Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Perissé

Los Bukaneros: Não me acorde! (14/02)

Recommended Posts

Master Darthz

Plantel interessante, dá para lutar pela subida sim. Esse abdulaye é o que passou pelo Porto, certo? Era muito caceteiro aqui em Portugal hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Tem um bom time, é favorito para lutar pela promoção, deve ter uma primeira temporada emocionante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
felipevalle

A copa nacional promete 👐

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé
14 horas atrás, Yuki disse:

Save interessante, irei acompanhar, boa sorte! 

Valeu, Yuki.

14 horas atrás, Master Darthz disse:

Plantel interessante, dá para lutar pela subida sim. Esse abdulaye é o que passou pelo Porto, certo? Era muito caceteiro aqui em Portugal hehe

É ele mesmo, Darthz. Já vi alguns jogos do Rayo nessa temporada e percebi que ele é bem carniceiro mesmo, rs. Carrinho é o sobrenome do cidadão.

5 horas atrás, Henrique M. disse:

Tem um bom time, é favorito para lutar pela promoção, deve ter uma primeira temporada emocionante.

Provavelmente será emocionante, principalmente com a obrigação de alcançar a promoção.

5 horas atrás, felipevalle disse:

A copa nacional promete 👐

Valeu pelo comentário.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé

1338206542_Banner(LosBukaneros).thumb.png.1a4b2ce2791660921dce81dc0d04a32c.png1898081593_Serumlongocampeonato.png.8f4d98a0329176e89397e7babe4d462f.png

  • Transferências de verão:

Como havia dito na atualização passada, tínhamos pretensões de terminar a janela com reforços para a meta e ambas as laterais.

No gol, acertamos por €500 mil com Miguel Pinto, goleiro da seleção chilena e do O'Higgins de 34 anos que possui reflexo e um-contra-um importante para uma defesa mais exposta. Apesar da idade alta, acredito que possa durar algumas temporadas em alto nível.

abBciic.png

O goleiro possui 17 jogos e ainda participou do elenco da seleção chilena na Copa do Mundo de 2010.

Na lateral-direita, acertamos o empréstimo de Iván López junto ao Levante, deixando o salário por conta do Rayo. O jovem de 23 anos possui interessantes qualidades defensivas e será o contraponto de Baiano. Já na esquerda, acertamos o empréstimo de Enric Saborit junto ao Athletic Bilbao, pagando metade do salário durante o empréstimo. O jovem de 25 anos possui qualidade no cruzamento e rapidez, podendo atuar até como extremo.

Por último, o diretor David Cobeño acertou por €165 mil com Saber Khalifa, extremo da seleção tunisiana e do Club Africain de 30 anos. O tunisiano pareceu ser uma interessante peça de velocidade para o lado do campo, mas a idade é algo preocupante. Além disso, a vinda do mesmo possibilitou o fim do empréstimo do extremo Bébé, que não vinha rendendo, logo vinha perdendo espaço, e pediu para terminarmos o empréstimo.

Já nas vendas, tivemos apenas a saída do centroavante Javi Guerra por €135 mil para o Sunderland. Enquanto isso, David Cobeño não obteve sucesso oferendo o zagueiro Ernesto Galán e o meia Chori Domínguez, que serão incorporados ao elenco. Já o extremo Emiliano Armenteros possui negociações para deixar o clube na próxima janela de transferências.

  • O 4-1-2-3 sem centroavante:

A formação escolhida será o 4-1-2-3-0, ou seja, sem a presença de um centroavante. Mas por que não usarei um falso nove como das outras vezes? O falso nove no Football Manager não faz os mesmos movimentos do falso nove na realidade, como Roberto Firmino e Lionel Messi (no Barcelona de Guardiola), de associação com os meias e liberação de espaços para os extremos explorarem.

Desta forma, a formação será composta por uma linha defensiva com um lateral mais preso e outro mais avançado, podendo ultrapassar o extremo e chegar à linha de fundo. Em seguida, teremos um armador recuado para auxiliar a saída de bola e recuperar as bolas afastadas e um box-to-box e um mezzala que buscarão a infiltração, principalmente o último, e o passe vertical. Por fim, o meia-atacante terá a responsabilidade de se associar com o meio e formar superioridades, o que chamará a linha defensiva adversária e, consequentemente, irá liberar espaço em profundidade para os raumdeuters explorarem.

VWH6xmn.png

Como é possível ver acima, vamos jogar com um ritmo normal, pretendendo alcançar um estilo mais paciente com a bola, porém com uma verticalização a partir da intermediária. Quanto à linha defensiva, ela será normal ou adiantada (essa acompanhada por uma "linha burra"), dependendo da rapidez do centroavante adversário, enquanto que a pressão será alta, porém apenas para subir as linhas, já que os jogadores ofensivos do Rayo são bastante sonolentos na pressão. Apenas em partidas-chave irei determinar alguns encaixes manualmente.  

Na construção, vamos jogar com os passes mistos à frente, potencializando os lançamentos, porém sem recorrer constantemente a bolas longas. Além disso, irei incentivar uma sobreposição interior, potencializando o passe para as infiltrações.

  • Copa del Rey:

Entramos na competição na fase de 64 avos de final, que é disputada em partida única, e fomos sorteados para enfrentar o Albacete, que disputa a La Liga 123. Os blancos estão sob o comando de Enrique Martín Monreal, que deverá assumir uma mentalidade mais direta no 4-2-3-1.

Na partida, decidi avançar o mezzala Oscar Trejo para a referência pela primeira vez, o que surtiu efeito: abrimos o placar em uma roubada de bola do mesmo e ainda ampliamos em um escanteio. Nos minutos finais, os blancos diminuíram para 2-1, porém já era tarde para empatar.

Em seguida, com a classificação, fomos sorteados para enfrentar o Huesca, que também disputa a La Liga 123, na fase de 32 avos de final, que é disputada em partida única. O azulgrana terá Rubi no comando da equipe, apostando em uma mentalidade mais ofensiva no 4-1-2-3.

Na partida, a equipe azulgrana se apresentou com uma linha defensiva avançada, prato cheio para os nossos avançados, se não fosse a péssima finalização dos mesmos no 4-3-1-2 que experimentei. No entanto, o zagueiro Abdoulaye Ba aproveitou um escanteio para marcar o único gol da partida (1-0).

BIEsKZu.png

Desta forma, com a classificação, além de alcançarmos as expectativas da direção, enfrentaremos o Real Bétis na próxima fase (16 avos de final), o que promete ser dois jogos duríssimos.

  • La Liga 123:

Inicialmente, sugiro aos leitores que voltem à uma atualização anterior, onde há um resumo de cada equipe da competição para compreender melhor os comentários sobre cada partida. Além disso, quando mencionar um jogador, também mencionarei a sua função na partida.

Iniciamos a competição vencendo o Lugo por 1-0 com gol do meia-atacante De Tomás. A equipe dormiu após o gol, mas soube segurar a pressão dos albivermellos. Em seguida, com uma equipe mista diante do La Hoya Lorca, sofremos com a velocidade dos extremos adversários, Defederico sendo um deles. Após dobrarmos a marcação, conseguimos focar no ataque, mas chegamos somente ao empate (1-1).

Contra o Gimnàstic de Tarragona, tivemos dificuldade em ocupar o campo ofensivo, porém a qualidade no jogo aéreo se sobressaiu e vencemos por 2-0. Em seguida, o raumdeuter De Tomás comandou a vitória por 2-0 sobre o Real Oviedo com um gol e uma assistência. Na Catalunha, tivemos dificuldade em vencer os cruzamentos contra o Reus, mas o físico do meio-campo foi essencial para vencer as bolas rebatidas e criar os dois gols da magra vitória por 2-1. Na sequência, vencemos o Almería por 2-0 com um imenso controle da partida e abrimos quatro vitórias seguidas.

VemhZOV.png

No nosso primeiro confronto direto, enfrentamos o vice-líder do momento Real Valladolid, que abriu o placar em Vallecas. Após o intervalo, o meia-atacante Oscar Trejo entrou e mudou a partida, ocasionando um pênalti, convertido por De Tomás. Na sequência, ambas as equipes não se arriscaram e o placar terminou em 1-1. Em seguida, não tomamos conhecimento do Albacete e construímos a goleada (3-0) em 20 minutos com grande participação do raumdeuter Àlex Moreno, autor de dois tentos.

A queda da invencibilidade de oito partidas veio contra o Alcorcón (0-1), que impôs uma pressão alta e dificultou o nosso estilo de proposição. Após o intervalo, alterei a equipe para o 4-3-1-2 para aproveitar os espaços nas costas da defesa, mas De Tomás fez o favor de perder todas as chances criadas. Na sequência, emendamos duas vitórias fáceis contra Cádiz (2-1) e Numancia (3-0), esse com a equipe reserva.

Em seguida, tropeçamos diante do fraco Córdoba, que se encontra na zona do rebaixamento, com um gol adversário aos 84 minutos, sem tempo para qualquer reação. Por fim, no confronto direto contra o Real Sporting Gijón, os rojiblancos abriram o placar em um erro da pressão alta, que gerou espaços em efeito dominó. Na etapa seguinte, quando o problema das chances perdidas aparecia, o jovem box-to-box de 18 anos Fran Beltrán entrou e empatou em um balaço do meio da rua. No fim, quando tudo levava a um empate, o zagueiro Emiliano Velázquez tratou de cometer um pênalti aos 93 minutos, que foi convertido.

zcEMYVG.png

ESTATÍSTICAS DAS EQUIPES | ESTATÍSTICAS DOS JOGADORES

Ao final das 13 primeiras rodadas, estamos em um patamar aceitável na classificação e em uma briga bastante colada pelas seis vagas que dão o sonho da promoção, o que deixa o oitavo colocado com chances de título e vice-versa. Além disso, só há oito equipes brigando pelas seis vagas, ou seja, apenas duas ficarão de fora, o que dá a impressão de ser difícil que as equipes mais tarimbadas fiquem de fora.

Algo a se destacar no coletivo é o equilíbrio entre gols sofridos (8 em 13 jogos) e marcados (21 em 13 jogos), sendo a melhor defesa e o segundo melhor ataque. Além disso, como é de costume das minhas equipes pressionantes, o número de desarmes aparece altíssimo e na primeira colocação (27 por jogo). O grande símbolo disso é o ala Enric Saborit com quase 7 desarmes por jogo.

O destaque individual do período é o zagueiro de 1,97m Abdoulaye Ba, que aparece com a quinta melhor classificação média da competição e disparado na quantidade de cabeceios ganhos. Além disso, aparece com três assistências e um gol em 15 partidas na temporada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Gostei das contratações na laterais, principalmente do empréstimo do Saborit. Por falar no Saborit, quais as estatísticas dele? Tem jogado bem? pergunto porque você já fez 13 jogos pela Liga.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maiiron_

Bom início de save. Irei acompanhar, sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Master Darthz

Reforços interessantes, que poderão acrescentar qualidade à sua equipa. O início de época foi dentro do esperado. É candidato à promoção e tem que seguir nos primeiros lugares da tabela.

E o " caceteiro" com a melhor média heim? Hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé
6 horas atrás, LC disse:

Gostei das contratações na laterais, principalmente do empréstimo do Saborit. Por falar no Saborit, quais as estatísticas dele? Tem jogado bem? pergunto porque você já fez 13 jogos pela Liga.

As estatísticas ofensivas dele não são boas, não possui nenhuma participação em gol na temporada e uma média de 77% de passes certos, mas eu tenho uma parcela de culpa nisso por não ter ajeitado os laterais ainda. Nas defensivas, ele possui 5,2 cortes por jogo e 71% dos cabeceios ganhos. Já a classificação média dele é de 6,94.

3 horas atrás, Maiiron_ disse:

Bom início de save. Irei acompanhar, sorte.

Opa, bem-vindo e valeu, Mairon! Achei que o Footure ia comer seu tempo de frequentar o fórum, rs.

2 horas atrás, Master Darthz disse:

Reforços interessantes, que poderão acrescentar qualidade à sua equipa. O início de época foi dentro do esperado. É candidato à promoção e tem que seguir nos primeiros lugares da tabela.

E o " caceteiro" com a melhor média heim? Hehe

Jogador caceteiro nas divisões inferiores faz nome! A impulsão dele é bizarra, nunca vi algo igual. É uma arma poderosíssima nas bolas paradas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Quando você falou que perdeu para o Córdoba que estava na zona de rebaixamento e no finalzinho, lembrei que em quase todos os saves que jogo isso sempre acontece, não sei de onde essas equipes tiram força para atrapalhar o rendimento do time. Por outro lado, a equipe está indo muito bem na competição e com apenas 2 pontos de diferença para o líder, certamente que poderá subir de divisão caso o rendimento não caia. A equipe tem marcado bastante gols e sofrido poucos, como mostra o saldo, o mesmo do Tenerife, líder da competição, e isso mostra o equilíbrio que conseguiu. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Como esperado, a equipe vai lutando pela promoção. Vai fazendo bons jogos, exercendo seu favoritismo. Como bônus, conseguiu avançar bem na Copa do Rei, agora é tentar surpreender o Bétis para ir um pouquinho mais longe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
arecibo8

Esta indo tudo dentro do esperado, ainda creio que com o passar do tempo a equipe vá melhorar, com o entrosamento entre as peças. Com a equipe vacilando menos é certeza de acabar entre os primeiros 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Dá para passar do Bétis, eu acredito que, apesar de estarem em divisões diferentes e do Bétis ser uma equipe tradicional, acho que os valores não se sobrepõem TANTO, então com uma boa estratégia, você pode os surpreender sim. Na liga, vai fazendo o que todos esperávamos, e o acesso parece plausível.

Achei muito foda a sua formação sem um centroavante, principalmente por conta do F9 realmente ser meio ruim no FM (eu nunca mais usei). Interessante ver gente que inova nesse setor.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leonardo Moreno

Começou muito bem em todos os aspectos. Esse é recém o segundo save teu que eu leio, mas já posso dizer que é um dos autores que mais gosto. Com uma boa identidade visual, proposta de save interessante, bom desenvolvimento dos textos, abordagem táticas não tão ortodoxas, leituras fáceis... enfim. 

É uma proposta ambiciosa buscar a evolução do Rayo, mas ao mesmo tempo bem sóbrio em definir objetivos a curto prazo apenas. Já no desenvolvimento da primeira temporada demonstrou competência pra avisar que talvez não seja tãão ambicioso assim buscar o patamar dos gigantes da Espanha. Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé
Em 10/01/2019 at 14:41, Vannces disse:

Quando você falou que perdeu para o Córdoba que estava na zona de rebaixamento e no finalzinho, lembrei que em quase todos os saves que jogo isso sempre acontece, não sei de onde essas equipes tiram força para atrapalhar o rendimento do time. Por outro lado, a equipe está indo muito bem na competição e com apenas 2 pontos de diferença para o líder, certamente que poderá subir de divisão caso o rendimento não caia. A equipe tem marcado bastante gols e sofrido poucos, como mostra o saldo, o mesmo do Tenerife, líder da competição, e isso mostra o equilíbrio que conseguiu. Boa sorte na sequência.

Valeu, Vannces.

Nada como você perder para um lanterna ou próximo disso no FM. O que eu mais fiquei puto foi com o De Tomás, que perdeu chance a rodo e ainda um pênalti. 

Em 10/01/2019 at 14:59, Henrique M. disse:

Como esperado, a equipe vai lutando pela promoção. Vai fazendo bons jogos, exercendo seu favoritismo. Como bônus, conseguiu avançar bem na Copa do Rei, agora é tentar surpreender o Bétis para ir um pouquinho mais longe.

A equipe vem fazendo o papel de casa nas competições. Agora é que o caldo engrossa com confrontos difíceis na Copa del Rey e com confrontos diretos na La Liga 123.

Em 10/01/2019 at 17:21, arecibo8 disse:

Esta indo tudo dentro do esperado, ainda creio que com o passar do tempo a equipe vá melhorar, com o entrosamento entre as peças. Com a equipe vacilando menos é certeza de acabar entre os primeiros 

É capaz, @arecibo8. Aos poucos as peças vão se entrosando e eu vou conhecendo o elenco de fato, mexendo aqui e ali.

2 horas atrás, marciof89 disse:

Dá para passar do Bétis, eu acredito que, apesar de estarem em divisões diferentes e do Bétis ser uma equipe tradicional, acho que os valores não se sobrepõem TANTO, então com uma boa estratégia, você pode os surpreender sim. Na liga, vai fazendo o que todos esperávamos, e o acesso parece plausível.

Achei muito foda a sua formação sem um centroavante, principalmente por conta do F9 realmente ser meio ruim no FM (eu nunca mais usei). Interessante ver gente que inova nesse setor.

Boa sorte!

Valeu, Marcio.

O Bétis, apesar de ser essa sensação que conhecemos atualmente, não possui um elenco vistoso. Os destaques são apenas Marc Bartra e Cristian Tello, mas eles continuam sendo favoritos.

Eu pensei nisso (e vai aí uma poderosa dica) após ver o documentário "Take the ball, pass the ball" sobre a era Guardiola no Barcelona. O F9 do FM nem se compara com aquele Messi, que associava frequentemente com Iniesta e Xavi.

57 minutos atrás, Leonardo Moreno disse:

Começou muito bem em todos os aspectos. Esse é recém o segundo save teu que eu leio, mas já posso dizer que é um dos autores que mais gosto. Com uma boa identidade visual, proposta de save interessante, bom desenvolvimento dos textos, abordagem táticas não tão ortodoxas, leituras fáceis... enfim. 

É uma proposta ambiciosa buscar a evolução do Rayo, mas ao mesmo tempo bem sóbrio em definir objetivos a curto prazo apenas. Já no desenvolvimento da primeira temporada demonstrou competência pra avisar que talvez não seja tãão ambicioso assim buscar o patamar dos gigantes da Espanha. Boa sorte!

Muito obrigado mesmo, Léo, pelo feedback!

A intenção de definir objetivos a curto prazo era de dar mais desafios em vez de só alcançar a promoção em um ano, chegar na metade da tabela na La Liga em outro e por aí vai. A cada três anos, vou ter vários desafios a cumprir.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé

618286737_Banner(LosBukaneros).thumb.png.8f33c81f99d65af7c2aa9dc19eec970a.pngBarra.png.989e01e9db2b40017bc0a114b8ecdc06.png

  • Fichajes de invierno:

Nesta janela de transferências, a intenção é corrigir problemas percebidos na primeira metade da temporada e pensar no planejamento da próxima temporada, observando e captando jogadores disponíveis para pré-contrato.

No miolo de zaga, Ernesto Galán, que não conseguiu ser vendido na janela anterior, mostrou que não possui capacidade para atuar no patamar que almejo no clube. Dessa forma, o zagueiro foi movido para o Rayo Vallecano B e, em seu lugar, acertamos por €500 mil com José Antonio Caro, zagueiro do Córdoba que possui boa velocidade e desarme e deverá competir com Emiliano Velázquez pela titularidade.

1cYQ5xI.png

O zagueiro é formado no Real Betis, onde atuou apenas oito vezes.

No meio, antes de estar disponível para acertar um pré-contrato, Chori Domínguez acertou sua saída para o San Lorenzo por €24 mil. Assim, já que contávamos com o meia argentino para o restante da temporada, o diretor David Cobeño sugeriu o meia Óscar Melendo do Espanyol e acertei sua vinda por empréstimo até o final da temporada, quando virá um reforço por pré-contrato. O jovem meia de 20 anos possui técnica interessante para ser o reserva imediato de Unai López.

Por fim, no ataque, tivemos as saídas do centroavante angolano Manucho, que deixou uma vaga na posição, por €42 mil para o Estrela Vermelha e do extremo Emiliano Armenteros por €725 mil para o Monterrey. Procuramos empréstimos para a vaga deixada por Manucho, porém não encontramos nenhuma opção.

  • Copa del Rey:

Como já havia adiantado na atualização passada, fomos sorteados para enfrentar o Real Betis na fase 16 avos de final. A equipe verdiblanca de Quique Setién se distribui em um 4-2-3-1 de mentalidade ofensiva e de passes curtos.

Na ida, em Vallecas, o adversário abriu o placar em uma bola parada, porém logo empatamos com o meia-atacante De Tomás. No entanto, levamos um balde de água fria quando o centroavante Sergio León desempatou (1-2) seis minutos depois. Em seguida, enviei erroneamente o centroavante Manucho à campo e não esboçamos qualquer reação de empate.

Na volta, em Sevilla, decidi entrar com uma estratégia reativa, marcando contundentemente a saída de bola adversária para acelerar com o adversário despreparado.

Desta forma, abrimos o placar com o mezzala Beltrán, a partir de um desarme de Iván López em campo ofensivo, porém logo levamos o empate. O 1-1 não desestabilizou a equipe, que alcançou o segundo gol na primeira investida da etapa seguinte, novamente a partir de um desarme de Iván López - que somou NOVE até o minuto final. Tal placar (2-1) levaria às penalidades, porém, como diz um dos bordões do clube, la franja nunca se rinde: o meia-atacante De Tomás recebeu em profundidade e guardou o gol (3-1) que selou a emocionante classificação às oitavas de final.

Na sequência, felizmente fomos sorteados para enfrentar o San Fernando, que disputa a Segunda División B4, nas oitavas de final. A equipe azulina é comandada por José Herrera, que aplica uma mentalidade ofensiva no 4-1-4-1.

Na ida, na Andaluzia e com a equipe reserva, não tivemos dificuldade em entrar na área e abrir 2-0 no agregado, tendo feito apenas cinco de 20 chutes feitos de longe. No jogo seguinte, em Vallecas e também com a equipe reserva, apenas abrimos o placar após o intervalo com a entrada do raumdeuter Khalifa, autor de um dos gols que selaram a classificação para as quartas de final.

lVibWzZ.png

Para a próxima fase, fomos sorteados para enfrentar o Real Sociedad.

  • La Liga 123:

Inicialmente, sugiro aos leitores que voltem à uma atualização anterior, onde há um resumo de cada equipe da competição para compreender melhor os comentários sobre cada partida. Além disso, quando mencionar um jogador, também mencionarei a sua função na partida.

Iniciamos o período com o confronto direto contra o Tenerife, que levou perigo com os contragolpes no início. No entanto, neutralizamos os chicharreros e abrimos o placar com o zagueiro Ba de escanteio. Na sequência, notei uma lentidão na linha defensiva adversária e pedi para que trabalhássemos mais a bola em campo defensivo para criar profundidade, o que gerou uma humilhante goleada de 4-1. Em seguida, com a equipe reserva, tivemos dificuldades em neutralizar a trocação de passes do Barcelona B no 4-4-1-1 e ficamos no empate (2-2).

Na sequência, vencemos o Huesca por 3-0 com grande atuação dos raumdeuters e, após a reviravolta sobre o Real Betis, visitamos o adversário direto Cultural Leonesa e sofremos com os avançados e médio-alas, que espaçaram a linha defensiva e venceram por 4-2. Em seguida, recebemos o bombástico Granada e saímos atrás no placar, porém alcançamos o empate com Beltrán e mudei para o 4-1-2-3, desafogando a pressão dos nazaríes com um centroavante, após o pênalti defendido por Miguel Pinto.

wWAejVO.png

Na sequência, visitamos o vice-lanterna Sevilla Atlético e saímos atrás com dificuldades de criar contra a linha defensiva baixa, que diminuía os espaços de infiltração dos raumdeuters. Logo em seguida, lancei Manucho em campo, que fez uso de sua força física para empatar (1-1), porém não passamos disso e completamos três rodadas sem vencer. E somente não chegamos à quarta pela vitória diante do Lugo, em que os meias, pela primeira vez com ambos na função de mezzala, comandaram o 2-0.

Como o calendário não foi nada generoso com a equipe, enfrentamos o terceiro adversário direto em oito rodadas: Real Zaragoza. Os blanquillos tiveram superioridade pelos lados e saíram na frente, porém logo empatamos com um canudo de Beltrán de longe. No entanto, tivemos uma lesão inesperada de José Caro após gastarmos as três substituições, o que levou a um final emocionante, que não alterou o placar (1-1). Na sequência, goleamos o La Hoya Lorca (3-0) com a equipe reserva e garantimos os três pontos.

Por fim, perdemos quatro pontos diante do Gimnàstic de Tarragona (1-1), que soube explorar as bolas aéreas e dificultar a nossa criação, e do Real Oviedo, que fechou o meio e, mesmo com o Rayo se lançando e posicionando todos os jogadores no campo ofensivo, conseguiu manter suas redes invioladas.

lrS6lCc.png

Tendo passado um turno, descemos duas posições desde a atualização passada, porém a distância para o líder permanece e com uma rodada a menos (Osasuna). O calendário mostra a dificuldade que tivemos contra os seis primeiros colocados - duas derrotas e dois empates. O que deixa claro como a regularidade contra as equipes menores e o equilíbrio perceptível no saldo de gols foram importantes no primeiro turno, mas a regularidade mostrou uma queda notável nos últimos confrontos - três empates em cinco jogos contra o restante da tabela.

Creio que há duas justificativas para essa queda. A primeira é a elevada quantidade de jogos devido à participação na Copa del Rey, o que faz com que a equipe reserva jogue a maioria das partidas na La Liga. No entanto, sabemos que este período no próximo turno não terá a Copa del Rey sendo disputada ao mesmo tempo, o que deixará a equipe titular disputar a La Liga. Já a segunda é a dificuldade em criar chances diante de equipes fechadas, mas que acredito que tenha influência da baixa qualidade sem a equipe titular.

O destaque individual do período é o jovem meia Fran Beltránque aparece com a terceira melhor classificação média e sexta maior quantidade de passes-chave da competição. Isso tudo com apenas 18 anos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Gostei da história do Rayo. Já tinha uma simpatia pelo clube, agora história do bairro da um charme a mais. Um bairro gigante, diga-se de passagem, 300.000 habitantes pode ser considerado uma cidade.

Torcendo pelo sucesso nessa empreitada. Unai Lopez é uma excelente aquisição e o irmão da Mia Khalifa é um contratação curiosa, os jogadores devem ter gostado hahaha

Bom campeonato até aqui, apesar dos empates. E na Copa vai saindo melhor que o esperado, duro é pegar um Barcelona em algum momento. Mas, quem sabe onde isso pode dar.

Gostei da formação, vou testar por aqui.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maiiron_

Despencou na liga, mas nada que seja fora do comum. O líder tá na alça de mira e dá pra pegar logo. Tu contratou bem indo no Melendo, é um menino que evolui muito. Sobre o Caro, é bom zagueiro, mas o Velazquez fica um monstro no FM 18. Treinei-o no Palermo e vendi por 25Mi de Euros, a vista. Ainda dá pra subir, tem tempo e bola pra isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

O bom é que mesmo com esse tanto de empate, a equipe ainda está perto da promoção direta, ou seja, talvez se tivesse trocado uns empates por derrotas e vitórias, talvez estivesse na ponta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Master Darthz

Muitos empates, mas a equipa continua no grupo da frente, e isso é o mais importante. Gostei desse Central que você contratou, espero que vá bem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé
14 horas atrás, Neynaocai disse:

Gostei da história do Rayo. Já tinha uma simpatia pelo clube, agora história do bairro da um charme a mais. Um bairro gigante, diga-se de passagem, 300.000 habitantes pode ser considerado uma cidade.

Torcendo pelo sucesso nessa empreitada. Unai Lopez é uma excelente aquisição e o irmão da Mia Khalifa é um contratação curiosa, os jogadores devem ter gostado hahaha

Bom campeonato até aqui, apesar dos empates. E na Copa vai saindo melhor que o esperado, duro é pegar um Barcelona em algum momento. Mas, quem sabe onde isso pode dar.

Gostei da formação, vou testar por aqui.

Abraço.

Valeu, @Neynaocai.

O Unai López já estava no elenco antes de assumir, não chegou a ser uma aquisição da minha "gestão", mas é um jogadoraço mesmo, já até renovei o empréstimo do cidadão.

Espero que eu chegue no momento de pegar o Barcelona, sem cair para alguma equipe de patamar igual ou próximo.

11 horas atrás, Maiiron_ disse:

Despencou na liga, mas nada que seja fora do comum. O líder tá na alça de mira e dá pra pegar logo. Tu contratou bem indo no Melendo, é um menino que evolui muito. Sobre o Caro, é bom zagueiro, mas o Velazquez fica um monstro no FM 18. Treinei-o no Palermo e vendi por 25Mi de Euros, a vista. Ainda dá pra subir, tem tempo e bola pra isso.

Acredito que seja normal para um trabalho de apenas seis meses, não é incomum. Sem contar com a quantidade de jogos que fomos submetidos durante o mês de janeiro (9).

Bom saber sobre o Melendo. Ele disputou seis partidas até aqui e está indo bem, o que me faz pensar na renovação do empréstimo ou não, já que o meio-campo está montado para a próxima temporada. Sobre o Velázquez, vem fazendo uma temporada boa, porém ainda erra bastante e oscila, provavelmente pela idade (23). No entanto, se melhorar a rapidez e o jogo com os pés, que acredito que tenha potencial para tal, vai se tornar um baita central.

10 horas atrás, Henrique M. disse:

O bom é que mesmo com esse tanto de empate, a equipe ainda está perto da promoção direta, ou seja, talvez se tivesse trocado uns empates por derrotas e vitórias, talvez estivesse na ponta.

A nossa sorte é que o Real Valladolid, Tenerife e Granada caíram mais do que a nossa equipe durante esses meses. Inclusive, os dois últimos saíram da briga pela promoção.

9 horas atrás, Master Darthz disse:

Muitos empates, mas a equipa continua no grupo da frente, e isso é o mais importante. Gostei desse Central que você contratou, espero que vá bem.

José saiu um pouco caro, rs. É um central novo (24 anos apenas) e aparenta ser bem completo nos atributos, vai ser interessante a briga pela posição no restante da temporada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Johann Duwe

Campeonato muito embolado na luta pelo acesso a La Liga, gostamos disso ahahha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

O bom das ligas de acesso pelo mundo é que elas costumam ser bem equilibradas, então vc empatou mas mesmo assim está perto do líder. Tem oscilado entre jogos que vence com bastante gols e empates frustrantes. Tem que melhorar no segundo aspecto para poder sonhar com o acesso direto.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vinny_dp

Com sete jogos por disputar e tendo identificado os principais problemas para a queda de ritmo creio que conseguirá encontrar soluções para minimizar essas situações e garantir o acesso, seja diretamente ou após os playoffs. 

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Seria um confronto muito complicado o que virá pela Copa Del Rey contra o Real Sociedad? Na liga o time está a apenas 2 pontos do Líder, então dá para ver que a equipe está a um passo do sucesso. É possível conseguir um rendimento melhor no ataque? Tipo alguma mexida ou ajuste? Ou seria arriscado? Tem muita lenha para queimar e acho que um pouco de cuidado defensivo e os empates podem virar vitórias que levará o time direto para o topo. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Danut
      Por Danut
      Olá a todos. Sejam bem-vindos à segunda versão do save Brazylijska magia. Como a maioria já deve estar sabendo, esse foi um save que eu iniciei no final de dezembro do ano passado, mas que acabou tendo uma vida muito curta. Depois de um tempo pensando, decidi que queria mesmo jogar o save outra vez. Como a versão original mal passou da primeira temporada, acredito que haja espaço para jogar a mesma proposta sem que acabe sendo apenas uma repetição do que já passou.
      A proposta para essa segunda versão é a mesma da versão anterior: conquistar títulos com uma equipe que jogo futebol ofensivo com ênfase na qualidade individual e que consiga incorporar um bom número de brasileiros ao elenco.
      Fiz, contudo, duas mudanças importantes para essa nova versão. A primeira delas é que decidi jogar com orçamentos para transferência já na primeira temporada. Normalmente, não gosto de usar essa opção. Mas acho que nessa situação específica ela pode ser uma boa arma para aumentar as possibilidades de mudança de elenco logo de saída, trazendo uma dinâmica diferente para a primeira temporada do que aquela do save anterior.
      A segunda mudança é que resolvi jogar as duas primeiras temporadas do save (quase) por inteiro antes de trazer ele para cá. Isso tem a óbvia desvantagem de fazer as interações com os leitores ficarem um pouco prejudicadas nesse momento inicial, pois vou estar trazendo a vocês algo que já sei o desfecho. Mas considerando o que ocorreu no save anterior, eu queria ter certeza de que conseguiria me envolver emocionalmente com a história antes de trazer ela para os leitores. Sinto que falhei no compromisso com os leitores na história passada, quando fiz bastante gente começar a acompanhar apenas para encerrar logo em seguida. Por isso agora preferi esperar até garantir que o save está me dando vontade de jogar.
       
      Encerrado o prefácio à segunda edição, voltamos com a programação normal. Abaixo segue a introdução da proposta do save em si. Ela é igual à introdução da versão anterior, então quem já leu por lá pode pular o resto do post.
       
      Introdução
      Szczecin, Polônia. Rua Mieczysława Karłowicza, número 28. 23 de agosto de 2005.
      P: Boguslaw, os nossos resultados estão uma merda.
      B: Tenha paciência, Ptak. Os jogadores ainda não incorporaram a minha ideia de jogo.
      P: Ideia de jogo é o caralho. Ninguém ganha com ideia de jogo. O importante é ter habilidade. Olha o Brasil. Destruíram a Argentina na Copa das Confederações. Tu acha que os argentinos não tinham ideia de jogo? Vocês treinadores sempre cheios de ideias. O futebol é uma arte, não uma ciência.
      B: Bem, as contratações são responsabilidade do presidente. Se falta habilidade, então precisamos trazer mais alguns bons nomes. O Przemyslaw e o Rafal poderiam falar com outros jogadores da seleção, quem sabe um deles não quer vir para cá?
      P: Boguslaw, eu aqui falando de habilidade, e tu me vem com seleção polonesa? Tu é burro mesmo, hein?! Que se foda a seleção polonesa. Eu quero o quadrado mágico!
      B: Mas Ptak, esses caras jogam nos melhores times do mundo. Barcelona, Real Madrid, Inter, Milan. Não temos dinheiro pra trazer um jogador de lá nem se vendermos o estádio com o time todo dentro.
      P: E quem falou em trazer alguém desses clubes, imbecil? Nós vamos montar o nosso próprio quadrado mágico. Trazer os caras direto do Brasil. Naquele país é todo mundo pobre, vai chover jogador querendo vir pra cá.
      B: Mas Ptak, ninguém da equipe técnica conhece os jogadores do Brasil. Precisamos contratar olheiros, enviar eles para lá, esperar até que comecem a se achar no futebol local e...
      P: Caralho Boguslaw, eu não sei porque continuo falando contigo. Que porra de olheiro que nada. Os caras são brasileiros, o futebol tá no sangue deles. Todo mundo nasce sabendo jogar naquele país. É só ir lá e pegar qualquer um. Não tem como dar errado.
      B: Tem também os nossos jogadores atuais. Eles não vão ficar felizes em ser reservas, ainda mais de jogadores desconhecidos por aqui.
      P: Quem não tiver feliz pode ir embora. É todo mundo perna de pau aqui mesmo. Vou encher esse time de brasileiros, de gente com habilidade. Vamos fazer mágica.
      B: Mas Ptak, eu não falo português, e os caras não vão saber falar polonês. Como vou treinar jogadores que não são capazes de me entender?
      P: Já pensei nisso. A habilidade brasileira não pode ficar presa nesse estilo de futebol ruim que a gente joga. O Cláudio disse que lá no Brasil eles falam que é preciso ter gingado. Eu quero um treinador com esse tal de gingado. Pode ir pegando tuas coisas. Na saída já aproveita e mostra a sala do treinador pro Zé Carlos, que é quem vai cuidar do time a partir de hoje.
       
      O dialogo acima é, obviamente, fictício. Mas poderia muito bem ter ocorrido. Naqueles dias, o Pogon Szczecin passava por um mau momento. Os resultados não estavam de acordo com o que o presidente imaginava. Foi aí que ele teve uma ideia brilhante: ora, se o clube não está jogando bem, por que não trocar todo mundo por brasileiros? Afinal, o Brasil é a terra do futebol. País campeão mundial. País que encantava a todos com Ronaldo e Ronaldinho – para não falar de Kaká, Adriano e tantos outros craques.
      É claro que havia algumas falhas no plano do presidente. Afinal, mesmo o Brasil tendo grandes jogadores, nem todo brasileiro é um grande jogador. Para qualquer um de nós, isso é uma obviedade. Antoni Ptak, porém, parece jamais ter pensado nisso.
      Aproveitando-se que a liga polonesa não possuía qualquer restrição ao número de estrangeiros, o Pogon Szczecin trouxe, em uma única temporada, dezoito jogadores brasileiros. A maior parte deles de grandes clubes do futebol nacional, como Sorocaba, Atlético Guaçuano ou União Barbarense.
      Do outro lado, boa parte do elenco do Szczecin saiu quase de graça – afinal, era preciso abrir espaço para os craques brasileiros. A estratégia, é claro, não deu nada certo. Os resultados pioraram ainda mais, a torcida se desencantou com o time, e o Pogon afundou em dívidas, chegando até mesmo a fechar as portas. Mas os detalhes eu conto depois.
       
      Ligas carregadas: Polônia e Brasil (ambos 2ª divisão); Inglaterra, Espanha e Alemanha (todos 1ª divisão).
      Base de dados: pequena, mas com todos os jogadores brasileiros.
      Data de início: 29.05.2017
      Outras opções: mascarar atributos, não adicionar equipe técnica, impedir uso de editor do jogo, ativar orçamentos na primeira janela
    • Lucas Matías
      Por Lucas Matías
      :: APRESENTAÇÃO
      Após longos meses no fórum apenas acompanhando por cima as histórias do pessoal aqui na área, resolvi me aventurar agora que estou com mais tempo livre para finalmente conseguir passar horas à frente do FM.
      O desafio que irei compartilhar com vocês é um que eu já faço a muito tempo, desde o FM 14 pra ser mais exato, porém, apenas no 16 eu consegui ter êxito. É simples, passar por todos os países da Europa e conquistar o campeonato nacional em todos eles.
      O desafio terá algumas regras para que o save flua de uma maneira mais rápida, já que meu PC não é dos melhores e consequentemente com uma base de dados grande ele acaba ficando bem lento. Uma delas é que a cada objetivo alcançado, um novo save será criado. Exemplo: Após conquistar títulos em San Marino, irei para o próximo desafio em um novo save, sempre seguindo a ordem do Ranking de Coeficientes da UEFA.
      Não vou tentar conquistar a Champions League com clubes de Andorra e Gibraltar, nesses países de menor expressão o objetivo é se consolidar nacionalmente com conquistas e entrar no quadro de honra nacional como um dos treinadores mais vitoriosos do país. Claro que uma boa campanha na UCL será bem vinda, mas esse não será o principal objetivo.
      Sempre irei iniciar no clube que está cotado para terminar a primeira divisão nacional na última colocação e irei trocar de clube caso receba uma proposta de uma equipe de maior expressão nacionalmente.
      O manager será o pseudônimo Giovanni Rizzo, italiano de 38 anos que terá a licença para treinador A continental e a experiencia anterior como futebolista profissional nível local.
      A principio é isso, quero fazer algo bem simples mas que agrade a todos, então qualquer dica é bem vinda, até porque essa será a primeira vez que irei tentar jogar com essas regras que criei. Valeu!
       
      :: HISTÓRICO
      01. SAN MARINO
       
    • marciof89
      Por marciof89
      Eis que, enfim, criei coragem para postar uma história aqui no Profissão Manager. Frequento o fórum a muitos anos mas sou um completo bicho do mato, portanto interajo muito pouco, motivo pelo qual demorei a adentrar aqui. Agradeço desde já quem tiver interesse em seguir, e ouvirei todas as dicas que quiserem sugerir, sejam sobre organização, táticas, etc. Li as regras e as recomendações antes de começar, mas deslizes podem acontecer. Os gráficos foi eu mesmo quem fiz, não reparem! hahaha
      Sem mais delongas, vamos ao que interessa.
      Eu tenho um carinho muito grande pelo Tupi, apesar de não ser mineiro. A torcida do Tupi, apesar de pequena como de praxe entre os times pequenos, é muito apaixonada. Não são muitos os times brasileiros sem muita relevância no cenário nacional que mantenham uma torcida apaixonada assim. E como sou da época do Elifoot 2 e 98, então sempre achei graça em pegar um time lá das divisões de baixo e levar até a glória.
       

      O Tupi Futebol Clube é um clube da cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, e foi fundado no dia 26 de maio de 1912 por moradores ilustres da cidade. Durante os primeiros anos, era chamado de Tupy, já que muitos de seus fundadores eram dissidentes do Tupynambás (atualmente seu maior rival). É o maior clube da cidade, e tem como maior glória a conquista da Série D em 2011. A equipe manda seus jogos no estádio Radialista Mário Heleno (estádio da cidade), com capacidade para mais de 30 mil pessoas.
      Seu maior rival, como dito anteriormente, é o Tupynambás, time também de Juiz de Fora, com quem faz o clássico Tu-Tu. Durante um curto período de tempo na década de 90, ele se fundiu com o Tupynambás e o Sport (outro time da cidade) e formaram a Cooperativa Manchester de Futebol, inspirados no sucesso da fusão do Paraná Clube. Porém, resultados pífios e crises de ego fizeram com que a fusão não aguentasse, tendo disputado apenas 3 estaduais com o novo nome.
      O time carece de ídolos, e não revelou grandes jogadores para o futebol mundial. Apesar disso, dois nomes notáveis passaram pela equipe. Muller, campeão mundial pelo São Paulo, e Romário, que apesar de ter sido proibido pela FIFA de atuar pelo time por ter jogado por 2 equipes num período de um ano, chegou a treinar com o elenco e atraiu a atenção da mídia para o time.
      O mascote do time é o Galo-Carijó, em homenagem ao principal fundador da equipe, que tinha o apelido de carijó, e que inspira o nome da história.

      Estádio Municipal Radialista Mário Helênio
       

      Vou jogar esse save com o Brasil Mundi Up, pois apesar de muita gente falar que ele pode dar uns crashs, eu sempre usei ele (com uma quantidade bacana de ligas ativadas) sem ter problema algum, inclusive passando de 2030. Gosto da organização dele, além do acréscimo de outros níveis do brasileirão e disputas de taças que costumam ajudar até mesmo no teste de táticas e jogadores.
      • Início: 18/12/17
      • Ligas adicionais ativadas: Todas as sulamericanas, China, Alemanha, EUA, Espanha, Inglaterra, Itália, Portugal, Rússia e Ucrânia. (todas elas apenas as primeiras divisões, apenas para deixar a Libertadores mais realística e as transferências também).
       

      O save vai se basear no meu nome pessoal, mas com uma idade mais elevada que a minha, até para condizer com uma experiência razoável futebolística pré-vida de treinador.
       

      Escolhi sugestões baseadas no nível do Tupi, pra não ficar roubado nem absurdamente difícil também pois não sou o Mourinho do FM haha.
      Gosto de fazer técnicos que são mais voltados para o conhecimento do elenco em si, deixando o grosso do desenvolvimento e contratação de jovens jogadores a cargo do auxiliar e diretor desportivo. Claro que estou sempre acompanhando e impedindo algumas burradas que eles costumam cometer, mas meu foco, ao menos inicial, é me dedicar ao elenco principal.
      E aqui um panorama inicial do time:

       

      • Subir a Série B
      • Subir a Série A
      • Ganhar a Copa do Brasil
      • Ganhar o Campeonato Brasileiro
      • Ganhar a Copa Libertadores da América
      • Ser o time do interior de Minas Gerais com o maior número de títulos do Campeonato Mineiro (Villa Nova detém 5 títulos)
      • Desenvolver a infraestrutura de treinos do time para, ao menos, 4 estrelas
      • Ser um dos times mais bem reputados do Brasil (Top 5)
      • Melhorar as finanças do clube
      Objetivos complementares:
      • Ganhar o Mundial de Clubes
       
       

       
    • thyagocda
      Por thyagocda
      SUMÁRIO

      Apresentação
      Sou mais um daqueles apaixonados por FM, mas por conta dos compromissos pessoais, o tempo gasto com o jogo deve ser bem equilibrado. Ano passado criei uma história aqui na PM com o Porto mas acabei interrompendo depois que descobri que eu seria pai, a gravidez passou, meu filho (Thayler) já nasceu com saúde graças a Deus. E agora que as coisas acalmaram vinha planejando o retorno a área.
       
      Estilo de Postagem
      Tentarei seguir um padrão de postagens bimestrais sobre os acontecimentos no jogo. Mas pretendo utilizar as probabilidades de apostas do jogo para gerar interatividade com os leitores entre as postagens. Pelo menos a introdução do save contará com uma "pequena ficção" e ao longo do save tentarei dar prosseguimento.
       
       

      O Desafio Real #1 | A Dany - MAI/17
      Valência - ESP

      Clique aqui para a próxima postagem
    • Ari Cesar
      Por Ari Cesar
      Olá a todos.
      Comprei o FM 18 e resolvi iniciar um save no Brasil de formação e base. Já estava realizando em off no FM 17 com o Milan RS e ai com a nova versão resolvi jogar da mesma forma e compartilhar. A ideia é bem similar aos demais saves de base: levar o clube a glória usando apenas a base.
      Escolha do clube
      Para escolher o clube resolvi pesquisar na base do brasil up qual seria o clube profissional com menor estádio no Brasil. Inicialmente havia encontrado um clube do RS com um estádio de 200 lugares, mas procurando um pouco mais encontrei o SC Jaraguá que possui um estádio com apenas 100 lugares. Após isso resolvi pesquisar um pouco da história e descobri que SC Jaraguá foi criado graças ao desenvolvimento da base. Dessa forma resolvi escolher o Leão do Vale para iniciar minha empreitada.
      Objetivos do save
      Resolvi colocar algumas metas que em sua maioria serão atingidos a longo prazo. Coloquei asterisco naqueles que acho ser quase impossíveis mas que gosta de ver como o FM se comporta.
      Equipe
      Utilizar a base Aplicar o modelo de jogo ofensivo visando a posse de bola e passes rápidos.  Reter o máximo de jogadores na equipe impedindo que saiam para a Europa. * Ter eleito o melhor jogador jovem do mundo. * Ter eleito o melhor jogador do mundo. *  
      Clube
      Possuir a melhor estrutura de Santa Catarina Possuir a melhor estrutura do Brasil Possuir a melhor estrutura de clube Sul Americano Se tornar o principal clube formador de Santa Catarina Se tornar o principal clube formador do Brasileiros Se tornar o principal clube formador Sul Americano Se tornar o principal clube Catarinense Se tornar o principal clube Brasileiro Se tornar o principal clube da América do Sul Ficar entre os 5 melhores clubes do mundo * Títulos
      Ganhar a campeonato catarinense Ganhar o Brasileiro série A Ganhar a copa do Brasil Ganhar a Sul Americana Ganhar a libertadores Ganhar o mundial de clubes Técnico
      Me tornar o melhor técnico brasileiro de todos os tempos História do clube
      O Sport Club Jaraguá nasceu inicialmente com o nome de: Associação Catarinense de Futebol Arte, quando foi fundado em 15 de abril de 2008, e no dia 25 de março de 2011, passou a ser chamado pelo nome atual. O clube iniciou suas atividades com o intuito de trabalhar com atletas da região, com idade de categorias de base. Com o passar do tempo a base foi se estruturando, parcerias foram sendo firmadas com outros clubes e empresários e, no ano de 2011, um novo clube de futebol profissional foi lançado no futebol catarinense.
      O Sport Club Jaraguá possui as cores preto, vermelho e amarelo, devido a forte imigração alemã da região.Sua estreia em competições oficiais, ocorreu na disputa da Divisão de acesso do Campeonato Catarinense de 2011 quando terminou a competição como vice-campeão.
       
      Historia do manager
      Lucas Castro é morador de Jaraguá e em sua infância/adolescência atuou na Associação Catarinense de Futebol Arte. No período de transição dos nomes Lucas abandonou a equipe por perceber que não possuía qualidade suficiente para atuar como jogador. Apesar de sua paixão pelo clube e pelo futebol Lucas decidiu cursar Educação física para no futuro ajudar a equipe fora das 4 linhas. Agora chegou esse dia e Lucas foi escolhido como técnico do Sport Clube Jaraguá. Ele não possui licença e seu passado esta como futebol amador.
       
      Em breve coloco informações sobre a equipe, formação, competições e início da aplicação da filosofia na equipe.
       
×