Jump to content

PedroJr14
 Share

Recommended Posts

É muito interessante ver como um clube vai ganhando ainda mais força a cada passo que dá. No início do seu post você falou sobre os ganhos na questão da infraestrutura e isso é de suma importância para não só melhorar na qualidade de desenvolvimento dos atletas, seja base ou principal, como também no status, principal razão para não ter dificuldades para acertar com certos jogadores.

Sobre a temporada, compartilho dos elogios até o momento e vejo uma equipe com base (de trabalho e rendimento) para se firmar entre os primeiros do país. Mas como os primeiros do país, estão quase sempre entre os primeiros do mundo, essa distância precisa ser diminuída aos poucos, pois ainda é bem grande. Em sua opinião, o que realmente falta para se aproximar desses clubes que estão sempre na frente? Bom trabalho na sequência.

Link to comment
Share on other sites

Excelente temporada e a do celta também foi ótima. vamos ver como a equipe vai se comportar nos playoffs da Champions.

Link to comment
Share on other sites

Em 20/02/2019 at 09:13, Neynaocai disse:

Que excelente temporada, Parabéns. Estás jogando no contra ataque? Parece que os times têm um maior volume contra o Santander, mas tomam na cabeça em seguida...

Fico imaginando se o Atleti não trocaria o título da Copa pela aquela vitória na Liga hahaha vacilaram feio. E esse time celta, hein?

Boa sorte na Champions.

Fala, Ney. Estávamos jogando no contra-ataque sim. Tendo em vista que a maioria das outras equipes eram bem mais fortes que a nossa, fizemos o nosso plano de jogo baseado em ataques rápidos e finalizações antes mesmo de chegar com a bola à área.

Bem provável que trocassem mesmo, estar na Champions representa muito pra qualquer time.

Valeu por comentar.

Em 20/02/2019 at 11:00, Lucas Matías disse:

Parabéns pela temporada, o 4º lugar na La Liga reflete bem como foi o ano do time, curioso para ver como a equipe vai se portar na Champions League. Essa vai ser a primeira vez que o clube vai jogar a principal competição do continente ou já participou de alguma edição?

Fala, mano. Obrigado pelas felicitações.

O Racing foi vice campeão espanhol uma vez, mas isso foi na temporada 1930/31, quando ainda não existia Champions League. O máximo que o clube conseguiu foi uma participação na Liga Europa em 2007. Vai ser realmente um ano diferente para o clube.

Em 20/02/2019 at 13:45, Danut disse:

Que o campeonato não foi exatamente normal dá para ver pelo Celta de Vigo ali na terceira colocação. Mas tu não tem nada a ver com os problemas de Atlético e Sevilla e afins, e fez a tua parte. Parabéns pela classificação continental. Vai entrar em qual fase?

Falei várias vezes que esse campeonato tava louco e realmente a gente não tinha nada a ver com os problemas dos outros, tínhamos que fazer nossa parte e fizemos. Entraremos nos playoffs, a última fase antes da fase de grupos.

Valeu, Danut!

22 horas atrás, Henrique M. disse:

Acho que é chover no molhado falar da temporada atual da equipe. Já elogiei, já fiz comparações com o que se espera de quem sobe e no final das contas, a equipe terminou lá em cima. Vamos ver o impacto que isso terá para o clube na próxima temporada.

Espero que o nosso crescimento continue, apesar que seja muito difícil repetir o que apresentamos nessa temporada, vamos seguir trabalhando para buscar novamente boas coisas esse ano. Obrigado por acompanhar!

17 horas atrás, Andreh68 disse:

Tudo ja foi dito, como vcs e o celta surpreenderam, o atletico e sevilha decepcionaram. Acrescentaria como vcs mantiveram a onda e não deixaram a peteca cair! Parabens.

Bom ver o Real tomando na tarraqueta, pena que o Arsenal não deu o tri-vice para eles.

A distancia pros 2 grandes parece ser bem ampla né? Acha que da para entrar nesse ônibus?

Achei que não teríamos forças para nos segurar lá em cima, mas o futebol é uma caixinha de surpresas e hoje estamos aí.

O Real vacilou em duas frentes, mas ganhou a principal. Quem me dera perder a liga e ganhar a Champions KKKK

Olha, cara. Quanto aos grandes... A distância é tremenda! Não faço nem ideia de como chegaremos um dia a ter um poderío ao menos parecido com o que têm Real Madrid e Barcelona hoje. Vai ser muito difícil tomar o topo da liga desses dois e do Atlético também, se eles recuperarem a boa fase.

Valeu por acompanhar!

 

14 horas atrás, marciof89 disse:

Campeonato estranho, não só pelo Racing mas pelo Celta hahaha

Mas fez uma ótima temporada, e agora é colher os frutos participando da UCL. Vai começar em que fase?

Boa sorte.

Né isso, Márcio? KKKK foi estranho dms. Barça e Real nadaram de braçadas, travando uma bonita disputa lá em cima, enquanto o resto da tabela ficou toda embolada.

Agora é desfrutar desse momento maravilhoso. Vamos entrar na última fase de playoffs, independente do que aconteça, a experiência já vai valer demais. Mesmo se caírmos na Champions, ainda vamos ter a oportunidade de jogar ao menos a fase de grupos da UEL e isso já é bastante!

Valeu por acompanhar sempre!

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

IV Temporada, Capítulo 1 - O Racing na Europa.

Real-Racing-Club-Santander.png&key=d0634

A expectativa de ver o Racing de novo em uma competição européia depois de mais de 10 anos, tomava conta da cidade de Santander e de seus arredores. Por incrível que pareça, o sarrafo não subiu e ninguém esperava muito to time verde e branco, tendo em vista de que o que houve na temporada passada foi uma coisa que acontece apenas uma vez em longos períodos de tempo. Algumas alterações na equipe tinham que ser feitas se quiséssemos sonhar em não ser uma completa decepção.

Transferências e Finanças

Eu julgava como maiores deficiências da nossa equipe a defesa, mais especificamente as laterais. E fomos buscar um lateral no Reino Unido, o problema é que o RU resolveu sair da União Européia e complicou os nossos planos, porque além do lateral Callum Paterson que estava de chegada, tínhamos no elenco Edward Lambert, jogador destaque na base que nasceu na Inglaterra e o seu compatriota Jack Baldwin, titular da nossa defesa na última temporada. Esses 3 se tornariam estrangeiros automaticamente e também contávamos com Marquinhos no elenco, além de estarmos quase acertados com Kagawa. Só 3 desses poderiam permanecer na equipe.

Entradas: A nossa maior contratação foi Callum Paterson, que chegou no clube por €2,9 milhões, em uma transferência que pode ascender até os €4,1 milhões. Outro que nos custou uma quantia razoável foi o atacante Borja Mayoral, que deixou o Real Madrid em seu último ano de contrato para assinar com a nossa equipe por €1,8 milhões, mas a transferência pode subir até os €2,4 milhões. O lateral esquerdo Pedro Rebocho e o zagueiro experiente Xabi Etxeita também chegaram ao clube, mas juntos não somaram nem €1 milhão, além do jovem Anátz Elizondo, que chegou de graça da Real Sociedad.

Shinji Kagawa -> O meio-campista japonês é tido por muitos como o mais talentoso desta geração, no seu país. Com 30 anos, Kagawa vem de uma temporada inteira sem jogar, mas se olharmos um pouco mais para trás, veremos que o jogador obteve destaque no Cerezo Osaka e no Borussia Dortmund, antes de ir para o gigante Manchester United, onde ganhou um título da Premier League, antes de voltar para Dortmund.

Shinji-Kagawa_-Geral-Perfil-2.png

David Silva -> Pra quem achava que Kagawa seria a contratação mais bombástica do clube para a temporada, está aqui o "não". Depois de se destacar no Valencia, Silva foi contratado pelo Manchester City, clube que defendeu nas últimas 9 temporadas e onde ganhou status de ídolo e multicampeão. O contrato do jogador se encerrou junto com o final da última temporada e quando ninguém mais acreditava que ele pudesse voltar à Espanha apareceu o Racing. O jogador ainda tentou negociar uma contratação para fazer parte apenas do staff do clube, mas insistimos até que ele aceitasse jogar por pelo menos duas temporadas no nosso time.

David-Silva_-Geral-Perfil.png

Saídas: A primeira baixa, quase que automática, foi a do zagueiro Jack Baldwin. O zagueiro inglês foi uma das boas surpresas do nosso elenco na última temporada, mas por conta da saída do RU da União Européia, tivemos que mandar alguns jogadores procurarem outro rumo e infelizmente ele foi um deles. Rafa de Vicente tomou o mesmo rumo do zagueiro inglês e agora vestirá a camisa do Alavés. As duas transferências somadas geraram €3,4 milhões para a nossa equipe.

Julen Castañeda deixou Santander rumo à França, onde vestirá a camisa do ESTAC Troyes. A transferência girou em torno de €1 milhão. Mink Peeters e Marquinhos sofreram com as sansões impostas pelo campeonato quanto ao número de inscritos e de estrangeiros e deixaram o clube por empréstimo rumo ao Nordsjaelland e ao Osasuna, respectivamente.

entradas-19-20.png

R.-Santander_-Historico-de-Transferencia

 

Jogos

[Julho/Agosto]

Fizemos uma série de 6 amistosos, passando pelo Japão, França e voltando à Espanha na reta final. Concluímos a pré-temporada com 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota. Os destaques vão para a vitória sobre o Panathinaikos por 3x2 e para a derrota por 2x1 frente ao Eibar. Durante a preparação fomos ao sorteio dos playoffs e esse sorteio não foi tão bom para a nossa equipe, já que fomos sorteados contra o Porto, tendo outros times inferiores envolvidos no sorteio.

FC Porto: O primeiro jogo da temporada talvez fosse logo o mais importante dela. A torcida fez uma linda festa no Sardinero para o primeiro jogo do Racing Santander na história da UCL. Até que não fizemos uma partida tão ruim, conseguimos ter mais posse de bola, até chegamos a acertar a trave com David Timor, mas um erro de Saúl Salcedo acabou gerando um pênalti que foi cobrado e convertido por Aboubakar aos 39 minutos de jogo. O Porto ainda voltou a chegar com perigo, a nossa equipe não fez o mesmo e acabou amargando uma derrota em casa na primeira mão.

R.-Santander---FCP_-Geral-Vista-Geral.pn

Poupando os jogadores para o jogo de volta contra o Porto, acabamos derrotados frente ao Sporting Gijón pela primeira rodada de La Liga.

FC Porto: Ainda levamos esperanças para a Cidade do Porto, mas sabíamos que para reverter o resultado do jogo de ida, teríamos que jogar como nunca. Isso não aconteceu. Acabamos por nos segurar o jogo todo, tendo uma boa atuação defensiva, em contrapartida, a atuação ofensiva foi pífia e o 0x0 classificou o Porto para a fase de grupos da Champions League. 

R.-Santander---FCP_-Geral-Vista-Geral.pn

Com a derrota na Liga dos Campeões, caímos para a fase de grupos da Europa League e fomos sorteados no grupo junto ao FH da Islândia, Spartak de Moscou e Lyon. O time islandês já mostrou que não é bobo, eliminando Ludogorets e Sparta Praga nas fases anteriores, mas provavelmente será o saco de pancadas do grupo e a nossa equipe vá brigar com o Spartak pela segunda colocação do grupo, atrás do Lyon.

Atlético de Madrid: Como já vimos em algumas ocasiões por aqui, a nossa equipe tem roubado alguns pontos do Atlético e dessa vez não foi diferente. Os colchoneros foram amplamente melhores no jogo, saindo na frente do placar com Mandzukic, já na reta final do primeiro tempo. A alegria só durou até a volta do intervalo, já que logo no primeiro minuto da segunda etapa Abdulah acertou um chute maravilhoso do meio da rua e empatou o jogo. Seguramos a pressão e o resultado até o fim e conquistamos nosso primeiro ponto.

R.-Santander---A.-Madrid_-Geral-Vista-Ge

jul-ago-19.png

 

[Setembro]

A nossa primeira vitória no ano, veio contra o Real Bétis, por 2x1, com gols de Josete e Borja Mayoral. A partida que antecederia a nossa estréia na UEL não poderia ser melhor.

FH: Fomos até a Islândia enfrentar o FH. Num frio congelante e num estádio acanhado em Reykjavík não demos a menor chance para o time da casa. Josete abriu o placar ainda na primeira etapa e no segundo tempo o que vimos foi um show de David Timor e Mayoral, que nos ajudaram a ampliar o placar com 2 gols de Mayoral e 2 assistências de Timor. Ainda tivemos outras oportunidades, mas paramos por aí mesmo.

Logo em seguida à vitória sobre o FH, fomos derrotados em casa pelo Real Madrid por 3x0, com gols de Hazard, Bale e Diego Costa. Recebemos também o Celta de Vigo e sofremos um novo revés sobre os nossos domínios. Lapadula marcou 2x para o time galego nos colocando numa situação ruim no campeonato.

Real Sociedad: Fomos até San Sebastián para enfrentar o time da casa e conseguimos um excelente resultado no Anoeta. Victor Sanchez até abriu o placar para os anfitriões, mas o nosso time dominou o jogo e na segunda etapa conseguiu empatar e virar com Borja Mayoral marcando 2x e ainda sobrou tempo para o golpe de misericórdia, dado por Saúl Salcedo no finalzinho do jogo. Criamos muitas chances nessa partida, foi uma das melhores do Racing em La Liga, sob o nosso comando.

Real-San-Sebastian---R.-Santander_-Geral

R.-Santander_-Calendario-Senior-18.png

 

Competições

[Copa del Rey]

Só entraremos na Copa do Rei na quarta fase, por enquanto os times de divisões inferiores estão lutando para sobreviver nas fases anteriores.

 

[La Liga]

Primeira-Divisao-Espanhola_-Vista-Geral-

Atualmente ocupamos a 11ª colocação. Não tem sido um início fácil, mas nada está fugindo do esperado. O que foge do esperado mesmo é a presença do Atlético de Bilbao e Las Palmas no top 3 do campeonato, na primeira e terceira colocação respectivamente. O Bilbao venceu todos os jogos e junto com o Valencia são os únicos invictos do campeonato até aqui. Esperamos uma melhora nos próximos jogos, já enfrentamos Atlético e Real Madrid, nos dois primeiros meses de campeonato e enfrentaremos o Barcelona no próximo mês, talvez uma reta final de turno sem gigantes pelo caminho seja uma boa para a nossa equipe.

 

[Europa League]

Taca-EURO_-Vista-Geral-Fases-4.png

Por enquanto estamos na frente, no nosso grupo. Os confrontos difíceis começam já na nossa próxima partida, que será contra o Spartak, segundo colocado do grupo. Caso consigamos uma vitória, ficaremos em uma posição ótima no nosso grupo. Essa UEL também conta com Milan, Shakhtar, Atletico de Madrid e Manchester City, equipes acostumadas a jogar a Champions League.

 

Outros destaques

A expansão do nosso estádio foi terminada e agora a capacidade do Sardinero é de 26000 lugares. Na próxima atualização, também concluiremos as melhorias nas condições de treino da base e do time profissional. Estamos melhorando o nosso staff cada vez mais, já lideramos como melhores preparadores e olheiros em todos os quesitos, exceto o de Fisioterapia, mas em breve buscaremos liderar esse quesito também.

Link to comment
Share on other sites

Em 27/02/2019 at 21:25, thyagocda disse:

Bizarra a diferença de pontos de Real e Barça... Vai ter um longo trabalho até superá-los. Desejo Boa Sorte e paciência ? hehehe

Realmente a diferença é monstruosa e vamos ter que ter muuuuita paciência caso almejemos chegar lá.

Valeu por acompanhar!

Link to comment
Share on other sites

Campanha muito irregular na Liga. Décimo primeiro lugar na Liga e com 3 derrotas. Complicado.

 

PS: Olha o meu Athlétic liderando. Tudo bem que ainda é cedo, mas da gosto de ver.

Link to comment
Share on other sites

Eu não tive sorte contratando o minino Davi Silva, tomara que ai ele resolva...

Quem sabe não foi uma boa essa queda pra liga Europa.

Chata essa regra do RU. Engraçado que por lá os jogadores que já haviam sido contratados não eram considerados estrangeiros.

 

Link to comment
Share on other sites

Particularmente tenho dúvidas sobre o futebol do David Silva, pois fisicamente o cara já está bem aquém do que o time precisa, mas o Kagawa já me parece ser um grande investimento. Esse Bilbao não é o LC o treinador? Rrs. O time está em desequilíbrio, mas com bom início na Liga Europa. O ponto alto é a estruturação do clube com a questão do estádio, das condições de treino da base e do time profissional, bem como  a melhora do Staff, certamente o bom rendimento da equipe começará por essa parte. Bom trabalho na sequência.

Link to comment
Share on other sites

Em 14/03/2019 at 18:41, LC disse:

Campanha muito irregular na Liga. Décimo primeiro lugar na Liga e com 3 derrotas. Complicado.

 

PS: Olha o meu Athlétic liderando. Tudo bem que ainda é cedo, mas da gosto de ver.

Eu fale desde sempre que seria difícil repetir a campanha do último ano, porque o time sempre teve muitas deficiências técnicas e apesar das novas contratações, algumas dessas deficiências continuam e continuarão até que surjam novos nomes de peso para algumas posições que ainda acho que são carentes. Espero que o nosso time melhore nas próximas rodadas.

Obrigado por acompanhar!

18 horas atrás, Andreh68 disse:

ainda ta no começo tudo pide melhorar ou piorar...

É justo. Meus times geralmente demoram um pouco pra engrenar, não sei porque. Tenho quase certeza de que vamos melhorar (ou não). KKk

Valeu por comentar!

 

17 horas atrás, Neynaocai disse:

Eu não tive sorte contratando o minino Davi Silva, tomara que ai ele resolva...

Quem sabe não foi uma boa essa queda pra liga Europa.

Chata essa regra do RU. Engraçado que por lá os jogadores que já haviam sido contratados não eram considerados estrangeiros.

 

O Silva vem jogando razoavelmente bem. Não está sendo um primor de jogador, mas está fazendo a sua parte.

Também achei que a queda para a UEL trouxe mais vantagens do que desvantagens para a nossa equipe. Na Champions não teríamos chances nem de avançar para as oitavas, na Europa League a chance é real. 

O RU me fodeu! Mas eu já deveria estar preparado, vacilei e agora tô pagando o pato.

16 horas atrás, Vannces disse:

Particularmente tenho dúvidas sobre o futebol do David Silva, pois fisicamente o cara já está bem aquém do que o time precisa, mas o Kagawa já me parece ser um grande investimento. Esse Bilbao não é o LC o treinador? Rrs. O time está em desequilíbrio, mas com bom início na Liga Europa. O ponto alto é a estruturação do clube com a questão do estádio, das condições de treino da base e do time profissional, bem como  a melhora do Staff, certamente o bom rendimento da equipe começará por essa parte. Bom trabalho na sequência.

O Silva é tecnicamente muito bom, ainda pode fazer uma graça, mas a contratação dele foi mais marketing. O Kagawa sim é uma aposta para mudar o jogo da equipe e além disso vai nos trazer um ótimo retorno financeiro também. 

Eu busquei focar no clube fora das 4 linhas, melhorando a estrutura e a qualidade do corpo técnico. Planejo um dia mudar a política de transferência do clube para contratar apenas jogadores espanhóis, ou jogar apenas com jogadores vindo da base. Essas melhorias são um ótimo começo pra isso e um ótimo começo para a melhoria geral da equipe.

Obrigado por acompanhar.

 

Estou bem em dívida com vocês. As coisas aqui estão muito corridas, que eu até esqueci de mudar o nome do tópico, mas acho que dessa vez não vou demorar tanto pra soltar uma atualização.

Link to comment
Share on other sites

Eu já trouxe o David Silva para o Vasco num save que fiz no FM 18, curiosamente ele tinha 33 anos também. Monstro demais, jogou até os 36, quando decaiu drasticamente e se aposentou.

A campanha do time é meio meh até então, com queda na UCL e um meio de tabela na Liga. Na UEL fez o necessário, mas nada demais. Vamos ver se o time recupera fôlego em breve.

Boa sorte!

Link to comment
Share on other sites

  • Vice-President

Como a equipe ainda está em formação, vai tendo dificuldades em lidar com o calendário mais apertado nesse primeiro semestre. Uma pena ter pegado o Porto logo de cara, mas ao menos caiu num grupo acessível na Liga Europa.

Link to comment
Share on other sites

Em 26/03/2019 at 17:45, LC disse:

Novidades @PedroJr14?

Tomara que não tenha desanimado também hahah Mas um guerreiro caindo complicahahah

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Em 16/03/2019 at 22:26, marciof89 disse:

Eu já trouxe o David Silva para o Vasco num save que fiz no FM 18, curiosamente ele tinha 33 anos também. Monstro demais, jogou até os 36, quando decaiu drasticamente e se aposentou.

A campanha do time é meio meh até então, com queda na UCL e um meio de tabela na Liga. Na UEL fez o necessário, mas nada demais. Vamos ver se o time recupera fôlego em breve.

Boa sorte!

O início de temporada tem alguma coisa contra mim kkkk eu quase nunca começo bem, mas costumo engrenar depois dos 10 primeiros jogos. Iremos enfrentar os maiores da Espanha já no começo do campeonato, talvez isso nos ajude a fazer um bom campeonato, já que teremos uma tabela mais limpa.

O Silva vem jogando bem, espero que não decaia rápido e que nos dê algumas alegrias. Obrigado por comentar!

Em 19/03/2019 at 07:04, Henrique M. disse:

Como a equipe ainda está em formação, vai tendo dificuldades em lidar com o calendário mais apertado nesse primeiro semestre. Uma pena ter pegado o Porto logo de cara, mas ao menos caiu num grupo acessível na Liga Europa.

Esperamos melhorar, sempre esperamos. O sorteio da Champions foi injusto com a gente, mas pelo menos saímos de cabeça erguida. Agora na UEL esperamos ir um pouco além.

Valeu!

Em 26/03/2019 at 17:45, LC disse:

Novidades @PedroJr14?

ME APERTARAM SEM ME ABRAÇAR!!!!

Peço desculpas pela demora, a faculdade tá um caos, aula, atendimento, trabalhos, é muita coisa. Agora depois da semana de prova terei um bom tempo e planejo trazer algo pra vocês já amanhã. 

Em 03/04/2019 at 12:28, Neynaocai disse:

Tomara que não tenha desanimado também hahah Mas um guerreiro caindo complicahahah

EU TÔ AQUI!

- RONALDO, Cristiano.

Link to comment
Share on other sites

IV Temporada, Capítulo 2 - "O Mayoral".

Real-Racing-Club-Santander.png&key=d0634

Belgrado, 13 de Dezembro de 2019.

[Estrela Vermelha x Partizan, no estádio Rajko Mitic em Belgrado]

Botín foi até a Sérvia após o jogo contra o Spartak em Moscou, para observar um jovem talento local chamado Vladan Stevanovic. Para isso teve a indicação do antigo jogador do Racing, Nikola Zigic, que destacou os principais atributos do jovem de 17 anos e relatou sua semelhança com o ex-jogador Vladimir Jugovic, bicampeão da Champions League e mundial, vestindo as camisas de Estrela Vermelha e Juventus, além de ter conquistado duas Copas da Itália (Sampdoria 1993/94; Lazio 1997/98) e uma Copa da Liga Francesa (Monaco 2003), além da vasta carreira na seleção da Iugoslávia. Nesse dia o jogo foi muito pegado e o clima nas arquibancadas era quente, com direito a sinalizadores e bandeiras. Botín viu Stevanovic decidir o jogo com um gol e uma assistência e colocar o Partizan na ponta do campeonato, que nas últimas 21 temporadas só teve 2 vencedores: Partizan (13 vezes) e Estrela Vermelha (8 vezes). O treinador estava encantado, mas o difícil seria passar pela agente do garoto e sua irmã, Katherine Stevanovic, uma mulher forte que abandonou a carreira de supermodelo para gerir a carreira do irmão mais novo e realizar o seu sonho de ser jogador de futebol após a morte dos pais.

Katherine.png

Botín: Vimos um grande jogo aqui hoje. Estou realmente encantado com Vladan.

Katherine: Sabe, Marco... Vlad é a única coisa que eu tenho. Eu abandonei tudo, eu poderia estar no topo do mundo, mas nada é maior que o meu amor por ele. Eu quero o melhor para ele e eu quero colocá-lo em um lugar onde ele seja respeitado e possa fazer o que ama sem pensar em mais nada. Já tivemos times de outros grandes centros nos procurando, mas nenhum demonstrou tanto respeito quanto você, vindo aqui assistir um derby, apesar dos perigos que isso possa trazer. A minha empresa hoje é responsável por agenciar a carreira de jogadores como Zivkovic, Rajkovic, Rogic, Djurdjevic... Quase todos da seleção sérvia estão conosco, mas nenhum me importa como importa Vlad. Ele já manifestou o desejo de jogar pelo seu time, ele acompanha o futebol espanhol e vê o quanto o Racing tem crescido na sua mão, então eu não acho que haja alguém melhor do que você para entregá-lo.

[Botín deixara Belgrado com um sentimento de que conseguiu mais uma vez o que queria, mas não parava de pensar quando seria o seu próximo encontro com aquela mulher]

 

  • Transferências e Finanças

A falta de lugares no elenco nos obrigou a adiar a transferência de Stevanovic para o final da temporada. O acordo foi fechado com os valores de €675 mil de verba inicial, €500 mil após 50 jogos, €250 mil depois de 50 gols pelo clube e €250 mil caso a equipe alcance as semifinais da Europa League. A nossa equipe precisava de um reserva à altura para Mayoral, mas a janela fechou sem que encontrássemos o nome ideal.

Fechamos a contratação de um jogador do FH que nos chamou a atenção durante os nossos confrontos na UEL. Þráinn Ólafsson (THrainn Oláfsson) é um meia Islandês de futuro promissor e só nos custou €130 mil, com certeza foi um excelente negócio, ainda que ele não atinja um nível de craque, poderá ser um bom jogador no futuro.

Aitor Seguín e Fran deverão sair para o NY Red Bulls, em transferências com valores quase insignificantes e o time americano também apresentou proposta por Fede no valor de €275 mil (ainda em negociação).

R.-Santander_-Financas-Sumario-10.png

Seguimos bem financeiramente, com um superávit considerável e com os gastos bem controlados. Estamos forrando a cama para mais na frente buscarmos grandes investimentos afim de bater de frente com os gigantes espanhóis.

 

  • Jogos

[Outubro]

O primeiro jogo do mês de outubro foi logo na nossa competição mais importante. Buscando ganhar gordura para a continuação da fase de grupos, recebemos o Spartak Moscou e saímos com a vitória, com um gol de Borja Mayoral próximo ao apagar das luzes. Na sequência fizemos um bom jogo contra o Bilbao, mas ficamos apenas no empate em 2x2. Na terceira partida consecutiva sob os nossos domínios, recebemos o La Coruña e vencemos por 2x0 com gols de Mayoral e Timor, contando com a ajuda de Juanfran que acabou expulso ainda na primeira etapa. Timor saiu de campo sentindo dores no pé direito e dando indícios dos problemas físicos que teria no futuro.

Lyon: Fomos até a França enfrentar o Lyon. O time da casa era favorito e fez por merecer essa alcunha. Logo na primeira etapa Jhon Córdoba foi lançado em profundidade, ganhou facilmente de Etxeita e tocou na saída de Roef, para abrir o placar aos 26 minutos. Apenas 6 minutos mais tarde o próprio Córdoba aproveitou cobrança de escanteio e tocou de cabeça para ampliar. A nossa equipe demorou para acertar a marcação, até acertou, mas pouco fez para mudar o placar que acabou mesmo em 0x0.

Olympique-Lyonnais---R.-Santander_-Geral

Fomos até as ilhas canárias enfrentar o Las Palmas, chegamos a abrir 2x0 no placar, mas os amarelos jogaram melhor o jogo inteiro e conseguiram empatar o jogo já nos acréscimos.

FC Barcelona: Para os que esperavam uma goleada do Barcelona sobre o Racing, no Camp Nou, decepção. Para os jogadores e comissão técnica do Racing, alegria. O Barça atropelou o time de Santander tática e técnicamente, mas quem saiu na frente foram os Verdiblancos, com Mayoral, ganhando de cabeça no meio da dupla de zaga. Não demorou muito e o Barcelona conseguiu o empate com Piqué, aproveitando cobrança de escanteio. O Barça martelou, criou, chegou, mas parou em Roef e o 1x1 se confirmou. Grande resultado para a nossa equipe.

Barcelona---R.-Santander_-Geral-Vista-Ge

Calendário

out19.png

 

[Novembro]

Passamos pelo Oviedo, com alguma facilidade, jogando em casa e chegaríamos com moral para receber o Lyon na sequência.

Lyon: Empurrados pela torcida insandecida, recebemos o Lyon e logo saímos na frente com Alexis Febas chegando como homem surpresa e batendo da entrada da área, aos 13 minutos. O jogo não esquentou muito e quem chegava com mais perigo era a nossa equipe. O time francês se limitou a finalizações de longa distância e não conseguiu sair da armadilha montada pelo nosso sistema defensivo.

R.-Santander---Olympique-Lyonnais_-Geral

Visitamos o Osasuna e saímos de lá com a vitória, destaque para Abdullah que marcou o segundo gol e vem mostrando uma característica ofensiva muito boa, aparecendo como homem surpresa e ajudando bastante o time com jogadas perigosas e gols. Mayoral marcou 2x contra o Alavés, os únicos gols do jogo e vencemos em uma das melhores partidas da nossa equipe no ano. Apesar de o FH ter ficado com um jogador a menos por cerca de 65 minutos, a nossa equipe só foi abrir o placar aos 26 minutos da segunda etapa, com Saúl Salcedo, mas ainda tivemos tempo de ampliar mais duas vezes com Borja Mayoral nos 5 minutos finais.

Calendário

nov19.png

 

[Dezembro]

Conquistamos uma boa vitória sobre o Rayo Vallecano, em uma boa partida de Pedro Rebocho e com gols de Fede e Mayoral. Na sequência batemos o Baleares pela Copa do Rei, com um gol solitário de Abdullah, que seria expulso ainda no primeiro tempo. 

Valencia: Florentino Luís dominou o meio campo e na companhia de Aleix Febas impediu que Parejo, Zinchenko e companhia exercessem o seu melhor futebol. Melhor para a nossa equipe que chegou à vitória com um gol de Febas, mais uma vez um dos nossos meias aparecendo como homem surpresa na entrada da área, para decidir o jogo. Ainda tiramos alguns dos nossos principais jogadores, tendo em vista a partida contra o Spartak que se aproximava.

R.-Santander---Valencia_-Geral-Vista-Ger

Spartak Moscou: Caso acabássemos derrotados pelo Spartak, a equipe Russa chegaria aos 12 pontos assim como nós e o Lyon, mas a equipe russa poderia se classificaria pelos confrontos diretos em caso de qualquer vitória simples, pois em no mínimo se igualaria no confronto (vencemos por 1x0, em caso de 0x1 nessa partida, seríamos eliminados porque o Lyon leva vantagem sobre a nossa equipe no confronto direto e perde para o Spartak, a gente não levaria vantagem sobre ninguém em caso de derrota). O Spartak nem teve tempo de se impor, já que logo aos 4 minutos, Mayoral recebeu de Rebocho na entrada da área e girou batendo no canto para abrir o placar. Estávamos melhores no jogo e não éramos assustados, até que aos 60 minutos Zé Luís partiu carregando a bola do meio-campo, com todo espaço do mundo, e bateu forte da entrada da área para empatar. Mantivemos a calma e buscamos o segundo gol 12 minutos depois, em nova jogada de Rebocho, que cruzou nas costas da defesa para Mayoral acertar um lindo chute de pé direito e definir o jogo e a classificação.

Spartak-Moscovo---R.-Santander_-Geral-Vi

Em um jogo equilibradíssimo conseguimos passar pelo Málaga, após Cedrés aproveitar falha do goleiro já aos 45 da segunda etapa. Empatamos com o Baleares pelo jogo de volta, nosso time alternativo não conseguiu marcar. Por fim, acabamos derrotados pelo Sevilla no Ramón Sánchez-Pizjuán com gol de Bruma, já no início da partida.

Calendário

dez19.png

 

  • Competições

[Copa do Rei]

Após passar pelo Baleares com o resultado de 1x0 no agregado, o nosso adversário será o Real Bétis. Acredito que também sejamos favoritos, mas o futebol se decide dentro das 4 linhas, então é falar pouco e jogar mais. Abaixo os confrontos da próxima fase:

Taca-do-Rei_-Vista-Geral-Perfil-4.png

 

[La Liga]

A nossa equipe deu um bom salto nas últimas rodadas, com uma bela sequência de vitórias e resultados muito importantes. Subimos até a quinta colocação e a coisa parece mais embolada essa temporada. A minha projeção é de que o time dê uma caída nos resultados no início do segundo turno, por conta dos embates com os gigantes, mas que isso pode ser recuperado mais à frente, já que não temos ambição de título e sim de uma boa classificação final. Mayoral é atualmente o vice-artilheiro do campeonato com 12 gols, 2 atrás de Cristiano.

Primeira-Divisao-Espanhola_-Vista-Geral-

 

 

[Europa League]

Taca-EURO_-Vista-Geral-Fases-5.png

Terminamos a primeira fase na liderança do nosso grupo, deixando o Spartak pelo caminho. Nosso adversário agora será o Bordeaux. Tem tudo para ser um grande jogo. Mayoral soma 7 gols na competição e aparece entre os artilheiros.

 

  • Destaques

Mayoral tem encantado a torcida com seus gols e o bom futebol que vem apresentando, com isso ganha cada vez mais a confiança do treinador. As instalações de treino dos jovens e do time principal ficaram prontas, acredito que as coisas melhorem ainda mais daqui para a frente. Iremos por mais!

Link to comment
Share on other sites

Tem feito bons jogos pela liga e Copa dele Rey. Agora pegou o Bordeaux pela Europa. Apesar de complicado, eu acho que é possível passar por eles. Boa sorte.

PS: Vai rolar romance com a empresária?

Link to comment
Share on other sites

10 minutos atrás, LC disse:

Tem feito bons jogos pela liga e Copa dele Rey. Agora pegou o Bordeaux pela Europa. Apesar de complicado, eu acho que é possível passar por eles. Boa sorte.

PS: Vai rolar romance com a empresária?

Teremos que ver. Que o menino Botín é galanteador a gente sabe, veremos se ela vai cair no papo dele. kkkk

Valeu, LC.

Link to comment
Share on other sites

O seu Bodín, vai entrar nessa vida de novo? Diz que foi lá ver o tal do prodígio, mas cá chegou e só falou da modelo... Não trouxe nem relatório do rapaz pra gente saber se era bom mesmo. Começando a desconfiar que vai rolar uma ponta aérea Santander-Belgrado que nada tem a ver com futebol. Mas, quem sabe se ela não te abre as portas (rá) do futebol sérvio hahaha

Após o november rain de vitórias as coisas se acertaram... Uma excelente temporada.

 

Link to comment
Share on other sites

57 minutos atrás, Andreh68 disse:

O santander vai bem obrigado. Mas a nodelo e areia demais pro botin

KKKKK, estamos bem e vamos lutar para melhorar ainda mais. Espero que a gente consiga e Botín também!

Link to comment
Share on other sites

5 horas atrás, Neynaocai disse:

O seu Bodín, vai entrar nessa vida de novo? Diz que foi lá ver o tal do prodígio, mas cá chegou e só falou da modelo... Não trouxe nem relatório do rapaz pra gente saber se era bom mesmo. Começando a desconfiar que vai rolar uma ponta aérea Santander-Belgrado que nada tem a ver com futebol. Mas, quem sabe se ela não te abre as portas (rá) do futebol sérvio hahaha

Após o november rain de vitórias as coisas se acertaram... Uma excelente temporada.

 

Rapaz, eu juro por Deus que eu tinha colocado esse relatório, mas acabei apagando pra resumir a história da viagem e esqueci de colocar de novo. Aqui vai:

Vladan-Stevanovic_-Geral-Perfil-3.png

Estamos bem, mas realmente acredito que ainda não estamos no nosso máximo. Omês de novembro realmente foi impecável, espero ter mais meses assim.

Valeu!!

Link to comment
Share on other sites

Nossa, que campanha fantástica nesse momento da temporada. O time ganhou ritmo e melhorou sua classificação no nacional e está vivo no mata mata continental. Acredito que o time francês não fará frente para atrapalhar o R. Santander seguir na competição. É fato que a melhora nas condições de treino dos jovens e do time principal fará grande diferença num futuro próximo (positivamente, é claro) e se o time já está entre os melhores do país, no continente não será diferente. Bom trabalho na sequência.

Link to comment
Share on other sites

Realmente um excelente jogador, além de nessa idade já ser natural em várias posições. A irmã é bônus hahaha

Ou ele é o bônus, vai saber hahaha

Link to comment
Share on other sites

  • marciof89 changed the title to Alma Verdiblanca
  • marciof89 locked this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

  • Similar Content

    • Bigode.
      By Bigode.
      A Federação Espanhola de Futebol decidiu mudar. Decidiu inovar. E, bem... vou deixar a notícia e as imagens da nova logomarca (que substitui a histórica inspirada em Joan Miró) e do novo escudo.
      Minha opinião, especialmente em relação a logomarca, vai de encontro a do sempre ótimo Gustavo Hofman: abriram mão de um dos símbolos mais bonitos entre federações em troca de "uma marca que poderia tranquilamente representar uma rede ferroviária". Não consigo olhar pra nova marca, aliás, e não pensar também numa logo de empresa farmacêutica, na linha da Bayer.
      E aqui o vídeo de apresentação:
       
    • #Vini
      By #Vini
      INTRODUÇÃO E CONSIDERAÇÕES INICIAIS Olá, eu me chamo Thomas Lawrence. Se você conhece o Oriente Médio como ele é hoje, mais precisamente o que era território do antigo Império Otomano, isso tem a ver com meu homônimo.
      O meu nome veio por pura coincidência, mas o desejo de liberdade e o gosto pelo desconhecido pode-se dizer que é bem parecido com o dele. Já que falamos um pouco sobre o Lawrence da Arábia, agora falemos sobre o Lawrence de Alexandria, no caso eu. Meu bisavô, trabalhou em atividades no protetorado inglês no Egito e gostou tanto que acabou fixando residência, algo repetido pelo meu avô e pelo meu pai.
      Eu vim ao mundo em setembro de 1987, quando o mundo já era completamente diferente e a Inglaterra estava bem longe do que era no começo do século XX. Ainda assim, ouvi bastante histórias sobre os dias gloriosos do império onde o sol nunca se punha, ficando fascinado com tantos locais diferentes: Índia, Afeganistão, Chipre e Grécia, só para ficar em alguns exemplos.
      O que me chamava realmente a atenção eram as histórias sobre o Mar Mediterrâneo, com a quantidade de países que ele abrigava e a beleza de suas paisagens. Esse fascínio sempre me trouxe a vontade de ler mais sobre o assunto, sem contar que a minha viagem após terminar os estudos básicos começou em Malta, passando por outros países banhados pelo famoso Mar.
      O que tudo isso tem a ver comigo? Bem, além de ser uma paixão pessoal, começou a se ligar quando eu comecei a estudar Educação Física e o sonho de trabalhar com o futebol foi ficando cada vez mais forte. Desse modo, quando concluí os estudos, resolvi que iria me aventurar pelo mundo, trabalhando com a minha paixão.
      Primeiro comecei com alguns trabalhos como preparador e assistente no futebol local, inclusive participando da comissão técnica do meu time do coração, o Zamalek. Assim, quando cheguei próximo aos meus trinta anos, com alguma experiência acumulada, resolvi cair no mundo, agora buscando a vaga de técnico.
      Distribuí currículos entre vários lugares, até que fui chamado para trabalhar em um país próximo. Porém deixemos essa história para depois.
      O SAVE Bom, como alguns notaram, na entrevista do Cleyton falou-se de um membro que teve o notebook furtado no bar. Então, a história foi comigo.
      Para ajudar, o idiota aqui não salvou nada na nuvem e acabou sem o save do Ajaccio e o na América do Sul. Depois do coração partido e mais despesas para recuperar o que eu perdi naquele dia, faltava voltar ao FManager. Qual foi a minha surpresa ao perceber que eu não lembrava a senha?
      Bem, passado todo esse caminho, comecei a me decidir sobre o que faria na sequência. Indo na contramão de alguns amigos que não estão com pique para o FM, eu estou voltando com a certeza que quero ir longe. E nada melhor do que conquistar a revanche com uma história que não foi para frente no FM 16, sobre o Mar Mediterrâneo.
      Só que até aí faltava me decidir sobre os caminhos do save, ponto esse em que o homem das 1000 ideias, @Tsuru, me deu uma baita ajuda.
      Consultei quais eram os países banhados pelo Mediterrâneo e verifiquei que eram 22. Deles eu tirei de cara Malta, Mônaco, Gibraltar, Síria e Palestina; por motivos que variam de uma liga que eu não julgava ser interessante, até pelo momento dos países na vida real. Nas listas que verifiquei, inicialmente não localizei o Chipre, mas decidi coloca-los por conta própria e assim fiquei com 18 ligas jogáveis.
      Dividi essas 18 ligas em potes, a saber:
      Pote 3
      Argélia, Egito, Líbano, Líbia, Tunísia e Marrocos
      Pote 2
      Albânia, Bósnia-Herzegovina, Chipre, Eslovênia, Montenegro e Israel
      Pote 1
      Croácia, Espanha, França, Grécia, Itália e Turquia
      Com essa divisão estabeleci que só passaria para os países do próximo pote assim que vencesse um título nacional em cada um dos locais do pote. Assim, só irei ativar as ligas do pote 2 assim que estiver no último país do pote 3.
      Dito isso, meus objetivos são os seguintes:
      Vencer títulos nacionais em todos os países do desafio Conquistar três Liga dos Campeões com clubes de países de continentes diferentes (alterado pela conquista com um clube libanês, que abriu frentes para a conquista do continente africano e europeu) Mudar de time apenas via convite, nunca me candidatando a outros cargos   (retirado pela dificuldade em surgirem convites, treinador passou a se candidatar, escolhendo opções viáveis dentro do plano de carreira)  
      HISTÓRICO  
       
      SALA DE TROFÉUS  
       
      O CLUBE Como disse, comecei desempregado o save, com experiência local e licença nacional A. Recebi alguns convites e acabei aceitando a proposta do ES Hamman-Sousse da Tunísia, que calhou de ser uma cidade na costa do Mediterrâneo. O time, que nunca foi muito além de campanhas medianas na Tunisian Ligue 1, já vai para sua quinta temporada na Tunisian Ligue 2.
      Vale lembrar que estou com o FM 17, o que quer dizer que o jogo irá iniciar na temporada 2016/17.
      Basicamente estou indo treinar um asilo. Fiquei impressionado com a quantidade de jogadores já beirando os 40 anos e devo pensar em qual estilo adotar com tantos veteranos, uma vez que uma reformulação completa não deve acontecer agora.
      Mandamos nossos jogos no estádio municipal Bou Ali-Lahouar, com capacidade para 6500 pessoas. Já pensando em um estilo que não canse tanto a equipe, solicitei ao responsável pelo gramado que deixe o tapete com as menores condições possíveis, no caso 90x70m.
      O time é cotado para a promoção à Ligue 1 e só me resta cumprir esse objetivo ou se não deverei sofrer minha primeira demissão.

      INFRAESTRUTURAS | LIGAS CARREGADAS
      A LIGA A Ligue 2 é um campeonato dividido em dois grupos de 10 equipes, que jogam em turno e returno, totalizando 18 jogos na primeira fase. Após essa fase, os três primeiros de cada grupo jogam o playoff de promoção, que é disputado também em turno e returno.
      Depois dos 10 jogos, os dois primeiros garantem acesso direto à Ligue 1, enquanto o terceiro disputa um playoff contra o antepenúltimo da divisão principal. O penúltimo da L2 disputa um playoff contra o vice da terceira divisão e o último colocado é rebaixado automaticamente.
       

      TEMPORADA 2016-2017 - Ligue 2 - Um Asilo na Tunísia
      Mercado de Transferências
      Nossa janela buscou reduzir a alta média de idade do elenco. Arouri veio para a reserva na lateral-esquerda, Onana veio (e já foi, devido às regras de estrangeiros no país), Adjeman-Pamboe é um inglês e atua nas duas pontas; Khenissi, Chikoto e Barrani vieram no final da janela, mas já para entrar no time titular, no comando do ataque, zaga e meio-campo, respectivamente.
      Em janeiro perdemos Momble (PE) e Khemiri (LE). Trouxemos Bani (LE) e Kacem (PE) como reposição destes, além de Kchok para reforçar a zaga.

      ELENCO INICIAL | ELENCO PÓS-JANELA
       
      Ligue 2 e Copa da Tunísia
      Abrimos esta fase contra um dos piores times do campeonato, - o Stade Africain – e fizemos a nossa parte goleando, com uma baita partida de Khenissi, que marcou 4 dos 5 gols do ESHS. Nosso domínio foi tão evidente que até trouxe uma empolgação para as partidas seguintes, na qual vencemos o Korba (4-1) e Ben Arcus (1-0).

      Essa empolgação foi por terra quando encaramos os times mais fortes do nosso grupo. Contra o Monastir, abrimos o placar e até pensamos que poderíamos tirar algo de bom da partida mas o adversário virou em 7 minutos no segundo tempo e sacramentou nossa primeira derrota na competição. O Gafsa, outra equipe cotada para brigar pelo acesso à L1, foi o time que enfrentamos na rodada seguinte e também nos derrotou.

      Nos recuperamos vencendo o Hammamet com um gol já nos minutos finais da partida e fomos para o jogo contra o Gafsa, dessa vez pela Copa da Tunísia, e perdemos novamente, saindo precocemente da competição.
      Um empate contra o Siliana e uma vitória contra o Kef colocaram nosso time nos eixos, prontos para jogar contra o Kasserine, nosso principal adversário pelo acesso. E o duelo foi bastante disputado e nos detalhes a derrota foi selada, com um gol próximo do final do primeiro tempo.

       
      Ligue 2 – Returno
      Nesse segundo turno eu já sabia o que seria preciso para conquistar a promoção, então a meta era vencer todos os três primeiros jogos, roubar pontos contra Monastir e Gafsa, para depois perder o mínimo de pontos possíveis nos três jogos antes de decidir a vaga contra o Kasserine.
      Bem, parte desse roteiro aconteceu conforme eu esperava: vitórias contra Stade Africain (5-0), Korba (1-0) e Ben Arcus (2-1); a derrota para o Monastir (0-2) quebrou um pouco minha expectativa, mas o empate contra o Gafsa (2-2) recuperou meu ânimo.
      Contra o Hammamet só a vitória interessava para nos manter firmes na briga pelo acesso. Bem, aí é que vimos do que esse time é feito.
      Ben Frej abriu o placar aos 6’, mas sofremos a virada em cinco minutos. Aos 31’ pênalti para o Hammamet e o goleirão pegou. Essa defesa deu o gás necessário para buscarmos o resultado e logo aos 35’ empatamos com Barrani. Aos 57’ mais drama no jogo: Ben Abid comete falta estúpida e leva o segundo amarelo, comprometendo seriamente nossas chances no duelo. Fomos nos segurando como dava até os 10 minutos finais, quando fomos para o pau e aí Barrani, o nome do jogo, marcou o 3 a 2 aos 87’. Jogaço.

      Essa partida deu o ritmo para a equipe nos três últimos compromissos e vencemos Siliana (3-0), Kef (2-0) e Kasserine (3-1). Neste último duelo, tínhamos dois pontos de vantagem para o quarto colocado e precisávamos da vitória para garantir a vaga.
      O jogo foi bastante duro. Labroussi abriu o placar aos 28’ e nos colocou nas cordas, fazendo com o que o primeiro tempo fosse um suplício. No segundo tempo, eu coloquei a instrução sobrecarregar, mesma tática que usei nas últimas cinco partidas, e logo aos 57’ empatamos. Continuei com a instrução, ainda que o empate já nos garantisse na próxima fase. Aos 80’, a recompensa: gol de Aouichaoui e o desespero trocava de lado; no final, jogamos a última pá de cal nas esperanças do Kasserine com Bachouche.

       
      Calendário

       
      Classificação - Ligue 2 - Primeira Fase

       
      Ligue 2 – Grupo de Promoção
      Na segunda fase, os três primeiros dos dois grupos jogaram entre si em turno e returno, totalizando 10 jogos. E o meu cálculo foi que eu teria que ganhar seis pontos contra o terceiro da outra chave, no caso o Jendouba Sport e vencer os outros times em casa, para roubar pontos fora. Vamos aos jogos.
      A abertura foi justamente contra o Jendouba e terminamos com um empate frustrante por 1 a 1. Empates foram os resultados finais contra Djerba e Monastir (ambos por 0 a 0), este último uma evolução.
      O duelo pela quarta rodada marcou a virada na briga pelo acesso. Enfrentando o líder do outro grupo na primeira fase, o Stade Tunisien, fomos mais efetivos em um jogo muito complicado e saímos com a vitória por 2 a 0. Vale destacar que desde o final da primeira fase tenho entrado com a proposta de atacar desde o início, alterando para sobrecarregar se preciso do resultado e controlar para segurar vantagem.

      Mais um empate, desta vez contra o Gafsa e assim já somávamos quatro empates e uma vitória em cinco jogos, uma marca bem ruim. No returno, batemos o Jendouba Sport e ficamos firmes na briga pelo acesso.
      Estávamos invictos, apesar do maior número de empates e fomos encarar o Djerba, duelo em que flertamos bastante com o perigo e só conseguimos o empate (mais um!) no final dos 90 minutos. Outro empate foi o resultado contra o Monastir e assim o acesso era bastante incerto, considerando que todos os times eram de níveis equivalentes. Contra o Stade Tunisien fizemos outro jogaço e com três gols depois dos 30 minutos do segundo tempo, fizemos o 4 a 2 e ficamos muito próximos da Ligue 1. Sacramentamos o acesso justamente contra o time que mais nos deu dor de cabeça durante o ano, virando o duelo contra o Gafsa, fechando o placar em 3 a 1.

       
      Calendário

       
      Classificação
      No final das contas, terminamos na liderança da segunda fase, algo surpreendente pela primeira fase que fizemos. Valeu a pena colocar o time no ataque e invictos, fechamos esta fase com quatro vitórias e seis empates.
      No fim, fomos promovidos diretamente junto com o Stade Tunisien, deixando o Monastir para jogar o playoff de rebaixamento contra o Gabes, não conseguindo o resultado para chegar à Ligue 1. O quadro de honra da Tunísia tem tão poucos nomes que esse título foi suficiente para me colocar no top 10.

      LIGUE 1 PRIMEIRA FASE | LIGUE 1 GRUPO REBAIXAMENTO | LIGUE 1 GRUPO DO TÍTULO
       
      Elenco 
      No geral, o elenco foi bem para os desafios dessa temporada, apesar da alta média de idade, algo que é urgente corrigir para 2017/18. Na defesa, fica o destaque para Ben Frej, que conseguiu contribuir bastante ofensiva e defensivamente, do alto dos seus 38 anos.
      O meio-campo foi dominado por Barrani – eleito o jogador do ano pela torcida -, que ditava o ritmo das partidas, além de marcar ou dar passes em momentos importantes. Sua renovação é fundamental para a próxima temporada.
      No ataque, Khenissi fez o que se esperava dele e marcou 13 gols em 23 jogos, média razoável. Como perdeu algumas partidas por lesão, creio que seu desempenho ficou comprometido em alguns momentos.

      ESTATÍSTICAS
    • cheirador
      By cheirador
      O mesmo megapack do FM2016, com algumas adições e updates. Mais de 1000 imagens. 

      Método de instalação:
      1. Extraia o arquivo
      2. Coloque em Meus Documentos\Sports Interactive\Football Manager 2016 (ou 17)\graphics\pictures
      3. Abra o Football Manager 2017
      Download
      PRÉVIAS:

    • CCSantos
      By CCSantos
      Depois da empreitada no futebol paraguaio, decidi por manter a tradição de manter dois saves na PM, por isso decidi por iniciar a trajetória com o Decano da Comunidade da Cantabria. Estamos falando da Real Sociedad Gimnástica de Torrelavega, fundada em 1907, em que, no FM2017, iria chegar a 110 anos de fundação no dia 28 de Setembro de 1907.
      O clube foi fundado naquele dia por parte de Gabino Teira, que foi presidente da Província de Santander entre os anos de 1933 e 1935. Mas voltemos a 1907, quando ele convocou diversos esportistas para uma reunião onde se formalizara a criação da Sociedad Gimnástica de Torrelavega.
      Sua primeira partida foi contra o extinto Santander FC, mas até 1921, quando enfrentou o Unión Montanesa, a equipe disputava partidas amadoras. Desde então, o clueb se profissionalizou no ano seguinte, e manda suas partidas no estádio El Malecón, localizado na margem do Rio Besaya, como podem conferir no vídeo que segue essa postagem inaugural.  Uma dica: Caso queira fazer a tradicional Caminhada até Santiago de Compostela, pode seguir o caminho do Rio Besaya, que é chamado como Caminho para Santiago pelo Norte, que é uma das mais longas rotas, como você confere na imagem abaixo:

      O El Malecón é um estádio com muita história. Sua capacidade no jogo é de 11 mil pessoas, mas a capacidade real é menor: 6.007 pagantes. Uma curiosidade bem interessante sobre o El Malecón, que recebeu uma reforma que modernizou consideravelmente o seu estádio, é que em 2004, foi encontrada uma bomba, proveniente da Guerra Civil Espanhola, a 5m abaixo do campo de jogo.

      Mas retornemos ao clube. O clube possui sete títulos da 3ªDivisão Espanhola - Grupo 3, que é o grupo da regão da Cantabria. Também chegou em duas oportunidades na 3ªcolocação da Segunda División B2, em 1992-93 e 1999-2000. Participou poucas vezes das duas primeiras divisões. A última vez foi na distante temporada de 1966-67.
      A equipe possui uma longa rivalidade com o Racing Santander, que se tornara a equipe mais forte da região no andar do século XX. É quando acontece o "Dérbi Montañes", que envolve as duas equipes mais antigas da região. No histórico, o Racing tem larga vantagem sobre os blanquiazules: 33 a 7, com 6 empates.

      Neste momento, temos apenas a Segunda División B da Espanha, além da Liga de Belarus, pois é a mais avançada no FM2017. Em breve, irei colocar as primeiras divisões de França, Portugal, Alemanha e Itália.
      Foram habilitados todos os atletas espanhóis e bascos, com database pequena.

      Pois bem, chegamos aos objetivos:
      1º Como é uma equipe que acabou de subir, a ideia nestas temporadas é de permanecer na Segunda División B.
      2º Conseguir montar um bom elenco, com o intuito de conseguir um feito que não acontece a mais de 50 anos: O retorno a Segunda Divisão (Liga 123);
      3º Chegar em La Liga Santander, e buscar alçar voos cada vez maiores.
      Tudo isso, além obviamente, de se divertir. Não vou obedecer um método de jogo, seja base ou visando contratações.
      Para completar, deixarei aqui um dos hinos de clubes mais antigos - e mais emocionantes - do futebol espanhol, que é justamente o da Real Sociedad Gimnástica de Torrelavega. Sejam bem-vindos ao El Malecón, e que o transformemos na fortaleza do Rio Besaya.
      (Torcedores do Racing Santander não são bem-vindos por aqui. Obrigado)
    • Kalemy
      By Kalemy
      Fala pessoal, espero que estejam bem.
      Seguinte: estou jogando a liga das Ilhas Cook e me classifiquei pra fase preliminar da liga dos campeões da Oceania. Porém, em nenhum momento aparece solicitando inscrever os jogadores e no dia da estreia não tem ninguém inscrito e não consigo jogar prq simplesmente não tenho nenhum jogador pra escalar. Já procurei de toda forma inscrever os jogadores e não consigo. Tem alguma forma de fazer isso, por editor ou algo parecido? Prq me parece que é bug no jogo ou a liga foi mal editada.
      Agradeço!
      Abraços
×
×
  • Create New...