Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Danut

Brazylijska magia - Pogon contra Pogon? [atualizado em 17.02]

Recommended Posts

VitorSouza

Agora imagino que deve ter ficado tão animado com o save a ponto de postar duas atualizações no mesmo dia.

Piadas a parte, o time conseguiu manter o nível nessa reta final de Ekstraklasa. Achei que tanto pela camisa como pelo desgaste da temporada fosse difícil manter a ponta, mas o elenco conseguiu isso. Agora é hora de pensar um pouco mais alto com a participação em torneios continentais. Pretende ir com mais cautela? Times poloneses não tem um bom histórico nas fases preliminares da Liga dos Campeões.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Qual o critério de desempate para o rebaixamento? Pq dos 3 times, o Arka é o que tinha o melhor saldo de gols e mesmo assim foi rebaixado, que injusto hahahaha

No mais, uma brilhante temporada, conseguiu fazer alguns excelentes jogos no turno final e segurou o título com unhas e dentes. Agora é planejar a próxima temporada com essa grana que entrou.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
DiogoHernandes

Título já na primeira temporada, isso é muito bom!

Você imaginava essa conquista antes da temporada começar? Outra coisa acredita que com essa base de jogadores consiga defender o título e ainda avançar um pouco na UCL, ou acha que time precisa investir mais?

E que diferença faz jogar com pontas no FM hein!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Lucas Matías

Temporada brilhante, a alteração tática em Outubro deu uma nova cara ao time que teve uma arrancada histórica para o inédito título. Com essa grana que entrou da pra imaginar um time ainda mais qualificado para o próximo ano.

Entra em qual fase na UCL?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Quando ia elogiar o título vi que tinha a segunda fase. E aquele jogo contra o Termalica quase complica tudo - se entra o pênalti do Legia...

Falando em segunda fase, o grupo de despromoção foi uma beleza, hein? Imagina os torcedores dos três empatados, parecia escola de samba.

Agora vem uma Champions por aí... Entra na fase de grupos já?

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Master Darthz

Segurou o primeiro lugar e conquistou título bem suado. De qualquer forma foi uma excelente temporada e poderá ser a base para desenvolver o clube no plano nacional e internacional.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
12 horas atrás, VitorSouza disse:

Agora imagino que deve ter ficado tão animado com o save a ponto de postar duas atualizações no mesmo dia.

Piadas a parte, o time conseguiu manter o nível nessa reta final de Ekstraklasa. Achei que tanto pela camisa como pelo desgaste da temporada fosse difícil manter a ponta, mas o elenco conseguiu isso. Agora é hora de pensar um pouco mais alto com a participação em torneios continentais. Pretende ir com mais cautela? Times poloneses não tem um bom histórico nas fases preliminares da Liga dos Campeões.

Pior que eu tô me segurando pra não postar mais 😛

Eu não achei que fosse conseguir, mas a equipe não tremeu na hora H. Imaginava que as lesões voltariam a incomodar e que ia acabar perdendo o título por pouco, na verdade. No fim até tivemos uma ou outra lesão importante, mas deu para levar o troféu mesmo assim.

Olha, eu tô bem curioso pra ver como vão ser os playoffs da UCL. Eu acho que nunca disputei eles na real. No máximo uma fase. Mas vai ser a primeira vez que realmente tenho que passar por diversas fases se quiser chegar em algum lugar. Nem na vida real nunca dei bola pra esses playoffs, então não tenho muita ideia do que esperar. Agora, quanto a ir com mais cautela, essa é uma questão interessante... Meu time foi campeão jogando de forma ofensiva, mas os adversários poloneses não tem o nível de alguns que podemos pegar na UCL né. E aí se faz o que? Troca a tática arriscando desmontar tudo que funcionou ou vai pra cima mesmo, independentemente da força do adversário? Não tenho uma resposta pra te dar agora, na próxima atualização a gente vê o que o time fez e se deu certo.

 

4 horas atrás, marciof89 disse:

Qual o critério de desempate para o rebaixamento? Pq dos 3 times, o Arka é o que tinha o melhor saldo de gols e mesmo assim foi rebaixado, que injusto hahahaha

No mais, uma brilhante temporada, conseguiu fazer alguns excelentes jogos no turno final e segurou o título com unhas e dentes. Agora é planejar a próxima temporada com essa grana que entrou.

Boa sorte!

O primeiro critério é a campanha na primeira fase. O Arka fez uma baita recuperação no final, mas sua primeira fase tinha sido muito ruim. Aí não deu pra se salvar.

Foi uma temporada muito boa mesmo. Eu já tava psicologicamente preparado para aquela tradicional danutada no final, mas pra minha surpresa o time se manteve jogando bem. Fora um ou outro jogo (tipo a goleada pro Termalica), foi tudo muito bem.

Agora estamos mesmo com uma situação financeira mais interessante. Na primeira versão do save eu tinha ficado meio incomodado com o orçamento da segunda temporada, por achar que não fizemos nada pra justificar ele. Agora o orçamento é o mesmo, mas tem bem mais sentido - afinal entrou uma grana legal pelo título.

 

3 horas atrás, DiogoHernandes disse:

Título já na primeira temporada, isso é muito bom!

Você imaginava essa conquista antes da temporada começar? Outra coisa acredita que com essa base de jogadores consiga defender o título e ainda avançar um pouco na UCL, ou acha que time precisa investir mais?

E que diferença faz jogar com pontas no FM hein!

O @ggpofm discorda 😛 Mas eu fiquei feliz, não esperava levar o título logo de cara, ainda mais considerando como foi o save anterior. Até esperava ir melhor do que no outro save, então achava que poderia brigar pela vaga na UEL. Mas título não. Mas realmente, jogar com pontas ajuda demais. Eu queria ter sucesso sem eles, mas parece que é muito mais fácil utilizando pontas do que sem eles. Então azar, vai com pontas mesmo.

Eu acho que o time precisa investir mais, e mesmo assim vai ser complicado tanto defender o título quanto ir longe na UCL (quer dizer, da UCL eu sinceramente não sei muito o que esperar, porque nunca joguei essas fases preliminares, mas imagino que vá ser complicado). Tem algumas posições que estão carentes, até porque tem jogador emprestado indo embora, jogador chegando em idade de aposentadoria, coisas assim. Mas vamos ver, temos bastante dinheiro agora para procurar qualificar o elenco.

 

3 horas atrás, Lucas Matías disse:

Temporada brilhante, a alteração tática em Outubro deu uma nova cara ao time que teve uma arrancada histórica para o inédito título. Com essa grana que entrou da pra imaginar um time ainda mais qualificado para o próximo ano.

Entra em qual fase na UCL?

Foi uma temporada muito boa mesmo. Essas mudanças de outubro foram fundamentais, sem elas acho que ia morrer ali pelo meio de tabela, sem muito brilho.

O dinheiro que entrou vem bem. Se no outro save eu fiquei meio assim de ter um orçamento salarial dobrado sem razão para tanto, agora acho que o orçamento se justifica. E também aprendi um tanto sobre como fazer pesquisa de jogadores nesse FM, que tá bem mais difícil. Então acho que vai dar pra qualificar o elenco.

O time entra na 1ª qualificatória. São quatro eliminatórias antes da fase de grupos. É um mundo inteiramente novo pra mim, nunca joguei isso antes no FM, então estou curioso para ver no que vai dar.

 

41 minutos atrás, Neynaocai disse:

Quando ia elogiar o título vi que tinha a segunda fase. E aquele jogo contra o Termalica quase complica tudo - se entra o pênalti do Legia...

Falando em segunda fase, o grupo de despromoção foi uma beleza, hein? Imagina os torcedores dos três empatados, parecia escola de samba.

Agora vem uma Champions por aí... Entra na fase de grupos já?

Boa sorte.

hehe, essa história de acabar turno e returno mas ainda ter mais jogo engana mesmo. Até o FM se complica, ele faz aquela revisão da temporada onde aparece qual time foi bem e qual foi mal baseado na campanha da primeira fase apenas, ignorando que os times podem trocar bastante de posição na fase final ainda.

O jogo com o Termalica foi terrível, ali eu achei que tinha perdido o título. Felizmente o Legia fez de tudo pra nos dar chances ainda. Aquele pênalti foi decisivo pra temporada. Se entrasse o título era deles, com certeza.

Fiquei com pena do Arka Gdynia, que fez uma bela recuperação na fase final, com quatro vitórias, um empate e só duas derrotas (isso pra uma equipe que antes tinha vencido seis jogos em 30). Mas os outros torcedores devem ter ficado aliviados.

Ficamos bem longe da fase de grupos. Entramos na primeira eliminatória. Temos que passar por quatro fases eliminatórias só pra chegar no grupo. Vai ser complicado.

Obrigado 🙂

 

11 minutos atrás, Master Darthz disse:

Segurou o primeiro lugar e conquistou título bem suado. De qualquer forma foi uma excelente temporada e poderá ser a base para desenvolver o clube no plano nacional e internacional.

Pois é, eu tava esperando dar aquela entregada no final, mas a equipe conseguiu se manter. O bom é que com isso entra uma grana legal, tem participação continental e tal. Se souber fazer bom uso disso, dá para montar uma equipe capaz de se destacar no cenário nacional - mas vai depender muito do uso que fizer do dinheiro. No plano internacional acho que ainda vai tempo até chegar lá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Quem diria que só fazer uma tática com pontas e liberar as contratações na primeira temporada traria tanta diferença? Achei que a equipe ia perder o fôlego no segundo turno, mas não e levou merecidamente o título, de ponta a ponta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
5 horas atrás, Henrique M. disse:

Quem diria que só fazer uma tática com pontas e liberar as contratações na primeira temporada traria tanta diferença? Achei que a equipe ia perder o fôlego no segundo turno, mas não e levou merecidamente o título, de ponta a ponta.

Bem, eu tinha a enorme vantagem de saber o que deu errado na primeira vez né. Sabia que o time sofreu por não ter pontas na tática e sabia também quem é que faltava no elenco em termos de perfil de jogador. Aí deu sorte de encontrar o Pacheco, que é um ótimo jogador para esse nível. Com o campeonato equilibrado, foi o suficiente pra fazer a diferença. Mas eu também achei que não seria - esperava terminar mais acima do que da primeira vez, mas não levar o título logo de cara.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Herr Jones

Grande campanha! Eu tinha minhas ressalvas quanto ao título pelo que tinha observado do Pogon enfrentando os times mais fortes do campeonato - sobretudo sofrendo bastante gols - mas tenho de admitir que foi merecida demais essa conquista. Uma temporada que foi premiada pela solidez defensiva ao longo do campeonato como também, principalmente, pela entrega na reta final de campeonato quando enfrentou todos os adversários pelos quais passou dificuldades.

Agora é reforçar o elenco para tentar o caminhão de dinheiro que chega com a fase de grupos da Champions. Não sei exatamente em qual fase qualificatória o campeão polonês cai (ou se já vai direto pros grupos), mas dar um foco na competição até chegar lá pode ser fundamental para colocar de vez o Pogon no mapa polonês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
21 horas atrás, Herr Jones disse:

Grande campanha! Eu tinha minhas ressalvas quanto ao título pelo que tinha observado do Pogon enfrentando os times mais fortes do campeonato - sobretudo sofrendo bastante gols - mas tenho de admitir que foi merecida demais essa conquista. Uma temporada que foi premiada pela solidez defensiva ao longo do campeonato como também, principalmente, pela entrega na reta final de campeonato quando enfrentou todos os adversários pelos quais passou dificuldades.

Agora é reforçar o elenco para tentar o caminhão de dinheiro que chega com a fase de grupos da Champions. Não sei exatamente em qual fase qualificatória o campeão polonês cai (ou se já vai direto pros grupos), mas dar um foco na competição até chegar lá pode ser fundamental para colocar de vez o Pogon no mapa polonês.

Eu também achei que o time não ia ser capaz de levar o título. E muito por conta disso mesmo que tu observou - nossa tática é bem ofensiva, então ela funcionou bastante contra as equipes mais fracas. Mas os adversários fortes da liga nos causaram problemas em alguns momentos. Mas na hora da decisão ainda fizemos o suficiente. Fui um pouco ajudado pelas outras equipes também - o Legia começou muito mal, se tivesse feito um campeonato normal ia ser campeão com esse final. Já os outros clubes foi o contrário - ninguém que estava bem antes ficou bem no final. Daí o Pogon fez um final razoável e acabou sendo o suficiente.

Não começamos na fase de grupos não. Aliás, começamos bem longe. São quatro eliminatórias até chegar lá. Vai ser complicado. Se chegar realmente pode ajudar bastante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut

kaZWO2I_DNwAqBegFPZuXHaO_jBPKmrZU21qiI0E

Na última atualização vimos que o ano de estreia de Cristiano Brasília no comando do Pogon foi muito bom, com o clube conquistando um inédito título da Ekstraklasa. A conquista trouxe dinheiro aos cofres do clube e uma vaga para as qualificatórias da UCL. Agora é hora de ver como foram os preparativos para a temporada 2018/2019.

 

Expectativas

45LxsSFAwQZNJPkx613c5SDQejIdyzPt42wPMUOb

As expectativas da diretoria para o ano são modestas. Na liga e na copa as expectativas são exatamente iguais às da temporada anterior. Na UCL temos que passar por duas eliminatórias para atingir o mínimo. Aqui sim eu gostaria muito de ir mais longe e chegar na fase de grupos, o que traria um ótimo retorno financeiro ao clube.

Falando em finanças, aliás, os orçamentos para essa temporada foram muito generosos. Nossa folha salarial era de 3 milhões de euros por ano, e a diretoria liberou outros 3 milhões para aumentarmos nossos gastos. Com isso, foi possível fazer algumas movimentações interessantes no mercado.

 

Olheiros e pesquisa

Mas antes de entrar em detalhes sobre os jogadores, gostaria de falar um pouco sobre outros investimentos feitos pelo clube para melhorias na pesquisa de jogadores. Ao ver que havia mais dinheiro disponível, logo solicitei para a diretoria que fosse permitida a contratação de mais um olheiro - passamos agora a ter cinco nomes em nossa equipe de observação. Também alterei o pacote de observação de jogadores, que antes nos dava acesso apenas aos jogadores das principais divisões polonesas, e agora permite o conhecimento de jogadores em todo o leste europeu. Nosso orçamento de observação não permite a manutenção do pacote por todo o ano, mas resolvi ativá-lo pelos primeiros meses de forma a ajudar na montagem do elenco.

amaWutVUxA4gmmmU-3PBvrOUTXhkNpwgCp-xP6r5

Ainda pensando em melhorias na procura por jogadores, solicitei à diretoria que estabelecesse uma nova parceria para o clube, de modo a aumentar nosso conhecimento de outro mercado. Assim, criamos uma ligação com o Septemvri Sofia, da Bulgária.

 

Elenco e transferências

Originalmente, eu pretendia falar primeiro sobre as transferências feitas pelo clube nessa janela, para depois apresentar o estado final do elenco. No fim das contas, porém, o número de modificações superou o que eu esperava, então achei melhor trazer o elenco dividido por setores, de forma a dar um melhor panorama sobre o que tenho em mãos para essa temporada. As saídas e chegadas de jogadores serão mencionadas dentro do espaço de cada setor. Trouxe apenas print dos jogadores que chegaram ou deixaram o clube, mas se alguém quiser ver o print de qualquer outro jogador é só falar.

Logo de cara, porém, quero falar de uma movimentação que foi fundamental para o clube, mas que envolve um jogador que já havia deixado o Pogon. Na metade da última temporada vendemos Marcin Listkowski para o Swansea. Entre as cláusulas acordadas, havia a definição de que 50% do lucro da próxima transferência ficaria na Polônia. Para minha surpresa, o Swansea se disponibilizou a pagar 2,4 milhões de euros pela cláusula. Ou, em outras palavras: mais dinheiro do que nosso clube jamais recebeu por qualquer jogador. Um valor que já seria muito difícil de recusar em qualquer situação. Mas que se tornou absolutamente irrecusável quando considerado que o jogador estava avaliado em 775 mil euros e fez apenas dois jogos em seis meses no clube inglês. Até agora não sei o que motivou os ingleses a pagarem tanto pela cláusula, mas sei que o dinheiro foi muito bem vindo.

 

Goleiros

wLiywQd9fPwod-PiUsJHWmkED0bFiZNvVO_1TnkH

Lukasz Zaluska foi o titular da última temporada e deve manter a posição por mais um ano. Aos 36 anos, porém, ele já passou de seu auge. O reserva da temporada passada, Lukasz Budzilek, não me inspirava confiança e foi vendido por 23 mil euros ao Gornik Zabrze. Para seu lugar eu procurava um reserva jovem, que fosse capaz de substituir Zaluska quando necessário desde já, mas que tivesse também potencial para se desenvolver e qualificar ainda mais a posição no futuro. Idealmente, queria um jogador brasileiro. Como a posição de goleiro pouco se alterna, porém, e nosso espaço para jogadores extra-comunitários é bastante restrito, esse brasileiro precisaria ter também cidadania europeia.

Que a descrição acima se encaixa perfeitamente em Daniel Fuzato não é mera coincidência. O jogador do Palmeiras era absolutamente tudo que eu gostaria, e por 31 mil euros um negócio fantástico para o Pogon.

 

Laterais

22KYyyGotwtzV6wWNnew7nOyiX_8lAx8IRM6ZizK

Na direita, pouca coisa mudou. Cornel Râpa é um dos bons nomes do elenco do Pogon, enquanto que o espanhol Gerard Valentín entra no segundo semestre de seu empréstimo. Ambos devem brigar pela titularidade, sendo que Râpa pode ainda ser utilizado no miolo de zaga. Sem espaço, o jovem David Niepsuj foi emprestado.

Na esquerda Ricardo Nunes começa a sentir o peso da idade. Enquanto eu buscava um reserva para aliviar a carga de trabalho em cima do sul-africano, meu diretor desportivo finalizou a contratação de outro jogador do La Coruña. Saúl não apenas pode servir para a reserva de Nunes, como até mesmo tem a capacidade de ser uma opção ainda mais qualificada.

 

Zagueiros

YLuH_bCTEqzOn2sElbenC-1jcx1BHa4ctXXZ4sYd

A zaga foi uma das posições mais difíceis de montar para esta temporada. A primeira movimentação foi me livrar de Jaroslaw Fojut. O zagueiro de 30 anos gozava de grande prestígio no elenco, mas apenas incomodou o treinador e, quando teve suas chances, mostrou ser muito lento e pouco seguro. Vendi ele ao primeiro clube que apareceu - o escocês St. Johnstone, que pagou quase 100 mil euros pelo atleta.

Para substituir Fojut, paguei os mesmos 100 mil euros ao Madureira e contratei Aislan. O zagueiro tem a mesma idade de Fojut e perfil relativamente parecido, mas é mais rápido e melhor nos fundamentos principais de um defensor - além, claro, de aumentar o número de brasileiros no elenco. Só não fiquei feliz com a duração do contrato celebrado com o jogador - três anos, o que provavelmente nos deixará com o jogador já em declínio físico. Mas não foi possível negociar esta parte, então vamos ter de lidar com o problema no futuro.

Durante boa parte da janela procurei outros nomes para a defesa, mas não encontrei. Assim, minha zaga titular seria formada pelos mesmos nomes da temporada passada: Sebastian Rudol e Lasha Dvali. Para a reserva teria o contratado Aislan e o lateral Cornel Râpa, que também sabe fazer as vezes de zagueiro. No último dia da janela, porém, meu diretor desportivo apresentou uma proposta por Benedikt Gimber, do Hoffenheim. Foi preciso tomar uma decisão às cegas, já que não sabia nenhum dos atributos do jogador e não havia tempo para observá-lo. Acabei aceitando o jogador, pois nossa zaga poderia fazer uso de mais um nome. Além disso, Sebastian Rudol tinha sofrido uma lesão e ficaria um mês sem jogar, o que aumentava a utilidade de um quarto (ou quinto, se contarmos com o Cornel Râpa) zagueiro. E foi só Gimber chegar ao clube para que se revelasse que meu diretor encontrou um ótimo jogador, capaz de levar nosso zaga a outro nível.

 

Meias

3HEaq8Henmtjev45mGfn-QbFCz0H4snytX_BaVdF

O setor exclusivamente polonês de minha equipe sofreu poucas mudanças. A única movimentação foi a saída de Tomasz Holota. Tomasz até é um bom jogador, mas seu estilo mais marcador não tinha espaço em meu esquema tático - que utiliza um construtor de jogo na posição de volante -, e isso deixou o jogador insatisfeito. Assim, foi vendido por 76 mil euros ao Stal Mielec, equipe que acabou de subir para a Ekstraklasa - e que certamente fará mais uso de um jogador com características defensivas.

Estou bastante satisfeito com as opções que temos. Dawid Kort e Kamil Drygas são bons titulares para as funções mais ofensivas. Mais atrás, Murawski já sente a idade, mas Figiel mostrou nos primeiros seis meses de clube que pode assumir a posição. Como reservas, temos os bons garotos Piotrowski e Kowalczyk.

 

Pontas

UP7b4b1r7yl8c1FDZYEXsyXwk931zeoD2Sb7pCXJ

Se o meio de campo foi o setor onde menos se mudou, as pontas são o contrário. A janela de verão se iniciou com mais um capítulo na novela Spas Delev. O jogador já havia sido assediado pelo Legia na metade do último ano, quando o negócio acabou não saindo por detalhes. Depois de ser o principal responsável por tirar o título do clube da capital - e nosso artilheiro na temporada -, Delev voltou a ser alvo de interesse. Além disso, eu me compliquei no relacionamento com o jogador ao lhe prometer um novo contrato. Como ele estava mesmo entrando no último ano do vínculo então existente, achei que não havia problema em prometer novas negociações. O que eu não esperava é que o jogador exigisse aumentar seu salário de 90 mil anuais para 350 mil. O clube até poderia arcar com o valor para um jogador, mas eu fiquei com medo de que os demais integrantes do elenco sentissem que seu salário deveria chegar em patamares semelhantes - e aí não haveria dinheiro suficiente para pagar a todos. Moral da história: quebrei a promessa de lhe dar um novo contrato e me vi com diversos jogadores buscando satisfações. Ao mesmo tempo, o Legia batia na porta com bastante insistência. No fim das contas achei por bem vender o jogador, que foi para a capital por 2 milhões de euros. Nada mal considerando que quase vendi o jogador por metade disso em fevereiro.

Com a saída de Delev, eu sabia que precisava de um nome de peso para a ponta direita. Diogo Vítor é um jogador de excelente drible que pode acrescentar bastante em nossa força ofensiva. Para contar com o jogador de 21 anos pagamos 450 mil euros para o Santos. O único problema é que Diogo não tem cidadania europeia. Como nossa equipe já tem o ponta esquerdo Pacheco e o zagueiro Lasha Dvali como extra-comunitários, será preciso escolher um dos três para ficar no banco.

Fechamos ainda com dois outros nomes para as pontas. Ambos foram contratados por meu diretor desportivo. Patryk Kun atuou na última temporada pelo rebaixado Arka Gdynia. Apesar do rebaixamento no currículo, fez bons jogos em um clube fraco. Seus atributos são apenas razoáveis, mas o jogador é jovem, sabe atuar por ambos os lados e aceitou sem problemas a posição de reserva. Contratado por 120 mil euros, deve atuar prioritariamente pela ponta esquerda. Jakub Lukowski tem perfil parecido: é também jovem, vem de um ano razoável na Ekstraklasa e sabe atuar em ambas as pontas, embora prefira o lado direito. 

Mas se é verdade que os dois pontas reservas tem perfil parecido, a história de sua chegada ao clube difere bastante. Enquanto eu já sabia desde a abertura da janela que precisaria de um reserva pela esquerda - já que o brasileiro Magnum se aposentou -, não estava nos meus planos contratar alguém para o lado direito. O reserva por ali seria Dawid Blanik, que estava no Pogon II. No último dia da janela, porém, meu diretor fez uma proposta de 425 mil por Lukowski. A avaliação de meus olheiros era muito positiva e resolvi finalizar a contratação. Logo depois descobri que o jogador não é tudo isso que meus olheiros haviam dito - e dificilmente vale o meio milhão de reais pago. Mas aí já havia fechado o negócio.

Com as chegadas, Dawid Blanik voltou ao elenco do Pogon II. Quem também saiu do elenco principal, mas em definitivo, foi o ponta húngaro Ádám Gyurcso. O jogador que esteve emprestado durante a última temporada não encontrou espaço no elenco. Ele não era bom o suficiente para ser titular, e ganhava muito para ser reserva - além de já não poder mais se desenvolver. Foi vendido por cerca de 300 mil euros ao Ferencváros.

 

Ataque

UiWLeFhjSofn44wLQ2LYzrc2EC7XV_L9-4dNLZiD

No ataque, tivemos a saída de Adam Fraczczak. Embora seja considerado um dos jogadores chave do clube pelo meu assistente, Fraczczak nunca conseguiu encontrar o seu espaço em nosso estilo de jogo. O jogador já havia pedido para ir embora na metade do ano passado e eu disse que aceitaria se uma proposta razoável chegasse. O Lech Poznan ofereceu 450 mil euros. Um valor que não é alto, mas o jogador também já tinha 30 anos.

Com a saída de Fraczczak, nosso clube ficaria apenas com Rasmussen e Kitano. O dinamarquês foi bastante importante na temporada passada, mas aos 33 anos já está em grande declínio físico. Já o japonês passou a última temporada emprestado a uma equipe do segundo nível polonês, onde não conseguiu convencer. Apesar de meus olheiros garantirem que ele tem potencial, considerei que aos 21 anos ele já não deve mais ser capaz de atingir o nível mínimo para ser útil ao clube, e resolvi liberar o jogador.

Para não ficar sem nomes na posição, efetuei duas contratações. A primeira delas não chega a ser uma grande novidade. Adam Buksa já estava no clube durante a última temporada, quando atuou por empréstimo. Embora sua passagem não tenha sido muito impressionante - foram 23 jogos e apenas 6 gols -, o atacante é jovem e mostrou alguns bons momentos. Assim, resolvi fazer uso da cláusula que previa a possibilidade de compra do jogador e paguei 150 mil euros para o Zaglebie Lubin.

O outro nome contratado é, mais uma vez, de responsabilidade de meu diretor desportivo. O brasileiro Sandro Lima foi encontrado no Grêmio Anápolis, e chega por pouco menos do que o valor pago por Buksa. Um ótimo achado, especialmente porque o jogador possui também cidadania europeia.

 

Resumo de transferências

KPuS2TCEwd0c7Q0mt1YmA7RsknA6H3QM9BB3u0EF

Os jogadores que não foram mencionados na análise acima saíram do time B ou dos juniores.

Não esperava uma janela tão movimentada, mas estou bastante feliz com o resultado final. O destaque fica para o excelente trabalho do meu diretor desportivo, responsável direto por quatro de nossas contratações. Dessas, considero apenas que ele exagerou no valor pago por Lukowski. Ainda assim, ele é um jogador que deve qualificar nosso elenco, de modo que não há muito a criticar. E as contratações de Saúl, Sandro Lima e Benedikt Gimber tem tudo para ajudarem a levar o Pogon a um novo patamar.

O outro ponto importante é que mesmo com todas essas movimentações saímos da janela com mais dinheiro do que entramos. A venda de Delev foi muito boa para nosso caixa, enquanto que as contratações foram bastante baratas. Só nas negociações desta janela ganhamos um milhão de euros - e isso que o valor não contabiliza os dois milhões recebidos pela cláusula de Listkowski.

Em termos salariais, as novas contratações (e as renovações de contrato que eram necessárias) colocam nossa folha em cerca de 4,8 milhões de euros anuais. Ainda bem abaixo do valor estipulado pela diretoria, de 6 milhões.

 

Supercopa

Vr9GTAY-zVcMOdvdITTdgdSiWEq-Xo2tExz2b2If

Para não falar apenas de transferências, resolvi encerrar a atualização com o primeiro jogo "oficial" da temporada. A Supercopa é aquele jogo que torcedor nenhum dá bola, exceto quando seu time vence. E dessa vez fomos nós que vencemos, em um jogo bastante equilibrado contra os rivais do Lech Poznan que acabou decidido quando ganhamos uma penalidade de presente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Contratar um jogador sem saber os atributos é algo que eu não curtia fazer, mas por outro lado é muito satisfatório quando o olheiro consegue achar determinados jogadores que a gente nem imagina procurar. Esse Benedikt Gimber foi realmente um achado e qualificou a zaga do time com um jogador muito bom. É no mínimo do nível da Primeira divisão Polonesa. Outra grande contratação também foi o lateral Saúl.

Foi um ótimo trabalho na janela de transferência e nela, conseguiu gastar menos do que ganhar. Do dinheiro que entrou, quanto ficou disponível para transferência?

Esse jogo único de copa eu sempre gostei, é título, é importante sim e fico puto quando não ganho.

Enfim, time reorganizado e com caras novas, que venha a nova temporada. Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
12 minutos atrás, Vannces disse:

Contratar um jogador sem saber os atributos é algo que eu não curtia fazer, mas por outro lado é muito satisfatório quando o olheiro consegue achar determinados jogadores que a gente nem imagina procurar. Esse Benedikt Gimber foi realmente um achado e qualificou a zaga do time com um jogador muito bom. É no mínimo do nível da Primeira divisão Polonesa. Outra grande contratação também foi o lateral Saúl.

Foi um ótimo trabalho na janela de transferência e nela, conseguiu gastar menos do que ganhar. Do dinheiro que entrou, quanto ficou disponível para transferência?

Esse jogo único de copa eu sempre gostei, é título, é importante sim e fico puto quando não ganho.

Enfim, time reorganizado e com caras novas, que venha a nova temporada. Boa sorte.

Não é o ideal mesmo, sempre tento descobrir os atributos antes. Mas era o último dia da janela, não tinha o que fazer. Como o salário não era nada absurdo, valia o risco. E olha, acho que ele tem capacidade pra ser estrela na divisão, não só um jogador do nível da liga. Foi realmente um achado do meu diretor.

O Saúl é outro jogador que vai nos ajudar bastante. Seu salário é um pouco alto para um jogador só emprestado ao clube, mas temos o dinheiro em caixa, então tudo bem. Mais importante é que ele traz qualidade ao time.

Fiquei bem feliz com o resultado final dessa janela. Acho que qualificamos bastante a equipe e ainda saímos com dinheiro no caixa. Sobre o orçamento de transferências, não ficou tanta coisa assim na verdade. Começamos zerados né, então o que ganhamos com as vendas em sua maior parte saiu nas contratações - ainda mais porque tem os pagamentos de luvas e comissões de empresários também. No fim até tirei um pouco do orçamento de salários para aumentar o orçamento de observação.

Mas também não estamos em uma situação ruim. O caixa do clube está bem, acho que se solicitasse um aumento do orçamento a diretoria era capaz de liberar. Só não vi necessidade mesmo.

Eu tenho uma opinião bem diferente da tua sobre a Supercopa. Na vida real nem me presto a assistir, mesmo quando meu time tá envolvido. No FM como sou obrigado a jogar tento vencer, mas não me importo muito se perder não.

Obrigado 🙂

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai
Em 13/02/2019 at 03:48, Danut disse:

A Supercopa é aquele jogo que torcedor nenhum dá bola, exceto quando seu time vence

Quero ver o Atlético x River pra ver se a torcido rubronegra não vai lotar o estádio e torcer pela vitória. Se tivesse uma supercopa brasileira, Palmeiras x Cruzeiro, seria bem mais legal que estaduais. Pensando nisso, se vão assistir Coritiba x Foz do Iguaçu... E insistindo desnecessariamente nesse assunto, teria a supercopa estadual, tipo campeão paulista x campeão da copa paulista, no caso: Corinthians x Votuporanguense. Jogaço.

Só pra dizer que Pogon x Lech numa supercopa é bem mais agradável.

Fuzato e Diogo Vítor foram baitas contratações. E a do Sandro Lima lembra o passado do Pogon.

Boa sorte na temporada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Master Darthz

Fez alterações muito boas e elevou o nível do plantel. Conseguiu valores importantes para o clube, e os que chegaram ainda foram relativamente baratos. Muito bom!

O jogo da Supertaça é aquela coisa, mas taça é sempre taça.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
1 minuto atrás, Neynaocai disse:

Quero ver o Atlético x River pra ver se a torcido rubronegra não vai lotar o estádio e torcer pela vitória. Se tivesse uma supercopa brasileira, Palmeiras x Cruzeiro, seria bem mais legal que estaduais. Pensando nisso, se vão assistir Coritiba x Foz do Iguaçu... E insistindo desnecessariamente nesse assunto, teria a supercopa estadual, tipo campeão paulista x campeão da copa paulista, no caso: Corinthians x Votuporanguense. Jogaço.

Só pra dizer que Pogon x Lech numa supercopa é bem mais agradável.

Fuzato e Diogo Vítor foram baitas contratações. E a do Sandro Lima lembra o passado do Pogon.

Boa sorte na temporada.

O que tu falou em negrito existe no RIo Grande do Sul. O Grêmio acabou de ser campeão, inclusive. Só que é um "campeonato" de tanto sucesso que só a primeira edição teve um jogo separado, desde a segunda eles simplesmente pegam o confronto do estadual mesmo e quem ganhar leva o troféu (inclusive se der empate é um ponto pra cada no estadual, mas depois tem disputa de pênaltis pra ver quem será o campeão, uma várzea total).

Tem torcedor que vai no estádio ver qualquer coisa, então não duvido que alguns se animem com a ideia. Mas olha, é triste de assistir os caras comemorando esse "título". Por isso prefiro não comemorar muito nem no FM.

Eu fiquei muito feliz em achar o Fuzato. Acho que ele pode ser goleiro do clube por muito tempo, e foi uma pechincha. E ainda por cima é brasileiro, o que ajuda nessa parte do que quero para o save. O Diogo é outro grande achado, tem potencial pra ser craque da bola. Só uma pena não ter nacionalidade europeia, mas paciência.

Sobre o Sandro Lima, tu diz porque ele veio de um time pequeno do interior do Brasil? Realmente contratar jogador em meio de carreira vindo do Grêmio Anápolis não parece uma ótima ideia. Mas acho que ele vai ser bom jogador sim.

Obrigado.

 

4 minutos atrás, Master Darthz disse:

Fez alterações muito boas e elevou o nível do plantel. Conseguiu valores importantes para o clube, e os que chegaram ainda foram relativamente baratos. Muito bom!

O jogo da Supertaça é aquela coisa, mas taça é sempre taça.

Pior que parte das alterações nem posso levar o crédito né, porque foram feitas pelo meu diretor. No fim concordo que o elenco ficou num nível mais alto do que estava. E me surpreendi ao ver que gastamos tão pouco - na minha cabeça tinha gasto mais, só fui ver isso agora que fui escrever o post. Realmente pechinchamos bastante.

Eu realmente não dou muita bola pra Supercopa. Mas tá aí, ganhamos, deixa alguns torcedores felizes, e o rival triste. Aceito isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai
5 minutos atrás, Danut disse:

Só que é um "campeonato" de tanto sucesso que só a primeira edição teve um jogo separado, desde a segunda eles simplesmente pegam o confronto do estadual mesmo e quem ganhar leva o troféu (inclusive se der empate é um ponto pra cada no estadual, mas depois tem disputa de pênaltis pra ver quem será o campeão, uma várzea total)

Que zona hahaha

O Pogon veio atrás de vários jogadores do interior paulista na época da magia brasileira, né? Por isso o coments do Sandro Lima.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
Agora, Neynaocai disse:

Que zona hahaha

O Pogon veio atrás de vários jogadores do interior paulista na época da magia brasileira, né? Por isso o coments do Sandro Lima.

Pois é. Eu fico até envergonhado em ver torcedor comemorar esse título.

Sim, veio mesmo. Nesse sentido a contratação lembra bastante aquele período. Mas acho que tem uma diferença enorme de qualidade entre os daquela época e o Sandro Lima agora. Ao menos espero que sim - vamos precisar ver se ele mostra isso em campo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut

eqiBvbpDX4XjNy_TnUvOhPja5JBhb09SNdrIP81B

Na última atualização vimos como ficou o elenco do Pogon Szczecin para a disputa da temporada 2018/19. Agora é hora de falar sobre os jogos do período de julho a setembro.

 

Ekstraklasa

pUOvocmIJxJTtI34kQMc3IeBSPxETQB471AnPKfT

Começamos o campeonato preocupando um pouco o torcedor. Não saímos do zero em Gdansk, e levamos uma sapatada ao receber o time da capital. Contra Termalica e Piast Gliwice conseguimos vencer, mas ainda de forma apertada.

A partir do quinto jogo, porém, a equipe encaixou. Foram 19 gols marcados em cinco jogos. Dez jogadores diferentes balançaram as redes no período, mas o grande destaque é Adam Buksa, que fez oito gols - e isso que ele não jogou em uma das partidas. Aliás, se descontarmos os dois primeiros jogos da temporada, onde ele realmente não atuou bem e pouco fez, os números de Buksa são completamente absurdos. São dez gols em cinco jogos. E duas assistências.

 

Tabela

KVhOBWw2TMwtyIYmxGAm5iBa8308k-8_hPXNp0_j

Com a campanha que estamos fazendo, não é surpresa para ninguém que a equipe ocupa a primeira posição na tabela. O destaque é nossa produção ofensiva - em nove jogos, marcamos sete gols a mais do que o segundo time mais ofensivo da liga. Não sei quanto tempo a equipe vai conseguir manter o ritmo, mas estamos passando por cima de todos no momento. Só a defesa não está entre as melhores da liga, tendo sofrido gols em quase todos os jogos.

 

Destaque

UsBJBKhxfmIVQhMJYOhDpFNEjpH78HNKZpqdpXO2

Embora nosso momento seja muito bom, o jogo de destaque é a goleada que sofremos no confronto com o Legia. E seu principal personagem não foi Adam Buksa - que nada fez em campo -, e sim um velho conhecido nosso: Spas Delev. O ponta já protagonizou uma quase venda ao Legia, falhada no último minuto da janela de transferências de inverno, uma atuação magistral que praticamente definiu o título do Pogon Szczecin no confronto direto pela 35ª rodada do ano anterior, uma briga com o treinador e consequente concretização de sua venda ao Legia na janela de verão, e agora, em seu segundo jogo pelo Legia, uma sapatada e tanto no antigo clube.

O detalhe é que eu havia dito na conferência de imprensa antes do jogo que estava absolutamente tranquilo em enfrentar Delev, pois não acreditava que ele seria capaz de fazer diferença. A ideia era jogar a pressão pra cima do jogador, tentando desestabilizá-lo. Em vez disso ativei o modo Delev on fire, e não houve jeito de parar o ponta.

 

Puchar Polski

0hoUSgMfPvK8lobJqwSqS9lek1a2yZdKwkN1KJGm

Passamos com facilidade pelo fraco adversário da primeira fase (e sim, eu estou propositadamente evitando escrever o nome do adversário porque senão iam mais três horas pra terminar o post). No segundo jogo já pegamos um adversário da primeira divisão, mas ainda assim passamos com relativa tranquilidade - só não foi totalmente tranquilo porque um gol contra aos 86 minutos deu esperanças para o Wisla.

ek6QNgifonyYVDN58y-2luJxiGG3qNBWkQL3pdGs

O sorteio da próxima fase também foi generoso, e vamos enfrentar outra equipe fraca. Não devemos ter dificuldade para passar, ainda mais considerando que agora são dois jogos - e, portanto, há menos espaço para surpresas.

 

Liga dos Campeões

1ª qualificatória

O que todo mundo quer mesmo saber é como foi o desempenho do Pogon Szczecin em sua estreia na liga dos campeões. Entramos na 1ª fase qualificatória, o que significava que seria preciso vencer quatro eliminatórias só para chegar na fase de grupos. O primeiro adversário foi o Zrinjski Mostar, da Bósnia-Herzegovina. Eu nunca joguei essas fase qualificatórias da UCL antes, então não sabia bem o que esperar. Fiquei surpreso ao ver que elas começam tão cedo, com jogo já no dia 11 de julho. Contra um adversário que era uma incógnita, pensei que isso poderia ser um problema.

oNP5Ac21U4eEQV1eAxKgZvGipKevK7a_O0AN6MXl

Mas o que vimos em campo mostrou que o Zrinjski joga aquilo que se poderia imaginar mesmo. Ou seja: nada. Mesmo longe de apresentarmos força máxima o resultado do primeiro jogo foi um passeio total. Com a vantagem optei por enviar uma equipe cheia de garotos da base no segundo jogo. Assim, vencemos por "apenas" 3 a 1.

 

2ª qualificatória

Se a primeira fase se mostrou um passeio no parque, o sorteio logo deixou claro que as coisas seriam mais complicadas na sequência. Quis o FM que o primeiro adversário de peso a enfrentarmos seria o RB Salzburg, uma das equipes que mais odeio em todo o universo. Perder para eles seria terrível não apenas por acabar com o sonho do Pogon, mas também porque eu não ia me perdoar por ser eliminado pra essa farsa de time.

zR6T--UbRcLpI_K9yQUIMq0hk4aC3rk-XPIBqn41

Felizmente conseguimos um ótimo resultado no primeiro jogo, vencendo por 3 a 1. Com uma atuação coletiva muito pobre, o time do Salzburg não fez jus ao elenco que possui. Parece que faltou energia a eles.

No jogo de volta tivemos outra atuação bastante sólida. Saímos atrás no placar ainda na primeira etapa, mas uma penalidade cobrada por Sebastian Rudol deixou tudo igual. Deveríamos até ter vencido com tranquilidade, mas o 1 a 1 já bastou. Nem sei porque me preocupei tanto com essa eliminatória. Afinal, o Salzburg faz fiasco nas eliminatórias da UCL a uma década.

 

3ª qualificatória

Nosso adversário nessa fase foi o Omonia Nicosia, do Chipre. Outra vez não sabia muito sobre a equipe. O começo do jogo de ida, fora de casa, porém, indicava que seria uma eliminatória tranquila. Germán Pacheco abriu o placar aos 31 segundos, o gol mais rápido de todo o save. No fim das contas marcamos só mais um, mas a vitória por 2 a 0 como visitante nos dava tranquilidade para o jogo de volta.

hfJkXlMAJ3MZ02I3KNmRnr4rKAJt99PGU1f28Bwy

E foi com a tranquilidade de quem se achava já classificado que entramos no segundo jogo. Só esquecemos que do outro lado havia um adversário que também pretendia levar a classificação. O resultado final favorável esconde o tamanho do drama que passamos. O primeiro tempo foi inteiramente do Nicosia. Levamos dois gols, e o terceiro parecia apenas questão de tempo. Não fosse o intervalo, tenho certeza que nossa jornada teria acabado aí.

Felizmente o apito do juiz me deu a possibilidade de conversar com os jogadores. Fiz eles acordarem de volta para a vida, e voltamos com uma postura totalmente diferente na segunda etapa. Se as estatísticas do jogo foram equilibradas ao final, é apenas porque cada equipe teve total domínio em um dos tempos - como se pode ver das estatísticas de remates em cada etapa.

 

Play-off

Por algum motivo a UEFA achou que fazia sentido chamar apenas a última rodada qualificatória de play-off. Enfim, independentemente do nome, o fato é que fomos designados como adversários dos suíços do Basel. Uma equipe que, embora não esteja entre os times fortes do continente, regularmente frequenta a fase de grupos da UCL.

O jogo de ida foi diante de nossos torcedores. E os que fizeram o caminho até o estádio viram uma ótima atuação de Diogo Vítor para nos assegurar uma importante vitória por 3 a 2. O ponta direito brasileiro marcou o primeiro gol do jogo aos 13 minutos, sofreu o pênalti para desempatar o placar aos 58, e voltou a abrir vantagem para o Pogon aos 90+2, em gol fundamental para as nossas pretensões.

WjUZxl7sKRrYWE5-zFU8pLvsRdMKTvonuauzzqRF

Sem a pressão de precisar conquistar a vitória fora de casa conseguimos fazer um jogo muito mais tranquilo na segunda eliminatória. Nossa defesa deixou muito pouca coisa passar, e o ataque marcou duas vezes para selar a passagem. Estamos na fase de grupos!

 

Grupo A

nQpuDKQlgAbX8KWHrBX-MQ-ki8AMBwfpVRZrEO1t

Considero que tivemos bastante azar no sorteio do grupo. Como não temos qualquer esperança de passar entre os dois primeiros mesmo, eu preferia enfrentar duas equipes muito fortes que levassem todos os pontos dos outros jogos, e aí tentar a sorte no confronto direto com um time mais fraco. Em vez disso, Shaktar e Valencia são duas equipes que não são tão fortes a ponto de se ter certeza que uma vai vencer da outra duas vezes, nem fracas o suficiente para que o Pogon possa ter grandes esperanças de vencer delas.

Mas independentemente do que vier na fase de grupos, já conquistamos muita coisa. Considerando as três competições que disputamos, foram 21 jogos em 80 dias. Um número muito alto, capaz de deixar até o mais preparado dos jogadores exausto. Tivemos que fazer um forte gerenciamento do elenco, e mesmo assim continuarmos na briga em todas as frentes. Isso mostra como montamos um elenco equilibrado, onde mesmo os reservas são capazes de atuar em alto nível.

A classificação para a fase de grupos não é apenas um sucesso esportivo: ela traz consigo 14 milhões de euros, um valor completamente absurdo para uma equipe polonesa. Estes oito jogos colocaram nossa equipe totalmente em outro patamar.

 

Observação

IUSoLF_K-7fy1RQtNjsUoT64mVS5JQ_Wxct2S0C7

Assim que entrou o dinheiro da fase de grupos da UCL eu comecei a fazer mudanças para melhorar nossa observação de jogadores. A primeira medida tomada foi reavaliar os pacotes de observação de jogadores contratados. No começo da temporada eu havia mudado o pacote sênior de apenas as principais ligas polonesas para todo o leste europeu. Naquele momento, eu disse que não havia dinheiro em caixa para manter o pacote por toda a temporada. Agora, porém, não apenas temos o suficiente para manter esse pacote como temos o suficiente para melhorar ainda mais nossa observação. Desde já, temos disponível o pacote sênior envolvendo jogadores de todo o continente, bem como o pacote de juniores de todo o leste europeu.

Também pensando na expansão de nossa observação requeri à diretoria que encontrasse mais um clube para ser parceiro do Pogon. O Dynamo Ceske Budejovice, da Tchéquia, é o terceiro clube com o qual estabelecemos parceria desde minha chegada (quarto se contarmos o Deportivo La Coruña, mas aí nós é que somos a parte menor da parceria), se juntando a clubes da Hungria e da Bulgária. 

fbAA53yuJ6iD-b7_EzsKVoQQJz0IPT9dZIDGCHzv

Temos ainda duas parcerias dentro do país, com o Blekitni Stargard (3º nível do futebol nacional) e o Energetyk Gryfino (4º nível do futebol nacional) mas estas já estavam definidas no início do save - a parceria com o Gryfino, inclusive, é permanente, impedindo o clube de jogar em nossa divisão.

Por último, solicitei também um aumento no número máximo de preparadores do clube. A mudança não é exatamente no âmbito da observação, mas pode ajudar os jogadores que venham a ser observados e contratados em seu desenvolvimento futuro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Master Darthz

Os dois primeiros encontros davam a entender que a coisa ia estar complicada para a sua equipa, mas superou a fase e engatou ser vitórias seguidas e está no primeiro posto. Na Taça também fez o que lhe competia e não parece ter tido muitas dificuldades.

Para mim o grande destaque é sem dúvida a Champions League. Fez uma excelente campanha e está na fase de grupos. É certo que o grupo é complicado, mas pelo menos servirá de experiência para a equipa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Lucas Matías

Chega a ser surpreendente a campanha do time, nem parece que recém está na segunda temporada a frente do projeto, nesse meio tempo já conquistou títulos, lidera muito bem a liga e chegou a fase de grupos da UCL com autoridade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Esse dinheiro todo entra antes do fim da janela? Vai usar já, ou entra com o time que chegou até aí?

De qualquer forma, mandou muito bem nas preliminares (que frase), levantando a galera.

Coitado do RasenBallsport Salzburg. Daqui uns dias todos os times seria nomiraiteados por empresas e o futebol vira fórmula 1. Será lindo. Unimed Tapetes Rio x Giraviton Clube (Aromas Rubro Negros) ou algo do gênero.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut
8 horas atrás, Master Darthz disse:

Os dois primeiros encontros davam a entender que a coisa ia estar complicada para a sua equipa, mas superou a fase e engatou ser vitórias seguidas e está no primeiro posto. Na Taça também fez o que lhe competia e não parece ter tido muitas dificuldades.

Para mim o grande destaque é sem dúvida a Champions League. Fez uma excelente campanha e está na fase de grupos. É certo que o grupo é complicado, mas pelo menos servirá de experiência para a equipa.

Quando levei a goleada do Legia eu já tava vendo o filme da primeira versão do save passando na frente dos meus olhos. Fiquei muito tenso ali, mas felizmente continuar com nossa ideia de jogo logo rendeu frutos.

Na copa era de se esperar as classificações, apesar de que jogo único contra uma equipe da mesma divisão sempre pode ser complicado. Mas deu pra passar e agora devemos conseguir pelo menos avançar mais uma fase, já que pegamos um time fraco no sorteio.

Quanto ao desempenho na UCL, eu fiquei muito feliz de chegar até no grupo. Não sabia mesmo o que esperar dessas fases preliminares, e quando vi que enfrentaria o Salzburg achei que acabaria ficando por ali mesmo. Mas deu pra passar e agora vamos ver o que fazemos contra os times grandes de verdade e o Chelsea.

 

6 horas atrás, Lucas Matías disse:

Chega a ser surpreendente a campanha do time, nem parece que recém está na segunda temporada a frente do projeto, nesse meio tempo já conquistou títulos, lidera muito bem a liga e chegou a fase de grupos da UCL com autoridade.

Também não esperava subir tão rápido. O título na primeira temporada e a consequente vaga na UCL acabou ajudando muito para elevar o patamar do clube logo cedo no save. Mas fora isso tem o que eu já disse anteriormente, acho que em um comentário para o Henrique M.: ao jogar o mesmo save de novo se tem uma baita vantagem por já saber quais são os setores problemáticos do elenco, quem é que aparece de opção e tal. Então estou em uma posição bem mais confortável do que o normal.

 

1 hora atrás, Neynaocai disse:

Esse dinheiro todo entra antes do fim da janela? Vai usar já, ou entra com o time que chegou até aí?

De qualquer forma, mandou muito bem nas preliminares (que frase), levantando a galera.

Coitado do RasenBallsport Salzburg. Daqui uns dias todos os times seria nomiraiteados por empresas e o futebol vira fórmula 1. Será lindo. Unimed Tapetes Rio x Giraviton Clube (Aromas Rubro Negros) ou algo do gênero.

 

Não, a grana entrou após o final da janela. Poderia pedir um aumento de orçamento para a próxima janela, mas acho que não será necessário. Talvez se a equipe ainda estiver viva na UCL (só por milagre) ou na UEL, daí eu pense em reforçar mais agressivamente. Mas com o desempenho atual, especialmente dentro da Polônia, acho que o time que temos já está bom, não há porque fazer loucuras nesse momento.

É sempre importante fazer bonito nas preliminares né? Se não é capaz da galera não levantar, aí fica difícil de entrar com força na próxima fase.

Pior que o time de Salzburg se chama Red Bull mesmo. É o time de Leipzig, por ser uma entidade completamente separada e que não tem nada a ver com a empresa (diz a UEFA) que é chamado de RasenBallsport. Pontos pra eles pela criatividade, porque nunca que eu ia pensar num nome tosco desses. Sobre os times todos com nome de empresa, eu espero não estar mais vivo quando isso acontecer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Início fantástico, apesar dos 2 primeiros resultados terem sido tropeços. Galgou vários degraus e chegou até a fase de grupos da UCL, onde vai enfrentar só time casca grossa. Não vai ser fácil, acho que não consegue ficar em terceiro não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Lucas Matías
      Por Lucas Matías
      :: APRESENTAÇÃO
      Após longos meses no fórum apenas acompanhando por cima as histórias do pessoal aqui na área, resolvi me aventurar agora que estou com mais tempo livre para finalmente conseguir passar horas à frente do FM.
      O desafio que irei compartilhar com vocês é um que eu já faço a muito tempo, desde o FM 14 pra ser mais exato, porém, apenas no 16 eu consegui ter êxito. É simples, passar por todos os países da Europa e conquistar o campeonato nacional em todos eles.
      O desafio terá algumas regras para que o save flua de uma maneira mais rápida, já que meu PC não é dos melhores e consequentemente com uma base de dados grande ele acaba ficando bem lento. Uma delas é que a cada objetivo alcançado, um novo save será criado. Exemplo: Após conquistar títulos em San Marino, irei para o próximo desafio em um novo save, sempre seguindo a ordem do Ranking de Coeficientes da UEFA.
      Não vou tentar conquistar a Champions League com clubes de Andorra e Gibraltar, nesses países de menor expressão o objetivo é se consolidar nacionalmente com conquistas e entrar no quadro de honra nacional como um dos treinadores mais vitoriosos do país. Claro que uma boa campanha na UCL será bem vinda, mas esse não será o principal objetivo.
      Sempre irei iniciar no clube que está cotado para terminar a primeira divisão nacional na última colocação e irei trocar de clube caso receba uma proposta de uma equipe de maior expressão nacionalmente.
      O manager será o pseudônimo Giovanni Rizzo, italiano de 38 anos que terá a licença para treinador A continental e a experiencia anterior como futebolista profissional nível local.
      A principio é isso, quero fazer algo bem simples mas que agrade a todos, então qualquer dica é bem vinda, até porque essa será a primeira vez que irei tentar jogar com essas regras que criei. Valeu!
       
      :: HISTÓRICO
      01. SAN MARINO
       
    • marciof89
      Por marciof89
      Eis que, enfim, criei coragem para postar uma história aqui no Profissão Manager. Frequento o fórum a muitos anos mas sou um completo bicho do mato, portanto interajo muito pouco, motivo pelo qual demorei a adentrar aqui. Agradeço desde já quem tiver interesse em seguir, e ouvirei todas as dicas que quiserem sugerir, sejam sobre organização, táticas, etc. Li as regras e as recomendações antes de começar, mas deslizes podem acontecer. Os gráficos foi eu mesmo quem fiz, não reparem! hahaha
      Sem mais delongas, vamos ao que interessa.
      Eu tenho um carinho muito grande pelo Tupi, apesar de não ser mineiro. A torcida do Tupi, apesar de pequena como de praxe entre os times pequenos, é muito apaixonada. Não são muitos os times brasileiros sem muita relevância no cenário nacional que mantenham uma torcida apaixonada assim. E como sou da época do Elifoot 2 e 98, então sempre achei graça em pegar um time lá das divisões de baixo e levar até a glória.
       

      O Tupi Futebol Clube é um clube da cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, e foi fundado no dia 26 de maio de 1912 por moradores ilustres da cidade. Durante os primeiros anos, era chamado de Tupy, já que muitos de seus fundadores eram dissidentes do Tupynambás (atualmente seu maior rival). É o maior clube da cidade, e tem como maior glória a conquista da Série D em 2011. A equipe manda seus jogos no estádio Radialista Mário Heleno (estádio da cidade), com capacidade para mais de 30 mil pessoas.
      Seu maior rival, como dito anteriormente, é o Tupynambás, time também de Juiz de Fora, com quem faz o clássico Tu-Tu. Durante um curto período de tempo na década de 90, ele se fundiu com o Tupynambás e o Sport (outro time da cidade) e formaram a Cooperativa Manchester de Futebol, inspirados no sucesso da fusão do Paraná Clube. Porém, resultados pífios e crises de ego fizeram com que a fusão não aguentasse, tendo disputado apenas 3 estaduais com o novo nome.
      O time carece de ídolos, e não revelou grandes jogadores para o futebol mundial. Apesar disso, dois nomes notáveis passaram pela equipe. Muller, campeão mundial pelo São Paulo, e Romário, que apesar de ter sido proibido pela FIFA de atuar pelo time por ter jogado por 2 equipes num período de um ano, chegou a treinar com o elenco e atraiu a atenção da mídia para o time.
      O mascote do time é o Galo-Carijó, em homenagem ao principal fundador da equipe, que tinha o apelido de carijó, e que inspira o nome da história.

      Estádio Municipal Radialista Mário Helênio
       

      Vou jogar esse save com o Brasil Mundi Up, pois apesar de muita gente falar que ele pode dar uns crashs, eu sempre usei ele (com uma quantidade bacana de ligas ativadas) sem ter problema algum, inclusive passando de 2030. Gosto da organização dele, além do acréscimo de outros níveis do brasileirão e disputas de taças que costumam ajudar até mesmo no teste de táticas e jogadores.
      • Início: 18/12/17
      • Ligas adicionais ativadas: Todas as sulamericanas, China, Alemanha, EUA, Espanha, Inglaterra, Itália, Portugal, Rússia e Ucrânia. (todas elas apenas as primeiras divisões, apenas para deixar a Libertadores mais realística e as transferências também).
       

      O save vai se basear no meu nome pessoal, mas com uma idade mais elevada que a minha, até para condizer com uma experiência razoável futebolística pré-vida de treinador.
       

      Escolhi sugestões baseadas no nível do Tupi, pra não ficar roubado nem absurdamente difícil também pois não sou o Mourinho do FM haha.
      Gosto de fazer técnicos que são mais voltados para o conhecimento do elenco em si, deixando o grosso do desenvolvimento e contratação de jovens jogadores a cargo do auxiliar e diretor desportivo. Claro que estou sempre acompanhando e impedindo algumas burradas que eles costumam cometer, mas meu foco, ao menos inicial, é me dedicar ao elenco principal.
      E aqui um panorama inicial do time:

       

      • Subir a Série B
      • Subir a Série A
      • Ganhar a Copa do Brasil
      • Ganhar o Campeonato Brasileiro
      • Ganhar a Copa Libertadores da América
      • Ser o time do interior de Minas Gerais com o maior número de títulos do Campeonato Mineiro (Villa Nova detém 5 títulos)
      • Desenvolver a infraestrutura de treinos do time para, ao menos, 4 estrelas
      • Ser um dos times mais bem reputados do Brasil (Top 5)
      • Melhorar as finanças do clube
      Objetivos complementares:
      • Ganhar o Mundial de Clubes
       
       

       
    • thyagocda
      Por thyagocda
      SUMÁRIO

      Apresentação
      Sou mais um daqueles apaixonados por FM, mas por conta dos compromissos pessoais, o tempo gasto com o jogo deve ser bem equilibrado. Ano passado criei uma história aqui na PM com o Porto mas acabei interrompendo depois que descobri que eu seria pai, a gravidez passou, meu filho (Thayler) já nasceu com saúde graças a Deus. E agora que as coisas acalmaram vinha planejando o retorno a área.
       
      Estilo de Postagem
      Tentarei seguir um padrão de postagens bimestrais sobre os acontecimentos no jogo. Mas pretendo utilizar as probabilidades de apostas do jogo para gerar interatividade com os leitores entre as postagens. Pelo menos a introdução do save contará com uma "pequena ficção" e ao longo do save tentarei dar prosseguimento.
       
       

      O Desafio Real #1 | A Dany - MAI/17
      Valência - ESP

      Clique aqui para a próxima postagem
    • Ari Cesar
      Por Ari Cesar
      Olá a todos.
      Comprei o FM 18 e resolvi iniciar um save no Brasil de formação e base. Já estava realizando em off no FM 17 com o Milan RS e ai com a nova versão resolvi jogar da mesma forma e compartilhar. A ideia é bem similar aos demais saves de base: levar o clube a glória usando apenas a base.
      Escolha do clube
      Para escolher o clube resolvi pesquisar na base do brasil up qual seria o clube profissional com menor estádio no Brasil. Inicialmente havia encontrado um clube do RS com um estádio de 200 lugares, mas procurando um pouco mais encontrei o SC Jaraguá que possui um estádio com apenas 100 lugares. Após isso resolvi pesquisar um pouco da história e descobri que SC Jaraguá foi criado graças ao desenvolvimento da base. Dessa forma resolvi escolher o Leão do Vale para iniciar minha empreitada.
      Objetivos do save
      Resolvi colocar algumas metas que em sua maioria serão atingidos a longo prazo. Coloquei asterisco naqueles que acho ser quase impossíveis mas que gosta de ver como o FM se comporta.
      Equipe
      Utilizar a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa. * Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo. * Ter eleito o melhor jogador do mundo. *  
      Clube
      Possuir a melhor estrutura de Santa Catarina Possuir a melhor estrutura do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Santa Catarina Se tornar o principal clube formador do Brasileiros Se tornar o principal clube formador Sul Americano Se tornar o principal clube Catarinense Se tornar o principal clube Brasileiro Se tornar o principal clube da América do Sul Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo * Títulos
      Ganhar a campeonato catarinense Ganhar o Brasileiro série A Ganhar a copa do Brasil Ganhar a Sul Americana Ganhar a libertadores Ganhar o mundial de clubes Técnico
      Me tornar o melhor técnico brasileiro de todos os tempos História do clube
      O Sport Club Jaraguá nasceu inicialmente com o nome de: Associação Catarinense de Futebol Arte, quando foi fundado em 15 de abril de 2008, e no dia 25 de março de 2011, passou a ser chamado pelo nome atual. O clube iniciou suas atividades com o intuito de trabalhar com atletas da região, com idade de categorias de base. Com o passar do tempo a base foi se estruturando, parcerias foram sendo firmadas com outros clubes e empresários e, no ano de 2011, um novo clube de futebol profissional foi lançado no futebol catarinense.
      O Sport Club Jaraguá possui as cores preto, vermelho e amarelo, devido a forte imigração alemã da região.Sua estreia em competições oficiais, ocorreu na disputa da Divisão de acesso do Campeonato Catarinense de 2011 quando terminou a competição como vice-campeão.
       
      Historia do manager
      Lucas Castro é morador de Jaraguá e em sua infância/adolescência atuou na Associação Catarinense de Futebol Arte. No período de transição dos nomes Lucas abandonou a equipe por perceber que não possuía qualidade suficiente para atuar como jogador. Apesar de sua paixão pelo clube e pelo futebol Lucas decidiu cursar Educação física para no futuro ajudar a equipe fora das 4 linhas. Agora chegou esse dia e Lucas foi escolhido como técnico do Sport Clube Jaraguá. Ele não possui licença e seu passado esta como futebol amador.
       
      Em breve coloco informações sobre a equipe, formação, competições e início da aplicação da filosofia na equipe.
       
    • Gamereivo
      Por Gamereivo
      Pessoal, sou novo aqui
      Sei que os criadores ja pararam de dar suporte para o Brasil Mundi Up do FM18, mas gostaria de saber se tem mais alguém que tem o mesmo bug que eu.
      Quando inicia o jogo em times da serie D e times na serie regional os jogadores ganham um burst em todos atributos e ficam com tudo no total, além de ficarem com 5 estrelas de CA e de CP.
      Eu uso o Brazil - Full Leagues 2017-18 para os uniformes, Cut Out Player Faces Megapack para as faces, e o FM 2018 Standard Logo Pack para as logos, e também uso o Wannachup-Instant-Result
      Se alguém souber como resolver por favor me ajude.
       
×