Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Henrique M.

Uma só Nação - Tinha um italiano no meio do caminho [14/03]

Recommended Posts

Henrique M.

rovers.png

Uma nova era para o Hoops

Realocação completa para o Green Stadium e torneio inaugural

No dia 02 de junho de 2038, o Shamrock Rovers saiu do Tallaght Community Stadium. A nova casa do time alviverde é o Green Stadium, em homenagem ao maior treinador da história do clube. Já são mais de 20 anos de clube e o novo estádio só coroa o novo patamar que o clube começou em 2017. O estádio tem 22,5 mil lugares e ocupará o lugar do Tallaght Community Stadium como maior estádio de um clube do país. Em segundo lugar vem o Dalymount Park, com 10 mil lugares, também em Dublin. O Bohemian é o dono do estádio, que viu suas glórias secarem enquanto o rival alçava voos jamais vistos na Irlanda.

Danny-Green_-Inbox-2d6d98b5e08676016.png

O estádio tem capacidade de ampliação para até 44 mil lugares, mas ainda ficaria menor que o Aviva Stadium. O maior estádio da Irlanda possui 51,7 mil lugares e é mais que justo que o estádio da seleção nacional seja o maior do país. Se fosse possível ocupar esse posto, talvez eu ambicionasse mais do que o atual estádio. A expectativa é que o estádio leve a equipe a gerar ainda mais dinheiro, permitindo depender menos de vendas de jogadores e premiações de Champions League. Isso é muito importante agora que a ideia é não vender os jogadores quando eles quiserem sair.

Para marcar a estreia do novo estádio, foi realizado um torneio amistoso com mais três equipes. Minha ideia era repetir o primeiro confronto do Tallaght Community Stadium, contra o Sligo Rovers, mas eles não aceitarem meu convite. O Green's Inaugural Trophy contou com a presença dos donos da casa, Dortmund, Leverkusen e Schalke 04. Nós enfrentamos o Schalke 04 na primeira partida e vencemos por 4 x 2. Na outra semi-final, o Leverkusen venceu por 3 x 2 o Borussia Dortmund. Na final, batizamos o Green Stadium como deve ser, com taça e um jogo eletrizante. Uma vitória por 3 x 2, com gols nos minutos finais, selou a festa de inauguração do estádio da melhor maneira possível.

Greens-Inaugural-Trophy_-Visao-Geral-Fas

Jogos pelas competições irlandesas

A segunda parte da temporada foi dividida em duas partes: antes do Green Stadium e depois do Green Stadium. Como deveria ser, mantemos o foco e não vacilamos na liga, mesmo que tenhamos perdido a chance de alcançar o recorde de 21 rodadas consecutivas sem sofrer gols desde o início do campeonato contra o Bray Wanderers. Depois disso, a defesa voltou a tomar gols aqui e acolá, mas manteve o bom trabalho. O grande contraste veio graças ao aumento da produção de gols do ataque, principalmente após no novo estádio.

A forma da equipe continuou a mesma no Green Stadium, com vitórias e vitórias e vitórias e gols e gols e gols. Mas a nota final fica para o primeiro jogo oficial do estádio. Após o torneio amistoso, demos a brilhante sorte de a primeira partida ser uma final de campeonato e um Derby de Dublin. Acredito que não havia ocasião melhor (talvez uma final continental em casa, mas estamos longe de ser esse tipo de estádio) para estrearmos oficialmente. E como sempre, deu a lógica e depois de duas temporadas, voltamos a erguer a Leinster Senior Cup. Contudo, Shane Murphy teve que sair do banco para evitar que o Bohemian jogasse água no nosso chopp.

Shamrock-Rovers-FC_-Calendario-do-Princi
v Bohemian (C) | v Galway United (F) | v Cork City (F) | v St. Patrick's (F) | Vista interna do novo estádio

Airtricity Premier League

A defesa não é mais perfeita, mas ainda apresenta a melhor marca de todas as defesas do Shamrock Rovers até o momento. Além disso, essa é a terceira vez que chegamos nessa fase do campeonato com 100% de aproveitamento, e espero que terminemos com o segundo título invicto da história. O crescimento do ataque é algo a se notar, com a equipe marcando 61 gols, sendo 26 deles só de Shane Murphy. O jovem da base está realmente decidido a ocupar o espaço que Conor Wilson deixou nos nossos corações e ser a referência pelas próximas dez temporadas.

Danny-Green_-Home8ea02415b2e043b1.png
Tabela Completa | Estatísticas gerais e individuais da Airtricity Premier League

Notícias, informações e estatísticas do Shamrock Rovers

9lWzaKk.jpg

Vendas e saídas

Essa época do ano costuma ser muito agitada para o clube, pois sempre sofremos assédio intenso. Anteriormente, quando os clubes chegavam em propostas que me agradavam e o jogador expressava o desejo em sair, eu aceitava. Mas já segurei Enrico Fenocchio na primeira janela do ano e segurarei o restante também. Manuel Koch e Jiri Masek receberam um assédio irrefreável de equipes italianas, mas mesmo recebendo ofertas que poderiam quebrar o recorde de transferências do clube, optei por seguir meu plano. A única venda foi a de Ross Wilson, como abandonamos o esquema com meias-atacantes pelos próximos cinco anos, tínhamos que vendê-lo. Fico feliz de ter recuperando o investimento e ainda ter um lucro.

Shamrock-Rovers-FC_-Historico-de-Transfe


Contratações e entradas

Como ainda temos muitos buracos no plano quinquenal atual, meu foco nessa janela foi preencher as lacunas da base. Precisávamos de um goleiro, dois laterais para cada lado, quatro zagueiros, um volante, um ponta-direita e dois pontas-esquerdas. No final das contas, ainda ficamos com muitas lacunas, já que só quatro posições foram preenchidas até o momento.

  • Sául Reverte - ponta-esquerda espanhol de 17 anos. Revelado pelo Villarreal, sua multa era de apenas 1,7 milhões de euros. Como o fator determinante para contratar alguém é mais a vontade dele vir para cá do que dinheiro, pagamos a multa e trouxemos o jogador para ocupar a primeira posição do nível 3 da ponta-esquerda.
  • Vítor Nogueira - goleiro português de 17 anos. Revelado pelo FC Lusitanos, de Andorra, mas rapidamente absorvido pela parceria da equipe com o Olhanense, atualmente na elite portuguesa. Como sempre, o baixo preço de promessas de Portugal facilitou sua contratação para a segunda posição do nível 3 para goleiros.
  • Marko Znaor - ponta-direita croata de 17 anos. Revelado pelo Hajduk Split, foi a contratação mais cara dessa janela. Vem para ocupar a segunda posição do nível 3 para pontas-direita.
  • Dusan Rogic - zagueiro sérvio de 16 anos. Revelado pelo Partizan, fiquei surpreso de conseguir pagar um valor tão baixo por uma promessa sérvia, normalmente, os atletas do país costumam sair por somas entre 2 e 4 milhões de euros. Espero que o atleta se desenvolva bem e se firme como zagueiro pelo lado direito, já que ocupa a primeira posição para o nível 3 da posição.

Shamrock-Rovers-FC_-Historico-de-Transfe

Com o término dessa janela, o planejamento quinquenal do elenco vai tomando forma, mesmo que ainda precisa de muitos acertos. Ainda temos um mês de janela no restante da Europa, mas iremos lutar com unhas e dentes para não perder nenhum atleta.

plano-quinquenal0338c9cd853013ff9e0b.png

Irlanda perde vaga na fase de grupos da Champions League

Como havia antecipado, caímos quatro posição na tabela de coeficientes. A triste notícia é que eu percebi que perderíamos a vaga direta na fase de grupos da Europa League, mas não percebi que o mesmo ocorreria na Champions League. Depois de algum tempo nos divertindo entrando direto na fase de grupos da maior competição de clubes do planeta, iremos voltar a disputar as fases preliminares da competição.

Danny-Green_-Inbox-3e5fac9dfb660472e.png

Atletas do Shamrock Rovers convocado para a Copa do Mundo

O clube teve quatro atletas convocados para disputar a Copa do Mundo de 2038. Realizada no Canadá, essa edição teve uma final sul-americana entre Brasil e Argentina. Os nossos representantes vestiram a camisa de Croácia, Itália, Suíça e Brasil. Matija Lukina ajudou a Croácia a terminar em primeiro do seu grupo, mas nas oitavas-de-final, caíram para Portugal. Enrico Fenocchio fez duas partidas pela seleção italiana na Copa, incluindo uma atuação de gala na derrota para a Argentina nas quartas-de-finais. Os italianos caíram com um gol nos minutos finais do segundo tempo da prorrogação. Manuel Koch também chegou até as quartas-de-finais, onde a Suíça caiu de pé para a Holanda. Já Éderson, foi o que esteve por mais tempo na competição. O atleta jogou três partidas, incluindo a final, onde foi titular, que o Brasil perdeu por 2 x 0 para a Argentina. Com a conquista, a Argentina se juntou a Itália e Alemanha como tetracampeã mundial.

Danny-Green_-Inbox0b3e030723952c7c.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Darthz

Muito bom ter finalmente um estádio novo, principalmente com o seu nome nele.

Gostei dos jovens contratados, principalmente do guarda-redes, que parece ter muito potencial.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
PedroJr14

O time continua reforçando bem a sua base e dominando o campeonato local. A queda no ranking de coeficientes é uma pena para os Hoops, que lutaram tanto para colocar a Irlanda em um bom lugar. Parabéns pelos jogadores convocados à Copa do Mundo.

Muito boa sorte na continuação, o trabalho continua árduo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tsuru

E o trabalho continua na nova era. Muito legal ver a transição para o novo estádio se completar e, ao mesmo tempo, pena que a Irlanda caiu nos coeficientes. 

Muito interessante também o desenvolvimento do plano quinquenal, é legal observar que está conseguindo preencher todas as posições conforme planejado. Seria muito legal conseguir segurar os jogadores agora que o clube está com mais grana e estrutura.

Boa sorte na continuação!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Nome mais do que justo para o Estádio. Muita moral, tá igual o Renato Gaúcho ganhando estátua.

Shane Murphy estrondoso. Fiquei surpreso por ver sua idade, tem muito a contribuir ao clube e a seleção.

Prevejo boas novas na Europa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Lucas Matías

Nada mais justo que uma homagem dessas para o maior nome da história do clube. Segue soberano nas competições locais, de ruim fica essa queda no ranking de coeficientes, chato para o clube que vinha colocando o futebol local em outro patamar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Danut

Excelentes os garotos contratados, todos com bom potencial. Tá fazendo um ótimo trabalho de observação. Tem quantos olheiros no clube? E tem parcerias relevantes para a observação?

No mais, bom ver o time com estádio novo. Como ficou a média de público nesse primeiro momento?

Uma pena a queda no coeficiente, mas acho que as eliminatórias da UCL não devem mais apresentar um problema para o clube, ou?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

É, a queda é triste, mas é bem verdade o que o Danut disse, acredito que o clube não tenha TANTOS problemas por começar uma fase antes da de grupos.

Parabéns pelo estádio, uma homenagem mais do que merecida.

Contratou bons nomes, vem fazendo um campeonato impecável, pena que tomou gol. Um dia vc consegue vencer 100% sem levar um gol sequer. hahahah

Boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC
Citar

Como havia antecipado, caímos quatro posição na tabela de coeficientes. A triste notícia é que eu percebi que perderíamos a vaga direta na fase de grupos da Europa League, mas não percebi que o mesmo ocorreria na Champions League.

Notícia chata essa, mas o clube não terá dificuldades em jogar a fase de playoffs. Já demonstrou que tem capacidade para chegar a fase de grupos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.
Em 19/02/2019 at 23:07, Master Darthz disse:

Muito bom ter finalmente um estádio novo, principalmente com o seu nome nele.

Gostei dos jovens contratados, principalmente do guarda-redes, que parece ter muito potencial.

Eu não me importaria de continuar no Tallaght, o clube tem uma história interessante com o estádio, mas precisamos de um espaço maior para nossas ambições.

Espero que eles tenham paciência para esperar chegar a hora deles.

Em 20/02/2019 at 02:24, PedroJr14 disse:

O time continua reforçando bem a sua base e dominando o campeonato local. A queda no ranking de coeficientes é uma pena para os Hoops, que lutaram tanto para colocar a Irlanda em um bom lugar. Parabéns pelos jogadores convocados à Copa do Mundo.

Muito boa sorte na continuação, o trabalho continua árduo!

Nós lutamos para colocar a Irlanda em um bom lugar, mas também somos nós que somos os responsáveis diretos pelas quedas. Precisamos de consistência para dar tempo das equipes irlandeses evoluírem.

Em 20/02/2019 at 10:54, Tsuru disse:

E o trabalho continua na nova era. Muito legal ver a transição para o novo estádio se completar e, ao mesmo tempo, pena que a Irlanda caiu nos coeficientes. 

Muito interessante também o desenvolvimento do plano quinquenal, é legal observar que está conseguindo preencher todas as posições conforme planejado. Seria muito legal conseguir segurar os jogadores agora que o clube está com mais grana e estrutura.

Boa sorte na continuação!

Pois é, mas os coeficientes são cíclicos para uma nação como a Irlanda. A minha ideia é minimizar ao máximo esse ciclo, portanto, vamos aguardar os próximos 5 anos para ver se foi algo eficiente ou não.

Estamos preenchendo, mas bem mais devagar do que planejei. Meia-atacante e atacante sobram jogadores com interesse e qualidade para vir para o clube, o mesmo não pode ser dito sobre zagueiros, laterais e jogadores de lado.

Em 20/02/2019 at 11:49, Neynaocai disse:

Nome mais do que justo para o Estádio. Muita moral, tá igual o Renato Gaúcho ganhando estátua.

Shane Murphy estrondoso. Fiquei surpreso por ver sua idade, tem muito a contribuir ao clube e a seleção.

Prevejo boas novas na Europa.

O bom do nome do estádio é que o time é verde e branco, então, continua casando com o clube.

Sim, realmente, ele está ocupando o espaço que Conor Wilson deixou em nossos corações.

Em 20/02/2019 at 14:19, Lucas Matías disse:

Nada mais justo que uma homagem dessas para o maior nome da história do clube. Segue soberano nas competições locais, de ruim fica essa queda no ranking de coeficientes, chato para o clube que vinha colocando o futebol local em outro patamar.

O clube é o responsável pelos aumentos e pelas quedas, não tenho como responsabilizar os outros clubes irlandeses por algo que eles ainda precisariam de mais tempo para contornar e evoluir de acordo.

Em 20/02/2019 at 16:25, Danut disse:

Excelentes os garotos contratados, todos com bom potencial. Tá fazendo um ótimo trabalho de observação. Tem quantos olheiros no clube? E tem parcerias relevantes para a observação?

No mais, bom ver o time com estádio novo. Como ficou a média de público nesse primeiro momento?

Uma pena a queda no coeficiente, mas acho que as eliminatórias da UCL não devem mais apresentar um problema para o clube, ou?

Se não me engano, 21. É algo em torno desse valor aí. Infelizmente não, já tentei, mas ou a diretoria não deixa, ou não sai nada que preste.

O estádio acabou de ser inaugurado, só vamos ter uma noção ao final da temporada.

Acredito que não, mas vai saber?

Em 21/02/2019 at 01:26, marciof89 disse:

É, a queda é triste, mas é bem verdade o que o Danut disse, acredito que o clube não tenha TANTOS problemas por começar uma fase antes da de grupos.

Parabéns pelo estádio, uma homenagem mais do que merecida.

Contratou bons nomes, vem fazendo um campeonato impecável, pena que tomou gol. Um dia vc consegue vencer 100% sem levar um gol sequer. hahahah

Boa sorte!

Também acredito que não tenhamos problemas, e elas ajudam a dar uma inflada no nosso coeficiente, em caso de ocorrer algo similar ao que ocorreu na temporada passada novamente.

Obrigado.

Não tenho esse objetivo em mente, se acontecer, aconteceu. Apesar que deu vontade de quebrar o recorde do Esperance de 20 gols sem tomar gol, contando apenas a partir da primeira rodada.

Em 21/02/2019 at 15:14, LC disse:

Notícia chata essa, mas o clube não terá dificuldades em jogar a fase de playoffs. Já demonstrou que tem capacidade para chegar a fase de grupos.

Era esperado, pelo menos continuamos com duas vagas na Champions, que é o que importa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
thyagocda

Bacana a atuação do Éderson na Copa. A gente reclama dos técnico convocando jogadores da China. Jogadores que atuam na Irlanda, seria quase o mesmo kkkkk 

Esse plano quinquenal, acho que vai dar muito certo... Me lembrou do que fiz no save A Base, A Liga com o time B e juniores do Porto. Mas sua proposta está mais objetiva. Tem tudo pra dar certo.

Prevejo emoções fortes nas preliminares da Champions 😄

Boa Sorte na continuação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
vinny_dp

Gostei muito da ideia do plano quinquenal e espero que ele sirva de catalisador para a equipe, agora com mais potencial de crescimento, com a construção do Green Stadium. Espero que o estádio ajude não só no culto à personalidade do treinador hahaha.

O clube está impecável nesta temporada e caminha para o título invicto. E parece que com o plano a equipe tem totais condições de levar esse nível de atuação para os campos europeus, ganhando posições no coeficiente da UEFA.

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.
Em 28/02/2019 at 00:01, thyagocda disse:

Bacana a atuação do Éderson na Copa. A gente reclama dos técnico convocando jogadores da China. Jogadores que atuam na Irlanda, seria quase o mesmo kkkkk 

Esse plano quinquenal, acho que vai dar muito certo... Me lembrou do que fiz no save A Base, A Liga com o time B e juniores do Porto. Mas sua proposta está mais objetiva. Tem tudo pra dar certo.

Prevejo emoções fortes nas preliminares da Champions 😄

Boa Sorte na continuação.

Eu fiquei surpreso com a convocação dele, achei que ia ser um dos cortados dos 30 nomes.

Espero que dê certo, já começo a sentir as frustrações naturais desse desafio.

Eu já espero que sua previsão esteja errada.

Em 03/03/2019 at 22:19, vinny_dp disse:

Gostei muito da ideia do plano quinquenal e espero que ele sirva de catalisador para a equipe, agora com mais potencial de crescimento, com a construção do Green Stadium. Espero que o estádio ajude não só no culto à personalidade do treinador hahaha.

O clube está impecável nesta temporada e caminha para o título invicto. E parece que com o plano a equipe tem totais condições de levar esse nível de atuação para os campos europeus, ganhando posições no coeficiente da UEFA.

Boa sorte.

O estádio vai trazer mais dinheiro, mas a questão é quanto mais de dinheiro, né? O FPF começa a apertar o Shamrock Rovers, que tinha uma média na casa de 100 milhões por temporada e agora está em 20 milhões, sem vendas, sabemos o tanto que o futebol irlandês é deficitário. O importante é equilibrar tudo isso com premiações das competições continentais.

Espero que sim, vamos esperar o sorteio dos grupos.

P.S: Dei uma desanimada com o FM, porque meu site apresentou uns problemas e até resolver, perdi muito tempo e muito tesão no jogo. Além disso, a vida esportiva cobra seu preço e aproveitei o carnaval para descansar os ossos e músculos. Mas acredito que em breve retornaremos com novas atualizações.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17octavius

Caralho, esse time tá imparável. Na sinceridade, ainda é emocionante vencer as competições nacionais para você e sua equipe?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.
Em 06/03/2019 at 13:56, 17octavius disse:

Caralho, esse time tá imparável. Na sinceridade, ainda é emocionante vencer as competições nacionais para você e sua equipe?

Não, a última vez foi perto das temporadas em que perdi o título pela única vez, desde então, é a mesma sensação que ganhar estadual com time grande.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.

rovers.png

Tinha um italiano no meio do caminho

Depois de quase um mês sem atualizações, é hora de retornarmos com a parte final da temporada 2038. O Shamrock Rovers lutava pela temporada perfeita na Irlanda e por avançar na fase de grupo da Liga dos Campeões. 

Jogos pelas competições irlandesas

Na Irlanda, fomos em voo de cruzeiro. O único momento de susto que tivemos foi na penúltima rodada, quando tive que jogar com um time C diante do Derry City. Jogamos mal, poderíamos ter perdido, mas não perdemos, mantendo nossa invencibilidade intacta. Além disso, depois de termos levantado as taças da Leinster Senior Cup no restante do ano, faturamos todos os outros três títulos. Nenhum susto na EA Sports Cup e na Copa da Irlanda. No final das contas, uma temporada em que passamos sem o mínimo incômodo. Isso é bacana numa liga poderosa, mas aqui, infelizmente, não.

Shamrock-Rovers-FC_-Calendario-do-Princi
v Sligo Rovers (N) | v Dundalk (F) | v Derry City (C) | v Cork City (N)

Airtricity Premier League

Melhor campanha da história da Airtricity Premier League e melhor defesa da história também. É o nosso segundo título invicto, mas esse veio com apenas um empate. Ou seja, anda nos resta uma temporada com 100% de aproveitamento para ambicionar. Mas não é algo que levo em conta. No fim das contas, o que chamou a atenção mesmo foi a grande temporada de Shane Murphy, que foi artilheiro, melhor jogador, melhor assistente e isso, entrando menos que a concorrência em campo. Nota triste para o rebaixamento do Galway United, que durante muito tempo, figurou nas equipes que lutavam por vaga na Europa.

Danny-Green_-Home862c4eb7a9d9836e.png
Tabela completa | Estatísticas gerais e individuais da Airtricity Premier League

UEFA Champions League

Nossa última jornada partindo da fase de grupos começou com um sorteio esmagador: Paris Saint Germain, Liverpool e Kobenhavn. A presença de PSG e Liverpool vão exigir muito do clube para chegarmos até a próxima fase, contudo, se não vacilarmos, a passagem para Europa League está praticamente certa.

Na primeira partida, viajamos até a capital francesa e focamos em não ser esmagados pelos donos da casa. Nós resistimos grande parte do tempo, entretanto, o 4-3-3 e as bolas longas foram o suficiente para o placar ser construído e a derrota sacramentada. A seguir, recebemos o Liverpool em casa. Essa seria a primeira partida continental do novo estádio e eu queria um bom jogo da equipe. E foi o que a equipe entregou, contudo, um certo italiano resolveu destruir nossas chances completamente em dois lances no final do primeiro tempo.

Demos o azar de sair perdendo com um gol contra, mas empatamos logo em sequência. Esse gol de empate impulsionou a equipe e o Liverpool ficou meio balançado, com isso, assumimos o protagonismo da partida e viramos o placar. Mas Giuseppe Bruni não deixaria passar uma noite histórica para o Hoops, o ponta-esquerdo italiano empatou e virou a partida no final da primeira etapa. Voltamos do intervalo, mas o Liverpool resistiu, não deu espaço e saímos com uma derrota no primeiro compromisso de Champions League do Green Stadium.

Na sequência, era matar ou morrer contra o Kobenhavn e com um excelente terço final do primeiro tempo, encaminhamos a vitória com facilidade e renascemos na competição. Na sequência, viajamos até a Dinamarca e no primeiro lance abrimos o placar. Como os leões precisavam vencer para sonharem com a Europa League, vieram com tudo e tivemos sorte e juízo durante boa parte do tempo. Shane Murphy, aos 39 minutos, desperdiçou a chance de enterrar o oponente ao desperdiçar um pênalti e isso poderia ter nos custado muito caro. Por sorte, era o nosso dia.

Para a nossa última partida em casa, precisávamos vencer o PSG, caso ainda desejássemos estar nas oitavas-de-final. E com um primeiro tempo bastante disputado, as coisas não fluíram da maneira que gostaríamos, mas, pelo menos, foi algo equilibrado e não um domínio francês como na primeira partida. No começo da segunda etapa, Tony Phelan abriu o placar e explodiu o Green Stadium. Continuamos em busca de sacramentar a vitória e quando os dez minutos finais estavam chegando, pensei em fechar a casinha, mas o PSG, que estava buscando sobrecarregar nossa defesa, conseguiu o empate. Não esmorecemos e Carlos Pérez, que chamou a responsa contra o Liverpool e contra o Kobenhavn, conseguiu desempatar a partida antes do relógio bater nos 90 minutos. Os minutos depois disso até o apito do juiz foram um deus nos acuda, mas Jiri Masek, no último lance do jogo, fez o gol da tranquilidade e do caos, fechando o placar.

A vitória contra os franceses nos colocou em segundo lugar, com um ponto a menos que o Liverpool. Logo, a visita até a Inglaterra valia muito para ambas as equipes. Como o PSG dificilmente tropeçaria contra os dinamarqueses, quem perdesse estaria fora. Logo, teríamos que ir até a terra dos Beattles vencer uma das equipes mais tradicionais do futebol inglês. Encaramos o Liverpool de peito aberto e como equipe que almeja um dia chegar ao topo da Europa, sem temer ninguém. Mas logo aos dez minutos, Giuseppe Bruni apareceu de novo para aterrorizar nossas memórias, abrindo o placar para os donos da casa.

Não nos abalamos, mas também não conseguíamos criar muito diante da defesa adversária. Mas no meio da primeira etapa, depois de se esconder nos outros três jogos importantes da fase de grupos, o empilhador de gols na Irlanda, resolveu aparecer. Shane Murphy empatou a partida e nos colocou de volta na contenda. O jogo seguia travado e truncado, nós ficávamos com a bola e o Liverpool com os chutes. O jogo seguiu e o cenário não parecia mudar, até que uma bola lançada para a área do Liverpool e Shane Murphy voou para disputar com o goleiro e desempatar a partida. Logo mudamos para o 4-1-4-1 e buscamos fechar as vias para o Liverpool empatar a partida. Contudo, Giuseppe Bruni estava disposto a colocar seu nome na lista de carrascos do clube e aos 81 minutos, o italiano voltou a empatar a partida e a classificar o Liverpool.

Fomos para cima em busca do gol da vitória e aos 90 minutos, Shane Murphy recebeu de costas para a zaga, e deixou Carlos Pérez na boa para finalizar. O ponta espanhol ajeitou o corpo, chutou e...

Liverpool-x-Shamrock-Rovers_-Campo-Compl

... perdeu. Com essa grande chance desperdiçada, Pérez que fez uma tremenda fase de grupos da Champions League teve uma chance enorme de colocar seu nome na história do clube, mas a bola passou a um bom par de metros do gol dos Reds. O jogo seguiu por mais alguns minutos, com muita tensão, momentos de exasperação e alívio, mas nada como a chance de Pérez tornou a acontecer. Quando o juiz apitou, aquele misto de orgulho e decepção se juntaram e só nos restava aplaudir. No fim, tinha um italiano no meio do caminho e ele levou a melhor.

Shamrock-Rovers-FC_-Calendario-do-Princi
v PSG (F) | v Liverpool (C) | v Kobenhavn (C) | v Kobenhavn (F) | v PSG (C) | v Liverpool (F)

Ficamos com 10 pontos, na terceira colocação, já que deu a lógica no jogo PSG x Kobenhavn. Essa é a primeira vez que atingimos essa marca e não passamos de fase. Contudo, mostramos que estamos prontos para lutar pelo bicampeonato da Europa League.

Liga-dos-Campeoes-da-UEFA_-Visao-Geral-P
Sorteio completo da Fase de Grupos da Champions League

Nosso adversário nos 32-avos-de-final da Europa League será o Steaua, da Romênia. Ou seja, temos tudo para chegarmos até as oitavas.

Danny-Green_-Mensagens31b396df0adbdb49.p
Sorteio completo dos 32-avos-de-final da Europa League

Fornada de jovens de 2038

A cada ano que passa fico mais deprimido com nossas fornadas. Sem comentários, mais uma vez.

Divisao-de-Base-do-Shamrock-Rovers_-Squa

Notícias, informações e estatísticas do Shamrock Rovers

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
VitorSouza

Por mais que você não tenha avançado de fase como em temporadas anteriores, acho que dá pra levar como algo positivo o desempenho que tiveram. Enfrentaram duas grandes equipes do futebol europeu e o Shamrock brigou ponto a ponto com elas, no sorteio da Liga Europa ainda deu sorte... minha memória tá falhando, mas quando vocês avançaram pro mata-mata da Liga dos Campeões eram ou não camisas tão pesadas na briga?

Pena que parece que os outros clubes da Irlanda ficaram estagnados nas competições europeias...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Darthz

Papou os troféus todos da Irlanda e ganhou o título invicto, parabéns! Na fase de grupos da Champions esteve muito perto de passar, se não fosse esse falhanço no jogo com o Liverpool...

O adversário romeno é bem mais fraco que a sua equipa, então tem toda a obrigação de passar aos oitavos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Neynaocai

Nada de novo no front irlandês. 

Na Europa no entanto foi fenomenal, pena esse italiano... Que desempenho fantástico, o programa de cinco anos tem tudo pra dar resultado do mais alto nível.

E Shane Murphy um absurdo. Não consegue chuteira de ouro?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LC

Na Irlanda apenas os parabéns pelo título invicto: Parabéns.

Na Champions pegou duas pedreiras e mesmo assim brigou feito gente grande. Vida que segue e pelo time que tem é obrigação passar pelo Steua e chegar as oitavas de finais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marciof89

Nem vou comentar sobre os jogos na Irlanda, parece estadual de um time grande só.

Na UCL você quase conseguiu, e foi até frustrante, pois jogou feito time grande e fez uma pontuação muito bacana, recuperando bem as 2 derrotas iniciais. Pena mesmo não ter passado. Agora enfrenta um time inferior ao seu na UEL e acredito que passa sem grandes sustos.

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17octavius

Admito que deu uma dor no coração ver você ter empatado em casa no Irlandês e não ganhar com 100% de aproveitamento. Mas é loucura minha.

Na UCL, o time provou ser guerreiro, lutou até o fim. Mas erros individuais infelizmente acontecem e essa foi a grande razão para a eliminação. Sobrou a Europa League, que se espera muito do Shamrock Rovers.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Henrique M.
Em 14/03/2019 at 22:21, VitorSouza disse:

Por mais que você não tenha avançado de fase como em temporadas anteriores, acho que dá pra levar como algo positivo o desempenho que tiveram. Enfrentaram duas grandes equipes do futebol europeu e o Shamrock brigou ponto a ponto com elas, no sorteio da Liga Europa ainda deu sorte... minha memória tá falhando, mas quando vocês avançaram pro mata-mata da Liga dos Campeões eram ou não camisas tão pesadas na briga?

Pena que parece que os outros clubes da Irlanda ficaram estagnados nas competições europeias...

Acho que tive um ou dois grupos fáceis na Champions League até agora, geralmente os grupos são com duas forças consideráveis, isso quando não damos a sorte de pegar um time forte de uma liga mediana. Mas eu estou orgulhoso da equipe, a questão é que no momento inicial, a gente só pensa no que poderia ter sido e não foi e não para para analisar friamente o contexto geral.

Eu não diria estagnados, eles realmente não tem condições de competir frente a frente com outros clubes mais fortes e sempre pegam sorteios complicados.

Em 14/03/2019 at 22:22, Darthz disse:

Papou os troféus todos da Irlanda e ganhou o título invicto, parabéns! Na fase de grupos da Champions esteve muito perto de passar, se não fosse esse falhanço no jogo com o Liverpool...

O adversário romeno é bem mais fraco que a sua equipa, então tem toda a obrigação de passar aos oitavos.

É meio complicado botar a culpa todas nas costas do Pérez, ele errou e tal, mas tínhamos que ter conseguido segurar a vantagem que obtivemos de maneira mais adequada.

A expectativa contra o Steaua é essa mesmo.

Em 15/03/2019 at 12:45, Neynaocai disse:

Nada de novo no front irlandês. 

Na Europa no entanto foi fenomenal, pena esse italiano... Que desempenho fantástico, o programa de cinco anos tem tudo pra dar resultado do mais alto nível.

E Shane Murphy um absurdo. Não consegue chuteira de ouro?

Só saberemos do impacto do programa de cinco anos quando ele chegar ao fim.

Acho difícil, fazer gol na Irlanda vale menos pontos, ele teria que fazer uns 50, 60 gols por temporada.

Em 16/03/2019 at 12:42, LC disse:

Na Irlanda apenas os parabéns pelo título invicto: Parabéns.

Na Champions pegou duas pedreiras e mesmo assim brigou feito gente grande. Vida que segue e pelo time que tem é obrigação passar pelo Steua e chegar as oitavas de finais.

Valeu.

A prestação da equipe foi boa, poderia ter tido um final mais feliz, mas significa que estamos próximos de onde queremos chegar.

Em 17/03/2019 at 00:48, marciof89 disse:

Nem vou comentar sobre os jogos na Irlanda, parece estadual de um time grande só.

Na UCL você quase conseguiu, e foi até frustrante, pois jogou feito time grande e fez uma pontuação muito bacana, recuperando bem as 2 derrotas iniciais. Pena mesmo não ter passado. Agora enfrenta um time inferior ao seu na UEL e acredito que passa sem grandes sustos.

Boa sorte.

Mas é. hahahaha

Acho que o grande problema foram essas duas derrotas iniciais, se pensar bem, empatar com o Liverpool fora de casa é algo muito complicado para a maioria das equipes, a questão é que precisávamos de mais do que um ponto.

10 horas atrás, 17octavius disse:

Admito que deu uma dor no coração ver você ter empatado em casa no Irlandês e não ganhar com 100% de aproveitamento. Mas é loucura minha.

Na UCL, o time provou ser guerreiro, lutou até o fim. Mas erros individuais infelizmente acontecem e essa foi a grande razão para a eliminação. Sobrou a Europa League, que se espera muito do Shamrock Rovers.

Bateu um leve desapontamento, principalmente por estar tão perto do final, mas já imaginei que algo assim poderia acontecer quando tive que mandar o time C.

Acho que nem dá para colocar essa eliminação na conta do Pérez, a atuação da defesa contra o Liverpool no primeiro jogo acho que foi mais lamentável do que o gol que ele perdeu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • AlexVivas
      Por AlexVivas
      APRESENTAÇÃO
      Em primeiro lugar, quero pedir perdão a todos os amigos que leram, acompanharam, comentaram e me incentivaram em minhas sagas anteriores, que infelizmente não consegui êxito. Isso se deu devido a alguns fatores como: depressão devido a estresse (Transtorno de Ansiedade Generalizada), que sem tratamento evolui para a Síndrome de Burnout, discussões com a esposa que quase resultaram em divórcio, mudança de endereço e enrolação da operadora de internet e telefone, isso tudo resultando em um enorme desânimo para fazer qualquer coisa - até trabalhar - quanto mais jogar e postar.
      Ontem, dia em que a internet finalmente voltou, verifiquei que os "Meninos de Milão" e os "Atletas de Cristo" não estão mais disponíveis. Respirei fundo e me animei para compartilhar com vocês minha nova odisséia, que será maior e não menos emocionante que as outras. Estou me divertindo à beça, e espero transmitir a vocês isso.
      Minha inspiração para essa empreitada são 2 sagas daqui do nosso fórum que em minha opinião estão entre as mais espetaculares:
      O Mochileiro , do usuário @Luchín; Desafio Europa, do usuário @CCSantos; E a verdadeira saga do Alfabeto que se encontra no nosso "irmão" lusitano, o fórum FM Portugal: Alfabeto FC
      Li as 3 sagas - e recomendo - e então abri o Football Manager e voltei com força total !!
       DADOS DO SAVE
      Football Manager - Edição 2017, versão 17.3.1
      Base de Dados  - Megapack de ligas do Classen
      REGRAS DO SAVE
      Começar desempregado, e no nível mais baixo de treinador (sem licença, passado como jogador amador). Não há ordem de país, somente da letra inicial do nome; mudar de letra após ser campeão de TODOS os países da mesma. Ao finalizar a letra, reiniciar o Football Manager (recriar o técnico, com última licença e atributos, e se possível, com conquistas adquiridas), retornando à primeira temporada do jogo - exemplo: 2016 no FM 2017, 2017 no FM 2018. Ser campeão da 1ª Divisão do país selecionado; após o fim do campeonato, demitir-se caso não disputar copas. Se escolhido por um clube das Divisões abaixo da elite, seguir nesse clube até o topo e ser campeão; demissão como acima. Se disputar copas - por exemplo: Taça da Itália, Champions - seguir até ser eliminado/campeão. Se a mesma ocorrer após ser campeão da divisão principal, demitir-se somente depois de disputar a copa. Ao mudar de clube, contratar no máximo 3 jogadores do clube anterior. Se possível, melhorar o elenco e estruturas do clube no decorrer do tempo que ficar. OBJETIVO - Ser campeão da primeira divisão de TODOS os países do mundo.  NAVEGUE POR AQUI
      1º Post = Introdução da Saga (chegada ao 1º país)
      Preparação = Config da Database, Treinador  
       Jennings Grenades United (Antígua e Barbuda)
      Temporada 2016/17
      ABFA Premier League       = 4º Lugar - qualificado para a ABFA Champions League ABFA Champions League = CAMPEÃO Temporada 2017/18
      ABFA Premier League       = vice-campeão - qualificado para a ABFA Champions League ABFA Champions League = BI-CAMPEÃO Temporada 2018/19
      ABFA Premier League       = CAMPEÃO - qualificado para a ABFA Champions League ABFA Champions League = TRI-CAMPEÃO Pós-Título:
      Coletiva de Imprensa do Fórum Manager
      Legado
      Férias I
      Atualização de Currículo + Roteiro de Viagem 
      Centro de Emprego
      U.E. Saint Julià (Andorra)
      Temporada 2019/20
      Primera Divisió   = 4º Lugar - qualificado para a UEFA Europa League Copa Constitució = Semi-Final Temporada 2020/21
      Primera Divisió            = 4º Lugar Copa Constitució          = 1ª Eliminatória UEFA Europa League  = 1ª Eliminatória Temporada 2021/22
      Primera Divisió = VICE-CAMPEÃO - qualificado para a UEFA Europa League Copa Contitució = Semi-Final Temporada 2022/23
      Primera Divisió            = CAMPEÃO - qualificado para a UEFA Champions League Copa Constitució         = Semi-Final UEFA Europa League = 1ª Eliminatória   Temporada 2023/24
      Primera Divisió                   = Não disputada Copa Constitució                = Não disputada UEFA Champions League = 2ª Fase de Qualificação Supertaça d'Andorra          = VICE-CAMPEÃO - derrotado pelo Lusitanos Coletiva do Fórum Manager = Parte 01  -  Parte 02
      Legado
       Férias II
      Roteiro de Viagem
      Atualização de Currículo + Centro de Emprego
      Desde já agradeço a todos que lerão, comentarão e principalmente se divertirão junto comigo !!
       Abraço !!
       
       
       
       
    • vinny_dp
      Por vinny_dp
      História
      Conhecida por muitos como terra natal de Napoleão (nascido pouco tempo após a anexação francesa), a Córsega é uma ilha situada no Mediterrâneo que pertence à França.
      A Córsega é uma ilha pequena, de pouco mais de oito mil e quinhentos quilômetros quadrados. Suas principais cidades são Bastia e Ajaccio, capital regional e, no total, a ilha tem cerca de trezentos e vinte mil habitantes.

      Ilha da Córsega
      Apesar de pertencente à França, a proximidade com a Itália e o fato de ter sido parte do Reino de Gênova de 1347 a 1769 (quando a ilha foi vendida aos franceses) ligaram a população de tal maneira aos italianos que foi necessário o uso de força militar para que se completasse a anexação.
      Dentre esse período de mais de 400 anos, a ilha foi independente por 14 anos (1755-1769) e sua constituição foi redigida em italiano e corso.

      Bandeira da Córsega
      Desde que se tornou território francês a ilha foi colocada sempre em segundo plano. Na década de 1950 cogitou-se a criação de uma base para testes nucleares no local, além de ter havido a imigração de um grande número de argelinos que fugiam da crise que levou a independência do país. Situações essas que desencadearam um forte sentimento nacionalista na Córsega, causando o confronto entre os partidários dessa causa e a polícia.
      Outro fator importante nessa questão é que o idioma corso não é ensinado nas escolas da ilha, por determinação do governo. Esses fatores combinados fazem com que a Córsega possua diversos grupos nacionalistas, nas mais variadas frentes de ação, desde da pacífica até a que faz uso de ataques terroristas.
      O futebol na ilha
      No futebol, a ilha é representada pela seleção da Córsega. No entanto ela participa de jogos apenas em caráter amador e não filiada a FIFA e a UEFA.
      Oficialmente, a seleção disputou apenas seis amistosos: o primeiro, em 1967, foi contra a França, país que administra a ilha; em 1998, um amistoso preparatório contra Camarões (vitória africana por 1 a 0); outro em 2009, contra o Congo; dois amistosos em 2010, contra Gabão e Bretanha, e o último foi em 2011, contra a Bulgária.
      Desde então, o selecionado fez apenas mais um amistoso, contra um combinado de jogadores internacionais, em 2012. Entre times de futebol, fez três partidas, contra Nice (1962), Stade de Reims (1963) e Juventus (1992).
      Sem estádio fixo, a seleção da Córsega manda seus jogos nos principais estádios da ilha (Armand Césari, em Bastia, François-Coty, em Ajaccio, e Ange Casanova, também em Ajaccio).
      Os principais clubes da Córsega são o GFC Ajaccio, que tem como maior feito a chegada as semis da Copa da França em 2011-2012, o AC Ajaccio que é bicampeão da Ligue 2 (1966-1967,2001-2002) e o SC Bastia, o mais bem-sucedido dos três, tendo conquistado uma Copa da França (1981), um bicampeonato da Ligue 2 (1967-1968, 2011-2012) e uma Supercopa da França (1972).
      O Save
      Depois de duas tentativas frustradas de emplacar uma história aqui, começo mais uma vez. Agora, quero fazer um save de clube, focado em um dos clubes da região, buscando seu desenvolvê-lo o máximo possível.
      Apesar de toda a tendência nacionalista do local, quero trazer uma proposta de agregação. Por isso, aceitarei no time jogadores de países que foram colônias francesas e hoje sofrem com a discriminação. 
      É claro que em termos de FM buscarei implementar essa ideia com coerência, mantendo uma maioria francesa.
    • PedroJr14
      Por PedroJr14
      Real Racing Club Santander, S.A.D.
      O clube da cidade de Santander teve sucesso relativo na Espanha, mantendo-se na primeira divisão do país em 15 das 16 temporadas entre 1996/97 e 2011/2012, só não esteve presente em 2001/02. Em todas essas temporadas em La Liga, o Racing superou a décima posição apenas uma vez, quando terminou em sexto na temporada 2007/08, ganhando assim a vaga continental. Los Verdiblancos terminaram em quarto, num grupo que continha Twente, Manchester City, Schalke e PSG, perdendo apenas um jogo e vencendo o Manchester City, que terminou na liderança do grupo. Conseguiram se manter na liga principal até 2011/12, quando começou a cair sucessivamente até chegar à Terceira Divisão, 2 anos mais tarde. O clube ensaiou uma reação em 2014/15, quando conseguiu o acesso para a Segunda Divisão, mas logo caiu de volta e até o presente não mais saiu de lá.

      O Racing Santander manda seus jogos no folclórico estádio El Sardinero, que tem capacidade para pouco mais de 22 mil espectadores. Entre os nomes que desfilaram por esse aconchegante estádio vestindo a camisa do Racing, estão: Felipe Melo (Palmeiras), Henrique (Corinthians), Ezequiel Garay (Valencia), Yossi Benayoun (ex-Chelsea e Liverpool), Giovanni Dos Santos (LA Galaxy), Sérgio Canales (ex-Real Madrid), Marcos Alonso (ex-Barcelona e A. Madrid, pai de Marcos Alonso do Chelsea) e Christian Stuani.

      Sem nunca ter conquistado um título de expressão, o Racing Santander caiu ao fundo do poço por causa de uma crise financeira e nunca mais conseguiu se reerguer. A saída do treinador Pedro Muntis para o Ponferradina e a falta de recursos para buscar um técnico fora de Santander, obrigaram o clube a promover o Técnico Marco Botín, que terá um contrato curto, de apenas 1 ano. O jovem treinador de 26 anos terá que provar o seu valor e o seu amor pelo clube da cidade.
       
      Objetivos
      [Secundários]
      - Subir de volta à La Liga
      - Ter um jogador convocado por uma seleção top 10 mundial
      - Fortalecer as estruturas das divisões de base do clube ao máximo
      - Construir um novo estádio, ou ampliar o Sardinero
      - Transformar ao menos 3 jogadores contratados por mim em lendas do clube

      [Primários]
      - Terminar acima do décimo lugar em La Liga
      - Chegar a uma competição continental
      - Vencer uma competição de nível nacional 
      - Vencer uma competição intercontinental
      - Ser Campeão Mundial de Clubes
      - Tornar-se uma lenda no clube
       
    • Tsuru
      Por Tsuru
      APRESENTAÇÃO

      E cá estou eu de volta. As coisas se acalmaram aqui em Portugal, fiquei com mais tempo para jogar e decidi começar a retornar ao FM aos poucos; quando vi, já estava mais que viciado no jogo e empolgadíssimo com um novo desafio. Como jogar sem postar não tem a menor graça, inicio assim uma nova jornada aqui na área - o tempo longe do Projeto Nacional me fez perder o gás e, quando voltei a jogar FM, estava sem vontade nenhuma de continuá-lo.
      A ideia desse save surgiu há mais ou menos um ano, quando li o livro “Futbol Total” em que Arrigo Sacchi narra suas memórias. Desde então estava com vontade de fazer um tributo a ele. 
      Apesar de ser um tributo, farei um save de clube, que hoje é um formato que me agrada mais, podendo assumir uma seleção (ver objetivos abaixo). As atualizações serão semanais, e a ideia é que cada uma consiga cobrir um bimestre inteiro.
      Até pensei em iniciar no Pro Piacenza, que é uma equipe rossoneri como o Milan e fica na mesma região onde Sacchi nasceu (Emília-Romanha). Mas como no save não terei obrigação de seguir os mesmos passos do técnico, preferi ir para o Sul da Itália, onde há muitas equipes interessantes - e uma em especial com a qual tenho vontade de jogar há bastante tempo. 
      O nome do treinador será Alfredo Beletti, um personagem fictício que tem o mesmo nome de um dos mentores e melhores amigos de Arrigo Sacchi.
       
      REGRAS
      Se for demitido, o save acaba;
        Em homenagem ao grande Milan de Arrigo Sacchi, só poderei contratar jogadores italianos e holandeses;
        Poderei utilizar todos os jogadores surgidos na base do clube, independente da nacionalidade;
        A partir do primeiro ano na Série A, os contratos de jogadores que não forem italianos, holandeses ou criados na base do clube não poderão mais ser renovados, podendo o jogador ser vendido ou sair de graça. Esta regra não muda em caso de rebaixamentos para a Série B.
        OBJETIVOS
      Ser bicampeão da Série A e da Supercopa Italiana, superando Arrigo Sacchi;
        Ser bicampeão da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes, se igualando a Arrigo Sacchi;
        Depois de atingir todos os objetivos com o clube, deixar a equipe, assumir uma seleção e ganhar a Copa do Mundo, superando Arrigo Sacchi (pode ser com qualquer seleção e pode ser tentado mais de uma vez)
        O PROFETA
      Arrigo Sacchi nasceu em Fusignano, Itália, e é considerado por muitos um dos maiores treinadores italianos de todos os tempos. Ele ficou especialmente conhecido pelo Milan que comandou entre 1987 e 1991, que era inspirado na Holanda de Rinus Michels mas tinha uma identidade própria bastante forte.
      Contando com a força econômica de Silvio Berlusconi e a confiança do diretor de futebol Adriano Galliani, Sacchi montou uma verdadeira seleção, que incluía nomes como Carlo Ancelotti, Franco Baresi, Alessandro Costacurta, Paolo Maldini e os holandeses Ruud Gullit, Frank Rijkaard e Marco Van Basten. O treinador exigia uma intensidade enorme de seus jogadores, tanto na defesa quanto no ataque, e propunha um futebol ofensivo, vibrante e que fosse para divertir as pessoas. Para sorte dele, o grupo que foi montado à época compreendeu bem sua filosofia de jogo e conseguiu executá-la com perfeição.
      Unido dentro e fora de campo, o Milan venceu a Série A uma vez (desbancando o Napoli de Maradona e Careca) e foi bicampeão da Liga dos Campeões, da Supercopa Italiana, Supercopa da Europa e do Mundial de Clubes. O sucesso e o estilo arrojado levaram a equipe a ser eleita pela revista World Soccer como a quarta melhor da história do futebol, atrás apenas das seleções da Hungria (1954), Brasil (1970) e Holanda (1974).
      Depois do Milan, Arrigo Sacchi assumiu o comando da seleção da Itália que foi à Copa do Mundo de 1994, mas não teve o mesmo sucesso. Os jogadores da seleção não compreenderam bem seus conceitos e a Itália foi avançando na base da sorte, aos trancos e barrancos, conforme relata o próprio treinador. Ainda assim, a Azzurra chegou até a final com o Brasil de Bebeto e Romário e foi derrotada após o famoso pênalti perdido por Roberto Baggio, o Codino Divino.
      O modo revolucionário de Sacchi ver o futebol italiano - que até então era refém de esquemas com um líbero - deu origem ao apelido “Profeta de Fusignano”. Ironia do destino ou não, muitos dos conceitos utilizados por Sacchi nos anos 80 pareciam mesmo "futuristas" e se tornaram bastante comuns no futebol anos mais tarde, inspirando por exemplo Pep Guardiola e Jupp Heynckes. 

      HISTÓRICO
      Temporada 16/17 - Série C, Girone C - CAMPEÃO (promovido à Série B) Temporada 17/18 - Série B - 12º lugar Temporada 18/19 - Série B - 6º lugar / Classificado para os playoffs e eliminado pelo Verona (2 a 1) Temporada 19/20 - Série B - 5º lugar / Classificado para os playoffs e eliminado pelo Carpi na semifinal (5 a 2 no agregado) Temporada 20/21 - Série B - CAMPEÃO (promovido à Série A)
        SALA DE TROFÉUS
      🏆 Série C, Girone C - 16/17
      🏆 Série B - 20/21
    • Edma
      Por Edma
      Pessoal tenho um save no FM com o Bayer Leverkusen onde resumidamente se tornamos uma potencia mundial e etc. Só q nosso estadio (a BayArena) só tem capacidade pra 30K de pessoas oq é muito pouco pra um time como o nosso, então eu sempre peço a diretoria pra construir um novo estadio e eles nunca aceitam alegando que sem um aumento de torcedores nao é viavel. Só q todos os anos vendemos TODOS os bilhetes da temporada, sempre lideramos a bundesliga em % de lotação e em lotações esgotadas, então alguém sabe oq eu tenho que fazer pra ter meu pedido aceito?

      obs: já sou um icone do clube, ja ganhei uma UCL e 4 Bundesligas, tenho 7 anos de casa e temos mais de 470M de euros em caixa. 
×