Jump to content
Sign in to follow this  
Danut

Brazylijska magia

Recommended Posts

Nei não cai (38D)

Eu não sei qual tática você vai utilizar, mas o Frantisek Smejkal é um jogador que eu sempre gosto de ter no elenco.
A maioria dos colegas têm jogado no 4-1-2-3 com pontas, mas eu gostei muito de jogar com um regista num 4-2-3-1 assimetrico (no 2 ali, um é o volante recuado, regista, e outro meia mesmo). Fazia muito isso com o Thiago Maia ex-santos.
O Lefeuvre pede uma tática com dois atacantes hahaha
E você cedeu uns jogadores livres para Chelsea, Sttugart. Não renovou?

______

Manchester City de novo. O FM tá de sacanagem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
3 hours ago, Neynaocai said:

Eu não sei qual tática você vai utilizar, mas o Frantisek Smejkal é um jogador que eu sempre gosto de ter no elenco.
A maioria dos colegas têm jogado no 4-1-2-3 com pontas, mas eu gostei muito de jogar com um regista num 4-2-3-1 assimetrico (no 2 ali, um é o volante recuado, regista, e outro meia mesmo). Fazia muito isso com o Thiago Maia ex-santos.
O Lefeuvre pede uma tática com dois atacantes hahaha
E você cedeu uns jogadores livres para Chelsea, Sttugart. Não renovou?

______

Manchester City de novo. O FM tá de sacanagem.

Minha tática padrão é o 4-2-3-1 com dois meias centrais. Pra esse ano quero testar justamente o que tu falou, com um jogador mais recuado (embora meu plano seja usar o mais recuado como construtor de jogo recuado/defender, não como regista - mas quem sabe testo essa opção também).

Sobre o Frantisek, eu confesso que fiquei um pouco decepcionado com ele quando chegou no clube. Meus olheiros tinham falado mil maravilhas, mas a avaliação agora é que ele só tem potencial pra chegar no mesmo nível da média do time. Acho pouco, ainda mais pra um jogador que não é brasileiro - como a preferência são os brasileiros, fico meio assim de ter alguém estrangeiro que seja só razoável.

O Lefeuvre é muito bom jogador, nem acreditei quando vi que ele aceitou vir pro Pogon, achei que ia assinar com alguma equipe maior. E cheguei a pensar nisso de dois atacantes, mas aí nosso elenco é meio curto né, porque colocar ele e o Carlos Antônio pra jogar de uma vez sobra só um atacante pra reserva (e que no momento tá com a perna quebrada). Mas com certeza é opção se precisar ir pro abafa em algum jogo.

Boa observação sobre os jogadores. São jovens que não renovaram. Por opção minha mesmo, não achei que tivessem muito futuro. Mas admito que quando vi o rapaz ser contratado pelo Chelsea fiquei meio em dúvida - será que a avaliação da minha equipe técnica tá errada e deixamos sair um futuro craque? Eu ainda acho que o Chelsea que viajou nessa, mas de curioso vou acompanhar a carreira do garoto.

FM tá zoando com a minha cara 😕

Share this post


Link to post
Share on other sites
felipevalle

inúmeros fatos inusitados sucedendo nessa liga. E acho, que pela proposta ofensiva do teu time outros ainda estão pra ocorrer. 

PS: quero ver mais 5 a 5 hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

8XFknrbV4sHLvhMICTXvEZT3t6SHydsRm3vvVylm

S12 E03 - A bola parada

Olá pessoal. Na última atualização vimos que o Pogon terminou seu grupo da Champions em primeiro lugar. No entanto, o sorteio das oitavas não foi muito positivo, e iremos enfrentar o Manchester City pelo segundo ano consecutivo. Hora de ver como foi o segundo semestre da 12ª temporada do save.

 

Transferências

A janela de inverno foi pouco movimentada em Szczecin, com a chegada apenas de um jovem zagueiro croata. E aí algum leitor mais atento pode perguntar: mas por que o time trouxe outro zagueiro jovem, se na janela de começo de ano foi mencionado que o time B tem uns cinco desses já?

E, realmente, estamos já bem servidos de zagueiros nessa faixa etária (atualmente emprestados a outros clubes, mas que poderiam ser chamados de volta). O problema é que são todos extra-comunitários. Nossa equipe principal conta atualmente com quatro defensores, sendo três comunitários. Não chegamos a ter problemas com isso, mas apenas porque ninguém se lesionou - bastaria um jogador machucado para que o clube ficasse com apenas dois zagueiros que podem atuar livremente. Assim, optei por trazer Dean Krizman, do Hajduk Split, para ser o quinto reserva. Pagamos 3,4 milhões de euros em sua contratação.

ZCgX6840mOpExJrkV2VifqjbL3HONQiPKfNQSJx_

Nas saídas, tivemos apenas o empréstimo de alguns jogadores - o mais notável deles sendo o goleiro Alisson Ottoni, terceiro goleiro da equipe principal.

 

Ekstraklasa

pycgKbWuavU_1dJYRrii_PQJv52AewNt5AEkGyJo

Fizemos um segundo semestre quase perfeito, com apenas três empates. O destaque fica por conta do jogo com o Gornik Zabrze, onde vencemos por 9 a 0 - e Carlos Antônio quebrou o próprio recorde de mais gols em uma só partida da liga, ao balançar as redes cinco vezes.

É preciso destacar também a ótima campanha do Legia Warsaw. O time da capital chegou a três rodadas do final separado por apenas cinco pontos do Pogon - e com o confronto direto por disputar, essa diferença poderia cair para apenas dois. Por alguns instantes, quase tivemos uma verdadeira briga pelo título. Só que aí jogamos o confronto direto, vencemos por 4 a 1 e levantamos a taça na cara deles.

VrHRQjM_D705uccQaBA81zo7Tf1dZWZ60q2nRNz8

Grupo de despromoção

Em todo caso, o Legia fez sua melhor campanha no save, chegando a incríveis 89 pontos. Não fosse a superioridade absurda de minha equipe, estaríamos todos falando sobre o time da capital - basta ver a diferença entre o saldo de gols deles e dos demais para perceber que estão muito acima da concorrência. Eles também repetiram sua campanha internacional da temporada anterior, chegando até as quartas da Liga Europa.

Quanto ao Pogon, tivemos esse ano um empate a mais do que no ano anterior. De positivo, o registro de que quebramos o recorde de gols na competição, marcando cinco gols a mais do que no ano que passou. 

 

Puchar Polski

N6JA4D0xp0NKUXRotpRMckWa9--qwdd8A2GCPOxT

Abrimos a competição diante do Wisla Krakow. Embora seja uma equipe da primeira divisão, esperava um jogo tranquilo. Passou bem longe disso. Jogamos melhor na primeira etapa, mas foi o Wisla quem chegou ao intervalo vencendo - 1 a 0. Depois de um puxão de orelha nos meus atletas voltamos ligados e marcamos três gols em dez minutos. Aí relaxamos de novo, achando que a vaga tava garantida. O Wisla descontou aos 84 e empatou aos 90, deixando a decisão por uma bola - detalhe que a essa altura eles estavam com dez em campo, e mesmo assim deixamos empatar. Aos 90+5 um escanteio para o Wisla acabou resultando em contra-ataque e Alemão garantiu nossa classificação. 

Na segunda rodada enfrentamos o pequeno GKS Tychy. O legal dessa partida é que o adversário é treinado por Edi Andradina, o antigo homem do Pogon (sobre quem já escrevi no save). Foi um momento de confraternização entre os treinadores, mas que acabou com o placar esperado. Também não tivemos dificuldades nas quartas de final.

A semifinal nos colocou diante da equipe do Legia Warsaw. E aí a federação polonesa, que sempre favoreceu o time da capital, voltou a atacar. Sob a desculpa de que o Legia tinha outros compromissos, o jogo foi reagendado para uma data FIFA. Onze atletas do Pogon estavam com suas seleções - oito deles titulares da equipe. No ataque, não tinha qualquer atleta disponível - Carlos Antônio, Lefeuvre e até mesmo Alemão, que é quem joga improvisado por ali quando preciso, estavam todos fora do clube.

Mas a verdade é que a federação pode tentar o golpe que quiser, o elenco de minha equipe é muito superior ao Legia. Mesmo todo remendado o Pogon dominou a partida do começo ao fim, metendo 4 gols no time da capital.

FkO78Hkd_UANcqI15iPvZfti27oXwL5wNcD7A2q5

No jogo de volta, já com os titulares, sofremos um pouco mais com o ataque do Legia. Mas marcamos mais quatro gols e garantimos com tranquilidade a vaga na final, a ser disputada contra o Jagiellonia.

E no jogo final o que se viu foi outro show de bola do Pogon. Ou, sendo mais específico, um show de bola de Carlos Antônio e Damiën Terol. Com quatro gols do primeiro e três do segundo, garantimos mais um título para nossa coleção.

ltT6quv8K-Lrg-EFh-Xn1xh6BJwAocfFsV_4kuQS

Com essa goleada na final quebramos o recorde de gols marcados na competição - foram 31 nessa edição, superando nosso próprio recorde de 29 na edição passada. E falando em recordes, tivemos também o jogador com a maior média na competição: Damiën Terol atingiu nota 8.93, superando os 8.72 de Carlos Antônio em 2022.

 

Liga dos Campeões

Como já sabemos, o adversário do Pogon na fase de oitavas de final foi o Manchester City, repetindo o duelo do ano passado. O primeiro jogo foi no City of Manchester. Para minha surpresa, o adversário veio em um 4-1-2-2-1, esquema que não havia enfrentado até aqui no save. Por um lado, imaginava que minha equipe poderia ter bastante espaço pelos lados do campo, o que seria muito bom. Por outro, não estava muito seguro de como faria a marcação daquele monte de adversários pelo meio.

Em campo, o jogo acabou refletindo essas minhas preocupações. Começamos explorando bem os lados, e Nikola Gavric abriu o placar logo aos cinco minutos. Mas depois o City tomou conta das ações. Mesmo ficando muitas vezes no um contra um, seus laterais passaram a levar a melhor sobre meus pontas. E no meio de campo o domínio era todo do adversário. Patrick Cutrone empatou aos 23 minutos, a partir de cobrança de escanteio. Na volta do intervalo, Leon Bailey virou para o time da casa. Pouco depois, aos 59 minutos, o City teve um jogador expulso. Mas mesmo com dez homens eles continuaram a dominar as ações. Não conseguimos capitalizar a vantagem numérica, e ficamos bem felizes quando ouvimos o apito final. 

S4soks2Rt3ohj8_R9JknzJM7FK7L3o5X-JbPGiEg

Analisando friamente, a derrota por 2 a 1 fora de casa não é um resultado terrível. Mas preocupa demais ver que o City teve oito oportunidades flagrantes de gol.

Na partida de volta, o adversário repetiu o mesmo 4-4-2 do ano passado. Assim como aquela vez, eu estava bastante certo que minha equipe seria capaz de fazer gols, mas me preocupava com as dificuldades defensivas. Assim como aquela vez, foi o City quem abriu o placar: Arthur marcou aos 31 minutos de jogo, em cobrança de escanteio.

Como já esperávamos levar gol mesmo, não desanimamos. Três minutos depois, Nikola Gavric empatou para o Pogon. Aos 41, o ponta marcou nosso segundo gol - a essa altura, o jogo iria para a prorrogação.

A segunda etapa começou muito nervosa. Ambas as equipes queriam o gol que lhes daria a classificação, mas ao mesmo tempo era visível a preocupação em não deixar o adversário marcar o seu. Até que, aos 72 minutos, o gol veio. Damiën Terol dominou a bola perto da meia-lua e tocou rápido para Carlos Antônio, que com dois toques colocou a bola na frente e encobriu o goleiro. Pogon 3, Manchester City 1. Conferi bem o placar agregado. A vaga era mesmo nossa. 

Só que a partida ainda não havia acabado. Mal deu tempo de instruir minha equipe a tentar se defender um pouco mais, e o City chegou lá. De novo em escanteio - dos quatro gols deles no confronto, três foram na bola parada.

Com quinze minutos ainda por disputar, o Pogon agora precisava de mais um gol para ficar com a classificação. Joguei a equipe pra frente, colocando Lefeuvre para acompanhar Carlos Antônio no ataque em um 4-2-4. Criamos chances, mas um goleiro inspirado (e a trave) pareciam determinados a impedir nossa classificação. Foi assim até os 90+3. De repente, Sandro Carrer joga a bola pra área no chuveirinho do desespero. Lefeuvre tenta chegar, mas é puxado por Leon Bailey. O juiz não tem dúvidas: pênalti.

Segue-se um momento de confusão para o Pogon. Tradicionalmente, a equipe deixa o atleta que tem dois gols em uma partida cobrar a penalidade, pela simbologia de completar o hat-trick. Nikola Gavric vai pegar a bola, mas Carlos Antônio se coloca na frente. O capitão da equipe argumenta que é o batedor oficial, e que a regra dos três gols não poderia valer em uma situação assim - afinal, havia muito em disputa. Acabo concordando com o atacante. Ele pega a bola, coloca na marca, corre pra batida e... o goleiro do City defende. Acabou. Estamos eliminados. Com três gols de escanteio e um pênalti perdido no último lance do jogo. A bola parada, ela é uma merda.

FosiqgCcGQ8GOH4CzgC09i3Nwcxxl4f717oIQuZx

Essa eliminação para o City foi, com certeza, o pior momento do save até aqui. Nem a eliminação com erro do treinador no ano passado doeu tanto. Dessa vez fizemos tudo certo. Mas parece que o FM simplesmente não quer ver a minha equipe se classificando. Doeu demais ver a equipe eliminada desse jeito, com o nosso garoto de ouro perdendo o pênalti decisivo. Cheguei a ter vontade de largar o save só de raiva com esse momento. Mas sei que não seria a decisão certa. O jeito é tentar de novo no próximo ano. E esperar um pouco mais de sorte na bola parada.

 

Notícias gerais

  • Tivemos o primeiro brasileiro do save convocado para a seleção polonesa. Alemão se naturalizou por conta do tempo que passou no Pogon, e agora ganhou sua primeira convocação. E foi uma estreia e tanto: o meia ofensivo marcou quatro gols na vitória por 5 a 0 sobre a Bósnia na primeira rodada das eliminatórias para a Copa.
  • Nikola Gavric foi vice-artilheiro da Liga dos Campeões, com oito gols. O ponta direito tem jogado de forma mais ofensiva nessa temporada (troquei sua função de apoiar para atacar, fazendo o movimento inverso no lado esquerdo), e tem respondido muito bem a essa mudança.
  • Jozwiak levou o prêmio de jogador da temporada da Ekstraklasa. O jogador mais velho do Pogon já havia sido eleito o atleta do ano (ano do calendário) da liga nas duas últimas edições do prêmio. É legal ver um atleta remanescente de outra época do Pogon ainda ser reconhecido.
  • Jamelão, de minha equipe B, foi convocado para representar o Brasil no mundial sub-20. A seleção foi campeã da competição, derrotando a França por 1 a 0 na final, e Jamelão foi escolhido o segundo melhor jogador da competição.
  • Como esperado, o Pogon Szczecin desceu no ranking de coeficientes europeu. Mas caímos apenas uma posição, o que é menos do que eu temia. Estamos agora na 17ª posição.
  • Mais uma vez tivemos uma parceria encerrada sem explicação – dessa vez com o Voluntari, da Romênia. Eu já pretendia encerrar essa parceria de qualquer modo, mas me incomoda que o jogo não dá qualquer feedback sobre o motivo do rompimento. O mais curioso é que quando pedi uma nova parceria uma das opções sugeridas pela diretoria foi o próprio Voluntari – mas acabamos fechando com outro clube romeno, o Poli Timisoara.
  • Aliás, falando em ligações, esqueci de mencionar na última atualização que havia estabelecido outra parceria para captação de jovens com o Tenerife, da Espanha. Um detalhe é que a diretoria chegou a oferecer uma parceria com o Dynamo Dresden, da Alemanha, que, em termos esportivos, faria mais sentido. Mas disse ao presidente que o Pogon jamais deveria se associar a uma equipe com ligações a movimentos neonazistas, e assim optamos pelo Tenerife mesmo.
  • No primeiro ano inteiro com estádio aumentado, atingimos uma média de 22.913 pessoas em cada jogo – muito mais do que o recorde anterior de 18.694, e já bem próximo da capacidade máxima do estádio. Cheguei até mesmo a pedir a construção de um novo estádio, mas a diretoria recusou o pedido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
1 hour ago, felipevalle said:

inúmeros fatos inusitados sucedendo nessa liga. E acho, que pela proposta ofensiva do teu time outros ainda estão pra ocorrer. 

PS: quero ver mais 5 a 5 hahaha

Olha, uma das marcas do save até aqui são os jogos com muitos gols de ambos os lados. Na liga é um pouco menos comum porque as outras equipes são fracas e dificilmente conseguem marcar tantos gols no Pogon. Mas na Champions tivemos vários jogos de placar elástico já. Montar uma tática extremamente ofensiva resulta em placares curiosos.

 

(obs: postei atualização acima dessa resposta, só pra tu saber caso entre no tópico pela notificação).

Share this post


Link to post
Share on other sites
#Vini

Puta que pariu. Eu poderia ser mais polido no comentário, mas com um cenário desses não pensei em outra frase de abertura.

Acho que essa atualização foi o puro suco do que é esse save: fazer tudo certo e mesmo assim não ser o suficiente. Pena, ainda mais sendo o Carlos Alberto quem perdeu o pênalti.

Bom, mudando de assunto, achei ótima a contratação do Krizman. Bons atributos e com o adendo dele ser comunitário.

Na Liga, legal a campanha do Legia. Espero que o desempenho absurdo do Pogon comece a puxar mais times para cima e isso colabore para o coeficiente do país, sem contar na competitividade da liga.

Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
felipevalle

o que me achou a atenção de fato foi um dos tópicos das notícias gerais que faz referência ao Dynamo e o apoio dos extremistas. Fui pesquisar e vi que é bem trabalhoso pra conter esses doidos da NPD e tal. Até há corrente humana pra minimizar, ultrapassando muito mais do que os xingos racistas das mais diferentes torcidas pela Europa (acho que uns anos atrás vi uns vídeos sobre isso, mas tinha esquecido o assunto).

Sobre a continuação do save, essa parceria com o Timisoara, me chamou a atenção (acho legal o romeno ter um idioma mais próximo do italiano, diferente dos países que fazem fronteira com ele). Já conhecia esse clube. Aliás, fico feliz quando abordam nos saves do pessoal times diferentes e eu conhecia de antemão um pouco da história. 

E quanto ao jogo com o City. Que mentira das mentiras!

Credo, que formação mais sem graça a deles, e ainda te sapecaram com gosto nas bolas paradas. Aquele menino que quebrou a perna parece ter dado falta pro time....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Uma pena essas duas eliminações para o City, as lições de um ano para o outro parecem ter sido aprendidas, mas o time pipocou na segunda vez. Se é que podemos usar esse termo, dada a discrepância. Sei o quanto esse tipo de coisa dói, mas creio que o time está adquirindo uma casca enquanto o treinador vai somando experiência para as fases agudas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)

Se tem dinheiro, melhor se garantir. O zagueiro é bom, então tá ok.
O botão de mostrar resultado deu boa, então?
Coitado do Andradina hahaha
Cara, de novo?!? Eu já tinha olhado o resultado após você citar que o jogo não tinha acabado e o City marcado. Não imaginei o erro de Carlos Antônio.
Tudo bem que como o Polonês e a Copa não há muito que se preocupar, o jogo mesmo é o mercado e a Champions. Ano que vem é o ano, dá pra sentir.

Não entendo teu sentimento porque nunca cheguei numa fase da Champions com um time forte. De qualquer forma, acredito que apesar do jeito que foi, o time teve muita chance de passar e isso mostra que está no caminho certo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Besouro Azul

Sei que deve ser foda e frustrante tantas decepções no save, mas como leito eu devo admitir: como é BOM ver um save de alguem que pena pra conseguir grandes resultados. Acho muito legal ver o clube tendo dificuldades reais e criando uma geração de ídolos aos poucos rumo ao grande objetivo. Quando a taça vier vai ser muito mais saboroso do que naqueles saves que a galera ganha a Champions em 2,3 temporadas de jogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Po um monte de atualização, vamos la

Primeiro lugar, vc não deu o print, mas tenho certeza que essa Jamelão vai dar samba!

Esse negocio de perder um jogo na primeira metade é bom, tira essa pressão dos ombros da equipe.

Essas lesões sérias em jovens são muito chatas, bom numero de vezes, melhor dizer mau né, estraga o desenvolvimento do cara.

Putz City de novo! Se preocupa não, esse Kim Bassinger é fraquinho.... aff não quero te desanimar não mas ta um cheiro de não vale a pena ver de novo no ar.

Nossa.... muitos chutes a gol, oportunidades criadas, bolas na trave, gols espiritas do adversário de bola parada, tão no script, tão mesmo no script, do fm. Ma pênalti perdido no ultimo minuto é florida. Ate me vejo comemorando a marcação da penalidade abraçando meu filho... que brochada. Imaginei muita gente desistindo do save, não achei que fosse ser o caso. Tô curioso como vc vai fazer para transpor esse muro que o FM pôs, tentar o mesmo, mudar pouco, mudar muito... Bilhete azil pro Carlos Antônio, semore disse que era pereba!

Po  me ensina a ganhar de 4 sem nenhum atacante ai..O Legia não cede ninguém para seleção também não?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Eu odeio gol fora, mas fazer o que, né? O City é realmente uma grande pedra no sapato de todos e machuca mais ainda o fato de ter um pênalti desperdiçado nos acréscimos por um jogador que vinha se destacando na partida de maneira positiva. Agora é levantar a cabeça e bola pra frente. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

De todas as atualizações (perdi várias de novo), vi como destaque aquela sequência invencível sendo atrapalhada pelo Legia, mais uma vez, eles são mesmo chatos, mas depois a equipe se firmou de vez em solo polonês. Esses confrontos contra o City foram de arrancar os cabelos, pois além da falta de sorte. Sei que estatística apenas não ganha jogo, mas desde os 59 minutos os caras ficaram sem um jogador no primeiro jogo e ainda assim faltou precisão para sair pelo menos com um empate. O que acha que realmente precisa para não bater na trave novamente? Grana parece que não será o problema, pois o crescimento financeiro da equipe é gigantesco. Algo que acontece em todos os saves não foi diferente no seu, perder a final da copa com um time superior, por isso costumo dizer que não dá para subestimar ninguém. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
mfeitosa

Que pena essa eliminação para o City! Impressionante! Sem dúvida, o Pogon merecia melhor sorte neste confronto. 

Eliminação doída, mas vida que segue. Não largue o save, você tem algo muito bacana nas mãos. O save está muito bacana! 

Estarei acompanhando.

Share this post


Link to post
Share on other sites
jeanslay

Cara, essa eliminação doeu até aqui. Realmente perder desse jeito é bem pior que qualquer outra derrota. Só de ver como o jogo se saiu, ja supera meu maior trauma no FM kkkk. Mas ano que vem melhora, tenho fé.

Boa sorte na sequencia amigo! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
On 1/23/2020 at 6:42 PM, vinny_dp said:

Puta que pariu. Eu poderia ser mais polido no comentário, mas com um cenário desses não pensei em outra frase de abertura.

Acho que essa atualização foi o puro suco do que é esse save: fazer tudo certo e mesmo assim não ser o suficiente. Pena, ainda mais sendo o Carlos Alberto quem perdeu o pênalti.

Bom, mudando de assunto, achei ótima a contratação do Krizman. Bons atributos e com o adendo dele ser comunitário.

Na Liga, legal a campanha do Legia. Espero que o desempenho absurdo do Pogon comece a puxar mais times para cima e isso colabore para o coeficiente do país, sem contar na competitividade da liga.

Boa sorte na sequência.

Foi foda mesmo esse período. O time fez tudo certinho ali mesmo, como tu disse. Sabia que ia levar gol do City, provavelmente mais de um, e que precisava marcar mais gols por conta disso. E fizemos os gols pra ficar a um da classificação, mas aí vem esse pênalti maldito. E ia doer um pouco menos se outro jogador perdesse, mas logo o Carlos Antônio (não sei de onde tu tirou o Alberto 😛 ) teve um gosto de Gerrard escorregando pro Liverpool perder o título inglês, sabe? É foda de qualquer jeito, mas não precisava ser logo o maior jogador do clube.

A contratação do Krizman teria sido bem boa não fosse um detalhe: o meu quarto zagueiro (Fábio Gomes) ganhou a nacionalidade polonesa nem um mês depois de contratar o garoto. Faltou me ligar que o brasileiro estava pra completar os três anos no país, pois a justificativa da contratação do Krizman era justamente ter mais um zagueiro comunitário. Mas aí com o brasileiro também tendo esse status o rapaz ficou bem sem espaço. Ainda tá por aqui porque é jovem e com potencial, mas com vários outros bons garotos no time B acho difícil que ele venha a se tornar relevante.

Por enquanto na liga o que eu tenho observado é um aumento da distância entre as equipes. No começo do save era todo mundo amontoado, inclusive no meio e na parte de baixo da tabela. Agora é Pogon >>> Legia >>> 3 ou 4 equipes que brigam pelas vagas continentais >>> meio de tabela >>> 2 a 4 equipes que brigam pra não cair (e por vezes um lanterna saco de pancadas). É bem diferente do começo do save. Não sei o quanto o Pogon influencia nisso.

Quanto ao desempenho das equipes polonesas fora do país, não tem sido muito animador. O Lechia Gdansk melhorou levemente durante o save, pois nos primeiros cinco anos de classificação pra UEL não passou das qualificatórias, e nos últimos seis chegou cinco vezes no grupo. Mas também nunca passou da fase de grupos. O Jagiellonia tem situação parecida - tem se classificado pra fase de grupos no geral, mas não passa disso. Os demais nem no grupo chegam.

Mas também não estou muito preocupado com isso. Seria bom se elas conseguissem ir mais longe, mas não é como se eu estivesse fazendo qualquer esforço especial nesse sentido. Não é um save de fortalecimento da liga, estilo o que o @Henrique M. tentou, não fico gastando energias pra isso (até o próprio Henrique acabou desistindo do foco em fortalecer a liga se não me engano).

Valeu 😄

 

On 1/23/2020 at 11:48 PM, felipevalle said:

o que me achou a atenção de fato foi um dos tópicos das notícias gerais que faz referência ao Dynamo e o apoio dos extremistas. Fui pesquisar e vi que é bem trabalhoso pra conter esses doidos da NPD e tal. Até há corrente humana pra minimizar, ultrapassando muito mais do que os xingos racistas das mais diferentes torcidas pela Europa (acho que uns anos atrás vi uns vídeos sobre isso, mas tinha esquecido o assunto).

Sobre a continuação do save, essa parceria com o Timisoara, me chamou a atenção (acho legal o romeno ter um idioma mais próximo do italiano, diferente dos países que fazem fronteira com ele). Já conhecia esse clube. Aliás, fico feliz quando abordam nos saves do pessoal times diferentes e eu conhecia de antemão um pouco da história. 

E quanto ao jogo com o City. Que mentira das mentiras!

Credo, que formação mais sem graça a deles, e ainda te sapecaram com gosto nas bolas paradas. Aquele menino que quebrou a perna parece ter dado falta pro time....

Pois então, o Dynamo tem uma torcida bastante complicada. O que é uma pena, porque eles tem uma média de público excelente, tinham tudo pra ser uma equipe muito legal de se acompanhar. Mas do jeito que as coisas são eu quero distância desse clube, mesmo que seja no FM.

Rapaz, se tu conhece algo sobre o Timisoara já tá sabendo mais do que eu. Sei nada sobre a equipe. Só fechei a parceria baseado nas informações do FM mesmo, rs. Mas concordo que é legal ver clubes que a gente já conhece aparecerem nas histórias. No meu caso são quase só os clubes alemães mesmo, do resto eu não conheço muita coisa.

O jogo com o City foi daqueles que é melhor nem comentar mais. Pra ver se esqueço logo. Eu fico muito puto quando perco um jogo por conta de bola parada, porque é um negócio que não tem muito o que fazer. E os gols deles foram sempre na mesma jogada. Meu time parece que esquecia de marcar o cara do primeiro poste, deixavam ele lá sozinho.

O Luiz Alberto (o menino que quebrou a perna) poderia ter ajudado a escrever uma história diferente. Mas não foi dessa vez. Não era nosso ano.

 

On 1/24/2020 at 1:11 AM, Henrique M. said:

Uma pena essas duas eliminações para o City, as lições de um ano para o outro parecem ter sido aprendidas, mas o time pipocou na segunda vez. Se é que podemos usar esse termo, dada a discrepância. Sei o quanto esse tipo de coisa dói, mas creio que o time está adquirindo uma casca enquanto o treinador vai somando experiência para as fases agudas.

Pois é, acho que dessa vez fizemos quase tudo certo. Só faltou colocar o pênalti na rede (e marcar o primeiro pau nos escanteios - não pode ser tão difícil não deixar o cara do primeiro pau completamente sozinho). Não acho que dê para dizer que foi uma pipocada, mas pelas circunstâncias do jogo não dá pra ignorar que foi um fracasso - mesmo contra uma equipe bem mais forte.

Não adianta ficar se lamentando muito né. É juntar os cacos e tentar de novo ano que vem.

 

On 1/24/2020 at 11:49 AM, Neynaocai said:

Se tem dinheiro, melhor se garantir. O zagueiro é bom, então tá ok.
O botão de mostrar resultado deu boa, então?
Coitado do Andradina hahaha
Cara, de novo?!? Eu já tinha olhado o resultado após você citar que o jogo não tinha acabado e o City marcado. Não imaginei o erro de Carlos Antônio.
Tudo bem que como o Polonês e a Copa não há muito que se preocupar, o jogo mesmo é o mercado e a Champions. Ano que vem é o ano, dá pra sentir.

Não entendo teu sentimento porque nunca cheguei numa fase da Champions com um time forte. De qualquer forma, acredito que apesar do jeito que foi, o time teve muita chance de passar e isso mostra que está no caminho certo.

Então, no fim das contas a contratação do Krizman fez pouco sentido porque meu quarto zagueiro ganhou a nacionalidade polaca nem um mês depois - e aí com quatro zagueiros comunitários a situação já ficaria bem mais tranquila. Faltou prestar atenção nisso. Mas azar, os 3,4 milhões não vão fazer falta.

O botão tá funcionando bem. Claro, não dá pra controlar as substituições e muito menos mudar de tática no meio do jogo. Mas tá ajudando demais a suportar o período de jogos monótonos da liga. Quando eu jogo eles por inteiro não mudo nada na tática igual, então não faz diferença.

O Andradina é um bom rapaz. Foi legal ver ele de novo. Mas com uma equipe daquelas enfrentando o Pogon podia ser o Guardiola que não ia dar outro resultado.

Foi muito triste pegar o City de novo e cair de novo. E o erro do Carlos Antônio foi o pior de tudo. Como comentei acima na resposta ao vinny, teve gosto de Gerrard escorregando pra perder o título inglês do Liverpool. Justo o melhor jogador do clube.

Não estou tão otimista quanto tu. Se passar das oitavas da UCL já é lucro.

Olha, o maior problema não é a eliminação da UCL em si. É o jeito que aconteceu, e saber que tenho quase um ano de jogos sem grande importância pela frente. Porque fora a final da Copa da Polônia (e olhe lá, mais por ser jogo único) não tem nenhum jogo realmente importante até a próxima fase de oitavas da UCL. Mesmo a fase de grupos da UCL não é lá essas coisas nesse momento do save, no máximo brigamos pra classificar em primeiro ou segundo, mas isso não muda tanta coisa. Daí acaba que ser eliminado é muito frustrante. E ser eliminado do jeito que foi é vinte vezes mais frustrante.

Mas como disse nas outras respostas, o jeito é ir lá e tentar de novo. Não tem muito mais o que fazer.

 

On 1/24/2020 at 1:08 PM, Besouro Azul said:

Sei que deve ser foda e frustrante tantas decepções no save, mas como leito eu devo admitir: como é BOM ver um save de alguem que pena pra conseguir grandes resultados. Acho muito legal ver o clube tendo dificuldades reais e criando uma geração de ídolos aos poucos rumo ao grande objetivo. Quando a taça vier vai ser muito mais saboroso do que naqueles saves que a galera ganha a Champions em 2,3 temporadas de jogo.

O mais frustrante é o período longo sem jogos importantes, porque depois da eliminação na UCL temos meses e meses sem qualquer jogo que mude alguma coisa. Nem a fase de grupos da UCL tem sido muito relevante nesses últimos anos (tem briga pra ver se ficamos em 1º ou 2º, mas desde que subimos ao primeiro pote a classificação é quase certa), então o ano do clube acaba sendo os dois ou quatro jogos entre oitavas e quartas da UCL. Isso que incomoda um pouco.

No mais, que bom que tu tá curtindo acompanhar a história. Eu também gosto mais de acompanhar histórias que enfrentam alguma dificuldade. E no geral prefiro jogar elas também - tanto que optei por priorizar os atletas brasileiros, o que é uma forma de aumentar a dificuldade do jogo. Só não é legal ficar tanto tempo esperando uns poucos jogos, mas fora isso tô curtindo bastante o ritmo do desafio. E com essa questão de precisar ficar com os brasileiros por vários anos pra eles ganharem nacionalidade (e se desenvolverem, já que os contrato muito jovens) temos vários atletas marcando época no clube. Isso é bem legal também, bem diferente de quando se troca a equipe toda a cada ano.

Aliás, te respondendo aqui agora me deu curiosidade de ver quantas temporadas cada um dos atletas do meu time titular ideal está no clube já. E o resultado mostra bem como temos uma geração de atletas bastante definida:

  • Goleiro - Cristiano Martins - 7 temporadas
  • Lateral direito - Tristan Boulesteix - 5 temporadas
  • Zagueiro 1 - Elézio - 4 temporadas
  • Zagueiro 2 - Badé - 6 temporadas
  • Lateral esquerdo - Tite - 6 temporadas
  • Meia central 1 - Marek Piatek - 7 temporadas
  • Meia central 2 - André - 5 temporadas
  • Ponta direito - Nikola Gavric - 4 temporadas
  • Meia ofensivo - Damiën Terol - 5 temporadas
  • Ponta esquerdo - Sandro Carrer - 5 temporadas
  • Atacante - Carlos Antônio - 9 temporadas

Acho que esse é o ponto alto do save pra mim. Ver os garotos se desenvolvendo ao longo do tempo. Nada contra contratar 20 jogadores por temporada, tem sua graça também, mas é legal ver que nesse momento estamos conseguindo nos estabelecer como uma equipe, que troca um ou outro jogador quando necessário, mas que tem um núcleo que cresce junto.

Aliás, eu me apeguei tanto a esses garotos que queria muito conquistar logo a UCL só pra poder ver esse time aí levar a taça - vai ser um pouco triste se os garotos saírem do Pogon sem o título. Mas acho que é uma chance bem real, porque a Champions ainda deve demorar.

 

On 1/24/2020 at 4:47 PM, Andreh68 said:

Po um monte de atualização, vamos la

Primeiro lugar, vc não deu o print, mas tenho certeza que essa Jamelão vai dar samba!

Esse negocio de perder um jogo na primeira metade é bom, tira essa pressão dos ombros da equipe.

Essas lesões sérias em jovens são muito chatas, bom numero de vezes, melhor dizer mau né, estraga o desenvolvimento do cara.

Putz City de novo! Se preocupa não, esse Kim Bassinger é fraquinho.... aff não quero te desanimar não mas ta um cheiro de não vale a pena ver de novo no ar.

Nossa.... muitos chutes a gol, oportunidades criadas, bolas na trave, gols espiritas do adversário de bola parada, tão no script, tão mesmo no script, do fm. Ma pênalti perdido no ultimo minuto é florida. Ate me vejo comemorando a marcação da penalidade abraçando meu filho... que brochada. Imaginei muita gente desistindo do save, não achei que fosse ser o caso. Tô curioso como vc vai fazer para transpor esse muro que o FM pôs, tentar o mesmo, mudar pouco, mudar muito... Bilhete azil pro Carlos Antônio, semore disse que era pereba!

Po  me ensina a ganhar de 4 sem nenhum atacante ai..O Legia não cede ninguém para seleção também não?

 

Olha, o Jamelão é um daqueles pontas que correm uma barbaridade, mas também não fazem tanta coisa mais. Cruza bem a bola e sabe driblar razoavelmente. Mas só. E infelizmente teve uma lesão grave que vai complicar o desenvolvimento. Não levo tanta fé não. 

Eu queria levar o título invicto, estamos há anos batendo na trave quanto a isso. E sempre perdemos um jogo na primeira metade do campeonato e depois não mais. Não sei o que há.

Nem me fala. Tivemos a lesão séria do Jamelão, e depois a do Luiz Alberto. O primeiro eu já não levava taaanta fé assim mesmo antes, mas o segundo doeu demais. O rapaz tava comendo a bola. Espero que volte bem.

Sobre a eliminatória com o City tu já comentou muito bem. Bola parada ferrando a gente, goleiro catando tudo, o pênalti redentor no finalzinho... Aqui eu não abracei ninguém, mas só porque tava sozinho jogando mesmo, rs. E aí veio a tragédia.

Sobre o que fazer pra passar disso, por enquanto o meu plano é continuar com o mesmo plano. Se tu olhar a resposta acima dessa, vai ver o compilado que fiz sobre quantos anos o meu onze ideal já tá no clube. A maior parte já tá há uns 5 ou 6 anos por aqui. E eu acho que eles ainda podem entregar mais. Então vou manter essa mesma base de elenco, na mesma base tática, e ir fazendo alguns pequenos ajustes só.

O Carlos Antônio ainda é ídolo, mesmo depois dessa. O que ele fez por esse clube não tem pênalti perdido que apague.

Com a diferença técnica entre minha equipe e o Legia não é tão difícil ganhar de goleada. Mesmo sem atacante. Até porque minha equipe faz bastante gol com os pontas. O Legia perde jogadores também, sim, mas muito menos do que nós. Os principais nomes da equipe deles são brasileiros, muito bons para o campeonato polonês, mas que não chegam perto do nível da seleção brasileira né. Aí por isso eles contaram com os jogadores mais importantes.

 

On 1/25/2020 at 3:17 PM, PedroJr14 said:

Eu odeio gol fora, mas fazer o que, né? O City é realmente uma grande pedra no sapato de todos e machuca mais ainda o fato de ter um pênalti desperdiçado nos acréscimos por um jogador que vinha se destacando na partida de maneira positiva. Agora é levantar a cabeça e bola pra frente. Boa sorte!

Eu acho a regra do gol fora boa pro futebol no geral. Mas é sempre frustrante quando a gente fica do lado errado né. O pênalti nos acréscimos foi de doer muito. Ainda mais que quem perdeu foi o Carlos Antônio - que não tava se destacando só na partida, e sim em todo o save né. É o maior jogador que já treinei em um save de FM. E o rapaz faz isso 😕 Bem, ano que vem tentaremos ir mais longe.

 

On 1/26/2020 at 10:40 AM, Vannces said:

De todas as atualizações (perdi várias de novo), vi como destaque aquela sequência invencível sendo atrapalhada pelo Legia, mais uma vez, eles são mesmo chatos, mas depois a equipe se firmou de vez em solo polonês. Esses confrontos contra o City foram de arrancar os cabelos, pois além da falta de sorte. Sei que estatística apenas não ganha jogo, mas desde os 59 minutos os caras ficaram sem um jogador no primeiro jogo e ainda assim faltou precisão para sair pelo menos com um empate. O que acha que realmente precisa para não bater na trave novamente? Grana parece que não será o problema, pois o crescimento financeiro da equipe é gigantesco. Algo que acontece em todos os saves não foi diferente no seu, perder a final da copa com um time superior, por isso costumo dizer que não dá para subestimar ninguém. 

Eu queria levar logo o título invicto, mas todo ano minha equipe inventa de perder uma - e geralmente pro Legia.

Os jogos contra o City foram muito tristes. No primeiro jogo atuamos bem mal, realmente era pra ter saído com resultado melhor. Aí quis o destino que o segundo jogo acabasse nos punindo daquela forma.

Então, o complicador para chegar mais longe é a limitação de priorizar os brasileiros. Temos dinheiro, mas continuamos só contratando atletas brasileiros jovens pra desenvolver, porque os brasileiros já formados com cidadania europeia custam caro demais. Se contratasse livremente poderia trazer um monte de gente de mais qualidade, mas eu quero manter o número de jogadores de outros países baixo. Não deixo passar quando tem um negócio ridículo de bom - como foi contratar o Lefeuvre de graça na última janela, por exemplo. Mas no geral não olho muito para esses atletas, aí o save fica mais complicado mesmo. Acho que precisamos de mais tempo, não tem muito o que inventar agora.

Não entendi o comentário do final da copa, pois nós vencemos ela.

 

On 1/27/2020 at 6:25 PM, mfeitosa said:

Que pena essa eliminação para o City! Impressionante! Sem dúvida, o Pogon merecia melhor sorte neste confronto. 

Eliminação doída, mas vida que segue. Não largue o save, você tem algo muito bacana nas mãos. O save está muito bacana! 

Estarei acompanhando.

Foi bem triste mesmo. A gente acabou sendo punido por não ter feito mais no jogo de ida, onde com um homem a mais dava pra fazer melhor. Mas mesmo sem ir bem no primeiro jogo só faltou um pouco de sorte. Bem, agora é levantar a cabeça e tentar de novo.

Eu tô curtindo o save. O que me incomoda é só o período longo sem jogos importantes. Mas o botão de resultado instantâneo e a continuação automática entre os jogos ajudam. Ao menos a coisa vai mais rápido daí.

Valeu 😄

 

On 1/30/2020 at 1:37 AM, jeanslay said:

Cara, essa eliminação doeu até aqui. Realmente perder desse jeito é bem pior que qualquer outra derrota. Só de ver como o jogo se saiu, ja supera meu maior trauma no FM kkkk. Mas ano que vem melhora, tenho fé.

Boa sorte na sequencia amigo! 

Nem me fala, nem me fala... Foi uma das piores derrotas que já tive jogando FM. Top 3 com certeza. Talvez a pior. Mas vamos lá né, tentar de novo. É o que resta.

Obrigado 🙂

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces
1 hora atrás, Danut disse:

Não entendi o comentário do final da copa, pois nós vencemos ela.

Viajei totalmente nesse comentário e o pior é que não me lembro o que me fez chegar a essa afirmação. Coisas que acontecem só comigo. Fato é que eu havia esquecido que no seu save há partidas de ida e volta antes da final, acho que devo ter me atentado a um jogo da copa na semi da temporada passada em que perdeu o jogo, mas havia vencido o primeiro jogo por 2 a 1 contra o Lech.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

5lVi75c4HFA-Zg0gN6CaOk-I20skyzRK1pzPaZ9L

S13 E01 - Uma geração de atletas

Olá pessoal. Na última atualização vimos que o Pogon encerrou a 12ª temporada do save com mais um título da Liga (o 12º) e da Copa da Polônia (o 7º). Na Champions, no entanto, a torcida teve a enorme frustração de ver a equipe novamente eliminada nas oitavas pelo Manchester City - com Carlos Antônio desperdiçando o pênalti da classificação no último lance. Hoje vamos dar início à 13ª temporada do save.

 

Expectativas

HDrT2XDY-fj4isQw5sJYzjJokI42_s6gdM-pl8Et

Sem novidades. Continuamos com a expectativa de chegar nas oitavas da Champions, o que deve ser tranquilo de atingir agora que estamos no primeiro pote.

 

Elenco

RbGvJ9DZiWHoA3aicGF1mvfOVYKEwh5Q4Z8ZDJ_j

Em uma das janelas menos movimentadas de todo o save, apenas dois jogadores chegaram em Szczecin. O baixo número de contratações se dá porque estou bastante satisfeito com o elenco que tenho em mãos. Chegamos em um momento do save em que várias das minhas apostas dos anos anteriores já se desenvolveram e atingiram o status de titular. Além disso, o Pogon não tem necessidade alguma de vender atletas se não quiser fazê-lo. O resultado é que minha equipe titular é formada por uma geração de atletas que cresceram juntos no clube, e que não pretendo substituir tão cedo se não houver um ótimo motivo para tanto.

Aliás, queria aproveitar a análise de elenco dessa temporada para falar um pouco mais sobre o meu onze ideal, incluindo o perfil de cada jogador, o tempo que está no clube, e como chegou até o Pogon. Como isso já tomou bastante espaço de texto, não fiz minha tradicional análise dos destaques positivos e negativos da temporada dessa vez. Ano que vem volto a trazer essa informação.

Em relação ao número de brasileiros, mantivemos os mesmos 17 do último ano.

 

Goleiros

zd7b8SKvyOyrHQMzDNozlGcZHPdskPPv7zIuaWN7

Sem alterações no setor. Sebastian Dahl está se desenvolvendo muito bem, de modo que podemos alternar goleiros sem perda de qualidade. O ruim é apenas que Alisson Ottoni dá cada vez mais sinais de que nunca vai ser capaz de ser mais do que terceiro goleiro. É bem provável que esse seja seu último ano no clube.

Titular: Cristiano Martins foi uma contratação de meu diretor de futebol. O goleiro português, que se destaca pela capacidade quase sobrenatural no um contra um, veio do Rio Ave por 3 milhões de euros. Vai entrar na oitava temporada com o Pogon, todas elas como titular.

 

Laterais direitos

vGz4fDxcMX1sWgAAXGja1MNVohCHEfZzzQpGb-fq

Também aqui não mudamos nada. Sergio Henrique está com os dias contados, pois temos no time B Cléber Rech, um garoto brasileiro de capacidade atual semelhante e mais potencial. No entanto, como Cléber ainda não tem nacionalidade comunitária, Sergio continua por mais um ou dois anos no clube. Enquanto isso, Cléber foi emprestado ao Legia.

Titular: Tristan Boulesteix. Um lateral rápido, capaz de correr o campo todo sem cansar, que sabe se posicionar como poucos e tem ótima capacidade de desarme. Contratamos o belga ao pagar sua multa rescisória de 9 milhões de euros ao Anderlecht há seis temporadas. Desde então, é dono da lateral direita do Pogon.

 

Laterais esquerdos

12jdXC7ZyLUb16YDLOq6sx-hQzy5Pzfk3lmYDiu5

Aqui tivemos nossa primeira contratação da temporada: Gabriel Temporão chegou do Goiás por 1,3 milhão de euros como grande promessa para o futuro da posição. Embora ainda seja um pouco pior do que José, eu gostaria de lhe dar a posição de reserva de imediato, já que espero muito mais crescimento do atleta de 18 anos. Mas esbarramos na velha história da nacionalidade comunitária, e assim o jogador acabou emprestado ao mesmo Legia que seu colega do lado direito.

Titular: Tite chegou ao clube há sete temporadas, vindo do Santos. Pagamos 2,1 milhões de euros pelo lateral de ótimas capacidades físicas e defensivas, além de uma boa capacidade de cruzamento. Vai entrar em sua quinta temporada como titular.

 

Zagueiros

Xw8r2vLYFKwJOobL7NSHXS6wjqZ_RgXyCgD8HFGm

Por aqui tivemos duas saídas - uma definitiva e outra temporária. O zagueiro brasileiro Formiga vinha apresentando dificuldades de jogar ao nível do Pogon nas últimas temporadas, e com 27 anos já não havia razão para mantê-lo como reserva. Foi negociado com o Flamengo por 16,5 milhões de euros. Na verdade, a transferência ainda não foi concluída - o atleta só vai deixar o Pogon na próxima janela. Mas não vejo sentido em dar tempo de jogo a um reserva que não vai permanecer no clube, então rebaixei o atleta ao time B. Se houver alguma lesão mais séria, ele ainda pode voltar e tapar o buraco, mas em situação normal não deve mais jogar pelo Pogon. Foram nove temporadas no clube e um total de 289 atuações, tendo se tornado pessoal favorito da torcida.

O outro atleta negociado foi Dean Krizman. Contratado na última temporada como opção para um elenco com falta de jogadores comunitários, Krizman perdeu espaço depois que Fábio Gomes ganhou a cidadania polonesa. Como o primeiro semestre não tem tantos jogos importantes, achei melhor emprestá-lo para que ganhe tempo de jogo. É um raro caso de atleta do Pogon emprestado a uma equipe de fora da Polônia (pois já tem cidadania comunitária, assim não preciso que o atleta fique no país), tendo ido para a Inter de Milão. Minha intenção é chamar o atleta de volta em fevereiro, quando o calendário aperta e Formiga deixa o clube. 

Titulares: A contratação mais cara da história do Pogon, Badé custou 19,5 milhões de euros aos cofres do clube. O valor foi pago ao Palmeiras há sete temporadas. Apesar de ser a contratação mais cara que já fizemos, Badé demorou a assumir a titularidade do clube - nos primeiros três anos foi apenas reserva. Agora, porém, é peça fundamental para o Pogon, tendo assumido a posição de vice-capitão. O brasileiro de 25 anos se destaca pela ótima capacidade física e inteligência de jogo, sabendo como poucos coordenar o posicionamento do time em campo.

O outro titular da zaga é Elézio. O garoto de 22 anos se destaca pela capacidade aérea excepcional. É um dos atletas mais novos entre os titulares, recém entrando em sua quinta temporada com o Pogon, e a terceira como titular. Veio do Internacional por 2 milhões de euros. O lado negativo é que o atleta parece ter chegado ao ápice de seu desenvolvimento mais cedo do que esperávamos. Ano passado a avaliação é de que ele logo passaria Badé como nosso principal zagueiro. Agora, já está claro que Elézio não atingirá o nível do companheiro.

 

Meio-campistas

g1wTcngHe-2AHQ11D903SQDOuazvFiRyGLcCWlKR

Outro setor que recebeu um novo atleta. David Bartos foi um achado daqueles que simplesmente não poderia deixar passar. O tcheco de apenas 17 anos tem uma capacidade técnica e visão de jogo absolutamente incomuns para um atleta da sua idade. Tenho enormes esperanças sobre seu futuro, e não hesitaria em pagar um alto valor pela contratação. Mas nem foi preciso, pois bastou indenizar o Slavia Praga em 74 mil euros para ficar com o garoto.

Com a chegada de Bartos, quem deixou o clube foi seu compatriota Frantisek Smejkal. O atleta havia chegado ao clube na última temporada como opção de mudança tática, mas a contratação acabou se mostrando um erro. O problema é que o garoto chegou para ser uma opção tática mais defensiva - jogava melhor de volante do que de meia central. Mas, ao mesmo tempo, era o atleta de menos qualidade em nosso meio campo. Aí complicou: os únicos jogos onde fazia sentido utilizar um volante eram aqueles contra as equipes mais fortes - justamente quando menos fazia sentido colocar o jogador de menos qualidade em campo. Por isso, achei melhor deixar o garoto seguir a vida em outro clube. Sem jogar por aqui, saiu quase de graça. O Köln pagou 32 mil euros pelo atleta, menos do que os 100 mil que pagamos pela contratação - e um valor ridículo considerando que o clube alemão se dispôs a pagar 3 milhões de euros por ano só em salários ao rapaz. Ao menos garantimos 50% da próxima transferência, o que deve ajudar no futuro.

Quem também deixou o clube rumo ao mesmo Köln foi Garrinchinha, garoto do time B que já chegou ao clube desacreditado e fez apenas dois jogos na equipe principal. Perdemos 150 mil euros com o atleta, mas nada que vá preocupar o contador do Pogon.

Titulares: André é outro titular da equipe que veio do Palmeiras, tendo chegado um ano depois de Badé - vai entrar na sexta temporada com o clube. Custou 11 milhões de euros, o que fazia dele, à época, a 3ª contratação mais cara da história do Pogon (hoje é a 5ª). Chegou para ser reserva na parte ofensiva do meio campo, mas com o tempo foi recuado. Assumiu a titularidade do clube na segunda posição de meio campo (armador avançado) há três temporadas. É um atleta extremamente técnico, mas que apresenta também ótimos atributos físicos, compensando os baixos atributos defensivos com sua capacidade de correr atrás dos acontecimentos.

Quem completa a dupla de meio é Marek Piatek. Com 22 anos, o prata da casa inicia sua oitava temporada no Pogon. Mesmo estando entre os atletas de menor salário do clube, Piatek vem se destacando pela ótima capacidade de gerir os acontecimentos e distribuir a bola, tendo assumido a titularidade na última temporada. Costuma atuar como armador recuado, mas por vezes troca de posição com André, já que os dois tem perfil muito semelhante.

 

Meias avançados

wYV9o9HV2b7GHP0QCbZK2cVqdRTul73WozTMr3nA

Rocha Ferreira teve um bom ano de estreia pelo clube, e se consolidou como o reserva de Damiën Terol. Além dele, gostaria de dar algum tempo de jogo a Karol Zezula, produto da nossa própria base. Com dois ótimos jogadores para a reserva, sendo um deles comunitário, Alemão acabou ficando sem espaço. Ídolo do torcedor do Pogon, o brasileiro de 25 anos foi vendido ao Milan por 22,5 milhões de euros - valor abaixo do que o jogador vale, mas que acaba ficando dentro do esperado considerando que a iniciativa da venda partiu do Pogon. Além disso, garantimos 50% da próxima transferência. Foram sete temporadas no clube, 193 jogos, 72 gols e 60 assistências.

Titular: Damiën Terol. A terceira contratação mais cara da história do clube. Pagamos 18 milhões de euros para cobrir sua multa rescisória com o Feyenoord há seis temporadas, tendo o atleta assumido a titularidade imediatamente. Quando chegou ao clube, tinha como principal defeito o movimento preferido "troca passes curtos e simples", um completo desperdício de suas qualidades técnicas de nível mundial. Felizmente conseguimos treinar o jogador para aproveitar melhor suas capacidades, e ele é agora uma máquina de gols e assistências. O único problema é que ele sabe muito bem de suas qualidades, e está dificultando muito a renovação contratual - quando sentamos para discutir o atleta pediu 7 milhões de euros anuais, 50 mil por partida jogada (para referência, um atleta normal do Pogon recebe de 2 a 4 mil euros por partida) e mais quase 20 milhões de euros de adiantamento. Eu vou acabar renovando o contrato do atleta em algum momento, pois ele é bom demais para deixar partir, mas espero conseguir reduzir os valores.

 

Pontas direitos

6kIix147CyitGTUShY6Jwo6VG3Ge-P8SNGapMiMq

Por aqui, quem deixou o clube foi Kamil Jozwiak. O melhor atleta das últimas duas edições da Ekstraklasa era ainda um reserva sólido, mas aos 31 anos estava com seus dias de clube contados. Com Jamelão e Cadão temos duas boas promessas buscando espaço, e o atacante Thibaud Lefeuvre também sabe jogar pela ponta caso precise de um reserva com nacionalidade comunitária. O Marseille pagou 3,6 milhões pelo polonês - um bom valor considerando a idade do atleta. Foram oito temporadas no Pogon, 197 jogos, 64 gols e 83 assistências. Assim como Alemão, sai com o status de ícone da torcida.

Titular: Nikola Gavric vai entrar em sua quinta temporada no Pogon. O atleta chegou por apenas 725 mil euros para ser uma opção de rotação em uma posição que vinha apresentando dificuldades. Muito rápido e com ótima técnica, o atleta logo mostrou futebol para assumir a titularidade. Mais recentemente, mudamos a tática para lhe dar mais liberdade (passou de ponta em apoiar para ponta em atacar). O atleta respondeu muito bem a essa alteração, e é hoje um dos três principais nomes de meu ataque.

 

Pontas esquerdos

Jew8olLH2N9wjzegJ_2t-mEvktVZ5gsIGmGtZ4Mm

Continuamos com os mesmos atletas por aqui. Schumacher está se desenvolvendo bem e já ameaça a titularidade de Sandro Carrer. Como consequência, recebeu um enorme aumento salarial - de pouco menos de 200 mil euros anuais para 700 mil por ano.

Titular: Sandro Carrer. Mesmo ameaçado por Schumacher, Sandro Carrer ainda é minha opção número um para a posição. Entrando em sua sexta temporada no clube - a quarta como titular -, o antigo homem do Grêmio custou apenas 2,1 milhões aos cofres do Pogon. Não é nenhum primor técnico, mas seu trabalho é apenas bater a marcação na velocidade e cruzar a bola para a área - o que ele sabe fazer muito bem.

 

Atacantes

2lfRiNUo-3VkKMEEmADXWxoGh-gM2Wo8y4-nBQ2r

Outro setor sem mudanças. Luiz Alberto se recuperou da lesão que o deixou de fora de quase toda a última temporada, de modo que estamos bem servidos na posição. A única dor de cabeça é que Thibaud Lefeuvre está toda hora enchendo o saco porque quer se tornar o atleta mais bem pago do clube. Não pretendo atender essa solicitação, pois ele está bem abaixo de Carlos Antônio e Damiën Terol na hierarquia interna. Por enquanto está dando para segurar a bomba, mas é possível que acabe sendo forçado a vender o atleta no futuro se ele não se acalmar.

Titular: Carlos Antônio dispensa apresentações. Três vezes melhor do mundo, 302 atuações, 304 gols e 92 assistências. Não há pênalti perdido que apague a história de Carlos Antônio com o Pogon. O atleta vai entrar em sua 10ª temporada no clube, todas como titular. Nada mal para quem chegou do Cruzeiro por apenas 3,3 milhões de euros.

 

Liga dos Campeões

Wt5sqB8di--fAhXGsp-O5YsgdpxLBxYlzt7szf_L

Com a equipe no primeiro pote a situação na Liga dos Campeões está bem mais fácil. O Monaco pode incomodar e brigar pela primeira colocação, mas Zenit e Rapid Vienna não devem apresentar grandes dificuldades.

 

Notícias gerais

  • Sergio Henrique foi chamado para a seleção polonesa. É o segundo brasileiro do Pogon a atuar pela seleção local - o primeiro foi Alemão. Chama a atenção que nenhum dos dois foi titular do Pogon - o que faz sentido, já que nossos titulares atuam mesmo pela seleção brasileira.

Share this post


Link to post
Share on other sites
jeanslay

Esse é o famoso grupo de 18 pontos, 30 gols pró e 5 contra né?

Agora vai! Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
7 hours ago, jeanslay said:

Esse é o famoso grupo de 18 pontos, 30 gols pró e 5 contra né?

Agora vai! Boa sorte.

O Monaco tem uma boa equipe, é bem capaz de nos complicar a vida. Zenit e Rapid Vienna não devem fazer nada mesmo, mas não ficaria surpreso se perdesse um jogo contra o Monaco (ou mesmo os dois).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Pegou um grupo acessível, dentro daquilo que pode ser sorteado num grupo de Champions League. Tende a ter jogos equilibrados, então, qualquer vacilo vai pro caixão. Mas, tem boas peças no elenco e que já mostraram que estão prontos para chegar a mais um mata-mata da Champions.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Que grupo mamata ein? Depois de tanta tempestade, um pouco de bonança cai bem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nei não cai (38D)
Em 08/02/2020 em 23:32, Danut disse:

não tem nenhum jogo realmente importante até a próxima fase de oitavas da UCL.

Imagine o que o Neymar sente no PSG. Chega uma hora que joga tudo pro alto e vai pular carnaval.

----

Carlos Antonio é um verdadeiro Lewandovski.

Tem que subir essa expectativa aí, senão não tem cobrança.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
On 2/11/2020 at 1:03 PM, Henrique M. said:

Pegou um grupo acessível, dentro daquilo que pode ser sorteado num grupo de Champions League. Tende a ter jogos equilibrados, então, qualquer vacilo vai pro caixão. Mas, tem boas peças no elenco e que já mostraram que estão prontos para chegar a mais um mata-mata da Champions.

Acho que equilibrados só os jogos com o Monaco mesmo. Ficar em primeiro ou segundo no grupo é uma questão em aberto. Mas Zenit e Rapid Vienna não devem complicar, perder pra qualquer um deles só com um desastre.

 

On 2/12/2020 at 12:24 AM, marciof89 said:

Que grupo mamata ein? Depois de tanta tempestade, um pouco de bonança cai bem.

O Pogon subiu para o primeiro pote da definição de grupos da UCL recentemente né, daí agora os grupos têm sido mais tranquilos. Antes estávamos no terceiro pote, aí era certeza de duas equipes fortes pela frente. Agora só com muito azar pegamos duas equipes fortes, a tendência é um segundo time forte e os outros dois pra completar tabela.

 

23 hours ago, Neynaocai said:

Imagine o que o Neymar sente no PSG. Chega uma hora que joga tudo pro alto e vai pular carnaval.

----

Carlos Antonio é um verdadeiro Lewandovski.

Tem que subir essa expectativa aí, senão não tem cobrança.

hahahaha, pois é, é bem a situação que o PSG vive. No fundo nada mais importa, só esses dois ou quatro jogos da Champions. E realmente, dá vontade de jogar tudo pro alto de vez em quando...

A comparação com o Lewandowski é boa. Olhando os atributos do Carlos Antônio ele é muito bom, mas tá longe de ser do mesmo nível técnico que os caras realmente top mundial. Só que ele coloca a bola na rede como poucos, todos os atributos dele são voltados pra isso. É uma máquina de fazer gols em uma equipe montada pra alimentar essa máquina. E aí essa combinação dá muito certo.

Acho que a expectativa atual está boa. Realmente tá meio fácil cumprir ela, mas o problema é que logo depois dela a barreira cresce demais. Chegar nas oitavas da UCL é fácil. Passar das oitavas é outro mundo totalmente diferente. E eu não preciso de pressão da diretoria pra cima do treinador, não é o tipo de save onde quero me ver na situação de ter o cargo ameaçado. Melhor jogar pelo que está seguro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

3Yaapmsmz-qBSp54n1bmHTGdby7Jd3ghbvAh1UVH

S13 E02 - A terceira vez seguida

Olá pessoal. Hoje vamos ver como foi o primeiro semestre da temporada 2029/30.

 

Ekstraklasa

7ENfmSC8R623MY06KFbJC5wkhMlUiufDmhfDSLSN

Como já é de se esperar, dominamos a liga sem qualquer dificuldade. O único ponto notável é que pela primeira vez nos últimos cinco anos não perdemos nenhum jogo no primeiro semestre. O único tropeço do semestre foi o empate com o Gornik Zabrze - em jogo onde desperdiçamos penalidade e deixamos o adversário empatar faltando cinco para o fim do jogo.

Até aqui, o Pogon nunca venceu o título invicto. Da última vez que terminamos o semestre sem derrotas, acabamos perdendo um dos jogos para o Legia. Resta saber se dessa vez a história será diferente. No mais, não tirei print da tabela de classificação mais uma vez, mas a verdade é que não tem muito sentido trazer ela mesmo - estamos na frente com muita vantagem, nada que vocês já não saibam.

 

Champions League

A competição continental começou já com o que pode ser o jogo mais importante do grupo: recebemos o Monaco em Szczecin, e uma vitória seria fundamental na disputa pela primeira colocação. Em campo, porém, as equipes fizeram um jogo atipicamente pobre, e o placar não sofreu qualquer alteração. É o primeiro 0 a 0 envolvendo o Pogon em 138 jogos - foram duas temporadas e meia sem jogos de placar zerado. No save todo, esse placar se repetiu em 16 oportunidades.

h56hzkG2feyqvmigkPqSHTx3rkitKvNengPPnsmi

Embora o empate com o Monaco não tenha sido o ideal, o placar sem gols nos colocava em posição relativamente confortável para a sequência. Bastava vencer os jogos contra Zenit e Rapid Vienna para, muito provavelmente, decidir a primeira posição no segundo confronto com a equipe do principado, tendo a nosso favor a vantagem do empate com gols. Tudo indo bem para o Pogon. Só faltou combinar com os russos. Com uma atuação brilhante de seu goleiro e de um dos zagueiros - que até bola em cima da linha tirou -, o Zenit segurou o ímpeto ofensivo do Pogon, que de forma surpreendente acabou vendo o placar permanecer inalterado pelo segundo jogo em sequência.

ZazY-40Azct_PXhsLIIA99xFxXKoSEbnYDO6HMd5

Com os dois jogos sem gols, a torcida começou a se questionar se havia algo de errado no Pogon. A preocupação ficou ainda maior quando Carlos Antônio desperdiçou uma penalidade logo aos dois minutos do jogo contra o Rapid Vienna. Parecia que a bola nunca mais voltaria a entrar. Mas logo a porteira abriu. Com uma atuação magistral de Nikola Gavric - três gols e quatro assistências - o Pogon deixou seu torcedor soltar todos os gritos que estavam entalados na garganta.

tuW2SpuGjTM5HSf_xe_diE3vVVitZ9Rj9X8ms2yp

No confronto em terras austríacas o resultado foi um pouco mais comedido, mas o Pogon venceu novamente sem muita dificuldade - 4 a 0.

O quinto jogo da fase de grupos foi o segundo embate com o Monaco. Como o Pogon havia tropeçado diante do Zenit, seria preciso vencer para ficar com a primeira colocação do grupo. Ao contrário do que se viu no primeiro jogo, dessa vez Pogon e Monaco trocaram golpes de forma bastante aberta. Quem saiu na frente foi a equipe do principado, que manteve a vantagem até o intervalo. Empatamos aos 69 minutos com André. Mas voltamos a ficar atrás no placar já aos 89 minutos, quando Piatek foi recuar a bola para o goleiro e deu nos pés do atacante adversário. Carlos Antônio ainda buscou o empate, mas o resultado não nos ajuda em muito.

GbaUW21KBBOz9YKVdbvD1_ZHv8UQFUEQ9tTcYo3G

Na última rodada goleamos o Zenit, mostrando que o empate com eles foi mesmo o ponto fora da curva.

civDkXdhAjbctaalpqW86bBQRiOwrAh84WmqBAp0

Infelizmente, porém, foi esse ponto fora da curva que nos custou a primeira posição do grupo. Se tivesse derrotado o Zenit, minha equipe teria ficado à frente do Monaco pelos critérios de desempate.

sO8ytDYeM3bBJzIVhqPWyQYQhGaUf4wBkeYbvAfn

A campanha não foi de todo ruim. Não perdemos para a outra equipe forte do grupo, o que é bem positivo. Mas fiquei com a sensação de que já vi minha equipe jogar mais. Em todo caso, com o grupo encerrado, era hora de acompanhar o sorteio da primeira eliminatória. E adivinhem quem será nosso adversário?

_HJJYlEklvz34bGUGpbwYbceyIX2HzTZC_QA-5QY

 

Notícias gerais

  • Pela terceira vez seguida - e a quarta no geral -, Carlos Antônio é eleito o bola de ouro da FIFA. O brasileiro empatou com Kylian Mbappé como maior vencedor do prêmio no save. O francês, que ficou em segundo lugar na votação atual, levou o prêmio em 2022, 2023, 2024 e 2026. Em terceiro na votação ficou Rubén, do Bayern.
  • Carlos Antônio também levou o prêmio de futebolista mundial do ano. É a segunda vez que o atleta leva o prêmio, se igualando, no save, a Cristiano Ronaldo (2018, 2020), Eden Hazard (2019 e 2022), e Mbappé (2024 e 2025). Também aqui o francês ficou em segundo lugar. O terceiro colocado foi Rodrygo, do Manchester City.
  • Além dos prêmios principais, o atleta brasileiro levou os já tradicionais prêmios acessórios: melhor brasileiro na Europa e jogador do ano do comitê olímpico brasileiro.
  • Fechamos uma nova parceria para o clube. Eu queria buscar uma parceria com clube brasileiro, mas o FM não permite - acredito que isso não seja possível no jogo, muito provavelmente pela distância entre Brasil e Polônia. Então acabamos fechando com o Dunajska Streda, da Eslováquia. Curiosamente é a segunda vez no save que fechamos uma parceria com essa equipe - a primeira parceria foi estabelecida em 2019, e tinha como foco a obtenção de conhecimento sobre o mercado daquele país. Aquela parceria acabou encerrada quando considerei que já não havia mais interesse na contratação de atletas eslovacos. Dessa vez, o foco é a obtenção de jovens para nossas categorias de base.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • flalutaina
      By flalutaina
      Há um tempo atrás criei um banco de dados no editor do fm2018, carreguei e funciona normalmente. Só que agora eu quis inserir mais jogadores, fiz a inserção,  só que nao aparece  no jogo, inclusive em um novo save. O que pode estar faltando? Obrigado aí!
    • Lohan
      By Lohan
      São quase 51 estadios de clubes das Series A,B, C e D do brasileirão, assim como as faixas das torcidas     
      A posição do sol é de acordo com a vida real nas partidas que ocorrem durante a tarde, para causar um maior impacto e imersão nas partidas 3D
      OBS: por limitaçoes dos estadios 3D (sabemos que não existe um editor) tive que fazer na mão grande da melhor maneira que pude, nao tem como fazer detalhes, alguns ficaram bem parecidos, outros mais ou menos, porem ainda assim, creio que bem melhores do que comparados aos estadios genericos que vem no jogo, mas tem um detalhe, os estadios de maior capacidade para que ficassem o mais parecido possivel,   ❌ tive que diminuir a capacidade deles, senão pelas limitaçoes do 3D, eles nao iriam ficar parecidos.
      ✔️ Porem com o uso do FMRTE vc pode deixar os estadios com a capacidade real sem modificar o 3D, e com o uso do FMRTE vc pode tb deixar os estadios mais parecidos ainda, como por exemplo colocando 0 na parte da arquibanca da fonte nova, vai fazer ter aquela abertuda igual na vida real, assim como Sao Januario que nao tem a parte esquerda, e varios outros estadios, por esse motivo vai um template grafico incluso na instalaçao pra quem quiser fazer essas melhorias, fica a seu criterio, e é bastante facil de fazer                                                                                                                                                                                                                                                                          
      DOWNLOAD:  V.4    https://www.4shared.com/file/IUioZD6Fei/Estadios_Brasileiros_3D_v4__FM.html?
      Versão sem instalador: https://www.4shared.com/rar/NAKktw5Nca/Estadios_Brasileiros_3D_v4__FM.html?
      Instalação: Após baixar o arquivo ¨Estadios 3D e Faixas de torcidas FManager Brasil¨ dê um duplo clique que vai ser instalado automaticamente no diretorio do FM18. se pedir para subscrever arquivos aceite..... Depois vá em preferencias do FM, e na aba interface, clique para ¨recarregar skin quando confirmar¨ e ¨desmarcar skin em cache¨
       
      ARENA FONTE NOVA

      BRINCO DE OURO

      MORUMBI

      BARRADÃO

       

       
       
    • thyagocda
      By thyagocda
      SUMÁRIO

      Apresentação
      Sou mais um daqueles apaixonados por FM, mas por conta dos compromissos pessoais, o tempo gasto com o jogo deve ser bem equilibrado. Ano passado criei uma história aqui na PM com o Porto mas acabei interrompendo depois que descobri que eu seria pai, a gravidez passou, meu filho (Thayler) já nasceu com saúde graças a Deus. E agora que as coisas acalmaram vinha planejando o retorno a área.
       
      Estilo de Postagem
      Tentarei seguir um padrão de postagens bimestrais sobre os acontecimentos no jogo. Mas pretendo utilizar as probabilidades de apostas do jogo para gerar interatividade com os leitores entre as postagens. Pelo menos a introdução do save contará com uma "pequena ficção" e ao longo do save tentarei dar prosseguimento.
       
       

      O Desafio Real #1 | A Dany - MAI/17
      Valência - ESP

      Clique aqui para a próxima postagem
    • Bruno Miguel Colombo Silva
      By Bruno Miguel Colombo Silva
      Boa noite
      Não sei se já existe algum tópico que fale exatamente sobre isso, mas analisando e estudando vendo alguns vídeos ainda do fm 18 no canal do YouTube, em um vídeo vi ele falando que tal função de meia não combina com outra função de meia atuando juntos ou até mesmo estando ele como meia atacante.
      Gostaria de saber quais funções “casam” melhor e quais não dão certo.
      Muito obrigado desde já.
    • Perissé
      By Perissé
      Introdução: Sejam bem-vindos ao meu mais novo save! Já tinha essa ideia de save na minha cabeça e, com o infeliz final do save com a Portuguesa da Ilha, decidi pôr em prática um pouco antes do planejado.
      Antes de tudo, devo falar dos velhos erros pessoais nos últimos saves. O primeiro deles, que já tinha apontado, mas não corrigi de fato, é a questão do espaçamento das atualizações, que provoca uma confusão na leitura e será corrigida, já que jogarei em uma velocidade maior, passando do jogo completo para o alargado e prolongado. Já o segundo é a questão da falta de backups do arquivo do save, o que já ocasionou o fim de dois saves e que será corrigido com backups semanais.
      Seguindo para o save em si, a escolha pelo Rayo Vallecano de Madrid aconteceu por ser um dos clubes que mais simpatizo no país pela história oposta ao Real Madrid, seu maior rival, e pelo engajamento em questões sociais. Além disso, devo investir bastante no relato das inúmeras histórias que o clube franjirrojo. 
      Sobre o clube: O Rayo Vallecano de Madrid foi fundado em maio de 1924 no antigo município de Vallecas, hoje um charmoso bairro operário de Madrid após uma anexação durante a ditadura de Francisco Franco. O clube nasceu com o uniforme inteiramente branco, porém teve que firmar um acordo com o Atlético de Madrid na temporada de 1949-50, o que fez com que mudasse para a tradicional faixa diagonal vermelha.
      Sufocado na própria cidade pelos gigantes Real Madrid e Atlético de Madrid, o clube se agarrou às suas raízes de Vallecas e levou os valores locais adiante, sendo conhecido por ser um dos maiores clubes de bairro e acreditando no futebol como algo além do esporte, servindo para educar e orientar a luta por suas causas. Ademais, tal sentimento de pertencimento ao bairro provoca uma enorme relação de proximidade com o local, onde ambos nunca estarão sozinhos, e uma forte oposição ao Real Madrid, que sempre teve uma proximidade com o poder e com parte da torcida possuindo ligações fascistas.
      Desde a sua fundação, a maioria das partidas do clube eram disputadas no primitivo terreno conhecido como Campo del Rodival, que possuía apenas pequenas arquibancadas e não existe mais na atualidade. 

      Já em 1973, o clube se mudou definitivamente para o Estádio de Vallecas, recém-reconstruído sobre o antigo campo construído em 1930 pelo extinto Racing de Madrid. Atualmente, o estádio possui capacidade para quase 15 mil torcedores, sendo 2 mil destinados ao único setor atrás do gol, onde ficam os ultras do clube conhecidos como Los Bukaneros, que protagonizam inúmeras cenas marcantes em suas manifestações nas arquibancadas.

      INFRAESTRUTURA
      Nas conquistas, o clube espanhol não possui uma vasta coleção, possuindo apenas três: duas Segunda División B e uma La Liga 2, conquistada na última temporada. No entanto, a sua melhor temporada foi a de 2000-01, quando teve a sua primeira participação em competições continentais jogando a Europa League. A campanha da equipe foi inesquecível, chegando até as quartas de final e passando por clubes como Lokomotiv de Moscou e Bordeaux.
      Quanto aos ídolos, o maior ídolo do clube é, sem dúvidas, Jesús Diego Cota, ex-lateral-direito que dedicou os seus 17 anos de carreira somente ao Rayo. O madrilenho foi o que possui mais partidas pelo clube (mais de 400) e participou de quatro promoções à La Liga, além de ser o capitão na inesquecível campanha na Europa League.
      O clube, durante a sua história, não precisou de títulos ou mesmo de participações na La Liga para ser reconhecido. A fama não se concentra na bola, mas sim na postura da instituição. Entretanto, o objetivo do save é levar o clube a ser reconhecido também nesta vertente.
      Dados do save: O save será realizado no Football Manager 2018, por esse motivo o clube ainda estará na La Liga 2, com uma base de dados grande. Quanto às ligas carregadas, as divisões da Turquia e China foram escolhidas por serem aquelas que mais movimentam o mercado do futebol espanhol. Além delas, as principais ligas da Argentina e México serão carregadas no momento em que alcançarmos a promoção para a La Liga.
      Treinador: Como é de praxe nos meus saves, o treinador será alguém com forte ligação ao Rayo Vallecano. Desta forma, Roberto Trashorras foi o escolhido para assumir o comando do franjirrojo. O meia espanhol atuou no clube de 2011 até a última temporada, quando anunciou sua aposentadoria dos gramados. Durante este período, Trashorras foi o capitão da equipe que atingiu a maior quantidade seguidas de participações na La Liga na história do clube (5) e participou do maior título do clube na temporada de 2017-18 (La Liga 2).

      Nas responsabilidades, o treinador poderá apresentar propostas por jogadores e será o encarregado pela renovação dos contratos. No entanto, o diretor de futebol David Cobeño, além de poder apresentar propostas por jogadores, negociará os contratos com esses novos jogadores e dará a palavra final para a transferência. Já nas saídas, Roberto Trashorras poderá indicar jogadores dispensáveis e o diretor será o responsável por negociar os valores e pela palavra final.
      Quanto ao estilo do treinador, utilizei a qualificação e experiência equivalentes à equipe. Na hora de escolher os atributos, dei destaque para aquilo que considero realista com o treinador escolhido.

      Objetivos a curto prazo (atualizados a cada três temporadas): Alcançar a promoção para a La Liga; Estar entre os 20 clubes mais ricos da Espanha, o que demanda dobrar o valor atual (€ 7 M); Terminar todas as temporadas com o saldo global positivo; Ter cinco pratas da casa no elenco principal (atualmente dois).
×
×
  • Create New...