Jump to content
Sign in to follow this  
Henrique M.

Uma só Nação - Dois pênaltis, dois destinos [15/07]

Recommended Posts

vinny_dp

É chato fazer bons jogos em um grupo difícil e terminar relegado à Europa League. Paciência.

Na segunda competição do continente, fez o dever de casa contra o Steaua e contra o Schalke joga com a pressão de carregar o país nas costas e de não perder o semestre. 

Quanto aos clubes irlandeses nas competições europeias, azar define algumas situações, como a do Derry City. 

Nacionalmente briga para manter a equipe preparada para as noites europeias e para quebrar mais recordes. Pelo andar da carruagem ainda deve vencer um título com 100% de aproveitamento, ainda que isso não importe no fim.

Espero que os jogadores segurem a onda de quererem sair para que o time possa seguir fazendo boas campanhas na Europa.

Boa sorte.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Passou bem pelo Steua e agora pegou o Schake. Tem que fazer um bom resultado em casa para no mínimo jogar pelo empate no Veltins-Arena. Boa sorte na sequência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danut

Uma pena mesmo não ter se classificado na UCL. Ficar de fora com dez pontos é algo raro, mas faltou o detalhe pra chegar lá. Pelo menos tem a UEL para disputar, e tudo indica que a equipe pode chegar longe. Acredito que passará pelo Schalke com facilidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Só 2x1 contra o Cork City? CRISE NO SHAMROCK.

Vai passar pelo Schalke, to certo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Infelizmente pelo que tenho visto, o nível das competições adjacentes à Inglaterra é insignificante. E carregar uma Liga nas costas é chato.

Os outros clubes poderiam copiar o estilo de gestão (clubes catarinenses estão aí pra dar exemplo) e quem recebe assim o sucesso fosse consistente.

Boa sorte eliminando o Schalke.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 19/03/2019 at 21:36, Darthz disse:

A pressão está mesmo do seu lado para voltar a elevar a Irlanda no plano internacional. Passou bem pelo Steaua, e tem uma eliminatória complicada com os Alemães. Mas é como você diz, quem quer ganhar, tem que enfrentar os melhores.

Com certeza, e é um bom teste para ver se o sonho do título é algo palpável ou só da minha cabeça também.

Em 20/03/2019 at 01:42, vinny_dp disse:

É chato fazer bons jogos em um grupo difícil e terminar relegado à Europa League. Paciência.

Na segunda competição do continente, fez o dever de casa contra o Steaua e contra o Schalke joga com a pressão de carregar o país nas costas e de não perder o semestre. 

Quanto aos clubes irlandeses nas competições europeias, azar define algumas situações, como a do Derry City. 

Nacionalmente briga para manter a equipe preparada para as noites europeias e para quebrar mais recordes. Pelo andar da carruagem ainda deve vencer um título com 100% de aproveitamento, ainda que isso não importe no fim.

Espero que os jogadores segurem a onda de quererem sair para que o time possa seguir fazendo boas campanhas na Europa.

Boa sorte.

 

Acontece, mas antes fazer uma participação como essa do que aquela da temporada passada.

O semestre nunca está perdido, já que o calendário aqui é diferente. hahaha

Sim, eles vem melhorando as atuações contra países de mesmo nível ou até um pouco superiores que a Irlanda, mas tem certas coisas que para eles é impossível.

Não é algo que me preocupe, se vier, veio.

Se eles não segurarem a onda, não vão sair do mesmo jeito, todo mundo tem contrato até cerca de 2042.

Em 20/03/2019 at 12:15, LC disse:

Passou bem pelo Steua e agora pegou o Schake. Tem que fazer um bom resultado em casa para no mínimo jogar pelo empate no Veltins-Arena. Boa sorte na sequência.

A ideia é essa mesmo, vamos ver se teremos uma noite como contra o PSG novamente.

Em 20/03/2019 at 15:38, Danut disse:

Uma pena mesmo não ter se classificado na UCL. Ficar de fora com dez pontos é algo raro, mas faltou o detalhe pra chegar lá. Pelo menos tem a UEL para disputar, e tudo indica que a equipe pode chegar longe. Acredito que passará pelo Schalke com facilidade.

Faltou um Liverpool e um PSG menos eficiente ou um Kobehavn mais surpreendente. Acho complicado passar por alguém com facilidade numa competição europeia, quando o nível pode ser muito maior que o nosso.

Em 21/03/2019 at 02:31, marciof89 disse:

Só 2x1 contra o Cork City? CRISE NO SHAMROCK.

Vai passar pelo Schalke, to certo.

Pra que fazer mais que o mínimo se a taça vem?

Espero que sim.

Em 21/03/2019 at 13:54, Neynaocai disse:

Infelizmente pelo que tenho visto, o nível das competições adjacentes à Inglaterra é insignificante. E carregar uma Liga nas costas é chato.

Os outros clubes poderiam copiar o estilo de gestão (clubes catarinenses estão aí pra dar exemplo) e quem recebe assim o sucesso fosse consistente.

Boa sorte eliminando o Schalke.

Acho que só a Escócia tem um nível interessante, mas nessa altura do campeonato, já somos do mesmo nível ou maiores que os times de lá.

Infelizmente, a IA do FM jamais faria algo assim.

Valeu.

Share this post


Link to post
Share on other sites
thyagocda

Gostei muito do esquema tático. O MC Atacar tem feito boas atuações?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 26/03/2019 at 00:22, thyagocda disse:

Gostei muito do esquema tático. O MC Atacar tem feito boas atuações?

A temporada acabou de começar, e eu não levo muito em conta desempenho de pré-temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico

Eu não cheguei a comentar, mas foi épica a construção do Green Stadium, em homenagem ao lendário Treinador.

Fico imaginando como deve ser um pouco desmotivante participar de uma Liga tão pouco competitiva e nadar de braçada ano após ano, sempre vencendo. Sinto que isso perde um pouco a graça, não é? Pelo menos ainda existe as competições europeias, eu espero que você consiga um bom resultado para eliminar o Schalke.

É uma pena ver que as outras equipes não conseguem acompanhar o Shamrock...

E Shane Murphy joga demais, eu não consigo acreditar que ele ainda tem 20 anos!

Boa Sorte na continuação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 09/04/2019 at 23:11, MitoMitológico disse:

Eu não cheguei a comentar, mas foi épica a construção do Green Stadium, em homenagem ao lendário Treinador.

Fico imaginando como deve ser um pouco desmotivante participar de uma Liga tão pouco competitiva e nadar de braçada ano após ano, sempre vencendo. Sinto que isso perde um pouco a graça, não é? Pelo menos ainda existe as competições europeias, eu espero que você consiga um bom resultado para eliminar o Schalke.

É uma pena ver que as outras equipes não conseguem acompanhar o Shamrock...

E Shane Murphy joga demais, eu não consigo acreditar que ele ainda tem 20 anos!

Boa Sorte na continuação.

Como o foco é ganhar a Champions League, realmente não sei até que ponto nadar de braçada na liga irlandesa é ruim para a equipe. Para mim, já é meio que um piloto automático, mas faz parte.

E Murphy realmente joga muito, pegou o lugar de Conor Wilson e vem suprindo muito bem e tem tudo para se firmar como mais um grande nome da história do clube.

Comunicado: Como podem perceber, já tem um tempo que não atualizo a história. Eu não desisti dela, só que minha vida entrou numa fase atribulada agora que eu trabalho e estudo e ainda estou tentando encaixar as outras coisas no meu dia a dia. Basicamente, no atual momento, a única coisa que quero fazer quando chego em casa é deitar na cama. Devo atualizar essa história no final de semana e reinjetar a área de novo no meu cronograma semanal.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

rovers.png

Um paredão azul

Jogos pelas competições irlandesas e Europa League

As coisas na Irlanda continuam como sempre: Shamrock Rovers passando o trator. Como já tem um tempo que não atualizo a história, a partir de agora, serei breve ao mencionar a Irlanda. Mencionarei apenas o que for essencial.

Na Europa League, teríamos o Schalke 04 nas oitavas-de-final. Os alemães estiveram em nosso caminho na campanha do título em 2034/2035 e isso me deixou animado para esse confronto. Entretanto, os alemães abriram o placar logo aos cinco minutos, gerando preocupações sobre o futuro do jogo. Felizmente, Shane Murphy empatou o marcador logo depois. A proposta do azuis reais era simples, retrancar e fazer o melhor possível quando tivesse a bola. Nós não conseguimos de nenhuma maneira furar a retranca deles e ainda fomos punidos com um segundo gol no quarto final da partida. Nossa vida na Alemanha seria bastante complicada.

Em Gelsenkirchen, Éderson que teve uma atuação abismal na partida anterior, buscou sua redenção na primeira cobrança de escanteio do jogo. Logo aos três minutos, estávamos de volta na contenda. Entretanto, o Schalke adotou a mesma postura da partida de ida e conseguiu nos frustrar ainda mais, principalmente porque não tivemos o mesmo volume de jogo que tivemos em casa. Os alemães jogaram com o regulamento debaixo do braço e assim, seguiram adiante na competição.

Shamrock-Rovers-FC_-Calendario-do-Princi
v Schalke 04 (C) | v Schalke 04 (F)

Airtricity Premier League

Mais uma vez, encerramos um turno com 100% de aproveitamento. O Cork City bem que tentou nos acompanhar, mas a derrota no confronto direto complicou um pouco a vida deles.

Danny-Green_-Inicio57e4529fa9336710.png
Tabela Completa | Estatísticas individuais e gerais da Airtricity Premier League

Notícias, informações e estatísticas do Shamrock Rovers

ireland.png

Liga das Nações

A minha primeira convocação chega logo com jogos oficiais pelo caminho. A minha reestreia seria diante da Dinamarca, pela segunda divisão da Liga das Nações. Os outros adversários do grupo seria a Eslovênia. Eu baseei a minha primeira convocação em cima do 4-2-4, já que tínhamos bastante atacantes de qualidade disponíveis e eu queria poder usufruir do máximo deles. Além disso, queria tentar um futebol interessante e divertido de se assistir. Os destaques da primeira convocatória e que provavelmente seriam o núcleo da maioria das convocações foram: Noel Mulligan (Cork City), Jordan Kelly (Cardiff), John Jones (QPR), Jake Bell (New York City), Graham Robinson (Cardiff), Callum Hinnigan (Crystal Palace) e Dave Willis (Manchester United). Murphy, O'Connor e Brennan foram os nossos jogadores convocados e todos também devem continuar sendo essenciais para os Boys in Green.

A estreia diante da Dinamarca foi um desastre, a tática não funcionou e a defesa ficou bastante exposta. Mesmo com a fluidez no máximo e os jogadores se portando bem na fase defensiva, a transição ataque-defesa foi um desastre e resultou num passeio dinamarquês. Na partida seguinte, no Aviva Stadium, vimos a mesma coisa, contudo, o ataque foi mais eficiente que a defesa e conseguimos uma apertada vitória de 3 x 2 diante da Eslovênia. Esses dois jogos foram o suficiente para que eu percebesse que o esquema não daria certo.

Convocações da Irlanda para setembro de 2038: Principal | Sub-21 | Sub-19

Buscando consertar o erro da primeira tática, decidi mudar e copiar o esquema de jogo (literalmente) que adoto no Shamrock Rovers. Mesmo que não tenhamos nenhum volante de extrema qualidade e destaque, acredito que esse equilíbrio é mais importante no atual momento para a equipe. E como não estamos perdendo nenhum talento na posição de meia-atacante, preferi uma tática que me permitisse modificações de acordo com a necessidade. A grande novidade dessa convocação foi o jovem goleiro Kevin Fogarty, do Burnley.

Recomeçamos com um amistoso diante de Israel e os jogadores que jogam menos foram a campo. Curiosamente, fomos totalmente dominados pelos israelitas e deveríamos ter perdido, mas um gol no apagar das luzes impediu a derrota. Na sequência, em um jogo decisivo e que valia a nossa sobrevivência na Liga das Nações, voltamos a enfrentar a Dinamarca. A equipe fez exatamente o que o Shamrock Rovers faz jogando na Irlanda e quando possível, na Europa. E isso é positivo, já que é o que eu estou tentando recriar com eles. Mas, a equipe teve dificuldades em concretizar as chances criadas, contudo, no final do segundo tempo, Andy O'Connor fez o gol da vitória e nos estávamos em boas condições de conseguir a primeira colocação. Isso só foi possível, pois a Eslovênia goleou a Dinamarca, então, a próxima partida poderia selar o líder do grupo. 

Convocações da Irlanda para outubro de 2038: Principal | Sub-21 | Sub-19

Chegamos na última partida contra uma Eslovênia que tinha uma vitória e uma derrota. Nós já tínhamos seis pontos, enquanto os dinamarqueses só tinham três pontos. Um empate seria o suficiente para que garantíssemos nessa partida a condição de líder do grupo, já que mesmo se a Eslovênia vencesse a Dinamarca, passaríamos pelos critérios de desempate e a Dinamarca não poderia nos alcançar caso vencesse. A minha convocação foi dentro do esperado e o grande nome que causou polêmica foi Martin Sheehan, do Cork City. Eu precisava de um jogador que tivesse características para jogo decisivo e ele era o único meia-central que tinha esse perfil e qualidade o suficiente para estar na convocatória.

A partida em Liubliana não começou bem, com os donos da casa abrindo o placar com dois minutos de jogo. Entretanto, botamos a cabeça no lugar e com dois gols dos nossos meias-centrais Bayly e Phelan, retomamos o controle do placar já na metade do primeiro tempo. O primeiro tempo acabou e tínhamos apenas que manter a concentração para levar a vitória, contudo, um pênalti no começo da segunda etapa ajudou a colocar a Eslovênia de volta na partida. O gol animou os donos da casa e eles buscaram a segunda virada da partida. Fica aqui a nota que a lei do ex foi pesada contra Danny Green nesse jogo, já que Boris Gajser e Dejan Rozman (que marcaram os gols de empate e da virada, respectivamente) foram jogadores do Shamrock Rovers.

O jogo mudou de figura e a Eslovênia passou a ser mais comedida na sua postura, enquanto fomos para cima. Tínhamos pouco mais de trinta minutos para marcar um gol, mas a cada 60 segundos que o relógio contava, parecia que não teríamos tempo. Quando a pressão já estavam beirando a exaustão, Andy O'Connor aparece pelo segundo jogo consecutivo para decidir para a seleção nos dez minutos finais. Com o gol do ponta-esquerda, garantimos a liderança e consequente promoção para a primeira divisão da Liga das Nações. Além disso, já garantimos uma vaga nos playoffs da Euro 2040.

Convocações da Irlanda para novembro de 2038: Principal | Sub-21 | Sub-19

Republica-da-Irlanda_-Calendario-da-Prin
v Dinamarca (F) | v Eslovênia (C) | v Dinamarca (C) | v Eslovênia (F) | v Inglaterra (C)

Na rodada seguinte, a Dinamarca venceu a Eslovênia e rebaixou-os para a divisão C. Curiosamente, os dois primeiros colocados do grupo tiveram saldo de gol negativo, enquanto o rebaixado foi o único com saldo de gol positivo.

Republica-da-Irlanda_-Competicoesdb2e8a5

Eliminatórias da Euro 2040

Depois da boa campanha na Liga das Nações, era hora de focar no próximo compromisso da equipe: as eliminatórias da Eurocopa 2040. O sorteio não foi muito generoso com a Irlanda, colocando Bélgica e Polônia no nosso grupo. A Bélgica está um patamar acima e ter uma seleção do mesmo nível, como os poloneses, pode acabar facilitando o caminho para que os favoritos sobrem no grupo. Iríamos começar nossa jornada contra Andorra e Polônia, como os poloneses nos visitariam, a vitória era mais do que necessária. Para essa janela internacional, a convocação contou com muitas novidades como: Gary Barrett (Barnsley), Danny Woodman (Sheffield United), Greg Wilson (Roterham), Kyle Doyle (Cardiff), Lee Jarvis (Sunderland), Mark Groves (Sheffield Wednesday), Mitch Bramley (Sunderland) e Tom Binnion (Rangers).

O primeiro jogo foi contra a Andorra e como tínhamos um confronto importante contra a Polônia logo na sequência, optei pelos jogadores "reservas" nesse jogo. Como esperado, os donos da casa não fizeram nenhum esforço para atacar, concentrando todo seu esforço em perder de pouco. Eles quase conseguiram passar os primeiros 45 minutos ilesos, mas Bramley, depois de longa ausência por lesão, marcou no seu retorno com a camisa verde. No segundo tempo, Shane Murphy sacramentou a vitória. Poderíamos ter goleado, mas a vitória é mais importante e vem em primeiro lugar.

Na sequência, voltamos para Dublin e enfrentamos a Polônia. Os adversários vieram com uma postura clara, dominar a posse de bola e impedir que ameaçássemos o gol deles. Entretanto, eles não tinham uma postura clara no que tangia ameaçar nosso goleiro. Ou seja, a estratégia primária deles era nos negar a bola e depois ver no que dava. O primeiro tempo foi horrível e o segundo tempo, tirando os cinco minutos iniciais também foi. Os visitantes abriram o placar aos 48 minutos, entretanto, dois minutos depois, Porter empatou o jogo. E foi só. Infelizmente, a minha previsão sobre a dificuldade de ter a Polônia no grupo se mostrou muito antes do que eu imaginava.

Republica-da-Irlanda_-Calendario-da-Prin
v Andorra (F) | v Polônia (C) | Convocações para março de 2039: Principal | Sub-21 | Sub-19

Com o empate entre as outras duas equipes que poderiam ameaçar a Bélgica, o cenário do grupo começa a se desenhar claramente. O importante agora é não vacilar contra Kosovo, que talvez seja a única equipe fora a Polônia que tenha algum potencial para complicar as coisas.

Republica-da-Irlanda_-Competicoes-29ed5d

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Como foi eliminado na UEL e no campeonato irlandês vai sobrando como sempre, o foco fica sendo a seleção. Com ela, conseguiu uma boa classificação na Liga das nações e vai tendo algum trabalho nas classificatórias para a Euro. Andorra e Azerbaijão não oferecem nenhum perigo, mas a partir daí todas as outras 3 seleções incomodam. Claro, poderia ser pior e tem suas chances, mas como disse, até Kosovo pode de repente complicar as coisas.

Boa sorte na sequência

Share this post


Link to post
Share on other sites
LC

Perdeu pontos para a Polônia  em casa e agora é tentar não dar mole para Kosovo. Uma pergunta: Quantos se classificam para a próxima fase?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tsuru

No Campeonato Irlandês continua sobrando, rumo a mais uma taça.

A campanha com a seleção está muito legal, conseguiu avançar na Liga das Nações e caiu em um grupo complicado nas eliminatórias da Euro, especialmente pela presença da Polônia e da Bélgica. Pelo que entendi só o primeiro colocado avança, né? Se for isso mesmo, vai precisar vencer os confrontos mais equilibrados e torcer por tropeços belgas para conseguir a vaga.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
MitoMitológico

Esse FM17 é muito gostoso de jogar. Esses dias eu consegui resgatar meu save com o Le Havre(pois eu salvei ele no 4shared antes de excluir) e mesmo encerrando ele, acho que vou continuar ele em off, sabe? Não me lembrava o quão agradável era esse FM.

Pelo visto o Cork City é o único que resiste e tenta ao menos combater a supremacia do Shamrock. O que você nota neles de diferente dos outros?

Uma pena que o Schalke catimbou e complicou pra você hein? Com a eliminação, restou passear pelas competições nacionais.

Então, a emoção mesmo ficou pela seleção. Conseguiu chegar até a elite da Liga de Nações e pegou um grupo mediano pra bom nas eliminatórias da EURO, mas dependendo de quantas vagas existem para o torneio, é bastante possível chegar lá.

Boa Sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 21/04/2019 at 00:55, marciof89 disse:

Como foi eliminado na UEL e no campeonato irlandês vai sobrando como sempre, o foco fica sendo a seleção. Com ela, conseguiu uma boa classificação na Liga das nações e vai tendo algum trabalho nas classificatórias para a Euro. Andorra e Azerbaijão não oferecem nenhum perigo, mas a partir daí todas as outras 3 seleções incomodam. Claro, poderia ser pior e tem suas chances, mas como disse, até Kosovo pode de repente complicar as coisas.

Boa sorte na sequência

Por isso que coloquei a atualização sobre a seleção nessa parte da temporada, não tem muito lá o que falar do campeonato irlandês.

Gostei da campanha na Liga das Nações, mas o empate contra a Polônia já dificulta as coisas, pois a Bélgica já colocou vantagem.

Em 21/04/2019 at 16:46, LC disse:

Perdeu pontos para a Polônia  em casa e agora é tentar não dar mole para Kosovo. Uma pergunta: Quantos se classificam para a próxima fase?

Se não me engano, os dois primeiros, mas já estamos garantidos no playoff da Euro pela campanha da Liga das Nações.

Em 22/04/2019 at 11:47, Tsuru disse:

No Campeonato Irlandês continua sobrando, rumo a mais uma taça.

A campanha com a seleção está muito legal, conseguiu avançar na Liga das Nações e caiu em um grupo complicado nas eliminatórias da Euro, especialmente pela presença da Polônia e da Bélgica. Pelo que entendi só o primeiro colocado avança, né? Se for isso mesmo, vai precisar vencer os confrontos mais equilibrados e torcer por tropeços belgas para conseguir a vaga.

 

Acho que não, a Euro tem 24 times agora, então, alguns segundos colocados devem avançar, já que os playoffs envolvem muita gente.

Em 24/04/2019 at 16:17, MitoMitológico disse:

Esse FM17 é muito gostoso de jogar. Esses dias eu consegui resgatar meu save com o Le Havre(pois eu salvei ele no 4shared antes de excluir) e mesmo encerrando ele, acho que vou continuar ele em off, sabe? Não me lembrava o quão agradável era esse FM.

Pelo visto o Cork City é o único que resiste e tenta ao menos combater a supremacia do Shamrock. O que você nota neles de diferente dos outros?

Uma pena que o Schalke catimbou e complicou pra você hein? Com a eliminação, restou passear pelas competições nacionais.

Então, a emoção mesmo ficou pela seleção. Conseguiu chegar até a elite da Liga de Nações e pegou um grupo mediano pra bom nas eliminatórias da EURO, mas dependendo de quantas vagas existem para o torneio, é bastante possível chegar lá.

Boa Sorte.

É a minha versão favorita depois do FM 2015 desses FMs mais modernos.

Acho que eles tem mais dinheiro no começo do save e isso permite que eles se mantenham competitivos e como eles participam frequentemente das competições europeias, ajuda a diminuir a disparidade de campanhas.

Seria um confronto difícil, como todos imaginavam e acabou sendo, eles nos venceram em casa, nós lá. Vacilamos em casa e isso é punido em competições mata-mata.

O grupo é difícil, a Irlanda não é uma seleção do patamar da Bélgica para relativizar os confrontos contra Polônia e Kosovo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vinny_dp

O Cork bem que tenta, mas alcançar o Shamrock na liga é bem difícil. Segue tudo na mesma nacionalmente.

Na UEL deu azar do S04 ser feliz em sua proposta de negar espaços e sai mais cedo do que deveria.

Na seleção, eu fiquei com uma dúvida: se você ganhou uma vaga para os playoffs via UNL, você disputa as eliminatórias para melhorar essa vaga e obter a vaga direta? 

A Irlanda vai bem e espero que consiga aprontar algo contra a Bélgica.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 02/05/2019 at 10:10, vinny_dp disse:

O Cork bem que tenta, mas alcançar o Shamrock na liga é bem difícil. Segue tudo na mesma nacionalmente.

Na UEL deu azar do S04 ser feliz em sua proposta de negar espaços e sai mais cedo do que deveria.

Na seleção, eu fiquei com uma dúvida: se você ganhou uma vaga para os playoffs via UNL, você disputa as eliminatórias para melhorar essa vaga e obter a vaga direta? 

A Irlanda vai bem e espero que consiga aprontar algo contra a Bélgica.

Não acho que é mais cedo que deveria, sempre seremos a zebra nesse tipo de situação.

Sim, exatamente isso aí.

Espero que sim, mas visto o jogo com a Polônia, não creio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

rovers.png

Winner Winner Chicken Dinner

Jogos pela Airtricity Premier League

Jogar com o Shamrock Rovers na Irlanda é um passeio no parque e se eu não tivesse objetivos maiores e esses jogos não fossem essenciais para evoluir os jogadores para objetivos maiores, já teria apimentado as coisas. Mais um turno se passou e nenhum empate ou derrota. Sofremos apenas um gol e ganhamos mais um troféu. Tirando o jogo contra o Sligo Rovers, que o gol saiu nos acréscimos do segundo tempo, a maioria das partidas foi decidida tranquilamente, mesmo que alguns placares possam sugerir outra coisa.

Shamrock-Rovers-FC_-Calendario-do-Princi
v Mervue United (C)

Airtricity Premier League

O ataque dessa temporada mantém o ritmo do da temporada passada, mas a defesa se superou. Sofremos apenas um gol no segundo turno e com isso, dois ao total. Essa é a melhor defesa que já tivemos em termos de números nessa época do ano. É triste saber que essa solidez não se mantém na Champions League.

Danny-Green_-Inicio6764821045191c27.png
Tabela Completa | Estatísticas gerais e individuais da Airtricity Premier League

Shamrock Rovers enfrenta BATE Borisov

O sorteio da Terceira Qualificatória da Champions League foi realizado. O adversário que irá nos defrontar será o BATE Borisov, de Belarus. Fazia algum tempo que não andávamos por essas fases, então, veremos como andam as equipes que lutam para chegar até a fase de grupos da Champions League. Essa atualização deveria ter sido focada mais em cima do fato de que a Irlanda retrocedeu mais ainda nos coeficientes (como eu já havia comentado da possibilidade no post da pré-temporada) e agora o campeão da liga começará na Segunda Qualificatória, mas esqueci de salvar a imagem da notícia.

Danny-Green_-Inbox1ca285c878afb6c9.png

Transferências

Contratei dois jogadores para preencher lacunas do elenco na proposta do plano quinquenal. Ambas as contratações vieram de Portugal. Alexandre Raimundo vem para ocupar a posição de lateral-direito no nível 3. O jogador tem 16 anos, custou 140 mil euros e veio do Belenenses. A outra contratação foi para a posição de lateral-esquerdo no nível 3. Rogério Costa veio do Feirense por 325 mil euros e tem 19 anos. Como o assédio em cima dos meus dois laterais-esquerdos anda intenso, achei melhor procurar um jogador mais velho para o nível, mesmo que já o tenha emprestado. Falando em assédio, 17 jogadores do time principal possuem outras equipes atrás. Todas as propostas estão sendo negadas, o clima de tensão é grande, já que posso ter que quebrar algumas promessas se alguns times pagarem certos valores.

Notícias, informações e estatísticas do Shamrock Rovers

Ponderações do autor

Essa é a segunda janela de transferências de meio de ano do plano quinquenal e eu já começo a questionar a viabilidade do plano. Estou resistindo bravamente, mas, em algum momento, posso não ter mais onde tirar diplomacia. O tempo de clube pode me garantir certos atos de tirania, e o oceano de diferença entre minha equipe e as outras garantir a "competitividade" na Irlanda, mas é fato que essa janela foi bastante tediosa para mim. Assim como escrever essa atualização, quase sem nenhum conteúdo, porque a divisão do calendário não favorece o momento que vivemos na Irlanda. A situação foi tão complicada, que me faltou inspiração sobre como nomear o título. Pensei em coisas relacionadas com tédio e vitória e acabei ficando com uma expressão aleatória para quem vence. Pensei em transformar para postagem sobre temporadas, mas a atual divisão serve um propósito de permitir que a história continue.

E falando sobre a continuidade da história, passei por bastante reflexão sobre o futuro desse save e do da Caldense. Eu tenho tempo para manter o que venho fazendo, mas anda me faltando ânimo. Estou tentando trabalhar nisso e vamos tentar voltar a acelerar o passo aqui e lá. O fato é que, felizmente, não consigo me desfazer desse save. Apesar dos pesares, ele é importante para mim e ainda não cumpriu seu propósito, apesar de eu já considerar uma história de bastante sucesso dentro da minha proposta inicial. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
thyagocda
Em 14/05/2019 at 20:49, Henrique M. disse:

Ambas as contratações vieram de Portugal.

Apenas coincidência? Ou tem olheiros definidos para garimpar por lá?

Sobre a questão de ânimo pra postar, estou sofrendo com isso também. Já pensei em reestruturar o estilo de postagem, mas assim como você, vejo que será prejudicial ao propósito do save. Enquanto não achamos uma solução, vamos levando aí com pelo menos uma postagem por mês hehehe

Boa Sorte na continuação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neynaocai

Eu tenho quase certeza que a nova diretoria vai bater na mesa e falar: chega de planos, quero a Champions e é pra já!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marciof89

Pra ser sincero, elogio e admiro demais a sua resistência e força de vontade para manter este save. Digo, ele tem sim muita lenha para queimar, mas imagino quão tedioso deva ser jogar essas partidas. Você só deve se divertir de fato jogando a UCL e olhe lá (se referindo apenas a jogos). Ver você falar que te falta ânimo só agora é até surpreendente.

E como disse, não tem mesmo muito o que comentar. Apenas que o BATE não deve te reservar muitas surpresas e deve passar por eles tranquilamente.

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.
Em 16/05/2019 at 03:08, thyagocda disse:

Apenas coincidência? Ou tem olheiros definidos para garimpar por lá?

Sobre a questão de ânimo pra postar, estou sofrendo com isso também. Já pensei em reestruturar o estilo de postagem, mas assim como você, vejo que será prejudicial ao propósito do save. Enquanto não achamos uma solução, vamos levando aí com pelo menos uma postagem por mês hehehe

Boa Sorte na continuação.

Não, Portugal forma jogadores ridiculamente baratos para o potencial que tem. Então estou sempre de olho.

Eu vinha fazendo uma temporada por mês com o atual estilo de postagem, mas a vida cobrou algumas coisas que já me deu em demasia em outros tempos. É necessário avaliar tudo, mas infelizmente, não é algo que planejo realmente mudar.

Valeu.

Em 16/05/2019 at 13:01, Neynaocai disse:

Eu tenho quase certeza que a nova diretoria vai bater na mesa e falar: chega de planos, quero a Champions e é pra já!

Eles não tem como exigir nada, ninguém vê o Shamrock Rovers como um time capaz de conquistar a Champions.

Em 16/05/2019 at 17:58, marciof89 disse:

Pra ser sincero, elogio e admiro demais a sua resistência e força de vontade para manter este save. Digo, ele tem sim muita lenha para queimar, mas imagino quão tedioso deva ser jogar essas partidas. Você só deve se divertir de fato jogando a UCL e olhe lá (se referindo apenas a jogos). Ver você falar que te falta ânimo só agora é até surpreendente.

E como disse, não tem mesmo muito o que comentar. Apenas que o BATE não deve te reservar muitas surpresas e deve passar por eles tranquilamente.

Boa sorte!

Acho que você não entendeu de onde vem meu desânimo. Não tem nada a ver com a história ou com o fato de ser super fácil jogar na Irlanda. Tem mais relação com o momento da minha vida do que com o cenário do Shamrock Rovers no save. Eu ponderei, mas ainda não tenho um pingo de vontade de dar por encerrado essa aventura.

Também não acho que devemos nos preocupar com as fases preliminares da Champions.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lanko

Bom, depois da minha própria pausa, voltei aqui pra ver as novidades. Até que eu não tava muito atrasado, só precisei ler as últimas 5 páginas.

Uma pena a queda do rank da Irlanda. Sim, pro Shamrock não faz diferença, mas pro objetivo do save é uma porrada. Ainda mais com a história do Damien lá atrás, onde o clube dele tinha um excelente jogador e nem fazia ideia. Acho que isso deve ser pelo fato dos preparadores e olheiros serem ruins também, né... Agora é ficar pensando se a AI poderia ajudar mais no processo...

Quanto ao resto, muito curioso o plano quinquenal, vamos ver no que dá. Fez uma excelente UCL contra Liverpool e PSG, uma pena não se classificar.

Na Irlanda, vai que acontece algum milagre inesperado nessa Liga das Nações igual na Europa League pra dar aquele ânimo haha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Henrique M.

 

21 horas atrás, Lanko disse:

Bom, depois da minha própria pausa, voltei aqui pra ver as novidades. Até que eu não tava muito atrasado, só precisei ler as últimas 5 páginas.

Uma pena a queda do rank da Irlanda. Sim, pro Shamrock não faz diferença, mas pro objetivo do save é uma porrada. Ainda mais com a história do Damien lá atrás, onde o clube dele tinha um excelente jogador e nem fazia ideia. Acho que isso deve ser pelo fato dos preparadores e olheiros serem ruins também, né... Agora é ficar pensando se a AI poderia ajudar mais no processo...

Quanto ao resto, muito curioso o plano quinquenal, vamos ver no que dá. Fez uma excelente UCL contra Liverpool e PSG, uma pena não se classificar.

Na Irlanda, vai que acontece algum milagre inesperado nessa Liga das Nações igual na Europa League pra dar aquele ânimo haha.

A vida mudou bastante para mim nos últimos meses e, infelizmente, minhas histórias sofreram com isso.

Acho que eles tem ideia de que tem um grande jogador, só que a Inteligência Artificial do jogo não sabe como extrair o melhor dele porque não tem condições para isso. Eu acredito que ela tenha todas as informações que nós só temos se utilizarmos editores ou scouts externos, mas tem limitações que impedem certas situações.

Foi uma boa campanha, mas os adversários eram fortes.

Liga das Nações vai demorar um tempo para disputarmos de novo, o foco agora é a Euro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Tsuru
      By Tsuru
      Os celtas eram um conjunto de povos que ocupava grande parte do território da Europa por volta de 1.000 a.C., indo desde a atual Grã-Bretanha até o local onde hoje é a Turquia. Há muitas teorias sobre a origem e a expansão desses povos, mas é um período tão antigo que as raízes se perdem no tempo. É inclusive dessa época que surge a lenda do Rei Arthur, que teria liderado a resistência dos bretões celtas contra os romanos.
      Outro detalhe interessante é que, na cultura celta, "Brasil" era uma ilha mística situada em algum local do oceano, e a própria origem desse nome é céltica. Há quem acredite que os povos antigos já conheciam a origem do Brasil e que foram eles que introduziram, na cultura popular europeia, a informação de que existiam terras além mar cheias de riquezas e animais exóticos. Esse detalhe eu não sabia e quem compartilhou a informação foi o @Inner Logic.
      Entre outras coisas que se sabe concretamente, é notório que os celtas veneravam a natureza e que, entre seus pares, existiam os druidas, pessoas encarregadas das tarefas de aconselhamento, ensino, orientações filosóficas e jurídicas, e rituais religiosos. 
      Entre os druidas famosos, reais ou imaginários, estão o lendário Merlin e o Panoramix, que preparava a poção mágica do Asterix. E essa figura do druida sempre fascinou este que vos fala, o que levou a pesquisar mais sobre a cultura em questão e sobre sua história.
      Descobri, inclusive, que hoje existem seis nações apontadas como “célticas originais”, por manterem traços culturais ou de linguagem desse povo - País de Gales, Escócia, Irlanda, Bretanha (no norte da França), Cornualha (sul da Inglaterra) e Isle of Man (entre a Inglaterra e a Irlanda). Há ainda outras regiões onde a influência celta é considerada forte, como o Norte de Portugal, as regiões da Galícia e Astúrias na Espanha, e a antiga Gália (atuais França, Bélgica e norte da Itália). E há ainda territórios ocupados por antigas tribos celtas onde pouco se sabe sobre o legado deixado por eles, como o sul da Alemanha/Áustria e diversos países do Leste Europeu.
      No futebol, talvez a influência mais clara desses povos seja o Celtic FC da Escócia, batizado com objetivo de propagar o orgulho que os fundadores tinham dessa origem.
      Já havia lido sobre a liga de futebol do País de Gales e sentido bastante vontade de experimentá-la, talvez porque seja um país muito associado aos druidas. E a ideia se complementou com a descoberta das nações célticas.
      Assim, narrarei a carreira de Drew Johnson, um treinador galês fictício sem qualquer experiência, apelidado de “O Druida” por ser um adepto do Neodruidismo.
      A jornada se iniciará na terra natal de Johnson, uma vila de 7 mil habitantes chamada Cefn Mawr (se lê "Kevin Maur"), localizada no condado de Wrexham.

       


       


      Carreguei todas as nações celtas “originais”, algumas delas representadas pelo país onde se situam, e escolhi outras para representar os territórios com forte influência céltica. 
      Na database original do FM, a liga galesa só tem a Welsh Premier League, a elite do futebol local; para dar um pouco mais de emoção, ativei a segunda divisão através do update do Classen.
      Foi necessário deixar alguns países de fora - por exemplo, Itália, Alemanha e Áustria - até porque não sei se meu notebook aguentaria o tranco. Só para garantir, diminuí a qualidade gráfica e tirei as animações, aparentemente o jogo está rodando sem problemas.
      Acho que, no geral, ficou bem representativo e com boas opções de progressão de carreira.
       

       
      Conquistar pelo menos um título por cada país onde passar; Conquistar um título invicto; Conquistar, em uma temporada, todos os títulos em disputa; Vencer a Liga dos Campeões da Europa; Vencer a Copa do Mundo; Me divertir.
       
       
      Nunca pedir demissão no meio de uma temporada;
      Se receber uma proposta e estiver empregado, priorizar a assinatura de novos contratos para o início da temporada seguinte, fazendo o máximo possível para não abandonar nenhum clube durante uma competição.
       
    • IgorNatalino
      By IgorNatalino
      Estamos animados em apresentar a todos, a criação do tópico para os kits FC'12, um projeto do FM Slovakia, para a temporada 2018-2019.
      Para os que gostam do nosso estilo de kits, aqui ficarão todos os links úteis e atualizações sobre o lançamentos dos kits, principalmente os brasileiros feitos por mim; A ideia principal do tópico é entregar packs de qualidade para todos jogadores do FM.
      Gosta de acompanhar o desenvolvimento dos kits e saber quais estão sendo produzidos?
      Nos acompanhe no Facebook - https://www.facebook.com/groups/allstar.kitmakers/
      Parceiros:
      FM Slovakia - http://fmslovakia.com/

      Todos os Kits produzidos na temporada 2016-2017:
      http://fmslovakia.com/downloads/kitpacks/fc12-season-201617/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2017-2018:
      http://fmslovakia.com/downloads/kitpacks/fc12-season-201718/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2018-2019:
      https://fmslovakia.com/en/downloads/kitpacks/fc12-season-2018-19/
      Todos os Kits produzidos na temporada 2019-2020:
      https://fmslovakia.com/en/downloads/kitpacks/fc12-season-2019-20/

      Como instalar:
      Passo 1:
      Faça o download do pack e extraia usando Winrar ou 7-zip.
      Passo 2:
      Copie a pasta com os arquivos para:
      \Documents\Sports Interactive\Football Manager 2017\graphics\kits\
      p.s: Crie as pastas Graphics e Kits caso não existam.
      Passo 3:
      Abra o FM e vá em Preferências > Interface
      Marque "Recarregar Skin quando confirmar alterações nas preferências"
      Desmarque "Usar cache para reduzir o tempo de carregamento das telas"
       
      Qualquer dúvida, sugestão ou comentário, deixe sua postagem!

      Quer nos ajudar?
      Me contate para fazer parte do All Star Kitmakers.
    • Lohan
      By Lohan
      BRASIL MUNDI UP  (26-05-2019)    
      ✔️Séries A, B, C e D (formato original) 
      ✔️Serie Regional, equivalente a uma 5 divisão fictícia, nas qual faz com que os estaduais fiquem mais realistas e disputados (grupos verdadeiramente regionalizados)
      ✔️Segundonas, Terceiras e Quartas Estaduais
       ✔️Copa SP de Futebol Júnior, Copa BH, Copa do Brasil e Brasileirão sub-20, Brasileirão sub-17
       ✔️Copas Estaduais (quando os times sobem pra Seria A e B, deixam de participar pra não inflar o calendário)
      ✔️ Novidade Todos os Campeonatos Estaduais Sub-20
      Colocar o arquivo .FMF na pasta (editor data) que fica em: documentos / Sports Interactive / Football Manager 2017 / editor data,
      e depois selecioná-lo antes de criar o Save.
      Testado 3 vezes até 2030 sem bugs! (protegido contra cópia)
      DOWNLOAD:  
                        Brasil Mundi Up (26-05-2019) 
                      4Shared: https://www.4shared.com/file/uCfFcoiUda/Brasil_Mundi_UP_FM17__26-05-19.html?
      ❌  (Só funciona no patch 17.3 em diante)
       
       
      Ligas fundamentais que não vem no FM17 e fazem muita diferença, principalmente pra quem joga no Brasil (só funciona se deixar como "Jogáveis", não adianta nada ativar essas ligas ao criar o save e deixar em "Ver apenas"?
      Libertadores mais difícil e realista
      Deixando as primeiras divisões de todas as ligas Sulamericanas + México ativadas, a Libertadores e a Copa Sulamericana ficam mais difícil
      Mercado de transferências bastante ativo
      Ativando Japão, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Qatar, Portugal, China e Itália você vai ver bastante transferências realistas, e vai conseguir vender ou emprestar facilmente até jogadores encostados sugando a folha salarial

      DOWNLOAD:  http://www.fmscout.com/a-fm17-leagues-megapack-by-claassen.html
       
      Apos fazer o download extraia o arquivo na pasta editor data, a mesma pasta em que fica o Brasil Mundi UP
       
      Amigos, a pouco estava tirando as dúvidas de uma pessoa sobre se fazer a série D real ou não, com os times participando dela baseado em suas classificações via estaduais, e tive a ideia de escrever esse texto, para ajudar a esclarecer algumas coisas, dando minha opinião pessoal sobre o jogo, e sobre o motivo de não fazer nesse formato mesmo sendo realista.
      Como todos sabem, o FM é um jogo Inglês, feito de acordo em teoria, baseado na realidade do futebol inglês e europeu, então infelizmente algumas coisas que estão programadas pra funcionar lá, não são bem geridas pela inteligência artificial do jogo no Brasil, e até por esse motivo, muita gente não gosta de jogar aqui, preferindo até ir pra China rsrs.
      Ao longo dos anos, venho estudando e analisando os mecanismos de muitas dessas configurações no editor, tem algumas pessoas que tem essa mesma visão e linha de raciocínio, como o amigo Leon Coutinho, então começamos a implementar isso aos poucos, sempre testando massivamente.
      Eu me senti satisfeito, por achar que consegui atingir no FM14, um nível de realismo absurdo (dentro das limitações do jogo), seja no mercado de transferências, nas finanças, cotas dos clubes e etc, lembrando que nossos pesquisadores nacionais fazem um excelente trabalho, até porque não é nada fácil ter que estar atento a cada mínimo detalhe de uma Database tão grande e complexa.
      É difícil saber o valor correto exato da parte financeira dos clubes, mas o pessoal faz isso bem, o problema é como o jogo gere as finanças no nosso país, fazendo os grandes clubes ficarem ricos em 2 ou 3 anos, tirando assim grande parte da graça de jogar por ficar muito fácil.
      A partir do momento em que vc cria o save e clica em continuar, vc esta entrando em um mundo de simulação futebolística virtual, onde tudo pode acontecer, (vírgula), muitas coisas precisam de coerência, o Brasil tomar 7 da Alemanha não parece ser nada coerente né? Então, isso pode acontecer no jogo tb, só não pode acontecer o tempo todo.
      O que eu quero dizer, é que o FM tem simulado muito melhor e com mais realismo e dinamismo muitas coisas do mundo do futebol nas ultimas versões, as opções de configuração são bastante complexas, mas se tivermos atenção a isso o jogo fica muito melhor, basta analisarmos e testarmos com parcimônia.
      Sempre fui muito perfeccionista e detalhista, o jogo perde a graça quando vejo em 2015, Tite treinando o Goiás ou Renato Gaúcho sendo contratado para treinar o Inter (what? Só acho que a Sigames deveria me adicionar a folha salarial deles rsrs.
      Quanto a Série D real, com os times provindo de suas classificações nos estaduais, deixando o jogo supostamente mais realista (porém sem graça), é aí que entra o que falei (pra se ter mais realismo no Brasil, é preciso configurar algumas coisas diferentes, para num todo, termos um jogo bem melhor, e sim, mais realista e divertido!
      Então ter uma Série D com 128 clubes, nos moldes da Série C dos antigos CM´s e FM´s (oh nostalgia que me faz envelhecer rs) e ter uma série Regional, onde muito mais clubes pequenos participam, privilegia justamente os estaduais, faz com que os times menores busquem reforços no mercado, por terem uma divisão ativa, ao invés de ficar com jogadores cinzas, levando goleadas e mais goleadas dos grandes todos os anos, sem contar que fica mais fácil ainda vc vender ou emprestar aquela naba que fica escanteada, sugando toda sua folha salarial.
      Sou da opinião que é muito mais divertido pegar um time da Série A3 do Paulistão ou da Segundona Gaúcha e tentar levar pra Série D ou C, de maneira suada, do que pegar o Paysandu no estadual do Pará (com a Série D real), enfiar goleadas nos minúsculos do estado (por não terem divisão) e ir simplesmente participar da Série C na cara de pau (essa é minha opinião) acho totalmente sem graça isso!
      *Campeonatos estaduais precisam ser mais difíceis e realistas! (o Ituano Campeão Paulista de 2014 manda abraços!)
      *Libertadores não pode ter todos os anos uma semi-final com 3 ou 4 brasileiros! (O papa torcedor do San Lorenzo que o diga) 
      Mas quem disse que isso não foi a primeira coisa que eu tentei melhorar? =P
      Abraços e bom final de semana cambada!
    • El Hincha
      By El Hincha
      NOTA OFICIAL DA CHAPA DE OPOSIÇÃO #SAPAOFORTE

      “A Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou a tabela da Série A1 do Campeonato Paulista. Na primeira rodada, dia 28 de janeiro, o Mogi Mirim irá enfrentar o Santos, na Vila Belmiro. Mas, irá mesmo? A 60 dias da estreia na A1, o Mogi passará por duas eleições presidenciais, convive com processos na Justiça, a inércia de quem pode salvá-lo e, o principal, hoje não existe.
      É tão absurda a situação do clube que, seja em Mogi ou fora, poucas pessoas sabem o tamanho do vazio que vive o clube fora dos grandes que mais vezes disputou o Paulistão nos últimos 30 anos. A marca impressiona? É novidade? Pois, saiba, que a crise do clube vai te impressionar ainda mais.
      O Mogi vive uma crise política desde novembro de 2015. O racha entre Luiz Henrique de Oliveira e Victor Manuel Simões resultou em uma enxurrada de processos e, desde então, a instituição jamais se levantou. A derrocada é tamanha, que parece orquestrada. Em 2015, quando este grupo assumiu, o Sapo já balançava. Era a reta final da ‘Era Rivaldo’.
      Discordo do modo como Rivaldo e quem estava à sua volta dirigiu o clube, mas, quando saiu, o Mogi não era uma terra arrasada. Hoje é mais do que isso. Beira a morte. Não pode se dizer nem que o clube respira por aparelhos, pois, o clube foi esvaziado. Os funcionários foram mandados embora e a base só está ativa por conta de uma negociação assinada há mais de um ano e que jamais se tornou clara para a torcida. Reclamam que herdaram um clube deficitário, que perderam dinheiro pessoal em um período em que o clube recebeu três cotas milionárias de direitos televisos e, mesmo sem vínculo com a região, não querem sair.
      A eleição convocava pelo grupo situacionista será nesta segunda (23), às 16h00, na sede do clube. Um clube que não respondeu nenhuma pergunta sobre o evento administrativo mais importante de uma agremiação de futebol. Não bastasse tudo isso, evitaram a concorrência ao publicarem o edital após o prazo em que outros interessados poderiam inscrever uma chapa. Tivemos que recorrer na justiça para estar no pleito. E se o argumento for o de que os editais estavam publicados na sede, fica difícil imaginar alguém com acesso a tal documento.
      O Mogi pode ser suspenso de competições da CBF em decorrência de um julgamento por não ter pago taxas de arbitragem. Depois, ignorou a multa e parece ignorar a punição. Está na elite do Campeonato Paulista, mas já sofreu dois rebaixamentos em 2 anos e segue sério risco de sequer disputar a Serie C. Ainda assim, praticamente sem funcionários dentro e fora de campo, confirmou presença no Campeonato Paulista A1.
      Mas, como pagará salários a atletas e membros de uma comissão técnica, se não pagam a arbitragem? Aliás, mais de 80% dos jogadores que atuaram entre 2015 e 2016 processam o clube por falta de salários. Será que 100% findaram a passagem pelo Mogi com ao menos um mês de salário atrasado? Como será possível estancar este rombo financeiro causado por este desrespeito trabalhista?
      Se o clube fechar as portas, ainda irão terceirizar a culpa? Vociferar que elementos ocultos demonizam o Mogi? Basta! A cidade precisa esquecer que o casamento com o clube caiu na rotina e lutar por ele.
      O Mogi é um cônjuge em estado terminal, mas que ainda pode viver. Mais do que isso. É um exemplo para outros clubes de futebol. As torcidas de todos os pequenos clubes do país precisam ser alertadas sobre os riscos que estas agremiações correm de um câncer ser instalado. No cérebro da vítima. Na administração.
      Enquanto isso, o coração precisa seguir batendo. E é claro que este órgão vital se chama torcedor. É você o único que pode controlar e até derrubar o mal instalado na cabeça. Esteja perto. Você pode tirar o Mogi Mirim do leito da morte.
      Então, nas eleições desta segunda-feira, estejamos todos por um #SapaoForte!”
    • Henrique M.
      By Henrique M.
      Geralmente quando se fala em reforços para nossas equipes, buscamos sempre o melhor para a nossa equipe, não importando a nacionalidade. Se é uma boa contratação e o clube é capaz de arcar com financeiramente com ela, muitas vezes é uma decisão simples e direta, buscar a contratação e esperar os frutos serem colhidos ao longo da temporada. Essa é uma filosofia que tende a dar certo em qualquer nível do FM, mas ao jogarmos em divisões inferiores ou em ligas com uma reputação bem menor do que os grandes palcos europeus, esse tipo de abordagem traz consequências financeiras.
      A tendência quando jogamos em países estabelecidos e que o dinheiro flui tranquilamente, é não se preocupar com essa tipo de questão, mas em certos saves pode ser a diferença a longo prazo de uma equipe bem-sucedida ou então de algumas dificuldades ao longo do caminho. Infelizmente, o FM ainda não consegue lidar com os impactos financeiros em certos níveis de futebol praticados pelo globo, sempre tratando essas questões de uma maneira unidimensional. Se não tem dinheiro, o clube vai se afundando em dívidas e é vendido ou socorrido por uma diretoria injetando dinheiro. Não tem jogadores descontente porquê a equipe não tem dinheiro para pagar seus salários, não tem jogador querendo sair porquê tem medo do futuro da equipe.
      A decisão de se preocupar ou não com isso cabe ao jogador e sendo um jogador novo, casual, veterano ou hardcore, tudo depende do que queremos num save que criamos. Um save curto provavelmente não se beneficiaria de nada que vai ser falado aqui, mas essa é a beleza do Football Manager: milhares de jogadores que enxergam o jogo de milhares de maneiras diferentes. Esse texto é voltado para aqueles que gostam dos desafios das ligas menos tradicionais e para aqueles que jogam sempre começando do nível mais baixo da pirâmide do país escolhido. Contudo, não deixa de existir lições importantes para qualquer jogador de FM.
      Com orçamentos reduzidos, a importância de se acertar no mercado de transferências é muito maior do que quando você tem espaço para manobrar e corrigir erros e muitas vezes, para dar uma maior profundidade no elenco, não há como trazer todo mundo que você quer ou deseja e tem que se preocupar com o que seu clube pode pagar e quanto um salário para aquele jogador fenomenal pode lhe custar ao longo da temporada, principalmente se a diretoria começar a barrar aquelas contratações que você precisa para equilibrar o time, porque o orçamento já superou o limite imposto.
      Um grande jogador ou três jogadores para equilibrar o elenco? Trazer dois ou três jogadores para desequilibrar e serem o diferencial ou balancear a equipe e ter um elenco coeso? Para quem está chegando num clube que luta contra o rebaixamento ou que está querendo diminuir a diferença entre ele e os clubes do topo da tabela, essas são questões importantes que são levantadas em toda pré-temporada, dependendo da situação em que sua equipe se encontra.
      Por que não ter os dois? Provavelmente aqueles 25 mil euros que sua diretoria lhe deu a mais no orçamento são o motivo. Você achou 2 jogadores perfeitos, mas vai ter que se contentar com reservas ruins ou até titulares meia-boca para realizar esse sonho. Ou então vai ter que engolir as dificuldades e trazer jogadores um pouco piores, mas você estava precisando de quantidade e não qualidade naquele momento.
      Em alguns países e divisões, existe uma solução que vai lhe ajudar a ter as duas coisas ao mesmo tempo. O livre trânsito de pessoas na União Europeia é lindo e maravilhoso e isso gerou consequências muito importantes na dinâmica do futebol, fazendo com que os grandes talentos estivessem nas grandes ligas. O FM consegue recriar isso e muitas vezes, um elenco tem mais jogadores estrangeiros do que locais.
      A solução é simples e é o título lá em cima: apostar em jogadores locais. Se pegarmos jogadores de reputação similar e nível técnico similar, provavelmente você será capaz de contratar o jogador do seu país pela metade do salário (ou até menos) do que um jogador estrangeiro. Obviamente que quando um jogador local tem uma reputação maior ou está, por exemplo, jogando em uma liga ou divisão bem mais interessante que a sua, essa diferença provavelmente não importará, mas em condições normais, o talento local sempre será mais barato que o estrangeiro.
      E com isso, você pode fazer as duas coisas ao mesmo tempo: ter vários jogadores que podem desequilibrar, enquanto equilibra o seu elenco, fazendo com que a qualidade vá aparecendo tanto no seu onze inicial quanto no seu banco de reservas. Para exemplificar, veja a situação abaixo:

      O zagueiro Álvaro Molina e o zagueiro Lee Desmond apresentam a mesma Capacidade Atual e o último tem um potencial um pouco maior do que o primeiro. A diferença é que Molina é espanhol e Desmond é irlandês. Porém, a variação nas exigências salarias dos dois é bem interessante, já que Desmond exigirá metade do salário que Molina está pedindo. Ou seja, eu reforçaria com qualidade minha equipe e ainda sobraria espaço no orçamento para que eu continuasse trabalhando no mercado de transferências.
      Agora vamos observar o fenômeno oposto, um talento estrangeiro que é muito melhor do que um talento local.

      Reece Mitchell é bem mais jogador do que Will Hayburst e sem sombras de dúvidas é uma escolha muito mais simples do que Will para reforçar o time, porém, levando em conta o exemplo de um aumento de apenas 25 mil euros no orçamento salarial, utilizado acima, ao tentar contratar Hayburst, eu gastaria ao menos 1/3 desse dinheiro apenas com o salário do jogador. E ainda vale lembrar que Desmond e Mitchell tem as mesmas avaliações de CA e PA pelos olheiros, mas aí a diferença salarial aumenta para quase o triplo.
      Esses casos são apenas exemplo que demonstram que é possível juntar qualidade e quantidade na hora de reforçar sua equipe no mercado de transferências, é só começar a se preocupar com a origem dos jogadores e isso pode ter uma grande diferença nos elencos que você monta. Você pode ter 5 Desmonds ou 2 Hayburst no seu elenco, basta apenas saber como proceder melhor no mercado de transferências e você será capaz de montar equipes de qualidades gastando muito menos dinheiro.
×
×
  • Create New...