórico (sem levar em consideração sua verve criminosa)

Confesso que Cláudio Adão me marcou bem mais no Bangu que o Marinho, mas também o Adão marcou vários clubes né?

Ontem vi o Bangu no Maraca, não foi um jogo fáaacil, mas podia ter jogado melhor.

São histórias que só o futebol brasileiro nos proporciona. Imagina se uma relação como a do Castor de Andrade com o Bangu, acontecesse hoje em dia?  Seria uma loucura!

Cláudio Adão teve uma passagem muito importante no Bangu, participando de um dos grandes momentos do clube, mas realmente rodou por muitos clubes. Já o Marinho teve uma longevidade maior em Moça Bonita, com números superiores. 

Assisti ao jogo pelo SporTV, o Bangu jogou muito menos do que vinha jogando na Taça Guanabara.O Alfredo Sampaio não tem sido muito feliz no comando da equipe, este ano. 

Valeu, Andreh!

21 horas atrás, marciof89 disse:

Confesso que ainda não li histórias antigas suas, mas a reputação é boa, já cansei de ouvir seu nome por aqui hahahaha

E ainda escolheu um time que eu gosto demais, perdendo só para o grande America do Rio dentre os pequenos. Vai ser um prazer acompanhar essa jornada.

Boa sorte!

Infelizmente deixei muitos saves pelo meio do caminho e acho que não tem muita coisa registrada por aqui. Talvez apenas os mais antigos, de 2011 ou 2012. Fico feliz em saber que quem conseguiu acompanhar alguma coisa nessa trajetória, curtiu de alguma forma! 

Valeu, Marcio!

8 horas atrás, Maiiron_ disse:

Voltou o craque.

Fala, Maiiron! Bom te ver por aqui!

8 horas atrás, Herr Jones disse:

Não sei porquê, mas eu acho o Bangu um time simpático. Tem tudo pra ser um grande save, boa sorte!

Somos dois! Sempre curti muito o Bangu, tendo lembranças até de infância sobre o clube. Não saberia explicar o porquê. E nunca morei no Rio de Janeiro.

Valeu, Herr Jones! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Johann Duwe

Fico feliz que tenha voltado nessa edição, a versão 2019 está muito boa de se jogar.

Boa sorte com o Bangu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa
1 hora atrás, Johann Duwe disse:

Fico feliz que tenha voltado nessa edição, a versão 2019 está muito boa de se jogar.

Boa sorte com o Bangu.

Fala Johann! Obrigado pela recepção! O FM 2019 está bem bacana mesmo! Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
mfeitosa

banner.png

analisedoelenco.png

01.png

Com média de idade de 27 anos, o atual elenco do Bangu conta com 26 jogadores, o que é mais do que precisamos para esta temporada (penso em manter 22 ou 23). Destes, três estão no clube por empréstimo: o zagueiro Rodrigo Lobão (Santos), o ponta Yaya Banhoro (Santos) e o atacante Rhainer (Serra Macaense). 

O nível técnico do grupo pode ser considerado bom, se não o compararmos aos quatro grandes do Rio. Por outro lado, o plantel possui carências que teremos que solucionar rapidamente. Na sequência, farei uma análise "posição por posição" para sabermos quem realmente tem valor ou não dentro da equipe.

elencop1-01.pngelencop1-02.png

02.png

Uma das nossas principais carências no elenco é justamente no gol. O experiente Célio Gabriel possui uma história dentro do clube, mas não se encontra em nível de assumir a "camisa 1" do Bangu. Seu reserva Luciano também está muito aquém do que podemos considerar como uma opção segura para a meta banguense. 

celiogabriel.png

03.png

Nossa dupla de zaga titular, formada por Dalton e Rodrigo Lobão, é um dos pontos altos do atual elenco do Bangu. Já nossos reservas Michel e Gláuber são mais lentos, o que não me agrada muito. De qualquer forma, ainda temos a opção de Eduardo Brito, que também joga na lateral esquerda, podendo substituir da mesma forma Dieyson ou Felipe Dias.

dalton.png

Já na lateral direita, temos um sério problema. Três jogadores para a função, mas nenhum em nível para assumir a titularidade. Entre eles, Marcos Júnior, que possui um dos maiores salários do plantel. Os demais são Kelvin e João Lucas, ambos bem limitados tecnicamente. 

marcosjr.png

04.png 

Na cabeça de área, temos algumas boas opções, iniciando com Serginho e Rogério Xodó, ambos com boa qualidade de saída de bola. Também temos opções vindas de outras posições do elenco, como Felipe Dias (lateral). Sidney ficará como uma opção para rotação do plantel, até segunda ordem. 

serginho.png

No setor de criação, contamos com a presença de Tchô, aquele mesmo que surgiu no Atlético Mineiro como uma grande promessa. Aqui, ele será titular absoluto na meia-cancha. Ficam como opções no banco Robinho e Léo Lisboa. É possível que um deles seja negociado. 

tcho.png

05.png

No ataque, nosso grande destaque é Anderson Lessa, que pode jogar mais centralizado ou até mesmo fora da área. Outro titular absoluto. Para a ponta direita, temos as alternativas de Pingo, Carlos Guerreño e Yaya Banhoro. A permanência dos dois últimos não interessa, o primeiro pela baixa qualidade técnica e o segundo pelo alto salário. 

andersonlessa.png

Como centroavante, também temos as opções de Felipe Adão (filho do ídolo Cláudio Adão), Bruno Luiz (ídolo recente do clube), Alex Azeredo e Rhainer. Setor bastante inchado, ainda mais considerando que só haverá uma vaga no "onze inicial". 

felipeadao.png

competicoes.png

cariocaexp.png

Na temporada 2019, teremos apenas duas competições no calendário, ambas de nível estadual. No primeiro semestre, a mais importantes delas, o Campeonato Carioca, com duração até início de abril. Nossa meta aqui será encerrar o Estadual na primeira metade, na Classificação Geral, o que nos garantirá vaga na Série D 2020.

No segundo semestre, após um intervalo de quase quatro meses sem jogos oficiais, teremos o início da Copa Rio (não confundir com a Taça Rio, que é a Segunda Fase do Carioca). A competição começa no final de julho e se encerra no início de outubro. O campeão se classifica para a Copa do Brasil, o que a torna muito importante para o Bangu.

financas.png

saldo.png

Teremos um ano complicado no Bangu, no que diz respeito às finanças. Com poucos jogos no calendário, sendo a maioria deles contra equipes de baixíssima reputação, a renda de bilheteria não será suficiente para manter nossas contas no azul, o que torna a necessidade de participar de competições de nível nacional ainda mais urgente. 

Nossa atual folha salarial é de R$ 465 mil, não havendo, a priori, saldo para trabalhar no acerto de reforços para o elenco. Desta forma, minha primeira medida será negociar as saídas de vários jogadores, começando pelo imediato encerramento do empréstimo de Yaya Banhoro, que vinha recebendo R$ 37,5 mil p/m. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
VitorSouza

O elenco realmente tem bons nomes para o Carioca. O problema vai ser essa lateral-direita... fico até assustado ao ver o Marcos Júnior aí, já que ele quase sempre foi volante (e até se arriscava em um box-to-box) no Volta Redonda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

O elenco mescla entre bons jogadores e posições bastante carentes, como o gol por exemplo. Pior é que vai ter que desinchar a folha e mesmo assim, isso não trará dinheiro para contratação para essas posições. Vamos ver como você vai se virar, os times pequenos do rio não costumam ser muito fortes, então talvez você consiga ficar na parte de cima da tabela geral do carioqueta. Boa sorte

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Darthz

Acho o plantel bem razoável no geral, para um clube que nem sequer está na série D. Tem alguns pontos fracos, e certo, mas acho que algumas alterações resolvem o problema. Vai ter é que contornar essas finanças bem complicadas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Cara, nem te conheço e já te considero pacas hahaha

Excelente início, belos gráficos, boa disposição e história.

Torcendo pelo sucesso desse grande vice de 85.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • just12
      Por just12
      Dei uma lida em alguns fóruns nacionais e internacionais e percebi também com minha vivência no jogo que desde q versão 13, o jogo meio que te obriga a jogar do jeito X OU Y,  são determinadas táticas e estratégias que funcionam muito bem e se vc tentar desenvolver uma filosofia própria a chance de dar errado é muito grande, a não ser que a filosofia seja próxima a que o jogo entende como funcional.
       
      No FM11 e fm12 eu me sentia mais livre pra montar filosofias e estratégias diferenciadas e que com paciência funcionavam muito bem.
      Você percebe que há anos a tática mais usada pelos players humanos é a 4231 com extremos e quando não, é uma variação dela. E de fato ela funciona super bem,ainda mais com pressão e linha alta.
    • F J
      Por F J
      Fala galera.
       
      Mais um ano que venho seguindo com esse projeto, dessa vez para FM2019.
      Por volta de 630 jogadores/staffs entre criações e edições de jogadores baseados no Japão que como vocês sabem não vem no FM.
      Sò subscrever que vai aparecer nos seus arquivos do editor.
       
       
      Espero que gostem.
      https://steamcommunity.com/sharedfiles/filedetails/?id=1686393451
       
       









    • senna889091
      Por senna889091
      Onde que eu vejo a porcentagem de dinheiro de venda de jogadores que vai exclusivamente pro orçamento de transferências?
      Eu sei que nao ta 100% no meu caso, mas queria saber pra decidir se vale a pena vender alguns jogadores por agora mas so lembro de ver essa informação na caixa de entrada, to em Finanças e acho nada. 
    • Johann Duwe
      Por Johann Duwe
      Fonte
       
       
      Fonte
      Inspirado no Ypiranga do @Leonardo Moreno e no Tupi do @marciof89 vem aí mais um save em terras tupiniquins, eu, pessoalmente, não gosto de jogar no Brasil, mas irei abrir uma exceção pois como disse o @CCSantos, promessa é dívida.
      A cidade de Joinville é mais reconhecida pela sua equipe de Futsal, que por muitas vezes eu vi jogar contra a equipe de Malwee/Jaraguá quando a mesma tinha o craque Falcão e tantos outros dando show.
    • LC
      Por LC
      Zurique, Suiça. 15 de Dezembro de 2063
      Verão europeu e eu aqui vestindo um terno Dolce & Gabana para a minha homenagem na festa da Fifa como o melhor treinador de Futebol. Engraçado que só agora que cheguei  aos 90 anos sou homenageado, ainda bem que estou vivo para rir deles. A Lete chega ao quarto e me ajuda a dar o nó na gravata, pois ela sabe que nunca aprendi a fazer isso. Chega a limousine e vamos para a sede da Fifa.
      Lá encontro velhos amigos dos tempos de gramados, como o Joaquim Cycle, Alex Watson, Speedmaster, Lipe Rocha, Riquelme, Cadete, Burkina,Oplaay, Janeka, Reus, Soldado, Doutor Andreh, Gilson, Danut, Jio Hernandes, Kixa, Henrique M, Jirimias, entre tantos outros. Começa a grande festa e já estou com vontade de sair rápido dali e ir tomar uma cerveja com meus amigos, que minha esposa não me escute.Ficamos para a festa e cumprimento cada um dos meus amigos e começamos a lembrar dos tempos de glória e quando sentados no banco transformávamos um simples time num verdadeiro esquadrão de ganhar títulos. Lembramos dos que já partiram também e a emoção é tão forte que a Lete me passa o remédio do coração, é meus amigos o tempo passa e é cruel. Final da festa e pegamos um jatinho de volta a velha e boa Bilbao aonde vamos ficar dois dias antes de voltar para nossa casa em Nottingham, estamos quase em finais de Dezembro e meus netos, Gabriel - 12 anos e Pablo -8 anos, estão vindo. A casa ficará cheia de novo.
       - Os meninos chegam no voo das 08:00 horas e é melhor você vir dormir. Não tem mais idade para ficar até tarde acordado.

      - você está certa, mas vou demorar mais um pouco aqui, a festa de ontem ainda não saiu da minha mente. São muitas lembranças.


      17 de Dezembro de 2044 - A chegada dos netos.


      Acordo cedo para ir com o motorista ao aeroporto buscar meus netos Gabriel e Pablo, a Esther, minha filha chegará somente na manhã do dia 24 e até lá terei tempo suficiente para fazer uma bagunça com meus netos, que a Lete não me ouça se não acabo levando uma panelada. Caraca depois de tanto tempo ela não perdeu essa mania. No aeroporto meus netos correm para me abraçar e na ida para casa eu passo na loja do Nottingham e compro dois kits de camisas do Forest para presentea-los. Chegamos em casa e logo correm para vestir as camisas e irem bater bola no campinho da Mansão.

      - Vem vovô. Vamos jogar bola.
      - Quer me matar do coração Gabriel? faz muito tempo que não jogo bola
      - Então conta como o senhor começou no futebol,pois sabemos que o senhor jogou no América FC. Só não sabemos por onde começou.Qual foi seu primeiro clube como treinador?
      - É verdade Pablo. Essa história eu nunca contei a vocês. Venham aqui e fiquem quietos, pois vou precisar de silêncio para lembrar. A minha memória anda fraca e por isso quero que fiquem quietos e ouçam a história...
       

       
       - Tudo começou quando eu estava em Bilbao visitando meu Bisabuelo. Tinha acabado de me formar em Biologia e por ter me formado com as melhores notas o meu pai, seu Bisavô, me deu de presente 30 dias em Bilbao para visitar a família. Eu estava numa adega bebendo uma caneca de vinho com alguns amigos quando Rosita, minha prima, nos falou sobre um festival de rua. Fete de Bayonne - Maior Festa de Rua da França e que que ficava no lado Basco da França.Tome o hedonismo desenfreado da festa de rua espanhola e depois faça do jeito que os franceses maravilhosos fariam, e você terá uma grande festa. Durante cinco noites as ruas da antiga capital basca francesa de Bayonne se enchem de foliões.  
       

       
      O festival estava lotado de pessoas vinda de diversos lugares da Europa e também da América do Sul. Achamos uma adega e começamos a beber e a cantar. Reparei que num canto da adega tinham algumas pessoas reunidas e uma menina de traços orientais não tirava o olho aqui do seu avô.
      - Ai lete porque me deu essa panelada?
      - A história é sobre futebol e não de antigas namoradinhas, principalmente essa.
      - Se continuar me dando paneladas eu perco a memória de vez e neste caso a pessoa em questão é parte importante da história.
      - Vó deixa o vovô contar a história.
      - Está bem, vou ver como estão os preparativos do almoço, mas seu Luiz César eu estou de olho...
      - Resumindo. Eu conheci a Keiko neste festival, ela estava na França estudando artes cênicas e também jogava bola num time amador de Bayonne. Passamos a namorar e sempre que podia eu ia até Bayonne ver ela jogar bola. Jogava no time feminino do Aviron e eles já haviam sidos campeões regionais e fariam a grande final contra o time do Bordeuax Femme. Eu e a turma de amigos chegamos cedo ao pequeno Estádio do Aviron e ficamos conversando quando as meninas chegaram e falaram que o Técnico ( meio período) e Médico Obstetra tinham ido embora realizar um parto e que precisavam de alguém apenas para ficar na beira do gramado para fazer figuração. Eu e o Jonas Llorente nos prontificamos de imediato e eu avisei que ele seria o técnico e eu o Auxiliar Massagista. hehehe.

      - Vô porque o senhor colocou a mão na cabeça? Parece assustado. A vovó está preparando o almoço. kkkk
      - Fica quieto pablo. vai que sua avó escuta. Continuando. Neste dia Aviron perdeu por 3x2 para o time do Bordeaux, mas isso fez com que eu começa-se a gostar de ser treinador. Fiz um curso d etreinador na França e por indicação da Keiko eu acabei sendo auxiliar do doutor quando tinha jogos do Aviron. Como era apenas meio período eu trabalhava como Biólogo no Laboratório do Hospital de Bayonne. Um ano depois eu fui convidado a trabalhar no Sub-17 do Aviron e para isso acontecer eu fui a Itália aonde tirei meu Diploma pela UEFA:

       
      Assim começa minha aventura no Aviron Bayonnais, Clube da National 3- Região Nouvelle - Aquitaine. O correspondente a 5ª Divisão da França. Sejam todos bem vindos.
       
       

       
       
       
       
       

×