Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Bigode.

Sou de Faro, Sou Farense! - Novas caras, novos pensamentos [att: 11/01]

Recommended Posts

Vannces

Nossa, que lambada foi essa na Taça da Liga? Na Liga Europa o time parece estar bem, obrigado. Acredita ser possível a equipe render mais no nacional? Pelas estatísticas, o setor defensivo precisa de algum ajuste e acredito que feito isso, o resto da temporada será de grande sucesso. Boa sorte na sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Quando eu disse Champions, eu realmente quis dizer Europa League hahaha

O terceiro lugar no campeonato parece muito factível, apesar de ter tropeçado justamente contra o rival direto. Mas dá pra buscar, com certeza eles vão ter que perder alguma hora.

Passou bem pelo Feyenoord e agora volta a enfrentar o Schalke, timezinho que sempre é enjoado. Contratou o Hulk, tem que tomar cuidado para não aparecer alguém com a Hulkbuster hahahha

Mas que sapatada você levou para o Sporting ein? Jogando um jogo atípico, foi pego de surpresa por um dos grandes do país. Mas importante é que depois conseguiu 3 vitórias, deixando a moral um pouco mais renovada.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Ainda tem espaço para buscar um terceiro lugar, mas a equipe ainda parece precisar um pouco mais de maturidade para atacar os dois primeiros postos.

Mas em contraparte, vai fazendo uma temporada de estreia muito boa nas competições europeias.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tsuru

Na Primeira Liga o time vai bem, acho que dá pra brigar por uma Liga dos Campeões. Pra ir mais além, como comentou o Henrique, talvez seja necessário um pouco mais de amadurecimento. Mas o desempenho no geral é muito bom.

Na Liga Europa vai melhor ainda, acho que passa do Schalke. E o Farense vai se afirmando mesmo como uma das grandes surpresas da competição.

Boa sorte na continuação!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Lanko

Acho que dá pra passar do Schalke, e tomara que dê pra entrar uma Champions pro Farense também, mas vai ser muito difícil. 

275 mil por aquele moleque... faro pra negócios você tem hein hahaha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Andreh68

Morar em Portugal é o sonho de muita gente, e trabalhar com futebol, também 🙂

Muito boa sorte com ambos.

No save vem vindo a mil, apesar de estar dando mole na Liga NOS, especialmente com a oscilação de Porto e Benfica, que vem recuperando. Ia dizer que deu sorte na UEL, mas eu quando enfrentei o Schalke levei mo sapatada. E quando classifiquei pra UEL, miei no nacional.

Acomapnhando, boa sorte

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vinny_dp

Ainda que tenha oscilado, não se desgarrou dos primeiros colocados e isso é importante nessa reta final de campeonato.

Contratou bem nessa janela de inverno e acredito que nas fases decisivas o monstro verde aparece. 

Bateu com autoridade o Feyenoord e agora tem uma revanche pela frente. Acho que dá para ir às quartas.

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bigode.
Em 16/11/2018 at 14:39, Vannces disse:

Nossa, que lambada foi essa na Taça da Liga? Na Liga Europa o time parece estar bem, obrigado. Acredita ser possível a equipe render mais no nacional? Pelas estatísticas, o setor defensivo precisa de algum ajuste e acredito que feito isso, o resto da temporada será de grande sucesso. Boa sorte na sequência.

Nossa sorte é que a Taça da Liga não é prioridade, mas foi uma pancada dura. Creio ser possível sim fazer melhor no nacional. Acho até que é obrigação. Precisamos de alguns ajustes, como tu pontuou. Vamos ver o que conseguimos fazer.

Valeu!

Em 16/11/2018 at 16:24, marciof89 disse:

Quando eu disse Champions, eu realmente quis dizer Europa League hahaha

O terceiro lugar no campeonato parece muito factível, apesar de ter tropeçado justamente contra o rival direto. Mas dá pra buscar, com certeza eles vão ter que perder alguma hora.

Passou bem pelo Feyenoord e agora volta a enfrentar o Schalke, timezinho que sempre é enjoado. Contratou o Hulk, tem que tomar cuidado para não aparecer alguém com a Hulkbuster hahahha

Mas que sapatada você levou para o Sporting ein? Jogando um jogo atípico, foi pego de surpresa por um dos grandes do país. Mas importante é que depois conseguiu 3 vitórias, deixando a moral um pouco mais renovada.

Boa sorte!

Pois é, dá pra buscar o terceiro lugar! Mas não podemos bobear também, né? Acho que é esse o principal ponto, mais do que eles perderem em algum momento.

O Schalke se mostrou mesmo um time encardido na fase de grupos. É nossa chance de conseguir uma revanche agora, né. E EU PEGUEI ESSA REFERÊNCIA! Hahaha

É, o Sporting deu aquela pisada gostosa na gente. Mas acontece... apesar de vez ou outra batermos de frente, a real é que ainda estamos ao menos um ou dois níveis abaixo dos grandes.

Valeu!

Em 19/11/2018 at 04:32, Henrique M. disse:

Ainda tem espaço para buscar um terceiro lugar, mas a equipe ainda parece precisar um pouco mais de maturidade para atacar os dois primeiros postos.

Mas em contraparte, vai fazendo uma temporada de estreia muito boa nas competições europeias.

Às vezes é o que me passa pela cabeça mesmo. É uma equipe jovem (escolha minha) e no final acho que isso acaba pesando um pouco.

Realmente, a campanha continental me surpreende. Não esperava por isso.

Em 19/11/2018 at 19:14, Tsuru disse:

Na Primeira Liga o time vai bem, acho que dá pra brigar por uma Liga dos Campeões. Pra ir mais além, como comentou o Henrique, talvez seja necessário um pouco mais de amadurecimento. Mas o desempenho no geral é muito bom.

Na Liga Europa vai melhor ainda, acho que passa do Schalke. E o Farense vai se afirmando mesmo como uma das grandes surpresas da competição.

Boa sorte na continuação!

Acho que o foco na liga precisa ser esse próximo passo, essa luta por uma vaga na Liga dos Campeões. Vamos ver como a equipe, que é jovem, se porta com essa pressão.

Eu quero muito mesmo passar pelo Schalke. Acho que seria justo pelos dois jogos da fase de grupos. E sacramentaria ainda mais nossa posição de surpresa.

Obrigado!

Em 19/11/2018 at 23:59, Lanko disse:

Acho que dá pra passar do Schalke, e tomara que dê pra entrar uma Champions pro Farense também, mas vai ser muito difícil. 

275 mil por aquele moleque... faro pra negócios você tem hein hahaha.

Conseguir a classificação pra Champions seria excelente. O reforço no caixa ajudaria demais a dar o próximo passo. Vamos ver se conseguimos isso e se conseguimos passar pelo Schalke.

Olha, se tem uma coisa da qual me orgulho é meu dedo no mercado. Claro, erros acontecem, mas acredito que sou EXCELENTE mesmo em conseguir boas oportunidades (tanto de compra quanto de venda).

Em 28/11/2018 at 22:19, Andreh68 disse:

Morar em Portugal é o sonho de muita gente, e trabalhar com futebol, também 🙂

Muito boa sorte com ambos.

No save vem vindo a mil, apesar de estar dando mole na Liga NOS, especialmente com a oscilação de Porto e Benfica, que vem recuperando. Ia dizer que deu sorte na UEL, mas eu quando enfrentei o Schalke levei mo sapatada. E quando classifiquei pra UEL, miei no nacional.

Acomapnhando, boa sorte

Posso dizer que sou um felizardo, porque já consegui trabalhar com futebol no Brasil e agora tô aqui realizando o sonho de construir minha vida na Europa e dando os passos pra trabalhar com futebol também aqui. Muito obrigado, cara!

Pois é, na liga poderia estar melhor e aproveitando de melhor forma a má fase dos grandes. Continentalmente, o Schalke realmente será um desafio complicado, vide nossos confrontos na fase de grupos.

Valeu!

Em 07/12/2018 at 16:49, vinny_dp disse:

Ainda que tenha oscilado, não se desgarrou dos primeiros colocados e isso é importante nessa reta final de campeonato.

Contratou bem nessa janela de inverno e acredito que nas fases decisivas o monstro verde aparece. 

Bateu com autoridade o Feyenoord e agora tem uma revanche pela frente. Acho que dá para ir às quartas.

Boa sorte.

De fato, isso é algo importante. Mas é fato também que poderíamos estar numa situação ainda melhor.

Espero mesmo que na Hora H nosso monstrinho verde dê as caras. Será certamente muito importante.

Vamos ver o que sai dessa revanche!

Valeu!

-----

COMUNICADO

Galera, antes de mais nada, gostaria de pedir desculpa pela ausência aqui. Esse último mês foi bem complicado e corrido, com faculdade e curso da UEFA apertando. Trabalho, provas e mais provas. Somado a isso, confesso que dei uma leve bodeada do FM (e nem foi pelo lançamento do FM19, já que mal encostei nele também) e pouco joguei.

Essa semana, felizmente, o semestre acadêmico chegou ao fim. As aulas do curso da UEFA voltam logo, mas a faculdade só em Fevereiro (se não tiver exames e tal), então a tendência é voltar a jogar. Ainda nesses próximos dias trago sem falta uma atualização. Desculpem mesmo pela ausência e pela falta de notícias.

Por fim, gostaria de agradecer o voto recebido para Save do Mês de Novembro do @Vannces. Não creio ser merecedor do voto, mas sou mesmo muito agradecido por isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bigode.

Banner.png.4c158f3b48ed251c4f46ceda25b18b5c.png

28 - Um minuto para o fim do mundo

Depois de um longo tempo, estamos de volta. De agora em diante, espero, devo conseguir um cronograma mais regular de atualizações. Esta aqui, porém, será um bocado diferente do que estamos acostumados. Vocês entenderão nas próximas linhas.

Na última atualização (logo ali no início dessa página), tivemos um período relativamente bom, que acabou por culminar em uma parcial 5ª colocação na Primeira Liga NOS e na classificação para as Oitavas da Liga Europa. Depois daquilo, porém, o caldo desandou.

A derrota para o Desportivo das Aves, ainda na última atualização, foi a primeira de uma sequência de CINCO DERROTAS CONSECUTIVAS. A verdade é que essa palavra - derrota - foi uma constante nessa reta final de temporada: em doze partidas da presente atualização, saímos derrotados em NOVE delas. Foram apenas três vitórias. O pior? Eu não faço ideia do que aconteceu.

Quer dizer... faço, em partes. Pude constatar que um dos problemas foi tático, mas não foi só isso. E, no quesito tático, eu falhei. Insisti muito mais tempo do que devia, até que decidi mudar durante a partida contra o Chaves. Do ponto de vista de resultado, não resolveu, visto que perdemos, mas o comportamento da equipe durante a partida, antes e depois da mudança, me mostrou coisas positivas. Para a partida seguinte, contra o Paços de Ferreira, decidi iniciar com o novo esquema - saí do 4-3-3 para o 4-3-1-2 - já desde o apito inicial. Era evidente que ainda faltava algo, mas foi o suficiente para vencermos.

365595635_Maro-Maio.thumb.png.8fcbf9ace953556dbe10f4e7c82e4922.png

Ali, porém, nossas chances de classificação continental já eram mínimas. E a derrota, injusta, para o Feirense sacramentou isso. E digo injusta porque fomos melhores. Até mesmo a problemática pontaria estava ótima. Mas aí Dani Figueira, goleiro da equipe mandante, decidiu que era dia de defender tudo. O mesmo, é claro, não aconteceu do nosso lado. Depois, outra derrota não merecida frente ao Braga. Para terminar o ano bem, ao menos vencemos o Rio Ave. É verdade que o adversário não é exatamente parâmetro, mas a vitória foi excelente quando olhamos as circunstâncias: Reabciuk expulso aos 25' e gol dos visitantes aos 26'. Eu tinha jogado a toalha, mas a equipe mostrou força e virou. Um pequeno alento em meio a esse terremoto todo.

198720297_Classificao34Rodada.thumb.png.ff79885b20f2e435dad4320d705f1bdb.png

Com um final de temporada tão desanimador e decepcionante, vou abrir mão de trazer a tela do elenco. Não vale a pena. É bizarro como muita coisa deu errado. Jogadores caindo de rendimento absurdamente, outros bem abaixo do esperado... A verdade é que devo fazer uma pequena reformulação, na medida do possível. O dinheiro não será muito, claro, então tudo será bem pensado e devo priorizar jogadores em fim de contrato e talvez também voltar a abusar de empréstimos. Parte dessa reformulação se dá pela minha ideia de manter a mudança tática efetuada nessa reta final.

O save segue vivo. Recuperei o ânimo com o FM, mas em contrapartida desanimei muito com esse time. Mas seguimos aqui. Minha projeção inicial era encerrar agora por Janeiro, no máximo, mas comprei o FM19 e meu notebook parece uma carroça rodando ele, então sigo firme e forte contando a saga no FM18.

O que nos espera? Só o futuro dirá. Avante, Farense!

---

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Que campanha medonha foi essa? A pior coisa desse momento é quando a equipe fica com moral baixa e nada funciona. A direção cobra mais do que deveria, jogadores bons não rendem, os fracos mostram sua ruindade de vez. A saída é chegar logo o fim da temporada e você da uma olhada com calma no elenco e mexer em peças que possam qualificar o elenco para recomeçar. Não é fácil, mas conseguir superar esses momentos é uma das coisas prazerosas do jogo e espero que você consiga. Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Vou até abandonar os bons modos do fórum pra falar: CARALHO MANO, QUE PORRA FOI ESSA?!

Fiquei surpreso com essa queda surpreendente de produção, uma sequência desastrosa que no mundo real faria qualquer técnico cair.

Vai ter que fazer um bom apanhado dos jogadores, peneirar os bons e mandar embora os ruins.

Você é um bom manager, com certeza vai achar uma solução para isso. Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Que final de temporada bisonho, é complicado quando esse tipo de coisa acontece e a gente fica meio desnorteado achando pelo em cabeça de cavalo para tentar se justificar, e buscando soluções para resolver o problema. Vamos ver se as lições dessa temporada foram aprendidas e que efeitos essa experiência trará ao Farense.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
baltazar

Rapaz, pensei que o time ia embalar ( afinal tinha o hulk em campo hehe ), mas acabou que terminou de forma decepcionante em, uma pena.

Espero que a janela seja boa para o time melhorar o nível e fazer uma temporada melhor na próxima vez.

Vamos ver o que acontece, boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vinny_dp

Poxa, o rendimento do time simplesmente despencou. Achei que veria um time um pouco mais irregular, pelo fim de temporada, mas não assim.

Você falou em reformulação do elenco. Qual setor do time é chave nesse processo?

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bigode.
Em 29/12/2018 at 14:41, Vannces disse:

Que campanha medonha foi essa? A pior coisa desse momento é quando a equipe fica com moral baixa e nada funciona. A direção cobra mais do que deveria, jogadores bons não rendem, os fracos mostram sua ruindade de vez. A saída é chegar logo o fim da temporada e você da uma olhada com calma no elenco e mexer em peças que possam qualificar o elenco para recomeçar. Não é fácil, mas conseguir superar esses momentos é uma das coisas prazerosas do jogo e espero que você consiga. Boa sorte!

Cara, nem me fala. É horrível. Tudo o que tentamos não funciona. Complicado pra caralho. Mas serve de aprendizado. E é daqueles obstáculos pra deixar as conquistas ainda melhores quando estas chegarem.

Valeu!

Em 29/12/2018 at 14:44, marciof89 disse:

Vou até abandonar os bons modos do fórum pra falar: CARALHO MANO, QUE PORRA FOI ESSA?!

Fiquei surpreso com essa queda surpreendente de produção, uma sequência desastrosa que no mundo real faria qualquer técnico cair.

Vai ter que fazer um bom apanhado dos jogadores, peneirar os bons e mandar embora os ruins.

Você é um bom manager, com certeza vai achar uma solução para isso. Boa sorte!

Olha, se eu soubesse... hahaha

Felizmente eu tava seguro o suficiente antes para me manter ainda com certa estabilidade no cargo. Mas confesso que tava com um puta medo da confiança cair muito e eu ficar na corda bamba.

Veremos aqui logo mais como ficará o elenco para a próxima temporada. E obrigado pelo elogio!

Em 30/12/2018 at 04:15, Henrique M. disse:

Que final de temporada bisonho, é complicado quando esse tipo de coisa acontece e a gente fica meio desnorteado achando pelo em cabeça de cavalo para tentar se justificar, e buscando soluções para resolver o problema. Vamos ver se as lições dessa temporada foram aprendidas e que efeitos essa experiência trará ao Farense.

Pois é, complicado demais. É tirar lições de momentos como esse pra evitar que o futuro seja igual. Veremos o que acontece.

Em 31/12/2018 at 13:51, baltazar disse:

Rapaz, pensei que o time ia embalar ( afinal tinha o hulk em campo hehe ), mas acabou que terminou de forma decepcionante em, uma pena.

Espero que a janela seja boa para o time melhorar o nível e fazer uma temporada melhor na próxima vez.

Vamos ver o que acontece, boa sorte.

Pensávamos os dois! E o Hulk deixou bastante a desejar, infelizmente.

Acho que piorar não tem muito como, né? Ter até tem, mas levando em conta nossas campanhas na elite, acho improvável. Mas vamos ver na prática o que acontece.

Em 07/01/2019 at 08:01, vinny_dp disse:

Poxa, o rendimento do time simplesmente despencou. Achei que veria um time um pouco mais irregular, pelo fim de temporada, mas não assim.

Você falou em reformulação do elenco. Qual setor do time é chave nesse processo?

Boa sorte.

A irregularidade ainda vem forte. Bem mais forte do que eu imaginava, aliás.

Em relação a sua pergunta, creio que é possível melhorar a qualidade do elenco como um todo, mas se fosse apontar algo, seria do meio pra frente, onde até temos boas opções titulares, mas há uma certa deficiência no que se diz respeito ao banco. No caso da ponta direita, por exemplo, esse foi um problema quando se pensa em peça titular e reserva (embora o Nuno Santos, que inicialmente seria reserva, tenha conseguido uma boa prestação de maneira geral).

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bigode.

Banner.png.117aa82288c3c5577de1a45bbc0924b7.png

29 - Novas caras, novos pensamentos

Depois do fiasco da última temporada, chegou a hora de falar do nosso planejamento para a próxima temporada. Com uma reformulação em mente, o desafio seria ainda maior devido ao baixo orçamento - e aí o fracasso em conseguir uma nova classificação continental tem forte influência também. Sabia, de antemão, que precisaria ser inteligente e aproveitar toda e qualquer oportunidade de mercado. O foco seriam jogadores emprestados e em fim de contrato. E foi assim que conseguimos fechar com 9 reforços (mais um para os times jovens) por pouco mais de €1 milhão.

Mas vamos falar primeiro das saídas. Em final de contrato, decidi por liberar Elísio (terceiro goleiro), James Igbekeme, Bartosz Kapustka e Gonçalo Paciência. Também a custo zero saiu Bruno Paz, com destino para os alemães do Köln. Angaríamos ainda cerca de €5,5 milhões com as vendas de Pedro Empis (Pescara), Pedro Ferreira (Genoa), Leandro Silva (Saint-Étienne) e Alexandre Silva (Nice). Os maiores valores vieram com Pedro Ferreira (€3 milhões), que vejo como um jogador que não evoluiu o que eu esperava que poderia e acredito que era uma mudança necessária, e com Alexandre Silva (€1,8 milhões, podendo chegar a €2,2 milhões, fora 30% do lucro na próxima transferência), que estava nos meus planos, mas foi vendido pela diretoria. Outro jogador que quase perdemos assim foi Moreto Cassamá, mas lembrei que ele tinha uma cláusula de extensão e, quando arrisquei e ativei a mesma, a negociação foi cancelada. Um alívio, visto que ele é peça vital no meu elenco.

Em relação aos reforços, antes de mais nada é importante fazer uma pequena nota: no final da temporada passada, como falei na última atualização, tentei uma mudança de esquema, saindo do 1-4-3-3 para o 1-4-3-1-2. Minha ideia é iniciar a temporada com esse esquema e ver o que conseguimos. Sendo assim, inicialmente eu teria o mínimo possível de jogadores para atuar abertos. Mas uma opção de mercado INTERESSANTÍSSIMA que surgiu no futebol sérvio me fez alterar um pouco esses planos: manterei o número habitual de jogadores aptos a jogar pelos lados (dois pelo lado direito, dois pelo lado esquerdo) e irei procurar uma rotação constante entre os dois esquemas. Vamos, portanto, aos reforços...

Zoran Panovic: aos 20 anos, o jovem sérvio revelado pelo Partizan tem um físico invejável e como grande ponto forte. Tecnicamente e mentalmente deixa a desejar, embora tenha bom índice de posicionamento, mas tem uma boa curva de evolução e chega para formar a dupla titular de zaga com o também sérvio Aleksa Lukic.

Guilherme Romão: dispensado pelo Desportivo das Aves depois de uma temporada não mais que razoável, chega para desbancar Reabciuk e assumir a lateral esquerda. Não é o lateral dos sonhos, mas acredito que possa render mais aqui do que rendeu em seu anterior clube.

Luiz Gustavo: com excelente passagem pelo futebol alemão, Luiz Gustavo, ELE MESMO, não é mais um garoto e fisicamente pena um pouco, mas acredito que sobra tecnicamente e mentalmente, compensando essa questão física. Vem para ser titular e suprir a lacuna que nunca foi totalmente preenchida desde a saída de Daniel Bragança

Camilo Díaz: um excelente achado no futebol colombiano, chega como o reforço mais caro dessa janela, mas idealmente é reserva imediato de Cassamá. É, na minha opinião, um jogador completo, tendo atributos de destaque na área técnica (com foco em passe e remates de longe), mental (foco em índice de trabalho e trabalho de equipe) e física (aqui, o único foco "negativo" é a impulsão). Com 21 anos, ainda tem ótima curva de evolução e deve jogar bastante, podendo render tanto desportivamente no curto prazo, quanto financeiramente no longo prazo.

Miguel Magalhães: uma pesquisa profunda nos elencos do Trio de Ferro, como é de praxe, e achamos esse bom valor no Porto. Com capacidade natural de atuar em ambas os lados do campo (Extremo na direita e Avançado Interior na esquerda), chega para ser titular do lado direito quando optarmos pelo 1-4-3-3. Pode ainda quebrar um galho como atacante, o que é positivo de forma a ganhar mais minutos de jogo.

Nuno Santos: já presente no elenco da última temporada, segue conosco, agora de forma definitiva, se mantendo como uma opção pelo lado direito do campo. Foi um jogador que contratei na temporada passada mais pela necessidade do que pela qualidade que aparentava ter, mas surpreendeu de forma positiva e conquistou essa oportunidade.

Mirko Milic: a oportunidade que citei ali pra cima. Companheiro de Panovic, veio de graça, assim como o zagueiro. Com físico invejável, ainda demonstra bons atributos técnicos (destaques para cruzamentos, finta, passe, primeiro toque e técnica) e mentais (destaques para determinação e trabalho de equipe). Aos 19 anos e com bastante espaço para evoluir, chega para dar aquela dor de cabeça boa e disputar fortemente a vaga com Matheus Pereira quando jogarmos no 1-4-3-3. Assim como Magalhães, também pode atuar no ataque.

Nabil Alioui: já presente no elenco da última temporada, assim como Nuno Santos, segue agora de forma definitiva. Caiu bastante de rendimento, mas ainda assim foi nosso artilheiro e creio que merece a continuidade. Com a venda de Alexandre Silva e a escassez de bons atacantes (ou, em alguns casos, a falta de manobra na folha salarial), essa decisão se mostrou ainda mais acertada.

Thalles: acreditava ser necessário a chegada de um centroavante de respeito mesmo se Alexandre Silva não fosse vendido. Com sua venda, isso se tornou ainda mais necessário - na verdade, passaríamos a precisar de DOIS reforços, sendo pelo menos um pra assumir a responsabilidade. O mercado, porém, foi cruel. Faltavam opções e, quando havia alguém, faltava dinheiro (foi o caso do Succar, que quase acertou sua volta para cá). Thalles está longe de ser o nome que eu queria, mas quem sabe não surpreende? Chega por empréstimo até o final da temporada.

Além deles, acabei por promover o atacante uruguaio Raúl Paiva, que foi contratado no meio da temporada retrasada, após o fim do seu contrato com o Atenas de San Carlos. Não acredito que ele esteja pronto, mas a necessidade...

Na próxima atualização, já com algumas partidas jogadas, trago uma imagem de como ficou nosso elenco, que será composto por um total de 25 atletas (2 goleiros, 4 laterais, 4 zagueiros, 2 volantes, 5 meias centrais, 4 pontas e 4 atacantes). Vale a menção a Hulk: depois do baixíssimo rendimento e somada ao problema com centroavantes, decidi deslocá-lo para atuar de forma centralizada. Será, ao lado de Raúl Paiva, opção a Thalles e Alioui, titulares de início no 1-4-3-1-2.

---

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Romão, Camilo Diaz, Miguel Magalhães, são excelentes, mas devo concordar com você. Esse Mirko Milic vai se tornar um monstro se tiver uma boa sequência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vannces

Penso muito como você quando se trata de janela de transferência, mudar o máximo (qualificando, é claro) a equipe para fugir do baixo rendimento apresentado na temporada anterior, por outro lado é sempre um risco mudar tanto e perder a identidade do time. Mas pelo que vejo, os jogadores que estão chegando, parecem que vão qualificar e muito o elenco. Esse Mirko parece chamar mesmo a atenção pela idade que tem, mas como um clube vai deixar um jogador assim sair de graça? Foi como achar ouro no portão de casa, rsrs. Boa sorte na próxima temporada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Andreh68

Nossa, que fim de temporada triste. O lado bom é que não teve consequências mais graves e que acabou. A nova temporada com os reforcos pode ser um prenuncio de dias mais felizes em Faro. Mas seria bom ja iniciar numa vibe boa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maiiron_

Contrastando com a péssima reta final de temporada, que puta janela. Mais uma pra subir o nível do time. A pergunta é: tu troca o time direto, isso não impacta na identidade de jogo? 

Daqui pra frente, acompanharei.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

GRANDE BALOTHALLES, VAI SOBRAR NO FARENSE.

Na vida real o Thalles é uma merda, mas tive um save no FM15 q até na seleção esse gordinho safado chegou.

Eu gostei bastante das contratações, acho que Luiz Gustavo é uma boa aquisição para o time e entendo que o jovem sérvio pode evoluir bem no seu time. Enfim, fez boas contratações, espero que as decepções da temporada anterior caiam por terra.

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bigode.
Em 11/01/2019 at 14:26, LC disse:

Romão, Camilo Diaz, Miguel Magalhães, são excelentes, mas devo concordar com você. Esse Mirko Milic vai se tornar um monstro se tiver uma boa sequência.

A janela foi realmente muito boa, ao menos no papel, mas é fato que o Milic sobra mesmo assim em relação aos outros. Vamos ver se isso tudo se confirma na prática, né?

Em 11/01/2019 at 15:48, Vannces disse:

Penso muito como você quando se trata de janela de transferência, mudar o máximo (qualificando, é claro) a equipe para fugir do baixo rendimento apresentado na temporada anterior, por outro lado é sempre um risco mudar tanto e perder a identidade do time. Mas pelo que vejo, os jogadores que estão chegando, parecem que vão qualificar e muito o elenco. Esse Mirko parece chamar mesmo a atenção pela idade que tem, mas como um clube vai deixar um jogador assim sair de graça? Foi como achar ouro no portão de casa, rsrs. Boa sorte na próxima temporada.

Na minha opinião, não tem muito como ser diferente, ainda mais dependendo da idade de alguns jogadores que não renderam. Claro, o risco sempre existe, mas acredito que é menor do que se eu decidisse por manter o que deu errado e acabasse estagnando (ou até regredindo) ainda mais. E, bem ou mal, a estrutura do time foi relativamente mantida, então creio que a identidade não se perde tanto assim.

Pois é, não faço ideia de como conseguir trazer ele por esse preço. Acho que talvez a reputação da liga sérvia ajude nisso, não sei...

Obrigado!

Em 11/01/2019 at 19:12, Andreh68 disse:

Nossa, que fim de temporada triste. O lado bom é que não teve consequências mais graves e que acabou. A nova temporada com os reforcos pode ser um prenuncio de dias mais felizes em Faro. Mas seria bom ja iniciar numa vibe boa.

Melancólico demais, mesmo. Há uma consequência grave que é uma estagnação devido a ausência em competições continentais, né? Mas consegui manter o cargo e com uma certa estabilidade, então dos males, o menor.

Vamos ver o que vem por aí!

Em 11/01/2019 at 19:56, Maiiron_ disse:

Contrastando com a péssima reta final de temporada, que puta janela. Mais uma pra subir o nível do time. A pergunta é: tu troca o time direto, isso não impacta na identidade de jogo? 

Daqui pra frente, acompanharei.

Eu fiquei realmente muito feliz com a janela que fiz. No papel, subimos muito a régua e qualificamos bem demais o elenco.

Em relação a sua pergunta: na maioria das vezes, o time pode mostrar alguma leve dificuldade pra engrenar, mas é engraçado que em muitas das vezes, tanto em saves anteriores como nesse, tivemos algumas temporadas iniciando muito bem. Nesse sentido, ajuda MUITO uma pré-temporada relativamente extensa, pra diminuir bastante essa perda de identidade quando a bola rolar oficialmente. Curiosamente, eu reparo uma queda de rendimento APÓS o período inicial de temporada (então não sei se estaria diretamente relacionado a essas mudanças de baciada).

Bem-vindo, Mairon! Espero que se divirta por aqui acompanhando a saga. 🙂

Em 11/01/2019 at 22:16, marciof89 disse:

GRANDE BALOTHALLES, VAI SOBRAR NO FARENSE.

Na vida real o Thalles é uma merda, mas tive um save no FM15 q até na seleção esse gordinho safado chegou.

Eu gostei bastante das contratações, acho que Luiz Gustavo é uma boa aquisição para o time e entendo que o jovem sérvio pode evoluir bem no seu time. Enfim, fez boas contratações, espero que as decepções da temporada anterior caiam por terra.

Boa sorte!

Cara, eu lembro sempre de ouvir falar bem dele quando surgiu, mas depois não mais. E teve alguma versão mais antiga (talvez seja o próprio FM15 que tu citou) que eu via sempre ele VOANDO pelos outros times. Sinceramente, não sei como vai ser aqui. Ele chegou porque, basicamente, era o que dava. Eu tinha outras opções em mente (como o Succar, que citei na atualização e teve boa passagem por aqui), mas a parte financeira impediu. Dentre os jogadores que eu podia arcar, o Thalles era o melhor. Mas é uma puta aposta, já que a melhor temporada dele segundo os dados aqui no jogo, foi uma temporada apenas razoável.

Em relação aos outros reforços, o Luiz Gustavo pode render muito ainda em campo e será excelente para tutorar os jovens. O sérvio é um espetáculo, destoa totalmente do resto (e olha que tivemos uma boa janela!). E também espero que as decepções fiquem só no passado.

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

Trouxe boas peças e vamos ver como o Farense se comporta nessa nova temporada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vinny_dp

Buscou opções e não deve ser julgado por omissão nessa janela. Se vai dar encaixe são outros quinhentos, mas gostei da postura mais agressiva.

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • joao filipe farias
      Por joao filipe farias
      Faala pessoal, a retratação do esquema tático do Tite de 2015.
      Vou deixar o link do vídeo aí pra vocês, além do link da tática para darem uma analisada. 
       
      Download da tática: https://www.4shared.com/file/dF_guvTbfi/Tite_2015_by_Apodi.html
    • thyagocda
      Por thyagocda
      SUMÁRIO

      Apresentação
      Sou mais um daqueles apaixonados por FM, mas por conta dos compromissos pessoais, o tempo gasto com o jogo deve ser bem equilibrado. Ano passado criei uma história aqui na PM com o Porto mas acabei interrompendo depois que descobri que eu seria pai, a gravidez passou, meu filho (Thayler) já nasceu com saúde graças a Deus. E agora que as coisas acalmaram vinha planejando o retorno a área.
       
      Estilo de Postagem
      Tentarei seguir um padrão de postagens bimestrais sobre os acontecimentos no jogo. Mas pretendo utilizar as probabilidades de apostas do jogo para gerar interatividade com os leitores entre as postagens. Pelo menos a introdução do save contará com uma "pequena ficção" e ao longo do save tentarei dar prosseguimento.
       
       

      O Desafio Real #1 | A Dany - MAI/17
      Valência - ESP

      Clique aqui para a próxima postagem
    • Miguelus
      Por Miguelus
      Decidi fazer uma série de listas com jogadores de mercados mais acessíveis. Para aqueles saves com equipas mais pequenas/médias estes mercados são fundamentais já que o brasileiro ou argentino tem os preços completamente inflacionados. Aqui encontra-se bons jogadores e o custo ainda é baixo. Mercados como o Colombiano são mercados acessíveis e uma aposta segura para equipas com menos recursos.
      Para a tabela completa com mais informações (idade, clube, nacionalidade, valor) podem consultar o site FMTalks.pt bem como as listas do mercado Sérvio e Norueguês.
      Mercado Sérvio
      Mercado Norueguês

      Estes jogadores estão todos no mercado colombiano.
      GR
      Carlos Bejarano Joel Silva Fernando Monetti Robinson Zapata
      DR
      Daniel Bocanegra Juan Camilo Angulo Gilberto García Iván Vélez Juan Roa
      DC
      William Tesillo Diego Herner Carlos Henao Diego Braghieri Rafael Pérez Hernán Pertuz
      DE
      Felipe Banguero Juan Dominguéz Juan David Valencia
      MDC
      Andrés Pérez Diego Arias
      MC
      Jesús Marimón Jhon Duque Gonzalo Castellani Abel Aguilar
      MOE
      Matías Mier Yohandry Orozco Vladimir Hernández Leyvin Balanta
      MOD
      John Edison Hernández
      MOC
      Omar Pérez Santiago Montoya Andrés Ricaurte Andrés Roa Daniel Hernández Macnelly Torres Fabián Sambueza
      PLC
      Cristian Martínez Borja Dayro Moreno Germán Cano Juan Fernando Caicedo Wilfrido De La Rosa Leonardo Castro Roberto Ovelar Ayron del Valle Marco Pérez Alguns exemplos de jogadores da lista:



    • Danut
      Por Danut
      Szczecin, Polônia. Rua Mieczysława Karłowicza, número 28. 23 de agosto de 2005.
      P: Boguslaw, os nossos resultados estão uma merda.
      B: Tenha paciência, Ptak. Os jogadores ainda não incorporaram a minha ideia de jogo.
      P: Ideia de jogo é o caralho. Ninguém ganha com ideia de jogo. O importante é ter habilidade. Olha o Brasil. Destruíram a Argentina na Copa das Confederações. Tu acha que os argentinos não tinham ideia de jogo? Vocês treinadores sempre cheios de ideias. O futebol é uma arte, não uma ciência.
      B: Bem, as contratações são responsabilidade do presidente. Se falta habilidade, então precisamos trazer mais alguns bons nomes. O Przemyslaw e o Rafal poderiam falar com outros jogadores da seleção, quem sabe um deles não quer vir para cá?
      P: Boguslaw, eu aqui falando de habilidade, e tu me vem com seleção polonesa? Tu é burro mesmo, hein?! Que se foda a seleção polonesa. Eu quero o quadrado mágico!
      B: Mas Ptak, esses caras jogam nos melhores times do mundo. Barcelona, Real Madrid, Inter, Milan. Não temos dinheiro pra trazer um jogador de lá nem se vendermos o estádio com o time todo dentro.
      P: E quem falou em trazer alguém desses clubes, imbecil? Nós vamos montar o nosso próprio quadrado mágico. Trazer os caras direto do Brasil. Naquele país é todo mundo pobre, vai chover jogador querendo vir pra cá.
      B: Mas Ptak, ninguém da equipe técnica conhece os jogadores do Brasil. Precisamos contratar olheiros, enviar eles para lá, esperar até que comecem a se achar no futebol local e...
      P: Caralho Boguslaw, eu não sei porque continuo falando contigo. Que porra de olheiro que nada. Os caras são brasileiros, o futebol tá no sangue deles. Todo mundo nasce sabendo jogar naquele país. É só ir lá e pegar qualquer um. Não tem como dar errado.
      B: Tem também os nossos jogadores atuais. Eles não vão ficar felizes em ser reservas, ainda mais de jogadores desconhecidos por aqui.
      P: Quem não tiver feliz pode ir embora. É todo mundo perna de pau aqui mesmo. Vou encher esse time de brasileiros, de gente com habilidade. Vamos fazer mágica.
      B: Mas Ptak, eu não falo português, e os caras não vão saber falar polonês. Como vou treinar jogadores que não são capazes de me entender?
      P: Já pensei nisso. A habilidade brasileira não pode ficar presa nesse estilo de futebol ruim que a gente joga. O Cláudio disse que lá no Brasil eles falam que é preciso ter gingado. Eu quero um treinador com esse tal de gingado. Pode ir pegando tuas coisas. Na saída já aproveita e mostra a sala do treinador pro Zé Carlos, que é quem vai cuidar do time a partir de hoje.
       
      O dialogo acima é, obviamente, fictício. Mas poderia muito bem ter ocorrido. Naqueles dias, o Pogon Szczecin passava por um mau momento. Os resultados não estavam de acordo com o que o presidente imaginava. Foi aí que ele teve uma ideia brilhante: ora, se o clube não está jogando bem, por que não trocar todo mundo por brasileiros? Afinal, o Brasil é a terra do futebol. País campeão mundial. País que encantava a todos com Ronaldo e Ronaldinho – para não falar de Kaká, Adriano e tantos outros craques.
      É claro que havia algumas falhas no plano do presidente. Afinal, mesmo o Brasil tendo grandes jogadores, nem todo brasileiro é um grande jogador. Para qualquer um de nós, isso é uma obviedade. Antoni Ptak, porém, parece jamais ter pensado nisso.
      Aproveitando-se que a liga polonesa não possuía qualquer restrição ao número de estrangeiros, o Pogon Szczecin trouxe, em uma única temporada, dezoito jogadores brasileiros. A maior parte deles de grandes clubes do futebol nacional, como Sorocaba, Atlético Guaçuano ou União Barbarense.
      Do outro lado, boa parte do elenco do Szczecin saiu quase de graça – afinal, era preciso abrir espaço para os craques brasileiros. A estratégia, é claro, não deu nada certo. Os resultados pioraram ainda mais, a torcida se desencantou com o time, e o Pogon afundou em dívidas, chegando até mesmo a fechar as portas. Mas os detalhes eu conto depois.
       
       
      Então pessoal, sejam bem-vindos ao meu novo save na Profissão: Manager. A primeira vez que ouvi falar do Pogon Szczecin e do presidente que trocou todo time por brasileiros foi em 2015. Desde então, eu tinha a ideia de que precisava fazer um save com eles. A história é boa demais para deixar passar. No fim, a ideia acabou ficando sempre em segundo plano. Mas sinto que agora finalmente chegou a hora de olhar para terras polonesas.
      O tema do save já é apresentado no título – em português, "a mágica brasileira". Em 2005, o presidente do Pogon sonhou em transformar seu time em tudo aquilo que o futebol brasileiro representava: um futebol bonito, ofensivo, de lances de brilho individual. A execução foi a pior possível. Mas a ideia permaneceu – se não na vida real, ao menos no mundo alternativo que criei para esta história. E é esta ideia que eu quero levar adiante, agora de uma maneira mais responsável e realista.
      Diferentemente de meus outros saves, não vou listar aqui objetivos a serem cumpridos. Isto não significa que não os tenha. Quero ganhar o título polonês, e, idealmente, também alguma competição continental. Mas não quero que essa seja uma história sobre a busca destes títulos especificamente. Também gostaria de ver uma série de outras coisas acontecerem: ter um brasileiro como ídolo do clube, ter um jogador convocado para a seleção brasileira, ver um brasileiro do Pogon levar a artilharia do campeonato, coisas desse tipo. Mas também não gosto da ideia de listar elas como objetivos formais, já que muitas vezes a margem de manobra do treinador para atingir essas coisas é relativamente limitada – posso trazer um bom jogador brasileiro para o clube, mas nada garante que a torcida vai realmente gostar dele.
      Por tudo isso, optei por manter as coisas mais soltas dessa vez. É claro que vou comentar quando conseguir atingir alguma marca significativa, mas não quero trabalhar com uma lista daquelas onde parece que o save precisa atingir aquele ponto específico. Vamos buscar integrar brasileiros ao elenco sempre que possível. Vamos buscar jogar de forma ofensiva, valorizando a qualidade individual. A partir disso, é ver o que acontece.
       

      Ligas carregadas: Polônia e Brasil (ambos 2ª divisão); Inglaterra, Espanha e Alemanha (todos 1ª divisão).
      Base de dados: pequena, mas com todos os jogadores brasileiros.
      Data de início: 29.05.2017
      Outras opções: mascarar atributos, sem orçamentos na primeira janela, não adicionar equipe técnica, impedir uso de editor do jogo.
    • Lucas Matías
      Por Lucas Matías
      :: APRESENTAÇÃO
      Após longos meses no fórum apenas acompanhando por cima as histórias do pessoal aqui na área, resolvi me aventurar agora que estou com mais tempo livre para finalmente conseguir passar horas à frente do FM.
      O desafio que irei compartilhar com vocês é um que eu já faço a muito tempo, desde o FM 14 pra ser mais exato, porém, apenas no 16 eu consegui ter êxito. É simples, passar por todos os países da Europa e conquistar o campeonato nacional em todos eles.
      O desafio terá algumas regras para que o save flua de uma maneira mais rápida, já que meu PC não é dos melhores e consequentemente com uma base de dados grande ele acaba ficando bem lento. Uma delas é que a cada objetivo alcançado, um novo save será criado. Exemplo: Após conquistar títulos em San Marino, irei para o próximo desafio em um novo save, sempre seguindo a ordem do Ranking de Coeficientes da UEFA.
      Não vou tentar conquistar a Champions League com clubes de Andorra e Gibraltar, nesses países de menor expressão o objetivo é se consolidar nacionalmente com conquistas e entrar no quadro de honra nacional como um dos treinadores mais vitoriosos do país. Claro que uma boa campanha na UCL será bem vinda, mas esse não será o principal objetivo.
      Sempre irei iniciar no clube que está cotado para terminar a primeira divisão nacional na última colocação e irei trocar de clube caso receba uma proposta de uma equipe de maior expressão nacionalmente.
      O manager será o pseudônimo Giovanni Rizzo, italiano de 38 anos que terá a licença para treinador A continental e a experiencia anterior como futebolista profissional nível local.
      A principio é isso, quero fazer algo bem simples mas que agrade a todos, então qualquer dica é bem vinda, até porque essa será a primeira vez que irei tentar jogar com essas regras que criei. Valeu!
       
      :: HISTÓRICO
      01. SAN MARINO
       
×