Jump to content
Sign in to follow this  
Bruno Trink

'Til I Die... - Ninguém segura o Sunderland [15.07]

Recommended Posts

Herr Jones

Quem para esse Sunderland? Espetaculares as duas vitórias nas decisões e completamente merecidas! Dois títulos muito importantes para dar aquele ânimo depois de bater na trave por algumas vezes na última temporada. Agora o sarrafo vai subir bastante porque as expectativas sobre o que o time pode fazer certamente irão aumentar, tô na expectativa pra ver como Gary vai se comportar nesse processo; ainda mais porque tudo indica que serão necessárias algumas contratações em setores pontuais na equipe e será interessante observar se essas contratações virão em forma de jogadores que serão titulares absolutos ou darão aquela competição mais do que saudável nos setores.

Parabéns pelos títulos!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
15 horas atrás, vinny_dp disse:

Que máquina esse Sunderland. Ainda que o elenco ainda não te permita brigar por todas as frentes, garantiu dois títulos relevantes e a vaga na UCL.

Nesse ritmo, em mais duas temporadas deve brigar a sério pela Premier League. 

Boa sorte.

Competições mata-mata são mais "fáceis" quando o elenco não é dos mais fortes. Ainda mais as copas nacionais que, normalmente, os gigantes acabam deixando em segundo plano. Enquanto isso, vamos encorpando o elenco para, como você disse, brigar pelo título inglês em alguns anos.

 

15 horas atrás, Tsuru disse:

Que semana. Sunderland duas vezes campeão, sobrou na decisão da FA Cup e venceu muito bem a Liga Europa num jogo bem parelho. Parabéns!

Aposto que as mudanças no elenco vão tornar o time ainda mais forte e que virá com tudo para brigar pela Premier League. 

Boa sorte na continuação!

A expulsão do Kovacic acabou facilitando bastante, estávamos perdendo para o Liverpool e, com um a mais, passamos a mandar no jogo. Acho que a briga pela Premier League ainda ficará para mais tarde mas, quem sabe? Esse Sunderland tem surpreendido.

 

13 horas atrás, Vannces disse:

Espetacular final de temporada. Os gols da final parece ter sido combinados, pois tudo de jogada de linha de fundo. No segundo, por pouco o goleiro estragaria a festa. Haverá muitas mexidas no elenco ou apenas ajustes? Parabéns pelas conquistas.

Quando atuamos no contra-ataque, nossos gols saem, sim, na maioria, em jogadas desse tipo. Me lembro de um gol, até postei, há duas temporadas, acho, que foi bem assim. A jogada de contragolpe começa de um lado, vira para o outro e termina com cruzamento e gol.

Não consigo me segurar e contratar pouco. Mas a tendência é que aconteça como na temporada atual, buscar mais promessas tanto para a base quanto para compor o elenco principal e, talvez, um ou dois para brigar por posição no time titular.

 

3 horas atrás, Herr Jones disse:

Quem para esse Sunderland? Espetaculares as duas vitórias nas decisões e completamente merecidas! Dois títulos muito importantes para dar aquele ânimo depois de bater na trave por algumas vezes na última temporada. Agora o sarrafo vai subir bastante porque as expectativas sobre o que o time pode fazer certamente irão aumentar, tô na expectativa pra ver como Gary vai se comportar nesse processo; ainda mais porque tudo indica que serão necessárias algumas contratações em setores pontuais na equipe e será interessante observar se essas contratações virão em forma de jogadores que serão titulares absolutos ou darão aquela competição mais do que saudável nos setores.

Parabéns pelos títulos!

Esses dois títulos vão dar uma sustentação para continuar evoluindo. A tendência é essa. Ao mesmo tempo, o sarrafo sobe sim. Sobre contratações, a princípio, não vem ninguém com status de titular absoluto. Até porque a verba para transferências ainda não é do mesmo nível do big-6 e eles costumam inflacionar o mercado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Fiquei tão emocionado com a final que esqueci da semi. Blind tomou um sufoco do Ocampos.

A final mais ou menos contra o Tottenham nem se compara a esse atropelo frente ao Liverpool. Eu cheguei a ficar preocupado com tua afirmação anterior, de que se dependesse de você o time vermelho perderia mais uma final. Mas, caramba.

Eu ia até perguntar se o Mason era da base, pois que ano do menino. Uma pena ele não ser, ainda mais que deve ficar encostado no United.

Não faça como o Real. Já tens um bom goleiro, negocio é reforçar o ataque.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

E fecha a temporada com 2 títulos, um gigante e importantíssimo. No meio termo o clube já se provou suficiente. Agora a cobrança é pelo primeiro pilotão: Premier e Champions. Claro, vai ser difícil, mas com reforços e boa vontade, tudo é possível para Gary e esse Sunderland.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
3 horas atrás, Neynaocai disse:

Fiquei tão emocionado com a final que esqueci da semi. Blind tomou um sufoco do Ocampos.

A final mais ou menos contra o Tottenham nem se compara a esse atropelo frente ao Liverpool. Eu cheguei a ficar preocupado com tua afirmação anterior, de que se dependesse de você o time vermelho perderia mais uma final. Mas, caramba.

Eu ia até perguntar se o Mason era da base, pois que ano do menino. Uma pena ele não ser, ainda mais que deve ficar encostado no United.

Não faça como o Real. Já tens um bom goleiro, negocio é reforçar o ataque.

 

Não tenho nada contra os Reds, só queria vencer mesmo, independente do adversário. O atropelo foi consequência da expulsão.

O United pediu uma fortuna pelo Greenwood e não quis renovar o empréstimo. Menos mal que temos o Jovic e o Velasco, além do Cerri. Goleiro está ainda lá atrás na lista de prioridades. Antes vem zagueiros e lateral direito.

 

2 horas atrás, marciof89 disse:

E fecha a temporada com 2 títulos, um gigante e importantíssimo. No meio termo o clube já se provou suficiente. Agora a cobrança é pelo primeiro pilotão: Premier e Champions. Claro, vai ser difícil, mas com reforços e boa vontade, tudo é possível para Gary e esse Sunderland.

Boa sorte!

Esse é o próximo passo. Vamos ver como vai ser nessa temporada mas costumo dizer que a Champions é até mais "fácil" que a Premier League. Se bem que o Guardiola montou um City que ganha praticamente tudo que disputa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
skp

#Copas Domésticas
O Sunderland segue impressionando nas competições mata-mata.
Mais uma vez entre os finalistas e agora conseguindo vencer o poderoso Liverpol na final. 

#Elenco
O trio Watmore, Willock e Greenwood seguem "on Fire", sem eles o time deve ser muito ineficiente. Praticamente monopolizam os gols e as assistências da equipe.

#UEL
Fez o dever de casa e trucidou o Sevilla em casa.
Embates interessantíssimos nas quartas de finais, com exceção do Man Utd são todos times que são considerados médios/grandes em seus países e precisam demonstrar força continentalmente
Confesso que pensei que a Roma iria passar com o pé nas costas diante do Gladbach assim como o Spurs passaram diante do Lyon, que surpresa!
Jovic executou o que dele se esperava, marcou para levar o time para semifinal.
Me surpreendi com a conquista, considerava o time dos Spurs mais pronto para a conquista.
Parabéns pela "zebra"!!!
O bom disso é que tarimbou um vaga direta na fase de grupos sem playoffs.

#Premier League
Nada melhor do que garantir uma vaga na UCL justo no Tyne–Wear derby, dando um duplo golpe amargo no maior rival, que vê o Sunderland voando mais alto e ele lutando para se manter na Premier.

Boa sorte no decorrer.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
beto7

Parabéns pelas conquistas. É muito bom ver o Sunderland levantando essas taças, comemorando. Que venha mais prazeres iguais a esses! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
3 horas atrás, beto7 disse:

Parabéns pelas conquistas. É muito bom ver o Sunderland levantando essas taças, comemorando. Que venha mais prazeres iguais a esses! 

Iguais ou maiores!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink

banner.thumb.png.5bdbcca2ab0a5e509b678180e03670c5.png

 

banner_talksport52a0bac4ad5f4e34.png

 

INÍCIO PROMISSOR
Depois de sete jogos, Sunderland, enfim, bate City

Por Michael Gray
16 de julho de 2022

 

Sete partidas, três empates, quatro derrotas e Gary nunca havia vencido o Manchester City do Guardiola. Pela Premier League, foram dois empates no Stadium of Light e duas derrotas no City of Manchester. Bicampeão inglês e atual campeão da Champions League, os azuis devem ser os adversários a serem batidos nessa temporada se o Sunderland pretende algo maior que nos últimos anos. E a primeira impressão foi muito boa. Na decisão da Community Shield, os black cats derrotaram o City por 3 a 1 e conquistaram o primeiro título da temporada que dá confiança para a estreia no campeonato inglês no próximo sábado, contra o Chelsea, em Londres.

Resultado de imagem para monchiAo contrário do que boa parte da torcida imaginava, mirando a disputa da Champions League, Gary não trouxe nenhum reforço indiscutível. Mais uma vez, preferiu apostar no entrosamento que a manutenção da base do elenco proporciona. Os dois grandes reforços estão fora do campo. A direção do clube acatou a sugestão do treinador e trouxe, talvez, o melhor diretor de futebol do mercado, o espanhol Monchi. Pentacampeão da Europa League com o Sevilla, Monchi chega, principalmente, para aprimorar a organização da rede de olheiros no Sunderland e sua primeira ação foi avultar o orçamento do setor, ampliando assim o número de competições observadas no mundo inteiro. Além dele, Gary optou por não renovar o contrato do seu assistente técnico, David Kelly. Para o seu lugar, chega Peter Krawietz, braço direito de Jürgen Klopp desde os tempos em que se conheceram no Mainz 05. O plano é aprimorar o estilo de jogo baseado em pressão que Gary tem aplicado desde que chegou ao Sunderland.

Resultado de imagem para joao felixPara o campo, reforços em quantidade, a maioria para a base. São treze, no total, sendo apenas seis para o elenco principal. Comparando com os gigantes, os €76M gastos são menos do que, por exemplo, o Chelsea pagou ao Dortmund pelo meia atacante Jadon Sancho. As carências já mapeadas estavam na zaga, na lateral direita e em uma opção ao Willock na meia esquerda. Para a defesa, os três vieram da América do Sul: os zagueiros brasileiros Caio Henrique e Biquinho e o lateral equatoriano Jordan Valencia. A sombra do Willock será grande e, coincidentemente, veio do mesmo clube: João Félix, grande promessa do futebol português.

Com a recusa de Allegri em renovar o empréstimo do Greenwood, ficou a dúvida se o treinador, que conta com Jovic e Velasco, além do Cerri, contrataria outro atacante. Josh Giggs, artilheiro da Championship com o Cardiff, num primeiro momento, deve atuar pelo sub-23 mas o planejamento de toda comissão técnica é fazê-lo, em pouco tempo, um dos principais atacantes do futebol inglês. Outro que deve ficar nesse meio do caminho entre base e principal é o meia direita Jean-Philippe Sousa, que vem apenas pelos salários. Quem está de volta, depois de um ano emprestado ao Brighton, é o meia Paddy McNair. Seu contrato terminava em junho e foi surpreendentemente renovado até 2026. Fechando a lista de reforços estão os zagueiros Andrei Radicof e Milisav Maksimovic e os meias Amara Diabaté, Jacques Fisher, Marcelo Hernández, Riccardo Anastasio e Roger Hoyle.

Leia também: English Team encaminha vaga para a fase final da Nations League

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
23 horas atrás, skp disse:

#Copas Domésticas
O Sunderland segue impressionando nas competições mata-mata.
Mais uma vez entre os finalistas e agora conseguindo vencer o poderoso Liverpol na final. 

#Elenco
O trio Watmore, Willock e Greenwood seguem "on Fire", sem eles o time deve ser muito ineficiente. Praticamente monopolizam os gols e as assistências da equipe.

#UEL
Fez o dever de casa e trucidou o Sevilla em casa.
Embates interessantíssimos nas quartas de finais, com exceção do Man Utd são todos times que são considerados médios/grandes em seus países e precisam demonstrar força continentalmente
Confesso que pensei que a Roma iria passar com o pé nas costas diante do Gladbach assim como o Spurs passaram diante do Lyon, que surpresa!
Jovic executou o que dele se esperava, marcou para levar o time para semifinal.
Me surpreendi com a conquista, considerava o time dos Spurs mais pronto para a conquista.
Parabéns pela "zebra"!!!
O bom disso é que tarimbou um vaga direta na fase de grupos sem playoffs.

#Premier League
Nada melhor do que garantir uma vaga na UCL justo no Tyne–Wear derby, dando um duplo golpe amargo no maior rival, que vê o Sunderland voando mais alto e ele lutando para se manter na Premier.

Boa sorte no decorrer.
 

Agora que eu vi que eu pulei seu comentário!!! ?

Realmente conseguimos montar um time bastante eficiente nos mata-matas. Acho que acaba sendo mais "fácil" jogar eliminatórias quando não se tem um elenco robusto o suficiente para ser regular em competições por pontos corridos. Com o tempo e, especialmente, com dinheiro, poderemos encorpar o grupo e passar a brigar mais forte na Champions.

O trio de frente está bem mesmo mas acho que é mais questão de esquema de jogo e encaixe das peças. Tanto é que o Watmore já está perdendo espaço para o Nicholls, garoto da base, que tem as mesmas características para atuar como winger. O Greenwood é bastante bom mas o Jovic deve ser um substituto à altura na próxima temporada. Mesma coisa se perdermos o Willock e tivermos que buscar no mercado outro atacante interior pra jogar na esquerda. Esse esquema de winger de um lado e AI do outro tem funcionado bastante bem.

Essa vaga direta nos grupos da Champions foi fundamental. Dá tempo para embalar o time no começo da temporada e, principalmente, garante a grana que é bastante boa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Incrível que apesar da chegada de João Félix, as contratações de peso tenha sido na equipe técnica. Golpe de Mestre com Monchi e Krawietz.

Agora, Monchi precisa se provar fora da Espanha. Mas, o Sunderland deve ser um bom lugar pra isso. Ele já participou dessa janela?

A tela do elenco ficou sensacional. Não lembrava desse Kasper Byriel, faz tempo que chegou?

Josh Maja realmente era fogo de palha. Fica até quando?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Sunderland irreconhecível!

Tudo para fazer uma grande temporada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
13 horas atrás, Neynaocai disse:

Incrível que apesar da chegada de João Félix, as contratações de peso tenha sido na equipe técnica. Golpe de Mestre com Monchi e Krawietz.

Agora, Monchi precisa se provar fora da Espanha. Mas, o Sunderland deve ser um bom lugar pra isso. Ele já participou dessa janela?

A tela do elenco ficou sensacional. Não lembrava desse Kasper Byriel, faz tempo que chegou?

Josh Maja realmente era fogo de palha. Fica até quando?

Tenho ainda que pensar como vou usar melhor o diretor de futebol. Até agora, na real, ele não fazia muita coisa mas, como tenho um dos melhores, preciso aproveitar.

O Byriel já está no elenco há dois anos, chegou no início da temporada 20/21. O Maja fica até acharmos um clube interessado.

 

31 minutos atrás, Andreh68 disse:

Sunderland irreconhecível!

Tudo para fazer uma grande temporada!

Tomara!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Herr Jones

Gostei bastante das modificações que fez ali no extra-campo do Sunderland. O Monchi é, sem dúvida, um baita diretor de futebol e tem tudo para colaborar bastante apontando jogadores que poderão dar um salto de qualidade na equipe; nos reforços pro plantel, o Josh Giggs me parece uma excelente aposta assim como o João Félix.

Essa temporada tem tudo para os black cats se colocarem com vigor na briga pelo título inglês - e já mostraram que têm capacidade de, enfim, fazer frente ao fortíssimo Manchester City depois de batê-los no Community Shield. Vamos ver o que apronta contra eles na liga. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Você fez uma coisa eu poucos treinadores fazem normalmente, que é contratar jogadores para a base pensando no futuro do clube. Tenho feito isso no meu time e vejo que em algum momento isso funciona e começa a dar frutos.

Eu já apostaria no Josh Giggs de cara, ele sendo forte fisicamente, tem tudo para deslanchar num time que mostra bom rendimento no ataque, acho que pode se enquadrar no esquema e mostrar o que o treinador espera dele.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
Em 17/05/2019 at 11:40, Herr Jones disse:

Gostei bastante das modificações que fez ali no extra-campo do Sunderland. O Monchi é, sem dúvida, um baita diretor de futebol e tem tudo para colaborar bastante apontando jogadores que poderão dar um salto de qualidade na equipe; nos reforços pro plantel, o Josh Giggs me parece uma excelente aposta assim como o João Félix.

Essa temporada tem tudo para os black cats se colocarem com vigor na briga pelo título inglês - e já mostraram que têm capacidade de, enfim, fazer frente ao fortíssimo Manchester City depois de batê-los no Community Shield. Vamos ver o que apronta contra eles na liga. Boa sorte!

Foi uma vitória apenas, numa competição que não tem tanta importância. Mas, sim, finalmente quebramos o tabu e vencemos o City. Pode ser um bom presságio mas também pode não dizer nada. Até porque os outros adversários do big 6 vem forte. O United abriu o cofre, o Liverpool vem de treinador novo, o Tottenham manteve a base forte. Enfim, ainda estamos um ou dois degraus abaixo.

 

12 horas atrás, Vannces disse:

Você fez uma coisa eu poucos treinadores fazem normalmente, que é contratar jogadores para a base pensando no futuro do clube. Tenho feito isso no meu time e vejo que em algum momento isso funciona e começa a dar frutos.

Eu já apostaria no Josh Giggs de cara, ele sendo forte fisicamente, tem tudo para deslanchar num time que mostra bom rendimento no ataque, acho que pode se enquadrar no esquema e mostrar o que o treinador espera dele.

Não consigo não fazer isso, sempre que posso, nos meus saves. Contrato, às vezes, até demais para a base e, normalmente, nem dá tempo de usá-los no elenco principal. Mas nesse já comecei a colher frutos, como o Nicholls. O Giggs, por enquanto, ainda está atrás do Jovic e do Velasco mas tem bastante potencial para ultrapassá-los. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink

banner.thumb.png.5bdbcca2ab0a5e509b678180e03670c5.png

 

banner_talksport52a0bac4ad5f4e34.png

 

OPERAÇÃO DE RESGATE
FA contrata helicóptero para levar treinador a Londres

Por Michael Gray
3 de setembro de 2022

 

london-helicopter-tour.jpgBirmingham, 16:48h. O apito final do árbitro selava a vitória do Manchester City na decisão da Supercopa da UEFA. Enquanto isso, o helicóptero estava sendo preparado num terreno próximo ao Villa Park para levar Gary Bennett para Londres. Lá, em Wembley, o English Team chegava ao estádio sem seu treinador para enfrentar a Espanha. Steve Holland fez a preleção para a partida em que os três pontos levariam a Inglaterra à semifinal da UEFA Nations League independente do resultado da última partida do grupo. A instrução enviada era clara: Harry Kane, em fase de recuperação de uma leve lesão, começaria entre os onze.

Gary chegou a tempo de ver, de um camarote, o gol de Álvaro Morata para os espanhóis. Kane, que tem atuado aberto na direita com Zidane no Tottenham, empatou pouco depois. No intervalo, Gary desceu para o vestiário e trabalhou na segunda etapa onde mais gosta, na beira do campo. E foi de lá que assistiu o gol da virada, marcado por Sterling num belo chute colocado de pé esquerdo. Na próxima terça, a seleção faz um amistoso, também no Wembley, contra a Coreia do Sul, muito provavelmente com uma equipe mais alternativa.

Voltando ao Sunderland, a Supercopa acabou esvaziada pelo calendário. A Copa do Mundo do Catar, em novembro, espremeu a temporada e a UEFA teve que marcar o confronto entre seus campeões continentais em uma data FIFA. Assim, ambas as equipes atuaram bastante desfalcadas e, dessa forma, o elenco mais qualificado acabou saindo vitorioso. Fato é que no sábado o time volta a atuar pela Premier League e precisa pontuar contra o Liverpool para não deixar a equipe de Thomas Tuchel disparar na liderança. A sequência é dura e já emenda na terça com a estreia na Champions League quando encara o Bayer Leverkusen no Stadium of Light. Depois, veja a coincidência, Gary volta ao Villa Park. Dessa vez, com os black cats pela Carabao Cup.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Está pintando uma rivalidade aí, com o City? Título lá, título cá.

Já começa com a responsabilidade de vencer na Champions, dureza.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

O Sunderland é uma realidade no meio do futebol inglês e europeu nesse momento e tem tudo para ir ainda mais longe. Agora, que moral para o cara esse trabalho logístico usando helicóptero. A temporada tem tudo para mostrar coisa boa pela frente. Quem será o adversário do English Team?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
3 horas atrás, Neynaocai disse:

Está pintando uma rivalidade aí, com o City? Título lá, título cá.

Já começa com a responsabilidade de vencer na Champions, dureza.

Ainda não dá pra chamar de rivalidade, os citizens estão muito acima do Sunderland. Na Champions, realmente, o Bayer é o adversário a ser batido se quisermos passar para o mata-mata. 

 

2 horas atrás, Vannces disse:

O Sunderland é uma realidade no meio do futebol inglês e europeu nesse momento e tem tudo para ir ainda mais longe. Agora, que moral para o cara esse trabalho logístico usando helicóptero. A temporada tem tudo para mostrar coisa boa pela frente. Quem será o adversário do English Team?

Gary está bem na fita, hein?!

Ainda não saíram os adversários do English Team na fase final. Possivelmente, os jogos serão só após a "era Bennett". Não sei se continua depois da Copa do Mundo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Chumbo trocado nas Supercopas e ótimo início na EPL, com uma defesa bastante sólida, daquelas que ganham campeonatos.

Na UCL, tem um grupo duro, no qual a briga deve ser contra o Bayer Leverkusen. Aí é hora de mostrar as credenciais de campeão europeu e garantir a classificação.

No English Team a curiosidade fica para o desempenho na Copa do Mundo, que se avizinha.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
DiegoCosta7

Eita. desde o inicío o Sunderland vem numa evolução, e parece estar chegando ao ápice da mesma, mas tinha que ter um time pequeno(Sim, o Manchester City é time pequeno.) na disputa no meio dos grandes(Aí incluo o Sunderland que históricamente é considerado grande) e vejo disputas interessantes, na Champions vai ter o N(L)everkusen como seu maior adversário. Vamos ver o que virá na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jirimias

Hum...briga boa pela liderança! Promessa de campeonato equilibrado. O time precisa voltar a vencer depois de duas derrotas, e a sequência a seguir não pretende amaciar. Sorte na UCL, é hora de fazer o tradicional dever de casa e beliscar os oportunos pontos fora de casa. Seis pontos garantidos ali com o Praga e já será metade do caminho. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruno Trink
15 horas atrás, vinny_dp disse:

Chumbo trocado nas Supercopas e ótimo início na EPL, com uma defesa bastante sólida, daquelas que ganham campeonatos.

Na UCL, tem um grupo duro, no qual a briga deve ser contra o Bayer Leverkusen. Aí é hora de mostrar as credenciais de campeão europeu e garantir a classificação.

No English Team a curiosidade fica para o desempenho na Copa do Mundo, que se avizinha.

Boa sorte.

Defesas sólidas são fundamentais e, no caso do Sunderland, começa com a tentativa da manutenção da posse da bola. Precisaremos dela para fazer, pelo menos, quatro pontos contra o Leverkusen. A princípio, eles são nossos adversários diretos pela vaga no mata-mata.

Copa do Mundo chegando e de nada vai adiantar a boa campanha do English Team até aqui se a performance na Copa for ruim.

 

12 horas atrás, DiegoCosta7 disse:

Eita. desde o inicío o Sunderland vem numa evolução, e parece estar chegando ao ápice da mesma, mas tinha que ter um time pequeno(Sim, o Manchester City é time pequeno.) na disputa no meio dos grandes(Aí incluo o Sunderland que históricamente é considerado grande) e vejo disputas interessantes, na Champions vai ter o N(L)everkusen como seu maior adversário. Vamos ver o que virá na sequência.

Estamos começando, mais consistentemente, a bater de igual para igual com os gigantes. Ainda falta, ao meu ver, para encorpar o elenco. Além disso, sinto falta no time de um "cara", aquele em que você possa confiar que vai ganhar pontos por si só.

 

1 hora atrás, Jirimias disse:

Hum...briga boa pela liderança! Promessa de campeonato equilibrado. O time precisa voltar a vencer depois de duas derrotas, e a sequência a seguir não pretende amaciar. Sorte na UCL, é hora de fazer o tradicional dever de casa e beliscar os oportunos pontos fora de casa. Seis pontos garantidos ali com o Praga e já será metade do caminho. 

Pois é, impressionante como sempre vem uma sequência dura dessas pela frente. Nunca os adversários complicados vem espalhados na tabela. Mas é aquilo, colocou na frente, temos que encarar. Fundamental nessa campanha da Champions vai ser bater Leverkusen e Sparta Praha em casa. O curioso, e vou falar um pouco disso na próxima atualização, é a ordem das partidas nesse ano de Copa do Mundo em novembro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
skp

Começou a temporada quebrando um tabu diante do galático City de Guardiola, isso não é para qualquer um, parabéns pela conquista

- Transferências
A atitude no mercado diz muito sobre o estilo do treinador. Ao manter a base e ir atrás de jogadores para suprir as carências e não trazer nenhum "top-player" com valores absurdos, Gary não só pensa no clube como em sua projeção futura sendo responsável e habilidoso no mercado.
Interessante ter trazido o Peter Krawietz como adjunto, ele tem excelentes atributos para tal função.
Gostei do Caio Henrique, tem totatis condições para ser um excelente zagueiro no futuro, se tivesse um pouco mais de técnica poderia até ser um zagueiro com bola.
O biquinho já me parece ser um jogador mais de recuperação, rápido e com projeção futura. Qual é o nome verdadeiro desta jóia? Biquinho é muito esquisito kkkkkkkkk
O valencia é um monstro para idade que tem, que pulmão que o cara tem! Fora que seus atributos mentais são excelentes. Melhorando em cruzamento, passe e marcação ele vai ser um dos melhores do mundo.
o "Menino" Félix dispensa comentários.
Creio que Giggs e Sousa devam evoluir neste rodízio e podem contribuir fortemente com elenco.
Trouxe jovens interessantes.

- UCL
Grupo B da Champions pode ser considerado o grupo da morte.
Os grupo E e D também tem três equipes com potencial equilibrado para tornar emocionante a busca pela qualificação.

Boa sorte no decorrer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • fae0zin
      By fae0zin
      Boa noite pessoal, só como distração mesmo (não sei se estou na área certa do fórum).
      Nunca havia visto uma noticia assim no jogo, olha que jogo bastante em rs.
      Desculpe a foto que só tinha essa mesmo que tirei para um amigo que também joga.

    • Xablau007
      By Xablau007
      alguém por aqui já testou um sistema com 3 zagueiros no fm 19? sabe se funciona nessa versão do jogo? comecei um save com a Roma e pretendo adotar um 3-4-3 ou 3-5-2 no maior estilo Antonio Conte
    • Luchín
      By Luchín
      Prólogo
      Após quase dois anos ausente do fórum, devido à vários motivos, o lançamento de uma nova versão do Football Manager me trouxe novamente até aqui e estar no fórum e ler algumas excelentes histórias de alguns companheiros, é impossível que o bichito não te pique. Ainda não me adaptei completamente a essa nova versão, que, para quem vem do FM17, apresenta muitas novas features, principalmente no âmbito tático e de controle de plantel, mas, como vinha tendo algumas dificuldades para me empolgar em saves offline, acabei me decidindo a contar uma história, que, de antemão, afirmo que será simples, nada mais que um relato do que estou jogando. 
      O clube escolhido é o Fútbol Club Andorra, que participa da pirâmide espanhola, estando, na vida real, na Preferente Catalana, equivalente ao quinto nível, mas como a expansão de ligas ainda não está completa, o coloquei na Tercera División, que é o quarto nível, substituindo a equipe de menor reputação presente. 
      A minha ideia para esse save será utilizar apenas jogadores andorranos. Para isso, habilitei, além da pirâmide espanhola, as duas divisões do futebol andorrano. 
      O treinador do clube será o ex-zagueiro Antoni "Toni" Lima, que, apesar de nunca ter atuado no clube, é um dos maiores jogadores da história do futebol andorrano. Antoni tem um irmão mais novo, Ildefons, que atualmente atua no próprio futebol andorrano, mas foi formado no FC Andorra e rodou por vários clubes, passando até mesmo pelo futebol da América, onde atuou no Pachuca. Via editor, coloquei o no clube para que termine sua carreira onde começou e "comandado" pelo irmão. 
      Concluindo, acredito que possa não receber a melhor recepção nesse retorno, pois cometi erros no passado, ofendi alguns membros desnecessariamente, e sei que após errar, a confiança não retorna de imediato, mas espero pode demonstrar que os erros ficaram no passado e que retorno à área com uma nova forma de pensar e me comportar. De todas as maneiras, um sincero pedido de desculpas para aqueles com quem não me portei bem no passado.
      Espero me divertir e que vocês também se divirtam com a história.
      Luiz. 
    • AlexVivas
      By AlexVivas
      E aí, meus amigos managers, beleza? Após o "acidente" envolvendo o falecimento precoce do Alphabet Challenge, volto com um novo desafio. 
      Não tenho certeza, mas acho que a partir da Copa do Mundo de 1994 venho percebendo que muitas Seleções vêm meio que priorizando os atletas que jogam fora de seu país, menosprezando o futebol local. Pesquisando mais a fundo me deparei com a imagem acima, o emblema da Legião Estrangeira e seu Lema.
      Então decidi fazer uma nova saga de "volta ao mundo" treinando somente em países onde a maior parte da Seleção Nacional joga no exterior. Desta vez a jornada não será em ordem alfabética, e sim de acordo com o ranking de seleções da FIFA de 20 de Dezembro de 2018. Criei uma tabela no Excel dividindo todas as Seleções em 08 "grupos" distribuídos conforme as Licenças de Treinador do FM: Nenhuma - Nacional C - Nacional B - Nacional A - Continental C - Continental B - Continental A - Pro Continental. 
      Dessa forma, a trajetória se torna mais realista, onde um técnico começa no meio amador e alcança o status mundial no fim da carreira. Vejamos abaixo as metas que nortearão este save:  

      nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 80% a 90% do elenco jogar no País, independente do Clube; feito isso, fazer pelo menos 50% da Seleção jogar no Clube escolhido; o Clube escolhido deve ser o maior campeão da Liga Principal/Primeira Divisão;  nacionalizar o Clube, vendendo todos os jogadores estrangeiros, com exceção dos atletas Naturalizados, os quais aparecem como primeira Nacionalidade a do país ativo; priorizar a venda dos jogadores dispensáveis para os demais clubes do país, nivelando a Liga e tornando-a mais competitiva; tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube; tornar o Clube hegemônico em todos os campeonatos Nacionais. Caso ele já seja soberano no país, tentar ser o maior campeão Continental; o prazo para alcançar a hegemonia segue a seguinte fórmula: nº de títulos do maior campeão + 1;   melhorar o nível do futebol local chegando o mais longe possível nas competições Continentais, aumentando a quantidade de clubes que disputarão as mesmas e assim tornando o País mais atrativo para os atletas locais; reiniciar o FM ao concluir o país em questão. Essa nova jornada é baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M..
      Grande abraço !!
       
    • OBiotecnologista
      By OBiotecnologista
      Sobre o autor
      Olá, tudo bem? Esta é minha primeira história no profissão manager. Jogo FM desde 2017 e nunca tive me aventurado em tentar o desafio da base. Tenho dois motivos por aceitar este desafio: O primeiro é que em média gasto 1/3 do meu tempo em buscar e analisar novas contatações, sendo que atualmente não possuo tempo para jogar FM por mais de uma hora e meia por dia. Então um save neste termos seria uma otimização de tempo para mim. O segundo é que o primeiro save da área que acompanhei completamente foi " A Base do Sucesso - Araban Belediyespor Kulübü", que achei lindo, e gostaria de repetir o feito.
      Uma questão relevante é que sou disléxico e recebo acompanhamento de monitores que revisam meus textos. Porém como este não é um texto acadêmico, não receberei auxilio para escrever, então se em alguma parte faltou coesão ou coerência pode mandar uma mensagem privada que terei o prazer de consertar o texto. Sou aberto a críticas.
       
      Apresentação do save
      Como já mencionei acima, este save é desafio da base, no qual só utilizarei jogadores que já estão no clube ou jogadores que serão formados nele. O título é Die Jugend, pois sua tradução é A juventude, devido ao time composto por jovens. Eu escolhi a Alemanha devido a sua alta classificação júnior, logo iremos ter grandes jogadores por aqui. Então para me certificar em ter um save longo e complexo eu escolhi o pior time da última divisão disponível. O Fußballclub Carl Zeiss Jena, mais conhecido simplesmente como Jena. Eu tentarei dividir o save em quatro postagens anuais, logo a cada 8/9 partida terá uma nova postagem.
      Dados do save
      Para ser fiel a realidade, adicionei todas as liga recomendadas mais a liga portuguesa.No total 33.000 jogadores serão simulados.

      História do clube
      O Jena  é um clube de relevância regional que disputa  a terceira divisão da escalada alemã, fundado em 1903 e que possui um grande historial. Sediada em sua pequena cidade homônima ( Jena), também possua em seu nome a fabricante internacional de lentes Carl Zeiss, que patrocina o time. Sua fundação deu-se quando os trabalhadores da fabrica resolveram fundar um time de futebol. "Com o passar dos anos, o clube passou por diversas mudanças de nome e por um período de paralisação devido à Segunda Guerra Mundial. Após o conflito, e com a separação da Alemanha em duas, Jena ficou no lado socialista. Ainda como SC Motor Jena, o clube conquistou seu primeiro título de primeira divisão da DDR, em 1963. Em 1966, foi renomeado, dessa vez retornando às origens: FC Carl Zeiss Jena." Referência. Tornou-se um dos times dominantes da Alemanha socialista, conquistando duas vezes o campeonato nacional e quatro vezes a copa. Entretanto com a reunificação da Alemanha foi rebaixada a divisão inferior e desde então não conseguiu grande destaque no cenário nacional.
      Estádio
      O Jena joga no Ernst Abbe Sportfeld Haupttribüne,um estádio bem antigo com a capacidade de 10.445 torcedores.

       
      Perfil do técnico
      Eu não sou uma pessoa tão criativa então usei um homônimo de mim mesmo como avatar.

      Objetivos
       
      Ganhar a Champions League. Ganhar a Europa League( Cumprir o objetivo anterior invalida este). Ganhar a copa da Alemanha. Ganhar a Bundesliga. Tem ao menos 7 jogadores formados na Nationalmannschaft. Regras
      Não poder contratar jogadores não formados no clube. Índice 
      1- Apresentação do save
       
×
×
  • Create New...