Jump to content
VitorSouza

Chase That Dream

Recommended Posts

VitorSouza
Em 25/12/2018 at 00:31, Danut disse:

Parabéns pelo título e pela promoção! Agora vamos ver como se sai na divisão superior. Não sei quão difícil é esse salto no brasfoot...

Aliás, não sei se tu chegou a falar disso em algum lugar, mas pretende continuar na equipe ou se receber proposta melhor abandona o barco?

A força dos jogadores no Brasfoot varia de acordo com a divisão e evoluiu conforme a quantidade de jogos disputados. Pelo que me recordo do save, alguns times conseguem subir e se fixar (caso do Leixões) e outros fazem o bate-volta (caso do Penafiel).

Em 28/12/2018 at 22:57, marciof89 disse:

Parabéns pelo acesso, com direito a título! Tem um bom time, acha que vai ter que mexer muito pra aguentar a Primeirona?

Irei fazer algumas mudanças pontuais, jogadores que podem concorrer à titularidade, mas sem apertar muito o lado financeiro.

Em 30/12/2018 at 19:14, baltazar disse:

Parabéns pelas conquistas, agora é se preparar para a nova temporada que promete bastante.

Boa sorte.

A esperança é de uma boa temporada mesmo sabendo dos desafios que iremos enfrentar. Valeu por acompanhar.


a37DYqy.png

 

Feliz ano novo a todos! 2021 promete para o Rio Ave. Estamos de volta a Liga NOS após o rebaixamento de 2018. Temos o acesso novamente a um dinheiro melhor de patrocinadores, sócio-torcedor, televisão... graças a isso, iremos expandir o Estádio dos Arcos em três mil espaços, passando de 10000 para 13000 lugares. Ainda é pouco se comparado a estádios como o Municipal de Braga ou o Bessa (para não fazer referência aos campos do trio de ferro), mas é suficiente, a torcida já esperava por isso.

 

Eu recebi propostas nessa pré-temporada de três times brasileiros: Mirassol (recém-promovido à Série B), Fluminense BA (eliminado nas quartas de final da Série C) e Luverdense (atualmente na Série D). Foi tentadora a ideia de poder voltar ao Brasil, mas declinei. Já conheço bastante o grupo do Rio Ave, no momento não pretendo abdicar de um projeto em franca evolução.

 

Antes da viagem para a Espanha, fizemos negociações no mercado e reformulamos o elenco.

 

TRANSFERÊNCIAS

 

Saindo

Chen Li - o goleiro chinês chegou com uma grande expectativa, mas dentro do campo não teve o desempenho esperado e também não pegou o ritmo esperado nos treinos. Foi vendido ao Deportivo La Coruña por um bom valor.

Jeffrey - jogador formado na base do Rio Ave, nunca conseguiu se firmar e foi vendido ao Famalicão, da LigaPro.

Nuno Santos - sempre um nome bastante esforçado dentro do elenco, mas o próprio já havia evidenciado que gostaria de novos ares. Irá para a Espanha também, mas para o Girona.

Calú Lindo - outro jogador formado dentro do Rio Ave, é promissor, mas não terá espaço dentro de nossos planos.

 

Chegando

Nuno Graça, Dani Andrade e Hugo Nunes - promovidos da base na virada da temporada. Os dois primeiros são zagueiros de características semelhantes e irão seguir no elenco, enquanto o último, volante puramente de marcação, deverá ser emprestado.

Noreña - lateral clássico vindo do Independiente Medellín. Deverá ter mais função em jogos nos quais iremos nos defender.

Xadas - meia ofensivo que jogou nos últimos anos no Sporting Braga. Tem totais condições de se firmar como titular.

 

8qcdWRj.png

 

 

 

AMISTOSOS

 

1º jogo: partida complicada em Balaídos contra o Celta. Nosso time vinha sendo um pouco pressionado quando, em um contra-ataque, Gelson Dala sente sozinho a perna esquerda e sai contundido. Na sequência do primeiro tempo, Iago Aspas abre o placar para o time galego. Nós não vínhamos jogando nada e no segundo tempo foi o Celta que passou a fazer um jogo feio. Óscar Barreto saiu do banco e empatou, fechando o placar em um morno 1x1.

 

Na sequência da pré-temporada na Espanha, Hugo Nunes, recém-promovido da base, foi emprestado ao Difaâ El Jadida, de Marrocos.

 

2º jogo: paralelamente ao Troféu Ramón de Carranza, o Cádiz costuma fazer amistosos de pré-temporada na busca de ritmo de jogo. O convidado da vez foi o Rio Ave, e a nossa ideia era não fazer feio. Uma viagem relativamente longa (3h20 de avião entre Vigo e Cádiz) deixou o grupo um pouco cansado para a partida. Gelson Dala passou só por um susto e já estava recuperado.

 

A partida em si foi bem interessante. As duas equipes pareciam estar jogando pelo troféu amistoso, ambas atacando com bastante vontade, a torcida bastante empolgada... gostei do que vi em campo. A pontaria não começou muito boa e foi melhorando, pressionamos bastante. Grande partida dos meias armadores e de Rui Vieira, que fez boas defesas. Saio satisfeito da Espanha, embora saiba que ainda há muito a melhorar.

 

1RAUiQH.png

 

 

MBQaiMg.png

 

 

ELENCO E BASE

 

TYJNR6t.png

 

 

Yhvf1UE.png

 

 

 

Como eu sempre falo no início de temporada, ainda é cedo para falar alguma coisa de como será o time titular de 2021. Teremos boas disputas pela titularidade nas laterais e no meio de campo, será divertido de ver e a torcida agradece. Na base, André Neves foi recém-integrado e é um jogador muito promissor, aquele volante box-to-box que não cansa. Espero vê-lo logo atuando diante dos profissionais.

 

NOTÍCIAS

 

- Os clubes portugueses conhecem seus grupos nos torneios da UEFA.

 

O Benfica caiu no grupo 1 da Liga dos Campeões, junto de Barcelona, Galatasaray e Toulouse.

O Sporting caiu no grupo 5, com Roma, Utrecht e Basel.

O Sporting Braga passou por SJK e Vardar nas preliminares e enfrentará Manchester City, Sevilla e Crotone no grupo 6.

O Porto também esteve nas preliminares, passou por Brondby e Bayer Leverkusen, e caiu no grupo 7, junto de PSG, Spartak Moskva e Qarabag.

Na Liga Europa, o Marítimo caiu na chave 3, junto de Milan, Angers e Anorthosis Famagusta.

E o Portimonense caiu na chave 4, com Aberdeen, Sparta Praha e Zrinjski.

 

Aqui merece uma correção, pois eu havia falado no post anterior que o Porto iria para a UEL e não mencionei o Marítimo.

 

- O Rio Ave já conhece a tabela da Liga NOS, estreará fora contra o Benfica e fecha fora contra o Sporting. Na sequência da partida com os encarnados, encaramos o Porto. A ideia da diretoria é que o clube não corra risco de rebaixamento e teremos esse miolo da tabela para fazer pontos.

- Na Taça de Portugal, enfrentaremos o Moreirense. Decidiremos a vaga fora, e enfrentaremos Académica ou Boavista se passarmos de fase.

- Campeões estaduais pelo Brasil: Bahia (BA), Cruzeiro (MG), Sport (PE), Paraná (PR), Vasco da Gama (RJ), Grêmio (RS), Figueirense (SC) e Santos (SP)

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

2 empates em amistosos contra times teoricamente melhores que o seu não pode ser considerado ruim, mas temos que ver o time à vera para ver o que vai ser da temporada. E já vai começar estreando contra o Benfica. Aja coração! hahahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 02/01/2019 at 00:26, marciof89 disse:

2 empates em amistosos contra times teoricamente melhores que o seu não pode ser considerado ruim, mas temos que ver o time à vera para ver o que vai ser da temporada. E já vai começar estreando contra o Benfica. Aja coração! hahahaha

O Cádiz é da segundona espanhola, acho que tem um nível mais próximo do que o Celta. A temporada promete.


a37DYqy.png

 

Finalmente a temporada começa depois de uma longa pré-temporada. A tabela não nos ajudou muito e iremos enfrentar duas pedreiras logo de cara, mas depois só iremos enfrentar um integrante do trio de ferro na última rodada do turno. Vai ser a minha primeira visita a muitos estádios da Primeira Liga, pelos quais ainda não havia passado pelo fato do Rio Ave nunca ter enfrentado o outro clube.

 

1ª rodada: e o primeiro deles foi o Estádio da Luz. Muito boa a estrutura existente lá, mas o futebol que apresentamos ficou devendo. Tivemos mais posse de bola, mas não adianta ficar dando toque pro lado ou para trás sem nenhuma efetividade. O Benfica abriu 2x0 na primeira etapa, com algumas mexidas nossa postura melhorou e Xadas descontou quando já estava 3x0. Zivkovic fez outro gol depois e fechou o placar em 4x1. Um jogo bem triste, mas nada de abaixar a cabeça, pois teremos outra partida difícil no final de semana seguinte.

 

DzByZRX.png

 

 

 

2ª rodada: promovi algumas mudanças na equipe titular. Gelson Dala saiu para a entrada de Renan (o angolano aproveita muito mais seu potencial quando entra no segundo tempo) e Óscar Barreto saiu para a entrada de Xadas. E deu certo. Renan marcou um gol e Xadas teve um papel importante no ataque do outro. Fomos para o intervalo com dois gols de vantagem no placar e logo no início do segundo tempo, Corona descontou. Vencemos o Porto por 2x1, agradecendo muito a péssima pontaria dos azuis. Como isso não conta na classificação e sim os três pontos, agora temos um alívio.

 

3ª rodada: fomos a Portimão para enfrentar a equipe local. Começamos mal e reagimos no final da primeira etapa, mas não adiantou: o Portimonense abriu o placar na segunda etapa. Mudei mais uma peça, tentando colocar mais passe no meio de campo, e não serviu. O Rio Ave não criou mais nada e levou outro gol nos acréscimos, fechando o placar em 2x0. Outra partida abaixo da média e sem uma boa atuação.

 

4ª rodada: a estreia do ampliado Estádio dos Arcos ocorreu contra o Marítimo. Uma partida complicada, muito equilíbrio dentro de campo. O Marítimo abriu o placar e em questão de minutos cometeram um pênalti infantil, convertido por Diego Lopes. O segundo tempo foi ruim, ambos os treinadores mexeram nos times mas não mudaram o panorama do jogo, que terminou mesmo num 1x1.

 

5ª rodada: viagem até o Estádio Municipal de Braga para enfrentar o Sporting local. Botei um time misto por causa do confronto da Taça de Portugal, e saímos derrotados. A pontaria estava muito ruim, um chute de Hélder Guedes chegou a bater na pedreira que fica atrás de um dos gols. Como sempre, Diego Lopes foi um dos nossos melhores em campo, marcando o gol solitário da derrota por 3x1.

 

Taça de Portugal, 16-avos - ida: um sofrimento efe-dê-pê na primeira etapa. O Moreirense abriu o placar e retrancou. Naquele momento eu entendia o motivo da torcida não comparecer tanto nos jogos como visitante. Só que o Rio Ave passou a ter uma postura mais ofensiva e em dois lances rápidos, Chico Geraldes virou a partida para 2x1. Finalmente voltamos a vencer! Agora precisamos de um empate em Moreira de Cónegos para avançar à próxima fase.

 

6ª rodada: recebemos o Boavista e, novamente, entramos com um time misto em campo, para que todos estejam preparados para o jogo de volta da Taça de Portugal. Fizemos um bom jogo, aliás, não só nossa, mas os axadrezados também jogaram direitinho. Gostei da atuação, mas não do resultado: o 1x1, aliado a resultados alheios, nos recoloca no Z2. Só estivemos lá na primeira rodada, e agora voltamos.

 

Taça de Portugal, 16-avos - volta: foi lamentável. O Moreirense abriu o placar com 11 minutos, nos desesperamos e levamos mais dois antes do fim do primeiro tempo. Agora a situação do gol fora se revertia para nós, precisávamos de dois gols para avançar. Só que João Pedro ampliou aos 55' e nos ferrou. Até conseguimos marcar dois gols, mas foi insuficiente. Perdemos por 4x2 e estamos fora da sequência da taça. Agora podemos focar tudo na Liga NOS, mas fica aquele gosto amargo de que poderíamos ir mais longe.

 

eKvfstO.png

 

 

 

7ª rodada: visitamos o Belenenses e deu tudo errado. Tivemos um expulso no primeiro e outro no segundo tempo, seguramos o empate até onde foi possível. Batalhamos, tentamos ao menos sair com um ponto do Restelo, mas não deu. Perdemos pelo placar mínimo e o Rio Ave está na lanterna. A situação ainda não é desesperadora pois o grupo de baixo da tabela está bem próximo um do outro, mas precisamos reagir.

 

8ª rodada: começamos bem a partida contra o Vitória de Guimarães. Diego Lopes fez um gol e estávamos com o controle do jogo. Só que eu mexi mal duas vezes: tirei o Nadjack, que apoiava o ataque pela direita pra colocar o Noreña, mais defensivo; e tirei o Renan pra botar um atacante sem ritmo, o Fábio Alves. Tomamos a virada e sofremos nova derrota, por 2x1. Situação complicada, estamos na metade do primeiro turno ainda, mas é possível revertê-la.

 

gRn67au.png

 

 

197KxSD.png

 

 

Não dá pra se desesperar com essa situação de momento. Teremos confrontos diretos contra Chaves, Estoril e Leixões nas próximas rodadas, e ainda podemos arrancar pontos em outros jogos para tentar sair da rabeira. Tá difícil? Tá sim. O jeito é ter confiança e se desdobrar pra sair da incômoda lanterna.

 

ELENCO

 

GsiRcLH.png

 

 

As notas explicam bem o desastre que foi essa sequência do Rio Ave. Renan foi um dos poucos que se destacou e assumiu a vaga de Gelson Dala no time titular.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Rapaz, que início ruim ein? Claro, era de se esperar, mas so da pra destacar positivamente a vitória em cima do Porto, o resto...

Bom, boa sorte, vai precisar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Quando eu vi a vitória sobre o porto eu pensei que a equipe iria deslanchar, mas depois só resultado ruim. Ou melhora o time ou vai acabar caindo. Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Quando começou com o Goytacaz fiquei animado, alguns times nos remetem a infância. Mas confesso que nunca joguei o Brasfoot, e me perco um pouco nele. Conseguiu o acesso suado com o título, e era de se esperar sofrimento na Liga NOS, mas era para ser menos né? Tomara que consiga um pouco de refresco. Mal ou bem relativamente o início do Porto está bem pior!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 07/01/2019 at 15:49, marciof89 disse:

Rapaz, que início ruim ein? Claro, era de se esperar, mas so da pra destacar positivamente a vitória em cima do Porto, o resto...

Bom, boa sorte, vai precisar!

O Porto está mesclando o elenco entre a Liga NOS e a Liga dos Campeões. Eu vejo que a atual campanha deles é somente uma má fase, em breve eles se acertam e saem da rabeira.

Em 09/01/2019 at 13:45, LC disse:

Quando eu vi a vitória sobre o porto eu pensei que a equipe iria deslanchar, mas depois só resultado ruim. Ou melhora o time ou vai acabar caindo. Boa sorte.

Eu também fiquei surpreso com a vitória em cima dos dragões, conseguimos ter um domínio legal do jogo mas foi somente um oásis entre muitas atuações abaixo da média. Como a base do elenco se manteve, não vejo falta de entrosamento...

Em 12/01/2019 at 21:19, Andreh68 disse:

Quando começou com o Goytacaz fiquei animado, alguns times nos remetem a infância. Mas confesso que nunca joguei o Brasfoot, e me perco um pouco nele. Conseguiu o acesso suado com o título, e era de se esperar sofrimento na Liga NOS, mas era para ser menos né? Tomara que consiga um pouco de refresco. Mal ou bem relativamente o início do Porto está bem pior!

Existem muitos times tradicionais que andam esquecidos no futebol brasileiro. Felizmente, a ideia do Brasfoot sempre foi tentar retratar o futebol brasileiro da melhor forma possível. Só não garanto que voltarei ao Brasil em breve. Eu esperava um início melhor pelo nível dos jogadores de outras equipes como Chaves, Moreirense, Leixões ser semelhante ao nosso, mas até agora nada disso aconteceu.


a37DYqy.png

 

Retomamos a sequência de jogos na lanterna, mas não em situação desesperadora: temos um ponto a menos que o 16º, primeiro fora do Z2. Também teremos alguns confrontos diretos antes da pausa do meio de temporada, logo, podemos tomar distância da zona de rebaixamento.

 

9ª rodada: o adversário era o Moreirense, aquele que semanas atrás nos tirou da Taça de Portugal. Quando eles abriram 2x0 eu pensei "ferrou, do jeito que estamos jogando não iremos render". Aí me lembrei que havia pedido pro Diego Lopes inverter com o Renan no ataque antes do jogo. Eles voltaram aos seus lugares de origem, Gelson Dala entrou no lugar de Renan e botei um lateral mais ofensivo, Kévin Rodrigues. O empate veio, o jogo não parecia ter mais muito futuro... falta de ataque deles. O time todo sobe, uma sequência de lances "na raça" e João Novais manda, da entrada da área, no canto de Jhonatan. VENCEMOS! E de forma épica, revertendo um placar de 2x0. De quebra, saímos do Z2.

 

D6e8Wlu.png

 

 

10ª rodada: recebemos o Feirense. Fizemos 2x0 em menos de 20 minutos com uma boa jogada e um gol num escanteio, e a partir daí cozinhamos o resultado. A equipe de Santa Maria da Feira não nos pressionou muito, fizeram um jogo bem ruim. Pelé voltava de suspensão... e foi expulso novamente. Na sequência, Tiago Silva descontou e definiu o placar: pela primeira vez na temporada, o Rio Ave vencia duas partidas seguidas, a anterior por 3x2 e essa por 2x1.

 

11ª rodada: visitamos o Tondela, surpreendente vice-líder da Liga NOS. Saíram na frente com um gol relâmpago de Pedro Nuno, mas foi questão de tempo para acertarmos a marcação e a transição defesa-ataque. Albornoz, em um lance de rara felicidade, marcou o gol do empate no final do primeiro tempo. Mudanças de praxe no intervalo e a virada veio com um gol de João Novais. O Tondela cansou e coloquei um volante mais marcador para segurar nova vitória por 2x1.

 

12ª rodada: temos um confronto direto, mas não mais contra o rebaixamento e agora pelo miolo da tabela. O Chaves veio até o Estádio dos Arcos para jogar no contra-ataque, em nossos erros. Saiu na frente do marcador com um gol de Perdigão (não é aquele), e com as tradicionais mudanças no intervalo alcançamos o empate com um chute rasteiro de Diego Lopes. Mantemos uma sequência de quatro jogos sem perder com esse 1x1.

 

13ª rodada: aqui começa a sequência de confrontos diretos contra times próximos do Z2. Fomos até Estoril em um jogo duro. Mexi em algumas peças, a principal modificação foi a saída de Renan do time que começava o jogo para a entrada de Hélder Guedes. O atacante de 34 anos, peça mais velha do elenco, não jogava fazia semanas, e fez uma partida muito boa, chegando a marcar um gol. Saiu aplaudido, muito por causa do cansaço. Levamos um susto com o gol de Allano, mas João Novais conseguiu marcar o seu e fechar o placar em 2x1.

 

14ª rodada: partida contra o Leixões no Estádio dos Arcos. Mais algumas mudanças no time, e hoje esse elenco conseguiu atingir um nível que eu nunca havia visto. Abrimos 2x0 em menos de 20 minutos e o time adversário teve um meia armador expulso. Seguimos pressionando e fomos pro intervalo com um placar de 4x0. Voltamos animados, fizemos mais dois até a metade da segunda etapa. Jacques Haman descontou, mas na saída de bola tivemos um gol surpreendente do Rômulo, que nunca esteve acostumado a marcar. Some tudo e terá aquele placar fatídico. Atuação magnífica, de brilhar os olhos.

 

6DGlDOm.png

 

 

15ª rodada: partida na Capital do Móvel portuguesa contra o Paços de Ferreira, outro time da parte de baixo da tabela. Saímos na frente mas não conseguimos manter o nível de atuação e levamos a virada no decorrer do jogo. Mexi da forma que sempre fiz, mas o time reagiu de outra forma e se retraiu dentro de campo. Nos acréscimos do segundo tempo veio o gol que selou a vitória do Paços por 3x1. Aqui acaba uma sequência de seis jogos sem ser derrotado.

 

16ª rodada: uma viagem até a Ilha da Madeira para o confronto contra o Nacional. Jogo sem muita pressão nossa, o Nacional teve seus méritos, chutou mais. Rui Vieira nos salvou muito e finalmente tivemos o primeiro clean sheet do ano em jogos oficiais. Só que também não marcamos... o 0x0 está de bom tamanho pela distância e desgaste da viagem.

 

qU7T8L1.png

 

 

53BqLkK.png

 

 

Agora conseguimos uma estabilidade muito boa, mas que ainda assim não acho que seja suficiente. Se esforçando um pouco mais conseguimos chegar na parte de cima da classificação, e o elenco tem capacidade de alcançar esta posição.

 

ELENCO

 

BV5Epfi.png

 

 

Esta é a última planilha antes das transferências do meio da temporada. Renan Gorne fez boas partidas e está bem cotado para assumir a titularidade. Gelson Dala é o jogador de explosão na segunda etapa, não adianta, não vai bem quando começa como titular. Alguns jogadores da base deverão ser emprestados ou vendidos.

 

NOTÍCIAS

Nunca sou muito chegado a falar das seleções dentro do Brasfoot pois o sistema funciona bem mal, mas um jogador nosso (Chico Geraldes) foi convocado por inúmeras vezes e chegou a entrar no decorrer de algumas partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Edited by VitorSouza

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza

a37DYqy.png

 

A segunda metade da temporada vai começar! Esse período será muito importante. O final da Primeira Liga se aproxima e minha renovação de contrato está em jogo. A diretoria me acha ok e se depender de mim, renova, mas não sei se vale a pena seguir aqui. Já conheço bem o elenco, as instalações e tudo mais, mas gostaria de ares novos. Ainda tem muita água pra rolar embaixo da ponte, então vou esperar mais um tempo para decidir.

 

TRANSFERÊNCIAS

 

AfiMJSE.png

 

Nessa janela eu preferi uma estratégia mais conservadora. Promovi três jogadores da base (e somente Manuel Baldé deve ganhar chance no segundo semestre) e contei com a volta de Hugo Nunes. De quebra, dois jogadores formados aqui e inutilizados foram vendidos para Cardiff City e Córdoba. 

 

17ª rodada: recebemos o Sporting num Estádio dos Arcos quase lotado. A torcida, bastante empolgada pela campanha recente, compareceu em peso... e fez diferença. A equipe leonina cometeu dois pênaltis, ambos convertidos pelo artilheiro Diego Lopes. No início do jogo Óscar Barreto também havia deixado o seu, então foi uma vitória tranquila, mesmo com o gol de honra de Bas Dost. Com a categórica vitória, pulamos para o sexto lugar na classificação ao final do primeiro turno.

 

ZkrtoT5.png

 

 

 

18ª rodada: novo jogo em casa, agora contra o Benfica. O líder do campeonato abriu 2x0 na primeira etapa e fez o terceiro nos primeiros minutos do segundo tempo. Foi aí que nós acordamos e conseguimos fazer muita pressão no fim do jogo, quase empatando, mas não foi o suficiente. Perdemos de 3x2, mas satisfeitos pela forma que conduzimos a segunda etapa, botando pressão no Benfica. Valeu a tentativa.

 

19ª rodada: muito bonito o Estádio do Dragão, casa do Porto, nosso adversário na rodada. O jogo em si foi um desastre. Saímos na frente com um gol de Óscar Barreto, mas o Porto veio com fome. Empatou minutos depois, virou na segunda etapa e ampliou. As mudanças táticas da nossa parte foram insuficientes, o time não respondia e acabamos levando 4x1 na bagagem. Ainda temos uma distância ok para o Z2, mas não podemos bobear.

 

20ª rodada: recebemos o Portimonense. A nossa claque pressiona muito, com três minutos Diego Lopes converteu uma penalidade, e na sequência ele ampliou. Ainda no primeiro tempo, Chico Geraldes marcou o terceiro. Um desconto deles na primeira etapa, mas nem sinal de muita força deles. Fomos para o intervalo com uma boa vantagem, na volta Diego Lopes ampliou... mas a partir daí o elenco se desligou. Levamos dois gols em cinco minutos e a partir daí foi um sufoco para manter a vitória. O triunfo por 4x3 nos ligou o sinal de alerta no setor defensivo, que rateou bonito na partida e quase comprometeu um bom resultado.

 

21ª rodada: a partida com o Marítimo foi bem sem graça na primeira etapa. Mesmo após a abertura do placar, que veio dos pés de Zhi Zhang, o panorama não parecia ter mudado muito, até que em duas falhas nossas, ambas no final do jogo, eles ampliaram e fecharam em 3x0. O elenco precisava de uma chacoalhada, inadmissível o que aconteceu, a falta de pontaria do ataque combinada com a defesa batendo cabeça. E isso que a linha defensiva é a mesma que se deu tão bem na Ledman LigaPro da temporada passada.

 

Juvq5rB.png

 

 

22ª rodada: mudei algumas peças para a partida nos Arcos contra o Sporting Braga. A partida também não teve muita emoção, os reservas pareciam ter resistido mais, mas já estavam quase que não se aguentando da pressão... novamente, a pontaria dos adversários muito boa e a nossa, um lixo. E a defesa paçocou de novo: Marcelo Goiano e Danilo definiram o placar para o Braga nos acréscimos da segunda etapa, 2x0 bem amargo pois a torcida viu o filme de partidas anteriores ocorrer novamente.

 

23ª rodada: a pressão surtiu efeito. Já não dava mais pra aguentar uma atuação horrorosa, tanto eu como a torcida estávamos impacientes. O elenco também se mostrava insatisfeito, e botou pra quebrar em um Bessa lotado: mesmo com uma péssima pontaria e uma boa pressão do Boavista, Diego Lopes marcou um gol em um lance de rara felicidade, um contra-ataque inesperado, e garantiu uma vitória fora de casa. Vitória de 1x0 extremamente comemorada: primeiro jogo entre os último sete sem tomar gol, primeira vitória depois de duas entregadas nos minutos finais.

 

24ª rodada: voltamos a nossa casa para o jogo contra o Belenenses. Vi o filme se repetir, eles abrem 1x0 na primeira etapa, pressionamos as vezes sem sucesso, e no final eles matam o jogo. Outra derrota, essa por 2x0, mais uma nessa sequência indesejável do Rio Ave. Nem tem muito o que comentar além disso, filme repetido...

 

25ª rodada: quando o Vitória marcou no primeiro tempo eu pensei: "lá vem aquele mesmo filme de sempre...". Só que o Rio Ave tirou forças de onde não haviam e virou categoricamente. Tudo bem que o gol contra de Konan bagunçou ainda mais a cabeça deles, mas foi suado. O elenco está de parabéns por conseguir tirar essa vitória por 3x1 da cartola. 

 

YmmrPRM.png

 

 

yzUNweO.png

 

 

 

Tivemos uma sequência muito "8 ou 80". Vitórias excitantes, derrotas sufocantes. Poderíamos estar melhores na tabela? Evidente que sim. Felizmente a distância no miolo entre os clubes está pequena, o que nos deixa um pouco mais confiantes. O rebaixamento... não estamos matematicamente livres, mas virtualmente sim. 12 pontos de diferença com nove jogos por disputar, e ainda enfrentaremos os cinco últimos da tabela.

 

ELENCO

 

KThJ9md.png

 

 

Em comparação com a última postagem, não houveram muitas mudanças. Temos uma base bem definida, com reservas quase sempre prontos para atuar. O problema é que temos uma quantidade grande de jogadores sem atuar, alguns que aparentemente tem uma boa chance de dar certo. A minha ideia é botar esse pessoal pra jogar quando estivermos livres de qualquer chance de rebaixamento, mas há outro fator que pode entrar em jogo: uma possível briga por vaga na Liga Europa. Dependendo do andar da carruagem, esse pessoal todo não vai ter como mostrar seu futebol.

 

NOTÍCIAS

 

- Em um ano avassalador, o Borussia Dortmund conquista o título da Liga dos Campeões em cima do Liverpool após uma falha e gol contra de Karius

- Após perder no jogo de ida em São Paulo por 3x2, o Palmeiras amassou o Atlético Nacional em Medellín, venceu por 3x0 e garantiu o bicampeonato da Libertadores

- Outros campeões: Pachuca (CONCACAF), Mamelodi Sundowns (África), Al-Sadd (Ásia) e Erakor Golden Star (Oceania)

- A Universidad de Chile garantiu o bi na Sul-Americana ao vencer o Barcelona de Guayaquil na final

- O título da Liga Europa ficou com a Juventus, após vencer o Ajax por 2x0 na decisão

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Campanha deu uma boa melhorada, as derrotas são completamente plausíveis para a situação do clube. Não deve engrenar o suficiente para entrar no pelotão de cima, mas pelo menos é mt plausível q vc não caia mais. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 18/01/2019 at 21:34, marciof89 disse:

Campanha deu uma boa melhorada, as derrotas são completamente plausíveis para a situação do clube. Não deve engrenar o suficiente para entrar no pelotão de cima, mas pelo menos é mt plausível q vc não caia mais. Boa sorte!

Obrigado. O rebaixamento já ficou bem distante, o que vier é lucro, exceto se a gente passar por um desastre nas próximas rodadas.


a37DYqy.png

 

Finalmente chegava o final da temporada de 2021! Daqui a nove rodadas conheceríamos os destinos dos clubes da Liga NOS. O meio da tabela está muito embolado e é a nossa chance de surpreender. Para deixar a situação bem clara, a Primeira Liga dá quatro vagas a torneios continentais. Campeão e vice entram direto nos grupos da Liga dos Campeões, o terceiro lugar vai para a fase preliminar e o quarto lugar vai para a Liga Europa.

 

Precisamos de um quarto lugar para entrarmos sem depender de ninguém. O problema é que, de todo o pelotão da meiuca, o único confortável é o Vitória de Guimarães, atual campeão da Taça de Portugal e que vai ao menos para a Liga Europa. Caso ele apareça entre os quatro primeiros, o quinto lugar passaria a ser a vaga da Liga Europa caso o Portimonense, vice-campeão da Taça, também esteja entre os quatro.

 

Também deixei claro para a diretoria que, a princípio, só continuo se o Rio Ave chegar em algum torneio continental. Estou querendo demais do time, eu sei, mas gostaria de um novo desafio. Tenho muito carinho pelo clube e pela cidade de Vila do Conde, que me acolheu quando eu cheguei como um desconhecido e apoiou o Rio Ave no regresso à Liga NOS. Pode ser que mude? Claro, mas prefiro pensar nisso depois.

 

26ª rodada: recebemos o Moreirense em nosso campo. O jogo foi um sufoco da porra, os alviverdes foram cirúrgicos quando tiveram as chances de marcar. Tudo caminhava para um empate até aquele momento de abafa no final, Gelson Dala cabeceia meio esquisito, mas o que importa é que a bola entrou. Novamente nossa defesa bateu cabeça, poderíamos ter vencido por um placar mais tranquilo, mas o 3x2 tá de bom tamanho. Estamos em 7º lugar, a três pontos do 4º.

 

27ª rodada: viagem até Santa Maria da Feira, para enfrentar o Feirense. Adversário perigoso, também de nível semelhante e que iria jogar nos seus domínios, no Marcolino de Castro. Jogo complicado, uma retranca muito forte dos azuis. Depois que tiveram o volante do expulso, o técnico trocou o único atacante por outro volante... e pararam de chutar. Trataram de se defender somente. Coube a João Novais fazer o gol que selaria a vitória por 1x0. A defesa também se sustentou sem muitos problemas, garantindo o terceiro clean sheet do Rio Ave na atual Liga NOS. O time está na 6ª colocação, a somente um ponto do 4º lugar.

 

28ª rodada: jogo em casa contra o Tondela. Bom comparecimento da torcida, que viu um jogo legal, no mesmo esquema do confronto com o Moreirense, só não teve o gol da vitória nos acréscimos. Infelizmente hoje nosso ataque ficou devendo na explosão e saímos com um empate em 2x2. Fico feliz com a exibição de Diego Lopes, que voltou a marcar, mas a defesa comprometeu de novo... caímos para o 8º posto, dois pontos atrás do 4º. Com a vitória, estaríamos lá, mas faz parte do futebol.

 

29ª rodada: visita a Chaves para o duelo diante do time local. Outra partida complicada, acabou sendo divertido o jogo, mas eles não deram espaço. As mudanças do segundo tempo deram um tempero a mais em um novo empate por 2x2. Algumas mudanças surtiram efeito. Rômulo passou a ser o volante e fez uma partida segura, Xadas surgiu no segundo tempo e foi importante para que o empate permanecesse. Seguimos na 8ª posição, quatro pontos atrás do 4º colocado.

 

30ª rodada: o Estoril veio até o Estádio dos Arcos pressionado. Venceu a última partida diante do Paços de Ferreira com um gol nos acréscimos, gol que deu a sobrevida por mais uma rodada. Estão afundados na lanterna, precisam vencer todos os jogos e torcer para que o Moreirense perca os cinco faltantes. Só que não podíamos nos importar com isso, cada um tem seu campeonato. Fizemos uma partida muito boa, com dois minutos o Estoril já entregou o ouro e nem teve forças para correr atrás. Rebaixamos o "canarinho" com uma goleada que reafirmou nossa briga pela UEL. Estamos na 6ª colocação, dois pontos atrás do 4º lugar. Enquanto isso, os estorilistas voltam à LigaPro após nove temporadas na primeirona.

 

y2UMv1N.png

 

31ª rodada: reencontramos o Leixões, outro desesperado com a possibilidade de queda, em Matosinhos. Quis o destino que eles compensassem a goleada do turno nessa partida, não fazendo outro 7x1, mas cometendo o crime, aquela derrota doída. O primeiro tempo foi muito ruim, não acertamos nada e eles nem chutaram no gol. As coisas melhoraram na segunda etapa, e em uma troca rápida de passes Amine Oudrhiri finalizou e marcou. Ganharam uma sobrevida, e nós também: Porto e Nacional também perderam e o Sporting venceu, aparecendo na disputa. Caímos para a 7ª posição com a derrota por 1x0, mas seguimos na cola do 4º colocado.

 

32ª rodada: partida nos Arcos contra o Paços de Ferreira. Os pacenses tinham uma proposta de jogo interessante, dois pontas velozes que infernizaram nossos laterais por um bom tempo. Não influenciaram muito, pois o nosso meio de campo estava inspirado e conseguiu segurar um jogo complicado. Abrimos 2x0 ainda na primeira etapa e a partir dali fomos cozinhando o adversário enquanto eles tentavam o empate. Pelé, nos acréscimos do segundo tempo, marcou o gol derradeiro do triunfo por 4x2. Estamos na 6ª colocação, atrás de Nacional e Sporting, ambos com um ponto a mais. Nossos próximos adversários são... Nacional e Sporting. Dependemos somente de nós mesmos para chegar na Liga Europa. Euforia da torcida, mas pés no chão do elenco.

 

33ª rodada: euforia muito grandes nas arquibancadas do Estádio dos Arcos. Recebemos o Nacional, tivemos um primeiro tempo avassalador, era questão de tempo pro gol sair. E ele saiu no segundo tempo. Diego Lopes ia cobrar a falta quando viu João Novais na ponta da área desmarcado. Passou a bola e o português guardou. Festa absoluta no campo. E que ficou ainda maior uns 20 minutos depois, quando o Paços marcou o gol da vitória sobre o Sporting e que rebaixou o Leixões. O Rio Ave venceu o Nacional da Madeira por 1x0, pulou para o quarto lugar e, caso o Nacional não vença o Vitória de Guimarães por 4x0, joga por um empate com o Sporting. Liga dos Campeões ainda pode surgir, mas é bem irreal a possibilidade.

 

34ª rodada: o único problema é que o jogo final era em Lisboa, no José Alvalade. Uma conversa no vestiário muito boa, todo mundo motivado para a partida. E, mesmo sem muita pressão nossa, em um ataque rápido pela ponta direita o João Novais abriu o placar. É um sentimento muito bom, porra, vem na cabeça toda a trajetória no time, o calvário na LigaPro, o retorno e a chance iminente de estar na LIGA EUROPA... veio o segundo tempo e dois gols, um de Gelson Martins e outro de Bremer, selaram a virada do Sporting. Mexi no time sem sucesso. Perdemos, mas caímos de pé. O Sporting acabou ficando de fora com a vitória do Nacional.

 

3BwDWrn.png

 

 

hO2J6ex.png

 

 

GdsyE4m.png

 

 

Esse time é guerreiro pra caramba. Bateu aquele pensamento no final de tudo, dias após o último jogo, perto de comunicar a decisão... continuar ou não? É duro pra caramba ter que tomar uma decisão dessas porque eu já me acostumei a ver nos treinos todo esse elenco, Rui Vieira, Nadjack, Diego Lopes, Gelson Dala, Hélder Guedes, Chico Geraldes, Xavi... pensar naquela decisão que tomei antes da 26ª rodada, e pensar o quanto esse grupo suou a camisa nas rodadas finais para conseguir a vaga, sem saber se eu continuaria ou não.

 

Eu agradeço muito à todos os jogadores que estiveram sob o meu comando nesses três anos de Rio Ave, à diretoria que me deu a chance após um início desastrado no Goytacaz, à cidade (e consequentemente, os torcedores) por terem me acolhido e acreditado como há muito não acreditavam. Ajudaram a elevar o clube a outro patamar. Estou de saída do Rio Ave.

 

 

ELENCO

 

yTEAKx9.png

 

 

Esse grupo fica muito marcado por toda a temporada. Poucas mudanças, a base se manteve, um entrosamento muito bom... vão deixar saudades, certamente. Espero reencontrar com alguns por aí.

Um fato que merece destaque é que Diego Lopes foi artilheiro da Liga NOS. Merece ainda mais o respeito meu e da torcida, um atacante de altíssima categoria.

 

NOTÍCIAS

- O Benfica foi campeão com folga e vai para a Liga dos Campeões junto do Belenenses e do Sporting Braga, com Nacional e Vitória de Guimarães na Liga Europa;

- Depois de um arranca-rabo na última rodada, Académica e Santa Clara garantiram o acesso da Ledman LigaPro para a Liga NOS;

- Outros campeões pelo mundo: Borussia Dortmund (Alemanha), San Lorenzo (Argentina), Vitória (Brasil), Atlético Nacional (Colômbia), Real Madrid (Espanha), Lille (França), Ajax (Holanda), Manchester City (Inglaterra), Roma (Itália), América (México) e Montevideo Wanderers (Uruguai);

- Após uma derrota na última rodada por 4x2 para o Vasco da Gama em pleno Beira-Rio, o Internacional amarga o segundo rebaixamento na sua história, caindo junto com Guarani, Oeste e Figueirense;

- Peñarol e Roma faturaram as recopas continentais;

- Em uma final emocionante, o Palmeiras bateu o Borussia Dortmund por 3x2 e ganhou o título do Mundial de Clubes; o Al-Sadd ficou no terceiro lugar

 

 

E O NOVO TIME?

Ao final da temporada recebi seis propostas. Duas foram descartadas de cara (PSTC e Bogotá), uma me deixou um pouco pensativo (Quilmes) e as outras três foram muito boas, surpreendentes até: São Paulo, América de Cali e Boca Juniors. Três times sul-americanos de torcidas apaixonadas. Adoraria voltar a treinar no Brasil ou ter uma experiência na Argentina, mas o América me cativou. Passou muitos anos no calvário da segunda divisão e ainda está se reerguendo, não é um processo rápido... e o futebol colombiano também é bastante interessante.

Contrato fechado: a partir de 2022, vestirei o vermelho e branco do América de Cali.

Edited by VitorSouza

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Só na vida virtual para um técnico receber convite para o São Paulo e Boca Juniors e querer ir para o America de Cali hahahah mas é uma equipe tradicionalíssima, não é uma escolha ruim mesmo. No mais, parabéns pela campanha sensacional, agora vamos ver aonde você vai levar os diabos.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 27/01/2019 at 22:27, marciof89 disse:

Só na vida virtual para um técnico receber convite para o São Paulo e Boca Juniors e querer ir para o America de Cali hahahah mas é uma equipe tradicionalíssima, não é uma escolha ruim mesmo. No mais, parabéns pela campanha sensacional, agora vamos ver aonde você vai levar os diabos.

Boa sorte!

Obrigado. Três times de camisa, tradição e torcida que apoia. Acabei escolhendo o América por toda a história de superação desde o rebaixamento em 2011 e a volta em 2015. Quanto ao Rio Ave, eu espero que eles não passem por um desmanche, muitos bons valores por lá.


 

JuEWGS3.png

 

Casa nova! É assim que podemos definir esse início de trabalho no América de Cali. A diretoria já marcou dois amistosos de pré-temporada, irei falar deles mais abaixo. Temos uma estrutura boa, um estádio bem ajeitado (Pascual Guerrero, com capacidade para 42,2 mil pessoas) e três competições a disputar. Vamos dar uma geral em cada uma delas?

 

Liga Águila: 20 times jogam entre si em turno e returno. Os oito melhores se classificam para o mata-mata (que é em ida e volta e define o campeão e classificados a competições continentais) e os dois piores são rebaixados. Sem a presença de Once Caldas e Santa Fé (ambos no Torneo Águila, segundo nível), os favoritos ao título são Atlético Nacional, Deportivo Cali e Junior Barranquilla. Os maiores campeões são Atlético Nacional (17 títulos, atual campeão), Millonarios (15) e o próprio América de Cali (13), mas o clube não ganha o campeonato desde 2008.

 

A diretoria estabeleceu a meta de ir para o mata-mata, mas sempre com a ideia de uma boa campanha na fase inicial: é um critério de desempate para a definição das vagas na Libertadores. Estamos em um nível semelhante ao de Envigado e Jaguares, com essa possibilidade de brigar pela Sul-Americana e também pela fase final. O grosso da disputa se concentra no meio de tabela. A Liga Águila dá uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, duas na preliminar e três na Sul-Americana.

 

Copa Águila: a principal competição de mata-mata da Colômbia. 32 das 36 equipes profissionais do país disputam o torneio, a exceção fica para os rebaixados da Liga Águila para o Torneo Águila e os dois piores da segundona. O atual campeão é o Once Caldas, que, mesmo na segundona, levou o caneco e estará nos grupos da Libertadores. Os maiores campeões são Atlético Nacional (5 títulos) e Millonarios (3). Nossa melhor campanha na história recente do torneio foi em 2012 e 2016, anos nos quais o América alcançou as quartas de final.

 

A meta é chegar nas quartas de final, seria muito bom se o sorteio não tivesse colocado em nosso caminho, caso a gente passe pelo Real Cartagena nos 16-avos, o vencedor de Atlético Nacional vs. Once Caldas. É quase uma Supercopa Colombiana, os atuais campeões da liga e da copa se enfrentando logo na primeira fase. Decidiremos a vaga da primeira fase em casa.

 

Copa Sul-Americana: estamos aqui pela campanha que o América teve em 2021. O sorteio nos botou diante de uma equipe colombiana, o La Equidad, e se passarmos enfrentaremos o vencedor de um duelo uruguaio entre Cerro e Danubio. A diretoria quer chegar na segunda fase, mas pretendo colocar algumas fichas aqui. É uma competição que também dá vaga na Libertadores e com camisas pesadas. Os maiores campeões são Boca Juniors, Independiente e Universidad de Chile, os três com dois títulos.

 

Em suma: teremos três competições a disputar e um calendário que exige um elenco grande. O máximo de jogos oficiais que já peguei no Rio Ave era 40, nesse ano teremos no mínimo 42 e no máximo 64 partidas, dependendo de como iremos avançar nas competições eliminatórias. Cheguei no América e vi um elenco bem grande, com 30 jogadores, fora um pessoal da base pedindo passagem. Com isso, o elenco será bem repaginado.

 

TRANSFERÊNCIAS

 

Saindo

Gabriel - goleiro jovem formado em nossa base, mas sem muita perspectiva de evolução. Foi vendido a um grupo de empresários que o repassou ao Hansa Rostock.
Didier Delgado - veio do Deportivo Cali em 2020 e não se firmou por aqui. O Villarreal o contratou por uma quantia boa, bem surpreendente pelo pouco futebol que ele apresentou aqui.
Hernán Pertuz - outro que veio do Deportivo Cali e pouco jogou. Vai compor elenco no Newcastle.
Felipe Acosta - um tanto insatisfeito no clube, foi para o futebol francês.

 

Entrando

Víctor Peralta - meia ofensivo, vai completar elenco a princípio, mas é reserva imediato de Carrascal. Veio da base.
Carlos Manchot - outro promovido da base, tentei emprestá-lo mas sem sucesso. Atacante bem veloz.
Lucas Soria - mais um que vem das nossas categorias de base. Por ser goleiro, mesmo se for emprestado não deve ter muitas chances, então a princípio irei mantê-lo junto do grupo.

 

Até o meio da temporada, estimo que mais nove jogadores estarão prontos para ser promovidos, e seis deles estarão estourando a idade esse ano. Com o elenco bem grande, será um problema para lidar com todos..

 

W8DHK2S.png

 

 

 

AMISTOSOS

 

Como havia confirmado anteriormente, o América de Cali irá fazer dois amistosos em seu estádio: um contra o Técnico Universitario e outro contra o Barranquilla.

 

1º jogo: o primeiro foi contra o Técnico Universitario de Ambato, que há muitos anos é um figurante na Liga Pro, o campeonato do Equador. Treinei o time de uma forma bem semelhante a que o Rio Ave usava: um 4-4-2 com um volante e um lateral apoiando no ataque. Com o time sem muito ritmo ainda, demoramos pra marcar um gol, ele veio depois de um domínio absurdo na primeira etapa. Em uma jogada de linha de fundo, Pablo Rojas recebeu uma bola rasteira e chutou assim também. O placar acabou não sendo justo, merecíamos uma vitória maior pelo que fizemos sobretudo no primeiro tempo.

 

GCX79S0.png

 

 

 

2º jogo: a partida foi em Cali novamente, mas agora contra um adversário do Torneo Águila, o Barranquilla. Muitas mudanças no time titular para que uma maior quantidade de jogadores possa ser testada. Passamos por um script semelhante ao da partida anterior: dominamos no primeiro tempo, e no segundo o confronto ficou mais equilibrado. Oriol Rangel fez um salseiro depois de ter entrado e deixou o final do jogo um pouco apertado para o nosso lado, mas não foi suficiente para nos tirar a vitória por 2x1.

 

Zue9Qc7.png

 

 

 

ELENCO E BASE

 

mFyxx8V.png

 

 

rMtmxNr.png

 

 

 

Temos 29 jogadores no elenco e 13 na base, com 6 prestes a subir. Como cheguei e o clube está bem arrumado financeiramente, não acho que tenhamos problema de caixa com um elenco grande. Muito provavelmente a janela de meio de ano reservará algumas mudanças. O elenco ainda tem dois jogadores experientes que passaram pelo Brasil, Armero e Bottinelli. Pretendo convencê-los a encerrarem suas carreiras aqui.

 

NOTÍCIAS

 

- Estrearemos na Liga Águila contra o Atlético Bucaramanga, em casa, e fecharemos a fase classificatória também no Pascual Guerrero, mas contra o Boyacá Chicó.

- A Copa do Mundo teve os grupos da edição de 2022 sorteados. O país-sede estará no grupo C.

 

Grupo A: Holanda, Uruguai, Estados Unidos e Islândia
Grupo B: Portugal, Argélia, Escócia e Canadá
Grupo C Catar, Costa do Marfim, Colômbia e Japão
Grupo D Espanha, Congo, França e Coreia do Sul
Grupo E: Alemanha, Camarões, Romênia e Austrália
Grupo F: Brasil, Gana, Sérvia e Arábia Saudita
Grupo G: Inglaterra, Equador, Suécia e México
Grupo H: Itália, Argentina, Eslováquia e Costa Rica

 

- Campeões estaduais pelo Brasil: Bahia (BA), Ceará (CE), Vila Nova (GO), Cruzeiro (MG), Sport (PE), Paraná (PR), Botafogo (RJ), Juventude (RS), Chapecoense (SC) e Corinthians (SP)

- Os clubes colombianos já conhecem seus grupos/confrontos nos torneios continentais.

 

Ambos os colombianos na fase preliminar da Libertadores foram eliminados: o Junior perdeu em casa para o O'Higgins e o Deportivo Cali perdeu os dois jogos para o Sporting Cristal.

O Atlético Nacional caiu no grupo 2 da Libertadores, junto de Libertad, Emelec e Chacarita Juniors.

Já o Once Caldas ficou no grupo 5, que tem Grêmio, Universidad Católica e Jorge Wilstermann.

Na Sul-Americana, além do confronto entre América e La Equidad, o Deportes Tolima foi sorteado contra o venezuelano La Guaira.

Edited by VitorSouza

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

O Leixões se vingou do 7 a 1 hein. Se não fosse essa derrota bizarra teria se classificado para a UEL.

Quanto ao America sempre torço a favor de time com diabinho no escudo! Boa sorte

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 01/02/2019 at 18:34, Andreh68 disse:

O Leixões se vingou do 7 a 1 hein. Se não fosse essa derrota bizarra teria se classificado para a UEL.

Quanto ao America sempre torço a favor de time com diabinho no escudo! Boa sorte

O Leixões nos complicou. Mas é de praxe ver times brigando pelo rebaixamento aprontando, o Estoril antes da queda havia ganho uma sobrevida. Pena que foi contra a gente, mas faz parte. Imagino que você não tenha gostado da época do America RJ treinado pelo Jorginho...


JuEWGS3.png

 

Depois de uma boa pausa antes da temporada, chegou a hora da bola rolar! Nunca antes treinei um time com uma expectativa de um calendário tão grande quanto o do América nesse ano de 2022. Três competições a serem disputadas, mas felizmente temos um elenco que vai dar conta de tantos jogos.

 

1ª rodada: para a estreia contra o Atlético Bucaramanga, botei o América num esquema bem semelhante ao que era usado pelo Rio Ave: um 4-4-2 com um volante e focando no controle de bola. Não foi a estreia esperada: tivemos mais posse, mas o ataque estava em um dia ruim. O Bucaramanga fez dois gols na primeira etapa e depois abdicou de atacar. Conseguimos descontar mas ficou só nisso, uma derrota de 2x1 dentro de casa no primeiro jogo oficial do ano.

 

2ª rodada: jogo complicado em Villavicencio contra o Llaneros. Time muito fechado, se defendeu por boa parte do jogo, pressionamos demais. Mas deu certo: no final do segundo tempo, Carrascal fez o gol do alívio, da primeira vitória do América de Cali na Liga Águila. Temos agora uma missão: corrigir a pontaria do ataque. Novamente ela ficou devendo, mas conseguiu garantir os três pontos com o triunfo pelo placar mínimo.

 

3ª rodada: a montagem da tabela da Liga Águila nos botou um clássico logo no início do turno. Recebemos o Deportivo Cali, e vocês sabem, clássico é sempre um jogo difícil. Tivemos mais posse, chutamos mais, o time adversário não levou tanto perigo. Só não diria que teve um roteiro idêntico ao do jogo anterior porque nosso gol saiu aos 40 do segundo tempo, e foi contra nosso rival. Outra vitória pelo placar mínimo, e que nos deixa mais aliviado e a torcida está radiante após esse jogo.

 

4ª rodada: jogo fora, em Medellín, contra o Atlético Nacional. Sempre complicado jogar lá no Atanasio Girardot, especialmente contra um dos grandes clubes do país. Só que a tarde foi de Kevin Ramírez. Nada mais, nada menos que três gols dele. Sim, uma tripleta na casa do adversário, sempre respondendo a pressão dos Verdolagas. Depois de um bom primeiro tempo deles, o uruguaio fez dois logo no início da segunda etapa. E, no abafa pelo empate do Nacional, ele marcou o terceiro. Partidaça dele e grande vitória do América por 3x2.

 

aKFJzGk.png

 

 

 

5ª rodada: com um jogo pela Copa Águila se aproximando, mandei um time misto para a partida contra o Bogotá. Não foi a partida ideal, o Bottinelli abriu o placar mas não conseguimos ir além. Muita gente sem ritmo, não é a mesma qualidade do time titular... o Bogotá se aproveitou disso e conseguiu virar o placar pra 3x1. Serviu como teste, afinal, muitos desses jogadores serão utilizados mais a frente em futuras ocasiões que peçam a necessidade de um time misto.

 

Copa Águila - ida dos 16-avos: visitamos o Real Cartagena, da segunda divisão, e não fizemos uma boa partida. Mesmo com os titulares contra um clube de nível menor, jogamos de igual pra igual, mas no segundo tempo o Real fez dois gols de contra-ataque e fechou o placar assim. Precisaremos correr atrás de um melhor resultado depois da derrota por 2x0.

 

6ª rodada: fomos com uma equipe reserva e mais defensiva contra o La Equidad, pois teríamos o jogo de volta da copa na sequência. Novamente, jogadores sem ritmo de jogo, e mesmo com o apoio da torcida perdemos. O La Equidad fez o gol na primeira etapa e depois praticamente não atacou de novo. A pressão no segundo tempo não adiantou e chegamos a terceira derrota seguida, essa por 1x0. Sinal de alerta ligado.

 

Copa Águila - volta dos 16-avos: abaixamos o preço dos ingressos para receber a torcida no Pascual Guerrero. Após um primeiro tempo bem apagado, Monroy abriu 1x0 com 10 minutos da segunda etapa. A torcida ficou em euforia até o empate do Real Cartagena, que jogava uma pá de cal na nossa classificação: em 30 minutos precisaríamos fazer três gols. Fizemos um só e levamos o empate novamente, fechando o placar em 2x2, um resultados que nos eliminou da Copa Águila. Agora, o Real Cartagena irá enfrentar o Atlético Nacional.

 

7ª rodada: novamente, o time reserva jogou, desta vez contra o Junior de Barranquilla. Cristian Martínez abriu o placar com cinco minutos de jogo e a partir daí o time não tinha força para segurar e puxamos o freio de mão. O Junior empatou no segundo tempo, ficamos com um a menos por 25 minutos sofrendo pressão, bola na área, mas conseguimos sair de Barranquilla com um empate por 1x1.

 

Copa Sul-Americana - ida dos 16-avos: estádio acanhado o do La Equidad, felizmente não tivemos que fazer uma viagem tão longa para jogar esta partida de nível continental. Os Aseguradores demoraram a entrar no jogo e fizeram um bom final de primeiro tempo e início da segunda etapa. Mas não conseguiram manter o nível, se esforçaram demais. Empatamos com Juan Rodríguez, e fomos para a pressão. Nos acréscimos, o La Equidad não aguentou e o América fez mais dois, fechando o placar em 3x1. Excelente vitória! Agora podemos perder por até um gol de diferença e ainda temos essa vantagem do gol fora de casa.

 

v3Ax6Hb.png

 

 

 

8ª rodada: agora com um time misto, enfrentamos o Deportes Tolima em Cali. Não deu certo de novo. Aquela posse de bola falsa, toque de um lado pro outro... não sou muito fã disso, mas precisamos fazer isso para explorar os buracos que a defesa do Tolima poderia enfrentar. Só que não conseguimos empatar, eles foram rápidos no início do jogo e depois pressionaram pouco. Mas mereceram a vitória por 1x0, nosso ataque foi displicente.

 

NBej9XR.png

 

 

 

E é essa a nossa atual situação na Liga Águila. Alguns jogos com times reservas e em que perdemos pontos importantes? É verdade, mas o desempenho abaixo do esperado me deixou preocupado. De toda forma, temos como tirar esses três pontos de diferença nas 30 rodadas faltantes. Não é nada impossível.

 

 

ELENCO

 

wml3Htn.png

 

 

Temos alguns nomes que se destacaram bastante. Kevin Ramírez nos garantiu uma vitória contra o Atlético Nacional, e outros jogadores também tem uma grande sequência de atuações. Só que outros não tem mais tanta condição de jogar ocasionalmente, estar no banco, caso do Armero.

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico

Hum, pelo visto a passagem pelo Goytacaz não deu muito certo...aí o jeito foi partir pra Portugal, pra um clube que tenho um certo carinho(já joguei com eles no FIFA 16, conheço o Lionn, Marcelo, Nélson Monte, Pedro Moreira, João Novais, além de Kayembe e Del Valle, que não estão aí). Conseguiu estabelecer o clube na elite novamente

E após isso, assumiu o time mais endiabrado da Colômbia, vem num meio de tabela, e o desempenho precisa melhorar. Pelo menos tem uma boa vantagem pro jogo de volta na Sul-Americana.

Boa Sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Início interessante no comando do America: Faz um campeonato razoável, a 6 pontos do líder. Ainda é mt cedo, a diferença não assusta, mas precisa correr atrás do tempo perdido se não quiser ficar pra trás. Na Sula, vai passar sem sustos, o problema é o que te espera depois hahahah

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Até que a diferença para o primeiro lugar não é tão grande e tem totais condições de disputar o título da Liga. Na Sula o bagulho vai ficar estranho a partir das oitavas e vamos ver se a equipe vai suportar a pressão. Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 08/02/2019 at 16:40, MitoMitológico disse:

Hum, pelo visto a passagem pelo Goytacaz não deu muito certo...aí o jeito foi partir pra Portugal, pra um clube que tenho um certo carinho(já joguei com eles no FIFA 16, conheço o Lionn, Marcelo, Nélson Monte, Pedro Moreira, João Novais, além de Kayembe e Del Valle, que não estão aí). Conseguiu estabelecer o clube na elite novamente

E após isso, assumiu o time mais endiabrado da Colômbia, vem num meio de tabela, e o desempenho precisa melhorar. Pelo menos tem uma boa vantagem pro jogo de volta na Sul-Americana.

Boa Sorte.

Existem alguns nomes que marcam mesmo. Honestamente, nem lembrava do Pedro Moreira... esses dois últimos que não estavam aqui nem no save estão: o Kayembe não está no Nantes e o atual time do Del Valle, o Gaziantep, não está no save. Obrigado por acompanhar.

Em 08/02/2019 at 23:50, marciof89 disse:

Início interessante no comando do America: Faz um campeonato razoável, a 6 pontos do líder. Ainda é mt cedo, a diferença não assusta, mas precisa correr atrás do tempo perdido se não quiser ficar pra trás. Na Sula, vai passar sem sustos, o problema é o que te espera depois hahahah

Boa sorte!

Minha esperança no campeonato é que há o mata-mata, embora nunca tenha me dado bem nesse tipo de competição. Caí na primeira fase das quatro copas nacionais que disputei, a única vez que fui bem foi na Copa Rio de 2018.

Em 09/02/2019 at 14:47, LC disse:

Até que a diferença para o primeiro lugar não é tão grande e tem totais condições de disputar o título da Liga. Na Sula o bagulho vai ficar estranho a partir das oitavas e vamos ver se a equipe vai suportar a pressão. Boa sorte.

A nossa aposta é no tamanho do elenco para que quase todos possam jogar e assim aguentar a pressão. É um calendário puxado, não tão feio quanto o brasileiro, mas tem seus problemas também.


JuEWGS3.png

 

Hora de voltar aos trabalhos! Parece que esses últimos dias passaram num piscar de olhos, pra torcida a ideia de voltar a fazer uma viagem para fora do país também reaparece após alguns anos... e precisaríamos selar nossa classificação em uma única partida.

 

Copa Sul-Americana - volta dos 16-avos: em nosso estádio, recebemos o La Equidad com força máxima. Que partida movimentada! Estádio cheio, uma linda festa da torcida. O La Equidad abriu 1x0 logo de cara e ficamos com o coração na mão até o gol de empate. Levamos o segundo gol no final do primeiro tempo e aí bateu em mim o Professor Pardal. Tirei os dois amarelados e viramos pra 4x2 em dez minutos. A partir daí foi uma alegria geral, o La Equidad precisaria fazer quatro gols até o fim de jogo: fizeram só um, de pênalti, depois de terem dois expulsos no calor do jogo. Seguimos na Sul-Americana e enfrentaremos o Cerro na próxima fase, com o jogo decisivo sendo no Luis Tróccoli, em Montevideo.

 

eqvTm02.png

 

 

9ª rodada: demoramos um pouco a entrar no ritmo do jogo contra o Deportes Quindío. O primeiro tempo foi deles e o segundo foi nosso. Muita paciência, toques de bola que por vezes pareciam sem objetividade, mas sempre tentando achar algum espaço na defesa. Em uma cruzamento quase na linha de fundo, Carrascal empatou e definiu o 1x1. Resultado ok pelo que foi feito durante o jogo, mas esperava mais do time.

 

10ª rodada: recebemos o Atlético Huila no Pascual Guerrero. Achei que seria um jogo tranquilo com o gol do matador Kevin Ramírez no primeiro tempo, mas o Huila voltou forte, nosso time ficou nervoso. As mudanças não ajudaram em nada, pois Sergio Lastra foi um desastre no ataque e Jair Palacios não ajudou como eu esperava que ele fosse no quesito de apoiar o ataque. Empate por 1x1 que desceu doído na garganta do torcedor, pois dois pontos escorreram pelos dedos.

 

Copa Sul-Americana - ida das oitavas: chegou o grande dia do jogo contra os uruguaios do Cerro. Como toda partida de torneio continental é, jogo tenso. O primeiro tempo foi morno, as duas equipes atacando mas com cautela, pois sabiam que num contra-ataque a estratégia podia ir pro ralo. Kevin Ramírez abriu o placar no segundo tempo e a torcida ficou extremamente contente. O Cerro só vinha na velocidade, e em um lance desse modo que Emiliano Díaz empatou. O jogo parecia sem muito rumo, mas ainda bem disputado, até que num piscar de olhos Kevin Ramírez tirou de Yonatthan Rak e mandou no canto. Gol nos acréscimos que selou nosso triunfo por 2x1. Não é o placar ideal, mas a vitória foi muito bem-vinda.

 

11ª rodada: jogo complicado contra o Millonarios, mas preferi escalar um time reserva por causa da cansativa viagem que faremos até o Uruguai. Mudei o esquema de jogo, botando a equipe num 4-3-3, testando um esquema de "desespero". Foi uma daquelas partidas com desempenho lamentável. Fizemos um primeiro tempo razoável e na segunda etapa praticamente olhamos o Millonarios atacar sem sucesso. Só que garantimos o placar lá no início com dois gols do grandalhão Dájome, e o Millonarios até descontou, mas não conseguiu empatar. Vitória por 2x1, e que vitória importantíssima: vencemos um dos nossos prováveis rivais no topo da tabela com o time reserva.

 

Copa Sul-Americana - volta das oitavas: partida decisiva arrepia todos os cabelos do braço não só dos torcedores, mas também os nossos. Aquele friozinho na barriga? Normal. Mais ainda por estarmos em Montevideo, numa época em que o frio acomete o país charrua. O Cerro abriu o placar, mas empatamos ainda no primeiro tempo, com uma bomba de Jair Palacios. A partir daí tivemos que jogar igual time pequeno, uma postura que nunca gostei de ver dentro de campo, um time que abdica de atacar para se defender. Mas esse time sabe fazer isso com maestria. O juiz apitou e aí a ficha caiu: somos quadrifinalistas da Copa Sul-Americana! 

 

8IzN4ZT.png

 

 

O chaveamento está afunilando com o passar das fases. Enfrentaremos o Iquique nas quartas de final, e quem passar desse jogo pega na semifinal o vencedor de Atenas e Deportes Tolima.

 

12ª rodada: como o confronto no Chile já seria na semana seguinte, no domingo botei um esquema semelhante para jogo contra o Independiente Medellín. Infelizmente o raio não caiu duas vezes no mesmo lugar, fizemos uma partida horrível e perdemos por 1x0. O pior é pensar que o DIM teve potencial para ampliar o placar e só não o fez pois o ataque estava num péssimo dia...

 

Copa Sul-Americana - ida das quartas: a torcida que viajou conosco tanto para Montevideo como para Iquique sabia da dificuldade que era jogar longe do Pascual Guerrero. Não havia o apoio da torcida, a atmosfera que era criada e atormentava os forasteiros. Felizmente, parecia que isso não existia no Chile. No primeiro tempo fizemos três gols com tranquilidade, sem muitos obstáculos da equipe da casa. Ainda levamos o desconto, mas ficou por aí. O Iquique se mostrou uma equipe bastante frágil, tinha a posse de bola mas era aquela que não ameaçava, certamente deve ter irritado a galera presente no Tierra de Campeones. Agora é esperar o jogo de volta com uma vantagem confortabilíssima.

 

aZomsKV.png

 

 

12ª rodada: visitamos o Jaguares de Córdoba com um time misto, já visando a partida de volta no decorrer da semana. Não gostei da nossa postura inicial, achei que era um estilo de jogo meio fechado, mas aos poucos fomos mostrando a cara. Não estamos mais retendo a bola como no início da temporada, mas para compensar somos bem letais lá na frente. Depois eu falo mais sobre o Kevin Ramírez, pois ele arrebentou mais uma vez, marcando duas vezes na vitória por 4x2.

 

EvwSkVA.png

(Colocando o cronograma completo pois havia esquecido de inseri-lo na última atualização)

 

 

SFEVScV.png

 

 

Dj6CqjX.png

 

 

Aos poucos estamos tomando um norte na temporada. O desempenho na Liga Águila se estabilizou, mas tem potencial pra melhora até o final. Já estamos dentro do G8 e é importante. Na Copa Sul-Americana, teremos um brasileiro na final, isso é certo. Se passarmos, muito provavelmente nosso adversário será o Tolima, já que o Atenas de San Carlos não parece demonstrar fôlego nesta altura da competição. Temos ainda algumas semanas antes da Copa do Mundo, e elas serão decisivas.

 

ELENCO

0I5oiII.png

 

 

Observar essa lista será missão diária no decorrer da Copa de 2022. Não somente para babar em cima dos números de Kevin Ramírez (que marcou mais gols na atual temporada do que em qualquer outra recente), mas também para analisar quem pode sair. Temos 29 jogadores no elenco principal e nove prontos pra subir na academia do América; desses nove, seis estarão estourando a idade no final do ano. Alguns nomes fatalmente serão negociados no meio do ano.

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Está com o pé, as mãos e quase meio corpo na final da Sula. E na final poderá pegar Vasco ou Bahia. Aposto no Bahia frente ao Méquinha mineiro, pois conseguiu marcar dois gols na casa do adversário.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Não sou dos que despreza a Sula, e o título está ao alcance das mãos, mas o 8o no colombiano desaponta.

Ah, 5 a 1 vai....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

Ainda bem que na Colômbia tem mata-mata para decidir o campeão, dá para fazer uma temporada marromenos e ainda assim, sonhar com o título. Já na Sulamiranda vai fazendo uma boa temporada, veremos se dá para terminar com título.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Como o Henrique falou aqui em cima, sorte sua q o campeonato colombiano é uma mãe e ainda dá pra sonhar com título. Na Sula, vai fazendo boa temporada, mas precisa tomar cuidado com o Vasco, que parece estar vindo bem forte. Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VitorSouza
Em 16/02/2019 at 18:02, LC disse:

Está com o pé, as mãos e quase meio corpo na final da Sula. E na final poderá pegar Vasco ou Bahia. Aposto no Bahia frente ao Méquinha mineiro, pois conseguiu marcar dois gols na casa do adversário.

Também aposto no Bahia sem medo. Eles tem um time bom, foram campeões da Libertadores em 2020. O América virou aquele time de meio de tabela que não influencia muito no campeonato, igual o Juventude nos anos 2000.

Em 16/02/2019 at 18:33, Andreh68 disse:

Não sou dos que despreza a Sula, e o título está ao alcance das mãos, mas o 8o no colombiano desaponta.

Ah, 5 a 1 vai....

E a derrota veio com um hat-trick de Gabriel Barbosa (aquele), que foi vendido pelo Santos ao Vasco no início de 2019.

Em 17/02/2019 at 13:42, Henrique M. disse:

Ainda bem que na Colômbia tem mata-mata para decidir o campeão, dá para fazer uma temporada marromenos e ainda assim, sonhar com o título. Já na Sulamiranda vai fazendo uma boa temporada, veremos se dá para terminar com título.

A nossa sorte é essa, mas não é um bom negócio fazer uma campanha "nota 6" na temporada regular. Ela é critério de desempate na classificação para os torneios continentais. O calendário segue puxado, mas espero que em breve possamos focar 100% na Liga Águila.

Em 18/02/2019 at 23:30, marciof89 disse:

Como o Henrique falou aqui em cima, sorte sua q o campeonato colombiano é uma mãe e ainda dá pra sonhar com título. Na Sula, vai fazendo boa temporada, mas precisa tomar cuidado com o Vasco, que parece estar vindo bem forte. Boa sorte!

Os quatro times brasileiros vem forte. Além disso, ainda tem a questão da viagem, que irá complicar nosso lado se chegarmos na final.


JuEWGS3.png

 

Hora de voltar ao trabalho com um jogo importante pela frente. E chegamos a uma época em que o calendário é apertado e a Copa do Mundo está chegando, alguns jogadores vislumbram a possibilidade de serem chamados, mesmo que só para compor elenco.


Copa Sul-Americana - volta das quartas: sem Carrascal, suspenso pela expulsão no Chile, tivemos que botar Julián Ledesma em seu lugar. O Iquique teve um expulso ainda na primeira etapa, tudo caminhava para um jogo tranquilo, se não fosse pela péssima pontaria no primeiro tempo: chutamos oito vezes, e só um desses arremates foram na direção do gol. O segundo tempo foi animado, o Iquique fez 2x0 em 13 minutos e nos deixou um pouco aflitos, mais um gol e a vantagem do gol fora ia por água abaixo. Felizmente, Jhon Pena descontou e o Iquique se perdeu, cometendo muitas faltas bobas e levando três cartões amarelos até o final da partida.

 

1e2GoK7.png

 

 

Apesar do sufoco, a vaga é nossa e iremos enfrentar o Deportes Tolima na semifinal, fazendo o primeiro jogo em Cali. Do outro lado da chave, América MG e Vasco da Gama farão dois jogos para decidir o brasileiro que enfrentará o colombiano na decisão da Copa Sul-Americana.

 

14ª rodada: recebemos o Patriotas em Cali cientes do histórico dos últimos jogos entre as equipes. O Patriotas não nos supera desde 2018, um tabu de nove jogos sem vencer o América. E, como bons fregueses, renovaram por mais um tempo a sina. Carrascal, voltando de suspensão cumprida na Sula, arrebentou e fez 2x0 sem suar a camisa. Pablo Rojas marcou o terceiro e Scocco descontou, fechando o escore em 3x1, resultado que nos puxou para o sexto lugar e deixou o clube de Tunja em 18º. Como nota negativa, Dájome saiu contundido no primeiro tempo.

 

15ª rodada: viajamos até Bogotá para enfrentar o Tigres. Há um quê de história em confrontos entre essas duas equipes: em 2016, elas decidiram o Torneo Águila, segunda divisão colombiana, e o América saiu vencedor. Repetimos a escalação da partida contra o Patriotas e fizemos dois tempos bastante distintos: o primeiro foi equilibrado, eles fizeram dois gols em erros defensivos de nossa parte, e o segundo foi totalmente nosso, com uma atuação irrepreensível de Pablo Rojas. No fim das contas, o 2x2 foi aceitável pelo evoluir da partida. O Tigres se mostrou muito sólido defensivamente e com um bom contra-ataque, segurou as pontas pelo máximo de tempo possível.

 

Copa Sul-Americana - ida da semifinal: finalmente chegou o grande dia da competição continental. Todos os ingressos vendidos para uma das noites mais importantes da história recente do América. O jogo começou tenso, nosso time não tinha o domínio da bola, mas conseguia trocar passes com certa tranquilidade e retomava a solidez defensiva, afinal, a linha de zaga foi poupada da última partida e voltava descansada e entrosada. Em dado momento do primeiro tempo, Carrascal ia chutar de longe, ia pra fora, mas a bola acabou batendo num defensor do Tolima e sobrando para Darío Bottinelli, que marcou o primeiro gol do jogo.

Ele saiu no intervalo para a entrada de Julián Ledesma, que daria mais velocidade ao meio de campo. E deu certo: numa tabela rápida, Monroy recebeu na quina da área e chutou no canto, marcando o segundo gol. A festa reinava nas arquibancadas. E aumentou mais ainda quando Kevin Ramírez marcou de cabeça. Cristian Ramírez, em uma excelente partida, ainda deixou o seu, em um lance de linha de fundo, chutando direto, praticamente sem ângulo. Vitória maiúscula e que nos deixa muito seguros para a partida da volta. Na outra partida, o América Mineiro derrotou o Vasco da Gama por 2x0, dois gols de Giovanni Ferraz.

 

KkY2IPd.png

 

 

16ª rodada: fomos para o jogo contra o Leones com um time 100% reserva. Fico muito feliz com a forma dos reservas que vem jogando, mostram-se bem entrosados e tranquilos com situações adversas. Bottinelli perdeu um pênalti, defendido por Cadavid, no primeiro minuto de jogo. Nem por isso o time se abateu e Julián Ledesma abriu o marcador ainda no primeiro tempo. Com a vantagem no placar, bastou manter o controle da equipe adversária. Coube a Carrascal fazer o segundo, de cabeça, no último lance. Vitória por 2x0, que deixou a torcida ainda mais ansiosa pela partida que ocorrerá no decorrer da semana.

 

Copa Sul-Americana - volta da semifinal: era uma grande partida, não pela pressão que havia nela antes do jogo, mas sim por sua importância. Se avançasse, o América iria disputar sua primeira final de uma competição de alto nível desde o título do Clausura colombiano lá em 2008, há quase 14 anos. Não fizemos uma boa partida, reconheço, mas o time soube crescer. O Tolima foi avassalador no primeiro tempo, marcou três gols e botou nossa vaga em risco. Só que a dupla de atacantes... ah, nem tem o que dizer de Kevin Ramírez, que marcou o primeiro desconto. Dájome ainda diminuiu para 3x2, placar mais que suficiente e que nos coloca na final da Copa Sul-Americana!

 

Decidiremos a competição contra o Vasco da Gama, que devolveu o placar com juros, 4x0 no América Mineiro, e se classificou. Destaque para a dupla de ataque Gabriel Barbosa e Kelvin, que vem sendo letal na Sula. No Brasil, a notícia de que um técnico brasileiro estava no comando do América de Cali caiu como uma bomba. Eu saí de lá como desconhecido e pela porta dos fundos depois das péssimas campanhas com o Goytacaz, dei um giro na Europa e voltei ao continente americano por um país de língua espanhola. Como infelizmente boa parte de nossa imprensa não acompanha o futebol sul-americano (e isso foge da ficção, vocês sabem como é gritante a desinformação de nossa imprensa com relação a maioria dos times da Libertadores), surge aquele susto.

 

1vWekp5.png

 

HqDCILO.png

 

4ehC0rH.png

 

Afirmo sem medo nenhum: o título da Copa Sul-Americana nos deixa muito mais tranquilos com o restante do ano. Uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, coisa que a Colômbia só terá para o campeão da Copa Colombia e o campeão da Liga Águila. Mas não podemos esquecer que do outro lado também temos um clube de camisa, com uma estrutura que evoluiu consideravelmente nos últimos três anos e que deixou de ser o time iô-iô que foi entre 2013 e 2017.

 

ELENCO

 

Vq3oQnO.png

 

Além do grande desempenho que Kevin Ramírez vem mantendo, devo destacar que temos uma briga boa para ver quem será a dupla de ataque dele. Pablo Rojas e Dájome estão em boa fase, ambos vem marcando seus golzinhos para tentarem uma vaga cativa na equipe titular. Darío Bottinelli, do alto de seus 35 anos, é um jogador importante, dita o ritmo da equipe no primeiro tempo, e a linha de defesa vem bem entrosada. O torcedor do América de Cali pode ficar contente com o elenco que tem.

 

NOTÍCIAS

- Depois de uma partida emocionante no tempo normal, a decisão da Copa do Mundo foi pros pênaltis. Diego Polenta mandou nas mãos do goleiro e Ramiro marcou, dando o hexa para o Brasil em cima do Uruguai. A França ficou com a terceira colocação, após superar a Inglaterra por 2x0;

Tabelão da Copa do Mundo 2022

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andreh68

Nossa, brincando com o perigo na semifinal da Sula hein? Se fosse eliminado era pra pedir o chapéu. No Nacional vai so cozinhando mesmo. Vamos ver se o vasco mantém a afinidade por vices.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

É, no nacional tá a 10 pontos do líder, não deve conseguir vencer não, mas na Sula tem totais condições de faturar a taça.

Olha esse Botinelli rapaz. hahahaha

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×