Jump to content
Henrique M.

A Veterana - A marca da cal que machuca [15/05]

Recommended Posts

Henrique M.
Em 10/01/2019 at 21:48, LC disse:

Henrique eu vi na tática que alguns jogadores estavam em vermelho, jogavam fora de posição? Conseguiram se adaptar a nova função?

Herbert foi a revelação do campeonato. Perguntas: Herbert assinou com o clube? Por quantas temporadas? Qual o valor dele após esse prêmio?

Ou jogavam fora de posição, ou tem um CA muito baixo e por isso, não são bons a nível de time principal. Fizeram o que tinham que fazer, mas não houve muita diferença.

Não, não assinou. E o valor é irrisório, menos de 100 mil reais.

Em 10/01/2019 at 22:04, Master Darthz disse:

O tal do Herbert foi mesmo o melhor jogador da equipa. Tal como o LC estou curioso para saber se conseguiu contrata-lo. 

Quanto ao Campeonato Mineiro, da posição no estadual ter sido a mesma do ano anterior, mostrou algumas melhoras em relação à época anterior, e isso também é importante. É normal que com as regras que impôs a evolução da equipa seja mais lenta,e penso que deve valorizar as pequenas melhorias que vai conseguindo.

Não, infelizmente.

Sim, e eu fico feliz que tenhamos melhorado em certos aspectos, que dão uma noção melhor de como a equipe pode se portar na Série D, que é o que realmente importa.

Em 10/01/2019 at 23:41, Ari Cesar disse:

Conseguiu repetir o bom desempenho no estadual ( sim considero bom para uma equipe repleta de juniores)  e deu a lógica na Copa do Brasil. Agora esperar a série D.

A parte chata do FM 19 é ver que você passa pela mesma dificuldade que eu passo em meu save do FM 18. Alias,  no meu save o problema é tão estranho que as equipes maiores voltam com os jogadores com ritmo de jogo completo  dando a impressão que eles fazem uma boa pré-temporada. Pensei que isso fosse problema do FM 18.

Eu também achei um bom desempenho.

Eu não pude observar exatamente essa questão dos outros times, então, não sei te dizer exatamente se é um problema do FM 18 que foi solucionado ou continua. Mas, o FM trata o Estadual como pré-temporada.

Em 11/01/2019 at 10:30, André Honorato disse:

Sobre as regras da Serie D, esses updates que usamos, Brasil up, MRT, ideal é que se use ele em sua totalidade para que nao de problemas, e vi voce comentando que nao usou ele por completo no topico do proprio update, pode ser que daqui pra frente ira acontecer esses problemas

sobre os jogos, deu a logica, ganhou de quem tinha que ganhar, perdeu de quem tinha que perder, e foi goleado de quem tinha que ser goleado rs

 

Sim, foi um vacilo meu. Já corrigi esse problema, mas vamos ter que aguardar até a próxima temporada para ver se resolveu. Se não, fazer o quê? A culpa é minha.

E nem sempre fomos goleado por quem tinha que nos golear. hahaha

Em 11/01/2019 at 15:59, Vannces disse:

O LC disse uma coisa sobre a tática (jogador em vermelho por estar "fora" de sua posição natural) e eu também fiquei pensando sobre isso, não por achar estranho, mas pela falta de experiência no jogo, não saber exatamente até que ponto isso pode influenciar o seu rendimento na equipe de forma negativa, se é que pode. Me surpreendeu a classificação da Tombense num estado que já tem no mínimo 3 clubes que sempre disputam a ponta. Sobre a expressão corporal, acho que é uma a coisa a desvendar, mas acho que a falta de experiência (muita pressão sobre os jogadores) pode ser um fator que explique. Dá para imaginar uma campanha melhor na Série D dessa vez ou ainda é cedo? Bom trabalho na sequência.

Lógico que pode, significa que os jogadores não executaram aquelas funções com a qualidade necessária. Eu poderia ter escolhido um caminho diferente, mas optei por traçar um esquema de jogo claro, ao invés de ficar com um esquema torto e mudando jogo a jogo. Pode me custar caro no final das contas, mas é uma maneira que encontrei para não modificar tanto a tática jogo a jogo.

A questão é que eles tem personalidades ruins mesmo, então, nos momentos ruins do jogo, provavelmente sentem mais.

A ideia é evoluir, que seja vencendo ou empatando mais jogo que na temporada passada.

Em 11/01/2019 at 22:05, marciof89 disse:

Bom, o seu desempenho não mudou em nada, mas pelo menos tem elenco. Eu acho que só vai melhorar mesmo quando você tiver mais umas 2 fornadas pra poder mesclar jogadores. Por ora você vai continuar patinando. E que bom que pelo menos se classificou para as quartas do mineiro, antes isso do que jogar contra o rebaixamento.

Legal ver o Tupynambás na Série A, pena que caíram.

Boa sorte!

Não adiantou nada, ficaram em primeiro e a final foi Cruzeiro e Atlético. hahaha

Sim, acredito que qualquer coisa que não seja um rebaixamento na atual conjuntura é ótimo e deve ser comemorado.

Eles vão disputar a Série A real esse ano, não caíram no primeiro ano do save, mas caíram agora.

Em 13/01/2019 at 11:22, Andreh68 disse:

Apesar de sua polida humildade sempre aprendemos coisas em seus saves.

Que bom que não rolou demissão, e que com a nova diretoria se esqueceu a campanha tenebrosa da série D passada. Tomara que a desse ano seja um pouco melhor.

Pelo que entendi a seleção de clubes para a série D não teve a ver com os estaduais dessa ou da temporada anterior, então o MRT não ta funcionando né? Que pena. QUeira uma alternativa ao Mundi Up que tem suas limitações também.

Nas tutorias eu sempre me preocupava em não estragar a personalidade dum Renato por ex, bastante profissional. O que exatamente acontece nesse grupão? As personalidades todas se misturam?

Qual a importância de Dodô no save, ja que nao vai usar as contratacoes do diretor de futebol? A não ser que a Caldense não possa usar diretor juvenil e ele ocupa as funções deste.

Boa sorte na manutenção no cargo.

Sempre aprendemos coisas em todos os saves, não sou diferente de ninguém. hahaha

A ideia é fazer mais pontos que no ano passado.

O MRT90 funciona, eu que fiz a cagada de só escolher a Série D, mas aparentemente, tinha que ter escolhido a divisão regional também. Isso pode ter gerado um problema no meu save e que não corresponde a um problema real do update. Tive essa discussão no tópico lá e outros membros falaram que está funcionando perfeitamente como deve ser, ou seja, não julgue o update por causa de uma cagada minha. hahaha

Sim, as personalidades se misturam e quem tiver mais influência dentro do grupo, tende a influenciar o restante.

O Dodô é nosso Diretor de Futebol Jovem, não entendi sua indagação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Perissé

Foi ótima a fornada, só o meio que teve poucos formados, mas há alguns que podem quebrar um galho ali. Sobre o Hebert, ficou só na experiência mesmo? Ou ele aceitou somente um contrato de formação?

No Mineiro, vendeu caro a derrota para Tupi, Boa e América, além de vencer os dois adversário de Série D. Acredito que está preparado para brigar por algo, mas a idade média baixíssima do elenco pode pesar pela oscilação, creio que Omar Santos e Alexandre poderiam ser úteis nessa questão. 

Já o grupo na Série D é menos encardido do que em 2019, mas terá vida difícil com a minha Portuguesa, que começa forte a Série D. Ferroviária deve pegar a liderança sem problemas e o Itaboraí, pelo o que me lembro em FMs passados, deve ser o saco de pancadas. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Agora, Perissé disse:

Foi ótima a fornada, só o meio que teve poucos formados, mas há alguns que podem quebrar um galho ali. Sobre o Hebert, ficou só na experiência mesmo? Ou ele aceitou somente um contrato de formação?

No Mineiro, vendeu caro a derrota para Tupi, Boa e América, além de vencer os dois adversário de Série D. Acredito que está preparado para brigar por algo, mas a idade média baixíssima do elenco pode pesar pela oscilação, creio que Omar Santos e Alexandre poderiam ser úteis nessa questão. 

Já o grupo na Série D é menos encardido do que em 2019, mas terá vida difícil com a minha Portuguesa, que começa forte a Série D. Ferroviária deve pegar a liderança sem problemas e o Itaboraí, pelo o que me lembro em FMs passados, deve ser o saco de pancadas. Boa sorte!

Todo mundo aceitou o contrato de formação, experiência vence 1 mês depois que a fornada é anunciada.

Eu sei, mas foi uma decisão do ponto de vista financeiro, se fosse agora, que estou bem seguro no cargo, não faria o que fiz.

Espero que seja menos encardido mesmo, afinal de contas, foi feia a coisa. hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

eossvsD.png&key=03d301ef4e2a84c2dbabc359

Uma pequena evolução

Inter temporada e Série D

Como não tivemos uma pré-temporada, fiz questão de caprichar no período sem jogos entre o Estadual e a Série D. Foram sete jogos, com os mais diferentes níveis de dificuldades e campos, a equipe foi até que bem, mas no único grande teste, o resultado foi similar aos que obtínhamos no Mineiro. O empate contra o Poços de Caldas também preocupou, afinal de contas, esse tipo de jogo, é para vencer.

Abrimos a Série D em casa, contra a Ferroviária e como esperado, fomos dominados e pressionados no nosso campo o jogo inteiro. Esse é daqueles jogos que você fica feliz que perdeu só de 1 x 0, pois poderia ter sido muito mais. Na sequência, pegamos o Itaboraí e que jogo feio, mas pelo menos parecia que iríamos trazer um pontinho para casa. Mas Falcão não quis saber de empate e cometeu um pênalti no último lance da partida, o Itaboraí agradeceu e converteu. Depois, fizemos os confrontos dos que só perderam contra a Lusa Carioca e eles fizeram um bom primeiro tempo. Tivemos todas as chances do mundo para empatar e virar, pois jogaram o segundo tempo praticamente com um a menos, mas não foi o suficiente. Só conseguimos marcar um gol graças a um pênalti.

Voltamos a enfrentá-los, dessa vez no Rio. E o resultado foi o mesmo, apesar de a história ter desenrolado diferente. Eles abriram o placar cedo, perdemos um jogador na metade da primeira etapa. Eles fizeram o segundo no terço final do primeiro tempo e nós diminuímos com uma cobrança de falta precisa de Davy aos 89. Quando eu já não esperava nada do grupo, surpreendemos o Itaboraí no nosso último jogo em casa. Eles jogaram bem, controlaram a partida, mas nós fizemos gols quando tínhamos que fazer e mostramos uma certa evolução futebolística, mesmo que apenas no resultado. A vitória trouxa uma certa empolgação e talvez desse para surpreender a Ferroviária, mas mostramos novamente nossa inofensividade, mesmo jogando outro tempo inteiro com um jogador a mais.

AA-Caldense_-Calendario-Seniorfe773a58c5
v Ferroviária (C) | v Itaboraí (F) | v Portuguesa-RJ (C) | v Portuguesa (F) | v Itaboraí (C) | v Ferroviária (F)

No final das contas, acabou dando a lógica no grupo. O melhor time ficou em primeiro, o segundo melhor em segundo e assim por diante. Entretanto, tivemos um resultado positivo, não passamos mais uma Série D sem vencer e estamos identificando tudo aquilo que precisa ser melhorado para o próximo ano. Vamos esperar que a próxima fornada continue nos ajudando e facilite o processo da equipe na divisão. Mesmo que já tenhamos a vaga garantida na Série D, quero continuar chegando aqui sabendo que merecemos pela campanha no Estadual.

AA-Caldense_-Competicoesbca687b154b613d2

Evolução dos atletas

Nós terminamos essa temporada com quatro jogadores avaliados em 5 estrelas (dois não são da base), um em 4 estrelas, um em 2,5 estrelas, dois com 1,5 estrelas, quatro com uma estrela e mais seis com menos que 3 estrelas pratas. Táxi, Rômulo, Hebert e Batata permaneceram iguais em todas as esferas. Deyvison evoluiu de 3 estrelas prata para 1 dourada. Altamir evoluiu 0,5 estrela, Junior César perdeu 1 estrela de potencial, Falcão perdeu 1,5 estrelas de potencial. Charles evoluiu 0,5 estrela prata, Albertinho evoluiu 0,5 estrela e Renato evoluiu 1 estrela. Pitbull perdeu 0,5 estrela de potencial, Bruno Cesar perdeu 1 estrela de potencial e Guilherme perdeu 0,5 estrela de potencial. Alessander evoluiu 1 estrela prata, mas perdeu 0,5 estrela de potencial, enquanto Marcus Vinícius perdeu 1,5 estrelas de potencial.

Notícias, informações e estatísticas da Caldense

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Foi uma pequena melhoria, mas já é qualquer coisa.

O que achou das alterações nos jogadores? Correspondeu ao que esperava?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Cheguei.

Gostei do save, de maneira geral, o clube, as apresentações, os gráficos.

O pessoal tá preocupado com a evolução do time, mas eu tenho outro ponto: a parte financeira.

Qual a possibilidade disso se resolver e quais os riscos pra você?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Johann Duwe

Qualquer progresso é válido, ainda mais considerando se tratar de um desafio focado no desenvolvimento da estrutura do clube e de jogadores que irão sair dela. Até conseguir disputar o acesso a Série C é um caminho um pouco demorado e tortuoso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Nossa, a evolução na série D foi tão pequena que pode até ser obra do acaso. Que bom que parece que a insatisfação não tomou conta do clube. Vamos ver se as fornadas ajudam um pouco mais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Ah, pelo menos venceu um joguinho dessa vez. Espero que a próxima fornada venha para encorpar bastante o elenco.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 16/01/2019 at 23:11, Master Darthz disse:

Foi uma pequena melhoria, mas já é qualquer coisa.

O que achou das alterações nos jogadores? Correspondeu ao que esperava?

Sim, copo meio cheio sempre.

Em termos de potencial, sim, mas achei que os jogadores evoluiriam mais em termos de CA, a maioria não avançou muito, talvez a personalidade e as infraestruturas não ajudem muito e contrabalancem o tempo de jogo.

Em 17/01/2019 at 15:56, Neynaocai disse:

Cheguei.

Gostei do save, de maneira geral, o clube, as apresentações, os gráficos.

O pessoal tá preocupado com a evolução do time, mas eu tenho outro ponto: a parte financeira.

Qual a possibilidade disso se resolver e quais os riscos pra você?

Valeu, Ney.

A possibilidade de isso resolver é a equipe subir, vender atletas por valores interessantes. Os riscos financeiros para mim são combinar uma má gestão de salários com uma má fase, evitando isso, tudo deve correr bem.

Em 17/01/2019 at 23:35, Johann Duwe disse:

Qualquer progresso é válido, ainda mais considerando se tratar de um desafio focado no desenvolvimento da estrutura do clube e de jogadores que irão sair dela. Até conseguir disputar o acesso a Série C é um caminho um pouco demorado e tortuoso.

Sim, mas achei que iria ser menos tortuoso. Não achei que ia chegar nas fases agudas da Série D logo de cara, mas não esperava tantas dificuldades na fase de grupo assim.

15 horas atrás, Andreh68 disse:

Nossa, a evolução na série D foi tão pequena que pode até ser obra do acaso. Que bom que parece que a insatisfação não tomou conta do clube. Vamos ver se as fornadas ajudam um pouco mais.

Saberemos na próxima temporada se foi obra do acaso. A hierarquia do clube ajuda, já que a maioria dos jogadores não é visto com importância dentro do próprio elenco por serem jovens.

15 horas atrás, marciof89 disse:

Ah, pelo menos venceu um joguinho dessa vez. Espero que a próxima fornada venha para encorpar bastante o elenco.

Boa sorte.

Vamos aguardar, também estou contando com isso, diminuir as improvisações já seria um excelente caminho.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Voltando a acompanhar. Pela primeira temporada com a base, os resultados foram bons já que praticamente repetiram a temporada de estreia. Sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 21/01/2019 at 15:33, ggpofm disse:

Voltando a acompanhar. Pela primeira temporada com a base, os resultados foram bons já que praticamente repetiram a temporada de estreia. Sorte na sequência.

Sim, com uma vitória pelo menos na Série D para diferenciar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

O save está bem legal de acompanhar, será um desafio interessante - e de paciência. O trabalho vai ser mesmo ir subindo degrau a degrau e vai ser interessante construir a equipe partindo praticamente do zero.

Que a evolução continue na temporada que vem.

Boa sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 22/01/2019 at 19:48, Tsuru disse:

O save está bem legal de acompanhar, será um desafio interessante - e de paciência. O trabalho vai ser mesmo ir subindo degrau a degrau e vai ser interessante construir a equipe partindo praticamente do zero.

Que a evolução continue na temporada que vem.

Boa sorte na continuação!

O importante é quando subir um degrau, não cair, mesmo que exija sofrimento, o eventual ganho financeiro vai permitir continuar evoluindo e levando a equipe adiante.

Também espero que continue, mas antes, temos uma fornada para torcer.

Valeu, Tsuru.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

eossvsD.png&key=03d301ef4e2a84c2dbabc359

A classe de 2020

O ano passado foi de ansiedade pela primeira fornada, esse ano, a expectativa foi de uma melhor distribuição, para que tivéssemos opções no elenco. Novamente, 16 atletas tiveram a oportunidade de sair das categorias de base da Caldense. Antes mesmo de começar, eu já sabia que todo mundo seria contratado, essa iniciativa vai ser a tônica por algumas temporadas. Depois disso, planejo fazer uma escolha mais seletiva dos atletas. Curiosamente, assim como na temporada passada, teremos novamente mais uma "geração de ouro", segundo o Dodô, nosso diretor de futebol juvenil.

Henrique-Melo_-Recebidas5d6d14093efe7845

Como mencionei acima, todo mundo que surgiu foi contratado e a classe de 2020 vai ter sua chance. Entretanto, novamente, tivemos muitos atletas acomodados. Não sei qual é a causa disso, já que nem o treinador sub-20 e nem o diretor das categorias de base tem personalidades ruins. Aos poucos, tentarei eliminar essas personalidades negativas de todos os membros do staff, para estudar se tem algum efeito. Ocorreu um excesso de meias-atacantes, e como não usamos na nossa tática, serão retreinados em outras posições.

Além disso, como Edu Pina e Davy podem sair a qualquer momento, eu esperava que pudesse surgir algum zagueiro e lateral decente para ocupar um eventual vácuo. Aproveitando que estamos falando de Edu Pina e Davy, novos contratos só serão oferecidos as jovens promessas caso ele saiam. Eu não vi nenhum tipo de avanço nos meus atletas, e sinto que gastei um dinheiro desnecessário, mesmo com a maioria recebendo apenas 300 reais a mais por mês.

Camadas-Jovens-do-Caldense_-Plantel-Joga

Análise da classe de 2020

Goleiros

Com Táxi sendo um bom valor, não me incomodaria de ter tido um atleta pior, entretanto, recebemos Carlos André. O atleta de 16 é melhor do que Táxi, que já teve uma temporada como profissional, tem potencial para ir tão longe quanto e uma boa personalidade. Se tivesse uma pré-temporada, provavelmente daria para fazer uma verdadeira disputa de posição, entretanto, a tendência é que quem tiver a melhor capacidade, será o titular.

Laterais-direito

Com Batata e Deyvison sendo bons valores, Róbson poderia até não ser contratado, mas, precisamos montar elenco na base e talvez preencher mais ou menos o time de Reservas. O atleta não deve ter chances reais, só se acontecer algo com os outros dois.

Zagueiros

A expectativa para surgir um zagueiro decente era alta, todavia, não foi atendida. José Augusto e Heitor são do mesmo nível que Falcão e Junio César, quando chegaram. Heitor tem uma personalidade ruim, enquanto José Augusto não. Ambos devem ser integrados para serem os reservas da zaga, já que Junio César não é um nome que me agrada. Entretanto, não são nomes que me agradam e idealmente, passariam longe de integrar o time.

Laterais-esquerdo

Outra posição com a qual eu tinha bastante expectativas. Charles é um bom nome para uma eventual saída de Edu Pina, mas eu gostaria que ele tivesse uma sombra decente, que eu pudesse contar para criar uma disputa e impulsionar o desenvolvimento de ambos. Vavá não é esse jogador, e assim como Róbson na outra lateral, só vai ter chances em caso de necessidade. Max Willian, a outra opção, é naturalmente um ala invertido. Seria interessante se ele fosse um atleta de qualidade, mas ele é do mesmo nível de Vavá, com o agravante de ter uma personalidade pior.

Volantes

O nosso Pitbull acomodado ganhou a companhia de mais dois colegas de posição, ambos acomodados. Diego Antônio é um zero a esquerda total, mas como ainda estou construindo um elenco em diversas camadas, acabou contratado. Geanderson Cardena tem mais futuro que Pitbull, entretanto, espero que a mentoria mude essa personalidade, pois, vai ser difícil fazê-lo chegar em algum lugar com essa personalidade. Cardena deve assumir a titularidade, com Pitbull na reserva.

Meias-centrais

A posição mais crucial da tática e eu só tive Alessander na última fornada para a posição. A sina voltou a se repetir nessa fornada, com apenas Thiago Heleno sendo promovido dos níveis iniciais da formação para o Sub-20 da Caldense. O jogador seria de um futuro invejável, mas é mais um da lista de acomodados. Assim que completar 16 anos, deve ingressar diretamente no time titular.

Meias/Pontas pela direita

Com Rômulo sendo um atleta de grande potencial, a preocupação seria ter um ponta-direita nato nessa fornada. Não consegui que um dos desejos fosse atendido, mas ganhei uma versão melhorada de Rômulo, um atleta com as mesmas capacidades iniciais e potencial, mas com uma personalidade positiva. Paulo Henrique vai ter que ser treinado para atingir uma maior naturalidade como ponta-direita, mas estou feliz com o atleta.

Meias-atacantes

Na temporada passada não tivemos nenhum jogador que tivesse a melhor posição destacada como meia-atacante. Com três nessa fornada, essa foi a posição com mais atletas, curiosamente, uma posição que ainda não encontrou seu espaço nas minhas táticas. Pelo lado positivo, a maioria desses atletas é capaz de desempenhar outras funções, então não são diretamente prejudicados pela tática. Hygor é o destaque dos três atletas e um dos destaques da fornada, e assim como Renato surgiu como prospecto de atacante na fornada passada e foi deslocado para a linha de meias-centrais, farei o mesmo com ele. Contudo, toda a magia da posição ficou com ele, já que Rafael e Kito são jogadores que não chamam atenção e sequer tem uma boa personalidade para ajudar.

Meias/Pontas pela esquerda

A fornada passada trouxe dois grandes prospectos para a posição e mais uma vez, um ponta-esquerda esteve entre os destaques da fornada. Antônio Carlos irá fazer companhia a Altamir e Marcus Vinícius e terei que tomar uma decisão importante no que tange essa posição, já que tenho espaço apenas para dois no elenco da equipe principal. Infelizmente, o padece do mesmo mal que seus colegas de posição, péssima personalidade. Em contrapartida, também tivemos Wellerson, que não chama a atenção e também tem uma personalidade negativa.

Atacantes

Passamos de quatro atletas na fornada passada para apenas um nessa. É importante que ocorra essa divisão para outras posições anualmente, para não ficarmos sobrecarregados em uma e com o cobertor curto em outra. Patrick Filho é um excelente atleta, um dos melhores da fornada, mesmo que não esteja no mesmo nível inicial que Hebert. Curiosamente, vai ser um dos poucos destaques dessa fornada que não deve subir para o elenco principal, justamente pela questão do excesso de atacantes da temporada passada.

Os atletas, por ordem de qualidade, são: Carlos André, Hygor, Patrick, Antônio Carlos, Thiago Heleno, Geanderson Cardena, Paulo Henrique, José Augusto, Róbson, Wellerson, Heitor, Kito, Rafael, Max William, Vavá e Diego Antônio. Lembrando que eu classifiquei os jogadores de acordo com a fornada e seu nível relativo. O 20 marca o ano em que eles chegaram ao clube e a letra marca a qualidade relativa do jogador dentro da fornada. Com a letra A sendo a melhor e as outras subsequentes sendo níveis abaixo dela. Quando os jogadores tinham o mesmo potencial e capacidade, o desempate foi minha análise do jogador. Nem todos estarão no elenco principal, mas fica o lembrete de como funciona o registro dos atletas.

O elenco para 2021

Dessa vez, tive menos trabalho com nomes, já que apenas Diego Antônio, Geanderson Cardena, Max Willian e Patrick Filho careceram de retoques. A exceção de Cardena que tem um primeiro nome exótico, o restante foi designado com seus primeiros nomes. A tática continuará a mesma.

Os seguintes atletas foram promovidos: Carlos André, José Augusto, Heitor, Cardena, Paulo Henrique, Hygor, Thiago Heleno e Antônio Carlos. Vavá ou Max aguardam o destino de Edu Pina e Rafael e Kito ficaram de sobreaviso caso seja necessário um meia-central. Patrick, como Hebert é uma incerteza, pode ser chamado se formos surpreendidos com a saída do atleta. Bruno César, Guilherme e Marcus Vinícius jogarão no sub-20 na próxima temporada.

AA-Caldense_-Jogadores-Jogadorescb12b921

Os grupos de mentoria

Como o elenco cresceu e temos mais opções, precisei criar mais um grupo de mentoria. Como na temporada passada, o objetivo era equilibrar personalidades positivas e negativas e tendo pelo menos dois atletas de influência significativa por grupo. Eu não notei nenhuma modificação na personalidade dos jogadores, apesar de receber mensagens do meu assistente dizendo que muitos atletas foram impactados positivamente pela mentoria.

AA-Caldense_-Orientar4a11113f3ea2e33f.pn

Um novo estádio

Além da fornada, fui pego de surpresa com a notícia de que a diretoria planeja construir um novo estádio. Não recebi nenhum tipo de detalhes, apenas os motivos dessa decisão. A atual diretoria julga que o estádio é muito velho, e que os custos de manutenção são muito altos. Vamos ver o que acontecerá nesse quesito, já que a situação financeira do clube não é das melhores.

Henrique-Melo_-Recebidas-2cb2f0852ea1e07

Notícias e informações da Caldense

P.S: Dei uma empolgada com o save da Caldense e já joguei bastante, vou tentar dar uma dedicação especial na frequência das atualizações para diminuir a distância da história para onde está o save.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Construir estádio quando a equipa está na série D é aquela coisa...

É bem interessante ver a variação de posições de fornada de jogadores de época para época. É coisa que nunca notei muito, mas fica curioso e diferente ver o seu save explorar isso. 

Esta temporada pelo menos terá um plantel mais extenso e poderá fazer mais alterações. Pode ser que ajude no crescimento da equipa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Algumas considerações:

a) Talvez essa geração de ouro seja apenas uma geração, como diria o Professor Cerginho.

b) Quer dizer que se Edigar Junio se oferecesse pra jogar de graça você não aceitaria? Pois não é um nome que te agrada.

c) Herbert assinou?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Tem jogadores com bons potenciais, mas a preocupação é justamente a parte financeira. Construir um novo Estádio vai sugar boa parte dos investimentos nas outras infraestruturas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
16 horas atrás, Master Darthz disse:

Construir estádio quando a equipa está na série D é aquela coisa...

É bem interessante ver a variação de posições de fornada de jogadores de época para época. É coisa que nunca notei muito, mas fica curioso e diferente ver o seu save explorar isso. 

Esta temporada pelo menos terá um plantel mais extenso e poderá fazer mais alterações. Pode ser que ajude no crescimento da equipa.

Também fiquei surpreso com essa decisão, não havia razão nenhuma. O estádio é grande para uma equipe do tamanho da Caldense e a lotação média não condiz com um novo estádio.

Sim, passei a notar isso mais agora que preciso de preencher certas posições no elenco.

Espero que isso ajude a equipe a ser mais consistente.

3 horas atrás, Neynaocai disse:

Algumas considerações:

a) Talvez essa geração de ouro seja apenas uma geração, como diria o Professor Cerginho.

b) Quer dizer que se Edigar Junio se oferecesse pra jogar de graça você não aceitaria? Pois não é um nome que te agrada.

c) Herbert assinou?

 

Acho que por algum tempo, todas as gerações serão de ouro.

Se a Caldense tivesse com um elenco bem estruturado, certamente não o contrataria.

Não, infelizmente.

2 horas atrás, LC disse:

Tem jogadores com bons potenciais, mas a preocupação é justamente a parte financeira. Construir um novo Estádio vai sugar boa parte dos investimentos nas outras infraestruturas.

Pois é, não sei onde a diretoria estava com a cabeça.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

Nossa, essa fornada veio que veio. Com certeza a galerinha da classe de 2020 vai fazer sucesso no futebol. É interessante ver essas mudanças na estrutura do clube, um novo estádio vai trazer uma renda a mais, sem falar que a manutenção vai ser mais barata, sobrando assim ainda mais dinheiro para o clube. Talvez seja o início de uma reviravolta definitiva na história da Caldense. 

Eu entendo você com essa questão da empolgação. Tá difícil de ter tempo pra jogar, mas quando tenho jogo logo um bocado, quando me dou por conta já tenho jogado dois capítulos de uma vez.

Boa sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
1 hora atrás, PedroJr14 disse:

Nossa, essa fornada veio que veio. Com certeza a galerinha da classe de 2020 vai fazer sucesso no futebol. É interessante ver essas mudanças na estrutura do clube, um novo estádio vai trazer uma renda a mais, sem falar que a manutenção vai ser mais barata, sobrando assim ainda mais dinheiro para o clube. Talvez seja o início de uma reviravolta definitiva na história da Caldense. 

Eu entendo você com essa questão da empolgação. Tá difícil de ter tempo pra jogar, mas quando tenho jogo logo um bocado, quando me dou por conta já tenho jogado dois capítulos de uma vez.

Boa sorte na continuação!

Prefiro não me empolgar, já que não é possível realmente precisar qual o nível real desses jogadores dentro da própria Série D, já que a Caldense é sempre um time com uma expectativa muito baixa na própria divisão. Espero que sejam jogadores de grande futuro e ajudem a elevar a Caldense. Quanto ao estádio, não sei o que a diretoria pretende exatamente com isso, portanto, vou aguardar mais informações.

É que são apenas, mais ou menos, 18 jogos por temporada na Série D, então é fácil empolgar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

eossvsD.png&key=03d301ef4e2a84c2dbabc359

A Veterana vai encorpando

Depois de uma campanha similar no Campeonato Mineiro e na Série D, a segunda fornada nos dava um elenco mais recheado de opções para cada posição. Mas a grande mudança para essa temporada foi a forma de pensar como a Caldense joga, mantive o 4-1-2-3 e o 4-4-2 como minhas principais táticas, deixando o 4-4-2 para momentos de retranca ou de necessidade de atacar (alterno o estilo atual com um Gegenpress agressivo quando preciso de resultados). Além do estadual, tivemos a oportunidade de jogar a Copa do Brasil mais uma vez.

AA-Caldense_-Vista-Geral-21f9a941c30760b

Para esse ano, no Campeonato Mineiro, temos dois adversários de Série A (Cruzeiro e Atlético), um de Série B (América), três de Série C (Boa, Tombense e Tupi), dois de Série D (URT e Patrocinense) e nos clubes sem divisões temos Democrata, Ipatinga e Villa Nova. E é importante lembrar que consertei a questão dos clubes não se classificarem via estadual para a Série D e o estadual desse ano é classificatório para a Série D 2022, ou seja, nada de vaga garantida mais.

Pré-temporada, Copa do Brasil e Campeonato Mineiro

Como sempre, a pré-temporada foi curta e encaixamos os jogos que deram para encaixar. Como a tática ainda é a mesma, a preocupação fica mais por conta da preparação física nesse momento inicial. Na estreia, surpreendemos e conseguimos segurar o Coelho no Independência, buscando um importante ponto que nessa altura do campeonato, é sempre uma vitória.

Na sequência, emendamos nossas duas primeiras vitórias contra adversários que devemos vencer: URT e Democrata. Depois, fomos até o Mineirão e não conseguimos repetir o feito de empatar com mais um grande mineiro, dessa vez em casa. A Raposa goleou com facilidade. No jogo posterior, estreamos pela Copa do Brasil contra o São José, no Rio Grande do Sul. O adversário começou bem e abriu o placar, mas buscamos o empate no final do primeiro tempo e a virada no começo do segundo tempo, o São José precisava de dois gols para avançar, pois o empate é do time visitante nas primeiras rodadas da Copa do Brasil. Eles não conseguiram marcar os dois gols, mas o empate aos 83 minutos deixou os minutos finais bastante tensos.

Com a vaga para a próxima fase garantida, e para enfrentar o Vasco em Poços da Calda, focamos nossa atenção por três jogos no estadual. Goleamos o Leão do Bonfim no Mineiro, perdemos para a Tombense de maneira sofrível e vencemos apertado o Ipatinga. Após isso, realizamos o maior jogo da Caldense até o momento dessa trajetória. Como era de se esperar, o Vasco não deu sopa para o azar e o gol de Hebert foi o único momento de felicidade que tivemos na partida.

Recuperamos o caminho das vitórias diante da Patrocinense, mas enveredamos por um péssimo caminho ao ser goleado por Tupi e Atlético nas duas rodadas seguintes. Na última rodada da fase de pontos corrido, apenas empatamos com o Boa. Mesmo assim, mais uma vez seguimos para as quartas-de-finais, dessa vez para enfrentar o América. O empate na primeira rodada trazia a esperança de que poderíamos fazer mais e chegar até a semi-final.

Contudo, dessa vez, o Coelho belo horizontino não quis saber de brincadeira e não facilitou a vida da Caldense, os donos da casa construíram uma segura vitória por 2 x 0 e jamais virão sua classificação para as quartas-de-finais ser ameaçada.

AA-Caldense_-Calendario-Senior9b23c3184b
v América (F) | v São José (F) | v Villa Nova (C) | v Vasco (C) | v Boa Esporte (C) | v América (F)

Campeonato Mineiro 2021

Depois de duas campanhas terminando em sétimo lugar, alcançamos o quinto lugar nessa temporada. Mantivemos as cinco vitórias da temporada passada, mas adicionamos dois empates. Não vacilamos contra os clubes de Série D ou inferior e ainda roubamos um ponto de América e Boa Esporte. A defesa foi bem, se excluirmos as três goleadas contra equipes superiores e o ataque poderia ter funcionado melhor, para compensar esses jogos em que fomos atropelados. Contudo, fico feliz com mais uma prestação da equipe no estadual, garantindo mais uma participação na Série D e na Copa do Brasil. Nossa premiação mais uma vez foi de 801 mil reais.

Henrique-Melo_-Inicioc01e15a2fa7d82ba.pn
Tabela Completa | Estatísticas gerais e individuais do Campeonato Mineiro

Desempenho do elenco

Hebert melhorou a quantidade de gols marcados no Mineiro e tivemos jogadores com altas médias dessa vez, entretanto, como Hebert correspondeu a 50% dos nossos gols, devemos buscar não ficar tão dependentes do atacante assim, afinal de contas, ele ainda é jovem e não apresenta uma regularidade muito boa entre jogos. Em alguns jogos decide, em outros até ajuda, mas oscila bastante entre as partidas e dentro dos próprios jogos. Edu Pina e Davy ainda mantém um papel central na equipe, curiosamente, são os dois melhores assistentes que temos e jogam na defesa.

Henrique-Melo_-Inicio-2c67a622eb54118c2.

Análise do Grupo da Série D

Estou bastante feliz em ter corrigido a questão das classificações da Série D, pois esse realismo nas competições nacionais foi o que me motivou a utilizar o atual update. A culpa foi completamente minha, que não adicionei todas as divisões do update e por isso, prejudiquei esse realismo nas duas primeiras temporadas. Para essa temporada, enfrentarei Grêmio Novo Horizontino, Operário do Mato Grosso do Sul e Vitória do Espírito Santo.

Os dois primeiros são velhos conhecidos e nos enfrentamos na Série D 2019, com o Operário sendo responsável pelo primeiro ponto que conquistamos na competição. O Grêmio Novo Horizontino foi rebaixado no Paulista, mas conta com a nona melhor cotação para ganhar a Série D esse ano. O Operário (MS) foi até as quartas-de-final do estadual sul-mato-grossense e tem a décima pior cotação da competição. O Vitória (ES) chegou até a semi-final do Capixaba e tem a 28ª melhor cotação da competição. Já a Caldense, como sempre, está entre os piores, com a sétima pior cotação da competição. A tendência seria disputarmos com o Operário para ver quem será a pior equipe do grupo, mas já subestimei eles uma vez e não pretendo fazer isso de novo.

Campeonato-Brasileiro---Serie-D_-Vista-G

Notícias, estatísticas e informações da Caldense

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lucas Matías

Já teve uma leve melhora de desempenho no campeonato estadual, caiu para um time melhor mas deixou uma boa impressão e a classificação garantida para a Série D.

Hebert apesar de ser bem jovem é quem tem chamado a atenção nesse começo de temporada, já tem clubes em cima do mlk?

Share this post


Link to post
Share on other sites
André Honorato

e rapaz, ta vivendo de perto a realidade financeira dos clubes pequenos
balanço em mais de 2 milhoes negativos
presença na copa do brasil sera muito importante em todos os anos, e avançar umas 3 fases tambem

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Estadual bem mais positivo, e garantiu a manutenção na Série D, que é o mais importante. E o tal do Herbert vai marcando heim?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Similar Content

    • Neynaocai
      By Neynaocai
      Prólogo
      Filho de mãe brasileira e pai português, André Rebouças nasceu em 08 de maio de 1980 na pequena cidade de Cachoeira, Bahia. Mas de baiano só carrega o sangue materno, pois ainda bebê seus pais foram obrigado a morar em Portugal. O pai, libertário convicto, criticava abertamente o regime militar em um jornal alternativo. Em tempos de ame-o ou deixei-o, a pátria escolhida não era mais um lar.
      Buscando apoio em seus familiares, o pai de André os levou a cidade de Funchal, na Ilha da Madeira, onde os ventos do destino determinariam a vida de nosso personagem.
      Assim, o menino André cresceu no bairro Santo Antônio, onde gostava de bater uma bola nas inúmeras ladeiras que permeavam aquele bairro montanhoso. Foi vizinho de um menino um pouco mais novo, bom de bola, mas muito xarope. Por tudo reclamava, chorava. O suportavam por seu futebol, sendo sempre o primeiro a ser escolhido na pelada.
      O tempo passou a molecada cresceu, cada um pro seu canto. André gostava muito de estudar e como não era um craque de bola, sabia que o caminho para fazer parte do mundo da bola seria pelos estudos mesmo.
      Gostava bastante de economia e direito, mas na hora de escolher o curso o coração falou mais alto: Licenciatura em Educação Física e Desporto, na Universidade da Madeira. Depois, entre as aulas na famosa Escola Secundária Jaime Moniz e um estágio no Banif, André ainda teve tempo para realizar um Mestrado em Educação Física, onde apresentou dissertação com o tema "A profissionalização do desporto: da base à direção". Com o tempo, o seu caminho começou a se afastar das quatro linhas. Era só um joguinho no fim de semana e pronto.
      No entanto, aos 38 anos, seja crise de meia idade ou que for, não bastava mais a carreira estruturada, a vida financeira e pessoal estável: aos poucos o sonho de gerenciar uma equipa de futebol voltava em seu peito.
       
      Aos corajosos
      Vamos tentar fazer algo diferente. Vai dar certo? Não sei. Que seja a primeira de muitas tentativas de inovar. O erro não me preocupa, o importante é mirar alto.
      Passos:
      1) Ao fim de cada capítulo você terá uma decisão a fazer, um caminho a seguir.
      2) Não se trata de enquete, mas talvez possa ter, fique atento.
      3) Como não dá pra antecipar tudo que será jogado, senão teria que ter uma história completa (e eu não sou Netflix), faremos assim:
      a) Leia o capítulo, comente, critique, observe as decisões a serem tomadas e aguarde.
      b) Após os caminhos alternativos ficarem prontos, colocarei as indicações e avisarei os interessados (portanto, se você quiser participar só deixar um: eu quero).
      c) Aí, até perceber algum erro, deve ser assim.
      4) Evite spoiler.
       
      Dados do save
      FM 2019, base de dados padrão, liga portuguesa ativada apenas (por enquanto).
      Objetivos:
      a) se divertir e proporcionar o mesmo.
      b) uma temporada (ou ano - você entenderá) por sessão - depois avaliarei o custo/benefício de seguir.
       
      Vamos lá.
      Se você chegou até aqui, se interessou na brincadeira, siga indicando:
      - Interesse em ser chamado para escolher os caminhos seguintes (pensei agora: avise qual caminho escolheu no comentário e na sequência eu te marco na sequência respectiva).
      Pra ver se entenderam, primeira decisão:
       
      Começar desempregado                                                                 
      Começar em um clube
       
      RESULTADOS DA PRIMEIRA DECISÃO
      RESULTADOS DA SEGUNDA DECISÃO
      RESULTADOS DA TERCEIRA DECISÃO
      RESULTADOS DA QUARTA DECISÃO 
    • jbds.sccp
      By jbds.sccp
      Boa noite
      Jogo FM a questão de 1 mês
      E gostaria de saber
      Como colocar mais patchs no meu jogo...
      Até então só tenho do Brasil e de Portugal

      Em compensação tenho escudos e uniformes de outros países e continentes..
      Alguém pode me ajudar?
    • Paulo Barrionuevo Jr.
      By Paulo Barrionuevo Jr.
      Existem algum arquivo ou alguma forma de colocar "faces" nos jovens que vão surgindo durante o jogo??
    • Ketaros
      By Ketaros
      Pessoal,
       Estou começando um pack com a idéia de ser o kit SEM propagandas, acho que as propagandas estragam toda a arte das camisas, e ainda mais, para mim fica irreal no jogo pois não tem nenhum sentido com os patrocinadores de dentro do johgo...
       Bem, estou começando a Série A, esses são os primeiros.
       Sou relativamente novo em kits, considerem isso não precisa pegar pesado, mas comentários são bem vindos.
       Sobre as golas, vou manter a mesma em todo pack, apenas por questão de estilo, antes que falem. 🙂
       Planeja ir reportando aqui o andamento.
      Espero que gostem.

       
    • (SPFC)Coach
      By (SPFC)Coach
      Rapazes,
      Comprei o jogo na pré-venda, joguei apenas 2 semanas iniciais, e pra mim era o jogo mais leve que joguei desde o FM2005. Tava fluindo bem demais. Porém parei de jogar depois de 2 semanas, e só voltei semana passada. Porém estou com o jogo rodando em câmera lenta, travando muito, tanto ingame quanto no passar das telas. Não entendo o motivo, já que é o mesmo notebook, mesmas configurações, e tudo normal desde aquele tempo que joguei liso. O que poderia ser? algum patch tornou isso? 
      ps: jogando sem dados, tipo Brasil Mundi; com ele ou sem ele também trava.
×