Jump to content
Luchín

FC Andorra: Virtus Unita Fortior | Entrevista com Marc Valés [22/05]

Recommended Posts

ggpofm

Está ocorrendo o esperado até mesmo por você. O Andorra está penando, mas ainda está próximo de pelo menos um adversário fora da zona do rebaixamento. Mesmo se cair, só os recursos recbidos já são de enorme valia para o clube. Boa sorte na continuação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

A luta contra a descida seria árdua, e já se sabia que este ano o objetivo ficaria pela luta pela continuidade na La liga. Vamos ver se o Andorra consegue uma reação a uma fase mais complicada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
PedroJr14

A temporada não foge muito do esperado, sabíamos que o nível em La Liga seria bem mais alto do que nas ligas inferiores, mas ainda há escapatória. O FC Andorra deverá lutar até o fim pela permanência. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Eu confesso que tinha esperança numa manutenção sofrida. Sofrimento está tendo, mas com somente 4 equipes para 3 vagas vai ter que se suplantar mesmo.

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
21 horas atrás, ggpofm disse:

Está ocorrendo o esperado até mesmo por você. O Andorra está penando, mas ainda está próximo de pelo menos um adversário fora da zona do rebaixamento. Mesmo se cair, só os recursos recbidos já são de enorme valia para o clube. Boa sorte na continuação.

É, GG, eu disse que seria sofrido (e aposto que você se amarrou em ver essa atualização 😜). Ainda dá para pensar em salvação, sim, mas não será nada fácil. Se acontecer, será incrível, se não, bola para frente e vamos tentar voltar o mais rápido possível.

Valeu, GG. 👊

21 horas atrás, Master Darthz disse:

A luta contra a descida seria árdua, e já se sabia que este ano o objetivo ficaria pela luta pela continuidade na La liga. Vamos ver se o Andorra consegue uma reação a uma fase mais complicada.

Pois é, Darthz. O nosso nível ainda é menor, mas estou negociando com dois jogadores que poderiam nos dar um plus para essa árdua luta pela manutenção. Espero que consiga trazê-los e que eles sejam úteis.

Valeu. 👊

18 horas atrás, PedroJr14 disse:

A temporada não foge muito do esperado, sabíamos que o nível em La Liga seria bem mais alto do que nas ligas inferiores, mas ainda há escapatória. O FC Andorra deverá lutar até o fim pela permanência. Boa sorte!

Vamos tentar, Pedro. Não será fácil, mas não está morto quem peleia. 

Valeu. 👊

12 horas atrás, Andreh68 disse:

Eu confesso que tinha esperança numa manutenção sofrida. Sofrimento está tendo, mas com somente 4 equipes para 3 vagas vai ter que se suplantar mesmo.

Boa sorte.

Ainda dá, continuamos na luta e vamos continuar até o gongo soar. Estou no mercado a procura de dois jogadores e também há a fornada, vamos torcer para tudo dar certo.

Valeu, Andreh. 👊

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

Você está mantendo a previsão da imprensa, mas isso não é nada bom. Há alguma pressão da direção em relação ao seu trabalho atual? Precisa urgentemente encontrar um meio termo, um equilíbrio para a equipe, pois chegar até o fim da temporada lutando nessa posição da tabela, será bem complicado. Bom trabalho na sequência e boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Eu achei que estaria em último patinando, mas está fazendo uma campanha até que satisfatória, dentro do Z3 mas com chances reais de permanecer na divisão. Precisa só aguentar o tranco até o fim da temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Esse Bernardo Guedes não é aquele cria da base no início do save né?

Com esse dinheiro entrando, não tem como qualificar a equipe ou os melhores andorranos já estão por aí?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
Em 15/03/2019 at 21:50, Vannces disse:

Você está mantendo a previsão da imprensa, mas isso não é nada bom. Há alguma pressão da direção em relação ao seu trabalho atual? Precisa urgentemente encontrar um meio termo, um equilíbrio para a equipe, pois chegar até o fim da temporada lutando nessa posição da tabela, será bem complicado. Bom trabalho na sequência e boa sorte.

Mas também não ruim, dadas todas as limitações da equipe. Por isso, não houve nenhuma pressão, visto que o descenso seria um caminho natural e esperado. 

Valeu, Vannces. 👊

Em 16/03/2019 at 21:19, marciof89 disse:

Eu achei que estaria em último patinando, mas está fazendo uma campanha até que satisfatória, dentro do Z3 mas com chances reais de permanecer na divisão. Precisa só aguentar o tranco até o fim da temporada.

Eu também, mas a sorte é que há outras equipes que fazem uma campanha igualmente "ruim" como a nossa. Dá para conquistar a salvação e vamos sonhar até o fim.

Valeu, Márcio. 👊

2 horas atrás, Neynaocai disse:

Esse Bernardo Guedes não é aquele cria da base no início do save né?

Com esse dinheiro entrando, não tem como qualificar a equipe ou os melhores andorranos já estão por aí?

É, ele mesmo. Não é nenhum craque, mas é um jogador que cumpre bem o que esperávamos e vem sendo fundamental na equipe há algumas temporadas.

Não todos. Existem dois, um no Valencia e outro no Porto, se não me engano, que são melhores que os nossos, mas não temos capacidade financeira e nem reputação para trazê-los no momento. 

Valeu, Ney. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín

 5H8rPOb.png

Mercat-de-Transfer-ncies.png

   Nacho é do FC Andorra. Aos 39 anos, o defensor, pentacampeão da Liga dos Campeões com o Real Madrid e com 76 partidas pela Espanha assinou por duas temporadas, vindo do Sporting Braga.  

     O FC Andorra também trouxe o polivalente Raphaël Guerreiro, de 35 anos. Guerreiro atuou por vários clubes durante a carreira, com destaque para Borussia Dortmund e Real Madrid, além de ter disputado mais de 100 partidas com a seleção portuguesa. Ele assinou por duas temporadas, vindo do Vitória de Guimarães.

Al-Camp.png

La Liga

     O FC Andorra ainda enfrentou o Leganés e o Getafe no mês de janeiro e conquistou quatro pontos de seis em disputa, com direito a um atropelo contra os Azulones: 7 a 1, em pleno Coliseum Alfonso Pérez.

     Em fevereiro, o FC Andorra perdeu quatro partidas e venceu uma, e, na conjuntura atual, uma vitória vale por cinco. A vítima foi o Villarreal, no Estadio de La Cerámica, por 3 a 2, de virada e com gol há poucos minutos do fim, anotado por Gilles Roussel. 

     Já em março, o FC Andorra viveu o seu melhor momento na temporada, pois, apesar da derrota por 7 a 1 para o Atlético de Madrid, a equipe conquistou quatro pontos ao empatar com o Sporting Gijón (1 a 1) e vencer a Real Sociedad, por 2 a 0. Assim, o FC Andorra terminou o mês com uma vantagem de quatro pontos para o Real Zaragoza, em 17º.

     O péssimo mês de abril do Real Zaragoza se contrapôs com o melhor mês do FC Andorra na temporada. Enquanto o rival direto não venceu nenhuma, o FC Andorra perdeu apenas uma.  Foram duas vitórias, dentre eles uma histórica, contra o Athletic, em Bilbao, e uma contra o Celta, além de empates contra o Betis e o Real Oviedo, que, naquele momento, deixaram o FC Andorra perto da manutenção.

     A derrota contra o Espanyol, aliada a vitória do Zaragoza contra o Leganés, adiou um pouco mais a salvação, que viria a acontecer justo no confronto direto contra o Zaragoza. Em uma partida emocionante, o FC Andorra venceu por 5 a 3 em La Romareda e dessa forma assegurou a manutenção com duas rodadas de antecedência. Nas partidas finais, derrotas para Barcelona e Levante, mas, naquela altura, nada mais importava. O objetivo estava mais do que cumprido para o Tricolor. 

Classifica-o-La-Liga-2.png

RI.png

     A melhora do FC Andorra após a contração de Nacho foi notável. Aos 39 anos, o jogador, que sempre se caracterizou pela sua consistência, atuou em mais de uma posição e foi até além das expectativas criadas quando foi apresentado. Ele atuou em 13 das 18 partidas possíveis, marcou um gol, somou duas assistências e obteve uma classificação média de 7.23. Com contrato até o fim da temporada 2031, a expectativa é de que o jogador componha o plantel do FC Andorra na próxima temporada e é algo que Toni Lima certamente festejaria muito. 

Nacho-crop.pngNacho.png

Afers-Administratius.png

     Foi a última temporada do FC Andorra no Camp d'Esports D'Aixovall. Entretanto, o FC Andorra inaugurará o Estadi Ildefons Lima, com capacidade para 15.000 torcedores, apenas em outubro, após um adiamento das obras, previstas para serem concluídas em julho. O clube aproveitou o término da temporada para anunciar também o início de mais obras para melhora das instalações de treino e da academia de jovens no clube, com previsão de término para daqui a 5 meses e custo de 10.750.000€.

      O clube encerrou a temporada com um saldo de 17.955.733€ após receber uma premiação de 891.000€ pelo 17º lugar em La Liga. Para a próxima temporada, a direção disponibilizou mais de 15 milhões de euros para contratações e um teto salarial de mais de 17 milhões por ano. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darthz

Garantiu a manutenção na fase final, e o objectivo fundamental foi atingido. O futuro parece sorrir ao Andorra, com a chegada do novo estádio e a melhoria das condições financeiras. Sorte na continuação!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Se salvou de forma tranquila até.

O Nacho, com essa idade, tem futebol pra La Liga?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vannces

A classificação final foi um alívio, heim! Passou por pouco e certamente já deve ter planos para melhorar a equipe. Nesse balanço final das finanças, vi que o time terá uma boa grana para qualificar o elenco. Desse dinheiro que você tem para salários, quanto realmente está livre? Que setores ou jogadores pensa em trazer para conseguir melhorar o time? Bom trabalho na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
18 horas atrás, Darthz disse:

Garantiu a manutenção na fase final, e o objectivo fundamental foi atingido. O futuro parece sorrir ao Andorra, com a chegada do novo estádio e a melhoria das condições financeiras. Sorte na continuação!

É uma tendência, mas penso em no mínimo mais cinco temporadas para ambicionar ir à uma competição internacional. Continuamos com o pé bem fincado ao chão e sabemos das nossas limitações, assim evitarei dissabores. 

Valeu, Darthz! 👊🇦🇩

12 horas atrás, Neynaocai disse:

Se salvou de forma tranquila até.

O Nacho, com essa idade, tem futebol pra La Liga?

Pois é, os rivais cooperaram muito e conseguimos duas vitórias heroicas contra os bascos. 

Claro que tem. Mesmo com a queda dos atributos físicos, ele ainda está entre os cinco melhores do plantel, de acordo com o meu treinador adjunto. Fora que pode atuar em várias posições e para uma equipe que depende quase inteiramente da base, é de muita utilidade.

Valeu, Ney! 👊🇦🇩

11 horas atrás, Vannces disse:

A classificação final foi um alívio, heim! Passou por pouco e certamente já deve ter planos para melhorar a equipe. Nesse balanço final das finanças, vi que o time terá uma boa grana para qualificar o elenco. Desse dinheiro que você tem para salários, quanto realmente está livre? Que setores ou jogadores pensa em trazer para conseguir melhorar o time? Bom trabalho na sequência.

Tenho planos em mente, mas, como comentei em outro momento, nunca haverá mudanças drásticas no FC Andorra de uma temporada para outra. Portanto, ter esse dinheiro não importa muito, e reverto quase todo o orçamento para transferências para oferecer contratos melhores e manter os jogadores na equipe. 

Valeu, Vannces! 👊🇦🇩

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Foi com sofrimento mas conseguiu sobreviver, e parece que a experiência do Nacho fez a diferença. Mas nessa idade vai conseguir manter o nível na próxima temporada?

Share this post


Link to post
Share on other sites
ggpofm

Mesmo estando perto da zona do rebaixamento, a diferença de pontos do Andorra foi larga ao final, só não sei se ela se construiu mais para o fim da temporada ou se você se sentiu razoavelmente confortável durante o decorrer da temporada.

O Nacho provou que mesmo com a idade elevada ainda tem futebol para contribuir com o Andorra. Se eu tivesse qie avaliá-lo pelas médias nas outras equipes nas quais jogou com certeza não o teria contratado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
Em 24/03/2019 at 23:39, Andreh68 disse:

Foi com sofrimento mas conseguiu sobreviver, e parece que a experiência do Nacho fez a diferença. Mas nessa idade vai conseguir manter o nível na próxima temporada?

Espero que ela possa manter o nível, mesmo com um decréscimo natural dos atributos. É o famoso "em terra de cego, quem tem um olho é rei". 

Valeu, Andreh! 👊🇦🇩

3 horas atrás, ggpofm disse:

Mesmo estando perto da zona do rebaixamento, a diferença de pontos do Andorra foi larga ao final, só não sei se ela se construiu mais para o fim da temporada ou se você se sentiu razoavelmente confortável durante o decorrer da temporada.

O Nacho provou que mesmo com a idade elevada ainda tem futebol para contribuir com o Andorra. Se eu tivesse qie avaliá-lo pelas médias nas outras equipes nas quais jogou com certeza não o teria contratado.

Foi principalmente durante o mês de abril, quando conquistamos 8 de 15 pontos e o Zaragoza conquistou apenas 3 de 15 pontos, e sacramentamos a manutenção no confronto direto contra eles.

Confesso que quando o contratei também tive esse receio, mas entrou um pouco do lado passional de trazer um jogador dessa experiência para o clube, mais ou menos com um clube pequeno faz ao contratar um Loco Abreu ou um Túlio, e felizmente ele correspondeu até melhor do que eu esperava. Ademais, tínhamos uma carência de jogadores defensivos e o Nacho podendo atuar em todos os postos foi de suma importância.

Valeu, GG! 👊🇦🇩

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

Atualizei a leitura por aqui, como tu já deve ter percebido pelas notificações.

Em primeiro lugar, parabéns pelo acesso à primeira divisão. Teve bastante trabalho, mas chegou lá. Por algum motivo eu sempre tenho a impressão de que tu faz tudo muito rápido, mas daí vi nos comentários que já foram onze temporadas (doze com essa agora, se não me engano). Acho que é porque tu posta só duas atualizações por ano enquanto outros postam a cada dois meses ou algo assim, aí fica parecendo que foi mais rápido.

Em todo caso, o que importa é que agora está na elite. E conseguiu fazer uma bela segunda parte de temporada para garantir a manutenção. Quando vi a virada de ano achei que não ia dar, pois com apenas quatro equipes na briga pra escapar de três vagas precisava apenas de uma delas engatando boa campanha para se complicar. Só que quem engatou a boa campanha foi o próprio FC Andorra, deixando os três adversários bastante para trás.

 

Uma pergunta tática: o Nacho e o Raphael Guerreiro ambos são jogadores extremamente lentos nessa idade. De que forma tu utilizou eles na temporada, e o que fez para que a falta de velocidade não pesasse demais?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
1 hora atrás, Danut disse:

Atualizei a leitura por aqui, como tu já deve ter percebido pelas notificações.

Em primeiro lugar, parabéns pelo acesso à primeira divisão. Teve bastante trabalho, mas chegou lá. Por algum motivo eu sempre tenho a impressão de que tu faz tudo muito rápido, mas daí vi nos comentários que já foram onze temporadas (doze com essa agora, se não me engano). Acho que é porque tu posta só duas atualizações por ano enquanto outros postam a cada dois meses ou algo assim, aí fica parecendo que foi mais rápido.

Em todo caso, o que importa é que agora está na elite. E conseguiu fazer uma bela segunda parte de temporada para garantir a manutenção. Quando vi a virada de ano achei que não ia dar, pois com apenas quatro equipes na briga pra escapar de três vagas precisava apenas de uma delas engatando boa campanha para se complicar. Só que quem engatou a boa campanha foi o próprio FC Andorra, deixando os três adversários bastante para trás.

 

Uma pergunta tática: o Nacho e o Raphael Guerreiro ambos são jogadores extremamente lentos nessa idade. De que forma tu utilizou eles na temporada, e o que fez para que a falta de velocidade não pesasse demais?

Valeu pela paciência, Danut.

Realmente, eu queria poder fazer atualizações mais curtas, com um pouco mais de detalhes, mas o tempo não me permite. Foram 10 temporadas, de 2018/19 até 2027/28, quando consumamos o acesso à La Liga. A partir dessa temporada que o desafio realmente começa, devido à diferença de nível entre as duas divisões.

Eu também achei que não ia dar, mas as contratações do Nacho e do Guerreiro deram um plus a equipe que foi fundamental para escaparmos. Ambos atuaram de diversas formas, dependendo da variação tática que utilizei, mas fizeram maior parte das partidas como lateral conservador, onde a velocidade influi pouco. 

Valeu, Danut! 👊🏻

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut
35 minutos atrás, Luchín disse:

Valeu pela paciência, Danut.

Realmente, eu queria poder fazer atualizações mais curtas, com um pouco mais de detalhes, mas o tempo não me permite. Foram 10 temporadas, de 2018/19 até 2027/28, quando consumamos o acesso à La Liga. A partir dessa temporada que o desafio realmente começa, devido à diferença de nível entre as duas divisões.

Eu também achei que não ia dar, mas as contratações do Nacho e do Guerreiro deram um plus a equipe que foi fundamental para escaparmos. Ambos atuaram de diversas formas, dependendo da variação tática que utilizei, mas fizeram maior parte das partidas como lateral conservador, onde a velocidade influi pouco. 

Valeu, Danut! 👊🏻

Ah, alguém tinha falado em onze. Mas tá, dez então. Não é muita diferença.

Sobre o lateral, minha experiência com qualquer tipo de lateral é que os adversários passam por cima quando ele é lento. A ponto de eu considerar uma velocidade razoável o mais importante para qualquer jogador na posição. Interessante ver que tem quem consiga fazer a coisa funcionar sem isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
arecibo8

Comecei a acompanhar agora e que doideira este save. 

O que eu gosto de save que começa em divisões inferiores é (se der certo) chegar com as finanças muito bem acertadas e da para melhorar muito as estruturas do clube, da uma baita sensação de progresso. 

Eu geralmente sou contra a contratação de medalhões para times menores, mas aparentemente era exatamente isso que a equipe precisava, talvez os demais jogadores estivessem sentindo a pressão e eles tenham chamado a responsabilidade e ajudado a dar um jeito na defesa. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Rapaz, conseguiu a permanência até que com tranquilidade, achei que seria mais suado, até as ultimas consequências e etc. hahaha

Que surpresa mais grata o Nacho. raríssimas vezes contratei um jogador tão velho e ele correspondeu no FM. Vai permanecer para a próxima temporada?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín
11 horas atrás, arecibo8 disse:

Comecei a acompanhar agora e que doideira este save. 

O que eu gosto de save que começa em divisões inferiores é (se der certo) chegar com as finanças muito bem acertadas e da para melhorar muito as estruturas do clube, da uma baita sensação de progresso. 

Eu geralmente sou contra a contratação de medalhões para times menores, mas aparentemente era exatamente isso que a equipe precisava, talvez os demais jogadores estivessem sentindo a pressão e eles tenham chamado a responsabilidade e ajudado a dar um jeito na defesa. 

Bem-vindo, Arecibo. 

Ter uma boa estrutura financeira era fundamental para promovermos as melhoras que estamos promovendo no FC Andorra com a intenção de gerar melhores jogadores nacionais e fortalecer não apenas o clube, mas também a seleção andorrana.

Já eu sou muito adepto de trazer esses medalhões. Acho que é algo que acontece muito na realidade e passa uma sensação legal de "tal jogador renomado vir encerrar a carreira no pequeno clube de Andorra". 

Valeu, Arecibo! 👊🏻

3 horas atrás, marciof89 disse:

Rapaz, conseguiu a permanência até que com tranquilidade, achei que seria mais suado, até as ultimas consequências e etc. hahaha

Que surpresa mais grata o Nacho. raríssimas vezes contratei um jogador tão velho e ele correspondeu no FM. Vai permanecer para a próxima temporada?

Acabamos tendo um ótimo mês de abril, que aliado a queda do Zaragoza, nos permitiu assegurar a manutenção de forma tranquila.

Como respondi em algum comentário, o Nacho é muito superior aos meus laterais, mesmo com tanta idade e acabou rendendo bem demais. Vai permanecer, será a última temporada dele como jogador e fico contente dele encerrar sua trajetória no FC Andorra.

Valeu, Márcio! 👊🏻

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luchín

Ilde.png

Entrevista com Ildefons Lima
linha.png

@Andreh68 @ggpofm @Darthz @marciof89 @lakers20 @Vannces @MitoMitológico @PedroJr14

1. Como você e seus companheiros se portam nas partidas internacionais, sobretudo nas eliminatórias para a EURO e para a Copa do Mundo, onde o normal são derrotas dilatadas para Andorra e em raras ocasiões a equipe soma pontos e marca gols. Vocês jogam com alegria e felicidade e não se abatem, conscientes das suas limitações perante as equipes mais fortes?

   38604-1541151047.png Sempre vamos ao campo com a intenção de vencer, conscientes das grandes diferenças entre nós, um país com 30.000 habitantes e o resto das equipes.

2. Você atuou fora de Andorra durante uma parte da sua carreira. Na Suíça, na Grecia, Itália e até mesmo no México. Como foi a sua experiência nesses países? 

   38604-1541151047.png Em todos eles aprendi algo e me serviram como experiência de vida.

3. De acordo com a Wikipedia, na Grécia você marcou 23 gols em 38 partidas, uma média muito alta. Com exceção a sua segunda passagem pelo FC Santa Coloma e pelo FC Andorra, nunca tiveste médias tão altas. A que se deve esse período "artilheiro"? 

   38604-1541151047.png Se deve aos dados errados que colocam na internet (risos). Com uma média dessas na primeira divisão da Grécia, certamente teria sido contratado por uma grande equipe.

4. Você nasceu em Barcelona, na Catalunha, mas se tornou um dos jogadores mais importantes do futebol de Andorra. Se possível, conte-nos um pouco sobre sua história familiar. Quem de sua família tem ligação com Andorra?

   38604-1541151047.png Nasci em Barcelona devido ao fato da minha mãe ser de um povoado próximo de lá, mas toda a minha família vivia em Andorra quando nasci. 

5. Você e o Óscar Sonejee são os únicos andorranos com mais de 100 internacionalizações. Lembrando de sua carreira pela seleção nacional, como foi a sensação da primeira convocação pela seleção de Andorra, aos 17 anos. E como foi jogar com o irmão, Toni Lima, na seleção? Tem algum outro momento que você guarda com carinho na seleção dentro ou fora dos campos?

   38604-1541151047.png Foram várias experiências inesquecíveis. Estrear marcando um gol, jogar com o meu irmão, enfrentar o Brasil, jogar contra a França com mais de 90.000 torcedores no estádio, vencer a Hungria… são várias. 

6. No final deste ano, você faz 40 anos. Continua pensando em jogar por mais quantos anos? Vai passar dos 40, como o Óscar Sonejee? Tem alguma ideia do que fazer quando a carreira nos gramados terminar? Segue no futebol com treinador? Pensa em algum cargo de direção na Federació Andorrana de Futbol?

   38604-1541151047.png Penso em continuar jogando enquanto me sinta em condições e depois veremos de que pode servir a minha experiência.

7. Quando você jogou na Triestina é verdade que o presidente do clube exigiu que você jogasse como atacante? É verdade essa história? E como você seu desempenho como atacante?

   38604-1541151047.png Por motivos maiores tive que atuar como atacante devido à minha força física e não tive nenhum problema com isso.

8. Quem você considera o melhor jogador da história do futebol? Das seleções pequenas, quem você consideraria para compor um pódio com Ildefons Lima como melhores jogadores dessas seleções?

   38604-1541151047.png Cristiano Ronaldo e Messi são os melhores, com características diferentes, mas os melhores. Ronaldo Nazário também. Das seleções pequenas, Mario Frick e Andy Selva, mas também destaco Lee Casciaro. 

9. Qual foi o gol mais importante da sua carreira? E a principal partida?

   38604-1541151047.png Gols importantes foram poucos, mas seguramente com Andorra, na estreia, e contra a Irlanda e contra San Marino. Jogos foram os citados acima, contra França, Brasil, entre outros.

10. Qual foi a sua reação ao saber da admiração que alguns brasileiros tem por você e pelo futebol andorrano? Conhece algo do futebol brasileiro? Alguma equipe em especial?

   38604-1541151047.png Meu primeiro treinador foi brasileiro, Manoel Miluir. Sempre recebo mensagens de fãs brasileiros e sul-americanos e gosto muito, me orgulha.

11. Para um jogador andorrano, como foi e é a experiência de enfrentar jogadores como Cristiano Ronaldo, Gareth Bale e outros? Existe algum temor de lesionar um jogador dessa magnitude, como aconteceu com o professor francês que lesionou Falcão Garcia antes da Copa do Mundo de 2014 e entrou em depressão por isso? 

   38604-1541151047.png É um orgulho, e não existe nenhum temor, afinal, evidentemente nunca queremos machucar ninguém e nunca aconteceu durante os meus 22 anos de carreira.

12. Em 1998, a seleção andorrana enfrentou a seleção brasileira e você esteve em campo. Como foi essa experiência?

   38604-1541151047.png Foi uma experiência incrível e me serviu para perder o medo de jogar contra grandes seleções. 

13. De qual clube é torcedor Ildefons Lima?

   38604-1541151047.png Gosto do Liverpool, pelo ambiente que vivi várias vezes em Anfield e por jogadores como Gerrard e Fernando Torres. 

14. Qual foi a sua maior felicidade como jogador e também a maior tristeza, quanto às realizações da profissão?

   38604-1541151047.png Ganhar aquela partida contra a Hungria foi a maior felicidade. Já tristeza, quando desci de divisão com algum clube.

15. Como é a realidade do futebol em Andorra? Rotina de treinos, viagens, etc.

   38604-1541151047.png Nós tentamos fazê-lo mais profissional possível, ainda que com a seleção somos uma mais.

16. Qual o treinador mais admirado por Ildefons Lima? E com qual mais gostou de trabalhar?

   38604-1541151047.png De todos é possível aprender coisas boas e coisas ruins, nenhum me marcou mais do que outro, ainda que Manoel Miluir, meu primeiro treinador, nos fez acreditar que éramos fortes e capazes de vencer.

17. Qual a opinião de Ildefons Lima sobre o futebol brasileiro? Conhece algum jogador ou clube?

   38604-1541151047.png Conheço vários jogadores, mas nenhum clube em específico. O Brasil é um país que necessita voltar a vencer para coroar-se no topo do futebol.

18. Qual é a perspectiva de Ildefons Lima para o futebol andorrano? Acredita que podem evoluir e crescer mais futebolisticamente? 

   Estamos tentando sempre melhorar, ajudar os jovens, mas com apenas 30 mil habitantes é difícil para competir com países que tem milhões. 

19. Como é a estrutura do futebol andorrano hoje?

   38604-1541151047.png É amadora, mas estamos tentando nos profissionalizarmos.

20. O que mais te chama a atenção no Brasil?

   38604-1541151047.png A paixão dos brasileiros pelo futebol.  

— Es todo, muchas gracias, Ilde.
— Un gusto, crack. Saludos a todos del FManager desde Andorra.

20190214-201503000-i-OS22.png

linha.png

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Parabéns @Luchín pela entrevista.

Que orgulho pra Área!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Similar Content

    • AlexVivas
      By AlexVivas
      E aí, meus amigos managers, beleza? Após o "acidente" envolvendo o falecimento precoce do Alphabet Challenge, volto com um novo desafio. 
      Não tenho certeza, mas acho que a partir da Copa do Mundo de 1994 venho percebendo que muitas Seleções vêm meio que priorizando os atletas que jogam fora de seu país, menosprezando o futebol local. Pesquisando mais a fundo me deparei com a imagem acima, o emblema da Legião Estrangeira e seu Lema.
      Então decidi fazer uma nova saga de "volta ao mundo" treinando somente em países onde a maior parte da Seleção Nacional joga no exterior. Desta vez a jornada não será em ordem alfabética, e sim de acordo com o ranking de seleções da FIFA de 20 de Dezembro de 2018. Criei uma tabela no Excel dividindo todas as Seleções em 08 "grupos" distribuídos conforme as Licenças de Treinador do FM: Nenhuma - Nacional C - Nacional B - Nacional A - Continental C - Continental B - Continental A - Pro Continental. 
      Dessa forma, a trajetória se torna mais realista, onde um técnico começa no meio amador e alcança o status mundial no fim da carreira. Vejamos abaixo as metas que nortearão este save:  

      nacionalizar a Seleção, fazendo pelo menos 80% a 90% do elenco jogar no País, independente do Clube; feito isso, fazer pelo menos 50% da Seleção jogar no Clube escolhido; o Clube escolhido deve ser o maior campeão da Liga Principal/Primeira Divisão;  nacionalizar o Clube, vendendo todos os jogadores estrangeiros, com exceção dos atletas Naturalizados, os quais aparecem como primeira Nacionalidade a do país ativo; priorizar a venda dos jogadores dispensáveis para os demais clubes do país, nivelando a Liga e tornando-a mais competitiva; tentar trazer as maiores lendas do país para o Staff do clube; tornar o Clube hegemônico em todos os campeonatos Nacionais. Caso ele já seja soberano no país, tentar ser o maior campeão Continental; o prazo para alcançar a hegemonia segue a seguinte fórmula: nº de títulos do maior campeão + 1;   melhorar o nível do futebol local chegando o mais longe possível nas competições Continentais, aumentando a quantidade de clubes que disputarão as mesmas e assim tornando o País mais atrativo para os atletas locais; reiniciar o FM ao concluir o país em questão. Essa nova jornada é baseada no artigo "Construindo uma liga Competitiva" do nosso colega @ggpofm e na saga "Uma só Nação" do @Henrique M..
      Grande abraço !!
       
    • andre lp
      By andre lp
      Olá pessoal.. atualmente comecei um save com o manchester city no fm, devido a sua qualidade de jogadores e o ainda pequeno histórico de títulos, meu objetivo é criar uma hegemonia de muitos anos com ele e conquistar a Europa diversas vezes, mas respondam aí, o que vocês acham de começar com times grandes ? Eu tinha até pensando em postar meu save na profissão manager, entretanto, só vejo gente começando com times bem pequenos.
    • Johann Duwe
      By Johann Duwe
      Fonte
       
       
      Fonte
      Inspirado no Ypiranga do @Leonardo Moreno e no Tupi do @marciof89 vem aí mais um save em terras tupiniquins, eu, pessoalmente, não gosto de jogar no Brasil, mas irei abrir uma exceção pois como disse o @CCSantos, promessa é dívida.
      A cidade de Joinville é mais reconhecida pela sua equipe de Futsal, que por muitas vezes eu vi jogar contra a equipe de Malwee/Jaraguá quando a mesma tinha o craque Falcão e tantos outros dando show.
    • Xandrovsky
      By Xandrovsky
      Tudo começa com a idéia de ter uma equipe "Equilibrada". Defender com solidez. Recuperar a bola e, quando em posse, ter condição para criar jogadas. Joga curto onde precisa jogar curto. Joga longo quando precisa jogar longo. Jogadas pelas pontas, tabelas pelo meio campo. Equilíbrio. A formação que escolhi para acomodar tal idéia foi o 3-4-3.
      Funções:
      Goleiro Libero (Defesa): Um goleiro que avance um pouco a frente. Que tenha como prioridade jogar simples. Nada de lançamentos arriscados. Passes curtos quando necessário para o time controlar a posse. 
      Defensor Com Bola (Defender): Jogando pelos lados da defesa, esses jogadores são os responsáveis por começar as jogadas. Podendo tentar passes longos para os pontas, ou sair jogando curto devido a boa distribuição ofensiva. Defensivamente São os Pilares na Bola Aérea. Zagueiros altos e fortes são altamente recomendados para essa posição. Vão jogar mais abertos quando em posse. E bem compactados quando defendendo. 
      Libero Ofensivo (Suporte)/Defesa com bola (Cobertura): O zagueiro Técnico, mais rápido. Funciona quase como um meia defensivo. Jogando centralizado, é o Zagueiro que vai cobrir as costas da sua defesa. Vai avançar pouco quando em posse, mas fará o suficiente. 
      Esses três zagueiros saem jogando bem, e também formam Uma Parede Defensiva com um homem em cada setor. Bolas afastadas da defesa são facilmente recuperadas pela nossa equipe. Defensivamente São um bloco sólido Junto dos Alas, formam Uma Linha q dificilmente se desfaz. Quando um deles sai, o outro da cobertura. É simples. Superioridade numérica. De forma simples. Com jogadores que estão acostumados a jogar defensivamente. Solidez.
      Defensor Ala Invertido (Suporte): O coração da equipe é aqui. Vão defender como laterais. Fechar a Linha de 5. Em posse, tornam-se o link entre a Defesa e o ataque. Com passes simples, muitas vezes entre eles, a equipe espera o momento correto de avançar a bola. Quando a equipe perde a posse. Ou combatem o adversário direto por dentro, ou retornam a sua posição de lateral. Fechando a Linha de 5.
      Mezzala (Ataque): Sem a bola vão fechar a linha de 4, vão precionar mais. Se a linha de 5 defensores é mais solida, A linha de meio campistas é a que irá fazer a pressão. Vão participar com toques simples e se apresentar constantemente em posições de finalização. Vão fazer muitos gols da entrada da área, ou com corridas tardias a área adversária. Vão se posicionar como opção de tabelas para os pontas. 
      Extremos (Apoio): São os jogadores que vão fazer a diferença. Jogando abertos, a equipe funciona para que eles estejam em situações de 1x1 contra um defensor adversário. Velozes e bom dribladores. Devem aproveitar dessa situação, bater o marcador e decidir a assistência. Defensivamente fecham a linha de 4. 
      Ponta de Lança (Ataque). Centroavante clássico. Vai preferencialmente estar dentro da Área para finalizar. Mas também irá cair pelos lados do campo. Sua função defensiva é incomodar a zaga adversária com sua presença. Não dando combate, mas sendo uma ameaça constante ofensivamente. Aproveita dos espaços deixados pelos laterais adversários. Abrindo a defesa adversária e puxando contragolpes. 
    • Neynaocai
      By Neynaocai
      Por um erro meu o tópico anterior foi arquivo/apagado, mas o save continuou firme e forte. Algumas alterações pequenas neste, para melhor acomodar a história.

      Dez anos depois
      Quando contrataram Robbie Keanne para treinar o Killie, ninguém podia imaginar o que aquilo significava para cidade de Kilmarnock. Muito menos, poderiam imaginar o que representava para o Robert Davie Keanne.
      Como poucos sabiam, apesar de nascido em Dublin, Robbie crescer nos arredores do Castelo De Turnberry e embora amasse a Irlanda e fizesse sucesso com a camisa verde, as vezes pegava-se a pensar em como teria sido se tivesse ficado em sua cidade. Se ganharia títulos, se seria convocado para seleção escocesa.
      Essa história começou em 2018, logo após ele anunciar sua aposentadoria. Muitos contam um encontro inesperado quando foi encontrar velhos amigos no pub Oceans 11. Mas a verdade, senhoras e senhores, desconhecida do público, foi revelada aos poucos, com esse final bombástico.
      Começar essa história pelo final é para te convidar a participar da epopeia que movimentou o futebol da Escócia – e do mundo, por que não? Durante os dez anos de ligação entre Robbie e Kilmarnock. Hoje ele deixa o clube, mas estará para sempre em nossos corações.
       
      A contratação
      Angus, seu amigo de longa data, começou o brinde:
      _ Ao nosso Keane, que não é o irmão do Roy! O irlandês mais escocês que essas colinas já vira. Seja bem-vindo a vida mansa, companheiro. Brincou o ruivo McDonald.
      _ Senhores, senhores, ainda não estou no ritmo de férias, passei apenas para vê-los. Amanhã, iniciarei o módulo final do curso para retirar a Licença Pro Continental. Contestou Robbie e continuou. Como anda as coisas no nosso Killie?
      Neste momento, uma figura imensa entra no pub e um silêncio se impera. Alguns cochichos nos grupos, mas ninguém volta a conversar até que o recém-chegado anuncia aos brados:
      _ Cerveja liberada até eu sair!
      E chegando-se a mesa de Robbie gritou, em bom e velho galês:
      _ Dea-oíche, mister Robbie. Serei direto, para que possamos beber tranquilamente. Meu nome é Billy Bowie, sou descendente de Arthur Guinnes e CEO da cervejaria. O nosso amigo Angus me convenceu a patrocinar um projeto em que você é a figura principal, pelo nome e história.
      Robbie demonstrou surpresa, mas aguardava aquele encontro há muito tempo. Tudo corria conforme esperado.
       
      Kilmarnock  FC
      O Clube leva o nome dessa cidadezinha bem de boas, no leste escocês, a poucos quilômetros de Glasglow. Fica próxima ao Castelo de Turnberry, onde Robert The Bruce nasceu e cresceu.
      A cidade possui pouco mais de 45.000 habitantes e deu ao mundo o whiske Jhonnie Walker. Ocorre que em 2009, a atual dona da marca tirou a centenária fábrica de Kilmarnock, o que gerou protestos, mas não teve jeito. Por isso, em nossa história, a também centenária cervejaria Guinnes é que irá patrocinar o clube. Afinal, eles estão buscando criar raízes na terra da aguardente vermelha.
      Também em Kilmarnock viveu um cara chamado Alexander Fleming que ganhou o Nobel da Medicina por criar uma coisa não muito útil chamada Penicilina.
      Já o clube é apenas o profissional mais velho da Escócia, o que me fez acreditar que eu fazia parte do Clube dos Pioneiros, mas daí eu vi que o clube mais antigo do Queens Park FC, que agora é um time semiprofissional. Já adiantando, Queens Park é nosso parceiro.
      Enfim, o Killie como é chamado, conquistou um escocesão em 1964/65, três copas da Escócia 1919/20, 1928/29 e 1996/97, além de uma copa da Liga em 2011/12.
      Jogamos no acanhado, mas aconchegante Rugby Park, com capacidade para 18.128 torcedores.
      O presidente do Clube, Billy Bowie, que na nossa história é dono da Guinnes, na vida real é dono de uma empresa de transporte de resíduos e talvez não seja um bilionário.
       
      Regras, objetivos e curiosidades do save:
       
×