Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
ggpofm

That's all about Soccer - de 2016 a 2030

Recommended Posts

ggpofm
10 horas atrás, Maiiron_ disse:

Me interessa como tu vai manter a carreira dentro da liga sendo um treinador, a princípio, do quarto escalão. Se ganha o quarto escalão, não sobe e fica ali, estagnado. Pergunta sobre draft e contratações: Tem draft no quarto escalão e os tetos de salário são iguais?

Acredito que a subida ocorrerá por meio do aumento da reputação do treinador. Vitórias, títulos e os cursos de técnico irão aumentar a reputação e isso promoverá a ascensão na carreira.

Draft e limitações na folha salarial só na MLS. Abaixo dela, na NASL e USL, o sistema de contratações e salários funciona como nas demais ligas pelo mundo e na PDL é amadorismo, ou seja, sem salários.

 

7 horas atrás, Danut disse:

Uma coisa que eu acho curioso é esse sistema de planejamento de regiões das quais devem vir as franquias e tal (aliás, puta termo horroroso, franquia - ele meio que sintetiza todo o meu asco pela forma estadosunidense de fazer esporte). Fazendo o save do Union Berlin li mais sobre a organização do futebol na Alemanha Oriental, e lembra muito isso. A ideia de que precisa de times de certas regiões na divisão principal, de uma organização central que cuida quais os times que as pessoas irão torcer e tal. É muito curioso ver dois sistemas de sociedade tão diferentes entre si, mas que acabam se aproximando tanto nessa ideia.

E não é que tem certa semelhança mesmo? É até estranho ver em um país capitalista como os EUA terem ligas onde os salários são rigidamente controlados e limitados.

Também acho estranho a utilização do nome de franquias para os clubes dos EUA, mas faz sentido se pensarmos que geralmente as ligas nascem antes do clubes, diferentemente de outros país que conhecemos, onde primeiramente os clubes nascem e depois ele decidem se organizar em ligas. Sem contar que o conceito de liga nos EUA é diferente do conceito de liga em outros países. Mas lá, como aqui no Brasil ou na Alemanha, também existem pessoas preocupadas com o desenvolvimento do esporte, assim como há pessoas mais preocupadas em enriquecer por meio do esporte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
DiogoHernandes

Divirta-se com o novo save.

Eu nunca joguei nos Estados Unidos então não faço muita ideia de como as coisas funcionam por lá. Mas tenho uma dúvida que é questão do Draft, estou partindo do princípio de na MLS ocorre como nas outras grandes ligas americanas, geralmente um jogador com 20 e poucos anos não chega pronto para jogar num time profissional, mas no soccer nós temos jogadores com 18 ou 19 já sendo determinantes em grandes times. Essa curva de evolução menor deve atrapalhar e muito os jogadores draftados não?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
12 minutos atrás, DiogoHernandes disse:

Divirta-se com o novo save.

Eu nunca joguei nos Estados Unidos então não faço muita ideia de como as coisas funcionam por lá. Mas tenho uma dúvida que é questão do Draft, estou partindo do princípio de na MLS ocorre como nas outras grandes ligas americanas, geralmente um jogador com 20 e poucos anos não chega pronto para jogar num time profissional, mas no soccer nós temos jogadores com 18 ou 19 já sendo determinantes em grandes times. Essa curva de evolução menor deve atrapalhar e muito os jogadores draftados não?

É o que mais quero. Sem essa diversão não há como seguir com ele adiante.

Eu joguei, mas já faz muito tempo, lá pelo FM 06.

Ta aí, uma coisa que ainda não li muito, a questão problemática do draft no futebol por conta das peculiaridades do esporte como você bem disse. O futebol tem uma lógica diferente dos outros esportes americanos e sei que lá há um debate sobre o como inserir jovens jogadores no futebol profissional que ainda estão em idade universitária, mas vou ficar lhe devendo uma resposta. Mas prometo que no futuro lhe trago uma opinião. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm

lPCrwx_-ln29247rIfuW1z-4Ks4uFt9-VWn7ERgtiRCEQi2haID9wqM2Ql3olThFVk7JqPdTxRDEjhf_JE1c0dxOEeJ0p5yUgwY_PcA6X2KynWGRX14ipRwauO5ZOzmOCn0FIQctLCJmQLWbf8aqHaGcbfrzbnn-R3R7WuE2OAn-5ZwbyD1iNayDazbpOHctOkmjCxapWCttGNpZ2H335UjiPFzfKaZh3Z2RV24ZUTPSAmDTyIA4IKyzDRBm1bwnRspudTkQnXoiqGTurRrNSNY4mfzZxsx0LqD5T2M_a4V2eWR7vaLtWA0nYpps6e6vjEkRChliKHAcwagx8wxPw50umRjjsk8te5Gc7LM8FfptK9cPJ-DuWAIOvvDNUGreh_cO1HG4oHozR2RpjNlR3sIGrS5BwVo1WptF_3Cx8iUMDbrfwAJK12pbEPgMU4zQjFccmaCoeLnGO5nbF6zhKJIXrmM40QX11rq6DHbPj0u-tunVThBEVvG46_63M0u_sijWz03RVZH56J6uhCge5J9lkwmZISB3hmzAmEOl3ywt8fL2jk7kdeKHXEu3r2gFGKY3qKZqZL70QsWYy3gg3cWsftTUSP4YDik9EvIolfXM9KaMiTJWJeNgcB5ZpX33ldEgG5q37fEpxAMDkjxfEWUIhuByCn8EUWZjR-yXccwoYg=w800-h299-noPnp3uzj9wVRs9QrVd5auT-g3pCU49jtRRDw8DY9PYvtsWyJIT_pekohaaOTxf4BKbQbsZmHJwAHu69BpXWlhtxpa7a17UQsH0A_CVb1_DMPcZjuNPIyWxCNOQf78Hy_bpwKgDi6TFu4cPnL6QuKgUj9Ahz_gWnABTCZxC-n_Nr02n2-RaxZEKfFNz6-obOX85pB-2C4oUTKrBlVNJgNaaENXuZ29CIkLON_Sl1Xy7WJcfFuwepoTtYZESuzYYaX_H_m8pbHxBCm3dCo7cDuQ9eYqwxg9elcbZiseJodQLxzrGBeJIWUC4AH5FTJQQE8Ypc1OxD3VGQRgpmWSaNV3Y6QzzqpnS6QkPTCnBDS8m2Jvc8C3zpqkohfUw5x1oOrAezhPjA6UjfqfEWudzK7IP5GdG6V_rhxLPeMEpuXec1XJsCSY8pEjWYItNp6THyaaBFJsV43K1Q2EJBbKdTW1vJL9EQgym73-8IR3IWuKQfZVrvxBIstxELo9bVuI2JmgqNSQUJYDJ_qq8YCy9rWIoXW6TyKGKUeMI8FjMn5YE2BOaJJJ4L3WEqoIeuaM3b3wQNkueRz6iM9UjGU_ZcjIba5ReWQ9lRnNwZqAxKTNV0TdaTExQVrpeYTKShNyfrAMFiAnBucqRTtAVC5iRZq9F7SWSjQrWxG3mTiqKBmpkrR5KA=w800-h58-no

:: A Premier Development League (PDL)

A PDL é uma das duas ligas que ocupa extraoficialmente a 4ª divisão do futebol dos EUA, ao lado da National Premier Soccer League (NPSL). Juntas, elas são consideradas o topo do futebol semiprofissional e amador naquele país.

Existindo desde 1995, a PDL pertence ao mesmo grupo que cuida da United Soccer League (USL) e tem por objetivo servir de espaço para o desenvolvimento de jovens jogadores que aspiram à profissionalização no futebol. Atualmente com cerca de 70 equipes, a PDL acontece entre maio e agosto, permitindo que jovens atletas universitários participem dela sem desrespeitar as regras da National Collegiate Athletic Association (NCAA) e da National Association of Intercollegiate Athletics (NAIA), associações atléticas responsáveis pela organização dos esportes nas faculdades e universidades dos Estados Unidos.

A PDL segue um padrão muito comum dos esportes americanos. As equipes estão agrupadas em divisões regionalizadas, que por sua vez são reunidas em conferências. No caso da PDL, as equipes estão agrupadas em 10 divisões, que são reunidas em quatro conferências. Depois de jogarem entre si no sistema de pontos corridos em ida e volta, os classificados em cada divisão seguem para os play-offs em eliminatórias de partida única dentro de suas conferências até restarem os campeões de cada conferência que disputaram a semifinal e a final da PDL, também em partidas únicas.

No FM não consegui fazer a PDL funcionar como na realidade. As equipes estarão divididas em 10 divisões, porém não estarão reunidas em conferências. Os dois primeiros colocados de cada divisão, ou seja, 20 equipes, se classificarão para os play-offs em eliminatórias de partida única até restar o campeão.

 

:: O clube

Começando desempregado, candidatei-me ao emprego de técnico em dois clubes, o Evergreen Hammers e o Boston FC. A preferência era pelo primeiro, por ser um clube da Mid Atlantic Division da PDL, que abrange equipes dos estados da Virgínia, Pensilvânia, Nova York e Nova Jersey, estado natal de Gus Gibson e também pela baixa cotação dele entre os apostadores. Já o Boston foi mais por segurança, caso não conseguisse o emprego com o Evergreen.

_tGprzC6lrUi6lVuLxf_rgI-ouAqmtPiIfRlkT4iobeQVvJKevh8C-xEHRiFoFVIurm_g20zMqghI0_0GGCa5Mwp_I0sQ8vY05U1gHkDzRl4V9_iYeRjyrdfyg0Tqy5GOEbC8okdgWXSK73kunHE0JypA1tEwC9CvKeaHvy1Eg7vk44MjVX0-E7VC07AaklGzvW5cMrEadXOhYGYkdRWnecbQeMrHIXOeFvHNmsJl218D-nzAjwzeucQDVwuawwlX83Xl7EZpG1LmezI3P3pAwfvphgTAju42f-OsFZMqYwjaK_CuX3Irqrs-ptYfd4_NW_mYbEJjsK-w_60nfl2FiZTpPRabdCxHSa4laffHO91t7tyL_08TPdQhfLmWfvVWqY-7zH1sRW0TsyH2YqfEheGYSz836esjFZbigWPCKM0BXOvGfiVZb_p3reivau0EwPnaiKriFPRqxehEkJQMcWXrB60isHT7D4Zrm5kF6ISwZJYbiy2hM3jDCb5TANM88K7o9dIDCiruT1iEcfWyquVfww_MOa4nTGCbnq9Bn254VBxUAkhli9EHUQg3GtzS4AITQ3cO876Kg8rYTklocbf_dj8-v8JeAbh-w2vpqaP36qu-ty0pWu2ypi9it_nqDuXQ5f7n0tY9L291qCDYC-XrarnCU1S_8l1-Itw9iTWIw=w800-h400-no

Os dois clubes me chamaram para uma entrevista, mas fechei com o Evergreen Hammers, que aceitou minha filosofia de jogo ofensivo.

O Evergreen Hammers é parte do Evergreen FC com sede em Leesburg, Virgínia. Fundado em 2014, o clube tem como o principal foco, o desenvolvimento de jovens atletas para o futebol masculino ou feminino.

yDYg4FMPk3TL1eSSMdojV02LfJZMmf7vCxet5p7vL6CRaYtI-uwBexp7qnRtaClhXu9ZBwBbhChcjhW4Eg_H5UFog0xNMShtBLIPfoiL1UZYA9JyhyCt7bAOtmsSA4rpLv5djI3CrfAm2q2BAKK42Z_DDHDMbv7pOBZb9rtIfIF8pkF9eEOruS9DDqQtDT1c04zQm97yzpBa6NKsMJPljdZM7EzjYzhWFaBJBZGdWu5mu4AHH09q0wT_8Z0UBosjeMc9wr37lHqHIdgnqeGn4gXycAwaX7fwJxz74e-he-onHWwptFyfRDTmbWwfR5Z-E4lT6dqLw1KhKUCI_C-YZixfNil7dBm2yeLrmTPOjzzjyptLV-pG8ECo3gjq-AqWupv6DBz3iR7GnqfB6LSjCzhKa5iAEFxGU5KRJb0Ohjl36kpxyeGW7bjjvqtx6IfY2MmCxoWmFedIw8hJXZ_77s00qhsx8q_C64iCN0YlrczMpHLnLjFZ0HH9R-NztOYgPCV0FDbF-QS6IRhiWPNpg8dPzVcdmse7AC1xPZtzyF_tDqfUomNEVfSDiPBEOoQlKO9S8kOhfpFQrgdD3pevGzE38a2D4PQmraax5cbalBT8NAebVz_Z_-iQ7axW6EYSiKBhZ5dYHqacH2mj1MGnzTuJTxD9SUJE37g12sz4YQ=w800-h449-no

Todas as partidas das equipes do Evergreen FC são disputadas no Evergreen Complex (fotos e vídeo), centro de treinamento do clube que possui quatro campos em tamanho oficial com grama sintética. No FM, a infraestrutura do clube aparenta ser um pouco pior do que é na realidade.

Os Hammers participam da Premier Development League (PDL), liga amadora da 4ª divisão dos Estados Unidos. Em sua temporada de estreia, no ano passado, o Evergreen ficou em último lugar (7º lugar) em sua divisão.

No FM 17, o Evergreen Hammers é um dos clubes menos valiosos entre todos que disputam as quatro divisões dos EUA disponíveis no save. Com valor de 35 mil dólares, ele fica empatado com a equipe Sub-23 do Red Bulls na Mid Atlantic Divsion e abaixo do Lehigh Valley United com valor de 40 mil.

 

:: Finanças

Como o Evergreen Hammers é amador e um dos clubes menos valiosos das quatro divisões dos EUA, não dá para esperar muito do aspecto financeiro dele. Não há nada que possa trazer mais mais recursos no momento, mas mesmo assim, a projeção para o final da temporada é positiva em pouco mais de 10 mil dólares.

LkB9ZDn5VYpB_vJ-Qr9l9jGULLXqFFmzp-wTM3ZgzpvjuOL01i8vwkdRQubWREo5EOu_yasltgKtHPnLlSD9qZW17bHMWR88b_lLma7NUSS6xgYNF_ACEyKPR2UByNfv_wIutU8SnO38UHxw7-zkHknqa1XxlKJlHsUeZ795nK79LUmnPU8wU273usAO77pd3UJkdymhqGPOv6tFLe79eXK5sdJBxwLGK32PpqhK8KqB7udW_dZHjXVBstOTqNpXncfGwhH0uvHDEYCqFmBgeJEX-skEAv5Xu2Qe0MV4sJv9l2Iee_pve4Et820M6iqSiiCfyb4ps5Ja0XLQMWn9OsdZyH5eWqe4UpUlnRLy6bClregkKbFKvpLvG35hUFMp5KhBoBEcufbY5zPx90TeaewASfqpZC1Y5KkY5XVogrtkgFWUB7BatBiYvKRNEjXFSjjkoub7jMtYD4eUZFXh4t9WVZeeOtK9nWhNmna7UpZDS9EVWsqFAW_z2vAsbIZWW6XepG0CWmzCbLu489UtXWCHvrCvpb_eI0Tm8ZYCIqRHQuBQRsO5nlvE0YOUEGlODJs9POGdbRuL6KB_UbtmXO8SqO71ijaN4Z79fiy5Q_VWnGsGKY2DvSqwfUxs3a9f8VynzzzKFz38-s8k66zsk1jUfF-j2eFuek9OEOOWsQ=w800-h731-no

 

:: Comissão Técnica

Inicialmente, a Comissão Técnica do clube era formada por três pessoas geradas pelo jogo: o auxiliar técnico, o olheiro-chefe e o fisioterapeuta-chefe. Não havia outra decisão que não fosse ampliá-la e por meio de anúncios contratei outros três integrantes, todos eles reais: Michael Gerhardt (fisioterapeuta), Jeremy Holsopple (preparador físico) e o ex-jogador da seleção norte-americana Jeff Cunningham (olheiro).

d9MY8p1MrXl-MCY1phaW8YldX7-g4sW-XxH87B6Um39jtw7RsJzn6tBcvZKYWGG9VmQ0aRSGnVCzdhEXvRphuOJ2vP2MgeGV5AwttQEZHV-JtywS7lK-UciM9VVomRQkpX0V131wEInOn3H1DSqfpbROoN-bNqx1RthjfO56_9E6ICsQuKDnct4BCG2gSIXqcnziyPC9vx5Ri9LP71SrSUgdCdQethcw5A1_pbEh1P9s5sxXZR88ErlhdhkDFP3oAiqa4wPsW_xhVf3CaHcN1UiTjMV_Z8q0U-g19VErNHkeOdF6hjghvMrNuDQ0EKDiadN55meZkmwjLpWWTWTBXDDNY4IemyVN7Apoz9ltiTZvsqJwkKuizG0d7PJUwIhJ-BwRGCg6WUSX2d-i1SjjBQu7DGS8xEnvQgPnkuMmzbgMjhDN3TdegH3u8b132WnuydZbKMc4wBbomNEOmRb1AVkU5YVFwXmEcsrTNSSH4hpFLtk_QwqXQLdXForushzWkGOb2F5rKPNVNu0lkwu3OFfqWqC8DIXio9Z0vfHJsYIDj9FU0bSffTaW_bqlf4CcGRqT7Aezprqjj5LVHKogqmKvzTEfWdnSPpu0NcJdu3ynU7U8i5hZBUZkKwN3qGqeypH0h-vAjuthcJoYpIw5_sexybzwDTUimwtPwVmGCFyiEA=w800-h459-no

O campeonato está próximo de começar e no momento, o nível dos treinos está em sua maioria com uma estrela, mas a presença de Jeremy Holsopple colocou os treinos de força e aeróbico com duas estrelas e meia.

 

:: Elenco

A ideia de um manager que comanda todos os setores de um clube é uma visão que pouco condiz com a realidade. São poucos os managers que atingiram esse patamar até mesmo na Inglaterra. Refletirei isso no save dependendo de cada clube que dirigir, algo que envolverá minha reputação como treinador, a reputação do clube, os profissionais existentes nele e outros critérios.

Em minha primeira experiência como técnico e ainda por cima em um clube amador como o Evergreen Hammers não posso me dar ao luxo de ser o único a buscar jogadores para a equipe. Por isso, optei por adicionar também o presidente Travis Preece com a tarefa de realizar contratações de jogadores, além de algumas outras atribuições de alguém que comanda um clube amador e por isso mesmo é também um faz-tudo.

Quando assumi o comando da equipe, o elenco possuía apenas 10 jogadores reais e os demais eram cinzas. Por conta disso, passei a pré-temporada inteira em busca de jogadores que pudessem completar o elenco, mas foi complicado porque foi preciso esperar a pesquisa do olheiro-chefe e depois uma investigação mais profunda para revelar todos os atributos dos jogadores, já que estou usando a “máscara de atributos”. Com isso, não houve tempo suficiente para analisar adequadamente todos os jogadores e vários deles foram contratados sem a devida observação. Ao todo foram contratados 14 jogadores, sendo quatro deles (marcados na imagem) indicados pelo presidente de clube. Com o elenco que formei ficou com a média de idade de 18,58 anos, a mais baixa da Mid Atlantic Division, enquanto a média mais alta é de Jersey Express, com 20,48.

-ZpYuSvn8vBlKNUBeza2FAYXYLOfHvb4ugaXSNqUDIQHfBx-Nwiy-DPtaLiT0Kd6E6hkEQ6I8DIPTkzMBT0oe6tYL2CWVaZVnZAQl-J4QQZV5oxym9sIlImJ4ajqN1Fsg7MNU5HNXV6qzzg_u1ZuEmIbqgnmvszXzuUTrRPFUScb3U7ispgmGOS95YC6gIOvmSEzmaDp_YlhAsTxJIt2TRd8RP5S4E-VoYAOS9h8kPGLmnUMXVzEkXk9xMIsR5bZOsiUrxYZYH-97GZOl8z6P6Xfk9rdFI1RdOPi6Jf2EPW6RFjnldHHjMu3IienbVGmwop1kXk6EqqWXapY7PbzN18U1M97Af_rLT_6O0ch3-PBotb8oj_ln2vFX8GozQ27GrThWNjdEQLwyowj4LHjJi3XxZajVaPXb7E6Y6qpD2ImlpWC6Vxx64_lwJKLaC2DSTrlYSHuDnFyL6-YpfdIl5hDeCqcHHu5LzNdcKMMKQ3s65hzt1el8Pjgka9pbvQgIdnIPfd-nmAWFFfz3gytMsh59kyuCzM37os6mkAUfukdgatSF7Gd2cjZ2mswhSaJCz-XJ4LPymiqGvluZRR8zJJf8IfVu2RX6RbxjJhfarQmTewvz2vu48HI0F5PmrSFe6YCsz4ydj2Ynzgev_Md_brPB5c_lnxsxAXRd1tb_OXOBg=w800-h641-no

Jogadores com maior capacidade: Jeff Appleby | Jesús PascualKyle Sandoval

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bega Gomes

A uns quatro anos passei acompanhar os esportes americanos com mais ênfase. Comecei com a NFL, depois voltei a ver jogos da NBA e esse ano pretendo ver algumas partidas da MLB pq as finais do ano passado foram demais, kkk. A única competição que não me atraiu muito até agora foi a NHL. Bom, já estou acostumado às siglas e confesso que gostei mais da USASA, bem fonético. Qt a organização do futebol nos EUA, não sabia que era assim dividido por porte da cidade e mínimo de patrimônio líquido. Isso justifica a quantidade de pessoas que vão aos jogos de qq time da MLS, embora ache que muitos dos que ali estão são turistas.

Gostei da divisão por patrimônio líquido tb, isso dá certa tranquilidade aos organizadores pra que o nível de investimentos no clube seja o mínimo esperado. Só acho um pouco sem graça não haver rebaixamento nem promoção, mas claro, estou pensando do meu lugar como brasileiro. O sistema competitivo americano é assim bem centrado na paciência e na evolução das equipes.

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tsuru

Muito interessante essa ideia de ser apenas o treinador, deixando para o presidente a responsabilidade de escolher os jogadores. É fato que é legal ser um "manager" e montar seu time, mas ao mesmo tempo é algo meio distante da realidade. Então dependendo do save pode ser uma boa opção.

Em termos financeiros não acho que terá muito trabalho, mas por ser uma equipe ainda amadora e não ter tido muito tempo de buscar os jogadores, talvez exija um pouco na parte de formação e na tática, para encaixar as peças. Curioso para ver como foi o início do campeonato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Clube escolhido, Staff mínimo e alguns jogadores contratados.  Com o elenco montado Qual vai ser a tática usada? Contra quem será a estreia no campeonato e qual a análise que você faz sobre seu primeiro adversário?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
lakers20

Primeiramente agradeço a sugestão do livro, me interessei bastante.

Gostei da introdução, ficou bem claro e explicado como funciona a estrutura.

Vamos ver agora como irá se sair no primeiro trabalho com o Evergreen. Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
São Marcos

Até que podemos ver uma boa qualidade dos jogadores do setor do meio campo para a frente. E, pela imagem, o setor defensivo possui mais limitações de bons jogadores, que provavelmente serão os titulares da equipe.

E como um todo, também um bom potencial para o futuro.

Também gosto de ter as tarefas não apenas concentradas no manager, mas gosto de fazer isso com uma comissão de "confiança"

No aguardo pela sequência. Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
2 horas atrás, Bega Gomes disse:

A uns quatro anos passei acompanhar os esportes americanos com mais ênfase. Comecei com a NFL, depois voltei a ver jogos da NBA e esse ano pretendo ver algumas partidas da MLB pq as finais do ano passado foram demais, kkk. A única competição que não me atraiu muito até agora foi a NHL. Bom, já estou acostumado às siglas e confesso que gostei mais da USASA, bem fonético. Qt a organização do futebol nos EUA, não sabia que era assim dividido por porte da cidade e mínimo de patrimônio líquido. Isso justifica a quantidade de pessoas que vão aos jogos de qq time da MLS, embora ache que muitos dos que ali estão são turistas.

Gostei da divisão por patrimônio líquido tb, isso dá certa tranquilidade aos organizadores pra que o nível de investimentos no clube seja o mínimo esperado. Só acho um pouco sem graça não haver rebaixamento nem promoção, mas claro, estou pensando do meu lugar como brasileiro. O sistema competitivo americano é assim bem centrado na paciência e na evolução das equipes.

Abs.

O que acho mais difícil é enxergar o puck no hóquei. Para você que já está familiarizado com a siglas, prometo que vou só adicionar mais algumas. ;)

Eles adotaram essa organização em 2010 quando houve uma batalha judicial entre a NASL e a USL. A federação arbitrou a confusão, mas acabou estabelecendo limites pouco comuns para nós e desde então a três divisões profissionais seguem esse esquema, se bem que a coisa voltou a se complicar ano passado. Mas depois falo especificamente sobre isso.

Como eles sempre estão pensando na viabilidade financeira do que estão criando e ao contrário daqui, os clubes vão realmente à falência e a ideia de uma liga é como uma associação privada, vejo até com compreensão o fato deles estabelecerem esses vários critérios para conceder o status de 1ª, 2ª ou 3ª divisão para as ligas.

Acho que somente nas cidades mais turísticas existe esse contingente de turistas em meio aos torcedores, mas não acredito que seja em número grande e muito menos que se estenda por toda a temporada. 

Também gosto da ideia de prom/reb, mas até no Brasil isso é ficou comum de umas décadas para cá, né, pois durante muito tempo vários campeonatos brasileiros e até os estaduais não tinham esse sistema.

O comissário da MLS perguntado recentemente quando a MLS teria promoção/rebaixamento, ele respondeu que se os clubes ingleses ou de qualquer país da Europa fosse começar um campeonato do zero como foi feito nos EUA, ele duvida que os clubes fariam um campeonato com prom/reb diante do investimento que teriam que fazer para colocar a uma liga em funcionamento.

 

1 hora atrás, Tsuru disse:

Muito interessante essa ideia de ser apenas o treinador, deixando para o presidente a responsabilidade de escolher os jogadores. É fato que é legal ser um "manager" e montar seu time, mas ao mesmo tempo é algo meio distante da realidade. Então dependendo do save pode ser uma boa opção.

Em termos financeiros não acho que terá muito trabalho, mas por ser uma equipe ainda amadora e não ter tido muito tempo de buscar os jogadores, talvez exija um pouco na parte de formação e na tática, para encaixar as peças. Curioso para ver como foi o início do campeonato.

Acho que passou um pouco batido pelo que eu disse. Eu disse que no Evergreen eu não ficaria responsável pelas contratações sozinho, mas contaria com o presidente para contratar também. Ainda vou ser um manager no save, mas vamos passo a passo e dependendo do clube.

Ter que pesquisar jogadores para depois contratá-los deixou tudo um pouco complicado, mas isso faz parte da diversão. O Evergreen é cotado para o 7º lugar e minhas expectativas não são muito altas nesse início. 

 

1 hora atrás, LC disse:

Clube escolhido, Staff mínimo e alguns jogadores contratados.  Com o elenco montado Qual vai ser a tática usada? Contra quem será a estreia no campeonato e qual a análise que você faz sobre seu primeiro adversário?

Eu vou falar dela ainda, mas vou no 4-2-3-1. No momento, não lembro que vai ser o adversário por conta do nome dos clubes, então vou ficar lhe devendo essa resposta. ;)

 

26 minutos atrás, lakers20 disse:

Primeiramente agradeço a sugestão do livro, me interessei bastante.

Gostei da introdução, ficou bem claro e explicado como funciona a estrutura.

Vamos ver agora como irá se sair no primeiro trabalho com o Evergreen. Boa sorte.

Se tiver a oportunidade, vale a pena.

Obrigado pelo feedback sobre o texto.

Na próxima atualização já teremos partidas.

Valeu.

 

2 minutos atrás, São Marcos disse:

Até que podemos ver uma boa qualidade dos jogadores do setor do meio campo para a frente. E, pela imagem, o setor defensivo possui mais limitações de bons jogadores, que provavelmente serão os titulares da equipe.

E como um todo, também um bom potencial para o futuro.

Também gosto de ter as tarefas não apenas concentradas no manager, mas gosto de fazer isso com uma comissão de "confiança"

No aguardo pela sequência. Abs

Eu esqueci de falar da comparação da equipe com as outras da MId Atlantic Division, mas em casa, eu vejo isso.

O Evergreen iniciai cotado para penúltimo lugar, mas espero fazer uma campanha melhor, pois prometi na assinatura do contrato uma posição acima da metade da tabela, seu eu não me engano.

O elenco acabou limitado mesmo pela forma rápida e pouco profunda que ele foi montado. Agora é fazer o melhor possível. Pelo menos não tem rebaixamento.

Não deixei as tarefas todas com o presidente, mas pensando que é um clube amador, não vejo o treinador fazendo tudo, mas compartilhando várias tarefas com a diminuta comissão técnica. Por isso mesmo aceitei todos os jogadores que o presidente negociou.

Na próxima atualização já começa para valer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vinny_dp

Bom, pelo menos a situação financeira é estável. 

Pela equipe ter sido montada às pressas não vou me alongar muito sobre o assunto, quero ver como eles se comportarão em campo. O time é cotado para a mesma posição em que encerrou o ano passado?

Gostei da divisão de tarefas, bem coerente com o nível da equipe. Em relação ao staff, pretende contratar um preparador geral ou vai com a equipe atual?

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
bruno introvertido

Botou o presidente para "trazer" jogadores, espero que venha muitas emoções destas contratações, tanto positivas como negativas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
edublattencio

Fera, se for possível poderia me ensinar como vc ativou essas divisões inferiores nos Estados Unidos? Foi no editor ou baixou algum pack? Se foi no editor, como faz?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bega Gomes

GG, vlw pela resposta lá em cima.

Uma coisa que faltou te perguntar: Se um clube aumenta seu poderio financeiro e muda a franquia de cidade (pra uma cidade maior no caso), ele pode ascender de divisão, já que vc falou que os clubes vão à falência?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
2 horas atrás, vinny_dp disse:

Bom, pelo menos a situação financeira é estável. 

Pela equipe ter sido montada às pressas não vou me alongar muito sobre o assunto, quero ver como eles se comportarão em campo. O time é cotado para a mesma posição em que encerrou o ano passado?

Gostei da divisão de tarefas, bem coerente com o nível da equipe. Em relação ao staff, pretende contratar um preparador geral ou vai com a equipe atual?

Boa sorte.

Com um clube amador não há motivo para ficar esperando muito. Se ficar no positivo já está bom, pois não espero que eles invistam na infraestrutura.

Eu também estou curioso para começar os jogos oficiais e colocar o save para rolar de verdade. Aqui no FM serão oito equipes na Mid Atlantic e não sete.

Tenho sim, mas antes preciso conseguir autorização da direção para ampliar a comissão técnica e não me lembro agora se já pedi isso a eles.

Obrigado.

 

50 minutos atrás, bruno introvertido disse:

Botou o presidente para "trazer" jogadores, espero que venha muitas emoções destas contratações, tanto positivas como negativas.

Eu decidi que todos os jogadores que ele contratasse eu aceitaria, independentemente da qualidade. Por isso que acabamos com 24 jogadores no elenco.

 

8 minutos atrás, edublattencio disse:

Fera, se for possível poderia me ensinar como vc ativou essas divisões inferiores nos Estados Unidos? Foi no editor ou baixou algum pack? Se foi no editor, como faz?

Você mora nos EUA? Sabe inglês? Se souber fica mais fácil você procurar vídeos sobre o editor do FM no Youtube do que eu tentar lhe explicar algo. Existem vídeos em várias ligas.

Fui eu mesmo quem editou a liga dos EUA.

 

1 minuto atrás, Bega Gomes disse:

GG, vlw pela resposta lá em cima.

Uma coisa que faltou te perguntar: Se um clube aumenta seu poderio financeiro e muda a franquia de cidade (pra uma cidade maior no caso), ele pode ascender de divisão, já que vc falou que os clubes vão à falência?

 

De nada, Bega.

Eu diria que as possibilidade de mudanças são enormes. Tem clube que joga na PDL (4ª) e depois muda para NPSL (4ª) e vice-versa. Tem clube que estava na NASL (2ª) e decidiu ir para a USL (3ª) porque acha que assim será mais fácil para a MLS, já que a MLS e USL tem uma parceria. Tem clube que estava na USL (3ª) e resolveu ir para a PDL (4ª) para poder se reestruturar e também tem clube que saiu da NASL (2ª) e foi para a MSL (1º), como é o caso mais recente do Minessota United que estreia nesta temporada. Mas tudo isso é mais uma negociação do que uma ascensão, pois não basta você querer subir, você precisa ser aceito pela liga e aí, logicamente, entre a capacidade de negociação.

Aqui no FM nada disso vai acontecer. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maiiron_

Vai ter emoção nesse negócio de não contratar e deixar na mão do presidente, hein? Na espera pra ver tática/time e início da temporada, já que é tudo meio nebuloso no momento, já que não conheço a liga.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
5 minutos atrás, Maiiron_ disse:

Vai ter emoção nesse negócio de não contratar e deixar na mão do presidente, hein? Na espera pra ver tática/time e início da temporada, já que é tudo meio nebuloso no momento, já que não conheço a liga.

Acho que você não leu direito o que escrevi. Não disse que deixarei as contratações na mão do presidente. Disse que eu não poderia ser o único a contratar e que ele também contrataria. Tanto que ao apresentar o elenco disse que dos 14 contratados, quatro foram escolhidos por ele, ou seja, os demais foram escolhidos por mim. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Maiiron_
2 minutos atrás, ggpofm disse:

Acho que você não leu direito o que escrevi. Não disse que deixarei as contratações na mão do presidente. Disse que eu não poderia ser o único a contratar e que ele também contrataria. Tanto que ao apresentar o elenco disse que dos 14 contratados, quatro foram escolhidos por ele, ou seja, os demais foram escolhidos por mim. ;)

Desculpe, GG. No Ritalina, no concentration. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
4 minutos atrás, Maiiron_ disse:

Desculpe, GG. No Ritalina, no concentration. 

Sem stress. Até mudei o texto para deixar mais claro o que eu disse.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Iagotta

Campeonatos amadoras são muito flexíveis na questão de jogadores chegarem a partirem o que deixa a dinamica de continuidade de elenco (algo que funciona muito bem no FM) bem difícil de realizar e as competições ficam imprevisíveis. Torcendo pra dar tudo certo nessa temporada de estreia. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
12 horas atrás, Iagotta disse:

Campeonatos amadoras são muito flexíveis na questão de jogadores chegarem a partirem o que deixa a dinamica de continuidade de elenco (algo que funciona muito bem no FM) bem difícil de realizar e as competições ficam imprevisíveis. Torcendo pra dar tudo certo nessa temporada de estreia. 

Isso mesmo, qualquer prato de comida com suco já é capaz de tirar o jogador de seu clube. Mas até agora, eu não perdi nenhum jogador para outro clube.

Valeu pela força.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Perissé

Save muito interessante, particularmente gosto bastante de saves de ligas mais exóticas ou pouco faladas. Boa sorte durante o save.

O Evergreen parece ser um time bastante básico, com finanças estáveis, porém pequenas, elencos amadores e pouca pressão, um bom ambiente pro treinador mesmo. Uma pergunta: nos times de topo da PDL, os clubes são tão básicos quanto o Evergreen ou são mais ricos?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm
4 horas atrás, Yan Perisse disse:

Save muito interessante, particularmente gosto bastante de saves de ligas mais exóticas ou pouco faladas. Boa sorte durante o save.

O Evergreen parece ser um time bastante básico, com finanças estáveis, porém pequenas, elencos amadores e pouca pressão, um bom ambiente pro treinador mesmo. Uma pergunta: nos times de topo da PDL, os clubes são tão básicos quanto o Evergreen ou são mais ricos?

Legal que tenha gostado. Espero que continue gostando no decorrer dele. Obrigado.

Minha expectativa é que mesmo sendo amador, que as finanças fiquem estáveis, mesmo que pequenas. Essa período de amadorismo é mais um período de formação do treinador do que de qualquer outra coisa. Existem clubes que valem perto de 5 milhões, mas a maioria  vale menos de 500 mil.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm

FnoQw5Q_XiORsybu-ChtV-kSngX-KEGrQZSo6FnN4SpAndxAUx483bLletjOxsn74AuryIPKJiU5yCJvX2S7Ke1qSU9nTA0assFbKX6dfboBj1c6XX2CJd8cqWX3h15br6UmW5eXTg-LvAWuFuxO12jL77wAWTG5wn9bM3AHc-XNFkBA3-eNwgo5drTWZMnjomoGIYIvrcuFVvy8zOed3AhpikyJYl26nKzIdmY-FISD84d3MYgCGQ9TXSTnt4kMCcAtYMqLgSRkJr6lDZIHRs6ULQQq8vkW0w797GbCzljcxbqETtiCZOcBxwEmiWq77VKK0R22H4l5-0SDZKRAf3eR7mwZEqXKX2B2jzOc54lwJYcYwE-cO8D-770yQ39Vvoc_1IrdJeBFkNr0TPtvW0g-Bn7wvHiVGIDPKBvolFUDhjk7jq4rhafTyoaqfcZNmIwlFiUqs9vqhO6qCKiA4jCjI0qulcaawhEn1MOyhptPVsbf-uZY2ToQJA4pAkaMVPsAA3kVYHJ0wrEchjit5aRolzN_2eMtuuFZQrwYtn0_WBprfGMcrcKFi_MninGPaEY1KKfN8vdi4p8T8nXFIFnm6BfJXrrjix7LSTyhXTo197IYw0mjyDVih8ald6ZbLyu0S4t4BQVE3sqvnwbGSS_Lzn5HH3uWeg4nZWT7gi-qOg=w800-h299-noAs5SP9I5tJ2zm8FjTWbFU6gwNMG6xq5O96zbKVjFSkuIuFc8x7Z7b7TEZXrucoGVvFVDiXwZAQW2UU0VHDCtM4LSUg72Tk9gwSs_IVnKjv5yMFom_qFcNrkueQOBr_ofjBA7rPQS_VRbGsU6-PmwZmhas_yp_7WtuRKlVzZ9SjCCtrtQGnfTVIoREE1y9hd1SHYV6lmfFHDO2KeYYX8caLlWTnoKMIdGIwpisov6XsHOAZGgQtFeni3Twd-teNkq_ReGGIh1Aj11bclVP3eS4fCJdbAMsUSdNG78NlLdjxAZUGy2Ynju8m7i8mwkEdjAq7GNNAAZrm88uqs8rJHbTEEY3fEp9iHZbGX4Z7nAfcd2uAzh-CKKy5eVajDoG3hlMDl2jeXpXZo8KmycvOqQxKfEiIzeL7OoxJNajjI8P_EZ9DkIt0JFc6R1kHdfPu5mw-CauH1X12v7dg2i4X5DKGxgzYt_bC-HFgldXPFPwhUIGwqUp8ittbFEsZ8blF7_TRm1FVJJ_CHMOkFWHdu8U7scuYSakINPJb5VfyrKHXZD4dXxRTuaIVnehfoPJlIUIqEYDF7taFlUdIugq9JKFyZoKnR6u_MxNN70tfbj1htkjnOmpUMyMKo1N3p3MpIeQDOKQfxvarvvMiogSkjYsrJ_Tdgu0WofLZrY9y0vA0cIeQ=w800-h58-no

:: Tática

Diferentemente de outros saves, neste eu pretendo jogar de uma forma mais ágil e usarei o modo estendido. Sei que será necessária uma adaptação, já que em modos mais rápidos perdemos uma série de detalhes que são vistos na simulações mais prolongadas, mas isso também faz parte da brincadeira.

Escolhi para começar o trabalho no Evergreen Hammers, o 4-2-3-1. Demorei um pouco a definir qual formação eu usaria por conta da falta de jogadores no elenco, mas vai ser com ela que vamos para a temporada. As outras duas são um 4-3-3 sem pontas e um 4-4-2 inglês. Geralmente, uso as configurações padrão que cada mentalidade e uso as instruções de equipe para modificar algo durante a partida.

6HQw1Wbf5HJ2CikEQ0T2PscZmTsv9Rlfk_LngufFgszV9hJSJiDT0GxIt6JrgFOzAWNAvbVZySa-LWWDTjpxUUEnl9UaVRel6mbpkI4gvSLOFc9ljixaVZjgcYzNLJaCkAx2-igD-WVuFOn1eL0XrPdsbfS-wJD-3ZS48ki3q38B_dyCCJqw0yPH959XdRog-6yUbKwEGHXb6MF8D3ie09OTxxAQkNY9oEYXJ_P7MraQmj8PRtoJzzd9p-sWQSu1T9V3AMfdVl7Q74RYZ_y3xYlvAKw4YYqBsm3STHZSdNC4jfJjdyEwMNXlt2iqgyY7Kk-gvPCST6GX-Fh8iKKPSgyuLcdTcFJ6Yiii5nHfnjGR6LifKSZdM0N0jQhzyQrlP_-GNZdyY7fst7AKQwa5IzQd-fOCYCC9Usd4q--9CuHq6zPuZkWs_N-F0fDwmBx0vX9FiCUAWEpK58sed2LqfpPSL14gkevBFa0ZVa5oOd8JtFNdZSD5y29MjX7daHkoFYl21qwKakRN7wAkc_1kw8_xIWC-0OpiFazdNq7e-2KF4NEsNJAUtWBuOIJkcOfG74cB3l2jo1dcwQ2EZTMDsbAplHmGrGHHGuZbwxGLMyJMgkoGIfFiXoy65q8-6fE-pokm4xnEr-Qd_sKCYgSh6oOQqfMYEL31Xq9__igtJUsTMQ=w449-h550-no

 

:: Mid Atlantic Division: 1º turno bom, mas irregular

Como eu disse anteriormente, a carreira de Gus Gibson começará na Premier Development League, a PDL. Escolhi um clube cotado para o 7º lugar (penúltima posição) na Mid Atlantic Division, uma das 10 divisões da PDL.

No FM 17, a Mid Atlantic reúne oito equipes de cinco estados, Maryland (Baltimore Bohemians), Nova Jersey (Jersey Express, New York Bulls U-23 e Ocean City Nor’easters), Nova York (FA Euro), Pensilvânia (Reading United e Lehigh Valley United) e Virgínia (Evergreen Hammers).

Eles disputam o título da divisão em ponto corridos em dois turnos. Os dois primeiros lugares avançam para o play-off nacional da PDL com os dois primeiros colocados das outras nove divisões em um total de 18 equipes. Os play-offs são em partidas únicas.

Nas últimas temporadas os campeões da Mid Atlantic Division foram o Reading United (2016), o New York Red Bulls Sub-23 (2015), Jersey Express (2014) e Ocean City Nor'easters (2013,2012).

A PDL permite elencos com até 26 jogadores com no mínimo de três jogadores com menos de 19 anos e com no máximo oito acima de 23 anos. No elenco de 24 jogadores do Evergreen Hammers temos 16 jogadores abaixo dos 19 anos e nenhum acima dos 23 anos, o que resulta na equipe com média de idade mais baixa da divisão, 18,54 anos, enquanto o Jersey Expresse tem a mais velha com 20,48 anos.

Para a temporada 2016, o Evergreen Hammers é cotado para o penúltimo lugar à frente do Sub-23 do New York Red Bulls, contudo durante a entrevista prometi ao presidente do clube lutar por uma posição no meio da tabela.

Na pré-temporada marquei amistosos apenas contra equipes que não gerariam recursos adicionais para o clube. Acredito que seja uma forma de manter as finanças de forma mais realista.

Depois dos amistosos de pré-temporada, estreamos diante de uma equipe de Nova Jersey, o Ocean City Nor’easters. Jogamos bem melhor que o adversário, mas um pênalti aos 33 decidiu a partida para o adversário.

I-H1wS-AYcrAo6skswMHob2fGZ-IWcyt3qq4C8Mt3c_NzmpGTDI775RWkoibJQOd1DNZzmi_n6baGcznElYjZRUtAj6zK-78F7XynsbH5zfgzzTNDPClXmsBCj0Pv05RTfMG3E3wnMhX1BNtT8mqDIOKIGkrrGYYZkmJ8LGKjEqFa53_VtgkVmCISJ18n6K1NDvvi-0RcgOrZXo-c0CTA4FvEmWUfhdpNNgZzAPdf0BTjdGEUb5CEer2m6nzGkYZJEwD6CBRqz_-XHL_J77VuWXPeQ_CHbLNxqdcTHHyydFYU6VWJfCCkFpGr9Qgd_t3QtG_Gow2UBeHNTfh6Pk9ZITKCYYHfVKUVKEDWItmCHBJlduVcoon7S0FaB9K5DDTaGQaciY_9e1S2dpyCOqlHkUI-LBM4CWkuc7zz8kp0GUeHiPNUWg171vehvrT-DoIweBWJOg5yGRW1C5xYbFEg9n-3MFovxgFDYKRi3LmHPxMfFOroGWnBhbO7mUIwUF7UO197guCfbdof2ak5ni9ErJV93R2SPRDVtopS1wbXMfHqVbw_Q7MvQ-Hf7JTrkCAzKy3_Er__48uuTZu2xZMDn-_R_rcI6b9kEUIkBFezMv_zRFIB4CyPkzwTjsQb1__rWRRYeGwoogpyU9YBnNyww6Am19tUS2jwsJ5wz64-bgxwA=w800-h682-no

A boa estreia, mesmo com derrota, foi animadora e uma goleada de 6 a 0 no Baltimore Bohemians serviu para nos trazer mais confiança, porém duas derrotas por três gols para o Jersey Express e o Reading United nos deixaram com apenas três pontos em 12 disputados.

iOAYwJGJKkJYH7Det-yQ_MFaWc1n-SWC3_TlgisAD0HqMnQBLMmDfisV8t0KMFmH-gVQUfsSBgduGCjSjBG1WeamxSXriFV5eU8YScd3WZAz4j18jphDmqZqiIWOh3RtDby9SROWW9GlzvXvIgzl6ipZffbmbFnzh0pq8D0h_EBcJV0pEiurJmQk-CgT8kMIwXd-xgQ6cacsr0s9P9KBS_td9928TfHMYlITJt0JmHClmT_11xPS2H7ktrTOR8JYKRV9xdG3HGrASX0R_ym1laC7y7R2J1Rtswnz-JqGE3FfKWBQ1l5qSjOAhmdCkGZ7_s8RYg0Qks5c1tLbdDqg4CNeDnUeJw6_0F6aZ0sAp_YmryYF3iOlpXDeuc72vPZiaDx-sxrr1o04pQK9SCaETtJIlqPp9IUdLs1jU3DMV2DfeDthgfSkuRKUFXsswExs25xrXRTiS6O2e9OoTL6kJJlqkU6tva3AFOYUx7hBk4hjCwOnjwnlc8IC240T44Iyldjw2HBhauYwprJUXHozqhzLEccZpgkOuP00cTEcrlD1npVg3s76YV9gpMD9evZ6UWzCJBjPlep7cjwRa2r8VWPINdJL5wuko0jPmJYcSZmr0TrrEt-U4HXRIMhlURJgbsfdBaneU7DohQG3e3mtcBMsLU9MeQ3REsQyX4C_eozHWQ=w800-h682-no

A situação melhorou nas últimas três rodadas do turno com sete pontos conquistados em 9 pontos. A boa sequência  começou com uma goleada de 5 a 0 contra o New York Red Bulls fora de casa. Poderíamos ter conquistado outros três pontos contra o FA Euro, mas ficamos no 1 a 1, mas vencemos a seguir o Lehigh Valley United por 3 a 1.

OxgxDRWeD9hTqOHxHy9NEL72zvHidejYRZyTZfwYwQldd9obnGMQzRGQqIY7S2VLZJL1NAf4920t05shgiK6ThMWuZTZYiM8sBDrX3mHTJw-i6oJRY5Y5IKJsTZ3t-1FjtnmbdiKBS6iwXCrY0HXCtjhXGE24FB_406TP1BJmdjnIEO8d6fVYBX9uJgBx2kCFPRk-mbxjwnjQszTeXccxsASYoo0hNq8pj2qhhhuqIFRkS_I5FeLyHzRrcqqp3KIkYsuHBdMShmAnLkIVjiPaXaqrwO4Y49DZvDq-VX9Lay_uOxPUeZ1tqOeBqbqZhoMjauZGwOGggXCj4dzOrf2cHIBlV1kBQjb63XSaC6yBvB54VylaHrJ-ERzx_ZQfMAPmml5XqtZOvjbERX7iXLTy0dLaS_GM-gYst9kNf0rma8zbOSAZHxHj_PSfO7XTHc8kD-KNTcNlo_lwnI8AdwZA8Ynu8fDECkvysf7g6MC1zsEfGuaszOg6y2hpUiuTBkeCz_l0FYN37JUvaz_6NnVRji-AT6ivb1UiADXVGwqL5Q8JVO1ZW4Q-J8DaZ06b8Ip2zt28YKtm3gw7Fefr506igjrl_t_9qzF9vABnuCjXveYNez_qGhL81y2kktccWbi2EGr0L8zSvGPLnYA8XpvDCH4M4zTnyxrDZ6Gzfm1wX6XDg=w800-h238-no

A campanha é irregular até agora. Estamos em 4º lugar empatados com o FA Euro, quatro pontos atrás do líder e favorito ao título Jersey Express. Estamos em uma situação que qualquer vitória no levará para o topo, enquanto qualquer derrota nos levará para baixo.

hznVKh0A7tUvLydQEZ7INdxpAULmMotgPPD5_08CP2902E19uFUzrIa6ZepTFsZZ8BPbt-XwFKvexmsUVaJSObqL9u4L2hLWuch3U5pe-p2PqURvtmNhJdRWqJ2MZwO2Hdh_UI4c-2dODi6mNygFwoBr66eHJovsO5h6ts9iTwPumBIH-ryydTbqHgxo6CZpirf_o-gcADZmFC26-JqXdCdawMKuTh4w3zysrUqZr8PdGhWF_dHa_Jxwb2nz1fM_dHB_NdfBYSk2rWjqhAJ5hjDCn0goFaIq13k8t602yI6pnBRQkecZclo0g1e2HvqeYf1EM-ip0G6oQbqUNpcxfj1McX2yPIimU9WA5hUfG0FjaEM_JLXWDFnwLuyZV3sX70ltHQAP6A3eUkyZtKO-1QnbK-6jlqlyIxcFmU88TAvwPOFrYjrLnWPWrVEb4nK_y9uUgWEj0YQUCl8WitD_AyL8n_tlXOKBQr6kldVR5vI0t3_bmiIODbV-2cKsd3MxyslLXue69Eouixm_sPuvFHYutNENGK57WXtxy_3MEKxuRZIupPxDxTUl7BaNaUqvGTSnl8TvdChsHv3FeNRZlzbhs7gE6lm8hVqeeFUGLPziiqV50RHeEc94W6GFE7UpSonsy0ke7Ewky5f7_77rzzlBFFm1VdXZrjTf3_TUpfmCIQ=w800-h241-no

Paralelamente ao 2º turno teremos a participação do Evergreen na US Open Cup, a copa nacional do soccer norte-americano.

 

:: Elenco

Até o momento, a equipe tem tido jogadores com um desempenho muito bom. Dos 24, 11 estão com médias acima de sete. Destaque para dois jogadores que ainda não havia apresentado. O ponta Jordan Hernández e o zagueiro Jim Todd, respectivamente com médias 7,60 e 7,58.

-hgtkt7gufF3cIb3bLhSW4djlQ845Su3YSQT_XiOFNHb216gAyBn8ishIydkT4G3XXeaF72eaLL21zzLnC1DhU8V0YAhMeqCEabh9JCJQGpEScy8uZjKLVSD81yNNYMEbTJYG9MpwYkzUqXmU6zfVMkB1Yqcrvasl6SV6d071NxJVd6DaiJZ9lmUPkgMhUtzlM57mTPfwvYlHzDkQCa_k4MP3RVRxsxENe84eaKwO8Tv4Ti_zLLZgaTuIOhRrJ6DaGM45Wg33bop_qSAjX5hUgh6oce6btimiPnvjnZTUpwnyqMCvKYqhB9XZ7UaWQvzF6qu6nYITVl_axpxXUlaX1EDbngMSpzDKyujhpxobkIHK0r_urmEAa6vxO7pwVjpHobxFyW48K_yv6fvOOMfUdz3-znKGW3Wt9ROfdy49OrBPfVFUwA4Zs8Pk-k49yakUz6wIMTne87h3twmHkwZj87tKKywCQzRJTpp6rt3h1gMRu5iZjRcJeoiuBvGKhuFXPXKpQh354wc1uvIK9mGrCU3nutrV8EmtuemQ_7-jmKRjc3Q4oTRVcVscCdqrzcb02sfr5dIOkEH0f7rk1sF3dR5NZYIFVTUuXm1P7JmwkMCp4oAEgaG0_-EbPrersZWRM9OzOPhukHkpneSMMWojYkrKlUGUnMuun7RTN3T_pH_oA=w800-h705-no

Merece destaque também o artilheiro da equipe e da Mid Atlantic Division até o momento o Fernando Osborne que marcou cinco gols em seis partidas.

No que diz respeito às lesões, a situação está bem controlada, apesar de dois contundidos que relativa gravidade.

 

:: Finanças

O balanço indica uma pequena perda de 655 dólares, mas a projeção indica um saldo positivo de quase 7 mil dólares.

xBLmmIUY97OAwJEbFv70itmy-SgMTVXH54AYM67Z6WpHuVhWwisFQD5KdERKASzasEuEyhai3VLstQkwallfIn5Vy3U3k1L7l3EOrSRIgNS9_0LSzRL2bOgSgu2eLnsiLfEQQW-mu_xIi_vE0WVrkg3vqPZHh3dDMjI9M-iwwt0xIG9dz-b9bHma3i-nrbP_DfD-gicxB-FyO5o0U64j6nJUQ9B09XsZzvLVePFhBcqkK08Stl-bxUMf4NVPPiUu-pGFW73hhMyhdZpKvDcAyIrNdUxr2caSeeFERdJB-a0hMu9da3Go1Bru50FaTqoMaSQVv0tdr3Cg5qgP2eIZx158pFN7Bwr4q2gm77un4kWoEotnWVsgyKPaxfVvpIDpbKELQ8ULoFlKjAELwjCnu0kKziNy_0NBaPqzwdPxZ-Gh4zmKclUsigJQjselY3LI2OyN01JhEPOllIBXeMAPW-5TY7rBMM4gxArs3V_0tBFd0Jzn9KiPBS3feC7g31plbOWaWIw0Uvooxd3-8r7v0Kei5B2rJzagyeSKVV2nIwFa8wk4HwQSo4QCPBQwCrlP3xX_X_gY6gNE6opMxaZWx-RrIlET_5r3tYqbiEKjlHPCuYR3g57PFkX1yXzxmkCs1p-_J76oVhJtpkynkFA2QEAFisTw2vf_GeEzmN6-us94UA=w800-h761-no 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Iagotta

Como era esperado o campeonato esta bem equilibrado ao mesmo tempo. Não há como fazer previsões ainda, embora de para notar um padrão nos resultados (pontuou contra as equipes que estão abaixo da sua na tabela e perdeu para  as equipes que estão acima).

Interessante que quando o time resolve que esta num dia bom pra fazer gols os jogadores não tem perdão e vão pra cima mesmo, não a toa a equipe tem o melhor ataque com certa folga. 

Agora é torcer pra equipe manter o ritmo dos últimos jogos e conseguir a vaga nos play-offs.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

  • Conteúdo Similar

    • math6667
      Por math6667
      Eae galera,queria saber se tem alguma atualização de elencos atual para o Football manager 2017 de 2018,pq meu pc só roda ele e tá ficando chato com os mesmos elencos???
    • Tsuru
      Por Tsuru
      APRESENTAÇÃO

      E cá estou eu de volta. As coisas se acalmaram aqui em Portugal, fiquei com mais tempo para jogar e decidi começar a retornar ao FM aos poucos; quando vi, já estava mais que viciado no jogo e empolgadíssimo com um novo desafio. Como jogar sem postar não tem a menor graça, inicio assim uma nova jornada aqui na área - o tempo longe do Projeto Nacional me fez perder o gás e, quando voltei a jogar FM, estava sem vontade nenhuma de continuá-lo.
      A ideia desse save surgiu há mais ou menos um ano, quando li o livro “Futbol Total” em que Arrigo Sacchi narra suas memórias. Desde então estava com vontade de fazer um tributo a ele. 
      Apesar de ser um tributo, farei um save de clube, que hoje é um formato que me agrada mais, podendo assumir uma seleção (ver objetivos abaixo). As atualizações serão semanais, e a ideia é que cada uma consiga cobrir um bimestre inteiro.
      Até pensei em iniciar no Pro Piacenza, que é uma equipe rossoneri como o Milan e fica na mesma região onde Sacchi nasceu (Emília-Romanha). Mas como no save não terei obrigação de seguir os mesmos passos do técnico, preferi ir para o Sul da Itália, onde há muitas equipes interessantes - e uma em especial com a qual tenho vontade de jogar há bastante tempo. 
      O nome do treinador será Alfredo Beletti, um personagem fictício que tem o mesmo nome de um dos mentores e melhores amigos de Arrigo Sacchi.
       
      REGRAS
      Se for demitido, o save acaba;
        Em homenagem ao grande Milan de Arrigo Sacchi, só poderei contratar jogadores italianos e holandeses;
        Poderei utilizar todos os jogadores surgidos na base do clube, independente da nacionalidade;
        A partir do primeiro ano na Série A, os contratos de jogadores que não forem italianos, holandeses ou criados na base do clube não poderão mais ser renovados, podendo o jogador ser vendido ou sair de graça. Esta regra não muda em caso de rebaixamentos para a Série B.
        OBJETIVOS
      Ser bicampeão da Série A e da Supercopa Italiana, superando Arrigo Sacchi;
        Ser bicampeão da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes, se igualando a Arrigo Sacchi;
        Depois de atingir todos os objetivos com o clube, deixar a equipe, assumir uma seleção e ganhar a Copa do Mundo, superando Arrigo Sacchi (pode ser com qualquer seleção e pode ser tentado mais de uma vez)
        O PROFETA
      Arrigo Sacchi nasceu em Fusignano, Itália, e é considerado por muitos um dos maiores treinadores italianos de todos os tempos. Ele ficou especialmente conhecido pelo Milan que comandou entre 1987 e 1991, que era inspirado na Holanda de Rinus Michels mas tinha uma identidade própria bastante forte.
      Contando com a força econômica de Silvio Berlusconi e a confiança do diretor de futebol Adriano Galliani, Sacchi montou uma verdadeira seleção, que incluía nomes como Carlo Ancelotti, Franco Baresi, Alessandro Costacurta, Paolo Maldini e os holandeses Ruud Gullit, Frank Rijkaard e Marco Van Basten. O treinador exigia uma intensidade enorme de seus jogadores, tanto na defesa quanto no ataque, e propunha um futebol ofensivo, vibrante e que fosse para divertir as pessoas. Para sorte dele, o grupo que foi montado à época compreendeu bem sua filosofia de jogo e conseguiu executá-la com perfeição.
      Unido dentro e fora de campo, o Milan venceu a Série A uma vez (desbancando o Napoli de Maradona e Careca) e foi bicampeão da Liga dos Campeões, da Supercopa Italiana, Supercopa da Europa e do Mundial de Clubes. O sucesso e o estilo arrojado levaram a equipe a ser eleita pela revista World Soccer como a quarta melhor da história do futebol, atrás apenas das seleções da Hungria (1954), Brasil (1970) e Holanda (1974).
      Depois do Milan, Arrigo Sacchi assumiu o comando da seleção da Itália que foi à Copa do Mundo de 1994, mas não teve o mesmo sucesso. Os jogadores da seleção não compreenderam bem seus conceitos e a Itália foi avançando na base da sorte, aos trancos e barrancos, conforme relata o próprio treinador. Ainda assim, a Azzurra chegou até a final com o Brasil de Bebeto e Romário e foi derrotada após o famoso pênalti perdido por Roberto Baggio, o Codino Divino.
      O modo revolucionário de Sacchi ver o futebol italiano - que até então era refém de esquemas com um líbero - deu origem ao apelido “Profeta de Fusignano”. Ironia do destino ou não, muitos dos conceitos utilizados por Sacchi nos anos 80 pareciam mesmo "futuristas" e se tornaram bastante comuns no futebol anos mais tarde, inspirando por exemplo Pep Guardiola e Jupp Heynckes. 

      HISTÓRICO
      Temporada 16/17 - Série C, Girone C - CAMPEÃO (promovido à Série B) Temporada 17/18 - Série B - 12º lugar Temporada 18/19 - Série B - 6º lugar / Classificado para os playoffs e eliminado pelo Verona (2 a 1) Temporada 19/20 - Série B - 5º lugar / Classificado para os playoffs e eliminado pelo Carpi na semifinal (5 a 2 no agregado) Temporada 20/21 - Série B - CAMPEÃO (promovido à Série A)
        SALA DE TROFÉUS
      🏆 Série C, Girone C - 16/17
      🏆 Série B - 20/21
    • Neynaocai
      Por Neynaocai
      PRA QUEM CHEGOU AGORA, RECOMENDO DAR APENAS UMA OLHADA POR CIMA NA PRIMEIRA TEMPORADA E IR LOGO AO QUE INTERESSA, QUE A PARTIR DE HOJE (07/12/2018) SERÁ INDICADO ABAIXO:
       
      CLUBE
      Uma nova jornada. Capítulo 1: La voix du peuple est la voix de Dieu.
      Uma nova jornada. Capítulo 2: Entre grandes expectativas e a realidade!
      Uma nova jornada. Capítulo 3: A segunda temporada.
      Uma nova jornada. Capítulo 4: X-saladas, caldo-de-canas, bolachas, refrigerantes e gols.
      Uma nova jornada. Capítulo 5: Tem que ter pojeto?
      Uma nova jornada. Capítulo 6: Tutorial de como ser campeão em menos de duas temporadas.
      Uma nova jornada. Capítulo 7: Em segundo, se virares a mesa.
       
      SELEÇÃO
      You are fake news. Um desabafo contra a imprensa.
      Copa do Mundo Sub-20 2017.
      Copa Ouro 2019 - Campeonato Mundial Sub-20 2019.
      Pré-olímpico 23:
       
      ESPECIAIS
      Copa do Mundo 2018
       
       
    • LucaSilva32
      Por LucaSilva32
      Bom, eu usava normalmente o FM 17 com as faces que eu tenho (85.000 faces ao total), funcionava perfeitamente. Hoje quando fui entrar no meu save, vi que quase todas as faces do jogo sumiram.
      Pensei que fosse o fato de eu tentar colocar a face do meu treinador, mas exclui a foto do meu treinador na facepack e tirei o id do meu treinador do config.xml localizado na facepack, ao recarregar a skin dentro do jogo continuou o mesmo problema.
      Desde já agradeço a quem tentar me ajudar.
    • Henrique M.
      Por Henrique M.
      Reflexões, ponderações e filosofias
      Antes de falar do save em si, queria aproveitar o espaço para fazer um desabafo. Parece que a cada novo FM que surge eu vou perdendo cada vez mais o contato que eu tinha com o jogo no passado, mas vejo alguns exemplos de pessoas na mesma faixa de idade, mesma faixa de afazeres ou até em faixa maiores, jogando e tendo a boa e velha conexão com o jogo. Não sei se posso culpar o jogo em si ou culpar o jogo com relação a mim. Poderia ser pessoal, mas recentemente venho me divertindo no Football Manager 2008 e poderia facilmente migrar para o Football Manager Touch, que foi minha grande empolgação com um save, tirando os playoffs de promoção com o Santarcangelo. Então acredito que o problema não é do jogo, nem da minha relação com o jogo. É do que eu quero ver acontecendo no jogo.
      Infelizmente eu escolhi um desafio que o jogo não estava disposto a aceitar nas minhas condições, era possível, mas eu precisava aceitar as condições que o jogo impunha e isso não era o suficiente, eu precisava de mais e não aguentava ver o resultado do que eu queria dentro de campo. Não ligo para derrotas, para os percalços, desde que eles ocorram com meu time atuando da maneira pela qual ele foi desenhado para atuar. Se eu me comprometo com a retranca, tenho que estar ciente do que ela causa, se eu me comprometo com o jogo ofensivo, tenho que estar ciente do que ele causa e assim por diante. A questão é que eu me comprometi com uma coisa diferente, que era o líbero, não era uma questão de tática, não era uma questão de estilo de jogo. Era uma questão de trazer uma função morta para o FM e fazê-la funcionar tanto defensivamente quanto ofensivamente, mas isso limitava meu estilo de jogo a ser puramente defensivo ou contra-ofensivo. E as equipes que tiveram grandes líberos ofensivos não jogavam exclusivamente assim e muitas poderiam ser descritas como equipes fluidas e ofensivas.
      Eu passei do estágio de querer ver um desafio impossível sendo feito por mim, passei do estágio de querer acumular títulos e fazer grandes saves em termos de troféus e vitórias. Tive um dos maiores prazeres no FM 2015 com uma equipe que ganhou 3 italianos em umas 15 temporadas, perdeu 2 vezes a Champions e até hoje sinto saudades desses momentos, pois ali eu não estava construindo a minha dinastia, ali eu estava construindo uma história em conjunto com um clube. Tinha aquele apego, tinha aquela paixão de transformar o mundo do futebol. E esse é um problema grande, não consigo fazer igual a maioria das pessoas e escolher um save simples, seguro e que seja factível de se encerrar. Eu quero o desafio de modificar a história, criar momentos que só o FM proporciona e isso acredito que vem dificultando o processo de jogar FM.
      Desafabo feito, hora de seguir adiante e tentar mais uma vez. Se falharmos, levantamos, sacudimos a poeira e tentamos de novo.
      Introdução
      No Football Manager 2014 eu tentei aquele desafio impossível, meu grande feito até hoje foi conquistar a Champions League com o Rangers da Escócia no FM 2012. Por isso, decidi apimentar as coisas e buscar o título da Champions League com outro clube britânico, só que dessa vez advindo da Irlanda. Foram lindas 12 temporadas com 10 títulos nacionais, 9 deles consecutivos e incontáveis títulos nas copas domésticas, transformando o Shamrock Rovers no maior vencedor de todas as competições irlandesas. Em nível continental, realizamos o feito que o Dundalk realizou nessa temporada, ao se tornar o primeiro clube irlandês a participar de uma fase de grupos de uma competição europeia e fomos além, chegamos até as oitavas-de-final da Champions em uma ocasião e participamos por 3 ou 4 vezes do mata-mata da Liga Europa. Porém, apesar de nunca sequer estar perto de alcançar o único objetivo do save, transformei o Shamrock Rovers, mas isso não foi o suficiente para alavancar o futebol irlandês e sem a alavancagem do futebol irlandês seria impossível chegar até o objetivo do save. Eu me frustrei com isso, encerrei o save, depois me arrependi, mas a decisão já estava feita. Contudo, nesse save desenvolvi jogadores, criei ícones e lendas do clube, inclusive consegui segurar uma gigante promessa irlandesa por mais de 10 temporadas na equipe, fazendo com que um jogador da base se tornasse um importante jogador da história da equipe. E eram essas pequenas coisas que seguravam o save, mas infelizmente, ele estaria fadado a nunca dar certo da maneira que eu gostaria.
      Por isso, no ano passado, o ggpofm traduziu e adaptou um texto sobre como tornar uma liga competitiva e eu decidi que era hora de tentar realizar o impossível novamente, porém eu incuti no erro de começar o jogo no FM 2014 e comparar as duas histórias e é óbvio que isso deu errado, pois eu me frustrava com o que ocorria e olhava e comparava com o que havia sido feito e me perguntava o que estava acontecendo e o que estava sendo feito de errado, até o ponto em que eu comecei a tentar emular as decisões do passado. Isso ruiu a tentativa.
      É hora de aprender com o passado e recomeçar um desafio diferente que é transformar uma liga com um desafio do passado, a busca do impossível. Sinceramente, espero que seja esse o combustível necessário, pois o fato de querer continuar participando ativamente da área me fez retornar rapidamente com uma história. Quando não estou contando um save, a atenção que dou a área é totalmente diferente e sinceramente, como é uma área que pulsa numa vibração interessante e revigorante, acho injusto comigo mesmo não estar aqui, mesmo que o preço seja mais uma história inacabada.
      Objetivo
      Conquistar a Champions League com o Shamrock Rovers Regras do save
      Se o jogador não serve mais para o Shamrock Rovers, a prioridade é repassá-lo para uma equipe irlandesa, mesmo que isso signifique aceitar uma oferta menor ou perder o jogador de graça. Não contratar destaques de outras equipes irlandesas. Buscar repatriar jogadores irlandeses de ligas estrangeiras. Buscar contratar jovens promessas de equipes irlandesas, com o propósito de acelerar a evolução do mesmo. Buscar antecipar a concorrência externa pelos principais jogadores da liga, evitando que jogadores de bom nível ou alto potencial saiam do país. (A única condição que permite contratar um jogador adversário que seja importante para o clube) Caso alguma nova necessidade vá surgindo, irei informar num post e adicionar aqui Histórico
      2017 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado na 1ª rodada qualificatória da Europa League
      2018 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado no Playoff dos campeões da Champions League, 4º lugar no Grupo K da Europa League
      2019 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Cup, 4º colocado no Grupo C da Champions League
      2020 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, eliminado na 3ª Qualificatória da Champions League e nos Playoffs da Europa League
      2021 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup e 4º colocado no Grupo C da Champions League
      2022 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º colocado no Grupo H da Champions League
      2023 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 2º colocado no Grupo J da Europa League
      2024 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup, eliminado nos 32-avos-de-final da Europa League e 3º colocado no grupo G da Champions League
      2025 - 2º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, eliminado nos 32-avos-de-final da Europa League e 4º colocado no grupo B da Champions League
      2026 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º colocado no Grupo L da Europa League
      2027 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup e 3º colocado no Grupo H da Champions League
      2028 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup e eliminado nas oitavas-de-final da Europa League e 3º colocado no Grupo E da Champions League
      2029 - 1º lugar na Airtricity Premier League, eliminado nos 32-avos de final da Europa League, 4º lugar no Grupo A da Champions League
      2030 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da Leinster Senior Cup e 4º lugar no Grupo C da Champions League
      2031 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Copa da Irlanda, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup e 2º lugar no Grupo H da Champions League
      2032 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2031/2032  e 2º lugar no Grupo F da Champions League 2032/2033
      2033 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2032/2033 e 3º lugar no Grupo G da Champions League 2033/2034
      2034 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Eliminado nas quartas-de-final da Europa League 2033/2034 e 3º lugar no Grupo C da Champions League 2034/2035
      2035 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da EA Sports Cup, Campeão da Leinster Senior Cup, Campeão da FAI Ford Cup, Campeão da Europa League 2034/2035, Campeão da Super Copa da UEFA 2035 e 1º lugar no Grupo H da Champions League 2035/2036
      2036 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, Eliminado nas oitavas-de-final da Champions League 2035/2036 e 3º lugar no Grupo E da Champions League 2036/2037
      2037 - 1º lugar na Airtricity Premier League, Campeão da FAI Ford Cup, 4º lugar no grupo C da Champions League 2037/2038
      Histórico de posts
      Shamrock Rovers e Irlanda A primeira pré-temporada Algumas surpresas na tabela Liderança na Irlanda, decepção na Europa Vantagem é sempre importante A baciada fica para o meio do ano Uma temporada mais competitiva Irlanda x Escócia Celtic Park, Olympiyskyi, Vélodrome e King Power Stadium 3 contratações, 32 despedidas Enfim mediremos força com o Dundalk? Onde os outros perdem, nós vencemos Um empate que vale por duas temporadas e meia Em time que está ganhando não se mexe? Mais um voo solo? Dois patetas, as traves e um muro espanhol Em terra de irlandês, quem é Shamrock, é rei! As primeiras cifras em reforços Um começo de temporada inédito 166 convocações no elenco Os desafios financeiros da Irlanda Um estádio para chamar de nosso Alguém parará o Shamrock Rovers? Muita movimentação no Tallaght Uma Irlanda que dá trabalho O retorno do atacante solitário Falta embalar Uma chance inesperada Deem um pouco mais de crédito para a Liga Irlandesa Vendas milionárias Sentimos sua falta, O’Brien! Gribbinaldinho Fenômeno! A 5ª maior instituição da Irlanda Remodelagem tática A melhor campanha da história do primeiro turno Na perseguição do Cork City Verde é a cor da Irlanda Um vacilo milionário A melhor campanha da história do primeiro turno – Parte 2 Mais Irlanda na Europa Forde, por que faz isso comigo? Batemos a marca de 2 milhões Um carrossel verde e branco Simplesmente avassalador! Um péssimo ano para ser Bohemian Um mercado prolífico Um novo concorrente no horizonte? Eurocopa 2028 A solução que veio e que foi Chora, Allegri! Reaprendendo a jogar Tudo conforme o script Dinamo Zagreb A única vez foi em 2017 O bom filho a casa torna Uma máquina chamada Conor Wilson Copa do Mundo 2030 Maldito sorteio da Champions League Uma abordagem renovada Poxa, UCD! Um dia ruim por turno O doce aroma da elite europeia De pontas para volante Uma noite irlandesa em Londres As dificuldades de ser maior que a liga irlandesa Meus jogadores são de um material superior Que venha o Lyon! Teremos um campeonato!? Segue o líder! A gente bem que tentou, mas o Cork não quis! Regulamento debaixo do braço Faltaram apenas 6 minutos Mais uma vaga na Champions League! Dosharaithe E estamos de volta A estrada até aqui... Real Madrid x Shamrock Rovers Super Copa da UEFA Green Stadium Uma homenagem à Conor Wilson Começo claudicante, mas final esperado O fim de duas eras Sob nova direção A Airtricity Premier League é uma das 10 maiores da Europa 20 anos de Danny Green Um campeonato que ainda está em aberto Vexatório! O plano quinquenal
×