Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
PedroJr14

Alma Verdiblanca | O Racing na Europa. [Att. 14/03]

Recommended Posts

PedroJr14
Em 29/12/2018 at 11:21, marciof89 disse:

3V 2E 3D não é uma campanha magnífica, mas não tá de todo ruim. Pode melhorar, e playoffs é totalmente possível, se acertar o passo.

O maior destaque fica mesmo para os juniores, mandando muito bem hahahha

Boa sorte!

A nossa formação antiga já não estava rendendo o suficiente, fizemos algumas mudanças pontuais e as coisas vêm melhorando lentamente. A garotada tá bem mesmo, espero que mantenham a pegada para dar mais um orgulho ao nosso clube.

Valeu!

Em 29/12/2018 at 11:44, thyagocda disse:

Se as coisas continuarem nesse ritmo as chances de sucesso são grandes. O Castilla está tão ruim assim mesmo? Não tem nenhum Vinicius Junior pra ajudar lá não? hehehe

KKKKKK, a maioria dos bons jogadores da base deles estão emprestado, o time é mais o que sobrou. Eles perderam o Luca Zidane de graça pro Milan, tinha um potencial incrível. Muitos dos jogadores deles estão ainda com contrato de formação, já tem alguns que podem ser negociados com a nossa equipe em breve e só precisaremos de uma pequena compensação, ainda estamos vendo se algum vale a pena.

Obrigado pelo comentário!

22 horas atrás, Thiago Snitram disse:

33 mil em contratações é melhor que 0 ... kkkkkkkkkkk
conseguiu se recuperar bem em setembro na competição e o playoff é totalmente possível. Se não vier creio que nem brigará pelo rebaixamento. Juniores muito bem? será que saí uns 3 jogadores pro elenco principal?

 

KKKKKK, melhor que nada mesmo. Estamos melhorando aos poucos e já começamos a vislumbrar algo além da briga contra a queda. A garotada tá jogando o fino, acho que nas próximas temporadas vamos colher alguns bons frutos que podem vir a nós ajudar bastante.

Valeu pelo comentário!

19 horas atrás, LC disse:

Se recuperou bem e agora já pode tentar chegar aos playoff. Bela vitória em cima do Getafe na Copa do Rey. Vamos ver até onde pode chegar com o time.Boa sorte na sequência.

A partir dessa fase em que estamos, já ficam sorteadas todas as chaves, salvo engano a gente só pode enfrentar uma das equipes top se chegar na semifinal. Pra isso, teremos que bater em outros clubes tradicionais, mas sem tanta força como Real, Barça e Atlético. 

Obrigado por acompanhar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
baltazar

Parabéns pelas conqusitas anteriores.

O clube se desenvolveu bem, e apesar do início, o time parece estar dando sinais que a temporada sera muito boa ainda.

Vamos ver o que acontece.

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Uma semaninha de folga e conseguirei atualizar algumas leituras e começar outras, sempre bom conhecer histórias/projetos novos.

A sua saga já começou grande com um clube de tradição, embora sem título de expressão.
Grandes nomes passaram pelo clube, isso mostra que tem certo status no futebol e o estádio é absolutamente muito melhor que vários estádios brasileiros.

De cara você usou uma formação que é a das que tenho mais usado atualmente. Se tiver os jogadores certos, poderá sempre fazer boas campanhas. Embora você tenha falado do problema existente no elenco quanto ao número de jogadores inscritos, fez ótima campanha até a rodada 16.

Aquele 5 a 0 do Barcelona foi de tirar o coro, heim! Mas isso não é tão importante se entender que o momento do Racing é de lutar pela chegada à primeira divisão o primeiro passo já foi dado. O acesso a B1 foi concretizada com sucesso e o título veio na sequência em jogos com placar apertado, exceto o 3 a 0 contra o Alcoyano, os registros da temporada confirmam o bom trabalho desenvolvido.

A campanha na Segunda Divisão não poderia ser diferente do que acontece, pois sem contratações, o time certamente iria enfrentar dificuldades e mesmo assim, está conseguindo um bom rendimento. Dos destaques apresentados no início da temporada, o lateral Dani Estrada e o Meio campista Rafa de Vicente certamente ajudarão e muito no rendimento da equipe.

Curti bastante esse início de saga e imagino que virão confrontos históricos pela frente, principalmente porque está jogando num país que comporta pelo menos 3 dos principais times do mundo hoje.
Uma observação, esses gráficos do FM 2017 são do próprio jogo ou você baixou alguma atualização que deu essa cara? Bem diferente da aparência que o jogo tem hoje em dia onde tudo é muito escuro. Continuarei acompanhando, boa sorte na sequência!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
Em 30/12/2018 at 20:47, baltazar disse:

Parabéns pelas conqusitas anteriores.

O clube se desenvolveu bem, e apesar do início, o time parece estar dando sinais que a temporada sera muito boa ainda.

Vamos ver o que acontece.

Boa sorte.

Fala, Balta.

Estamos buscando uma reação, quem sabe venha mesmo algo muito bom por aí, é pra isso que estamos trabalhando.

Valeu por acompanhar.

Em 31/12/2018 at 08:17, Vannces disse:

Uma semaninha de folga e conseguirei atualizar algumas leituras e começar outras, sempre bom conhecer histórias/projetos novos.

A sua saga já começou grande com um clube de tradição, embora sem título de expressão.
Grandes nomes passaram pelo clube, isso mostra que tem certo status no futebol e o estádio é absolutamente muito melhor que vários estádios brasileiros.

De cara você usou uma formação que é a das que tenho mais usado atualmente. Se tiver os jogadores certos, poderá sempre fazer boas campanhas. Embora você tenha falado do problema existente no elenco quanto ao número de jogadores inscritos, fez ótima campanha até a rodada 16.

Aquele 5 a 0 do Barcelona foi de tirar o coro, heim! Mas isso não é tão importante se entender que o momento do Racing é de lutar pela chegada à primeira divisão o primeiro passo já foi dado. O acesso a B1 foi concretizada com sucesso e o título veio na sequência em jogos com placar apertado, exceto o 3 a 0 contra o Alcoyano, os registros da temporada confirmam o bom trabalho desenvolvido.

A campanha na Segunda Divisão não poderia ser diferente do que acontece, pois sem contratações, o time certamente iria enfrentar dificuldades e mesmo assim, está conseguindo um bom rendimento. Dos destaques apresentados no início da temporada, o lateral Dani Estrada e o Meio campista Rafa de Vicente certamente ajudarão e muito no rendimento da equipe.

Curti bastante esse início de saga e imagino que virão confrontos históricos pela frente, principalmente porque está jogando num país que comporta pelo menos 3 dos principais times do mundo hoje.
Uma observação, esses gráficos do FM 2017 são do próprio jogo ou você baixou alguma atualização que deu essa cara? Bem diferente da aparência que o jogo tem hoje em dia onde tudo é muito escuro. Continuarei acompanhando, boa sorte na sequência!

Bom te receber por aqui, Vannces.

É uma marca registrada minha tentar reerguer clubes que já não estão nos seus melhores dias, é exatamente esse o caso do Racing. 

Você realmente está a par de tudo o que tem acontecido no clube nessas duas primeiras temporadas e acho que compartilha o mesmo pensamento que eu, de que o clube pode render ainda mais. Uma mudança aqui, outra ali podem fazer a diferença em uma possível arrancada e você foi muito bem em observar Estrada e De Vicente, realmente têm potencial para ajudar muito o nosso clube nessa temporada.

Quanto aos gráficos, eu jogo com a skin "FM Flut skin 17 White", a pesar dessa skin ter como carro chefe a Flut skin Dark, eu também prefiro algo mais claro, acho mais bonito. Apesar dela ser optimizada para telas maiores, acho que caiu bem no meu jogo.

Muito obrigado por acompanhar e espero que continue conosco e faça parte do desenvolvimento do clube.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Que subida hein. Eu ia xingar o Di Pasquale mas como é o futebol. Nada como um dias após o outro.

Uma boa campanha na segunda divisão, meio da tabela depois de subir tá tranquilo.

O que eu não entendi foi o Real Madrid B aí também, vocês não eliminaram eles pra subir?

Boa sorte na sequencia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
Em 16/01/2019 at 09:30, Neynaocai disse:

Que subida hein. Eu ia xingar o Di Pasquale mas como é o futebol. Nada como um dias após o outro.

Uma boa campanha na segunda divisão, meio da tabela depois de subir tá tranquilo.

O que eu não entendi foi o Real Madrid B aí também, vocês não eliminaram eles pra subir?

Boa sorte na sequencia.

Haha, o futebol é maravilhoso!

Os campeões de cada grupo se classificam para um playoff, do segundo ao quarto colocado de cada grupo se classificam para outro playoff, num total de 12 times. Entre esses 12 times é feito um sorteio dividindo-os em 6 confrontos, onde se classificam os 6 vencedores. No playoff dos 4 campeões os dois classificados para a final sobem direto, os dois eliminados caem para o outro playoff junto com os 6 classificados, formando assim 8 times que se enfrentam em mata-mata, onde o campeão ascende de divisão. O Real foi o campeão. 

Complicado, mas lendo umas 14 ou 15 vezes dá pra entender kkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14

II Temporada, Capítulo 2 - "Meu nove veste a 11!"

Real-Racing-Club-Santander.png&key=d0634

A mudança na tática da equipe principal resultou em 3 vitórias nos últimos 4 jogos, seria isso uma coincidência ou um reflexo da visão aguçada do treinador que detectou as deficiências da equipe e fez as alterações corretas? A resposta seria dada com o passar dos jogos, a torcida esperava uma reação, já a imprensa não apostava nisso.

Depois das recentes vitórias as críticas sobre o treinador cessaram, sua vida pessoal foi deixada de lado e não só ele como os jogadores puderam trabalhar em paz. Ou não...

O técnico do Racing foi capa do jornal mais importante de Santander, apenas alguns dias após a classificação na Copa do Rei, que teve como principal assunto do dia, a difícil relação de Botín com a família. O jovem técnico é neto do falecido bilionário Emilio Botín e da Marquesa Paloma O'Shea, por consequência é sobrinho da atual presidente do grupo Santander. A matéria tratou de salientar que Marco era o xodó do avô (entre outros 18 netos, de 6 filhos) , que faleceu em 2014, mas não sem deixar uma poupança gorda para o neto, porém tudo foi gasto em festas o que piorou ainda mais a relação de Marco com o resto da família. Quando terminou a faculdade, marco passou a morar sozinho em um pequeno apartamento, sem luxo algum e tinha as despesas pagas pela avó. Apesar de Ana Patricia Botín presidir o grupo Santander, o pai de Marco é uma das pessoas mais influentes da cidade e muitas vezes é quem dá a última palavra nas principais decisões do grupo, acima mesmo até da sua irmã.

Marco Botín tenta agora, de todas as maneiras, reconstruir a sua história. Tentando se livrar do que o seu sobrenome representa e tentando esquecer o seu passado.

 

Transferências e Finanças

Estamos apresentando um pequeno Déficit que deve continuar até o final da temporada, mas nada tão grande como o que foi no último ano. Os motivos desse déficit não mudaram, continuam sendo os salários dos jogadores, pagamento das parcelas da dívida do clube e os impostos. Já estamos prestes a alcançar os números da última temporada, tanto nas despesas quanto nas receitas.

R.-Santander_-Financas-Sumario-2.png

Quanto às transferências, estamos em negociações avançadas com o goleiro Aléx Craninx, do Real Madrid B. O jogador espanhol naturalizado belga tem 22 anos está entrando nos seus 6 meses finais de contrato e sente que nunca terá oportunidades suficientes no time principal dos merengues. Lembrando que o Real Madrid já perdeu Luca Zidane de graça para o Milan e agora pode estar perdendo mais um bom goleiro.

Ainda temos 186 mil Euros em caixa para transferências, além de contarmos com 30% do valor de alguma transferência de qualquer jogador nosso, caso isso venha a acontecer. 

Jogos

[Outubro]

Tivemos uma sequência de 3 jogos consecutivos fora de casa no início do mês de Outubro. No primeiro visitamos o Huesca e em um jogo que tinha tudo para ser tranquilo, vencemos por o placar apertado de 2x1, com direito a pênalti perdido por Jara. O segundo confronto da maratona de jogos fora foi contra o Tenerife e vimos um show de Egea, que marcou 3 gols no vira-vira e garantiu nossa vitória por 3x2. O reencontro com o atacante Ábdon, que agora defende o Tenerife não foi muito bom para o jogador, que além de derrotado saiu de campo machucado.

Sporting Gijón: O adversário da terceira fase da Copa del Rey era a boa equipe do Gijón que liderava com folga a segunda divisão, naquela ocasião. Sabíamos da qualidade deles, por isso fizemos um jogo mais seguro e mais recuado, buscando aproveitar momentos de desatenção do adversário. Coulibaly abriu o placar aos 17 minutos, ganhando de cabeça da dupla de zaga. Resistimos a pressão até os 76, quando Sandoval empatou para o time da casa. O gol da vitória só sairia aos 83 minutos, quando Beobide acertou um chutaço do meio da rua e nos colocou na quarta fase da copa do rei. O adversário seria o Oviedo, clube de La Liga, mas que até então não havia vencido nenhum jogo no ano (0V-4E-10D) e iria estrear na Copa do Rei justamente contra a nossa equipe.

S.-Gijon---R.-Santander_-Geral-Vista-Ger

De volta a Santander, enfrentamos o Cádiz e vencemos por 3x2 em um jogo muito apertado que ainda teve as expulsões de Jon Ander Garrido, do lado do Cadiz, e Borja Granero do lado do Racing. O adversário seguinte foi o Alcoyano, que apesar de ter saído na frente, quase não ofereceu nenhuma resistência frente a nossa equipe, acabando o jogo com 6 finalizações contra 35 da nossa equipe.

out17.png

 

[Novembro]

Rayo Vallecano: Começamos o mês com um tropeço em Vallecas, apesar de termos tido um jogador expulso aos 35 minutos de partida, saímos na frente com Egea ainda no primeiro tempo. O peso de ter um a menos no campo prevaleceu na segunda etapa e vimos Bangoura marcar duas vezes e decretar a vitória dos donos da casa.

Vallecano---R.-Santander_-Geral-Vista-Ge

Em sequência recebemos Alcorón e Zaragoza, derrotamos ambos pelo placar de 3x0. O jogo contra o Zaragoza foi decidido com os 3 gols sendo marcados ainda na primeira etapa e a coisa só não ficou mais feia por conta da expulsão gratuita de Borja Granero no início da segunda etapa. Depois de dois jogos fáceis, encontramos um adversário nobre e esse foi o Elche, que só não saiu de campo com a vitória por conta de um gol heroico arrumado por Lauren Egea no último minuto da partida.

Oviedo: Enfim um confronto contra um time da primeira divisão nessa temporada. Recebemos o Oviedo sabendo das nossas possibilidades e num jogo muito parelho conseguimos aproveitar melhor as chances de gol para abrir 2x0. O Oviedo ainda diminuiria com De Tomas, mas Ivan Bolado daria o golpe de misericórdia faltando dois minutos para o fim do jogo. Poderíamos perder o jogo de volta por um gol de diferença e ainda sairíamos com a classificação.

R.-Santander---Oviedo_-Geral-Vista-Geral

nov17.png

 

[Dezembro]

Recebemos o Hércules no único jogo que faríamos em casa no mês de Dezembro e os visitantes assustaram com Fito abrindo o placar aos 10 minutos, mas a alegria durou só até a segunda etapa, quando Egea marcou 2 vezes e garantiu a virada. Atropelamos o Leganés fora de casa com um 3x0, mais uma vez mostrando a força do nosso ataque, o mais prólífero da competição. Contra o Numancia, Egea marcou mais dois gols e garantiu a nossa vitória apesar da tentativa de reação do time da casa que ainda marcou um gol aos 88 minutos.

Oviedo: Na segunda entre as nossas equipes pela Copa do Rei, o Oviedo entrou mordido e fez uma grande pressão inicial, inclusive com bola na trave. O gol que parecia certo saiu aos 20 minutos com De Tomás. O empate saiu ainda no primeiro tempo com Pol Calvet batendo falta. Na segunda etapa De Tomas colocou o time da casa na frente de novo e incendiou o jogo, mas Miguel Nuñez subiu mais alto que todo mundo aos 65 minutos para empatar novamente o confronto. Apesar de toda a pressão, a pontaria do Oviedo não estava nada boa, poderíamos ter saído com uma derrota pesada, mas tivemos sorte!

Oviedo---R.-Santander_-Geral-Vista-Geral

dez17.png

 

Competições

[Copa del Rey]

R.-Santander_-Competicoes-5.png

Nosso adversário será o Osasuna, clube que ocupa a 11ª posição em La Liga e tem como principal jogador o meia Roberto Torres, ídolo do clube, o qual defende há mais de 10 anos. Já superamos a nossa meta que era chegar até a quarta eliminatória, vejo poucas possibilidades de classificação, mas não é proibido sonhar. Passando ou não, foi uma ótima experiência chegar até as oitavas de final da Copa do Rei da Espanha.

[Segunda Divisão]

Segunda-Divisao-Espanhola_-Vista-Geral-F

Uma arrancada espetacular que nos permite não só sonhar com o acesso, mas também com o título. Assim como na última temporada, demoramos um pouco para nos acertar, mas quando isso aconteceu acabamos por mostrar a nossa superioridade frente à grande parte dos times que enfrentamos. Se a coisa continuar assim, o Gijón que se cuide, a diferença que era de 7 pontos na última atualização, caiu para três!

 

Destaques

O grande destaque desses últimos 3 meses fica, sem dúvida alguma, com Lauren Egea. Nosso camisa 11 tem números impressionantes nessa temporada, marcando gols em todos os últimos 11 jogos que disputou, somando um total de 18 bolas na rede, nesse período. Egea agora é o artilheiro da Segunda divisão com 18 gols em 19 partidas, 4 gols à frente de Rodri, jogador do Córdoba. Rafa de Vicente também merece destaque, já que a transição de jogo passa pelos seus pés e vem sendo muito bem feita, possibilitando que a bola chegue redonda para os jogadores da frente. Héber é o líder de assistências do campeonato com 9 e é seguido por Santi Jara que tem apenas 1 a menos.

O destaque negativo vai para a defesa. Nesses 3 meses disputamos 14 jogos e sofremos gols em 11 deles, contabilizando um total de 15 gols sofridos nesse período. Temos que fazer alguma coisa para corrigir o setor defensivo, caso queiramos realmente nos afirmar como candidatos ao título, pois não é toda noite que o nosso ataque vai estar inspirado. Quase que coloco o título do capítulo "A melhor defesa é o ataque, porque a defesa mesmo tá uma merda", kkkk.

Ps: Ziquei os moleques da base e espero que não aconteça o mesmo com esses que eu estou elogiando. A garotada começou a tropeçar e caiu para sexto lugar após 21 partidas disputadas, somando 42 pontos, 14 a menos que o líder Gijón.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Johann Duwe

Conseguindo um bom resultado em casa, consegue até mesmo passar pelo Osasuna e avançar mais um pouco na Taça do Rei. E na Segunda Divisão, conseguiu uma sequência muito boa de resultados, o que lhe permite lugar por uma vaga para a La Liga da próxima temporada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Bacana ver uma galera que ajudou na subida tendo destaque na segundona, como o Heber.

Di Pasquale virou titular pelo jeito. Ele tem capacidade pra tanto ou virou teu xodó? hahaha

Só eu que acho esquisito um Coulibaly de atacante?

Boa sorte na sequência, embora fique com um pé atrás por chegar tão rápido com possibilidade de acesso. O Racing teria bala pra se manter na primeira - caso concretize o acesso? - ou rolaria um apoio paternal $?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Vem fazendo um bom primeiro turno e se manter a regularidade vai conseguir subir direto ou no mínimo disputar os playoffs de acesso. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
4 horas atrás, LC disse:

Vem fazendo um bom primeiro turno e se manter a regularidade vai conseguir subir direto ou no mínimo disputar os playoffs de acesso. Boa sorte na sequência.

A nossa equipe cresceu bastante e espero que esse crescimento continue para fazer de nós reais candidatos ao título.

Obrigado por acompanhar!

6 horas atrás, Neynaocai disse:

Bacana ver uma galera que ajudou na subida tendo destaque na segundona, como o Heber.

Di Pasquale virou titular pelo jeito. Ele tem capacidade pra tanto ou virou teu xodó? hahaha

Só eu que acho esquisito um Coulibaly de atacante?

Boa sorte na sequência, embora fique com um pé atrás por chegar tão rápido com possibilidade de acesso. O Racing teria bala pra se manter na primeira - caso concretize o acesso? - ou rolaria um apoio paternal $?

 

Di Pasquale jogou os últimos jogos na temporada passada e tá tendo chances de ganhar experiência na Copa do Rei, onde jogamos com um time alternativo. A partir de agora vamos começar a jogar com os titulares, tendo em vista que um avanço maior é possível.

Eu também estranho muito KKKKKK, Coulibaly é nome de defensor, me acostumei com isso a minha vida inteira, agora tenho que mudar de perspectiva.

No meu ver tem alguns times de La Liga que não ficam muito à frente do nosso, mas para continuar lá, caso o acesso venha, teremos que ganhar a maioria dos pontos contra esses times, senão todos, já que a grande maioria é muito superior. Com alguns reforços dá pra pensar em escapar, mas antes temos que focar na garantia de fazer uma boa campanha ainda esse ano.

Obrigado por comentar!

17 horas atrás, Johann Duwe disse:

Conseguindo um bom resultado em casa, consegue até mesmo passar pelo Osasuna e avançar mais um pouco na Taça do Rei. E na Segunda Divisão, conseguiu uma sequência muito boa de resultados, o que lhe permite lugar por uma vaga para a La Liga da próxima temporada.

Fala, Johann.

Estamos caminhando lentamente em busca dos nossos objetivos. Nos davam como candidatos à luta contra o rebaixamento, escapando por pouco ao final da temporada e hoje já nos colocamos como favoritos em jogos até contra times da primeira divisão. É uma clara evolução, não é mesmo?

Estamos seguindo em busca do acesso, é cedo pra dizer algo, mas eu EMPOLGUEI. Valeu por acompanhar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Vai passar pelo Osasuña, profetizei aqui.

Campanha bacana, jogadores importantes da temporada passada se destacando, isso é bacana quando se sobe.

Acho que vai ter título da segundona sim. Tá com muita pinta de campeão!

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
6 horas atrás, marciof89 disse:

Vai passar pelo Osasuña, profetizei aqui.

Campanha bacana, jogadores importantes da temporada passada se destacando, isso é bacana quando se sobe.

Acho que vai ter título da segundona sim. Tá com muita pinta de campeão!

Boa sorte!

Espero que você acerte essa, mas vai ser complicado. O time do Osasuna está no meio da tabela de La Liga, em uma situação bem diferente da do Oviedo, vai ser um desafio e tanto.

Acho isso legal também, geralmente eu só tiro do time se o cara não estiver tendo serventia nenhuma mesmo, ou se chegar alguém muito superior, procuro dar valor aos meus jogadores e acho que por isso que vamos tendo uma boa campanha em todas as frentes. Fazer eles se sentirem valorizados também é importante.

Estamos subindo, o Gijón que se cuide!!

Valeu por acompanhar, Márcio!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Achei que a equipe teria mais dificuldades nessa subida, mas parece que já está pronto para retornar até a La Liga.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Espetacular a campanha na competição nacional e pelo que você disse, a mudança tática realmente fez sentido e a equipe passou a produzir muito mais. Na derrota por exemplo, com um jogador a menos aos 35 minutos, ainda assim conseguiu fazer um bom jogo e nesse caso, o resultado negativo é absolutamente natural.
Você falou sobre a arrancada e a possibilidade do título. Acho que pode ganhar sim. O saldo de gols é o segundo melhor da competição e se houver a possibilidade de algum pequeno ajuste ao ponto de conseguir um melhor equilíbrio, poderá, sem dúvida, brigar pelo títulos até o fim. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Novidades @PedroJr14?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
Em 19/01/2019 at 13:00, Henrique M. disse:

Achei que a equipe teria mais dificuldades nessa subida, mas parece que já está pronto para retornar até a La Liga.

Eu também, foi uma completa surpresa, mas a distância entre a qualidade dos times da Segunda B e da Segunda não difere tanto assim. Com um ou outro reforço dá pra se manter, mas estamos conseguindo algo além disso, estamos sonhando com o acesso.

Valeu por acompanhar!

Em 19/01/2019 at 22:35, Vannces disse:

Espetacular a campanha na competição nacional e pelo que você disse, a mudança tática realmente fez sentido e a equipe passou a produzir muito mais. Na derrota por exemplo, com um jogador a menos aos 35 minutos, ainda assim conseguiu fazer um bom jogo e nesse caso, o resultado negativo é absolutamente natural.
Você falou sobre a arrancada e a possibilidade do título. Acho que pode ganhar sim. O saldo de gols é o segundo melhor da competição e se houver a possibilidade de algum pequeno ajuste ao ponto de conseguir um melhor equilíbrio, poderá, sem dúvida, brigar pelo títulos até o fim. Boa sorte na sequência.

Crescemos demais com os ajustes táticos, as vezes uma ou outra mexida no posicionamento ou na função de um jogador pode fazer muita diferença. Vamos ao mercado nesse intervalo de temporada para tentar concretizar a aquisição de algum jogador que possa fazer a diferença para o nosso time e que nos ajude a chegar de vez na briga pelo título.

Obrigado pelo comentário.

5 horas atrás, LC disse:

Novidades @PedroJr14?

Com o post do dia 17, eu achei que fosse demorar um tempinho pra postar de novo porque as coisas aqui estavam meio atribuladas, mas no outro dia eu já joguei o capítulo seguinte inteiro rs

Acho que hoje mesmo já começo a escrever e talvez dê tempo de postar, caso a internet melhore.

Valeu, LC!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14

II Temporada, Capítulo 3 - Um gol bizarro!

Real-Racing-Club-Santander.png&key=d0634

Seguimos na perseguição pelos líderes e com alguns nomes a observar no mercado em busca de fortalecimento para a equipe na temporada que se segue. Rumores apontaram a presença de Ronaldinho Gaúcho em Santander. O craque que acabara de encerrar oficialmente a sua carreira é amigo pessoal de Botín e seria o elo de ligação entre o Racing e alguns membros da diretoria do Atlético-MG, já que os mesmos ofereceram um jogador da sua base ao clube espanhol, inicialmente por empréstimo, mas depois de observação o clube resolveu por tentar a compra do atleta.

O ex-atleta, o técnico do Racing e os empresários do jogador se reuniriam antes de uma festa particular. A noite de Santander não é muito atrativa, mas Botín e Ronaldinho sabem como fazer uma festinha...

Em algum lugar a sul de Santander 22h, 18/01/2018.
- Ronaldinho: Excelente resultado no meio de semana, creio que aqui em Santander vocês sejam capazes de passar por eles.
- Botín: Valeu, cara! Os convidados já estão chegando, está quase na hora de relembrarmos os velhos tempos.
- Ronaldinho: Nem tão velhos assim, haha. Nos conhecemos há quase 10 anos, você era apenas um garoto, mal sabia que iríamos nos encontrar em festas ao redor do mundo anos depois.
- Botín: É engraçado mesmo, principalmente por ter um ídolo como amigo. Mas vamos falar do outro motivo que lhe trouxe aqui além da festa. O menino é bom mesmo?
- Ronaldinho: Olha, o que eu vi foi de impressionar. Boa visão de jogo, trabalho em equipe, pensa rápido, além de ser excelente nos passes. Acredito que ele possa mudar o nível do meio-campo do clube em algum tempo, me lembra um pouco Djalminha. Se pedirem menos de 10 milhões de Euros, é melhor fazer de tudo pra comprar logo. Te conheço bem e sei que o seu poder de persuasão vai fazer baixar bem esse preço.
- Botín: Uau! Deve ser bom mesmo. O nosso orçamento está bem apertado, mas alguns jogadores estão de saída, com isso vamos ter algum dinheiro pra gastar. Não sei se chega nem a 5 milhões, mas vamos fazer de tudo para trazer o garoto. Agora vamos ao que interessa!

 

Transferências e Finanças

Tivemos uma grande quantidade de jogadores oferecidos ao nosso clube, principalmente vindos do futebol brasileiro. Mas quem chamou atenção mesmo foi um africano. O marfinense Souleymane Koné-Kouamé não tinha contrato assinado, mas jogava por um clube da sua terra natal, chegando sem custo algum ao nosso clube.

Souleymane-Kone-Kouame_-Geral-Perfil.png

Nossos olheiros começaram a viajar para fora da Europa pela primeira vez e o destino foi logo o Brasil. Lugar nenhum é melhor para achar talentos do que o próprio país do futebol. Logo de cara um jogador nos chamou atenção, esse era Marquinhos, meia do Atlético-MG, que apesar das poucas partidas com o elenco principal (9 jogos e nenhum gol), o meia era a principal joia do clube até pouco tempo. As negociações se arrastaram por um bom período e a contratação foi fechada com um valor que chegará a €2,8 milhões após 4 anos de parcelas e dependendo do desempenho do jogador esse valor ainda poderá ascender até os €6,25 milhões.

Marquinhos_-Geral-Perfil.png

Falando agora das saídas, Mohamed Coulibaly acertou a sua saída para o Numancia em uma negociação que nos rendeu €725 mil e chegará aos €900 mil após alguns jogos. Outro atacante que deixou o clube foi Chris O'Grady que assinou com o Port Vale da terceira divisão inglesa por €100 mil. Davide D'Ambrosio e Alessandro Di Pasquale acertaram suas voltas à Itália por €250 mil e €400 mil, respectivamente, ambos com uma cláusula que nos garante 50% da quantia integral da próxima transferência de ambos. D'Ambrosio assinou com a Lazio e Di Paquale com o Torino, espero que deem certo e nos rendam uma boa grana.

A negociação com Craninx, do Real Madrid, acabou após o jogador renovar com o clube merengue. O diretor do clube acertou a volta de Álvaro Odriozola ao clube, mas essa só vai acontecer em julho quando o seu contrato com a Real Sociedad terminar. Outro que tem um pré-contrato assinado com o nosso clube é Cristian Cedrés, que também pertence ao Real Madrid, mas está em fim de contrato. A diretoria negocia com dois jogadores de divisões inferiores para completar o plantel.

 

Jogos

[Janeiro]

Osasuna: Iniciamos o ano com o primeiro confronto das oitavas-de-final da Copa do Rei. Egea, de cabeça, abriu o placar logo aos 13 minutos. Apenas 4 minutos depois Marlos Moreno empatou tudo para os visitantes após boa jogada individual. Voltamos à frente no placar aos 36 minutos, após belo chute de Rafa de Vicente. Fofo ampliou na segunda etapa. Marlos Moreno ainda diminuiu, mas a reação parou por aí.

R.-Santander---Atletico-Pamplona_-Geral-

Granada: Em seguida fomos derrotados pelo Granada, na nossa própria casa. Poupamos o time para o segundo confronto com o Osasuna pela Copa da Espanha, tentamos segurar a diferença técnica fazendo faltas, mas acabamos por não segurar o time adversário.

R.-Santander---Granada_-Geral-Vista-Gera

Garantimos a classificação contra o Osasuna após empatar fora de casa em 0x0, o nosso próximo adversário seria coincidentemente o Granada. Empatamos com o Mallorca em um jogo maluco, onde saímos atrás ao 9 e aos 16 já vencíamos por 3x1, pena que não seguramos o resultado e permitimos o empate na segunda etapa, há dois minutos do fim. Voltamos a empatar, dessa vez contra o Granada no primeiro jogo das quartas da Copa do Rei, mas o 0x0 mostrou que a nossa equipe seria bem capaz de vencê-los, levando em consideração que fomos melhores o jogo inteiro. O Mirandés, nos arrancou um empate em 0x0, já era o quinto jogo sem vitória, acendendo assim a luz vermelha para a nossa equipe.

Granada: Voltamos ao caminho das vitórias em grande estilo. Aos 38 minutos, Jara abriu o placar em belíssima cobrança de falta, nos garantindo a vantagem no intervalo. Seguimos sem pressão até os 56 minutos, quando aconteceu o lance mais bizarro que eu vi em muito tempo. Falta na direita do nosso ataque, bola perdida nas mãos do goleiro Ruiter que sentiu imediatamente que pegou a bola. Na tentativa de chutar a bola para fora para receber atendimento o goleirão chutou a bola contra as costas de Miguel Nuñez, vendo a bola entrar devagarinho na sua meta. O desanimado Granada ainda viu Egea ampliar e garantir o placar final de 3x0 para a nossa equipe. O adversário posterior seria o gigante Real Madrid.

R.-Santander---Granada_-Geral-Vista-Gera

Ps: Até fiz um corte maior no print do jogo, pra mostrar que a contusão aconteceu mesmo no lance do gol e não 3 minutos depois como mostra nos registros.

Goleamos o Gijón fora de casa, apesar de termos saído atrás no placar. No primeiro confronto pela semifinal da Copa do Rei, até saímos na frente com Egea, mas Cristiano e Benzema (2x), trataram de garantir a vitória dos merengues. Foi um mês e tanto, 9 jogos onde pelo menos 4 poderiam ser destaque.

jan18.png

 

[Fevereiro]

O Lugo aproveitou a nossa sequência ruim de resultados para nos ultrapassar na tabela e abrir uma certa frente, que diminuiu após o confronto direto no qual saímos vencedores.

Real Madrid: Foi uma grande surpresa chegar até às semifinais da Copa do Rei, não que seja incomum uma equipe da segunda divisão alcançar tal feito, mas para mim foi algo quase que inacreditável. Já vivíamos um sonho e o resultado já não importava. O Real foi completo senhor do jogo contra o nosso time B e com um 4x0 confirmou a sua classificação e a garantia do El Classico na final.

R.-Madrid---R.-Santander_-Geral-Vista-Ge

Vencemos o Córdoba e o Getafe, antes de parar no 1x1 contra o Girona. Encerramos o mês com mais um empate, dessa vez foi sem gols contra o Huesca.

fev18.png

 

[Março]

Real Madrid B: "Vingamos" a eliminação da Copa do Rei, vencendo o time B do Real mais uma vez. Freguês é freguês. Apesar de ter sido superior no jogo, o Real deu oportunidades para que construíssemos a nossa vitória, com o tempero de ter marcado o gol da vitória nos 10 minutos finais.

R.-Madrid-B---R.-Santander_-Geral-Vista-

O resultado de 3x2 ao nosso favor voltou a se repetir contra o Valladolid, mas dessa vez fomos infinitamente superiores, tomando 2 gols em falhas defensivas. Marcaríamos 3 gols de novo contra o Tenerife, com destaque para Marquinhos que deixava sua marca pelo terceiro jogo consecutivo, tem caído nas graças do torcedor. Encerramos o mês empatando com o Cádiz, em um jogo onde poderíamos tranquilamente ter saído com a vitória.

mar18.png

 

Competições

[Copa del Rey]

Taca-do-Rei_-Vista-Geral-Perfil-2.png

Depois da campanha surpreendente e de termos chegado até as semifinais, vamos ver a competição ser decidida por quem a gente já esperava mesmo. Durante a nossa campanha eliminamos Getafe, Gijón, Oviedo, Osasuna e Granada até cair para o Real Madrid, uma campanha para ser lembrada.

[Segunda Divisão]

Segunda-Divisao-Espanhola_-Vista-Geral-F

Seguimos na perseguição pela liderança. Essa noite o Lugo dorme na primeira posição, mas uma vitória do Gijón pode levar o time de volta à liderança. Seguimos no bolo, qualquer bobeira estaremos atentos para não deixar as oportunidades escapar, como quando empatamos com Girona e Huesca, onde uma simples vitória nos levaria à ponta ainda que parcialmente.

 

Destaques

A equipe vem jogando bem como um todo, mas a presença de Marquinhos no meio-campo vem nos dando uma boa força ofensiva. Apesar de Peña ainda ser o dono da posição, o garoto brasileiro tem correspondido quando exigido. Com 4 presenças no time titular e mais 4 partidas entrando do banco, Marquinhos já soma 4 gols pelo Racing, chegando a marcar por 3 jogos consecutivos e deverá brigar forte por posição daqui para a frente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Na Copa do rey infelizmente pegou pela frente os madridistas e o resultado por enquanto ainda é normal. Na Liga continua jogando bem, tanto que está a 1 ponto do segundo e a 3 do líder. Basta manter a regularidade e tentar um sprint final para conseguir a vaga direta. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Pelo visto o mago do dibre tava certo, esse Marquinhos parece ser craque e com personalidade. Daqui a pouco o Real cai matando em cima dele, excelente negócio.

A temporada está excelente, vindo da terceira e já disputando o título.

Na Copa do Rei foi muito bem, mas teve bastante sorte nos adversários também.

Vida longa ao Botín

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Excelente campanha na Copa do Rey, mas ainda não tem como enfrentar o Real Madrid e esperar algo diferente. Quanto a Segunda Divisão, está com tudo encaminhado para participar dos playoffs, mas é melhor não dar chance para o azar e garantir a vaga direta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
5 horas atrás, Henrique M. disse:

Excelente campanha na Copa do Rey, mas ainda não tem como enfrentar o Real Madrid e esperar algo diferente. Quanto a Segunda Divisão, está com tudo encaminhado para participar dos playoffs, mas é melhor não dar chance para o azar e garantir a vaga direta.

Estamos na luta, acredito que tenhamos potencial pra segurar a peteca e não perder o fôlego para continuar lutando até o final do campeonato.

Valeu por comentar!

5 horas atrás, Neynaocai disse:

Pelo visto o mago do dibre tava certo, esse Marquinhos parece ser craque e com personalidade. Daqui a pouco o Real cai matando em cima dele, excelente negócio.

A temporada está excelente, vindo da terceira e já disputando o título.

Na Copa do Rei foi muito bem, mas teve bastante sorte nos adversários também.

Vida longa ao Botín

Haha, espero que tenhamos acertado na contratação e que não seja só um fogo de palha. Estamos bem na temporada e vamos fazer de tudo para continuar bem.

Quanto à Copa do Rei, realmente tivemos sorte no nosso caminho, pegando adversários do nosso nível pra baixo, vai ser difícil fazer uma campanha dessas novamente, essa vai ficar na história por um bom tempo.

Obrigado por acompanhar!

7 horas atrás, LC disse:

Na Copa do rey infelizmente pegou pela frente os madridistas e o resultado por enquanto ainda é normal. Na Liga continua jogando bem, tanto que está a 1 ponto do segundo e a 3 do líder. Basta manter a regularidade e tentar um sprint final para conseguir a vaga direta. Boa sorte na sequência.

Tivemos muita sorte na nossa caminhada, pegando um grande somente na semifinal. A eliminação foi mais do que normal e agora teremos a oportunidade de focar as nossas atenções no campeonato para tentar derrubar os primeiros colocados e agarrar a liderança. Se derem bobeira, estaremos lá!

Valeu, LC!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Todo caminho tem uma pedra, mas não precisava ser uma pedra gigante (diga-se Real Madrid). Mas adversário assim é algo muito bom para ir fazendo medições do potencial da equipe. Na competição nacional, acho que tem tudo, como disse o LC, chances de manter a regularidade e na parte final dar aquele gás para conseguir o acesso. O problema é quando jogadores importantes se machucam etc. Enfim, vida que segue. Como está o moral da equipe com o treinador? Se isso estiver positivo, será um fator determinante a seu favor. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14
Em 25/01/2019 at 19:04, Vannces disse:

Todo caminho tem uma pedra, mas não precisava ser uma pedra gigante (diga-se Real Madrid). Mas adversário assim é algo muito bom para ir fazendo medições do potencial da equipe. Na competição nacional, acho que tem tudo, como disse o LC, chances de manter a regularidade e na parte final dar aquele gás para conseguir o acesso. O problema é quando jogadores importantes se machucam etc. Enfim, vida que segue. Como está o moral da equipe com o treinador? Se isso estiver positivo, será um fator determinante a seu favor. Boa sorte na sequência.

Que pedra tivemos, hein?! O fato é que temos de nos orgulhar muito por ter chegado até as semifinais. Realmente pudemos ter a dimensão da distância que separa o nosso elenco do elenco do Real, Atlético e Barça, que são as equipes principais do país. Creio que vá demorar um bom tempo para que a gente figurar entre eles e até mesmo para chegar novamente em uma semifinal, a menos que contemos com a sorte, como foi nesse ano. 

Até aqui não temos sofrido com contusões, podendo contar sempre com os principais jogadores do time em momentos decisivos, acho que esse é um dos fatores principais para a nossa boa colocação no campeonato. Quanto à moral, de vez em quando estamos tendo alguns problemas com jogadores que tem poucas oportunidades no time principal e pedem para jogar ou sair. Às vezes eles não entendem a minha posição e tentam mobilizar o elenco contra mim, mas nas reuniões eu sempre mudo a opinião deles. Geralmente eu conto com o apoio do capitão, Granero, e isso facilita minha vida. Os jogadores tem que entender que está jogando quem está melhor e que são os jogadores que eu estou escalando que estão nos mantendo nessa posição. Caso as confusões continuem isso pode nos atrapalhar bastante na luta pela subida e teremos que lutar não só contra os adversários, mas contra nós mesmos.

Obrigado pelo comentário, Vannces.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Real Madrid é muito para o Racing, mas uma hora você vai conseguir passar pelos madrileños sem sustos!

Se conseguir apertar o passo, consegue terminar o ano com título. Acredito que o time tem força para isso, mas precisa tentar não perder mais na divisão, senão só vai sobrar playoffs, e isso é um saco.

PS: Já falaram aqui em cima, mas que jogador esse Marquinhos!

Boa sorte XD

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • AlexVivas
      Por AlexVivas
      APRESENTAÇÃO
      Em primeiro lugar, quero pedir perdão a todos os amigos que leram, acompanharam, comentaram e me incentivaram em minhas sagas anteriores, que infelizmente não consegui êxito. Isso se deu devido a alguns fatores como: depressão devido a estresse (Transtorno de Ansiedade Generalizada), que sem tratamento evolui para a Síndrome de Burnout, discussões com a esposa que quase resultaram em divórcio, mudança de endereço e enrolação da operadora de internet e telefone, isso tudo resultando em um enorme desânimo para fazer qualquer coisa - até trabalhar - quanto mais jogar e postar.
      Ontem, dia em que a internet finalmente voltou, verifiquei que os "Meninos de Milão" e os "Atletas de Cristo" não estão mais disponíveis. Respirei fundo e me animei para compartilhar com vocês minha nova odisséia, que será maior e não menos emocionante que as outras. Estou me divertindo à beça, e espero transmitir a vocês isso.
      Minha inspiração para essa empreitada são 2 sagas daqui do nosso fórum que em minha opinião estão entre as mais espetaculares:
      O Mochileiro , do usuário @Luchín; Desafio Europa, do usuário @CCSantos; E a verdadeira saga do Alfabeto que se encontra no nosso "irmão" lusitano, o fórum FM Portugal: Alfabeto FC
      Li as 3 sagas - e recomendo - e então abri o Football Manager e voltei com força total !!
       DADOS DO SAVE
      Football Manager - Edição 2017, versão 17.3.1
      Base de Dados  - Megapack de ligas do Classen
      REGRAS DO SAVE
      Começar desempregado, e no nível mais baixo de treinador (sem licença, passado como jogador amador). Não há ordem de país, somente da letra inicial do nome; mudar de letra após ser campeão de TODOS os países da mesma. Ao finalizar a letra, reiniciar o Football Manager (recriar o técnico, com última licença e atributos, e se possível, com conquistas adquiridas), retornando à primeira temporada do jogo - exemplo: 2016 no FM 2017, 2017 no FM 2018. Ser campeão da 1ª Divisão do país selecionado; após o fim do campeonato, demitir-se caso não disputar copas. Se escolhido por um clube das Divisões abaixo da elite, seguir nesse clube até o topo e ser campeão; demissão como acima. Se disputar copas - por exemplo: Taça da Itália, Champions - seguir até ser eliminado/campeão. Se a mesma ocorrer após ser campeão da divisão principal, demitir-se somente depois de disputar a copa. Ao mudar de clube, contratar no máximo 3 jogadores do clube anterior. Se possível, melhorar o elenco e estruturas do clube no decorrer do tempo que ficar. OBJETIVO - Ser campeão da primeira divisão de TODOS os países do mundo.  NAVEGUE POR AQUI
      1º Post = Introdução da Saga (chegada ao 1º país)
      Preparação = Config da Database, Treinador  
       Jennings Grenades United (Antígua e Barbuda)
      Temporada 2016/17
      ABFA Premier League       = 4º Lugar - qualificado para a ABFA Champions League ABFA Champions League = CAMPEÃO Temporada 2017/18
      ABFA Premier League       = vice-campeão - qualificado para a ABFA Champions League ABFA Champions League = BI-CAMPEÃO Temporada 2018/19
      ABFA Premier League       = CAMPEÃO - qualificado para a ABFA Champions League ABFA Champions League = TRI-CAMPEÃO Pós-Título:
      Coletiva de Imprensa do Fórum Manager
      Legado
      Férias I
      Atualização de Currículo + Roteiro de Viagem 
      Centro de Emprego
      U.E. Saint Julià (Andorra)
      Temporada 2019/20
      Primera Divisió   = 4º Lugar - qualificado para a UEFA Europa League Copa Constitució = Semi-Final Temporada 2020/21
      Primera Divisió            = 4º Lugar Copa Constitució          = 1ª Eliminatória UEFA Europa League  = 1ª Eliminatória Temporada 2021/22
      Primera Divisió = VICE-CAMPEÃO - qualificado para a UEFA Europa League Copa Contitució = Semi-Final Temporada 2022/23
      Primera Divisió            = CAMPEÃO - qualificado para a UEFA Champions League Copa Constitució         = Semi-Final UEFA Europa League = 1ª Eliminatória   Temporada 2023/24
      Primera Divisió                   = Não disputada Copa Constitució                = Não disputada UEFA Champions League = 2ª Fase de Qualificação Supertaça d'Andorra          = VICE-CAMPEÃO - derrotado pelo Lusitanos Coletiva do Fórum Manager = Parte 01  -  Parte 02
      Legado
       Férias II
      Roteiro de Viagem
      Atualização de Currículo + Centro de Emprego
      Desde já agradeço a todos que lerão, comentarão e principalmente se divertirão junto comigo !!
       Abraço !!
       
       
       
       
    • vinny_dp
      Por vinny_dp
      História
      Conhecida por muitos como terra natal de Napoleão (nascido pouco tempo após a anexação francesa), a Córsega é uma ilha situada no Mediterrâneo que pertence à França.
      A Córsega é uma ilha pequena, de pouco mais de oito mil e quinhentos quilômetros quadrados. Suas principais cidades são Bastia e Ajaccio, capital regional e, no total, a ilha tem cerca de trezentos e vinte mil habitantes.

      Ilha da Córsega
      Apesar de pertencente à França, a proximidade com a Itália e o fato de ter sido parte do Reino de Gênova de 1347 a 1769 (quando a ilha foi vendida aos franceses) ligaram a população de tal maneira aos italianos que foi necessário o uso de força militar para que se completasse a anexação.
      Dentre esse período de mais de 400 anos, a ilha foi independente por 14 anos (1755-1769) e sua constituição foi redigida em italiano e corso.

      Bandeira da Córsega
      Desde que se tornou território francês a ilha foi colocada sempre em segundo plano. Na década de 1950 cogitou-se a criação de uma base para testes nucleares no local, além de ter havido a imigração de um grande número de argelinos que fugiam da crise que levou a independência do país. Situações essas que desencadearam um forte sentimento nacionalista na Córsega, causando o confronto entre os partidários dessa causa e a polícia.
      Outro fator importante nessa questão é que o idioma corso não é ensinado nas escolas da ilha, por determinação do governo. Esses fatores combinados fazem com que a Córsega possua diversos grupos nacionalistas, nas mais variadas frentes de ação, desde da pacífica até a que faz uso de ataques terroristas.
      O futebol na ilha
      No futebol, a ilha é representada pela seleção da Córsega. No entanto ela participa de jogos apenas em caráter amador e não filiada a FIFA e a UEFA.
      Oficialmente, a seleção disputou apenas seis amistosos: o primeiro, em 1967, foi contra a França, país que administra a ilha; em 1998, um amistoso preparatório contra Camarões (vitória africana por 1 a 0); outro em 2009, contra o Congo; dois amistosos em 2010, contra Gabão e Bretanha, e o último foi em 2011, contra a Bulgária.
      Desde então, o selecionado fez apenas mais um amistoso, contra um combinado de jogadores internacionais, em 2012. Entre times de futebol, fez três partidas, contra Nice (1962), Stade de Reims (1963) e Juventus (1992).
      Sem estádio fixo, a seleção da Córsega manda seus jogos nos principais estádios da ilha (Armand Césari, em Bastia, François-Coty, em Ajaccio, e Ange Casanova, também em Ajaccio).
      Os principais clubes da Córsega são o GFC Ajaccio, que tem como maior feito a chegada as semis da Copa da França em 2011-2012, o AC Ajaccio que é bicampeão da Ligue 2 (1966-1967,2001-2002) e o SC Bastia, o mais bem-sucedido dos três, tendo conquistado uma Copa da França (1981), um bicampeonato da Ligue 2 (1967-1968, 2011-2012) e uma Supercopa da França (1972).
      O Save
      Depois de duas tentativas frustradas de emplacar uma história aqui, começo mais uma vez. Agora, quero fazer um save de clube, focado em um dos clubes da região, buscando seu desenvolvê-lo o máximo possível.
      Apesar de toda a tendência nacionalista do local, quero trazer uma proposta de agregação. Por isso, aceitarei no time jogadores de países que foram colônias francesas e hoje sofrem com a discriminação. 
      É claro que em termos de FM buscarei implementar essa ideia com coerência, mantendo uma maioria francesa.
    • Henrique M.
      Por Henrique M.
      Reflexões, ponderações e filosofias
      Antes de falar do save em si, queria aproveitar o espaço para fazer um desabafo. Parece que a cada novo FM que surge eu vou perdendo cada vez mais o contato que eu tinha com o jogo no passado, mas vejo alguns exemplos de pessoas na mesma faixa de idade, mesma faixa de afazeres ou até em faixa maiores, jogando e tendo a boa e velha conexão com o jogo. Não sei se posso culpar o jogo em si ou culpar o jogo com relação a mim. Poderia ser pessoal, mas recentemente venho me divertindo no Football Manager 2008 e poderia facilmente migrar para o Football Manager Touch, que foi minha grande empolgação com um save, tirando os playoffs de promoção com o Santarcangelo. Então acredito que o problema não é do jogo, nem da minha relação com o jogo. É do que eu quero ver acontecendo no jogo.
      Infelizmente eu escolhi um desafio que o jogo não estava disposto a aceitar nas minhas condições, era possível, mas eu precisava aceitar as condições que o jogo impunha e isso não era o suficiente, eu precisava de mais e não aguentava ver o resultado do que eu queria dentro de campo. Não ligo para derrotas, para os percalços, desde que eles ocorram com meu time atuando da maneira pela qual ele foi desenhado para atuar. Se eu me comprometo com a retranca, tenho que estar ciente do que ela causa, se eu me comprometo com o jogo ofensivo, tenho que estar ciente do que ele causa e assim por diante. A questão é que eu me comprometi com uma coisa diferente, que era o líbero, não era uma questão de tática, não era uma questão de estilo de jogo. Era uma questão de trazer uma função morta para o FM e fazê-la funcionar tanto defensivamente quanto ofensivamente, mas isso limitava meu estilo de jogo a ser puramente defensivo ou contra-ofensivo. E as equipes que tiveram grandes líberos ofensivos não jogavam exclusivamente assim e muitas poderiam ser descritas como equipes fluidas e ofensivas.
      Eu passei do estágio de querer ver um desafio impossível sendo feito por mim, passei do estágio de querer acumular títulos e fazer grandes saves em termos de troféus e vitórias. Tive um dos maiores prazeres no FM 2015 com uma equipe que ganhou 3 italianos em umas 15 temporadas, perdeu 2 vezes a Champions e até hoje sinto saudades desses momentos, pois ali eu não estava construindo a minha dinastia, ali eu estava construindo uma história em conjunto com um clube. Tinha aquele apego, tinha aquela paixão de transformar o mundo do futebol. E esse é um problema grande, não consigo fazer igual a maioria das pessoas e escolher um save simples, seguro e que seja factível de se encerrar. Eu quero o desafio de modificar a história, criar momentos que só o FM proporciona e isso acredito que vem dificultando o processo de jogar FM.
      Desafabo feito, hora de seguir adiante e tentar mais uma vez. Se falharmos, levantamos, sacudimos a poeira e tentamos de novo.
      Introdução
      No Football Manager 2014 eu tentei aquele desafio impossível, meu grande feito até hoje foi conquistar a Champions League com o Rangers da Escócia no FM 2012. Por isso, decidi apimentar as coisas e buscar o título da Champions League com outro clube britânico, só que dessa vez advindo da Irlanda. Foram lindas 12 temporadas com 10 títulos nacionais, 9 deles consecutivos e incontáveis títulos nas copas domésticas, transformando o Shamrock Rovers no maior vencedor de todas as competições irlandesas. Em nível continental, realizamos o feito que o Dundalk realizou nessa temporada, ao se tornar o primeiro clube irlandês a participar de uma fase de grupos de uma competição europeia e fomos além, chegamos até as oitavas-de-final da Champions em uma ocasião e participamos por 3 ou 4 vezes do mata-mata da Liga Europa. Porém, apesar de nunca sequer estar perto de alcançar o único objetivo do save, transformei o Shamrock Rovers, mas isso não foi o suficiente para alavancar o futebol irlandês e sem a alavancagem do futebol irlandês seria impossível chegar até o objetivo do save. Eu me frustrei com isso, encerrei o save, depois me arrependi, mas a decisão já estava feita. Contudo, nesse save desenvolvi jogadores, criei ícones e lendas do clube, inclusive consegui segurar uma gigante promessa irlandesa por mais de 10 temporadas na equipe, fazendo com que um jogador da base se tornasse um importante jogador da história da equipe. E eram essas pequenas coisas que seguravam o save, mas infelizmente, ele estaria fadado a nunca dar certo da maneira que eu gostaria.
      Por isso, no ano passado, o ggpofm traduziu e adaptou um texto sobre como tornar uma liga competitiva e eu decidi que era hora de tentar realizar o impossível novamente, porém eu incuti no erro de começar o jogo no FM 2014 e comparar as duas histórias e é óbvio que isso deu errado, pois eu me frustrava com o que ocorria e olhava e comparava com o que havia sido feito e me perguntava o que estava acontecendo e o que estava sendo feito de errado, até o ponto em que eu comecei a tentar emular as decisões do passado. Isso ruiu a tentativa.
      É hora de aprender com o passado e recomeçar um desafio diferente que é transformar uma liga com um desafio do passado, a busca do impossível. Sinceramente, espero que seja esse o combustível necessário, pois o fato de querer continuar participando ativamente da área me fez retornar rapidamente com uma história. Quando não estou contando um save, a atenção que dou a área é totalmente diferente e sinceramente, como é uma área que pulsa numa vibração interessante e revigorante, acho injusto comigo mesmo não estar aqui, mesmo que o preço seja mais uma história inacabada.
      Objetivo
      Conquistar a Champions League com o Shamrock Rovers Regras do save
      Se o jogador não serve mais para o Shamrock Rovers, a prioridade é repassá-lo para uma equipe irlandesa, mesmo que isso signifique aceitar uma oferta menor ou perder o jogador de graça. Não contratar destaques de outras equipes irlandesas. Buscar repatriar jogadores irlandeses de ligas estrangeiras. Buscar contratar jovens promessas de equipes irlandesas, com o propósito de acelerar a evolução do mesmo. Buscar antecipar a concorrência externa pelos principais jogadores da liga, evitando que jogadores de bom nível ou alto potencial saiam do país. (A única condição que permite contratar um jogador adversário que seja importante para o clube) Caso alguma nova necessidade vá surgindo, irei informar num post e adicionar aqui Histórico
      2017 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado na 1ª rodada qualificatória da Europa League
      2018 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado no Playoff dos campeões da Champions League, 4º lugar no Grupo K da Europa League
      2019 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Cup, 4º colocado no Grupo C da Champions League
      2020 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, eliminado na 3ª Qualificatória da Champions League e nos Playoffs da Europa League
      2021 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup e 4º colocado no Grupo C da Champions League
      2022 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º colocado no Grupo H da Champions League
      2023 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 2º colocado no Grupo J da Europa League
      2024 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup, eliminado nos 32-avos-de-final da Europa League e 3º colocado no grupo G da Champions League
      2025 - 2º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, eliminado nos 32-avos-de-final da Europa League e 4º colocado no grupo B da Champions League
      2026 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º colocado no Grupo L da Europa League
      2027 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup e 3º colocado no Grupo H da Champions League
      2028 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup e eliminado nas oitavas-de-final da Europa League e 3º colocado no Grupo E da Champions League
      2029 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado nos 32-avos de final da Europa League, 4º lugar no Grupo A da Champions League
      2030 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º lugar no Grupo C da Champions League
      2031 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup e 2º lugar no Grupo H da Champions League
      2032 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2031/2032  e 2º lugar no Grupo F da Champions League 2032/2033
      2033 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2032/2033 e 3º lugar no Grupo G da Champions League 2033/2034
      2034 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas quartas-de-final da Europa League 2033/2034 e 3º lugar no Grupo C da Champions League 2034/2035
      2035 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da Europa League 2034/2035, Campeão da Super Copa da UEFA 2035 e 1º lugar no Grupo H da Champions League 2035/2036
      2036 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2035/2036 e 3º lugar no Grupo E da Champions League 2036/2037
      2037 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, 4º lugar no grupo C da Champions League 2037/2038
      2038 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, 3º lugar no Grupo F da Champions League 2038/2039
      Histórico de posts
      Shamrock Rovers e Irlanda A primeira pré-temporada Algumas surpresas na tabela Liderança na Irlanda, decepção na Europa Vantagem é sempre importante A baciada fica para o meio do ano Uma temporada mais competitiva Irlanda x Escócia Celtic Park, Olympiyskyi, Vélodrome e King Power Stadium 3 contratações, 32 despedidas Enfim mediremos força com o Dundalk? Onde os outros perdem, nós vencemos Um empate que vale por duas temporadas e meia Em time que está ganhando não se mexe? Mais um voo solo? Dois patetas, as traves e um muro espanhol Em terra de irlandês, quem é Shamrock, é rei! As primeiras cifras em reforços Um começo de temporada inédito 166 convocações no elenco Os desafios financeiros da Irlanda Um estádio para chamar de nosso Alguém parará o Shamrock Rovers? Muita movimentação no Tallaght Uma Irlanda que dá trabalho O retorno do atacante solitário Falta embalar Uma chance inesperada Deem um pouco mais de crédito para a Liga Irlandesa Vendas milionárias Sentimos sua falta, O’Brien! Gribbinaldinho Fenômeno! A 5ª maior instituição da Irlanda Remodelagem tática A melhor campanha da história do primeiro turno Na perseguição do Cork City Verde é a cor da Irlanda Um vacilo milionário A melhor campanha da história do primeiro turno – Parte 2 Mais Irlanda na Europa Forde, por que faz isso comigo? Batemos a marca de 2 milhões Um carrossel verde e branco Simplesmente avassalador! Um péssimo ano para ser Bohemian Um mercado prolífico Um novo concorrente no horizonte? Eurocopa 2028 A solução que veio e que foi Chora, Allegri! Reaprendendo a jogar Tudo conforme o script Dinamo Zagreb A única vez foi em 2017 O bom filho a casa torna Uma máquina chamada Conor Wilson Copa do Mundo 2030 Maldito sorteio da Champions League Uma abordagem renovada Poxa, UCD! Um dia ruim por turno O doce aroma da elite europeia De pontas para volante Uma noite irlandesa em Londres As dificuldades de ser maior que a liga irlandesa Meus jogadores são de um material superior Que venha o Lyon! Teremos um campeonato!? Segue o líder! A gente bem que tentou, mas o Cork não quis! Regulamento debaixo do braço Faltaram apenas 6 minutos Mais uma vaga na Champions League! Dosharaithe E estamos de volta A estrada até aqui... Real Madrid x Shamrock Rovers Super Copa da UEFA Green Stadium Uma homenagem à Conor Wilson Começo claudicante, mas final esperado O fim de duas eras Sob nova direção A Airtricity Premier League é uma das 10 maiores da Europa 20 anos de Danny Green Um campeonato que ainda está em aberto Vexatório! O plano quinquenal Zero gols, zero derrotas Uma nova era para o Hoops
    • Tsuru
      Por Tsuru
      APRESENTAÇÃO

      E cá estou eu de volta. As coisas se acalmaram aqui em Portugal, fiquei com mais tempo para jogar e decidi começar a retornar ao FM aos poucos; quando vi, já estava mais que viciado no jogo e empolgadíssimo com um novo desafio. Como jogar sem postar não tem a menor graça, inicio assim uma nova jornada aqui na área - o tempo longe do Projeto Nacional me fez perder o gás e, quando voltei a jogar FM, estava sem vontade nenhuma de continuá-lo.
      A ideia desse save surgiu há mais ou menos um ano, quando li o livro “Futbol Total” em que Arrigo Sacchi narra suas memórias. Desde então estava com vontade de fazer um tributo a ele. 
      Apesar de ser um tributo, farei um save de clube, que hoje é um formato que me agrada mais, podendo assumir uma seleção (ver objetivos abaixo). As atualizações serão semanais, e a ideia é que cada uma consiga cobrir um bimestre inteiro.
      Até pensei em iniciar no Pro Piacenza, que é uma equipe rossoneri como o Milan e fica na mesma região onde Sacchi nasceu (Emília-Romanha). Mas como no save não terei obrigação de seguir os mesmos passos do técnico, preferi ir para o Sul da Itália, onde há muitas equipes interessantes - e uma em especial com a qual tenho vontade de jogar há bastante tempo. 
      O nome do treinador será Alfredo Beletti, um personagem fictício que tem o mesmo nome de um dos mentores e melhores amigos de Arrigo Sacchi.
       
      REGRAS
      Se for demitido, o save acaba;
        Em homenagem ao grande Milan de Arrigo Sacchi, só poderei contratar jogadores italianos e holandeses;
        Poderei utilizar todos os jogadores surgidos na base do clube, independente da nacionalidade;
        A partir do primeiro ano na Série A, os contratos de jogadores que não forem italianos, holandeses ou criados na base do clube não poderão mais ser renovados, podendo o jogador ser vendido ou sair de graça. Esta regra não muda em caso de rebaixamentos para a Série B.
        OBJETIVOS
      Ser bicampeão da Série A e da Supercopa Italiana, superando Arrigo Sacchi;
        Ser bicampeão da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes, se igualando a Arrigo Sacchi;
        Depois de atingir todos os objetivos com o clube, deixar a equipe, assumir uma seleção e ganhar a Copa do Mundo, superando Arrigo Sacchi (pode ser com qualquer seleção e pode ser tentado mais de uma vez)
        O PROFETA
      Arrigo Sacchi nasceu em Fusignano, Itália, e é considerado por muitos um dos maiores treinadores italianos de todos os tempos. Ele ficou especialmente conhecido pelo Milan que comandou entre 1987 e 1991, que era inspirado na Holanda de Rinus Michels mas tinha uma identidade própria bastante forte.
      Contando com a força econômica de Silvio Berlusconi e a confiança do diretor de futebol Adriano Galliani, Sacchi montou uma verdadeira seleção, que incluía nomes como Carlo Ancelotti, Franco Baresi, Alessandro Costacurta, Paolo Maldini e os holandeses Ruud Gullit, Frank Rijkaard e Marco Van Basten. O treinador exigia uma intensidade enorme de seus jogadores, tanto na defesa quanto no ataque, e propunha um futebol ofensivo, vibrante e que fosse para divertir as pessoas. Para sorte dele, o grupo que foi montado à época compreendeu bem sua filosofia de jogo e conseguiu executá-la com perfeição.
      Unido dentro e fora de campo, o Milan venceu a Série A uma vez (desbancando o Napoli de Maradona e Careca) e foi bicampeão da Liga dos Campeões, da Supercopa Italiana, Supercopa da Europa e do Mundial de Clubes. O sucesso e o estilo arrojado levaram a equipe a ser eleita pela revista World Soccer como a quarta melhor da história do futebol, atrás apenas das seleções da Hungria (1954), Brasil (1970) e Holanda (1974).
      Depois do Milan, Arrigo Sacchi assumiu o comando da seleção da Itália que foi à Copa do Mundo de 1994, mas não teve o mesmo sucesso. Os jogadores da seleção não compreenderam bem seus conceitos e a Itália foi avançando na base da sorte, aos trancos e barrancos, conforme relata o próprio treinador. Ainda assim, a Azzurra chegou até a final com o Brasil de Bebeto e Romário e foi derrotada após o famoso pênalti perdido por Roberto Baggio, o Codino Divino.
      O modo revolucionário de Sacchi ver o futebol italiano - que até então era refém de esquemas com um líbero - deu origem ao apelido “Profeta de Fusignano”. Ironia do destino ou não, muitos dos conceitos utilizados por Sacchi nos anos 80 pareciam mesmo "futuristas" e se tornaram bastante comuns no futebol anos mais tarde, inspirando por exemplo Pep Guardiola e Jupp Heynckes. 

      HISTÓRICO
      Temporada 16/17 - Série C, Girone C - CAMPEÃO (promovido à Série B) Temporada 17/18 - Série B - 12º lugar Temporada 18/19 - Série B - 6º lugar / Classificado para os playoffs e eliminado pelo Verona (2 a 1) Temporada 19/20 - Série B - 5º lugar / Classificado para os playoffs e eliminado pelo Carpi na semifinal (5 a 2 no agregado) Temporada 20/21 - Série B - CAMPEÃO (promovido à Série A)
        SALA DE TROFÉUS
      🏆 Série C, Girone C - 16/17
      🏆 Série B - 20/21
    • Edma
      Por Edma
      Pessoal tenho um save no FM com o Bayer Leverkusen onde resumidamente se tornamos uma potencia mundial e etc. Só q nosso estadio (a BayArena) só tem capacidade pra 30K de pessoas oq é muito pouco pra um time como o nosso, então eu sempre peço a diretoria pra construir um novo estadio e eles nunca aceitam alegando que sem um aumento de torcedores nao é viavel. Só q todos os anos vendemos TODOS os bilhetes da temporada, sempre lideramos a bundesliga em % de lotação e em lotações esgotadas, então alguém sabe oq eu tenho que fazer pra ter meu pedido aceito?

      obs: já sou um icone do clube, ja ganhei uma UCL e 4 Bundesligas, tenho 7 anos de casa e temos mais de 470M de euros em caixa. 
×