ggpofm

prata - save do mês
That's all about Soccer - Campeão novamente (Atualização em 22/06)

516 posts neste tópico

about-soccer-banner_zpsaloa9kzo.png

Soccer. Uma palavra que para muitos remete ao futebol praticado nos Estados Unidos. Quando muito a outros países de colonização inglesa, tais como, a Austrália, África do Sul ou Nova Zelândia.

O que muitos não sabem é que a palavra “Soccer” não é de origem americana, e sim britânica. Oficialmente chamado de Association Football para se diferenciar do Rugby Football, o “nosso” futebol recebeu dos universitários ingleses no final do século XIX, o apelido de “Soccer” como abreviação de “asSOCiation”.

O termo atravessou o Oceano Atlântico e foi adotado rapidamente nos Estados Unidos para diferenciar o Association Football do Football (Futebol Americano). Em muitas publicações norte-americanas o esporte apareceu grafado como “Socker”, mas “Soccer” acabou prevalecendo e continua sendo utilizado pelos norte-americanos.

No Reino Unido, o caminho que o termo seguiu foi diverso. Nas primeiras décadas do século XX ele foi pouco utilizado, mas com o fim da 2ª Guerra Mundial, a utilização da palavra “Soccer” ganhou força e surpreendentemente, como atesta Stefan Szymanski no artigo “It’s Football not Soccer”, tornou-se intercambiável com o termo “Football” entre as décadas de 1960 e 1980 ao ponto de grandes nomes do futebol britânico publicarem suas biografias utilizando-se do termo, como por exemplo, uma biografia de George Best, “The inside story of soccer’s super-star” ou a do treinador Matt Busby, “Soccer at the top”, ou revistas, tais como, a “Soccer Star”, publicada entre os anos de 1950 e 1970, e a conhecida “World Soccer” que é publicada desde os anos 1960. Contudo, a partir da década de 1980, o uso da palavra “Soccer” voltou a declinar no Reino Unido, sendo utilizada principalmente em contextos de futebol praticado nos Estados Unidos.

Para efeitos do save, usarei os termos “Futebol” e “Soccer” ao me referir ao Association Football e ao esporte da bola oval chamarei exclusivamente como “Futebol Americano”.

 

:: A proposta do save

Faz tempo que desejo voltar a jogar um save nos Estados Unidos (EUA), mas sempre adiei a ideia. Geralmente, a liga norte-americana é um local que poucos gostam de jogar por conta das várias regras que existem na Major League Soccer (MLS) e de outras peculiaridades que deixam tudo bastante diferente do que estamos acostumados e para jogar lá é preciso paciência e vontade para se adaptar. 

Escolhi fazer um save de carreira, no entanto não queria começar diretamente na MLS, a única disponível no Football Manager 2017 (FM 17). Queria começar por baixo e vivenciar o desenvolvimento da carreira de treinador, que tem como uma de suas peculiaridades o fato de que não há promoção/rebaixamento entre as divisões, o que me obrigará a percorrer um caminho menos usual para se desenvolver e alcançar o ponto mais alto nos Estados Unidos, a MLS.

Com o uso do editor do FM, ativei outras três divisões, a National American Soccer League (NASL), a United Soccer League (USL) e a Premier Development League (PDL). Inicialmente, a ativação de três divisões abaixo da MLS foi feita com as regras básicas do editor. Contudo, resolvi fazer alguns ajustes na fórmula das competições ativadas e foi preciso usar as “regras avançadas” do editor. Além de ajustes na fórmula das competições, fiz as seguintes alterações:

  • Inclusão de clubes na PDL;
  • Designação de estádios para clubes da PDL que estavam sem estádio;
  • Criação de prêmios esportivos para jogadores e técnicos para a NASL e USL;
  • Criação de prêmios financeiros por classificação na temporada e também pelo título para as equipes da NASL, USL e PDL;
  • Criação de direitos televisivos para as equipes da NASL e USL.

Além das quatro divisões dos Estados Unidos, carreguei as duas do México e outras 10 ligas. Ao todo serão mais de 56 mil jogadores. Os demais detalhes da configuração do save podem ser vistos aqui.

O save não será ficcional, mas não ficará limitado à narrativa dos acontecimentos do jogo. Farei no tópico o mesmo que fiz no save “Um clube, um troféu e outras histórias” e trarei informações atuais e históricas sobre o futebol nos Estados Unidos. Acho que será uma oportunidade bastante interessante para abordar vários temas como complemento ao save e espero que os leitores gostem.

 

:: O perfil do técnico

Para o save, escolhi o pseudônimo de Gus Gibson, norte-americano natural de Harrison, New Jersey. Nascido em 1987 em uma região ligada historicamente ao soccer, ele viveu o “renascimento” do esporte nos Estados Unidos com a Copa do Mundo de 1994 e a estreia da MLS em 1996. Quando criança foi torcedor do extinto MetroStars, franquia rebatizada como New York Red Bulls a partir de 2006.

Fiz o que geralmente faço ao jogar FM e escolhi o nível mais baixo possível, ou seja, passado como jogador amador e sem nenhuma licença de treinador. A expectativa é que a escolha desse perfil traga alguma dificuldade para o save, porém não ficarei surpreso se isso não acontecer.

Aos 28 anos, o estilo de Gus Gibson será focado no desenvolvimento de jovens e na prática de um futebol ofensivo. Ele promoverá e utilizará jovens em todos os clubes pelos quais passar e isso fará parte da filosofia de trabalho dele, mesmo que resulte na redução da qualidade da equipe. Sempre que houver categorias de base em um clube será incluída no contrato a cláusula de “desenvolver jogadores recorrendo às camadas jovens do clube”. Além disso, ele priorizará investimentos na infraestrutura e em recrutamento em vez de investimentos em contratações de jogadores. Quanto à ofensividade, ele sempre negociará nos contratos a filosofia de “praticar um futebol ofensivo” e procurará protagonizar as partidas, buscando marcar muitos gols.

Minha ideia é fazer da carreira de Gus Gibson algo que não se limite a conquistar títulos. Logicamente que eles são essenciais, mas quero que Gibson fique conhecido pelas vitórias e títulos, mas principalmente por ajudar a fortalecer a formação de jogadores estadunidenses ao desenvolver os jovens talentos daquele país. Quem sabe se ele não alcança a seleção norte-americana de futebol ou até mesmo se ele não é convidado para trabalhar na Europa?

Pelo fato de não existir promoção/rebaixamento entre as divisões é provável que Gus Gibson não permaneça muito tempo nos clubes durante a formação e a ascensão na carreira de treinador. Contudo é bastante provável que ele faça um trabalho de médio ou longo prazos mais adiante na carreira.

Agora é começar o save e procurar me divertir bastante no futebol dos Estados Unidos e se você quiser acompanhar essa aventura, espero que se divirta também.

16

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

historico-do-save_zpslk8hbibc.png

 

20041637_zpscmyecgu6.pngEvergreen Hammers - Temporada 2016

  • PDL - Mid Atlantic Division: 7º lugar
  • US Open Cup: Eliminado nas Quartas-de-Final

 

20041637_zpscmyecgu6.pngEvergreen Hammers - Temporada 2017

  • PDL - Mid Atlantic Division: Campeão
  • PDL Championship: Campeão

 

 2298_zps49ycddqz.pngCarolina Dynamo - Temporada 2018

  • PDL - South Atlantic Division: Vice-campeão
  • PDL Championship: Eliminado nas Quartas-de-Final

 

 2298_zps49ycddqz.pngCarolina Dynamo - Temporada 2019

  • PDL - South Atlantic Division: Campeão
  • PDL Championship: Campeão
  • US Open Cup: Eliminado na 1ª Eliminatória

 

20041349_zps9bcxgflw.pngOrlando City B - Temporada 2020

  • USL - Eastern Conference: 5º lugar
  • USL Championship: Eliminado nas Oitavas-de-Final

 

20041349_zps9bcxgflw.pngOrlando City B - Temporada 2021

  • USL - Eastern Conference: Vice-campeão
  • USL Championship: Eliminado nas Quartas-de-Final

 

 20041349_zps9bcxgflw.pngOrlando City B - Temporada 2022

  • USL - Eastern Conference: Campeão
  • USL Championship: Campeão 

 

20032631_zpsrd4y2aov.pngTulsa Roughnecks - Temporada 2023

  • USL - Western Conference: 3º lugar
  • USL Championship: Vice-campeão 

 

20032631_zpsrd4y2aov.pngTulsa Roughnecks - Temporada 2024

  • US Open Cup: Campeão
  • USL - Western Conference: 4º lugar
  • USL Championship: Eliminado nas Quartas-de-Final

 

20032631_zpsrd4y2aov.pngTulsa Roughnecks - Temporada 2025

  • Concacaf Champions League: Eliminado nas Quartas-de-Final
  • US Open Cup: Bicampeão
  • USL - Western Conference: 6º lugar
  • USL Championship: Eliminado nas Quartas-de-Final

 

20032631_zpsrd4y2aov.pngTulsa Roughnecks - Temporada 2026

  • Concacaf Champions League: Eliminado na Fase de Grupos
  • US Open Cup: Eliminado na 4ª eliminatória
  • USL - Western Conference: Campeão
  • USL Championship: Vice-campeão
0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Reservado

 

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Reservado

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Gilson, sempre um prazer acompanhar suas histórias. Uma proposta bastante interessante, principalmente por conter um pensamento de desenvolvimento em nível nacional. 

Confesso que já tive curiosidade de jogar com uma proposta semelhante a esta e gostarei de acompanhar o seu desenvolvimento. 

Boa sorte

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ai sim. O futebol nos EUA ainda é visto como algo meio "exótico" pelos países tradicionais no esporte. Ainda mais com esse monte de regrinhas que que confundem quem é de fora, mas faz todo sentido para a realidade esportiva americana. 

A MLS vem tendo um crescimento bem interessante ao longo dos anos e agregando novas equipes ao longo de suas temporadas e felizmente vem deixando de lado essa ideia de contratar semi-aposentados e ta focando na busca por jovens valores latinos e até alguns europeus. 

História pra acompanhar de perto.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Confesso que fiquei um pouco decepcionado quando vi qual o destino. Estava bem empolgado com a ideia de um novo save seu na área, pois acho que o teu save anterior foi um dos que mais gostei entre todos que já acompanhei aqui. Mas EUA é um destino futebolístico que não me interessa absolutamente nada. Também tenho dificuldade em me interessar por saves de carreira, assim que são duas coisas juntas que não me agradam.

Bem, quem sabe o save não acaba por mudar a minha mente em relação a isso? Qualificação para conseguir isso o autor tem. Estarei acompanhando para ver :)

Ah, e posso entender do que tu colocou ali que se as exigências de filosofia não forem aceitas então o treinador não aceitará emprego em um clube, mesmo que seja um passo acima na carreira?

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
42 minutos atrás, Luiz_H disse:

Grande Gilson, sempre um prazer acompanhar suas histórias. Uma proposta bastante interessante, principalmente por conter um pensamento de desenvolvimento em nível nacional. 

Confesso que já tive curiosidade de jogar com uma proposta semelhante a esta e gostarei de acompanhar o seu desenvolvimento. 

Boa sorte

Olá, Luiz.

Obrigado pelo elogios. Posso dizer o mesmo de você como leitor. Espero que você se divirta.

Estava querendo me aprofundar mais nessa seara de desenvolver jogadores, mas resolvi ir para um lugar pouco explorado e diferente. Se tudo der certo, ajudarei o USMNT (United States Men's National Team) a ser mais competitivo em nível internacional. Será que rola o título da Copa do Mundo?

Então pode acaber sendo interessante mesmo para você.

Valeu pela força.

 

40 minutos atrás, Iagotta disse:

Ai sim. O futebol nos EUA ainda é visto como algo meio "exótico" pelos países tradicionais no esporte. Ainda mais com esse monte de regrinhas que que confundem quem é de fora, mas faz todo sentido para a realidade esportiva americana. 

A MLS vem tendo um crescimento bem interessante ao longo dos anos e agregando novas equipes ao longo de suas temporadas e felizmente vem deixando de lado essa ideia de contratar semi-aposentados e ta focando na busca por jovens valores latinos e até alguns europeus. 

História pra acompanhar de perto.

A palavra "exótico" cai bem mesmo. E é essa profusão de regras que está me atraindo, pois sei que terei limites que me impedirão de agir com muita liberdade como acontece nas demais ligas. Além disso, é como você disse, vou me envolver um pouco mais com a realidade esportiva americana ou usar as regras da MLS.

Essa mudança de perfil que começou a ficar mais clara na temporada atual da MLS foi algo que eu não esperava, mas que pode render bons frutos para o futebol nos EUA. No entanto, acho que no FM eles ainda estão investindo nos velhinhos europeus.

Obrigado pelo incentivo.

 

 

16 minutos atrás, Danut disse:

Confesso que fiquei um pouco decepcionado quando vi qual o destino. Estava bem empolgado com a ideia de um novo save seu na área, pois acho que o teu save anterior foi um dos que mais gostei entre todos que já acompanhei aqui. Mas EUA é um destino futebolístico que não me interessa absolutamente nada. Também tenho dificuldade em me interessar por saves de carreira, assim que são duas coisas juntas que não me agradam.

Bem, quem sabe o save não acaba por mudar a minha mente em relação a isso? Qualificação para conseguir isso o autor tem. Estarei acompanhando para ver :)

Ah, e posso entender do que tu colocou ali que se as exigências de filosofia não forem aceitas então o treinador não aceitará emprego em um clube, mesmo que seja um passo acima na carreira?

Estive pensando muito em qual lugar começar, mas faz algum tempo que venho lendo sobre a história do futebol nos EUA e nos últimos meses até sobre a atualidade do que é feito por lá e estava difícil pensar em um save em algum país da Europa, por exemplo, quando minha mente voltava constantemente para as histórias do futebol nos EUA e como era algo que já pensava em retomar, decidi encarar a aventura.

Entendo perfeitamente sua decepção, realmente os EUA têm uma rejeição, com por exemplo tem o futebol de Portugal. Não são muitos saves que se aventuram por esses dois países. Mas como geralmente digo, o primeiro a quem um autor deve agradar ao jogar um save é a si próprio e por isso não podia deixar para trás a oportunidade de realizá-lo. Espero que outros acabem se entusiasmando com save e o acompanhem também.

Pensei muito se valeria a pena contar algo sobre o futebol dos EUA, justamente porque sei desse desinteresse e em alguns casos até preconceito sobre o futebol jogado da terra do Tio Sam. Mesmo assim, decidi fazer o save nos moldes do save do Cádiz (muito obrigado pelo elogio ao save). A cada dia descubro que existem mais coisas sobre ele.

No início, pensava em fazer um save de clube na MLS, mas toda fez que criava o save e ia iniciá-lo eu não ficava satisfeito. Ficava com aquela sensação de pegar algo pronto. Foi por isso também que decidi ativar as outras divisões e iniciar um "save de carreira", mas o desejo é pegar um clube legal na MLS e desenvolver um projeto como se fosse um "save de clube" e é isso que pretendo fazer, mas para isso terei que ascender na carreira primeiramente.

Obrigado pelo elogio e pelo incentivo. Eu estou bastante motivado, pois nas quatro ligas que terei nos EUA elas serão decididas no mata-mata e na maioria dos casos com eliminatórias simples, deixando tudo menos previsível. Não tenho como saber se conseguirei mudar sua mente com relação a isso, mas acredito que pelo menos você se surpreenderá com as histórias que contarei no save. ;)

Você entendeu muito bem. Nos clubes que possuem categorias base não haverá como eu fechar contrato com eles se eles não aceitarem minhas duas filosofias: futebol ofensivo e trabalho com a própria base do clube, mesmo que isso seja um passo acima da carreira.  

 

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom mesmo! Ansioso pra ver a continuidade dessa saga

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal Gilson! Estarei acompanhando e espero aprender mais sobre o soccer americano, do qual sei muito pouco.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Save seu é uma aula e eu venho aqui só pra tomar nota. Na espera de mais coisas, sorte!

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem vindo de volta Mestre!

Já tentei jogar na Liga Norte Americana, mas desisti rápido devido às regras (algo que sei que não acontecerá com você hehe).

Boa sorte e bom save!!!

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal ver que voltou! Estava ansioso para conhecer um save seu.

Irei acompanhar e espero que mude minha cabeça, mesmo eu tendo zero interesse pela MSL =D

Como eu disse anteriormente, acompanhar um save do início é muito mais proveitoso para mim. O tempo escasso torna muito mais difícil de acompanhar quando são páginas e mais páginas para se atualizar.

Boa sorte e fico no aguardo!

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Há algum tempo eu andei pensando sobre qual seria o seu próximo save na área e lembrei que você já havia comentado sobre jogar nos EUA. Por isso, eu já estava esperando por esse save.

Assim como outros, já cheguei a criar save nos EUA, mas faltou vontade de entender melhor as regras. Como você sabe, alguns membros já criaram saves nos EUA e até tentaram explicar como essas regras funcionam, mas não vi nenhum ir em frente. Você é a esperança! hahaha

Espero que a sua proposta funcione. Boa sorte! 

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou acompanhar com toda certeza. Tenho bastante interesse pela MLS e no geral do futebol dos Estados Unidos também . Tive um save marcante no Sounders no FM 10 e a cada ano testava pra ver a evolução . As versões mais recentes estão bem mais realistas, o que é bem mais desafiador, mas assim que é bom rs

Editado por lakers20
1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
15 horas atrás, edublattencio disse:

Muito bom mesmo! Ansioso pra ver a continuidade dessa saga

Não devo demorar para voltar atualizar o save. Valeu pela força.

 

15 horas atrás, Tsuru disse:

Muito legal Gilson! Estarei acompanhando e espero aprender mais sobre o soccer americano, do qual sei muito pouco.

Opa, Tsuru. Muito bom vê-lo de volta ao fórum e aqui no início deste save.

Fico feliz que tenha interesse em conhecer mais sobre o futebol em solo americano. Como eu disse, acho que há potencial para o save ser interessante e também nas histórias que irei contar. ;)

Valeu.

 

7 horas atrás, Maiiron_ disse:

Save seu é uma aula e eu venho aqui só pra tomar nota. Na espera de mais coisas, sorte!

Obrigado pelo elogio, Maiiron. Espero atualizá-lo em breve.

 

3 horas atrás, Stay Heavy disse:

Bem vindo de volta Mestre!

Já tentei jogar na Liga Norte Americana, mas desisti rápido devido às regras (algo que sei que não acontecerá com você hehe).

Boa sorte e bom save!!!

Grande, Stay. Obrigado pelo elogio.

Essas regras realmente são o "Calcanhar de Aquiles" para quem deseja jogar lá. Mas estou animado para me envolver com elas.

Valeu.

 

3 horas atrás, andrefraga disse:

Legal ver que voltou! Estava ansioso para conhecer um save seu.

Irei acompanhar e espero que mude minha cabeça, mesmo eu tendo zero interesse pela MSL =D

Como eu disse anteriormente, acompanhar um save do início é muito mais proveitoso para mim. O tempo escasso torna muito mais difícil de acompanhar quando são páginas e mais páginas para se atualizar.

Boa sorte e fico no aguardo!

Já estava muito tempo sem postar. E ficar só na cornetagem também cansa.

Só de acompanhar já é algo positivo. Vamos ver um save será suficiente para você ver a MLS com outros olhos. ;)

Entendo sua dificuldade, mas você não deveria deixar de acompanhar esses saves que estão adiantados. Muitas vezes você pode perder grandes saves.

Valeu.

 

2 horas atrás, guigasparotto disse:

Há algum tempo eu andei pensando sobre qual seria o seu próximo save na área e lembrei que você já havia comentado sobre jogar nos EUA. Por isso, eu já estava esperando por esse save.

Assim como outros, já cheguei a criar save nos EUA, mas faltou vontade de entender melhor as regras. Como você sabe, alguns membros já criaram saves nos EUA e até tentaram explicar como essas regras funcionam, mas não vi nenhum ir em frente. Você é a esperança! hahaha

Espero que a sua proposta funcione. Boa sorte! 

Pois é, já havia falado com você sobre isso algum tempo atrás, mas nunca levei a ideia adiante. Oscilei entre várias opções, mas como os EUA voltavam a todo momento, resolvi que o melhor a fazer era encará-lo logo, deixando outras ideias para o futuro.

Pretendo fazer um glossário para ficar nos posts iniciais do save e ajudar quem estiver acompanhando o save. Realmente as regras são um complicador, mas como disseram faz parte do panorama esportivo norte-americano e nessa caso é melhor tentar compreendê-lo.

Infelizmente esses saves não foram adiante, mas acho que a proposta de trabalho com jovens será útil para deixar as coisas interessantes, ainda mais quando eu alcançar a MLS.

Obrigado pelo incentivo. Valeu. 

 

1 hora atrás, lakers20 disse:

Vou acompanhar com toda certeza. Tenho bastante interesse pela MLS e no geral do futebol dos Estados Unidos também . Tive um save marcante no Sounders no FM 10 e a cada ano testava pra ver a evolução . As versões mais recentes estão bem mais realistas, o que é bem mais desafiador, mas assim que é bom rs

Opa, lakers, anda um pouco sumido da área.

Fico feliz que apareça mais alguém que tem interesse no futebol dos EUA. Espero poder ajudá-lo com o save.

O Sounders é bem legal mesmo. Uma das melhoras franquias da MLS. Inclusive há um livro bem legal sobre o Sounders

Acho que pela funcionamento diferente da MLS, a SI tem penado para deixar as coisas de forma mais realista, diferentemente de outras ligas, onde tudo segue um caminho mais comum.

Minha expectativa é que o uso de jovens torne a coisa mais realista e difícil para mim. Mas isso ainda vai demorar para acontecer.

3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, ggpofm disse:

Já estava muito tempo sem postar. E ficar só na cornetagem também cansa.

Só de acompanhar já é algo positivo. Vamos ver um save será suficiente para você ver a MLS com outros olhos. ;)

Entendo sua dificuldade, mas você não deveria deixar de acompanhar esses saves que estão adiantados. Muitas vezes você pode perder grandes saves.

Valeu.

Espero que você consiga, seria uma pena perder um save seu por puro desinteresse na liga =P

Então, estou me esforçando para acompanhar, já conseguir por em dia o do @Danut, do @LC estou aos poucos. Tem um do Hércules (não lembro o autor) que estou tentando começar também, devagarinho vamos indo... huahua

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Sorte.

Veremos ser o Gun Gibson (só faltou um Junior) realmente será ofensivo, botando o lendário esquema 2-3-5 ou optara pelo algo mais conversador.

Ser eu entendi certo, ser aparecer uma proposta da Europa o Gun aceitaria?

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
56 minutos atrás, bruno introvertido disse:

Boa Sorte.

Veremos ser o Gun Gibson (só faltou um Junior) realmente será ofensivo, botando o lendário esquema 2-3-5 ou optara pelo algo mais conversador.

Ser eu entendi certo, ser aparecer uma proposta da Europa o Gun aceitaria?

Valeu, introvertido.

Não é Gun. É Gus com "s".

Creio que a ofensividade não se relaciona diretamente com o número de atacantes em uma formação. Com certeza não jogarei no 2-3-5.

Tudo é possível, mas eu diria que é muito mais provável ele seguir por muito tempo nos EUA.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gostei da proposta do save e como acompanho um save na MLS em outro fórum eu tenho uma ideia sobre as dificuldades de se jogar em solo americano, principalmente com a regra do draft.Boa sorte e acompanhando sempre.Gostaria de ver o Gibson um dia treinando o  New York City, um Orlando City ou quem sabe a franquia mais valiosa, o Seattle Sounders.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que bom que voltou. 

Gostei da proposta de explorar o futebol estadunidense, mais ainda porque irá começar fora da MLS. 

Caso interesse, tem um podcast, chamado Fronteiras Invisíveis do Futebol em que eles falam num episódio sobre o futebol combinado a história do País. 

Bom, estou curioso para o que vem por aí.

Boa sorte!

 

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
47 minutos atrás, LC disse:

Gostei da proposta do save e como acompanho um save na MLS em outro fórum eu tenho uma ideia sobre as dificuldades de se jogar em solo americano, principalmente com a regra do draft.Boa sorte e acompanhando sempre.Gostaria de ver o Gibson um dia treinando o  New York City, um Orlando City ou quem sabe a franquia mais valiosa, o Seattle Sounders.

Legal, LC.

Minha expectativa é que com as regras da MLS e o desenvolvimento de jovens as coisas fiquem bem movimentadas para mim. Contudo, ainda vai demorar um pouco para isso.

Eu não arrisco dizer nada sobre nenhuma franquia no momento. Legal seria pegar alguma que não estivesse na seca de títulos, mas não vou pensar nisso agora.

Valeu pela força.

 

 

6 minutos atrás, vinny_dp disse:

Que bom que voltou. 

Gostei da proposta de explorar o futebol estadunidense, mais ainda porque irá começar fora da MLS. 

Caso interesse, tem um podcast, chamado Fronteiras Invisíveis do Futebol em que eles falam num episódio sobre o futebol combinado a história do País. 

Bom, estou curioso para o que vem por aí.

Boa sorte!

 

Obrigado pela recepção, vinny. 

Já estava muito tempo sem postar, né?

É bom saber que você curtiu a proposta, ainda mais como vou começar.

Me interessa sim. Vou ouvi-lo o mais rápido que puder. Valeu pela indicação.

As coisas estão vindo por aí. Não devo demorar.

Valeu.

2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

2016-01_zps61ww1dwx.png2016-01_zpsbf2efief.png

Agora que você já sabe que a palavra “Soccer” não foi uma invenção americana, está na hora de saber um pouco mais sobre as ligas que compõem o futebol nos EUA.

Para quem deseja conhecer a história e o momento atual do soccer norte-americano é preciso se acostumar com várias siglas. Assim como nos chamados “esportes americanos” precisamos temos as siglas NBA, NFL, MLB e NHL, no soccer precisamos nos acostumar como várias outras siglas, tais como NASL, USL e MLS. O uso de siglas faz parte da cultura esportiva dos Estados Unidos e é melhor não tentar escapar se o interesse é conhecer mais a respeito.

A federação responsável pelo futebol nos Estados Unidos é a United States Soccer Federation (USSF) filiada à FIFA desde 1913, um ano antes da antiga Confederação Brasileira de Desportos (CBD, atual CBF) ser fundada e uma década antes da filiação dela à FIFA. Também conhecida como US Soccer, a USSF optou por administrar apenas o futebol profissional, permitindo que o futebol semiprofissional e amador ficasse aos cuidados de uma associação subordinada a ela, a United States Adult Soccer Association (USASA).

Já vi várias vezes pessoas, inclusive jornalistas esportivos, falando que não há hierarquização entre as ligas de futebol nos EUA porque não há promoção/rebaixamento entre elas. Essa é uma ideia equivocada, pois desde 2010, por conta do imbróglio envolvendo a USL e a recém-criada NASL, a US Soccer estipulou critérios para determinar as três divisões do futebol profissional.

Os principais critérios para cada uma das divisões são os seguintes:

Division I (D1)

  • Mínimo de 12 franquias, aumentando para 14 após três anos de existência da liga;
  • As franquias norte-americanas devem estar localizadas em três fusos horários do país (Eastern, Central, Pacific);
  • 75% das franquias devem estar localizadas em áreas metropolitanas com pelo menos um milhão de habitantes;
  • Estádios com capacidade mínima para 15 mil pessoas;
  • O proprietário principal da franquia deve ter um patrimônio líquido de 40 milhões de dólares;
  • Somado com o patrimônio dos demais proprietários da franquia, o patrimônio líquido mínimo deve ser de 70 milhões de dólares.

Division II (D2)

  • Mínimo de 8 franquias, aumentando para 10 após três anos de existência da liga e para 12 franquias após seis anos de existência;
  • As franquias norte-americanas devem estar localizadas em dois fusos horários continentais do país e em três fusos (Eastern, Central, Pacific) após seis anos;
  • 75% das franquias devem estar localizadas em áreas metropolitanas com pelo menos 750 mil habitantes;
  • Estádios com capacidade mínima para 5 mil pessoas;
  • O proprietário principal da franquia deve ter um patrimônio líquido de 20 milhões de dólares.

Division III (D3)

  • Mínimo de 8 franquias;
  • Estádios com capacidade mínima para mil pessoas;
  • O proprietário principal da franquia deve ter um patrimônio líquido de 10 milhões de dólares.

Pode parecer estranho as ligas se organizarem em uma hierarquia quando não há promoção/rebaixamento, mas para os proprietários das franquias, a determinação de níveis facilita a definição do status de uma liga para o mercado, mesmo quando inferior a outra, bem como a busca por patrocínios, contratos de TV e até a expansão da liga com novas franquias, algo que ficava muito vago, antes da definição desses critérios.

Com a definição dos critérios em 2010, a partir de 2011 até o ano passado, a hierarquia do futebol profissional nos Estados Unidos estava da seguinte maneira: MLS (Division I), NASL (Division II) e USL (Division III). Contudo, uma profunda crise financeira abalou a NASL no final de 2016 e a configuração das três divisões do futebol profissional foi alterada pala USSF no início de 2017 e até o fim do ano, a Division III está vaga com a NASL e USL ocupando simultaneamente a Division II. Complicado? Em outro momento explico melhor as brigas entre a NASL e a USL.

Abaixo da três divisões profissionais estão as ligas semiprofissionais e amadoras administradas pela USASA com permissão da USSF. Ao todo são sete ligas que não estão dispostas hierarquicamente, mas que na prática são hierarquizadas. Na 4ª divisão temos a Premier Development League (PDL) e a National Premier Soccer League (NPSL), na 5ª divisão temos a USASA Elite Amateur Leagues, a American Soccer League (ASL) e a Premier League of America (PLA) e na 6ª divisão temos a United States Adult Soccer Association (USASA) e US Club Soccer (USCS).

Para o save, como eu disse no início do tópico, teremos quatro ligas: a MLS, a NASL, a USL e a PDL. 

7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Me interessa como tu vai manter a carreira dentro da liga sendo um treinador, a princípio, do quarto escalão. Se ganha o quarto escalão, não sobe e fica ali, estagnado. Pergunta sobre draft e contratações: Tem draft no quarto escalão e os tetos de salário são iguais?

2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma coisa que eu acho curioso é esse sistema de planejamento de regiões das quais devem vir as franquias e tal (aliás, puta termo horroroso, franquia - ele meio que sintetiza todo o meu asco pela forma estadosunidense de fazer esporte). Fazendo o save do Union Berlin li mais sobre a organização do futebol na Alemanha Oriental, e lembra muito isso. A ideia de que precisa de times de certas regiões na divisão principal, de uma organização central que cuida quais os times que as pessoas irão torcer e tal. É muito curioso ver dois sistemas de sociedade tão diferentes entre si, mas que acabam se aproximando tanto nessa ideia.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Jirimias
      Por Jirimias

      Boa noite a todos!   Depois de um tempo afastado da área, juntando as ideias, cuidando de outras partes da vida que precisavam de minha atenção, estou de volta para compartilhar um save aqui na área.   A escolha da temática "Os doze trabalhos de Hércules" creio que já tenha visitado a cabeça de muitos, mas sem sair do campo das ideias, então vi que era hora de colocar em prática. Aí entrava o desafio de alinhar os desafios do clube aos trabalhos do herói, para tanto, fiz interpretação bem pessoal dos objetivos para que ficassem adequado aos pilares que considero fundamentam um save de clube: alto rendimento em campo, crescimento do clube e desenvolvimento de jovens. Aí bastava dividir os trabalhos dentro destes critérios e algumas vezes apelar para a criatividade, como verão mais a frente.

      O clube escolhido é o Hercules, atualmente na terceira divisão da Espanha.
      Sem ficção?   Para quem está acostumado as minhas ficções, poderá estranhar um pouco, porque o save, apesar de ser uma ficção, não possui uma trama secundária, não que não faltasse ideias e vontade, mas falta tempo para isso. Por isso o save seguirá a um estilo que fiz no passado: o documentário. Cada postagem será um episódio, e contará com um narrador que dará a palavra aos outros entes envolvidos. Tentarei ser mais sucinto nas postagens e assim chegar a um save dinâmico, onde jogo e tópico andem de mãos dadas: um sonho de consumo meu. Por ser um save de clube, ele não terminará na demissão do treinador: demitiu um, eu crio outro.    Bom, chega de papo. Vamos ao trabalho! Ops, vamos à diversão! Abaixo um vídeo para "dar um esquenta".       
       
    • Lohan
      Por Lohan

      BRASIL MUNDI UP  (25\06\2017)   
      ✔️Séries A, B, C e D (formato original) 
      ✔️Serie Regional, equivalente a uma 5 divisão fictícia, nas qual faz com que os estaduais fiquem mais realistas e disputados (grupos verdadeiramente regionalizados)
      ✔️Segundonas, Terceiras e Quartas Estaduais
       ✔️Copa SP de Futebol Júnior, Copa BH, Copa do Brasil e Brasileirão sub-20, Brasileirão sub-17
       ✔️Copas Estaduais (quando os times sobem pra Seria A e B, deixam de participar pra não inflar o calendário)
      ✔️ Novidade Todos os Campeonatos Estaduais Sub-20
       
      Colocar o arquivo .FMF na pasta (editor data) que fica em: documentos / Sports Interactive / Football Manager 2017 / editor data,
      e depois selecioná-lo antes de criar o Save.
      Testado 3 vezes até 2030 sem bugs! (protegido contra cópia)
      DOWNLOAD:  
                        Brasil Mundi Up (25-06) + Pr0 Update gringo incluso
                      4Shared: https://www.4shared.com/file/l7Hf1Sxcca/Brasil_Mundi_Up__25-06__FM_17_.html
      ❌  (NÃO FUNCIONA NO FM PIRATA)
      ❌  (Só funciona no patch 17.3 em diante)
       

       
      Ligas fundamentais que não vem no FM17 e fazem muita diferença, principalmente pra quem joga no Brasil (só funciona se deixar como "Jogáveis", não adianta nada ativar essas ligas ao criar o save e deixar em "Ver apenas"):
      Libertadores mais difícil e realista
      Deixando as primeiras divisões de todas as ligas Sulamericanas + México ativadas, a Libertadores e a Copa Sulamericana ficam mais difícil
      Mercado de transferências bastante ativo
      Ativando Japão, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Qatar, Portugal, China e Itália você vai ver bastante transferências realistas, e vai conseguir vender ou emprestar facilmente até jogadores encostados sugando a folha salarial

      DOWNLOAD:  http://www.fmscout.com/a-fm17-leagues-megapack-by-claassen.html
       
      Apos fazer o download extraia o arquivo na pasta editor data, a mesma pasta em que fica o Brasil Mundi UP
       
      Amigos, a pouco estava tirando as dúvidas de uma pessoa sobre se fazer a série D real ou não, com os times participando dela baseado em suas classificações via estaduais, e tive a ideia de escrever esse texto, para ajudar a esclarecer algumas coisas, dando minha opinião pessoal sobre o jogo, e sobre o motivo de não fazer nesse formato mesmo sendo realista.
      Como todos sabem, o FM é um jogo Inglês, feito de acordo em teoria, baseado na realidade do futebol inglês e europeu, então infelizmente algumas coisas que estão programadas pra funcionar lá, não são bem geridas pela inteligência artificial do jogo no Brasil, e até por esse motivo, muita gente não gosta de jogar aqui, preferindo até ir pra China rsrs.
      Ao longo dos anos, venho estudando e analisando os mecanismos de muitas dessas configurações no editor, tem algumas pessoas que tem essa mesma visão e linha de raciocínio, como o amigo Leon Coutinho, então começamos a implementar isso aos poucos, sempre testando massivamente.
      Eu me senti satisfeito, por achar que consegui atingir no FM14, um nível de realismo absurdo (dentro das limitações do jogo), seja no mercado de transferências, nas finanças, cotas dos clubes e etc, lembrando que nossos pesquisadores nacionais fazem um excelente trabalho, até porque não é nada fácil ter que estar atento a cada mínimo detalhe de uma Database tão grande e complexa.
      É difícil saber o valor correto exato da parte financeira dos clubes, mas o pessoal faz isso bem, o problema é como o jogo gere as finanças no nosso país, fazendo os grandes clubes ficarem ricos em 2 ou 3 anos, tirando assim grande parte da graça de jogar por ficar muito fácil.
      A partir do momento em que vc cria o save e clica em continuar, vc esta entrando em um mundo de simulação futebolística virtual, onde tudo pode acontecer, (vírgula), muitas coisas precisam de coerência, o Brasil tomar 7 da Alemanha não parece ser nada coerente né? Então, isso pode acontecer no jogo tb, só não pode acontecer o tempo todo.
      O que eu quero dizer, é que o FM tem simulado muito melhor e com mais realismo e dinamismo muitas coisas do mundo do futebol nas ultimas versões, as opções de configuração são bastante complexas, mas se tivermos atenção a isso o jogo fica muito melhor, basta analisarmos e testarmos com parcimônia.
      Sempre fui muito perfeccionista e detalhista, o jogo perde a graça quando vejo em 2015, Tite treinando o Goiás ou Renato Gaúcho sendo contratado para treinar o Inter (what? Só acho que a Sigames deveria me adicionar a folha salarial deles rsrs.
      Quanto a Série D real, com os times provindo de suas classificações nos estaduais, deixando o jogo supostamente mais realista (porém sem graça), é aí que entra o que falei (pra se ter mais realismo no Brasil, é preciso configurar algumas coisas diferentes, para num todo, termos um jogo bem melhor, e sim, mais realista e divertido!
      Então ter uma Série D com 128 clubes, nos moldes da Série C dos antigos CM´s e FM´s (oh nostalgia que me faz envelhecer rs) e ter uma série Regional, onde muito mais clubes pequenos participam, privilegia justamente os estaduais, faz com que os times menores busquem reforços no mercado, por terem uma divisão ativa, ao invés de ficar com jogadores cinzas, levando goleadas e mais goleadas dos grandes todos os anos, sem contar que fica mais fácil ainda vc vender ou emprestar aquela naba que fica escanteada, sugando toda sua folha salarial.
      Sou da opinião que é muito mais divertido pegar um time da Série A3 do Paulistão ou da Segundona Gaúcha e tentar levar pra Série D ou C, de maneira suada, do que pegar o Paysandu no estadual do Pará (com a Série D real), enfiar goleadas nos minúsculos do estado (por não terem divisão) e ir simplesmente participar da Série C na cara de pau (essa é minha opinião) acho totalmente sem graça isso!
      *Campeonatos estaduais precisam ser mais difíceis e realistas! (o Ituano Campeão Paulista de 2014 manda abraços!)
      *Libertadores não pode ter todos os anos uma semi-final com 3 ou 4 brasileiros! (O papa torcedor do San Lorenzo que o diga) 
      Mas quem disse que isso não foi a primeira coisa que eu tentei melhorar? =P
      Abraços e bom final de semana cambada!
    • LC
      Por LC

       
       
       
       
       
       
       

      The Buffalo Trippone - Via dell'Anguillara, 48R, 50122 Firenze, Itália
       

      Quem diria que este dia iria mudar a minha vida. Estava no Trippone com amigos da Universidade comemorando nossa recente graduação. Doutores da Lei ou piadistas numa noite de bebedeira. Era a minha vez de contar uma piada e o fiz.:
      Em uma noite chuvosa, dois carros se chocam em uma estrada. Um
      pertencia a um advogado, o outro a um médico. Ao sair de seu automóvel, o
      médico, preocupado, se dirige ao carro do advogado e pergunta se ele está ferido,
      examina-o brevemente e constata não haver nada de grave.
      Só então os dois passam a verificar o estado dos carros e como se deu a
      batida. Chegam a conclusão de que não havia como escapar do acidente na situação
       em que tinha acontecido: a estrada estava molhada, escura e mal
      sinalizada. Como, todavia, o advogado já tinha ligado
      para a policia rodoviária, resolveram ficar esperando enquanto a viatura não
      chegava, para avisar aos policiais que cada um ia assumir seus prejuízos.
      Conversa vai, conversa vem, o advogado vai ficando íntimo do médico e
      até lhe oferece uísque. O médico aceita, bebe três goles longos e pergunta:
      - "E você, amigo, não vai beber?"
      O advogado responde:
      - "Só depois que a policia chegar".
      Todos riram e falaram que éramos filhos de uma boa mãe e possivelmente seria isso que a maioria iria fazer. Todos riram e Luigi, meu grande amigo pediu mais uma porção de salaminho e mais vinho. Foi uma bela bebedeira. No dia seguinte meu pai me cumprimenta e avisa que assim que a carteira da ordem chegar eu iria trabalhar no seu escritório e que eu parasse com a esbórnia. Caraca eu acabo de me formar e já tem cobrança. Só me formei mesmo por causa da minha mãe, mas não quero trabalhar com meu arrogante pai. Eu o amo, mas sei de sua arrogância, principalmente com os menos abastado. Me levanto e bebo meu café e o celular toca.
      • - Fala Luigi.
      • - Enzo eu preciso de um favor seu. Estou na quadra de futebol. Pode vir aqui meu amigo?
      • - Porca miséria Luigi. Sabe que horas são? Acabei de beber meu café.
      • - Poxa cara, é importante.
      • - Ok amico. Já vou.
      • -O que será que esse maluco quer? Só pode ser zuação e se for eu mato esse carcamano.
      Uma hora depois eu estava na quadra de futebol e lá estava o Luigi me esperando.
      • - Fala Luigi. Porque me chamou aqui.
      • - Simples. Você  fala português né?
      • - Sim, falo. Mas é pouca coisa.Porque?
      • - Mas tu não é brasiliano?
      • - Caraca quantas vezes vou te explicar que minha falecida avó era brasileira. Ela casou com meu avô italiano e nasceu minha mãe. Mas sou italiano com sangue brasiliano por parte de avó.
      • - Não importa. Acontece que minha prima tem uma amiga brasiliana  que conheceu quando esteve de férias no Rio de Janeiro. Ela me disse que a menina é linda e chega hoje, mas fala pouco  a nossa língua.
      • - E eu com isso?
      • - Ora seu tapado. É simples isso. Você me acompanha até o aeroporto para recebê-la  e como você fala um pouco de português...Entendeu agora?
      • - Ok. Eu vou mas você me deve um favor.
      No caminho para o aeroporto nós passamos perto do Estádio Artemio Franchi e o Luigi fala sobre um dia treinar a Fiorentina. Eu lembro  que ele é um advogado e não treinador, mas ele me diz que pode fazer o curso da UEFA ou então se não conseguir irá trabalhar no corpo jurídico do clube. Eu começo a rir e lembro a ele que se isso acontecer eu paro de torcer para o Torino e visto a camisa da Viola. Ele fala que promessa é divida. E  essa promessa eu iria pagar com juros e correção monetária, pois numa curva antes de chegar ao aeroporto o carro que eu dirigia dá uma derrapada e eu tento controlar, mas eu só consigo parar o automóvel no lado contrário da via e só dá tempo de pedir a Deus por minha vida:
       


       
       


    • DiogoHernandes
      Por DiogoHernandes

       
       

      Fundado como Venezia Foot Ball Club em 14 de dezembro de 1907, este foi o primeiro dos nove nomes oficiais adotados pelo clube. As última mudanças foram devido a falências seguidas. Hoje o clube se chama Venezia Football Club Società Sportiva Dilettantistica, nome atribuído em 2015 após um grupo norte americano comprar o clube.
      O clube manda seus jogos no Estádio Pier Luigi Penzo com capacidade para 7.450 pessoas. O estádio veneziano é o segundo mais antigo da Itália para a prática do futebol e que ainda está em uso, atrás apenas do Estádio Luigi Ferraris de Gênova. Uma curiosidade sobre estádio é que o principal acesso se dá por barcos.
      A maior glória do clube ocorreu na temporada 1940/1941 quando ganharam a Coppa Italia, além desse título o clube conta com alguns títulos de divisões inferiores. E passagens de grandes jogadores pelo clube como Recoba, Delvecchio, Petkovic, Vieri entre outros.
      Sob o comando de Filippo Inzaghi o clube conquistou o seus grupo da Lega Pro 2016/2017 e garantiu o acesso a Serie B, e nesta mesma temporada o clube se sagrou campeão da Coppa Italia Lega Pro.
       
       

      Fala galera, não aguentei e já deu vontade de voltar com um save para a área, espero muito poder terminar ele dessa vez. Antes de começar o save com o Rocha eu já tinha a vontade de começar este save com o Venezia pelo fato do Recoba ter passado uma temporada no clube e o uniforme ser bem bonito com um jogo de cores bem incomuns.
      Para o save escolhi carregar apenas as principais ligas da europa e carregar todos os jogadores de divisões de elite da europa central com mascarar atributos e impedir uso de editor do jogo. O treinador escolhido foi Vincenzo Valentini de 35 anos.


      Não usarei a barra de pesquisa para contratar jogadores, só irei atrás de jogadores encontrados pelos meus olheiros ou oferecidos por empresários e as contratações de staff só serão feitas com anúncios ou indicação de algum membro da comissão técnico.
      Apesar do Venezia estar na vida real na Serie B, o save começará no terceiro escalão italiano na temporada 2016/2017. Com podem ter visto não trouxe muita informação histórica do clube, vou trazer algumas coisas conforme o andamento do save mas não esperem um save como o That's all about Soccer ou o Eisern Union só para ficar nos mais recentes, serão textos bem menores e menos criativos já que não falo nada de italiano e fazer pesquisas sem conhecer o idioma é algo complicado.
       
       

      Gostaria de agradecer ao @ggpofm pelo banner disponibilizado na Galeria dos Gráficos e pela conversa por MP que me deu um baita incentivo para começar o save. Obrigado!
    • thyagocda
      Por thyagocda
      SUMÁRIO

       
      Apresentação
      Ano passado eu participei aqui na PM com um SAVE com o Boavista - Portugal. O save foi um dos mais bacanas que já joguei nesses tempos de FM, durante a jogatina surgiram algumas curiosidades que pretendo desvendar nesta nova história. E espero que uma nova boa história possa servir como pedido de desculpas a quem acompanhava a história do Boavista, pois acabei não me planejando e o lançamento do FM17 e a falta de tempo me desanimaram para dar um final descente a história. 
       
      Ritmo de Postagem
      Me esforçarei ao máximo para manter uma média entre 15 e 20 postagens ao mês, onde cada postagem equivaleria ao resumo de 1 mês do jogo.
       
      Padrão de Postagem
      1º Postagem sobre o SAVE
      2º Comentários dos leitores
      3º Único Post respondendo a todos os comentários (acredito que respondendo a todos em um único post manterá o tópico mais limpo e levará as respostas para um clima de entrevista coletiva).
       
      Enquete
      Sobre os vídeos com gols das partidas:
      (  ) Prefiro os vídeos com a visão 3D. Citar ângulo preferido.
      (  ) Prefiro os vídeos com a visão 2D.
       

      Liga
      - Protagonista no trabalho de evolução da Liga.
      - Liga alcançar o status de Soberba.
      - 5 clubes nas quartas-de-finais (Champions + Europa League)
      - Aumentar o nº de vagas em competições Europeias.
       
      Finanças
      - Valor do clube superar 1 bilhão de Euros.
      - Prata da casa vendido por mais de 70 milhões de Euros. CONCLUÍDO NA 3ª TEMPORADA
       
      Seleção principal
      - 6 jogadores convocados na seleção principal. CONCLUÍDO NA 2ª TEMPORADA E SUPERADO NA 4ª TEMPORADA
      - Técnico da seleção principal. (Somente após desafio dos 6 concluído).
      - Vencer a Copa do Mundo.
      - Vencer as Olimpíadas.
      - Seleção nº1 no Ranking da FIFA.
       
      Competições
      - Quebrar o recorde de títulos seguidos da Liga NOS. (6)
      - Quebrar o recorde de jogos invictos.
      - Quebrar o recorde de pontos na liga. CONCLUÍDO NA 3ª TEMPORADA E SUPERADO NA 4ª TEMPORADA
      - Vencer com 70% do elenco principal formados por jogadores sub23:
      Champions League. CONCLUÍDO NA 4ª TEMPORADA ::: ELENCO 73% sub23 Liga NOS. CONCLUÍDO NA 4ª TEMPORADA ::: ELENCO 73% sub23 Alguma Taça Nacional - Time B ser pentacampeão da 2ª divisão.
      - Vencer a Champions sub-19.
       
      Jogadores
      - Prata da casa adquirir status de Lenda no clube.
      - Prata da casa ser o maior artilheiro de todos os tempos no clube.
      - Prata da casa ter o maior nº de jogos pelo clube.
      - Prata da casa maior revelação da Europa na temporada.
      - Prata da casa construir uma carreira vencedora por todas as etapas no clube. (Juniores, Time B e Principal)
      - Estrangeiro desenvolvido pelo clube se naturalizar e ser convocado para a seleção principal.
       
      Estrutura do clube
      - Conhecimento dos olheiros mundial Excelente.
      - Aumentar capacidade do estádio.
      - Nova rivalidade competitiva
       
      Pessoal
      - Alcançar status de Intocável no clube.
      - Se tornar uma Lenda no clube.
      - Ser o maior treinador de todos os tempos.
       

      Plano de Evolução da LIGA
      - Proibida a contratação de estrangeiros que já atuaram por sua seleção principal.
      - Prioridade para venda e empréstimos a clubes nacionais mesmo que o clube leve prejuízo. Em caso de jogadores com até 27 anos, tentar incluir alguma % da próxima transferência na negociação.
      - Em cada janela de transferência, 10% do Orçamento Original para Transferências devem ser rateado para os clubes que subiram de divisão através da contratação de jovens (1 de cada clube).
       
      Formação do Elenco
      - Principal: 23 Jogadores (NAC - Jogadores Nacionais, EST - Estrangeiros)
      1ª Janela: 15 NAC (9 Sub23), 8 EST (3 Sub23) 2ª Janela: 16 NAC (9 Sub23), 7 EST (3 Sub23) 3ª Janela: 17 NAC (9 Sub23), 6 EST (3 Sub23) 4ª Janela: 18 NAC (9 Sub23), 5 EST (3 Sub23) 5ª Janela: 19 NAC (9 Sub23), 4 EST (3 Sub23) 6ª Janela: 20 NAC (12 Sub23), 3 EST Sub23 7ª Janela: 20 NAC (14 Sub23), 3 EST Sub23 (1º aumento de jogadores NAC sub23 para dificultar o save) 8ª Janela: 20 NAC (14 Sub23), 3 EST Sub23 9ª Janela: 20 NAC (16 Sub23), 3 EST Sub23 (2º aumento de jogadores NAC sub23 para dificultar o save) - Time B: Embora o elenco base possuirá 22 jogadores, sempre haverão mais por conta dos jogadores que estarão listados para transferência que ficarão treinando no time B até serem negociados. Mas a 2ª divisão permite que apenas 1 jogador acima de 23 anos seja relacionado para a partida. Isso evitará que o time fique muito forte com os jogadores extras.
      No máximo 5 jogadores sub23 não formados no País. - Juniores: 22 Jogadores
      No máximo 5 estrangeiros  
      Carreira no clube*
      - Juniores: Idade (16, 17 e 18 anos) Treinar no clube para ser tutoreado. Jogadores além dos 22 do elenco base devem ser emprestados.
      - Time B: Idade (19, 20 e 21 anos) Jogadores além dos 22 do elenco base devem ser emprestados.
      - Principal: Idade (22 anos em diante) Com 22 anos o jogador ainda pode fazer parte do time B caso ainda não seja tão bom para ser aproveitado no elenco principal, mas se o mesmo não conseguir a vaga nem no elenco base do time B, deve ser listado para transferência e oferecido a clubes quando faltar 1 ano para o término de seu contrato.
      *Este modelo é apenas uma referência, nada impede de um jogador de 16 anos com grande potencial, pular as etapas e ser incorporado diretamente ao elenco principal.
       
      Plano de Evolução dos Jovens Nacionais
      - Fases da Champions League em que será permitido jogar com força máxima, caso passe terá que prosseguir escalando prioritariamente os jovens nacionais.
      1ª Temporada: Oitavas
      2ª Temporada: Quartas
      3ª Temporada: Semi-final
      4ª Temporada em diante: Final
      - Em jogos da LIGA, o jogador nacional sub23 de linha que menos atuou na temporada deve ser escalado no time titular (exceto em jogos contra os maiores rivais).
      - O time escalado em Jogos da Taça Nacional ou Continentais em que o clube já esteja classificado no grupo deve ter como prioridade os mais jovens do elenco.
      - Goleiros reservas devem ser disponibilizados para jogos do Time B e Juniores.
      - Nas janelas de transferências, analisar jogadores emprestados, se não estiverem jogado 50% das partidas do clube devem ser chamados de volta. Para ser negociado com outro clube em que será titular.
      - Os tutores devem priorizar o acompanhamento dos jogadores nacionais.
       
      Dados do SAVE
      FM 2017 – 17.3.1
      DB Original
      Ligas Carregadas:

      Brasil e Portugal com todas as Ligas disponíveis carregadas.
      Todos os outros somente a 1ª divisão.
      Bélgica, Holanda, Rússia, Suíça, Turquia, Ucrânia, Chile, Colômbia e Uruguai com status "apenas ver".
       

      Fundado em 28 de setembro de 1893, o FC Porto é um dos "três grandes" clubes de Portugal participantes da primeira divisão, também conhecida como Liga NOS. Os seus maiores rivais são o Sporting e o Benfica. O clube também é conhecido como "dragões", nome da criatura mitológica que se pode ver no topo do escudo do clube ou "azuis e brancos", que está baseada na associação às cores do uniforme. Os seus torcedores são chamados de "portistas".

      Ao comando de José Mourinho, o FC Porto conseguiu muita visibilidade na década passada, através de épicas conquistas como a Europa League, Champions e Taça Intercontinental. Os torcedores aguardam ansiosamente por novas temporadas tão produtivas quanto aquelas no passado recente.

       
      Estádio do Dragão
      Em 16 de novembro de 2003, com capacidade para cerca de 50 mil torcedores, foi inaugurado substituindo o antigo Estádio das Antas, mas só começou a ser utilizado para jogos oficiais mais tarde devido a problemas relacionados com o gramado. A inauguração ficou marcada pela estreia de Lionel Messi no Barcelona, clube convidado para a inauguração e derrotado por 2x0. Posteriormente, o Estádio do Dragão acolheu o jogo de abertura da Euro 2004, e foi palco da deslumbrante caminhada portista rumo à conquista da Europa, na temporada 03/04.

       
      Estrutura

       
      FC Porto B
      É o segundo time do FC Porto, que carinhosamente é chamado de “Bês”. O FC Porto B funciona como clube parceiro na formação e desenvolvimento dos jovens. Atualmente os “Bês” disputam a 2ª Divisão Portuguesa também conhecida como Ledman LigaPro e são os atuais campeões.

      O FC Porto B comanda seus jogos no Estádio Dr. Jorge Sampaio em Vila Nova de Gaia, o mesmo possui capacidade para 8500 torcedores.
      Existem as seguintes restrições pré-estabelecidas para o FC Porto B:
      Não disputam as Taças Nacionais Não podem ser promovidos a Liga NOS. Obrigados a escalar no mínimo 10 jogadores sub23 formados em Portugal em suas partidas oficiais.  
      Divisões de Base

      CTFD PORTOGAIA - O Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, marcou o início de uma nova realidade para o FC Porto. Situado em Vila Nova de Gaia, esta infra-estrutura, inaugurada em 2002, é sinônimo de funcionalidade e modernidade.
       

      A primeira liga também conhecida como Liga NOS por causa do patrocinador é composta por 18 clubes que se enfrentam em jogos de ida e volta. Os 2 piores colocados na classificação final são rebaixados e os 5 melhores ingressam nas competições europeias. Curiosamente desde seu início em 1934. Somente 2 clubes além do "três grandes" conseguiram o título. São eles Belenenses e Boavista. O domínio é absoluto. Já fazem 3 temporadas que o FC Porto não conquista a Liga.