Jump to content
Sign in to follow this  
Bruno Trink

'Til I Die... - Ninguém segura o Sunderland [15.07]

Recommended Posts

Neynaocai

Poxa, a realidade é uma dureza mesmo. Esse um a zero foi pouco diante do que aconteceu. Também, é aquela dúvida antes de um jogo contra um adversário muito superior: ataque é corre o risco de ser goleado - podendo surpreender - ou defende e tenta levar aos pênaltis, sabendo que a chance de ganhar é praticamente abdicada.

Paciência. Levou um título inédito ao Sunderland. Parabéns pela belíssima temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
4 horas atrás, Neynaocai disse:

Poxa, a realidade é uma dureza mesmo. Esse um a zero foi pouco diante do que aconteceu. Também, é aquela dúvida antes de um jogo contra um adversário muito superior: ataque é corre o risco de ser goleado - podendo surpreender - ou defende e tenta levar aos pênaltis, sabendo que a chance de ganhar é praticamente abdicada.

Paciência. Levou um título inédito ao Sunderland. Parabéns pela belíssima temporada.

Foram poucas chances claras, na verdade, para os dois lados. Eles controlaram o jogo mas também não ameaçaram. Minha ideia era mesmo jogar por uma bola, como foi nos confrontos anteriores.

O título da League One não é exatamente inédito, o Sunderland já foi campeão da terceira divisão na temporada 1987-88 quando, na verdade, ainda não era Football League.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink

banner.thumb.png.5bdbcca2ab0a5e509b678180e03670c5.png

 

banner_talksport52a0bac4ad5f4e34.png

 

DEFESAS GANHAM CAMPEONATOS
Sem ser vazada em mais da metade das partidas, números impressionam

Por Michael Gray
4 de maio de 2019

 

3561954380_68fddf213d.jpgComo já tinha dito, não era se, era quando o Sunderland se sagraria campeão. O título veio na 44ª rodada, com um empate no ABAX Stadium, em Peterborough. Dada a indubitabilidade do título, farei aqui algumas considerações a respeito da campanha na League One.

Foram 104 pontos e o recorde continua com o Reading da temporada 2005/06. Curiosamente, apesar dos doze pontos de vantagem sobre o Barnsley, a melhor campanha em casa foi do vice-campeão, 60 pontos contra 59. Já o melhor visitante também não foi o Sunderland, que perdeu para o Portsmouth por 47 a 45. Os black cats tiveram apenas o quinto melhor ataque, bastante atrás do Barnsley. Em compensação, podemos dizer que o Sunderland venceu o campeonato com sua defesa que sofreu apenas 24 gols, uma média de pouco mais de um a cada dois jogos.

Contrastando com os números, Gary não montou uma equipe defensiva. Muito pelo contrário, seu time teve a maior média de posse de bola, mais passes trocados e melhor aproveitamento. A posse, no entanto, foi pouco proveitosa e isso é um ponto a ser melhorado para quando chegarem na Championship. O Sunderland criou apenas 50 chances de gol, com 40% de índice de acerto de chutes a gol. Foram dez tentos conferidos em escanteios, cinco em cobranças diretas de faltas e oito em faltas indiretas.

Independente disso, o elenco deve ter alguma reformulação. O gabarito é mais alto na Championship e Gary terá algo em torno de €30M para contratar. Entre os jogadores emprestados, Louis Thompson deve ser requerido de volta pelo Norwich, Bednarek pode ter seu contrato renovado e Galloway, apesar de ter sido titular na grande maioria das partidas do ano, ainda não teve sua situação definida.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Título assegurado e o Sunderland está um degrau mais perto do lugar que lhe pertence.

Eu concordo muito com a sua abordagem. A minha primeira preocupação no football manager é sofrer poucos golos. Se isso acontecer os títulos ficam mais perto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

Mais do que nunca, provou que defesas ganham campeonatos. Parabéns pelo título e pela promoção!

Fazer a posse de bola ser efetiva é um desafio e tanto no FM, curioso para ver como fará isso acontecer.

Com essa grana toda dá pra reforçar bem o time e brigar pela promoção para a Premier League.

Boa sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Tudo no script. Curioso se pretende alterações táticas para o nível acima, ou só melhorar as peças.

Por falar nisso tem uma ótima contratação no Blackburn Rovers, um menino Jack Rodwell, ta pronto para estourar...   

 

... o orçamento

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Uma pena que dois zagueiros sejam emprestados. Tomara que consiga renovar com eles.

Eu já havia elogiado a consistência defensiva anteriormente, então não é novidade pra mim.

Torcendo pro Portsmouth subir também. Engraçado com o time que mais criou chances de gol foi o Doncaster e ficou no meio da tabela. Por outro lado, o Barnsley arrebentou no ataque.

Quem arrebentou no Sunderland foi a dupla Power e Maguire também, além da promessa Maja. Tem uma base boa pra próxima temporada. E o que dizer do promessa de FIFA Cattermole, com 94% de passe em 46 jogos???

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
20 horas atrás, Master Darthz disse:

Título assegurado e o Sunderland está um degrau mais perto do lugar que lhe pertence.

Eu concordo muito com a sua abordagem. A minha primeira preocupação no football manager é sofrer poucos golos. Se isso acontecer os títulos ficam mais perto.

Eu normalmente faço isso e, muitas vezes, acaba faltando dinheiro pra contratar lá na frente. Mas faz parte.

 

19 horas atrás, Tsuru disse:

Mais do que nunca, provou que defesas ganham campeonatos. Parabéns pelo título e pela promoção!

Fazer a posse de bola ser efetiva é um desafio e tanto no FM, curioso para ver como fará isso acontecer.

Com essa grana toda dá pra reforçar bem o time e brigar pela promoção para a Premier League.

Boa sorte na continuação!

Esse desafio tem tudo para ser bem complicado. São compromissos com a diretoria praticar um futebol ofensivo e de posse. Não vou conseguir enrolar por muito tempo se eu resolver mudar o esquema dessa temporada. Vou ter que manter o controle pela posse e dobrar os cuidados defensivos.

Acho que ainda não dá pra brigar pelo acesso. Estou com a perspectiva de ficar na parte de cima da tabela e, quem sabe, beliscar um playoff.

 

18 horas atrás, Andreh68 disse:

Tudo no script. Curioso se pretende alterações táticas para o nível acima, ou só melhorar as peças.

Por falar nisso tem uma ótima contratação no Blackburn Rovers, um menino Jack Rodwell, ta pronto para estourar...   

 

... o orçamento

Esse não passa nem na porta do clube. Depois do que eu vi na série, fiquei com raiva dele. E olha que nem torço pro Sunderland ainda...

 

2 horas atrás, Neynaocai disse:

Uma pena que dois zagueiros sejam emprestados. Tomara que consiga renovar com eles.

Eu já havia elogiado a consistência defensiva anteriormente, então não é novidade pra mim.

Torcendo pro Portsmouth subir também. Engraçado com o time que mais criou chances de gol foi o Doncaster e ficou no meio da tabela. Por outro lado, o Barnsley arrebentou no ataque.

Quem arrebentou no Sunderland foi a dupla Power e Maguire também, além da promessa Maja. Tem uma base boa pra próxima temporada. E o que dizer do promessa de FIFA Cattermole, com 94% de passe em 46 jogos???

 

 

O Bednarek deve ficar, já fiz a proposta ao Southampton. Já o Galloway, tenho dúvidas, estou vendo se vale a pena já que o Lamine Koné volta de empréstimo. Power e Maguire foram os grandes destaques mas o Cattermole foi fundamental. Além das questões técnica e tática, a influência dele no elenco é fantástica.

Ah, o Portsmouth não subiu...

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Defesa sólida é o primeiro passo para uma campanha sem sustos. Fez valer essa máxima e foi campeão com sobras e pontuação excelente. Tem elenco forte para aguentar a divisão de cima, com suas devidas mexidas. Na Copa foi extremamente bem e foi eliminado, mas sem sentir o peso da eliminação, afinal de contas, fez uma campanha maravilhosa. Agora é pegar tudo isso e se preparar para a próxima temporada, uma nova batalha se aproxima.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Belíssimo campeonato! Uma campanha que foi cultivada com aquela atenção especial ao setor de defesa e que se provou bastante acertada. Não sei quanto à situação dos jogadores do Sunderland que estavam emprestados, mas acredito que terá de volta alguns bons nomes para a Championship além de um vasto orçamento para reforçar o clube adequadamente para a próxima temporada.

Agora os black cats terão de se provar realmente com adversários mais próximos de seu nível e eu aposto em uma boa campanha nessa Championship.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Indubitabilidade é difícil de ler kkkk

Parabéns pelo título e pelo quase recorde de pontos, a sua equipe fez um ótimo campeonato. Concordo mesmo com o título desse capítulo, o time começa lá de trás. Espero que na próxima temporada o Sunderland melhore mais ainda e faça história mais uma vez. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
23 horas atrás, marciof89 disse:

Defesa sólida é o primeiro passo para uma campanha sem sustos. Fez valer essa máxima e foi campeão com sobras e pontuação excelente. Tem elenco forte para aguentar a divisão de cima, com suas devidas mexidas. Na Copa foi extremamente bem e foi eliminado, mas sem sentir o peso da eliminação, afinal de contas, fez uma campanha maravilhosa. Agora é pegar tudo isso e se preparar para a próxima temporada, uma nova batalha se aproxima.

Boa sorte!

Acho o elenco suficiente para se manter na Championship. Se quiser mais, tem que reforçar. Ainda mais que temos que repor, pelo menos, um zagueiro e um meia, mas, pra brigar mais em cima, preciso de mais.

 

16 horas atrás, Herr Jones disse:

Belíssimo campeonato! Uma campanha que foi cultivada com aquela atenção especial ao setor de defesa e que se provou bastante acertada. Não sei quanto à situação dos jogadores do Sunderland que estavam emprestados, mas acredito que terá de volta alguns bons nomes para a Championship além de um vasto orçamento para reforçar o clube adequadamente para a próxima temporada.

Agora os black cats terão de se provar realmente com adversários mais próximos de seu nível e eu aposto em uma boa campanha nessa Championship.

Entre os que estavam emprestados, só o Lamine Koné pode voltar para ser titular ou, no mínimo, brigar por vaga. Na série, ele aparece num dos primeiros episódios e me deixou uma má impressão. Vamos ver como ele é no jogo. Até temos dinheiro para reforçar, mas precisaria ajustar os orçamentos porque estamos no limite dos salários.

 

15 horas atrás, PedroJr14 disse:

Indubitabilidade é difícil de ler kkkk

Parabéns pelo título e pelo quase recorde de pontos, a sua equipe fez um ótimo campeonato. Concordo mesmo com o título desse capítulo, o time começa lá de trás. Espero que na próxima temporada o Sunderland melhore mais ainda e faça história mais uma vez. Boa sorte!

Tenho esse hábito mesmo de começar a montar as equipes a partir de trás. Sempre funcionou bem, só preciso tomar cuidado para não esquecer da frente.

Gostei da palavra também! ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink

banner.thumb.png.5bdbcca2ab0a5e509b678180e03670c5.png

 

banner_talksport52a0bac4ad5f4e34.png

 

ESTREIA DOS SONHOS
Com cinco novidades e show de Oviedo, Sunderland vence o Derby County

Por Michael Gray
3 de agosto de 2019

 

A expectativa na cidade pelo retorno do Sunderland à Championship era enorme, assim como a movimentação do público no entorno do Stadium of Light desde cedo. Achei, no entanto, que o público ficou um pouco aquém do que imaginava, acreditava em lotação máxima. O adversário era complicado, a equipe de Frank Lampard caiu na semifinal dos playoffs na temporada passada e praticamente não perdeu peças. Gary tinha o desfalque do Koné, que voltou ao clube depois de um ano no Racing de Strasbourg, ainda se recuperando da torção no joelho contraída nos treinos durante a semana.

image.thumb.png.02566467c12edf6407062ab2df28d621.pngTodos curiosos também para saber quais dos dez reforços estariam em campo nesse primeiro jogo oficial. Um goleiro, com certeza, e ninguém sabia qual seria. Adrián Ortolà e Joe Lumley atuaram o mesmo tempo nos amistosos da pré-temporada e a escolha acabou caindo sobre o espanhol. O outro era o substituto do Koné. Tom Lees, mais experiente, foi o selecionado para compor a dupla com Bednarek e Tosin Adarabioyo ficou no banco. Do meio para a frente, apenas duas novidades: Danilo Cataldi, sem espaço na Lazio depois da confusão com ultras em 2017, e Alexander Isak, o prodígio sueco que já foi comparado a Ibrahimovic. No banco ficaram Paddy McNair, que já volta ao clube depois de um ano no Middlesbrough, e Ravel Morrison, a eterna promessa de Alex Ferguson que, aos 26 anos, ainda não estourou. 

Harvey Barnes e David Brooks completam a extensa lista de contratações. Isso sem contar com os cinco garotos que chegaram para o sub-18: Chris Kennedy, Joe Blewden, Frank Nicholls, Joel Lane e Jonathan Watson. Essas contratações fazem parte do planejamento par ao futuro do clube que, agora, conta também com David Moss, que foi diretor de futebol do Celtic por sete anos e vem para liderar as categorias de base do Sunderland.

O grande nome da vitória sobre o Derby County, no entanto, foi um velho conhecido da torcida. Oviedo, que teve algumas sondagens para sair na janela, deu assistências para os gols de Isak e Watmore e marcou o seu numa bela cobrança de falta. O próximo desafio será em Londres, no clássico The Den, contra o Milwall. Antes disso acontece o fechamento da janela de transferências aqui na Inglaterra e ainda podemos ter novidades. O elenco do Sunderland ficou um tanto quanto inchado com 27 jogadores e Gary prefere trabalhar com grupos mais enxutos.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Arrancou com uma vitória, o que é sempre bom. Gostei das transferências, mas também achei o plantel extenso. Pretende fazer rotação na equipa?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Grande Oviedo! Nunca duvidei dele! Torço por uma boa temporada do Maja. Quanto a Cataldi, se brigou com a torcida da lazio, tem meu respeito.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

O futebol inglês é sem dúvida um dos mais equilibrados e acho que faria o mesmo que você fez na janela, pois contratou um bom número de jogadores e com isso, poderá trabalhar na formação de uma equipe base bem mais forte e consistente que na temporada passada. Esse Alexander Isak é realmente uma grande promessa. Já pensou em multa rescisória? Bom trabalho na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Mais uma vez o sistema defensivo sendo destaque. Você não foi espionar o Lampard, né? Senão vai gerar tanto esperneio que não vais conseguir dormir hahaha

Excelentes goleiros contratados. Eu ia comentar anteriormente que seus goleiros não eram destaques, deve ter percebido. O Bendnarek é emprestado de quem?

Isak é um absurdo, não curto jogar contra ele. E você investiu uma boa grana no Cataldi, deve confiar bastante nele.

As probabilidades demonstram que o time é bom e não duvidaria de um acesso seguido. Basta saber se as peças vão se encaixar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

O elenco realmente é grande, mas pelo menos está bem qualificado. E apesar das probabilidades apontarem q vc fique no meio da tabela, acho que o time tem força pra buscar até um novo acesso. Não seria surpreendente, afinal.

Share this post


Link to post
Share on other sites
skp

Que primeira temporada no clube, excelentes resultados da FA Cup, uma pena que não tenha chegado a final.
O time conseguiu o acesso e o título sem grandes dificuldades, só houve um momento cheio de lesões que poderia ter tirado o embalo do time.

Gostei das contratações para essa temporada, tanto Ortolá como Cataldi são excelentes nomes e ainda são novos. Ousou em apostar na interminável promessa Morrison.
Estreio com o pé direito.
Boa sorte no decorrer, os gráficos estão excelentes. Parabéns!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Gostei bastante das transferências para esta Championship. A aposta em Morrison é interessante, já que a capacidade técnica dele é muito boa para a liga, embora não tenha a mentalidade esperada para esse renascimento dos black cats; espero que ele consiga despontar para o futebol aí no Sunderland. O Cataldi foi um achado mesmo, muito bom jogador e tem tudo pra elevar o nível do time nessa temporada, só que minha surpresa foi no nível dos dois goleiros contratados. São muito bons e, acredito, deve ser aquela boa dor de cabeça para o correr da temporada.

Com relação à estreia, começou muito bem vencendo de um time que na última temporada esteve brigando pelo acesso via playoffs, então é algo a se destacar. Acredito que com os bons valores que tem no plantel pode brigar facilmente por uma vaga nos playoffs de acesso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
Em ‎20‎/‎02‎/‎2019 at 18:24, Master Darthz disse:

Arrancou com uma vitória, o que é sempre bom. Gostei das transferências, mas também achei o plantel extenso. Pretende fazer rotação na equipa?

Rodar por rodar não faz parte dos meus planos. Acho que o onze tem que merecer estar em campo mas, numa temporada longa, com muitos jogos e as eventuais lesões, acabo precisando usar o elenco. No entanto, ainda prevejo problemas, temos muita gente no grupo.

 

Em ‎20‎/‎02‎/‎2019 at 21:34, Andreh68 disse:

Grande Oviedo! Nunca duvidei dele! Torço por uma boa temporada do Maja. Quanto a Cataldi, se brigou com a torcida da lazio, tem meu respeito.

Vou confessar uma coisa: o Oviedo era um cara que eu queria negociar lá no início do save. Sabia que ele era bom lateral mas sempre achei que poderia conseguir algum melhor, com mais futuro. Mas ele se mostrou extremamente útil e excelente nas bolas paradas. Mas ele tem uma questão com lesões que podem complicar minha vida mais pra frente, já preciso ficar de olho numa reposição.

 

Em ‎21‎/‎02‎/‎2019 at 07:01, Vannces disse:

O futebol inglês é sem dúvida um dos mais equilibrados e acho que faria o mesmo que você fez na janela, pois contratou um bom número de jogadores e com isso, poderá trabalhar na formação de uma equipe base bem mais forte e consistente que na temporada passada. Esse Alexander Isak é realmente uma grande promessa. Já pensou em multa rescisória? Bom trabalho na sequência.

Sempre tento colocar valor futuro nos meus empréstimos mas, nesses tipos de jogador como o Isak, o Bednarek, promessas de times maiores, fica bem complicado colocar um valor acessível. O Tom Lees está com um valor bom, menos de 4M de euros. Se for bem, fica.

 

Em ‎21‎/‎02‎/‎2019 at 08:39, Neynaocai disse:

Mais uma vez o sistema defensivo sendo destaque. Você não foi espionar o Lampard, né? Senão vai gerar tanto esperneio que não vais conseguir dormir hahaha

Excelentes goleiros contratados. Eu ia comentar anteriormente que seus goleiros não eram destaques, deve ter percebido. O Bendnarek é emprestado de quem?

Isak é um absurdo, não curto jogar contra ele. E você investiu uma boa grana no Cataldi, deve confiar bastante nele.

As probabilidades demonstram que o time é bom e não duvidaria de um acesso seguido. Basta saber se as peças vão se encaixar.

Os goleiros eram ok pra nível de League One. Demos o salto e agora temos dois por alguns anos. O Bednarek é do Southampton. Não achei o Cataldi tão caro, muito pelo contrário. Tanto que o valor dele já está em 5,25M. E o Isak já estava na minha mira há algum tempo. Hesitei bastante por causa do Maja, não queria atrasar o desenvolvimento de um jogador da base, mas achei que ele não ia segurar a onda de ser o responsável pelos gols do Sunderland em uma Championship tão disputada.

 

Em ‎21‎/‎02‎/‎2019 at 18:03, marciof89 disse:

O elenco realmente é grande, mas pelo menos está bem qualificado. E apesar das probabilidades apontarem q vc fique no meio da tabela, acho que o time tem força pra buscar até um novo acesso. Não seria surpreendente, afinal.

Olha, pelo início da temporada, não duvidaria também não...

 

13 horas atrás, skp disse:

Que primeira temporada no clube, excelentes resultados da FA Cup, uma pena que não tenha chegado a final.
O time conseguiu o acesso e o título sem grandes dificuldades, só houve um momento cheio de lesões que poderia ter tirado o embalo do time.

Gostei das contratações para essa temporada, tanto Ortolá como Cataldi são excelentes nomes e ainda são novos. Ousou em apostar na interminável promessa Morrison.
Estreio com o pé direito.
Boa sorte no decorrer, os gráficos estão excelentes. Parabéns!

Tentei buscar reforços bem nessa faixa de idade dos dois, praticamente formados e que ainda nos dessem alguns anos de qualidade. Isso se não nos ajudarem a fazer dinheiro mais pra frente. Claro que o objetivo primeiro é técnico, depois financeiro, se possível.

O Morrison foi uma aposta mesmo. Menos mal que foi de graça, só pelos salários. Mas já estou meio que me arrependendo. 

 

8 horas atrás, Herr Jones disse:

Gostei bastante das transferências para esta Championship. A aposta em Morrison é interessante, já que a capacidade técnica dele é muito boa para a liga, embora não tenha a mentalidade esperada para esse renascimento dos black cats; espero que ele consiga despontar para o futebol aí no Sunderland. O Cataldi foi um achado mesmo, muito bom jogador e tem tudo pra elevar o nível do time nessa temporada, só que minha surpresa foi no nível dos dois goleiros contratados. São muito bons e, acredito, deve ser aquela boa dor de cabeça para o correr da temporada.

Com relação à estreia, começou muito bem vencendo de um time que na última temporada esteve brigando pelo acesso via playoffs, então é algo a se destacar. Acredito que com os bons valores que tem no plantel pode brigar facilmente por uma vaga nos playoffs de acesso.

Como disse aí pro skp, estou meio que me arrependendo de ter trazido o Morrison. Acreditei, pelos atributos, que ele pudesse fazer um bom atacante, apesar de ser meia atacante de origem. Não funcionou tão bem na pré-temporada, tanto que trouxe o Isak. E ele já começou a reclamar. Assim como o Lumley, preterido nesse início. É o ônus de ter um elenco grande.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink

banner.thumb.png.5bdbcca2ab0a5e509b678180e03670c5.png

 

banner_talksport52a0bac4ad5f4e34.png

 

UM NOVO RIVAL?
Sunderland vence West Ham de virada e está nas quartas da Carabao Cup

Por Michael Gray
29 de outubro de 2019

 

nintchdbpict000228163016-e1490984758781.jpg?w=960Revanche? Para a grande maioria da torcida, sim. A competição era outra, menos importante, uma fase anterior ainda. O importante é que o adversário sorteado lá no final do mês passado era o mesmo West Ham que bateu o Sunderland na semifinal da FA Cup. Em campo, muitas alterações, principalmente do lado londrino. Apenas dez remanescentes daquele confronto entre os vinte e dois iniciais, sendo seis pelos black cats. Emoção, no entanto, não faltou. Kasper Dolberg fez primeiro para os hammers, Watmore e Isak viraram ainda no primeiro tempo. Tudo muito bom, tudo muito bem, até a imprudente e violenta entrada do McNair no Dolberg aos 28 minutos da etapa final. Gary fechou a casinha e suportou bem a pressão do adversário até o apito final. O adversário das quartas de final será definido em sorteio na próxima sexta-feira.

Essa classificação, na verdade, apenas retrata a fantástica campanha que o Sunderland vem fazendo nessa temporada de volta à Championship. Como eu já disse, Gary Bennett tinha duas opções nesse ano pós-acesso: ser cauteloso e preparar o time para esperar os adversários ou manter o que funcionou muito bem na League One, uma equipe que propunha e pressionava o oponente na pós-perda. Optou pela segunda e está colhendo os frutos. Já se passaram três meses e o time ainda não perdeu. Venceu quatorze partidas e empatou cinco. Lidera a competição com dois pontos na frente do Brentford e seis do Hull City, outras duas surpresas se considerarmos as previsões do início de agosto. Diferente do ano passado, além de uma defesa pouco vazada, o ataque do Sunderland, hoje, é o melhor da competição, ao lado do Cardiff City. Por sinal, a próxima partida será justamente contra os galeses, no Cardiff City Stadium.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Primeiro lugar e dois pontos de vantagem sobre o segundo. Nada mau para quem acabou de subir.

E excelente vitória sobre o West Ham, a vingar a derrota da época anterior.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

É a velha máxima, "time que está ganhando não se mexe". A opção por manter o time no estilo de jogo que tem rendido melhores resultados é sem dúvida a atitude certa. Sobre o confronto contra o West Ham, não tenho dúvida de que foi emocionante, principalmente por ser um jogo de virada. Quais adversários considerados cascudos ainda tem nessa competição? Bom trabalho na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
3 horas atrás, Master Darthz disse:

Primeiro lugar e dois pontos de vantagem sobre o segundo. Nada mau para quem acabou de subir.

E excelente vitória sobre o West Ham, a vingar a derrota da época anterior.

Nada mal mesmo. Muito pelo contrário. Bem acima do que eu imaginava. E é sempre bom ter essa vingancinha, né?

 

3 horas atrás, Vannces disse:

É a velha máxima, "time que está ganhando não se mexe". A opção por manter o time no estilo de jogo que tem rendido melhores resultados é sem dúvida a atitude certa. Sobre o confronto contra o West Ham, não tenho dúvida de que foi emocionante, principalmente por ser um jogo de virada. Quais adversários considerados cascudos ainda tem nessa competição? Bom trabalho na sequência.

Vários, estão ali no link: Manchester City, Tottenham e Liverpool, além do Everton e outros médios da Premier League. Não tenho dúvida que um deles vai cair na nossa frente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • fae0zin
      By fae0zin
      Boa noite pessoal, só como distração mesmo (não sei se estou na área certa do fórum).
      Nunca havia visto uma noticia assim no jogo, olha que jogo bastante em rs.
      Desculpe a foto que só tinha essa mesmo que tirei para um amigo que também joga.

    • Xablau007
      By Xablau007
      alguém por aqui já testou um sistema com 3 zagueiros no fm 19? sabe se funciona nessa versão do jogo? comecei um save com a Roma e pretendo adotar um 3-4-3 ou 3-5-2 no maior estilo Antonio Conte
    • Luchín
      By Luchín
      Prólogo
      Após quase dois anos ausente do fórum, devido à vários motivos, o lançamento de uma nova versão do Football Manager me trouxe novamente até aqui e estar no fórum e ler algumas excelentes histórias de alguns companheiros, é impossível que o bichito não te pique. Ainda não me adaptei completamente a essa nova versão, que, para quem vem do FM17, apresenta muitas novas features, principalmente no âmbito tático e de controle de plantel, mas, como vinha tendo algumas dificuldades para me empolgar em saves offline, acabei me decidindo a contar uma história, que, de antemão, afirmo que será simples, nada mais que um relato do que estou jogando. 
      O clube escolhido é o Fútbol Club Andorra, que participa da pirâmide espanhola, estando, na vida real, na Preferente Catalana, equivalente ao quinto nível, mas como a expansão de ligas ainda não está completa, o coloquei na Tercera División, que é o quarto nível, substituindo a equipe de menor reputação presente. 
      A minha ideia para esse save será utilizar apenas jogadores andorranos. Para isso, habilitei, além da pirâmide espanhola, as duas divisões do futebol andorrano. 
      O treinador do clube será o ex-zagueiro Antoni "Toni" Lima, que, apesar de nunca ter atuado no clube, é um dos maiores jogadores da história do futebol andorrano. Antoni tem um irmão mais novo, Ildefons, que atualmente atua no próprio futebol andorrano, mas foi formado no FC Andorra e rodou por vários clubes, passando até mesmo pelo futebol da América, onde atuou no Pachuca. Via editor, coloquei o no clube para que termine sua carreira onde começou e "comandado" pelo irmão. 
      Concluindo, acredito que possa não receber a melhor recepção nesse retorno, pois cometi erros no passado, ofendi alguns membros desnecessariamente, e sei que após errar, a confiança não retorna de imediato, mas espero pode demonstrar que os erros ficaram no passado e que retorno à área com uma nova forma de pensar e me comportar. De todas as maneiras, um sincero pedido de desculpas para aqueles com quem não me portei bem no passado.
      Espero me divertir e que vocês também se divirtam com a história.
      Luiz. 
    • AlexVivas
      By AlexVivas
      E aí, meus amigos managers, beleza? Após o "acidente" envolvendo o falecimento precoce do Alphabet Challenge, volto com um novo desafio. 
      Não tenho certeza, mas acho que a partir da Copa do Mundo de 1994 venho percebendo que muitas Seleções vêm meio que priorizando os atletas que jogam fora de seu país, menosprezando o futebol local. Pesquisando mais a fundo me deparei com a imagem acima, o emblema da Legião Estrangeira e seu Lema.
      Então decidi fazer uma nova saga de "volta ao mundo" treinando somente em países onde a maior parte da Seleção Nacional joga no exterior. Desta vez a jornada não será em ordem alfabética, e sim de acordo com o ranking de seleções da FIFA de 20 de Dezembro de 2018. Criei uma tabela no Excel dividindo todas as Seleções em 08 "grupos" distribuídos conforme as Licenças de Treinador do FM: Nenhuma - Nacional C - Nacional B - Nacional A - Continental C - Continental B - Continental A - Pro Continental. 
      Dessa forma, a trajetória se torna mais realista, onde um técnico começa no meio amador e alcança o status mundial no fim da carreira. Vejamos abaixo as metas que nortearão este save:  

      nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 80% a 90% do elenco jogar no País, independente do Clube; feito isso, fazer pelo menos 50% da Seleção jogar no Clube escolhido; o Clube escolhido deve ser o maior campeão da Liga Principal/Primeira Divisão;  nacionalizar o Clube, vendendo todos os jogadores estrangeiros, com exceção dos atletas Naturalizados, os quais aparecem como primeira Nacionalidade a do país ativo; priorizar a venda dos jogadores dispensáveis para os demais clubes do país, nivelando a Liga e tornando-a mais competitiva; tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube; tornar o Clube hegemônico em todos os campeonatos Nacionais. Caso ele já seja soberano no país, tentar ser o maior campeão Continental; o prazo para alcançar a hegemonia segue a seguinte fórmula: nº de títulos do maior campeão + 1;   melhorar o nível do futebol local chegando o mais longe possível nas competições Continentais, aumentando a quantidade de clubes que disputarão as mesmas e assim tornando o País mais atrativo para os atletas locais; reiniciar o FM ao concluir o país em questão. Essa nova jornada é baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M..
      Grande abraço !!
       
    • OBiotecnologista
      By OBiotecnologista
      Sobre o autor
      Olá, tudo bem? Esta é minha primeira história no profissão manager. Jogo FM desde 2017 e nunca tive me aventurado em tentar o desafio da base. Tenho dois motivos por aceitar este desafio: O primeiro é que em média gasto 1/3 do meu tempo em buscar e analisar novas contatações, sendo que atualmente não possuo tempo para jogar FM por mais de uma hora e meia por dia. Então um save neste termos seria uma otimização de tempo para mim. O segundo é que o primeiro save da área que acompanhei completamente foi " A Base do Sucesso - Araban Belediyespor Kulübü", que achei lindo, e gostaria de repetir o feito.
      Uma questão relevante é que sou disléxico e recebo acompanhamento de monitores que revisam meus textos. Porém como este não é um texto acadêmico, não receberei auxilio para escrever, então se em alguma parte faltou coesão ou coerência pode mandar uma mensagem privada que terei o prazer de consertar o texto. Sou aberto a críticas.
       
      Apresentação do save
      Como já mencionei acima, este save é desafio da base, no qual só utilizarei jogadores que já estão no clube ou jogadores que serão formados nele. O título é Die Jugend, pois sua tradução é A juventude, devido ao time composto por jovens. Eu escolhi a Alemanha devido a sua alta classificação júnior, logo iremos ter grandes jogadores por aqui. Então para me certificar em ter um save longo e complexo eu escolhi o pior time da última divisão disponível. O Fußballclub Carl Zeiss Jena, mais conhecido simplesmente como Jena. Eu tentarei dividir o save em quatro postagens anuais, logo a cada 8/9 partida terá uma nova postagem.
      Dados do save
      Para ser fiel a realidade, adicionei todas as liga recomendadas mais a liga portuguesa.No total 33.000 jogadores serão simulados.

      História do clube
      O Jena  é um clube de relevância regional que disputa  a terceira divisão da escalada alemã, fundado em 1903 e que possui um grande historial. Sediada em sua pequena cidade homônima ( Jena), também possua em seu nome a fabricante internacional de lentes Carl Zeiss, que patrocina o time. Sua fundação deu-se quando os trabalhadores da fabrica resolveram fundar um time de futebol. "Com o passar dos anos, o clube passou por diversas mudanças de nome e por um período de paralisação devido à Segunda Guerra Mundial. Após o conflito, e com a separação da Alemanha em duas, Jena ficou no lado socialista. Ainda como SC Motor Jena, o clube conquistou seu primeiro título de primeira divisão da DDR, em 1963. Em 1966, foi renomeado, dessa vez retornando às origens: FC Carl Zeiss Jena." Referência. Tornou-se um dos times dominantes da Alemanha socialista, conquistando duas vezes o campeonato nacional e quatro vezes a copa. Entretanto com a reunificação da Alemanha foi rebaixada a divisão inferior e desde então não conseguiu grande destaque no cenário nacional.
      Estádio
      O Jena joga no Ernst Abbe Sportfeld Haupttribüne,um estádio bem antigo com a capacidade de 10.445 torcedores.

       
      Perfil do técnico
      Eu não sou uma pessoa tão criativa então usei um homônimo de mim mesmo como avatar.

      Objetivos
       
      Ganhar a Champions League. Ganhar a Europa League( Cumprir o objetivo anterior invalida este). Ganhar a copa da Alemanha. Ganhar a Bundesliga. Tem ao menos 7 jogadores formados na Nationalmannschaft. Regras
      Não poder contratar jogadores não formados no clube. Índice 
      1- Apresentação do save
       
×
×
  • Create New...