Jump to content
Danut

Brazylijska magia - Status: lenda do clube [atualizado em 21.08]

Recommended Posts

Vannces

Campanha muito boa na primeira divisão, a derrota para o Legia é que foi estranha, pois o time rendeu muito bem em todas as outras partidas, mas acabou sofrendo 4 dos caras. As estatísticas do jogo mostraram grande equilíbrio, mas no placar final, o resultado foi mesmo bem ruim. É ótimo o que aconteceu a partir do quinto jogo quando você falou sobre 19 gols sendo marcado por vários jogadores, isso mostra grande coesão da equipe. Na fase de grupos agora da Champions, o Shaktar é um adversário que pode ser superado, mas os outros dois eu já acho que serão pedreiras. Precisará estar mesmo no melhor rendimento para conseguir bons resultados. Mantenha o foco na Ekstraklasa porque o Legia costuma crescer muito durante a competição. Bom trabalho na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Que decepção. Conseguir o título já de cara, e ainda por cima chegar na fase de grupos na primeira tentativa... ?

E publicozinho difícil de agradar kkkk.

Sei não, corre risco de pegar a segunda vaga na UCL se ficar esperto e der alguma sorte. Pelo andar da carruagem em breve o Polacão será obrigação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Teve um começo meio complicado no campeonato, sem convencer muito a torcida, mas aí o time engrenou bem e mostrou que vai manter a pegada do campeonato passado nesse Ekstraklasa e alcançou a liderança, o que é um belo feito considerando a massiva quantidade de jogos que o Pogon disputou até aqui. Mas, mais fantástico que isso, foi chegar aos grupos da Champions League que, certamente, será extremamente difícil em virtude do nível dos clubes que disputarão o mesmo grupo terem força o suficiente para complicar as coisas para o Pogon e deixá-lo pelo caminho ali mesmo. Mas de qualquer forma, só por ter alcançado a fase de grupos já deu aquela injeção de caixa que possibilitou alargar a rede de observação, então já vale de muita coisa para pavimentar o caminho futuro do Pogon.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Manteve a boa forma nacional nessa nova temporada, começando melhor ainda. De quebra, ainda fez uma brilhante campanha na Champions League, passando por alguns rivais encardidos para chegar na fase de grupos. Tem um grupo "difícil", mas talvez a equipe consiga complicar Valencia e Shakhtar a ponto de seguir para a UEL.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
Em 15/02/2019 at 21:51, marciof89 disse:

Início fantástico, apesar dos 2 primeiros resultados terem sido tropeços. Galgou vários degraus e chegou até a fase de grupos da UCL, onde vai enfrentar só time casca grossa. Não vai ser fácil, acho que não consegue ficar em terceiro não.

Aqueles dois resultados me deram um susto, já comecei a ver o filme da primeira versão do save passando na minha frente. Mas felizmente logo a coisa se endireitou.

Fiquei surpreso com a vaga nos grupos na UCL. Não achei que chegaria lá, especialmente por ter enfrentado o Salzburg. E depois contra o Nicosia também, quando os caras tiraram nossa vantagem com muita facilidade em 45 minutos. Demos sorte que depois do intervalo a coisa mudou.

Agora no grupo vai ser bem difícil. Também acho pouco provável conseguir o terceiro lugar. Mas sempre vamos tentar, né? Vai que...

 

Em 15/02/2019 at 21:56, Vannces disse:

Campanha muito boa na primeira divisão, a derrota para o Legia é que foi estranha, pois o time rendeu muito bem em todas as outras partidas, mas acabou sofrendo 4 dos caras. As estatísticas do jogo mostraram grande equilíbrio, mas no placar final, o resultado foi mesmo bem ruim. É ótimo o que aconteceu a partir do quinto jogo quando você falou sobre 19 gols sendo marcado por vários jogadores, isso mostra grande coesão da equipe. Na fase de grupos agora da Champions, o Shaktar é um adversário que pode ser superado, mas os outros dois eu já acho que serão pedreiras. Precisará estar mesmo no melhor rendimento para conseguir bons resultados. Mantenha o foco na Ekstraklasa porque o Legia costuma crescer muito durante a competição. Bom trabalho na sequência.

Acho que naquele começo o time ainda tava pegando liga. E o Spas Delev jogou demais do outro lado, acabou sendo o fator de desequilíbrio. Quem mandou duvidar dele na conferência antes do jogo? Aprendi a lição...

Eu só fui me dar conta dessa coisa dos gols marcados por vários jogadores quando vim postar a atualização mesmo. Mas isso é uma das coisas legais de compartilhar uma história na área - quando temos que contar para os outros observamos detalhes que, ao jogar, não prestamos tanta atenção. E realmente acho que é um ótimo sinal. Meu objetivo sempre é montar uma equipe que possa ter várias formas diferentes de chegar ao gol, não dependendo só de uma jogada ou de um único jogador. Claro que temos uma certa dependência do atacante - ele foi responsável por metade dos gols basicamente. Mas não vivemos só do que ele faz.

Eu até acho possível vencer uma partida contra o Shaktar. O problema maior é que eu não confio no Valencia pra vencer do Shaktar também. Pra mim o ideal era Chelsea e Valencia vencendo tudo, que daí eu poderia tentar a vantagem no confronto direto com o Shaktar. Mas acho muito difícil a gente conseguir pontos - e, se conseguir, ainda precisaremos torcer pro Valencia e pro Chelsea fazerem sua parte contra os ucranianos.

Sobre a Ekstraklasa, já vimos na última temporada como isso pode ser. O Legia tava quase morto e de repente cresceu, cresceu, e não levou o título no detalhe. Dessa vez estamos de olho desde já.

Obrigado ?

 

23 horas atrás, Andreh68 disse:

Que decepção. Conseguir o título já de cara, e ainda por cima chegar na fase de grupos na primeira tentativa... ?

E publicozinho difícil de agradar kkkk.

Sei não, corre risco de pegar a segunda vaga na UCL se ficar esperto e der alguma sorte. Pelo andar da carruagem em breve o Polacão será obrigação.

Te juntou ao clube de corneteiros, é? O Gilson vai gostar da companhia ?

Pior que eu também acho que o save fica mais interessante com o time tendo mais dificuldades para chegar ao primeiro título né. Mas com a vantagem de ter jogado uma vez o save antes e de liberar contratações na primeira temporada acabou dando para ser campeão já. Agora é jogar com o que tenho - mesmo já tendo vencido o título, nada garante que vamos renovar ele esse ano. E no âmbito internacional o time mal e mal começou a engatinhar, então tem muita coisa pra fazer ainda.

Pô, segunda vaga na UCL? Acho que tu tá muito otimista mesmo. Não nos vejo levando vantagem sobre Valencia E Shaktar ao mesmo tempo. Se conseguir vantagem sobre um deles já vai ser bom demais.

Ainda estamos longe de ver o polacão como obrigação. Vencemos uma, é verdade. Mas Legia, Lech Poznan, Lechia Gdansk, Termalica e alguns outros ainda são equipes perfeitamente capazes de nos incomodar. Acho que é o caminho natural do save que a equipe atinja esse ponto, mas não vejo isso acontecendo nesse momento.

 

23 horas atrás, Herr Jones disse:

Teve um começo meio complicado no campeonato, sem convencer muito a torcida, mas aí o time engrenou bem e mostrou que vai manter a pegada do campeonato passado nesse Ekstraklasa e alcançou a liderança, o que é um belo feito considerando a massiva quantidade de jogos que o Pogon disputou até aqui. Mas, mais fantástico que isso, foi chegar aos grupos da Champions League que, certamente, será extremamente difícil em virtude do nível dos clubes que disputarão o mesmo grupo terem força o suficiente para complicar as coisas para o Pogon e deixá-lo pelo caminho ali mesmo. Mas de qualquer forma, só por ter alcançado a fase de grupos já deu aquela injeção de caixa que possibilitou alargar a rede de observação, então já vale de muita coisa para pavimentar o caminho futuro do Pogon.

Esse começo já me fez pensar que ia revisitar os acontecimentos da primeira versão do save. Felizmente logo arrumamos a casa.

Sobre a quantidade de jogos, eu fiquei impressionado. Nunca tinha passado por essa situação, acho. Foram três meses inteiros com jogo duas vezes por semana, sem qualquer pausa. Mais um pouco e vou ter que seguir a estratégia do @Henrique M. de usar time A e time B, pois os jogadores cansam muito. Felizmente tivemos poucas lesões até agora, e no geral temos uma equipe onde não há tanta diferença assim entre o nível dos titulares e dos reservas. Aí deu para ir bem em todas as frentes.

Fiquei muito feliz com a classificação ao grupo na UCL. Não esperava, mesmo. Achei que ficaria no Salzburg (e depois achei que ficaria no Nicosia, quando eles fizeram aquele um tempo massacrando meu time). O que vier agora é lucro - acho difícil vir qualquer coisa, mas vamos tentar.

O dinheiro que entrou deu pra aumentar a observação e ainda sobrou muita coisa. É muito absurdo, a gente tinha uns 4 milhões em caixa depois de ser campeão da liga e ter um ótimo ano, e aí só por vencer os jogos das fases preliminares da UCL levamos mais de três vezes tudo que a gente tinha. Mas bem, não vou reclamar de ganhar dinheiro né, apesar de achar que ele desequilibra as coisas no âmbito nacional.

 

3 horas atrás, Henrique M. disse:

Manteve a boa forma nacional nessa nova temporada, começando melhor ainda. De quebra, ainda fez uma brilhante campanha na Champions League, passando por alguns rivais encardidos para chegar na fase de grupos. Tem um grupo "difícil", mas talvez a equipe consiga complicar Valencia e Shakhtar a ponto de seguir para a UEL.

Começamos muito bem mesmo (fora os dois jogos iniciais, isso é). Na UCL eu não imaginaria que passaria para o grupo, especialmente por ter que derrotar o Salzburg. Estou bem feliz com isso.

Acho difícil conseguir a vaga na UEL. Talvez até tire pontos de alguém, mas aí precisamos torcer para que o resto do grupo fique mais definido. Não adianta vencer uma se depois o time que vencemos consegue embolar fazendo pontos nos outros jogos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

iQiuKUF96efnTy_P0Hhs-ZDdLzQkG1ZkewDgp6GG

Na última atualização vimos que o Pogon Szczecin teve um excelente começo de temporada. Após um pequeno susto inicial a equipe se encontrou em campo e passou por cima de quase todos os adversários. Na liga, assumimos a liderança com sete vitórias seguidas. Na copa, estamos nas quartas de final, onde enfrentaremos uma equipe do terceiro escalão polonês. E no cenário internacional conseguimos passar pelas quatro fases eliminatórias da UCL, chegando até a fase de grupos - onde enfrentaremos Chelsea, Valencia e Shaktar. Hoje vamos ver o que aconteceu nos jogos entre outubro e dezembro (na real o primeiro jogo do grupo da UCL foi ainda em setembro, mas não fazia sentido trazer ele sozinho na última atualização).

 

Ekstraklasa

RL4B2kfLJpUDDinaw87MHePtoCdnaI-eCJa6Ht6Q

Nossa série de vitórias foi interrompida logo no primeiro jogo, um incrível 4 a 4 contra os rivais do Lech Poznan. Na sequência, emendamos outra grande série com cinco vitórias seguidas. Os destaques desse período foram Sandro Lima, que mostrou que mesmo quando Adam Buksa não joga podemos apresentar perigo no comando de ataque, e a defesa como um todo, que levou apenas dois gols nas cinco partidas. Nos confrontos complicados contra Legia e Lechia não saímos do empate, mas voltamos a vencer nos dois jogos finais antes da pausa de inverno.

dtJ1i-lIsigU7I2cYAGkxQTJn0gRLDE0eXYFjmRC

Talvez o leitor já tenha percebido, mas há um dado importante nesse período: não perdemos nenhuma vez. Quebramos o recorde de invencibilidade do clube no confronto com o Cracóvia - nada melhor do que celebrar um novo recorde com uma goleada sobre um rival. Até ali, eram doze jogos consecutivos sem derrota na liga. Como estendemos a invencibilidade ainda mais, ela já atingiu a marca de dezessete jogos. Se voltar do mesmo jeito da pausa de inverno, dá para chegar em vinte.

 

Tabela

duQpwQwAYRbRzOoFo-mz6Ff9VOvGhs0Sp2z0jcyI

Com a campanha que o Pogon está fazendo na liga, não é de surpreender que aumentamos nossa vantagem na ponta. Os rivais do Lech Poznan até estão fazendo boa campanha, mas mesmo assim não conseguem acompanhar nosso ritmo atual. Temos o melhor ataque e uma defesa que não faz feio também.

Falando sobre as demais equipes, o Legia é outra vez a grande decepção do primeiro semestre. Se acabasse agora, eles sequer entrariam no grupo de cima da segunda fase. Com essa campanha, fica bastante óbvio porque o time optou por demitir seu treinador. Curiosamente, o novo treinador é Kosta Runjaic, justamente de quem roubei o lugar como treinador no Pogon Szczecin. Vai ser interessante ver o que ele faz com o clube da capital.

Na ponta de baixo as coisas estão correndo sem grandes surpresas. Os dois times recém promovidos apresentam as maiores dificuldades, seguidos pelo Cracóvia e pelo Wisla Plock - que dificilmente vão se complicar mais, pois a distância para os últimos dois é grande.

 

Destaque

c6ioBYFmUFYOevsGWQJVzKcQq5RYkSUnIvIEoPBa

Quando enfrentamos o Lech Poznan, eles estavam ainda na quinta colocação. É claro que um confronto com os rivais é sempre perigoso, mas minha equipe tinha preocupações maiores no momento. Por isso enviei o time reserva a campo. Na primeira etapa, o confronto foi equilibrado: nenhuma das defesas entrou em campo, então os ataques criaram bastante de lado a lado. Quem levou a melhor foi o Lech, que marcou duas vezes - contra apenas uma do Pogon.

Na segunda etapa conseguimos criar mais. Patryk Kun entrou duas vezes nas costas da defesa adversária para nos colocar à frente no placar. Já nos dez minutos finais, ele apareceu novamente - dessa vez para dar o passe para Adam Buksa marcar nosso quarto gol. Com dois de vantagem, fiquei mais tranquilo. Nem mesmo o gol de nosso ex-jogador Adam Fraczczak, já nos acréscimos, diminuiu minha tranquilidade. Afinal, o Lech não marcaria mais um. Bem, foi isso que pensei. Mas não é que os filhos da mãe marcaram de novo, aos 90+5? Um empate fora de casa contra um adversário complicado, mas que teve um gosto terrível de derrota.

 

Puchar Polski

-0rqHXrWRVt-TIClzkIZhSL8v4Rloyci2AMi1Yl0

É preciso elogiar o Podbeskidzie, que conseguiu até mesmo arrancar um empate em seu estádio. Mas com disputa em dois jogos deu o óbvio: passamos sem nenhum grande susto. Para a semifinal, teremos um confronto muito curioso. A copa polonesa permite a participação dos times B. Não sei exatamente o critério para definir quais irão participar, mas esse ano o Pogon II estava na lista. Até aí tudo bem. O curioso é que eles não só entraram na competição, como passaram por cinco adversários diferentes.

5dzkSnQx90PDJQaDsTJjPFlNN3yS9eC3vfLMdD60

Tiveram alguma sorte na definição dos confrontos, é verdade - o adversário mais forte foi o Arka Gdynia, rebaixado na última temporada ao segundo nível nacional. Também contaram com uma leve ajuda minha nos jogos das quartas de final, quando liberei um ou outro jogador do time principal para atuar pelos reservas. Mas a julgar pela goleada que aplicaram, iriam passar de qualquer modo.

Independentemente do que tenha acontecido no sorteio ou da disponibilização de jogadores, o fato é que o torcedor do Pogon pode se orgulhar não apenas de estar entre os quatro melhores times do país, mas de estar entre os quatro melhores duas vezes.

3MLp_oW0S4VIGX--URp47wx-Y_SBmByAfACnsOAw

E é assim que teremos a semifinal mais curiosa da história da Copa da Polônia.

 

Liga dos Campeões

3UYkV09rDzRvLetk6jAR78VFVsBUPFsXWPm6vv0s

O problema de jogar com um esquema bastante ofensivo com uma equipe polonesa é que em algum momento enfrentaríamos adversários muito mais fortes. Foi o que aconteceu na fase de grupos da UCL. Na dúvida entre tentar montar um esquema tático mais defensivo e apostar naquilo que sabemos fazer, fiquei com a segunda opção. Até deu certo no primeiro jogo. Quer dizer, deu certo por vinte e cinco minutos. Tempo suficiente para assustar o Chelsea com um gol logo cedo e até ensaiar uma ou outra finalização. Depois fomos massacrados, e o resultado poderia tranquilamente ter sido mais largo.

Contra o Valencia, a história se repetiu - a diferença foi só que agora o nosso gol foi o último, não o primeiro. Mas a distância entre os adversários e o Pogon ainda era muito clara.

KK4LPPO53G9FK_SQ8gm3K7wqu3rFrunGyzhzzfBC

No primeiro jogo, Darijo Srna foi o personagem ao perder o pênalti...

Já nos confrontos com o Shaktar, surpreendemos. Na Ucrânia, contamos com a ineficiência do ataque deles, que criou seis oportunidades claras mas conseguiu desperdiçar todas. Nem mesmo de pênalti o Shaktar marcou. Parte disso também se deve à noite brilhante de meu goleiro, eleito o melhor em campo.

Ocj04eg_3K2OIrfbhusI9np2O23ErtGqUs5f3fz3

... e na volta, apareceu novamente ao ser expulso logo no começo da segunda etapa.

No jogo de abertura do returno, voltamos a abusar da sorte. O Shaktar saiu na frente em uma falha feia de Aislan. Mas logo aos 20 segundos da etapa final Darijo Srna fez o favor de levar o segundo amarelo. Contra dez homens conseguimos nos soltar um pouco mais e buscar uma virada absolutamente essencial para a pretensão de continuar nossa campanha internacional - contando também com a trave, que nos salvou em duas oportunidades.

O problema é que depois do Shaktar voltamos a enfrentar Chelsea e Valencia. Dessa vez, nem o gol de honra deu para marcar. Com uma derrota por 5 a 0 e outra por 3 a 0, nos despedimos da liga dos campeões. E a vaga na liga europa?

QVWMt-5zSSAbRu3N2NjFNHXdC02kxjvWwzKrzumV

Em nome da nossa honra, queria deixar registrado que o FC Kobenhavn levou mais gols na fase de grupos (23), e que o Ludogorets também teve saldo pior (levou 16, mas marcou apenas 2).

Bem, se o Valencia tivesse feito sua parte até teria sido possível. Fizemos tudo que se poderia esperar: vencemos o confronto direto contra a pior equipe do grupo (além de nós mesmos). Só que enquanto o Chelsea cumpriu o esperado e venceu todo mundo, os espanhóis fraquejaram contra o Shaktar, permitindo aos ucranianos uma vitória e um empate. Aí não teve jeito. Por um mísero ponto, nossa aventura acabou.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Viu, a classificação para a UEL, com um pouco mais de sorte teria vindo. Como falei o Polacão está destinado se tornar obrigação, com exceção das temporadas em que o legia não cochilar. Agora essa Copa, que bizarro. Por isso que time B não deveria participar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
25 minutos atrás, Andreh68 disse:

Viu, a classificação para a UEL, com um pouco mais de sorte teria vindo. Como falei o Polacão está destinado se tornar obrigação, com exceção das temporadas em que o legia não cochilar. Agora essa Copa, que bizarro. Por isso que time B não deveria participar!

Realmente, no fim faltou pouco para a classificação. Por outro lado, o Shaktar deveria ter vencido os dois jogos. Se jogar outras dez vezes, perdemos oito e empatamos duas. Foi muita sorte termos vencido eles (e o empate também foi, dava pra eles terem goleado).

Sobre o campeonato nacional, estamos indo muito bem mesmo. Achei que teria mais dificuldades. Vamos ver se o time fica assim até o final e te dá razão.

Sobre a copa, achei muito bizarro mesmo. Tipo, semifinal de uma competição nacional e eu vou enfrentar meu time B? Lembrei de uma história da Alemanha, que no passado também tinha uma regra assim. Lá os times não chegaram a se enfrentar, mas o Hertha B chegou até a semifinal ou final, enquanto o Hertha principal ficou na primeira ou segunda eliminatória. É bizarro também. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai
11 horas atrás, Danut disse:

E é assim que teremos a semifinal mais curiosa da história da Copa da Polônia.

Pode isso Arnaldo?

No mais, segue muito bem a nível nacional. Esse Valencia foi um atraso de vida mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
arecibo8

Começando a acompanhar agora. Aparentemente vai conseguir dominar a Polônia, com um bom planejamento da para fazer durar este domínio. 

O Furzato esta recebendo minutos nesta temporada? 

Recebeu algum dinheiro significativo da champions? 

Acredita que sua participação, relativamente boa, na competição europeia vai ajudar a sua liga ganhar alguma posição dentre as outras ligas (para começar mais a frente champions)? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
4 horas atrás, Neynaocai disse:

Pode isso Arnaldo?

No mais, segue muito bem a nível nacional. Esse Valencia foi um atraso de vida mesmo.

Pelo visto pode né. Mas é bem bizarro mesmo. Imagina se fosse a final.

O Valencia podia ter nos ajudado. Infelizmente só foram bem nos jogos contra nossa equipe mesmo.

 

55 minutos atrás, arecibo8 disse:

Começando a acompanhar agora. Aparentemente vai conseguir dominar a Polônia, com um bom planejamento da para fazer durar este domínio. 

O Furzato esta recebendo minutos nesta temporada? 

Recebeu algum dinheiro significativo da champions? 

Acredita que sua participação, relativamente boa, na competição europeia vai ajudar a sua liga ganhar alguma posição dentre as outras ligas (para começar mais a frente champions)? 

Eu acho que essa é a tendência no médio prazo mesmo. A Champions dá muito dinheiro. Ganhamos 4 milhões por ser campeões da liga no último ano, e uns 15 por chegar até a fase de grupos na champions. Daí se o time consegue chegar na champions com regularidade não tem como o restante do país competir.

Mas não sei se já podemos falar em domínio nacional. Só ganhei um título, tem que ver como vai ser a sequencia.

O Fuzato jogou a maior parte das partidas da copa e tem começado a jogar na liga também. Para ano que vem ele deve ser o titular em tudo, então quero já ir dando algum tempo em campo pra ver como ele se sai.

Sobre a última pergunta, eu realmente não sei te dizer. Não tenho experiência com ligas periféricas na Europa, não faço ideia do impacto que isso vai ter. Só vendo ao final da temporada mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Por pouco não conseguiu o terceiro lugar no grupo da Champions League. Pelo menos ficou a experiência e o dinheiro em caixa hehe. 

Nas  competições nacionais vai bem e pode arrecadar mais dois títulos. Que coisa mais esquisita jogar contra a equipa B, mas pelo menos se for eliminado pode dizer que perdeu para si próprio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
4 horas atrás, Master Darthz disse:

Por pouco não conseguiu o terceiro lugar no grupo da Champions League. Pelo menos ficou a experiência e o dinheiro em caixa hehe. 

Nas  competições nacionais vai bem e pode arrecadar mais dois títulos. Que coisa mais esquisita jogar contra a equipa B, mas pelo menos se for eliminado pode dizer que perdeu para si próprio.

Pois é, se o Valencia tivesse ajudado ia dar. Mas paciência. O dinheiro já entrou, então agora o mais importante é tentar se classificar novamente no próximo ano (ou seja, levar o título da liga).

Estamos muito perto mesmo dos dois títulos. Só espero não perder para o time B ? Pior que eles jogam com a mesma tática que eu jogo né, então é realmente jogar contra mim mesmo, só com jogadores piores.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Mais uma vez está mandando muito bem no nacional e também na copa, mas passou aperto contra o Radomiak. No futebol polonês costuma vir uns times mais fracos e dificultarem a caminhada na competição. Agora, na competição continental, a coisa desandou. Foi bem até chegar no grupo, mas estando nele, os resultados foram desanimadores. Por outro lado não se pode cobrar tanto, pois os adversários são muito superiores. Aliás esse é o maior desafio do futebol da polônia, montar uma equipe capaz de bater de frente contra os times mais fortes europeus. Fica aqui uma pergunta: O que na sua opinião precisa, além de tempo, é claro, para conseguir montar uma equipe capaz de jogar de igual para igual contra os grandes europeus? Porque a grana, por mais que entre, ela vem sempre em quantidades menores para esses lados do continente. Bom trabalho na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
André Honorato

eu acompanho, as vezes nao comento pq ja fui representado em um comentario, mas dessa atualizaçao ainda nao fui..ou nao reparei pois o sono ainda reina sobre minha pessoa nesse momento,
mas,
eu deixaria o pogon 2 ganhar e ate tentaria vencer a copa
só pra ver um negocio, já imaginou, ele classifica para a Europa League??? =D kkkkkk

Digo isso, pois em um save de um amigo meu na holanda, o Jong Ajax( time B do Ajax ), subiu para a primeira divisão, um pal que deu no jogo, e agora o mesmo ta tentando levar os dois ajax para Europa rs

Sobre a copa permitir time B, na Europa, em alguns países, a equipe B e permitido jogar a copa sim, creio que não vai pra Europa e nem pode disputar a mesma liga do time principal

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín

Parece que as coisas estão bem mais fáceis nessa nova versão do save. ? Campeão na primeira temporada, caminhando a passos largos para o bi e talvez a dobradinha. Cadê as danutadas que nos acostumamos a ver com o FC United? Acho que uma derrota para o time B seria uma boa representação delas, vamos ver o que acontece. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Que bizarra essa semifinal de time A contra time B hahahaha

Po, que sacanagem, quase chegou na UEL, fez sua parte mas não teve sorte no fim das contas. Próxima temporada está logo aí e você tenta de novo.

No polacão, vai dar você e qualquer coisa que não seja título, é zebra.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Fico chateado que tenha conseguido fazer sua parte, mas mesmo assim, ela não ter sido o suficiente. Mas levando em conta que é a primeira participação do treinador, pode sair de cabeça em pé e orgulhoso do que apresentou.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
5 horas atrás, Vannces disse:

Mais uma vez está mandando muito bem no nacional e também na copa, mas passou aperto contra o Radomiak. No futebol polonês costuma vir uns times mais fracos e dificultarem a caminhada na competição. Agora, na competição continental, a coisa desandou. Foi bem até chegar no grupo, mas estando nele, os resultados foram desanimadores. Por outro lado não se pode cobrar tanto, pois os adversários são muito superiores. Aliás esse é o maior desafio do futebol da polônia, montar uma equipe capaz de bater de frente contra os times mais fortes europeus. Fica aqui uma pergunta: O que na sua opinião precisa, além de tempo, é claro, para conseguir montar uma equipe capaz de jogar de igual para igual contra os grandes europeus? Porque a grana, por mais que entre, ela vem sempre em quantidades menores para esses lados do continente. Bom trabalho na sequência.

Na verdade quem passou aperto contra o Radomiak foi o meu time B. Coloquei os jogos do Pogon II ali para mostrar como foi a campanha deles até a semifinal da copa. O time A só jogou contra o Podbeskidzie no período, e passou com tranquilidade.

Olha, eu não diria que a coisa desandou no nível continental porque os resultados já eram esperados. Chegar até a fase de grupos já foi lucro, esperava ficar em último mesmo. Claro que levar goleadas é ruim, mas é uma consequência esperada de enfrentar equipes tão mais fortes - ainda mais considerando que optei por manter nosso estilo de jogo, que é ofensivo.

Respondendo tua pergunta, acho que o que mais precisamos agora é desenvolver nossa rede de procura por jogadores. Porque se quiser bater de frente com os times grandes vai ser preciso encontrar os bons jogadores antes deles - nunca vamos contratar alguém se o Chelsea estiver de olho no cara também, por exemplo. E de momento ainda temos relativamente pouco conhecimento sobre jogadores, então isso precisa ser trabalhado.

No mais, talvez seja preciso também repensar nossa forma de jogo contra os grandes. Me propus a jogar futebol ofensivo nesse save, mas não sei se vai ser possível manter a proposta se quiser atingir algo a nível internacional. Por enquanto vou manter, mas é algo que pode ser necessário mudar no futuro, se notar que continuamos a só levar porrada.

 

3 horas atrás, André Honorato disse:

eu acompanho, as vezes nao comento pq ja fui representado em um comentario, mas dessa atualizaçao ainda nao fui..ou nao reparei pois o sono ainda reina sobre minha pessoa nesse momento,
mas,
eu deixaria o pogon 2 ganhar e ate tentaria vencer a copa
só pra ver um negocio, já imaginou, ele classifica para a Europa League??? =D kkkkkk

Digo isso, pois em um save de um amigo meu na holanda, o Jong Ajax( time B do Ajax ), subiu para a primeira divisão, um pal que deu no jogo, e agora o mesmo ta tentando levar os dois ajax para Europa rs

Sobre a copa permitir time B, na Europa, em alguns países, a equipe B e permitido jogar a copa sim, creio que não vai pra Europa e nem pode disputar a mesma liga do time principal

 

Rapaz, eu não tinha pensado nisso. Ia ser hilário mesmo ver o time B na Europa League. Mas na prática não pode acontecer. Está nas regras da competição que o vencedor se classifica para a UEL, exceto se for o Legia II, o Pogon II ou o Lech II. Uma pena, mas não vamos poder ser campeões da UEL e da UCL na mesma temporada ?

A questão de permitir o time B existe mesmo em alguns países. Mas eu acho bizarro. Nunca é uma boa ideia deixar time principal e time secundário disputar a mesma competição, fica uma coisa muito esquisita (tipo RB Salzburg/Leipzig)

 

2 horas atrás, Luchín disse:

Parece que as coisas estão bem mais fáceis nessa nova versão do save. ? Campeão na primeira temporada, caminhando a passos largos para o bi e talvez a dobradinha. Cadê as danutadas que nos acostumamos a ver com o FC United? Acho que uma derrota para o time B seria uma boa representação delas, vamos ver o que acontece. 

Pois é, eu imaginava que o conhecimento prévio faria diferença, mas acabou que fez muito mais do que o esperado. Levar o título no primeiro ano foi o boost final, pois nos deu uma posição muito mais tranquila para o segundo ano. Mas claro que sempre é preciso ficar de olho, afinal quando eu sou o treinador sempre é possível que de repente o time pare de vencer e dê tudo errado. Cair para o Pogonzinho (acabei de inventar o apelido carinhoso pro time B ?) seria uma façanha que ainda não está em minha sala de troféus como jogador de FM. Quem sabe?

 

36 minutos atrás, marciof89 disse:

Que bizarra essa semifinal de time A contra time B hahahaha

Po, que sacanagem, quase chegou na UEL, fez sua parte mas não teve sorte no fim das contas. Próxima temporada está logo aí e você tenta de novo.

No polacão, vai dar você e qualquer coisa que não seja título, é zebra.

Muito. O negócio é tão várzea que o jogo da semifinal teve 1.600 pagantes - pra dar uma ideia, os jogos anteriores tiveram mais de 9 mil. Nem o torcedor do Pogon quis ir ver esse jogo bizarro.

Pois é, o que a gente teve de sorte nos jogos com o Shaktar faltou nos confrontos entre as outras equipes. Mas paciência, acho que já fomos muito longe chegando até aqui.

Com a vantagem que abrimos concordo que já dá para cobrar pelo título. Mas nunca crave que eu vou levar um título antes de estar matematicamente assegurado. Sou mestre em perder nessas horas.

 

24 minutos atrás, Henrique M. disse:

Fico chateado que tenha conseguido fazer sua parte, mas mesmo assim, ela não ter sido o suficiente. Mas levando em conta que é a primeira participação do treinador, pode sair de cabeça em pé e orgulhoso do que apresentou.

Olha, eu queria ter passado, claro, mas não fiquei tão chateado. Acho que já chegamos bem longe para uma equipe do nosso tamanho. E tivemos muita sorte nos jogos com o Shaktar, eles fizeram por merecer bem mais do que nós em termos de futebol apresentado. Então no fim o azar nos resultados entre Shaktar e Valencia compensou a sorte que tivemos no confronto direto.

E como tu mesmo disse, fizemos uma boa campanha. Agora é focar na liga para estar na UCL ano que vem de novo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Faz uma campanha magnífica no campeonato e, me parece, o título vai acabar permanecendo por aí. Deve ter ficado com aquele gosto amargo no empate em 4x4 contra o Lech Poznan por conta dos dois gols deles terem saído nos acréscimos da etapa final, mas não podemos esquecer que o Pogon está naquele processo de consolidação de sua força, então até dá pra compreender o resultado.

Agora na Copa terá uma semifinal interessante. Fico imaginando o que aconteceria se o Pogon II avançasse à final e acabasse por ser campeão... Hahahahahaha! E na Champions fez uma campanha de se orgulhar, achei que seria o saco de pancadas do grupo mas por pouco (e ainda contando com a sorte) não se classificou para os 16-avos da Liga Europa. De qualquer forma é válida essa experiência continental e a verba que a competição trouxe.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Fala, Danut!

O Polonêsão parece estar nas mãos do Pogón, que vem atropelando todo mundo assim como vêm fazendo na copa. Temos uma certeza, o Pogón está na final, só falta saber se é o I ou o II. O ataque do time é uma máquina e a defesa também não deixa a desejar, proporcionando apenas uma derrota em todo o campeonato e não fossem os 4 gols sofridos naquele jogo maluco contra o Lech Poznan, você teria o time menos vazado da competição.

Na Champions, a equipe não conseguiu buscar o terceiro lugar, mas acredito que você não esteja tão decepcionado, já que o grupo era muito complicado e a vaga na UEL ficou por apenas um ponto e você não perdeu para o terceiro colocado.

Boa sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
1 hora atrás, Herr Jones disse:

Faz uma campanha magnífica no campeonato e, me parece, o título vai acabar permanecendo por aí. Deve ter ficado com aquele gosto amargo no empate em 4x4 contra o Lech Poznan por conta dos dois gols deles terem saído nos acréscimos da etapa final, mas não podemos esquecer que o Pogon está naquele processo de consolidação de sua força, então até dá pra compreender o resultado.

Agora na Copa terá uma semifinal interessante. Fico imaginando o que aconteceria se o Pogon II avançasse à final e acabasse por ser campeão... Hahahahahaha! E na Champions fez uma campanha de se orgulhar, achei que seria o saco de pancadas do grupo mas por pouco (e ainda contando com a sorte) não se classificou para os 16-avos da Liga Europa. De qualquer forma é válida essa experiência continental e a verba que a competição trouxe.

Estou muito feliz com nosso desempenho na liga até o momento. Tão feliz que tô com medo da derrocada ? mas realmente a essa altura acho difícil sair outro campeão.

O pior do empate com o Lech foi que quando chegou nos acréscimos eu pensei "ah, tô tranquilo, nem se eles fizerem um gol não dá nada". Aí levei o gol (justo do meu ex-jogador, ainda por cima, que nunca fez nada aqui) e pensei "eita, não é que marcaram mesmo? Mas ok, tá nos acréscimos, ia ser muito absurdo se levasse outro". Imagina minha cara quando saiu o segundo... Mas o Lech tem se mostrado um dos adversários mais encardidos do save, talvez até mais que o Legia.

A torcida do Pogon não concordou muito com a tua avaliação de que a semifinal é interessante. Vendemos apenas 1.600 ingressos pro jogo, sendo que a média da copa era 9.5 mil... Mas eu também acho que é um confronto muito curioso. Isso nunca tinha me acontecido. Pior que vou enfrentar a minha própria tática, já que o time B joga com ela.

Quanto ao Pogon II ir para a final, além de que seria a maior vergonha para o time principal não teria muitas consequências. Eu ia mandar o time A inteiro pro time B pro jogo da final (apesar de que se perder pro time B talvez o time A não seja tão bom assim né...), mais pela piada do que por querer o título. Mas infelizmente eles não podem chegar no futebol internacional, as regras da competição excluem eles.

Sobre a Champions, eu não esperava nada mesmo. Com base nessa expectativa, fiquei bem feliz com os resultados. Mas o desempenho foi no nível que eu esperava (ou seja, uma porcaria). Vencemos só na sorte mesmo, e vai ser preciso melhorar muito para fazer frente de verdade aos times europeus. Inclusive já me questiono se a estratégia de jogar internacionalmente como jogamos dentro do país, partindo pra cima dos adversários, é algo que pode dar frutos. Talvez seja melhor abandonar o estilo ofensivo na hora de jogar com gente grande.

Enfim, a experiência internacional é útil. E a verba ainda mais.

 

1 hora atrás, PedroJr14 disse:

Fala, Danut!

O Polonêsão parece estar nas mãos do Pogón, que vem atropelando todo mundo assim como vêm fazendo na copa. Temos uma certeza, o Pogón está na final, só falta saber se é o I ou o II. O ataque do time é uma máquina e a defesa também não deixa a desejar, proporcionando apenas uma derrota em todo o campeonato e não fossem os 4 gols sofridos naquele jogo maluco contra o Lech Poznan, você teria o time menos vazado da competição.

Na Champions, a equipe não conseguiu buscar o terceiro lugar, mas acredito que você não esteja tão decepcionado, já que o grupo era muito complicado e a vaga na UEL ficou por apenas um ponto e você não perdeu para o terceiro colocado.

Boa sorte na continuação!

Olha, vou te dizer o mesmo que disse ao Senhor Jonas: a campanha na liga tá tão boa que eu tô quase tendo certeza de que vamos entregar ainda. Porque eu não ganho desse jeito não. Mas realmente, tá tudo indicando título do Pogon.

Na Copa o Pogon estará representado na final com certeza, mas isso não garante título. E nem garante que o time principal esteja lá. Sempre podemos perder do time B, o que seria um vexame histórico.

Estou bem feliz com os desempenhos, tanto ofensivo quanto defensivo. Realmente estamos muito perto de ser a melhor defesa da competição. E prefiro levar quatro em um jogo do que um em cada jogo (apesar de que com o ataque no nível atual é capaz de que um em cada jogo ainda seja o suficiente pra gente vencer).

Não fiquei decepcionado com o resultado final da UCL não, pois já esperava. Seria uma grata surpresa a classificação, e ela bem que poderia ter vindo, mas no fundo a gente era mesmo de longe a pior equipe do grupo. Os resultados contra o Shaktar foram mais sorte do que habilidade.

Obrigado ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

8yirfbw_YZCZLmVmxQwqZLUT5h-dMhQ74fz5bTgK

Na última atualização vimos que o primeiro semestre da temporada 18/19 foi muito produtivo para o Pogon. A equipe lidera a liga com sete pontos de vantagem, está na semifinal da Copa da Polônia (duas vezes, inclusive!) e por muito pouco não continuou sua aventura continental. Agora é hora de ver o que aconteceu na janela de inverno e nos jogos até o final da primeira fase da liga.

 

Transferências

BUm8ZYBAMG6JR3s7w8w8pfJJe-yNi3lYDRdG75B5

Tivemos apenas uma chegada durante esta janela, pois eu já estava bastante feliz com o elenco que tenho em mãos. Em um período de ótimas exibições do Pogon, uma das únicas críticas que eu poderia fazer ao elenco era a ausência de uma alternativa a Germán Pacheco na esquerda. Peça chave da temporada passada, o jogador vinha caindo um tanto de produção, mas não havia um reserva de nível semelhante para lhe colocar pressão.

Como se estivesse lendo minha mente, o diretor desportivo apresentou uma proposta para empréstimo de Borja Valle. O jogador do La Coruña chega para dar uma opção mais técnica para a reserva de Pacheco durante o próximo semestre.

Com a chegada de Borja optei por emprestar o antigo reserva da ponta esquerda, Patryk Kun. Patryk é um bom jogador, mas não está no nível de Pacheco e Borja. Assim ele pode ganhar tempo de jogo e depois voltar a ser opção quando o empréstimo de Borja acabar.

Por fim, essa janela marcou também o maior negócio da história do Pogon. Mas ele só será concretizado na próxima janela. Contratamos o jovem ponta direito Tymoteusz Klups do Lech Poznan, pagando 1,5 milhão de euros na lata. Como ele já atuou muitas vezes pelo rival, não poderia jogar por nossa equipe essa temporada. Assim achei melhor deixá-lo por lá mais um semestre, ainda que isso possa ajudar o adversário na luta pelo título. Não valia a pena torrar dinheiro em um garoto para deixá-lo sem se desenvolver. Concretizadas todas as cláusulas, vamos pagar pouco mais de 2 milhões de euros pelo jogador - e o Lech ainda fica com metade do lucro da próxima transferência. Não fiquei nem um pouco feliz de despejar esse caminhão todo de dinheiro em um rival direto, mas Klups me encantou por ter todos os atributos que espero de um ponta - velocidade, aceleração, cruzamento, técnica.

 

Ekstraklasa

l7cHGlHlIyyb1yYwbOMg1htoc3AjSG5TMv02n0ya

Entre fevereiro e março, pouco mudou em Szczecin. O Pogon continuou apresentando números sólidos tanto no ataque quanto na defesa. Só mesmo contra o Wisla Plock e o Lech Poznan que a equipe não marcou mais de uma vez - e acabou por não vencer. Dessa vez ao menos não empatamos em 4 a 4.

Mesmo com os dois empates, os resultados impressionam. Ficamos da 2ª até a 28ª rodada sem perder. Foram 20 vitórias e 5 empates. A maior série invicta da história da liga. 

Nos últimos jogos, porém, enfrentamos um problema já conhecido. Com o desgaste físico, nossos jogadores ficam mais propensos a se lesionar. Desde o famoso 4 a 4 com o Lech em outubro do ano anterior, minha equipe não levava mais de um gol por jogo. Contra o Slask Wroclaw a coisa começou a fazer água. Até vencemos, mas os dois gols sofridos de uma equipe que briga pra não cair justamente quando perdemos um dos zagueiros titulares já deveriam ter acendido o sinal de alerta. E se não acenderam, então talvez a lesão do outro zagueiro titular nesse mesmo jogo - já perto dos 90 minutos - tenha acendido.

Nos três jogos que se seguiram deu para ver o que as alterações na defesa podem fazer com uma equipe. Além dos zagueiros titulares, que já mencionei acima, também meus laterais sofreram com lesões e suspensões nesse período - cheguei a jogar uma partida com um lateral da base, pois não havia ninguém mais disponível. Como resultado, levamos dez gols em três jogos. Antes do jogo contra o Wroclaw, os adversários haviam precisado de 16 jogos para marcar o mesmo número de vezes. E isso que Zaglebie Lubin, Cracovia e Stal Mielec estão longe de serem grandes forças - o Stal Mielec é inclusive o lanterninha.

 

Tabela

RU8C-FTypjOdFCXYPdFHqC6ZuF6NzIBrltfXiewc

Nossa campanha vinha sendo tão maravilhosa que eu já imaginava poder soltar o grito de campeão ao final da primeira fase. Não ia dar de qualquer forma, pois o Lechia está acompanhando. Mas se tivesse vencido os três jogos finais minha equipe iria para a fase final com 14 pontos de vantagem - e 21 por disputar. Com as derrotas o cenário é bem diferente. Olhando puramente para a tabela, ainda estamos relativamente confortáveis: são seis pontos de vantagem, quase um pra cada jogo restante.

Mas se olharmos melhor a situação, há motivos para preocupação. A temporada exigiu demais da minha equipe, e estamos pagando o preço nesse momento. Na melhor das hipóteses, são ainda dois jogos sem a defesa em condições. Possivelmente mais. E enquanto minha equipe vem de três maus resultados seguidos - incluindo os quatro gols sofridos pro lanterna -, o Lechia Gdansk não perde desde a metade de outubro.

Parece loucura dizer isso de uma equipe que venceu 20 jogos em 30 e estabeleceu um recorde de invencibilidade na liga. Mas há um forte cheiro de danutada no ar.

 

Puchar Polski

q_W3Dqw62T-cj1X2G4aazHNHHPJh3-TcNAZ7cqre

O confronto mais curioso do ano se iniciou no Twardowskiego, o pequeno estádio de nosso time B. Empurrado por cerca de 300 torcedores que não querem saber da comercialização do futebol e se recusam a torcer pelo time principal, o Pogonzinho fez sua parte. Ainda que o time principal tenha assumido o controle do jogo desde o início, o Pogon II conseguiu por duas vezes buscar o empate. Por pouco não venceram, pois ainda mandaram uma bola na trave. Mas a pior notícia para ambos os lados foi certamente a lesão de Sebastian Rudol - foi essa lesão que iniciou nosso período de crise na liga.

_coeGbthBJSNjhsDBoobo5jG6GGx0lnUX9pgUK1t

A crise da liga, aliás, por pouco não se tornou também a crise da copa. Diante de um público estranhamente baixo - nossa média na copa é de cerca de 9.500 pessoas -, fizemos um jogo bastante fraco, e não faltou muito para o Pogon II conseguir levar o jogo para as penalidades.

Independentemente das atuações, o fato é que o Pogon (o time principal) está na final da Copa da Polônia pela quarta vez. O adversário na busca do primeiro título será o Legia Warsaw, mesma equipe contra quem o clube perdeu sua primeira final, em 1981.

 

Base

umqH12YrvJbzVdbV2AoZVBn8IfOrfZqGhV3Rw84n

Assim como na temporada anterior temos dois jogadores que prometem bastante. A diferença é que dessa vez temos mais uns dois ou três que com sorte podem vir a ser úteis, o que é bom. Adrian Cieslak é o destaque, mas Bartosz Olcha também promete. Maciej Duleba tem menos potencial, mas pode ser que se transforme em um ponta de certa qualidade graças ao seu cruzamento e habilidade física.

 

Notícias gerais

  • Fechamos mais uma parceria para expansão de nossa rede de observação. O escolhido foi o Universitatea Cluj, da Romênia. Com ele, temos agora cinco parceiros internacionais: um na Tchéquia, um na Hungria, um na Bulgária e um na Romênia, além dos espanhóis do Deportivo La Coruña (a única parceria na qual somos a equipe menor). A eles se somam dois parceiros internos (Blekitni Stargard, do 3º nível nacional, e Energetyk Gryfino, do 4º nível nacional). 
  • Dawid Kort foi eleito jogador do ano da liga. Ele já havia vencido o prêmio da última temporada, e agora leva o título no ano do calendário também.
  • Se nosso time B faz história na Copa da Polônia, os juniores também deixam sua marca na liga sub-19: fomos campeões do grupo. Destaque para o absurdo empate triplo na liderança, decidido pelo saldo de gols
  • Janeiro foi um mês de mudanças na equipe técnica do clube. Consegui que a diretoria liberasse a contratação de mais um preparador, o que logo foi feito. Além disso, promovi a cientista desportiva que atuava nos juniores para a equipe principal, contratei um novo treinador adjunto (para substituir o antigo, que foi contratado pelo Legia), um fisioterapeuta e um cientista desportivo para o time B.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Cheirinho de danutada? Acho que é só cheirinho. A distância ainda é boa e o Pogon tem gordura para queimar. Acho que vem o bi.

E o que foi isso na Copa da Polônia? Mais um pouco e o Pogonzinho tinha eliminado o Pogonzão. Nunca vi nada parecido. 

O importante é que passou e tem tudo para vencer o Warsaw na grande final.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Levando em consideração que o Gdansk vem em ascendente é bom ligar o alerta mesmo. Seis pontos não são nada, ainda mais com jogo a ser disputado entre as equipes.

Uma questão, será que o desempenho das equipes reservas nas competições trazem algum impacto para o clube? Na Escócia tem uma copa (acho que a a Copa da Escócia) em que os times da primeira e segunda divisão entram nas fases mais avançadas. Antes disso são eliminatórias entre clubes pequenos e equipes reservas. Será que vale a pena investir na equipe reserva e tentar fazer igual aconteceu aí?

O menino klups parece ser muito bom.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • Jirimias
      By Jirimias
      Fala aí, povo!   Depois de muito tempo, eis que decidi retornar ao ofício de jogar e contar saves. Apesar do tempo está ainda mais curto do que antes, a saudade era maior, e depois de ensaiar vários retornos, enfim tomei coragem. A versão do jogo escolhida é o FM 2018, pois comprei e não havia jogado. Como já estamos quase no meio do ano, achei conveniente esperar para comprar o 20, e não o 19. 
      Como vocês podem ver eu escolhi a Hungria tema deste save, e isso deve-se muito à admiração adquirida por ter conhecido um pouco do futebol mágico do país na década de 50. Soma-se a isso o imenso desafio que é jogar e desenvolver um trabalho num país que hoje vive uma realidade no futebol muito diferente daquela do passado. Estes dois fatores foram fundamentais para minha escolha.   Peço apenas a compreensão se não houver postagens regulares, mas farei o possível para tentar duas por semana, exceto por este início que há capítulos introdutórios que já estão prontos.   
      Conhecer o passado nos ajuda a compreender suas consequências no presente, seja ele este atual que estamos vivendo agora, ou aquele que virá a ser presente, a qual chamamos de futuro. Só que na maioria das vezes mexer no passado é abrir feridas , e é isso que veremos em  "O sonho proibido" . Se esta aventura de voltar ao passado sem máquina do tempo pode ser perigoso, por outro lado, também é somente através desta visita ao passado que tanto o personagem  como o próprio futebol húngaro encontrarão respostas que poderão mudar suas histórias.
      A trama passa pelo encontro entre dois personagens que viveram em épocas diferentes, mas que tem em comum um sonho: trazer de volta a glória do futebol húngaro. Átila é um jovem recém-formado em Educação Física que tem como sonho treinar um time de futebol profissional. A inspiração para sua carreira é um ex-treinador que não teve uma carreira brilhante, mas que tinha a mesma determinação em fazer de sua carreira um combate pelo resgate da grandeza do futebol da Hungria. Tal dedicação  pela Causa Húngara, como ele mesmo denominou sua busca, fez o velho treinador ser tido como lunático. Sem familiares e esquecido, o velho treinador interna-se voluntariamente num asilo onde inicia a carreira de escritor.  Quando estas duas gerações se encontrarem, nem a vida dos dois, e nem o futebol húngaro serão mais os mesmos.  
      O "Sonho proibido" tem como objetivo principal levar a Hungria ao centro das atenções do futebol mundial, e para isso, a pretensão não é fazer o save de uma única liga, mas  de uma nação. Desta forma, terei a liberdade de mudar de liga, treinar mais de um clube da Hungria, treinar seleções, trabalhar com a revelação de talentos húngaros, enfim, buscar em todos horizontes resgatar as glórias do passado do futebol do país. Em síntese, são estes os objetivos:
      Ser campeão treinando um time brasileiro, remontando a ligação do passado entre húngaros e brasileiros no futebol; Revelar um novo Puskás; Levar a Seleção Húngara à disputa de uma Copa do Mundo, que desde 1986 não acontece; Vencer uma competição europeia com um clube húngaro; Ser o melhor treinador húngaro no quadro de Honra; Colocar a Primeira Divisão Húngara entre as dez primeiras do mundo:

      (atualmente atrás das ligas de Catar, segunda divisão da Turquia, segunda divisão da Áustria, Moldávia, Egito, entre outras)        
       
    • Lanko
      By Lanko
      Próxima>>>                 
       
      ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE!
       
      E aê galera, tudo bom? Descobri o fórum recentemente há uns dias atrás, especificamente a área de histórias. Li algumas e adorei o formato e o fato que a galera resolveu postar suas jornadas e challenges interesantíssimos. 
      Enquanto jogava o FM18 fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e que dificilmente conseguiria guardar pra lembrar depois, especialmente as coisas memoráveis.
      Deixei quieto e segui em frente, mas como disse, encontrei essa área aqui e me arrependo de não ter pesquisado e encontrado antes. Mas antes tarde do que nunca, né! O save não tem tanto tempo e muitas dos principais eventos estão frescas na memória.
      Esse save não tem objetivos específicos a serem alcançados, simplesmente criei um perfil de treinador (sem escolher clube, comecei desempregado) e saí pro mundo pra ver no que vai dar. 
      PERFIL DO TREINADOR:
       
      Lanko Askarian sempre teve interesse por futebol, principalmente na parte tática, já que jogando ele é um grande perna de pau. Decidiu ir adiante com esse pensamento e resolveu estudar para ser técnico e dirigir uma equipe.
      Diante dos vários fracassos do Brasil na área, decidiu, corretamente ou não, ir estudar e fazer cursos na Europa. Escolheu a Inglaterra já que sabia inglês e nada dos outros idiomas. Depois de algum tempo, adquiriu profundo conhecimento tático, de treinamentos, de filosofias de jogo.
        
       
      Agora só faltava botar tudo isso em prática, e é aí que morava o problema. Lanko entrou determinado a começar 2018 como técnico, mas passou o primeiro semestre desempregado. Nem clubes brasileiros da 3a divisão quiseram sequer conceder uma entrevista.
      No fim da temporada europeia, Lanko voltou a Inglaterra, disposto a aceitar propostas da 5a ou 6a divisão inglesas só pra começar a trabalhar, mas mesmo dessa vez conseguindo entrevistas, não foi o escolhido em nenhum dos oito clubes em que bateu a porta.
       

       
      Jovem (30 anos, muito menos que muitos jogadores em atividade), sem ter comandado vestiário antes e ainda por cima estrangeiro, esses foram os principais motivos das recusas.
      Até que viu um anúncio de um clube de Portugal (o único), a Mondinense, da terceira divisão portuguesa, e decidiu entrar em contato com eles.
      O presidente foi surpreendido pelo contato. Ele acabou gostando do perfil. Avisou que o clube era pequeno, mas gostaria de ver o clube crescer e talvez tentar algo inusitado seria o primeiro passo ideal. O presidente convidou Lanko para a cidade de Mondim de Basto para assinarem o contrato.
       

       
      Lanko aceitou, muito feliz. Portugal não estava nos planos iniciais, mas quem sabe, caindo do céu, seria o melhor lugar para começar a carreira. O idioma não seria problema e Portugal era um bom país, além de ter certa história no futebol e um cenário respeitável.

      Ele sabia que o começo ia ser difícil, mas até chegar em Portugal e ver a sede da Mondinense de perto, ele não fazia ideia do quão difícil…
       
      Próxima>>>
    • Ari Cesar
      By Ari Cesar
      Olá a todos.
      Comprei o FM 18 e resolvi iniciar um save no Brasil de formação e base. Já estava realizando em off no FM 17 com o Milan RS e ai com a nova versão resolvi jogar da mesma forma e compartilhar. A ideia é bem similar aos demais saves de base: levar o clube a glória usando apenas a base.
      Escolha do clube
      Para escolher o clube resolvi pesquisar na base do brasil up qual seria o clube profissional com menor estádio no Brasil. Inicialmente havia encontrado um clube do RS com um estádio de 200 lugares, mas procurando um pouco mais encontrei o SC Jaraguá que possui um estádio com apenas 100 lugares. Após isso resolvi pesquisar um pouco da história e descobri que SC Jaraguá foi criado graças ao desenvolvimento da base. Dessa forma resolvi escolher o Leão do Vale para iniciar minha empreitada.
      Objetivos do save
      Resolvi colocar algumas metas que em sua maioria serão atingidos a longo prazo. Coloquei asterisco naqueles que acho ser quase impossíveis mas que gosta de ver como o FM se comporta.
      Equipe
      Utilizar a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa. * Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo. * Ter eleito o melhor jogador do mundo. *  
      Clube
      Possuir a melhor estrutura de Santa Catarina Possuir a melhor estrutura do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Santa Catarina Se tornar o principal clube formador do Brasileiros Se tornar o principal clube formador Sul Americano Se tornar o principal clube Catarinense Se tornar o principal clube Brasileiro Se tornar o principal clube da América do Sul Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo * Títulos
      Ganhar a campeonato catarinense [alcançado em 2040] Ganhar o Brasileiro série A Ganhar a copa do Brasil Ganhar a Sul Americana Ganhar a libertadores Ganhar o mundial de clubes Técnico
      Me tornar o melhor técnico brasileiro de todos os tempos História do clube
      O Sport Club Jaraguá nasceu inicialmente com o nome de: Associação Catarinense de Futebol Arte, quando foi fundado em 15 de abril de 2008, e no dia 25 de março de 2011, passou a ser chamado pelo nome atual. O clube iniciou suas atividades com o intuito de trabalhar com atletas da região, com idade de categorias de base. Com o passar do tempo a base foi se estruturando, parcerias foram sendo firmadas com outros clubes e empresários e, no ano de 2011, um novo clube de futebol profissional foi lançado no futebol catarinense.
      O Sport Club Jaraguá possui as cores preto, vermelho e amarelo, devido a forte imigração alemã da região.Sua estreia em competições oficiais, ocorreu na disputa da Divisão de acesso do Campeonato Catarinense de 2011 quando terminou a competição como vice-campeão.
       
      Historia do manager
      Lucas Castro é morador de Jaraguá e em sua infância/adolescência atuou na Associação Catarinense de Futebol Arte. No período de transição dos nomes Lucas abandonou a equipe por perceber que não possuía qualidade suficiente para atuar como jogador. Apesar de sua paixão pelo clube e pelo futebol Lucas decidiu cursar Educação física para no futuro ajudar a equipe fora das 4 linhas. Agora chegou esse dia e Lucas foi escolhido como técnico do Sport Clube Jaraguá. Ele não possui licença e seu passado esta como futebol amador.
       
      Em breve coloco informações sobre a equipe, formação, competições e início da aplicação da filosofia na equipe.
       
    • Lohan
      By Lohan
      Pessoal, como o formato do template dos kits 3D mudou a partir FM18, vamos ficar atualizando aqui os Kits que forem sendo lançados nas proximas paginas
      Pra facilitar os kits 3D agora estão divididos por estados, isso facilita muito na hora de atualizar algum kit manualmente a medida que forem sendo atualizados
       
      DOWNLOAD:  https://www.4shared.com/rar/jKMO42RZee/Brasil_Kits_3D__Serie_ABC_e_D_.html?   (atualizado 14\08\2019)
      Instalação: antes de mais nada, crie a pasta 3d, dentro da pasta kits, o caminho é (documentos\ sports interactive\ football manager xxxx\ graphics\ kits \3d)
      Extraia o arquivo dentro da pasta 3d, depois vai em preferencias e recarrega a skin
       
      Kits feitos por @tonybr @HippieZen @Lohan
      Para quem quiser se juntar ao projeto e contribuir na criação dos Kits 3D, esse é o novo formato do layout (clique na imagem para ampliar)

      Esse é um exemplo de Kit 3D do Palmeiras

      Como fica o Kit 3D do Pameiras ingame

       
      Para termos uma imersão maiors nas partidas 3D, adicionei detalhes nos kits genericos, isso vai fazer com que todos os times que não tenham kits criados pareçam ter escudo, patrocinios na camisa e etc
      DOWNLOAD : https://www.4shared.com/file/JpKaiFk_ca/Generics_Kits_3D_FM2018.html?
      A esquerda temos um exemplo de como vem no jogo e a direita com os detalhes 

      INGAME

    • Lohan
      By Lohan
      Descobri um método de destravar todas as câmeras 3D do FM18 e 19... agora tem como ter de volta aquelas câmeras que inclusive tinham até o FM17, mas particularmente o que me chamou atenção foi uma câmera chamada Free Cam, na qual vc pode ver as partidas de onde quiser, dando zoom infinito e etc... e o bacana é que da pra simular a vista do treinador da bancada, dando uma sensação muito grande de imersão e realismo.
      Basta extrair a pasta "menus" dentro do diretório: documentos\football manager 2019
      https://www.4shared.com/rar/SZhWaugjee/menus.html?
      Versão para o FM18
      https://www.4shared.com/rar/db2Lk1xBee/Free_Cam__FM18__menus.html?
       
      Para ativar a câmera, simplesmente clique na opção de câmera 2D, pois ela substitui a opção de câmera 2D do jogo.
      Nao precisa criar novo save, e é recomendado usar o Scroll do Mouse para movimenta-lá
       




       




×
×
  • Create New...