Jump to content
  • ×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

      Only 75 emoji are allowed.

    ×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

    ×   Your previous content has been restored.   Clear editor

    ×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Similar Content

    • cheirador
      By cheirador
      Estou tentando terminar isso desde 2015, e finalmente consegui. São 461 imagens dos estádios que ficam na tela do clube no jogo, só que apenas do Brasil! Considerei times de divisões inferiores dos estaduais, estádios municipais de cidades pequenas e outros casos. O template que usei como base é do ótimo fórum espanhol FMSite - eles fizeram um projeto gigantesco envolvendo o maior facepack, um dos maiores logopacks e o maior stadiumpack atualmente, com quase 10000 imagens, superando o estilo do sortitoutsi.net. Na minha opinião, é o mais bonito, e de quebra o maior, então optei por ele.
      Quem puder me ajudar, com imagens melhores que as minhas, ou com estádios que por algum acaso não estão no pack, postam aqui no tópico, por favor. 
      Dentro do pack, há uma pasta "alt", nela estão alguns estádios que achei as imagens tão boas quantos as outras, se você quiser trocar, basta colocar a imagem da pasta alt na pasta do pack.
      Irei fazer uma atualização a cada mês, se for viável. 
      Modo de instalação:
      1. descompacte os arquivos
      2. coloque a pasta FMSite Stadiumpack BRAZIL na pasta Meus Documentos > Sports Interactive > Football Manager 201x > graphics > pictures > backgrounds (se alguma das pastas não existirem, criem uma com o nome, não tem problema nenhum)
      Interessado em colaborar com o projeto? Caso queira criar as imagens da maneira que estão no pack, devem usar o arquivo .psd que está dentro da pasta FMSite Stadiumpack BRAZIL. Recomendo o Photoshop, dizem que o GIMP também consegue, mas não posso garantir pois nunca usei. Fique a vontade para tentar.
      Imagens prévias:

       
      Download (Direct)
      Download (MediaFire)
    • Neynaocai
      By Neynaocai
      by @ggpofm
      "Todos os dias nós nos deparamos com histórias inspiradoras de pessoas que triunfaram, mesmo quando tudo indicava que elas não iriam conseguir. Mas a gente nunca presta atenção nas histórias, em número absurdamente maior, das pessoas que quando tudo indica que elas não vão conseguir, elas de fato não conseguem." Daniel, Craque.
       
      Após uma fase de desacertos e apenas um título, Alexsandro “Big Head” de Souza precisou dar um passo atrás. Era preciso não repetir os erros anteriores, apenas trazendo deste passado recente a graciosidade e leveza que o conduziu até aqui. Um grande pensador, uma cabeça a frente de seu tempo.
      Quando o telefone tocou, o sotaque inebriante do outro lado tornava impossível de não reconhecer seu interlocutor. A fala arrastada e ausência de significativas consoantes davam um ar de charme ao dono da voz.
       
      LUXA: Tá melhor meu filho?
      ALEX: Estou pronto. Temos um projeto?
      LUXA: Sim. Está tudo encaminhado. Demorou um pouco para convencer, mas eles não tinham pra onde correr. Me deram carta branca. E eu a repasso. Enquanto estiver na frente da diretoria, ninguém te tira.
      ALEX: Obrigado, Pofexô. Você é o cara mesmo. Um dia você voltará ao Real Madrid ou num rival, como revanche. E será a minha forma de te recompensar.
      -------------------------------------------------
      Dias antes...
      Existem momentos de convergência entre necessidade e desejo. Alex saiu chateado da última entrevista de emprego e chegou a pensar em ficar apenas na ESPN. Mas tinha a necessidade de tirar o estigma de mal gestor, cavalo paraguaio, Claudio Ranieri. Precisa passar mais de dois anos num clube. Precisava de um clube que estivesse disposto a apoiar suas ideias e o projeto que havia desenvolvido neste tempo parado.
      Mais do que isso. Precisa de um time que necessitasse de mudança. De uma diretoria que já houvesse tentado de tudo e onde mesmo os opositores não tivessem proposta para contornar uma situação complicada.  
      Precisava também que o clube em questão fosse um grande clube capaz de ser desejado por bons jogadores e com uma história digna de ser levantada. O que se planeja não é algo simples e um clube pequeno jamais poderia manter a empreitada. Precisava de um diretoria e um conselho deliberativo desesperados, a ponto de entregar um clube às mãos de sonhadores, filósofos e teóricos do futebol. Com loucas ideias que podem levar o time ao sucesso ou enterrá-lo de vez.
      Um clube desesperado, com uma torcida machucada, ansiando por uma afago. Uma luz no fim do túnel. Alguém escravizado por um velho senhor, que uma vez morto teve sua família desfigurada. Um clube sem respeito dos rivais e com a moral baixa.
      Enquanto Alex e Luxa elaboravam o plano perfeito, uma notícia lhes conduziu ao destino ideal.
       
      LUXA: Você leu o Hora Extra hoje?
      ALEX: Por que faria isto?
      LUXA: Não importa, estou te mandando por e-mail.
       
      Ao abrir o e-mail, Alex percebeu um discurso inflamado, de uma figura conhecida.
       
      “Me apresente uma solução concreta, onde vamos arrumar dinheiro, onde vamos arrumar atletas para resolver o problema do nosso clube. Não vamos derrubá-lo sem ter uma solução concreta. Nenhum de nós tem. Nenhum de nós tem a solução! Eu não tenho, por isso não derrubo.
      Se eu tivesse uma solução ou se algum dos senhores... Eu conversei com todas as correntes do clube. Com todas elas! Todas! Nenhuma me apresentou UMA solução razoável para nos livrar do problema. O problema é grave.
      A probabilidade de sermos rebaixados e decretarmos o fim da nossa instituição, porque o rebaixamento desta vez não é apenas mora. Não é apenas mora. O rebaixamento desta vez é financeiro e é muito grave. Muito grave.
      José Luis Moreira, o próprio Luis Manoel, o Júlio, que está aqui. Brant, que é uma opção. Vamos estar daqui a um mês metralhando eles. Como que eles vão arrumar uma solução em 24h? Como que assume um clube que tem 600, 700, um bilhão... Não sei quanto.
      Então, sem, sem, sem nenhum carinho pessoal pelo presidente da diretoria administrativa. Nenhum. Um mísero pontinho. Não tenho. Tive uma relação muito desgostosa com ele. Muito. Pode ser que um dia volte.
      Mas pensando no clube e pensando tenho certeza que não existe outra solução."
       
      Perfeito, era o que precisávamos. Era a necessidade e o desejo se concretizando. E como diz o Professor Cortella, a soma desses fatores é a hora certa.
       
      ALEX: Precisamos falar com eles urgentemente. Tem o contato de alguém?
      LUXA: Vamos calma, pequeno cabeça. A reunião está marcada. Prepare o discurso e vamos revolucionar este pequeno rincão que costumam chamar de Vasco da Gama.
    • Lanko
      By Lanko
      Próxima>>>                 
       
      ATUALIZAÇÃO MAIS RECENTE!
      ÍNDICE
       
      E aê galera, tudo bom? Descobri o fórum recentemente há uns dias atrás, especificamente a área de histórias. Li algumas e adorei o formato e o fato que a galera resolveu postar suas jornadas e challenges interessantíssimos. 
      Enquanto jogava o FM18 fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e que dificilmente conseguiria guardar pra lembrar depois, especialmente as coisas memoráveis.
      Deixei quieto e segui em frente, mas como disse, encontrei essa área aqui e me arrependo de não ter pesquisado e encontrado antes. Mas antes tarde do que nunca, né! O save não tem tanto tempo e muitas dos principais eventos estão frescas na memória.
      Esse save não tem objetivos específicos a serem alcançados, simplesmente criei um perfil de treinador (sem escolher clube, comecei desempregado) e saí pro mundo pra ver no que vai dar. 
      PERFIL DO TREINADOR:
       
      Lanko Askarian sempre teve interesse por futebol, principalmente na parte tática, já que jogando ele é um grande perna de pau. Decidiu ir adiante com esse pensamento e resolveu estudar para ser técnico e dirigir uma equipe.
      Diante dos vários fracassos do Brasil na área, decidiu, corretamente ou não, ir estudar e fazer cursos na Europa. Escolheu a Inglaterra já que sabia inglês e nada dos outros idiomas. Depois de algum tempo, adquiriu profundo conhecimento tático, de treinamentos, de filosofias de jogo.
        
       
      Agora só faltava botar tudo isso em prática, e é aí que morava o problema. Lanko entrou determinado a começar 2018 como técnico, mas passou o primeiro semestre desempregado. Nem clubes brasileiros da 3a divisão quiseram sequer conceder uma entrevista.
      No fim da temporada europeia, Lanko voltou a Inglaterra, disposto a aceitar propostas da 5a ou 6a divisão inglesas só pra começar a trabalhar, mas mesmo dessa vez conseguindo entrevistas, não foi o escolhido em nenhum dos oito clubes em que bateu a porta.
       

       
      Jovem (30 anos, muito menos que muitos jogadores em atividade), sem ter comandado vestiário antes e ainda por cima estrangeiro, esses foram os principais motivos das recusas.
      Até que viu um anúncio de um clube de Portugal (o único), a Mondinense, da terceira divisão portuguesa, e decidiu entrar em contato com eles.
      O presidente foi surpreendido pelo contato. Ele acabou gostando do perfil. Avisou que o clube era pequeno, mas gostaria de ver o clube crescer e talvez tentar algo inusitado seria o primeiro passo ideal. O presidente convidou Lanko para a cidade de Mondim de Basto para assinarem o contrato.
       

       
      Lanko aceitou, muito feliz. Portugal não estava nos planos iniciais, mas quem sabe, caindo do céu, seria o melhor lugar para começar a carreira. O idioma não seria problema e Portugal era um bom país, além de ter certa história no futebol e um cenário respeitável.

      Ele sabia que o começo ia ser difícil, mas até chegar em Portugal e ver a sede da Mondinense de perto, ele não fazia ideia do quão difícil…
       
      Próxima>>>
    • Lanko
      By Lanko
      Esse é um experimento pra uma ideia de estilo de save. Ele também tinha outro nome, "It's Coming Home" que meio que inspirei no slogan inglês, porque a proposta do save é a seguinte:
      Escolher (ou sortear) uma nacionalidade pro treinador. Começar então em um país de um continente diferente dessa nacionalidade (escolha livre ou aleatória). Trazer o treinador de volta pro seu país de origem. Você só pode se transferir para clubes de países que façam fronteira com o país onde você está treinando atualmente (sem poder retornar a um país onde já treinou). Parece simples, mas na verdade é preciso mais algumas considerações que talvez não dê pra pensar antes de iniciar, como por exemplo, alguns países não tem fronteiras terrestres com outros, e apenas marítimas, e obviamente, alguns não tem qualquer tipo de conexão com outro continente. A minha inspiração pra resolver isso veio dos antigos jogos de War, onde você ia conquistando território, e alguns países específicos davam passagem pra outro continente, como Portugal para o Brasil (e vice-versa), Austrália para o Chile, e assim pro diante.
      Então usaremos em certa medida algo parecido, mas sem exatamente uma regra fixa. Mas há também um "mecanismo de prevenção" se necessário, pra evitar ficar "preso" também:
      Se o treinador ganhar títulos em 5 países diferentes do mesmo continente, ele pode ir diretamente para outro continente, até mesmo o continente do país alvo (contanto que não vá exatamente para o país final, no meu caso, irei sortear caso use esse mecanismo). Se o treinador treinar em 7-8 países diferentes do mesmo continente, mesmo que não ganhe títulos, ele também pode avançar um continente. Isso é pra prevenir casos que poderiam ser muito extremos e longos, por exemplo, o destino final ser a Rússia mas você começar na África do Sul. Esses números foram simplesmente inventados, não sei se é pouco ou muito. Como esse desafio acaba de ser inventado, então ninguém tem como saber 🤣 e poderia ser facilmente alterado de acordo com a vontade do jogador, se necessário.
      Também não é necessário "trazer o treinador pra casa", eu que coloquei esse desafio extra pra mim. Acredito que a proposta seja facilmente jogável num estilo "Journeyman", apenas limitando o treinador a clubes de países com fronteiras com o país onde ele está treinando, e ir jogando e ver no que dá sem nenhum tipo de tempo limite ou objetivo específico.
      Um adendo: estou usando o megapack de ligas do Claassen, que criou ligas de futebol pra quase todos países do mundo (221, acho). Como não é possível adicionar ligas extras depois que a base de dados é carregada, então é necessário ativar todas elas na base de dados antes de começar o jogo. Se não, por exemplo, caso você vá para a África, se não adicionou anteriormente ligas africanas, só poderia jogar na África do Sul. Mesmo na América do Sul não tem metade dos países na database original. Então adicionei todas as ligas extras na database antes de começar.
      Então começando: Usei um randomizador de países para escolher primeiro o país de origem do treinador e onde ele começará. Lembrando que tem ser continentes diferentes. E também tem vários países super minúsculos que não tem ligas criadas, então esses devem ser evitados também. Você pode escolher livremente ou sortear até achar algo interessante.
      Eu peguei os dois primeiros ontem e acho que dei sorte, e também as escolhas são interessantes e na teoria simples pra um save de teste da proposta:
      O país de origem do treinador será a França, e o Uruguai é onde ele começará a carreira de treinador. Do Uruguai, então, teremos que chegar até a França para termos sucesso com o objetivo principal.
           
      Os países que o Uruguai faz fronteira são apenas o Brasil e a Argentina, mas como disse anteriormente, darei uma opção para seguir para outro continente também. Então nesse caso, poderemos ir também para a África do Sul e nos aventurar pelo continente africano.
      Eu deixarei carregado até as últimas divisões disponíveis dessas 3 ligas então (se alguém quiser dar mais sugestões, fiquem à vontade) pra elas se desenvolverem razoavelmente antes de eu ter que escolher o novo destino (irei deixar a escolha nas mãos de vocês, leitores!). Depois que me mudar apenas carregarei as ligas de países que fazem fronteira com o novo país, e assim por diante.
      Além disso, tem outra coisa que é preciso esclarecer: quando decidir que poderemos avançar de país? A resposta mais simples é ganhar a liga nacional, mas não parece tão simples. Se começarmos na 4ª divisão espanhola por exemplo, poderia virar quase um save de clube até ganhar a La Liga, por exemplo. Pra isso temos a regra de que se 5 anos passarem pode-se mudar de país se desejar. Mas eu queria colocar um sistema de penalização (apenas para eu mesmo) e isso meio que entrou em conflito. Discuti um pouco no Boteco sobre isso, e pra esse teste, decidi o seguinte:
      Qualquer troféu conquistado, exceto torneios estilo Supertaça, contará para o treinador poder seguir adiante. O que importa é ter um "souvenir" dos lugares por onde passou. Mas apenas até as credenciais do treinador melhorarem. Depois de conquistar digamos, a Licença Continental, só o nível máximo contará. Haverá então um prazo de 3 anos pra subir de divisões, caso comece de baixo, que resetará com promoções até o nível máximo, onde os 5 anos começam a contar. Se isso ficar muito fácil ou difícil, poderei fazer alterações durante o jogo. O importante primeiramente é testar a proposta. Títulos continentais permitem pular de continente, do contrário, pelo menos um título de 5 países diferentes do mesmo continente, ou pelo menos passar por uns 8 países diferentes. Copas nacionais contam. Adicionarei uma possibilidade de "Game Over" criando um sistema de "pontos de vida" para o treinador. Onde ele poderá avançar de país após 5 anos, mas se o prazo passar sem ganhar títulos, perderá 1 ponto de vida. Ele terá 3 pontos, e se isso acontecer 3x, será portanto, Game Over e fim de save. Apenas pra dar uma certa tensão.
      O estilo do save será JET, já que primeiramente o foco é compartilhar o experimento e ver se é possível finalizá-lo, se divertir e refinar regras/objetivos/etc. Então as atualizações serão bem simples e mais diretas, cobrindo uma temporada inteira, bem diferente do que faço no meu outro save. Isso também ajudará a manter dois saves ativos, acredito. 
      Não colocarei nesse primeiro momento obstáculos extras como "Deixar contratações pra o diretor", "Expectativas sempre no máximo", "Sem filosofias", "Atributos 100% ocultos" e etc.
      Embora pretenda ter um save no futuro com tudo isso e mais algumas limitações extras ativas ao mesmo tempo, por enquanto acredito que é melhor focar pra ver como a proposta se sai, e também, como tenho mais de 200 ligas alternativas (fora suas divisões extras) carregadas na database, evitar ter que penar com tantas limitações apenas pro jogo em algum ponto resolver dar pau. Acredito que o mecanismo de "pontos de vida" e possibilidade de um Game Over possam cobrir isso no momento.
      Dúvidas e sugestões são muito bem vindas.
    • thyagocda
      By thyagocda
      SUMÁRIO

      Apresentação
      Sou mais um daqueles apaixonados por FM, mas por conta dos compromissos pessoais, o tempo gasto com o jogo deve ser bem equilibrado. Ano passado criei uma história aqui na PM com o Porto mas acabei interrompendo depois que descobri que eu seria pai, a gravidez passou, meu filho (Thayler) já nasceu com saúde graças a Deus. E agora que as coisas acalmaram vinha planejando o retorno a área.
       
      Estilo de Postagem
      Tentarei seguir um padrão de postagens bimestrais sobre os acontecimentos no jogo. Mas pretendo utilizar as probabilidades de apostas do jogo para gerar interatividade com os leitores entre as postagens. Pelo menos a introdução do save contará com uma "pequena ficção" e ao longo do save tentarei dar prosseguimento.
       
       

      O Desafio Real #1 | A Dany - MAI/17
      Valência - ESP

      Clique aqui para a próxima postagem
×
×
  • Create New...