Jump to content
Henrique M.

A Veterana - A marca da cal que machuca [15/05]

Recommended Posts

maiconandrade

Você comenta da carência de algumas posições. 
Trocando o Dodô por outro profissional poderia mudar esse cenário?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68
6 horas atrás, Henrique M. disse:

O grupo de mentoria substituiu a tutoria. E sua frase resume bem o que aconteceu.

Nossa, que ruim. Mas pelo menos o cara mais experiente mantém o nível ou piora também?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Esse grupo de mentoria parece uma merda ein?

Bom, revelou algumas promessas interessantes, enquanto alguns realmente só vão servir pra compor elenco. Por ora é isso, não tem muito o que fazer mesmo. Apesar dos pesares, alguns nomes do elenco parece que vão dar retorno financeiro pra Caldense, apesar de não ser uma boa se desfazer de boas promessas. Mas com o cofre combalido, talvez seja uma saída.

Boa sorte na próxima temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Qual o impacto e importância dos grupos de mentoria?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 09/03/2019 at 19:12, maiconandrade disse:

Você comenta da carência de algumas posições. 
Trocando o Dodô por outro profissional poderia mudar esse cenário?

Pior que eu não faço a mínima ideia se o Diretor de Futebol Jovem tem algum impacto nisso.

Em 09/03/2019 at 19:22, Andreh68 disse:

Nossa, que ruim. Mas pelo menos o cara mais experiente mantém o nível ou piora também?

Ele piora, a tendência é todos acharem um denominador comum com as personalidades que dominam o grupo.

Em 10/03/2019 at 16:19, marciof89 disse:

Esse grupo de mentoria parece uma merda ein?

Bom, revelou algumas promessas interessantes, enquanto alguns realmente só vão servir pra compor elenco. Por ora é isso, não tem muito o que fazer mesmo. Apesar dos pesares, alguns nomes do elenco parece que vão dar retorno financeiro pra Caldense, apesar de não ser uma boa se desfazer de boas promessas. Mas com o cofre combalido, talvez seja uma saída.

Boa sorte na próxima temporada.

É algo mais realista, a questão da tutoria era muito fácil. Era só colocar alguém com a mentalidade desejada com um jovem de potencial, que ele ia se desenvolver rapidamente e estar em níveis elevados de futebol rapidamente. A mentoria veio para diminuir essa progressão veloz.

Eu realmente não sei até que ponto isso das promessas trazerem retorno financeiro é verdade. Até o momento, só o Hebert foi assediado, mesmo tendo outros atletas que se recusam a assinar outro contrato.

Em 13/03/2019 at 13:31, Neynaocai disse:

Qual o impacto e importância dos grupos de mentoria?

A mentoria substituiu a tutoria, então, o impacto é no desenvolvimento dos jovens atletas e na sua personalidade. Logo, para uma equipe que dependem só da base, são extremamente importantes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

eossvsD.png&key=03d301ef4e2a84c2dbabc359

Nos restabelecendo como força do interior

Andei notando a ausência de maiores informações sobre os atletas do clube ao longo das atualizações. Para contrabalancear isso, passarei a fazer uma análise rápida do elenco e postarei as imagens relativas aos jogadores. No mais, os esquemas para a nova temporada permanecem os mesmos do ano passado. O nosso 4-2-3-1 assimétrico vai ser o carro-chefe da equipe e deixaremos o 4-4-2 como opção para atacar ao extremo ou retrancar.

Além disso, a divisão de equipes no Mineiro está bem interessante, já que a URT conquistou o acesso para a Série C e Tombense e Tupi se juntaram ao Boa na Série B. Infelizmente, o América-MG caiu da primeira para a segunda. Ipatinga e Tupynambás são as equipes que nos farão companhia na Série D, enquanto Democrata e Villa Nova compõem o bonde dos sem divisão. Essa é a primeira vez que temos dez equipes nas quatro primeiras divisões do futebol nacional no save.

Análise do elenco

Goleiros

Com Carlos André e Táxi, estamos bem servidos nessa posição. Carlos André é o titular já tem algum tempo e Táxi é um bom reserva. Infelizmente, como temos poucos jogos, Táxi paga o preço de ter surgido um goleiro melhor. Filipe Cristiano compõe como terceiro goleiro.

goleiros0a19c221784ff257.png

Laterais-direito

Batata é um atleta de nível muito superior a Série D do Brasileirão. Tanto é que já foi convocado para a seleção sub-19 do Brasil. É titular absoluto, enquanto Deyvison faz ali o papel de reserva de qualidade adequada. Batata é um dos atletas que vive querendo sair, mas não consegue.

lateraldireito4a44fd512c5681e6.png

Zagueiros

O passar do tempo já começa a apertar e Davy já não é mais o zagueiro de nível superior aos demais. Ainda é o nosso melhor zagueiro, e com a exceção de Gui, o restante não tem potencial para superá-lo. Curiosamente, Jairo é o companheiro de zaga de Davy, já que se desenvolveu mais rápido que Heitor e Gui. Heitor está só esperando a hora de não compor mais elenco, porque é notório que está ali por necessidade.

zagueiros8225ad183057ab12.png

Laterais-esquerdo

A idade enfim chegou e Edu Pina não será mais titular do clube. Como Pepe apresenta uma qualidade semelhante e tem muito potencial para se desenvolver, ele vai ficar com a vaga do veterano. Edu Pina ainda é o capitão, mas já aceitou uma drástica redução salarial para continuar no clube. A tendência é que em uma ou duas temporadas, ele se aposente.

lateralesquerdo3e91bd574660d740.png

Meias-centrais

Com Renato já habituado ao posto de meia-central, a adição de Thiago Heleno na temporada passada fez bem ao clube. Os dois formam uma boa dupla, e tem bons reservas em Cardena e Rosiley. Infelizmente, apenas Thiago Heleno é natural na posição, enquanto todos os outros não tem a posição como sua mais natural.

meiascentraisfd83b5eff7c288dc.png

Meias-direita

Rômulo e Sousa são dois atletas do mesmo nível, com os dois anos de experiência favorecendo Rômulo. Gostaria até que o Rômulo, que é o titular, já tivesse se desenvolvido mais, mas aparentemente, somos grandes formadores de pontas e eles não são muito fãs de se desenvolverem rapidamente.

meiadireita6b377a771388b9c8.png

Meias-atacantes

Hygor é um dos destaques do time, ao lado de Batata e Renato. Já teve convocações para a seleção sub-21 de Portugal e é o único "estrangeiro" do elenco. Juninho é seu reserva e nem de perto está no mesmo nível do titular. Ou seja, é sempre necessário rezar para que Hygor esteja em forma e disponível.

meiaatacanteeb51f5c7319942e5.png

Pontas-esquerdas

Com o grande fluxo de pontas-esquerdas no elenco, o fato de Altamir estar num estágio de maturação maior ainda pesa ao seu favor. Contudo, Antônio Carlos já é um atleta do mesmo nível e tem um futuro melhor. Ainda tenho dúvidas se Altamir conseguirá manter a titularidade até o final da temporada.

pontaesquerdab9386668852bfa8a.png

Atacantes

Com a saída de Hebert, Patrick aproveitou a lacuna e será nosso homem-gol para a temporada. O atacante se desenvolveu monstruosamente desde que foi promovido a titular. O pobre Alberinho continua sendo eclipsado e isso meio que dificulta seu pleno desenvolvimento.

atacantes5defd552bae5034d.png

Copa do Brasil e Campeonato Mineiro

Sem Copa do Mundo para atrapalhar, voltamos a ter nossa reduzida pré-temporada. Contudo, todo tempo do mundo é precioso para preparar os atletas. Mesmo que já estejamos adaptados a nova tática, sempre se perde algo devido a longa distância entre final da Série D e nova temporada. Decidi não complicar muito e peguei algumas equipes do interior Paulista e fiz nosso tradicional jogo com o outro time da cidade. Saímos bem com três vitórias e um empate.

Na estreia, pegamos a Democrata e com um gol solitário, fizemos nossa obrigação. Na sequência, fomos esmagados pelo Cruzeiro, um passeio do time celeste. Para compensar, lavamos a alma com uma goleada sobre o Tupynambás. Na sequência, fizemos um jogo eletrizante com a Tombense e saímos vitoriosos, em grande noite de Hygor e Patrick. Fizemos uma pausa para disputar a Copa do Brasil, jogando contra o Londrina, fora de casa. Botei o time reserva, pois estava focado em uma boa campanha no Mineiro e deu a lógica, o time de Série B venceu os reservas do time de Série D. A derrota parece ter abalado a equipe, que teve dificuldades contra o Villa Nova e saímos de lá só com o empate.

A seguir, engatamos a melhor sequência do clube até o momento: vencemos Boa Esporte, América e Tupi. Os jogos contra Boa e Tupi foram bem disputados, com o placar final sendo de 2 x 1 para nós. Entretanto, diante do Coelho, fizemos nossa melhor atuação contra um grande, dominamos, fomos lá e vencemos com facilidade, um sonoro 4 x 1. Depois da empolgada, derrapamos diante do Ipatinga. Nos recompomos diante da URT e já classificados, fizemos um jogo aberto com o Atlético, mas eles saíram vencedores por 4 x 2.

Nas quartas-de-final, enfrentamos a Tombense em casa. Como na fase classificatória vencemos, a confiança estava em alta para repetir o resultado e chegar até a semi-final pela primeira vez. Dessa vez o jogo foi mais apertado, mas conseguimos selar a passagem para a semi-final. Nosso próximo adversário seria o Cruzeiro e entraríamos num cenário contrário ao jogo contra a Tombense, fomos massacrados na fase classificatória, logo, estávamos ressabiados. Mais uma vez, tivemos uma grande prestação contra um dos grandes mineiros nessa temporada, lutamos, fomos aguerridos e conquistamos um empate para nos manter vivo e com esperanças, mesmo que tenhamos utilizado uma estratégia mais defensiva. Entretanto, a diferença técnica entre as equipes falou mais alto no Mineirão e o Cruzeiro seguiu na competição.

AA-Caldense_-Calendario-Senior56adb4814f
v Tupynambás (C) | v Tombense (F) | v América (C) | v Ipatinga (C) | v Atlético (F) | v Tombense (C) | v Cruzeiro (C) | v Cruzeiro (F)

Campeonato Mineiro 2023

Foi a nossa melhor temporada até o momento, terminando entre as quatro melhores equipes da competição. E é importante lembrar que poderíamos ter terminado em segundo lugar, caso um milagre tivesse acontecido contra o Atlético. Fiquei muito satisfeito com o que a equipe demonstrou, mas o empate contra o Villa Nova e a derrota para o Ipatinga não devem acontecer em condições normais. Óbvio que uma vitória contra o Atlético-MG seria fantástica, mas esses cinco pontos que deixamos para trás, nos faria líderes. Não mudaria muito para nós, pois a chance de pegar Cruzeiro ou Atlético no caminho sempre será enorme, mas dava para ter facilitado uma chegada até a final.Por fim, vale ressaltar que a URT foi rebaixada no ano seguinte da conquista da promoção para a Série C. Vergonhoso.

Henrique-Melo_-Inicio3ce5a5c51678e142.pn
Tabela Completa | Estatísticas gerais e individuais do Campeonato Mineiro 2023

Desempenho do elenco e bastidores

Encerramos o Campeonato Mineiro com o artilheiro do campeonato e com o jogador que mais deu assistências. Patrick ficou com a honraria de goleador máximo do torneio e foi eleito para o time do campeonato, enquanto Rômulo foi o garçom da edição 2023 do torneio. Além disso, Rômulo e Hygor apareceram no pódio do Melhor Jogador Jovem, perdendo para Lucas Francisco da Tombense. Também tivemos a convocação de Hygor para defender o sub-21 da seleção portuguesa.

Henrique-Melo_-Inicio-20ece662a70b2cf17.

Análise do grupo da Série D

A Série D 2023 trouxe alguns velhos conhecidos do clube. Os três adversários do Grupo M são equipes que enfrentamos frequentemente nessa nossa jornada. Iremos nos reencontrar com o Mirassol, depois da temporada passada e também pegaremos o Operário (MS) pela terceira vez. A novidade em termos de Série D é o Tupynambás, mas já temos experiência contra eles no Campeonato Mineiro.

O Mirassol tem a terceira melhor cotação para conquistar o título, consequentemente é um dos quatro favoritos à promoção. Todavia, vem de uma péssima campanha no Paulista, onde foi rebaixado. O Operário tem a 52ª melhor cotação e foi campeão sul-mato-grossense. Já o Tupynambás vem com a 59ª melhor cotação, e ficou em nono no nosso estadual, como já viram. Por fim, temos a 57ª melhor cotação. Ou seja, três dos quatro clubes do grupo tem péssimas previsões de campanha. Contudo, sabemos que nesse nível, essas coisas não devem ser levadas a sério.

Campeonato-Brasileiro---Serie-D_-Vista-G

Notícias, informações e estatísticas da Caldense

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Sua avaliação do elenco trás umas informações interessantes como por exemplo o fato de não ter um reserva a altura do  português para a posição. Está mesmo bem servido de goleiro. O lateral Batata e o meia atacante Renato são também ótimas peças para a temporada, sem falar que são jogadores  novos ainda. Por outro lado, seus potenciais já se mostram bem próximos das capacidades atuais. Estranho isso, pois nunca vi jogadores tão novos e com tão pouca possibilidade de crescimento. Seria uma falha de avaliação dos olheiros e preparadores ou é normal mesmo pelo status e capacidade do time de formar e desenvolver os jogadores de base?

Ótima participação no Mineiro e o primeiro jogo contra o Cruzeiro deve ter dado esperança. Crescimento fantástico da equipe desde o início do trabalho. ter um jogador na equipe do campeonato e outra na seleção de base de Portugal, mostra que está aos poucos montando uma estrutura de clube vencedor.

Com essa campanha até o momento, acredito que dessa vez conseguirá melhores atuações na série D, principalmente se levarmos em conta a avaliação sobre os adversários da competição no seu grupo.
Boa sorte na sequência e bom trabalho.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Esse Patrick melhorou muito mesmo. Fez uma campanha excelente no estadual até agora, só com quatro pontos de distância para o primeiro classificado.

Veremos se a boa fase do Mineiro se traduz numa campanha bem positiva na série D. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Muito bom esse Patrick. Quer emprestar ele para o Nova Iguaçu? Aceito numa boa.😁

Na Série D pegou alguns adversários já conhecidos. Qual a análise que você faz desses adversários? Será mais fácil a classificação, justamente por conhece-los?

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Patrick vai mostrando que realmente pode ser o homem-gol da temporada, e exceto que não receba propostas, parece que tem tudo para se tornar o jogador mais importante desse início de save.

Fez um mineiro muito bom, e poderia ter tido um desempenho melhor ainda se não tivesse desperdiçado pontos. Mas chegou as semifinais e caiu para um time de primeira divisão, aguentando um empate em casa ainda por cima.

Tem um grupo interessante na Série D, com um franco-favorito (Mirassol) e outros 2 times que podem ser mais fáceis para a Caldense superar. Talvez consiga passar de fase.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
André Honorato

Save que mais gosto atualmente na área ao lado do shamrock, do ajaccio e tem uns outros ai, sao historias bem limpas e bem objetivas, que se nao quiser ler, as imagens já falam por si
mas acaba que de tao organizado, acabo lendo mesmo assim, e sem contar que o save é na UAI CHAMPIONS rsrs, pena que não era com meu Democrata =/

só uma critica

podia ter mais atualizações rsrs,

 

mas infelizmente não sabemos como e sua vida ai neh rs, eu mesmo também não conseguiria postar com tanta frequência, me divirto com fm ultimamente mais vendo save da galera aqui do que jogando rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 16/03/2019 at 10:45, Vannces disse:

Sua avaliação do elenco trás umas informações interessantes como por exemplo o fato de não ter um reserva a altura do  português para a posição. Está mesmo bem servido de goleiro. O lateral Batata e o meia atacante Renato são também ótimas peças para a temporada, sem falar que são jogadores  novos ainda. Por outro lado, seus potenciais já se mostram bem próximos das capacidades atuais. Estranho isso, pois nunca vi jogadores tão novos e com tão pouca possibilidade de crescimento. Seria uma falha de avaliação dos olheiros e preparadores ou é normal mesmo pelo status e capacidade do time de formar e desenvolver os jogadores de base?

Ótima participação no Mineiro e o primeiro jogo contra o Cruzeiro deve ter dado esperança. Crescimento fantástico da equipe desde o início do trabalho. ter um jogador na equipe do campeonato e outra na seleção de base de Portugal, mostra que está aos poucos montando uma estrutura de clube vencedor.

Com essa campanha até o momento, acredito que dessa vez conseguirá melhores atuações na série D, principalmente se levarmos em conta a avaliação sobre os adversários da competição no seu grupo.
Boa sorte na sequência e bom trabalho.

Tirando Davy e Edu Pina, todos são jogadores novos (hahaha). Acredito que é mais pelo status do clube e da divisão do que propriamente falha dos olheiros e preparados e até mesmo na capacidade do time em formar e desenvolver jogadores. Eles são fora da curva para a Caldense, em outros clubes, provavelmente teriam uma avaliação mais realista.

Fiquei feliz com o primeiro jogo, mas como o Cruzeiro tinha a vantagem de dois resultados iguais, acaba que dificulta ter esperanças. A equipe vem crescendo bem, mas para virar um clube vencedor ainda temos que galgar muito ainda.

Espero que finalmente cheguemos no mata-mata, a partir daí, é fazer o melhor a cada jogo e ver até onde podemos chegar.

Em 16/03/2019 at 11:39, Darthz disse:

Esse Patrick melhorou muito mesmo. Fez uma campanha excelente no estadual até agora, só com quatro pontos de distância para o primeiro classificado.

Veremos se a boa fase do Mineiro se traduz numa campanha bem positiva na série D. 

Sim, teve uma grande evolução. Também gostei da campanha, se não tivéssemos vacilado tanto, daria para ter terminado em primeiro.

Espero que sim, já passou da hora de estarmos entre os melhores do grupo.

Em 16/03/2019 at 13:00, LC disse:

Muito bom esse Patrick. Quer emprestar ele para o Nova Iguaçu? Aceito numa boa.😁

Na Série D pegou alguns adversários já conhecidos. Qual a análise que você faz desses adversários? Será mais fácil a classificação, justamente por conhece-los?

Até emprestaria, se fosse possível.

Acredito que não faça diferença, as equipes mudam muito de ano para ano para o conhecimento valer alguma coisa.

Em 17/03/2019 at 00:54, marciof89 disse:

Patrick vai mostrando que realmente pode ser o homem-gol da temporada, e exceto que não receba propostas, parece que tem tudo para se tornar o jogador mais importante desse início de save.

Fez um mineiro muito bom, e poderia ter tido um desempenho melhor ainda se não tivesse desperdiçado pontos. Mas chegou as semifinais e caiu para um time de primeira divisão, aguentando um empate em casa ainda por cima.

Tem um grupo interessante na Série D, com um franco-favorito (Mirassol) e outros 2 times que podem ser mais fáceis para a Caldense superar. Talvez consiga passar de fase.

Boa sorte!

Vamos torcer então para que ele não receba propostas, não é mesmo?

É normal que a equipe desperdice pontos, o que não pode acontecer é golear o Coelho e perder para o Ipatinga. Mas de modo geral, foi um excelente estadual.

Eu estou na ansiedade por passar de fase já tem um tempo, vamos com tudo.

21 horas atrás, André Honorato disse:

Save que mais gosto atualmente na área ao lado do shamrock, do ajaccio e tem uns outros ai, sao historias bem limpas e bem objetivas, que se nao quiser ler, as imagens já falam por si
mas acaba que de tao organizado, acabo lendo mesmo assim, e sem contar que o save é na UAI CHAMPIONS rsrs, pena que não era com meu Democrata =/

só uma critica

podia ter mais atualizações rsrs,

 

mas infelizmente não sabemos como e sua vida ai neh rs, eu mesmo também não conseguiria postar com tanta frequência, me divirto com fm ultimamente mais vendo save da galera aqui do que jogando rsrs

Fico feliz pelas palavras elogiosas aos meus dois saves. Quanto a escolha do time, poderia ter sido qualquer um, mas já tinha um tempo que queria fazer um save com a Caldense.

Quanto a "crítica", gostaria de poder atualizar mais vezes, mas com dois saves ao mesmo tempo e com a vida, só de conseguir atualizar os dois semanalmente é uma tarefa árdua.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

Fez um excelente estadual, ainda que tenha tropeçado contra adversários mais acessíveis. Agora espero que consiga aproveitar esse bom momento na série D, coisa que tem sido difícil de fazer.

A fornada ajudou a encorpar o elenco, mas nada que suprisse necessidades mais imediatas. Paciência, pelo menos já vai formando os times interiores.

Achei curioso o jogo nivelar as mentalidades dos jogadores após os grupos de mentoria. Estou ansioso para verificar esse novo sistema.

Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
17 horas atrás, vinny_dp disse:

Fez um excelente estadual, ainda que tenha tropeçado contra adversários mais acessíveis. Agora espero que consiga aproveitar esse bom momento na série D, coisa que tem sido difícil de fazer.

A fornada ajudou a encorpar o elenco, mas nada que suprisse necessidades mais imediatas. Paciência, pelo menos já vai formando os times interiores.

Achei curioso o jogo nivelar as mentalidades dos jogadores após os grupos de mentoria. Estou ansioso para verificar esse novo sistema.

Boa sorte na sequência.

No final das contas, ficou elas por elas, tropeçamos onde não devíamos, vencemos ou empatamos onde não era esperado. Vamos ver se enfim passamos de fase na Série D.

Sim, isso é importante, mas acho que as necessidades são mais preocupantes a curto prazo.

As coisas mudaram, então, pela nova proposta, é algo que faz sentido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

Gostei de ver a análise do elenco. Curioso como tu tem alguns jogadores realmente muito bons (tipo o Patrick e o Batata), mas aí em outras posições (e ainda mais na reserva) a coisa é de chorar. É um desafio e tanto fazer essa máquina tão desequilibrada funcionar em toda a temporada.

No mineiro teve um ótimo resultado, ser eliminado pelo Cruzeiro era de se esperar mesmo. Agora vamos ver como se sai na Série D. Pelo que fez no estadual, dá pra subir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
2 horas atrás, Danut disse:

Gostei de ver a análise do elenco. Curioso como tu tem alguns jogadores realmente muito bons (tipo o Patrick e o Batata), mas aí em outras posições (e ainda mais na reserva) a coisa é de chorar. É um desafio e tanto fazer essa máquina tão desequilibrada funcionar em toda a temporada.

No mineiro teve um ótimo resultado, ser eliminado pelo Cruzeiro era de se esperar mesmo. Agora vamos ver como se sai na Série D. Pelo que fez no estadual, dá pra subir.

É o que temos para hoje, infelizmente. Queria que fosse mais nivelado, mas esse é o desafio ao qual me propus.

Dá para subir ainda é muito, principalmente porque nunca passamos dessa fase de grupos na competição.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

eossvsD.png&key=03d301ef4e2a84c2dbabc359

A dois pênaltis do paraíso

Intertemporada e Série D

Com a participação mais longa no Estadual, era meio óbvio que a Intertemporada seria mais curta. Realizamos cinco jogos e vencemos todos, até mesmo contra adversários tradicionais como o Botafogo de Ribeirão Preto. Na abertura do grupo M, pegamos o Mirassol, adversário que ficou com nossa vaga na temporada passada. Diferentemente do ocorrido na edição anterior da competição, não vacilamos em casa e fizemos valer o mando de campo. Depois, viajamos até Mato Grosso do Sul e Operário mostrou ser o complicado adversário de sempre. O jogo teve uma virada para cada lado, um primeiro tempo eletrizante, mas parece que as energias ficaram todas nos primeiros 45 minutos, logo, o empate foi um bom resultado.

Os dois jogos seguintes seriam contra o Tupynambás e como conheço o adversário do estadual, a expectativa era vencer os dois jogos. Em casa, uma expulsão logo cedo complicou nossa vida e eles abriram o placar de pênalti. Empatamos logo em sequência, mas a inferioridade numérica nos impediu de tentar algo mais. Levando em conta o cartão vermelho, saímos até que bem desse jogo. Na outra partida, em Juiz de Fora, um jogo ruim, mesmo sem nenhum expulso. Ou seja, o confronto em que achei que ia levar os seis pontos com mais facilidade, acabei saindo só com dois.

Mas nas duas partidas decisivas, a equipe se reencontrou e em um grande jogo contra o Operário no Ronaldão, saímos com uma vitória apertada e conquistada nos minutos finais. Tivemos que buscar o placar duas vezes e só conseguimos o gol derradeiro aos 81 minutos. Na sequência, contra o Mirassol, teríamos um jogo valendo a liderança e a vaga. Dependendo da combinação de resultados do Operário com o Tupynambás, poderíamos até perder. Mas fomos lá, fizemos nossa parte, vencemos com um gol aos 76 minutos, mas o mais importante, não sofremos para arrancar a vitória. Ela veio. Com isso, terminamos em primeiro lugar do grupo e seguimos adiante.

AA-Caldense_-Calendario-Senior-2899c45e2
v Operário (F) | v Tupynambás (C) | v Operário-MS (C)

Finalmente passamos de fase, e apesar da campanha não parecer grandes coisas, fizemos 12 pontos de 18 possíveis. Saímos invictos e com a liderança e para começar o mata-mata, teríamos mais um Tupi em nossa vida. Dessa vez seria o Tupi do Espírito Santo. Como terminamos em primeiro lugar, poderíamos decidir em casa.

Henrique-Melo_-Inicio6dd77bdf63d5fd9c.pn

Mata-mata da Série D

Na nossa primeira participação no mata-mata da competição, a ambição era simples, ir até onde desse. Se isso significasse chegar na semi-final e final, sendo promovido, excelente, se não, ficaria de experiência para a próxima temporada. Mas logo no primeiro jogo, em uma noite inspirada de Patrick, praticamente despachamos o Tupi. O atacante deixou sua marca três vezes, sem pudor nenhum. Na partida de volta, com a classificação praticamente na mão, seguramos nossa vantagem e com um empate em 1 x 1, seguimos adiante para enfrentar o Mal na próxima fase.

Eu não gosto de enfrentar times mineiros fora do campeonato estadual, principalmente em uma circunstância como essa, mas como o adversário seria o Ipatinga, o Mal reencarnado (já que o título de Mal encarnado pertence ao Boa Esporte), a ideia era passar por cima. E assim como na primeira partida diante do Tupi, fizemos mais um excelente jogo, dessa vez como mandante, estraçalhando o Ipatinga, numa excelente performance coletiva. Na volta, jogamos com o regulamento de baixo do braço e impedimos qualquer chance do Mal nos afetar. Um chocho 0 x 0 para celebrar nossa chegada até as quartas-de-final. Com isso, apenas duas partidas nos separavam de uma gloriosa promoção para a Série C. O adversário que teríamos pela frente seria o Caxias, uma equipe com uma estrutura muito melhor, mas decidiríamos no Ronaldão.

A primeira partida em Caxias do Sul foi mais um sparring que uma partida eliminatória. As duas equipes se respeitaram bastante e ninguém conseguiu construir uma vantagem. Na partida seguinte, tudo que foi avaliado e respeitado na primeira partida, foi jogado para o céu. O Caxias não se intimidou com o Ronaldão vazio (pouco mais de 10% da capacidade preenchida) e abriu o placar. Patrick não demorou a empatar, mas o Caxias reconstruiu sua vantagem rapidamente. Patrick não tardou a empatar novamente. Já lá para o final do primeiro tempo, o Caxias tornou a marcar um gol e dessa vez não teve Patrick para restaurar a paridade no placar. Continuamos correndo atrás do resultado como um louco e no terço final da partida, Patrick apareceu para igualar o placar mais uma vez. Tentamos buscar o gol da classificação, mas o quarto gol não saiu de nenhum dos dois lados. Com isso, a partida foi para as penalidades máximas.

Patrick abriu as cobranças e a expectativa é que o cara que salvou a equipe de perder, fosse converter a cobrança. Mas o atleta não queria ninguém exaltando seu nome nas redes sociais e perdeu o pênalti. O Caxias converteu o seu e ficou em vantagem. A seguir, Renato fez o seu e Carlos André resolveu tentar marcar seu nome na história, pegando a cobrança. Daí em diante, as duas cobranças de cada lado foram convertidas. Chegou a vez de Thiago Heleno cobrar a quinta cobrança. Lembro da primeira vez que li que teria um atleta promissor com o nome de Thiago Heleno. Esse é um nome que traz péssimas lembranças a qualquer cruzeirense, cogitei em trocar o nome do jogador por causa disso. Todavia, resolvi deixar, pois achei que seria a hora desse estigma ser apagado e o nome Thiago Heleno passar a significar outra coisa. O meia-central foi para a bola e assim como o seu xará, não decepcionou e honrou o nome, perdendo sua cobrança. O Caxias ficou com a faca e o queijo na mão para conquistar a promoção, Carlos André bem que tentou elevar seu feito inicial, mas dessa vez não deu, Vitinho marcou e colocou o Caxias na Série C da próxima temporada.

AA-Caldense_-Calendario-Senior977d4dc231
v Tupi (F) | v Ipatinga (C) | v Caxias (F) | v Caxias (C)| Estatísticas gerais e individuais da Série D

O desenvolvimento interno e externo dos jovens da Caldense

O desenvolvimento ou não, dos nossos atletas continua a pleno vapor. No gol, Táxi perdeu meia estrela de capacidade e uma de potencial. Carlos André manteve o nível, e Filipe Cristiano perdeu uma estrela e meia de capacidade e uma de potencial. Na lateral-direita, Batata continua com a capacidade e potencial intactos, enqunato Deyvison perdeu meia estrela de capacidade e uma de potencial. Na zaga, a idade continua a afetar Davy, que perdeu uma estrela de capacidade e potencial. Heitor perdeu meia estrela de capacidade e potencial, Jairo ganhou meia estrela de capacidade e Gui perdeu meia estrela de potencial. Na lateral-esquerda, Edu Pina perdeu meia estrela de capacidade e potencial, enquanto Pepe ganhou uma estrela de capacidade.

Na meiuca, Cardena ganhou meia estrela de capacidade, mas perdeu uma de potencial, Rosiley perdeu meia estrela de potencial, enquanto Thiago Heleno ganhou uma estrela de capacidade. Renato mantém os níveis estáveis em ambos os frontes. Na meia-direita, Rômulo ganhou meia estrela de capacidade, mas perdeu a mesma quantidade de potencial, Sousa também perdeu a mesma quantidade de potencial. Na região de meias-atacantes, Hygor manteve seu nível, enquanto Juninho perdeu meia estrela de potencial. Na ponta-esquerda, Altamir perdeu meia estrela de potencial, Antônio Carlos também perdeu a mesma quantidade. Por fim, no ataque, Alberinho perdeu meia estrela de capacidade e potencial, enquanto Patrick ganhou uma estrela de capacidade.

Em termos de premiação, Patrick foi o artilheiro da Série D, mesmo tendo feito quatro jogos a menos que alguns concorrentes. Os 11 gols marcados por Patrick se tornaram o recorde em uma mesma edição da competição. Além disso, foi eleito o Jovem Jogador do Ano dessa edição da competição. E ainda esteve no Time do Ano da Série D, com a companhia de Carlos André. Em termos de convocações, Hygor foi chamado para a Eurocopa sub-21, defendendo a seleção portuguesa.

Henrique-Melo_-Inboxf8c3e45b308f3d9a.png

Notícias, informações e estatísticas da Caldense

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

É dureza perder assim, mas faz parte. Fica de positiva saber que pode brigar pelo acesso no ano que vem.

Patrick é fera mesmo. Se conseguir segurar ele por mais algum tempo pode ter seu trunfo rumo à série C.

Na evolução jovens, notícias não muito boas. Muitos perderam potencial, inclusive alguns daqueles em que se tem boas expectativas, mas faz parte. 

Boa sorte. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
André Honorato

essa foi o verdadeiro bateu na trave, eliminado invicto da competição, com 5 vitorias e 7 empates nos 90 minutos


ja é uma grande evoluçao, devera começar a frequentar mais vezes essa area do campeonato, conseguir segurar os jogadores, 

outra coisa, a divida aumentou demais, que isso, ter mais sorte na copa do brasil pra tentar ir mais longe e arrecadar dinheiro por ela, essa deve ser a unica solução para a equipe nesse momento

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai
Em 15/03/2019 at 22:32, Henrique M. disse:

É quase um 4-4-1-1. O extremo direito recuado faz tanta diferença? Eu vejo que se coloco um ala, ele cobre toda a lateral. Então não se perde um pouco com um extremo recuado?

 

Enfim, boa temporada, uma pena ter batido na trave. Torcer pra fornada ser uma geração de ouro e vir uns zagueiros e volantes decentes.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Ficou muito perto da subida, e a campanha merecia mais, mas que fazer? É continuar lutando que a série C chegará.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Fiquei imaginando cada detalhe desses jogos decisivos. Chegar tão perto e no momento da classificação, a entrega da paçoca nos pênaltis foi realmente um balde de água fria. Mas como você havia dito no início dessa avaliação sobre os jogos mata a mata, se desse seria muito lucrativo, como não deu, experiência com certeza para a próxima temporada e acredito que da forma como você tem gerido a equipe, conseguirá com certeza a promoção na próxima, só esperar que não precise ser da forma mais sofrida. Bom trabalho na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 21/03/2019 at 08:57, vinny_dp disse:

É dureza perder assim, mas faz parte. Fica de positiva saber que pode brigar pelo acesso no ano que vem.

Patrick é fera mesmo. Se conseguir segurar ele por mais algum tempo pode ter seu trunfo rumo à série C.

Na evolução jovens, notícias não muito boas. Muitos perderam potencial, inclusive alguns daqueles em que se tem boas expectativas, mas faz parte. 

Boa sorte. 

Os jogadores não tem atributos técnicos e nem mentais para isso, é bom saber, que assim, evito a todo custo evitar pênaltis daqui pra frente.

Espero que ele continue guardando gols e carregando o time à frente.

É normal, o clube está evoluindo, já dá para ter uma noção melhor de quem é útil e quem não é.

Em 21/03/2019 at 13:35, André Honorato disse:

essa foi o verdadeiro bateu na trave, eliminado invicto da competição, com 5 vitorias e 7 empates nos 90 minutos


ja é uma grande evoluçao, devera começar a frequentar mais vezes essa area do campeonato, conseguir segurar os jogadores, 

outra coisa, a divida aumentou demais, que isso, ter mais sorte na copa do brasil pra tentar ir mais longe e arrecadar dinheiro por ela, essa deve ser a unica solução para a equipe nesse momento

Talvez se tivéssemos empatado menos, a história fosse diferente.

Não estou tendo problemas para segurar jogadores, já que raramente chega proposta para os destaques.

Não é algo que eu possa fazer algo, ficará nesse nível entre 2 milhões e 5 milhões até a equipe conseguir subir níveis. E sinceramente, só se o sorteio favorecer muito a Caldense que dá para chegar numa fase que o dinheiro compense.

Em 21/03/2019 at 15:25, Neynaocai disse:

É quase um 4-4-1-1. O extremo direito recuado faz tanta diferença? Eu vejo que se coloco um ala, ele cobre toda a lateral. Então não se perde um pouco com um extremo recuado?

 

Enfim, boa temporada, uma pena ter batido na trave. Torcer pra fornada ser uma geração de ouro e vir uns zagueiros e volantes decentes.

 

 

Mas eu não botei o meia-direita ali para fazer cobertura. Coloquei porque produzimos muitos meias-direitas e não pontas-direitas e é mais natural para eles jogarem na posição de origem. Eu venho gostando da assimetria, produz resultados interessantes, com o meia-direita muitas vezes recebendo com muito espaço para trabalhar a bola.

Se seguir o ritmo de todas as fornadas, certamente será uma "geração de ouro".

Em 22/03/2019 at 08:23, Darthz disse:

Ficou muito perto da subida, e a campanha merecia mais, mas que fazer? É continuar lutando que a série C chegará.

O Caxias era um adversário forte também, não é como se tivéssemos perdido para qualquer um.

18 horas atrás, Vannces disse:

Fiquei imaginando cada detalhe desses jogos decisivos. Chegar tão perto e no momento da classificação, a entrega da paçoca nos pênaltis foi realmente um balde de água fria. Mas como você havia dito no início dessa avaliação sobre os jogos mata a mata, se desse seria muito lucrativo, como não deu, experiência com certeza para a próxima temporada e acredito que da forma como você tem gerido a equipe, conseguirá com certeza a promoção na próxima, só esperar que não precise ser da forma mais sofrida. Bom trabalho na sequência.

Não considero uma entregada de paçoca, é simplesmente algo que a equipe não tem preparo. É a primeira vez que acontece, os jogadores não são exímios batedores e muitos não tem atributos psicológicos necessários em valores muito altos para compensar a deficiência técnica. Fizemos o que podia ser feito, agora, é trabalhar em cima do que identificamos e buscar evitar esse tipo de ocorrência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

Poxa, quase acertei na minha previsão. Que pena que a promoção não veio por detalhe. Por outro lado, acho que pode ficar feliz com a campanha, e quem sabe ano que vem não chega lá.

Quanto ao Patrick, parece que sempre que o cara é o grande herói do jogo ele caga na hora das penalidades.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Definitivamente vem evoluindo, e esse Patrick realmente é um monstrinho para esse nível.

Mas tava tão na cara, tão na cara que ele ia perder o penalty, que perdeu mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Similar Content

    • AlexVivas
      By AlexVivas
      E aí, meus amigos managers, beleza? Após o "acidente" envolvendo o falecimento precoce do Alphabet Challenge, volto com um novo desafio. 
      Não tenho certeza, mas acho que a partir da Copa do Mundo de 1994 venho percebendo que muitas Seleções vêm meio que priorizando os atletas que jogam fora de seu país, menosprezando o futebol local. Pesquisando mais a fundo me deparei com a imagem acima, o emblema da Legião Estrangeira e seu Lema.
      Então decidi fazer uma nova saga de "volta ao mundo" treinando somente em países onde a maior parte da Seleção Nacional joga no exterior. Desta vez a jornada não será em ordem alfabética, e sim de acordo com o ranking de seleções da FIFA de 20 de Dezembro de 2018. Criei uma tabela no Excel dividindo todas as Seleções em 08 "grupos" distribuídos conforme as Licenças de Treinador do FM: Nenhuma - Nacional C - Nacional B - Nacional A - Continental C - Continental B - Continental A - Pro Continental. 
      Dessa forma, a trajetória se torna mais realista, onde um técnico começa no meio amador e alcança o status mundial no fim da carreira. Vejamos abaixo as metas que nortearão este save:  

      nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 80% a 90% do elenco jogar no País, independente do Clube; feito isso, fazer pelo menos 50% da Seleção jogar no Clube escolhido; o Clube escolhido deve ser o maior campeão da Liga Principal/Primeira Divisão;  nacionalizar o Clube, vendendo todos os jogadores estrangeiros, com exceção dos atletas Naturalizados, os quais aparecem como primeira Nacionalidade a do país ativo; priorizar a venda dos jogadores dispensáveis para os demais clubes do país, nivelando a Liga e tornando-a mais competitiva; tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube; tornar o Clube hegemônico em todos os campeonatos Nacionais. Caso ele já seja soberano no país, tentar ser o maior campeão Continental; o prazo para alcançar a hegemonia segue a seguinte fórmula: nº de títulos do maior campeão + 1;   melhorar o nível do futebol local chegando o mais longe possível nas competições Continentais, aumentando a quantidade de clubes que disputarão as mesmas e assim tornando o País mais atrativo para os atletas locais; reiniciar o FM ao concluir o país em questão. Essa nova jornada é baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M..
      Grande abraço !!
       
    • andre lp
      By andre lp
      Olá pessoal.. atualmente comecei um save com o manchester city no fm, devido a sua qualidade de jogadores e o ainda pequeno histórico de títulos, meu objetivo é criar uma hegemonia de muitos anos com ele e conquistar a Europa diversas vezes, mas respondam aí, o que vocês acham de começar com times grandes ? Eu tinha até pensando em postar meu save na profissão manager, entretanto, só vejo gente começando com times bem pequenos.
    • Johann Duwe
      By Johann Duwe
      Fonte
       
       
      Fonte
      Inspirado no Ypiranga do @Leonardo Moreno e no Tupi do @marciof89 vem aí mais um save em terras tupiniquins, eu, pessoalmente, não gosto de jogar no Brasil, mas irei abrir uma exceção pois como disse o @CCSantos, promessa é dívida.
      A cidade de Joinville é mais reconhecida pela sua equipe de Futsal, que por muitas vezes eu vi jogar contra a equipe de Malwee/Jaraguá quando a mesma tinha o craque Falcão e tantos outros dando show.
    • Luchín
      By Luchín
      Prólogo
      Após quase dois anos ausente do fórum, devido à vários motivos, o lançamento de uma nova versão do Football Manager me trouxe novamente até aqui e estar no fórum e ler algumas excelentes histórias de alguns companheiros, é impossível que o bichito não te pique. Ainda não me adaptei completamente a essa nova versão, que, para quem vem do FM17, apresenta muitas novas features, principalmente no âmbito tático e de controle de plantel, mas, como vinha tendo algumas dificuldades para me empolgar em saves offline, acabei me decidindo a contar uma história, que, de antemão, afirmo que será simples, nada mais que um relato do que estou jogando. 
      O clube escolhido é o Fútbol Club Andorra, que participa da pirâmide espanhola, estando, na vida real, na Preferente Catalana, equivalente ao quinto nível, mas como a expansão de ligas ainda não está completa, o coloquei na Tercera División, que é o quarto nível, substituindo a equipe de menor reputação presente. 
      A minha ideia para esse save será utilizar apenas jogadores andorranos. Para isso, habilitei, além da pirâmide espanhola, as duas divisões do futebol andorrano. 
      O treinador do clube será o ex-zagueiro Antoni "Toni" Lima, que, apesar de nunca ter atuado no clube, é um dos maiores jogadores da história do futebol andorrano. Antoni tem um irmão mais novo, Ildefons, que atualmente atua no próprio futebol andorrano, mas foi formado no FC Andorra e rodou por vários clubes, passando até mesmo pelo futebol da América, onde atuou no Pachuca. Via editor, coloquei o no clube para que termine sua carreira onde começou e "comandado" pelo irmão. 
      Concluindo, acredito que possa não receber a melhor recepção nesse retorno, pois cometi erros no passado, ofendi alguns membros desnecessariamente, e sei que após errar, a confiança não retorna de imediato, mas espero pode demonstrar que os erros ficaram no passado e que retorno à área com uma nova forma de pensar e me comportar. De todas as maneiras, um sincero pedido de desculpas para aqueles com quem não me portei bem no passado.
      Espero me divertir e que vocês também se divirtam com a história.
      Luiz. 
    • Xandrovsky
      By Xandrovsky
      Tudo começa com a idéia de ter uma equipe "Equilibrada". Defender com solidez. Recuperar a bola e, quando em posse, ter condição para criar jogadas. Joga curto onde precisa jogar curto. Joga longo quando precisa jogar longo. Jogadas pelas pontas, tabelas pelo meio campo. Equilíbrio. A formação que escolhi para acomodar tal idéia foi o 3-4-3.
      Funções:
      Goleiro Libero (Defesa): Um goleiro que avance um pouco a frente. Que tenha como prioridade jogar simples. Nada de lançamentos arriscados. Passes curtos quando necessário para o time controlar a posse. 
      Defensor Com Bola (Defender): Jogando pelos lados da defesa, esses jogadores são os responsáveis por começar as jogadas. Podendo tentar passes longos para os pontas, ou sair jogando curto devido a boa distribuição ofensiva. Defensivamente São os Pilares na Bola Aérea. Zagueiros altos e fortes são altamente recomendados para essa posição. Vão jogar mais abertos quando em posse. E bem compactados quando defendendo. 
      Libero Ofensivo (Suporte)/Defesa com bola (Cobertura): O zagueiro Técnico, mais rápido. Funciona quase como um meia defensivo. Jogando centralizado, é o Zagueiro que vai cobrir as costas da sua defesa. Vai avançar pouco quando em posse, mas fará o suficiente. 
      Esses três zagueiros saem jogando bem, e também formam Uma Parede Defensiva com um homem em cada setor. Bolas afastadas da defesa são facilmente recuperadas pela nossa equipe. Defensivamente São um bloco sólido Junto dos Alas, formam Uma Linha q dificilmente se desfaz. Quando um deles sai, o outro da cobertura. É simples. Superioridade numérica. De forma simples. Com jogadores que estão acostumados a jogar defensivamente. Solidez.
      Defensor Ala Invertido (Suporte): O coração da equipe é aqui. Vão defender como laterais. Fechar a Linha de 5. Em posse, tornam-se o link entre a Defesa e o ataque. Com passes simples, muitas vezes entre eles, a equipe espera o momento correto de avançar a bola. Quando a equipe perde a posse. Ou combatem o adversário direto por dentro, ou retornam a sua posição de lateral. Fechando a Linha de 5.
      Mezzala (Ataque): Sem a bola vão fechar a linha de 4, vão precionar mais. Se a linha de 5 defensores é mais solida, A linha de meio campistas é a que irá fazer a pressão. Vão participar com toques simples e se apresentar constantemente em posições de finalização. Vão fazer muitos gols da entrada da área, ou com corridas tardias a área adversária. Vão se posicionar como opção de tabelas para os pontas. 
      Extremos (Apoio): São os jogadores que vão fazer a diferença. Jogando abertos, a equipe funciona para que eles estejam em situações de 1x1 contra um defensor adversário. Velozes e bom dribladores. Devem aproveitar dessa situação, bater o marcador e decidir a assistência. Defensivamente fecham a linha de 4. 
      Ponta de Lança (Ataque). Centroavante clássico. Vai preferencialmente estar dentro da Área para finalizar. Mas também irá cair pelos lados do campo. Sua função defensiva é incomodar a zaga adversária com sua presença. Não dando combate, mas sendo uma ameaça constante ofensivamente. Aproveita dos espaços deixados pelos laterais adversários. Abrindo a defesa adversária e puxando contragolpes. 
×