Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
João Pedr0

Barcelona "bom de negócio"

Recommended Posts

João Pedr0

pa5FpY2.jpg

Compra um jogador numa temporada, vende pela metade do preço na seguinte e na depois de uma temporada recompra pelo dobro do valor que tinha comprado da primeira vez.

O negócio do Barcelona não é contratar mesmo :heh:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SouCECSouFeliz

Fabregas também foi um desses, mas foi revelado pelo Barça mas não me lembro como parou no Arsenal e o Barça contratou ele em 2010 se não me engano mas acho que isso acontece com muitos times ainda mais com os gigantes de futebol por procurar tantos talentos acabam perdendo vários também.

  • Upvote 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Yan Perisse

Deviam ter emprestado haha... Deve ter batido aquele arrependimento, mas o Barça tem finança pra fazer isso várias vezes hehe...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
(SPFC)Coach

Fabregas, Pique..

mas nesse caso eu acho que é bug.

Aconteceu comigo aqui, só q com o Ajax.. tava no Bota e me ofereceram o Balanta por 3,9 mi de euros. Comprei. Uma temporada depois, o próprio Ajax resolveu ofertar 10 mi, aí eu vendi haha

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SchneiderZyzz

Ja peguei jogador de graça

e na outra temporada vendi por 7 milhoes pro time que ele tava kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
jmarcosm11

To no Botafogo, vendi o Gilberto por 30M pro Benfica e comprei o Luis Felipe por 800m do Benfica tb. Hj ele (LF) tá valendo 10M e o Benfica mostrou interesse -.-

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
dan99

Aconteceu uma coisa parecida aqui, comprei o Lacazette por 22M do PSG, um ano depois estavam oferecendo 70M, haha

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
rsm_rlb

Aconteceu aqui também. Comprei o Anderson (United) por 3,5M e na outra temporada vendi de volta pro United por 15M

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
jmarcosm11

O Sao Paulo dispensou o Paulo Miranda, contratei ele, aí agora tão querendo ele por emprestimo! Esse SP piada kk

Venderam o Pato pro Flamengo po 13M em 2016, em 2017 pagaram 21 kkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
skp

Vi acontecendo em vários times.

De Bruyne, Chelsea pagou 53mi por ele e o Dortmund vendeu o Ginter por €7mi e depois recomprou por 15mi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Sewko

Não é bem o assunto do tópico, mas também é sobre bizarrices de transferências.

Mais alguém aqui fica recebendo propostas de empréstimos pelas estrelas do time? Tô treinando o Inter, e mesmo ganhando tudo, vários times da Série A ficam mandando propostas de empréstimo sem parar por jogadores como Nilmar, Alex, D'alessandro, e times de fora por Aránguiz e Lisandro Lopez. Porra, eu não vou emprestar as estrelas do meu time, não faz sentido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
rsm_rlb

Não é bem o assunto do tópico, mas também é sobre bizarrices de transferências.

Mais alguém aqui fica recebendo propostas de empréstimos pelas estrelas do time? Tô treinando o Inter, e mesmo ganhando tudo, vários times da Série A ficam mandando propostas de empréstimo sem parar por jogadores como Nilmar, Alex, D'alessandro, e times de fora por Aránguiz e Lisandro Lopez. Porra, eu não vou emprestar as estrelas do meu time, não faz sentido.

Sim. É só você ir nas opções de transferencias do jogador e setar para "recusar todas as propostas de empréstimo"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
rafafernandessv

Já vi o Manchester city vender o Silva pro Real e depois comprar mais barato do que vendeu, não lembro os valores

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Thiago Anjo

Não é bem o assunto do tópico, mas também é sobre bizarrices de transferências.

Mais alguém aqui fica recebendo propostas de empréstimos pelas estrelas do time? Tô treinando o Inter, e mesmo ganhando tudo, vários times da Série A ficam mandando propostas de empréstimo sem parar por jogadores como Nilmar, Alex, D'alessandro, e times de fora por Aránguiz e Lisandro Lopez. Porra, eu não vou emprestar as estrelas do meu time, não faz sentido.

Vai no jogador, Transferências > Empréstimos > Indisponível para emprestimo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Henrique M.
      Por Henrique M.


      Escolhendo um perfil

      A primeira coisa que tem que se ter em mente é o tipo de abordagem que você tem em mente para seus juniores. Eu desejo ser um formador, um captador, um desenvolvedor ou um comprador? Obviamente que a última opção não serve para o propósito desse artigo, mas vamos elucidar e dar alguns exemplos:
      Formador: O clube que foca em ver suas categorias de base cheia de garotos que o próprio clube encontrou e deu oportunidades. O Barcelona é o exemplo mais famoso desse tipo de política, mas existem outros. Pode ser aliado com um perfil captador e desenvolvedor. Mas aqui o foco é usar o próprio clube para que os jogadores evoluam e busquem seu espaço no time principal. Captador: O clube tem uma boa categoria de base, mas não conta apenas com ela, busca jovens em todos os cantos para aumentar o número de jogadores de potencial em sua base. A sua principal diferença é que a principal matéria prima vem dos outros clubes e não do seu sistema de captação. Desenvolvedor: É o clube que alia sua capacidade de formação e captação com empréstimos e espaço para os seus jovens jogadores em outros times. Muitos utilizam esse tipo de estratégia, montam uma boa categoria de base, mas deixa o trabalho duro de dar espaço e experiência para jogadores na mãos de outros clubes e quando o jogador está plenamente desenvolvido e pronto para ser usado, traz ele de volta. Comprador: É o clube que mesmo tendo boa infraestrutura e capacidade de formar seus próprios jogadores, não se utiliza de sua categoria de base. Prefere comprar jogadores prontos ao invés de desenvolver os seus. O Real Madrid é o grande expoente desse comportamento. E esse é um tipo de perfil que não vamos trabalhar. O foco é mostrar como você mesmo pode desenvolver sua categoria de base aliando os perfis formadores e desenvolvedor em um só. É uma estratégia mista que traz resultados concretos em mais ou menos duas temporadas dependendo do nível dos seus jogadores e de como eles são utilizados no elenco. Separando em categorias

      Os jovens jogadores devem ser separados em três categorias: diamantes puros, jovens talentosos e lixo. São nomenclaturas pessoais, cada um chama do jeito que quiser, mas vou usar esses nomes para deixar claro o que é o quê.
      Diamantes puros: são jogadores com grande potencial, avaliados geralmente de 4 estrelas para cima, costumo incluir os que tem 3,5 estrelas aqui também. Jovens talentosos: são jogadores que tem chance de serem úteis, avaliados entre 2 a 4 estrelas, ou até mesmo até 3,5 estrelas, dependendo do seu ponto de separação. Lixo: todos os jogadores que são avaliados com menos de 2 estrelas e provavelmente não terão futuro em sua equipe (não iremos tratar desta terceira categoria, já que ela só é proveitosa para fazer número nas categorias de base).
      Desenvolvendo Diamantes Puros

      Essa é a parte mais complicada para tirar o que tem de melhor de um jogador. Você tem que abrir espaço na sua equipe para os jovens diamantes, o melhor lugar possível para que eles se tornem o que se espera deles é no próprio clube. Ele estando dentro do clube, você tem total controle das ações e de como direcionar a evolução desse jogador para que ele alcance o patamar de grande jogador rapidamente.

      Aliando o sistema de Tutores do jogo com tempo de jogo, os resultados são rápidos, dentro de uma temporada, se o jovem tiver jogado uma quantidade razoável de jogo, você verá diferenças, podendo em até duas temporadas já estar preparado até para assumir a titularidade da equipe.

      Mas por que manter um jovem como reserva na minha equipe se ele pode ser titular em outros lugares? Pense bem, qual é o melhor ambiente para um jogador se desenvolver ao máximo? Num time onde ele tem toda a pressão de carregar uma equipe medíocre nas costas ou tendo espaço no meio de uma equipe pronta aonde ele tem menos responsabilidades?

      E esse pensamento é claro, não é para colocar jogador na fogueira. Tá vencendo um jogo tranquilamente? Coloque o garoto para jogar. Tá precisando de um reserva para aquele jogador? Olhe para sua base ao invés de gastar tubos num jogador que só servirá de enfeite. Mas não vá pensando que aquele "miúdo maravilha" é a salvação da lavoura caso as coisas não estiverem indo do jeito que você deseja. É perigoso para o seu time e para o jovem ser colocado numa situação de risco e ele não ter carga para aguentar. Mas, trabalhando o psicológico dele, através de um tutor adequado, a maioria deles sobreviverá a esse tipo de intempéries.

      Portanto, a lição definitiva que fica: dê espaço no seu elenco para aquele menino que chegou ontem com potencial 4 estrelas, ele pode ser o próximo craque da equipe antes mesmo que você perceba e tudo isso investindo pouco.

      Desenvolvendo Jovens Talentos

      Aqui é onde entra o perfil desenvolvedor, você tem aquele jogador que está numa faixa e possivelmente pode ser um bom reforço ou pode ser um jogador inútil. Empreste-o. Lá ele terá como provar seu valor e você poderá acompanhar de perto a sua evolução sem prejudicar jogadores melhores ou sua própria equipe.

      O empréstimo é vital para esse jogador. Lá ele vai ter o tempo de jogo que precisa e terá que provar seu valor para ser promovido a sua equipe principal. Porém, é necessário que você escolha equipes aonde ele terá importância, não adianta mandar ele para uma equipe da primeira divisão aonde ele será reserva, sendo que você pode mandar ele para uma equipe de uma liga mais fraca ou divisão inferior e lá ele vai ser titular e terá menos pressão para se desenvolver.

      Preste atenção aos relatórios do seu staff que lá vai dizer para que nível o jogador já está pronto e é para lá que você deve mandá-lo, não mande ele para um lugar que ele não está pronto para encarar ou que seja pouco amistoso, você pode estar jogando fora um bom jogador.

      O Tutor

      O ponto-chave para qualquer jogador que você deseje desenvolver é quem você escolhe para ser o tutor dele. O seu staff lhe indica algumas opções, mas o mais importante é você checar pessoalmente se as personalidades dos jogadores batem. Não adianta botar um jogador leal para acompanhar um jovem ambicioso, seus valores não batem e você não vai ver evolução nenhuma no seu garoto e ainda pode criar rixas no ambiente.

      Aqui vão os principais pontos que devem ser olhados para um tutor ser útil:
      Escolha jogadores com personalidades compatíveis. Procure jogadores com alto nível de Frieza, Determinação, Índice de Trabalho e Trabalho em Equipe. Concentração é um bom valor para se levar em conta também. Nunca coloque um jogador para ser tutorado por alguém que tem atributos mentais piores que os dele. Você pode ter um jovem com determinação 15 e Concentração 18. Se colocar um jogador com determinação e concentração menor, esses atributos do seu jovem irão diminuir também. Preze por fazer esse desenvolvimento do jogador antes que ele chegue ao profissional. Geralmente o jogador chega na sua equipe com 15 ou 16 anos, até ele completar 17 ou 18 anos, faça ele ser tutorado pelo máximo de tutores compatíveis possíveis. Isso irá acelerar o desenvolvimento do jogador quando ele começar a receber oportunidades na equipe principal ou em outras equipes. "Como um dos jogadores mais velhos da equipe, eu gostaria que você fosse tutor de fulano, pois sinto que pode ajudá-lo a melhorar seu jogo". - Aqui será compartilhado o talento, aquilo que seu jogador sabe dentro de campo. Ele irá compartilhar seus movimentos preferidos, irá compartilhar seu estilo de jogo, ou seja, sua função dentro de campo e ajudará o jogador a desenvolver os atributos para essa função. Isso significa, que você pode ter um substituto perfeito para aquele seu defensor que joga com bola, simplesmente trabalhando essa função. Ou então aquela precioso Raumdeuter que anda fazendo estragos nos adversários poderá ressurgir através de um jovem seu. "Como um dos jogadores mais velhos da equipe, eu penso que seria vantajoso se você tomasse conta de fulano e lhe passasse toda sua experiência". - Aqui será compartilhado a personalidade, a mentalidade, o comportamento dentro e fora de campo. Isso aqui é importantíssimo para moldar o desenvolvimento do seu jogador. Os atributos destacados acima são suficientes para que o desenvolvimento seja feito da melhor maneira possível. Importantissímo: A tela para escolher o tipo de tutoria que você deseja é bem simples. E depois que você entender o que cada uma das frases determina, você poderá moldar o jogador da maneira que lhe trará maiores benefícios.

      Tempo de jogo

      Após seu jogador ter adquirido a personalidade adequada e ter os atributos primordiais para sua evolução, é hora de botá-lo em campo. Não contrate reservas para uma posição aonde você tem uma jovem promessa, deixe ele ser seu reserva imediato e molde seu jovem para que ele possa substituir no futuro esse jogador sem problemas algum.

      Uma dica que eu considero bastante interessante, a partir de 2 estrelas, um jogador jovem já é capaz de se sentir confortável jogando com 10 ou 9 companheiros de alto gabarito. Com esse suporte, ele já poderá ser titular, acelerando ainda mais sua evolução.

      Mas o importante para isso dar certo é que você não deve estruturar sua equipe em cima de suas promessas. Na peneira do ano anterior surgiu aquele atacante dos sonhos 1 estrela de capacidade e 5 estrelas de potencial. Tem tudo para ser uma lenda do futebol e levar seu time longe. Não é sensato da sua parte esperar que ele resolva tudo da noite para o dia. Dê estrutura para ele, tenha paciência e vá com cuidado. Se você gerir adequadamente todos os fatores expostos aqui, ele realmente será aquele jogador que você vislumbrou quando ele chegou ao clube.
      Staff

      Existem algumas coisas que devem ser levadas em conta, principalmente para quem quer começar essa filosofia num time ruim, em relação aos staffs escolhidos.
      Priorize o staff da equipe principal, como o objetivo é fazer o mais rápido possível a transição base-profissional, para equipes com orçamento apertado vale mais a pena ter um bom staff para o profissional do que dividir suas atenções. Ter um Diretor de Futebol Júnior com boa avaliação de potencial é muito útil, pois isso melhora a qualidade média dos jogadores que chegam para as peneiras, já que o responsável por trazer esses jogadores é esse Diretor. É útil que todo o seu staff tenha o atributo Trabalhando com Jovens elevado, mesmo aqueles que são dedicados ao profissional. Se houver a oportunidade de reforçar qualitativamente o staff da base, priorize quem tiver o atributo Mental alto, já que ajuda no desenvolvimento dos atributos psicológicos dos jovens jogadores, algo muito importante para a evolução geral do seu prodígio. Paciência

      Formar seus próprios jogadores não é algo que traz efeitos da noite para o dia. No Profissão: Manager, temos um desafio aonde os jogadores são incentivados a jogar um save aonde tudo gira em torno de utilizar somente sua categoria de base e você pegar um time da última divisão e achar que a categoria de base vai produzir gênios de uma hora para outro, você vai se frustrar. Com a quantidade exata de paciência, tempo de jogo e bons tutores, você terá orgulho de ter criado seu próprio Lionel Messi.

      Links úteis:
      Desafio: Lapidando Vencedores
      Categorias de base: Planejando o futuro
    • ggpofm
      Por ggpofm

       
      A cada dia que passa o FM 16 fica mais próximo de seu lançamento, enquanto o FM 15 caminha para ficar para trás como apenas mais uma edição da série. Por vários motivos não fiz nenhum save com o FM 15, algo lamentável para quem desde o início da série Football Manager nunca deixou de jogar e postar saves no “Profissão: Manager”. Por isso mesmo, sabia que não podia deixar passá-lo em branco, mesmo achando que o FM 16 tem muitas chances de vir com poucos bugs, já que aparenta ser mais uma versão aperfeiçoada do FM 15 do que uma edição inovadora do jogo.
      Como entrarei em férias no fim de semana, pensei em começar apenas quando voltasse, mas não resisti e decidi postá-lo nesta quinta-feira. Peço desculpas, mas quero aproveitar o embalo.
       

      Como o título sugere, jogarei um save de clube e o escolhido é um pequeno clube espanhol da região de Andaluzia: o Cádiz Club de Fútbol. Com mais de um século de vida, o Cádiz é tipicamente um clube de 2ª divisão. Das 76 temporadas em que participou da liga espanhola, o clube disputou 12 temporadas na 1ª divisão, 37 na 2ª, 15 na 3ª e 12 temporadas na 4ª divisão.
       

      Mesmo sendo um clube pequeno, o Cádiz já recebeu em sua casa importantes equipes do futebol mundial porque em seu estádio realiza-se, desde 1955, o Troféu Ramón de Carranza, um torneio de verão que já foi conhecido como o mais importante entre todos os torneios de verão disputados na pré-temporada europeia.
      E como não podia deixar de ser, o meu save também terá o seu Trofeo Ramón de Carranza. Penso que um save com o Cádiz pede isso e a cada temporada realizarei a competição na pré-temporada.
       

      Pretendo usar o espaço do save para abordar momentos históricos do clube, mas também do futebol espanhol, sem contar a própria narrativa do save, que passará pela evolução do clube em busca de títulos, a qualificação do elenco por meio de contratações e do uso da categorias de base e também pelas experimentações táticas que pretendo utilizar.
       

      Para o save ativei as principais ligas europeias e também as ligas dos três países que mais forneceram jogadores para o futebol espanhol: Argentina, Brasil e Uruguai. Chamo atenção para a Sérvia que é o 6º país que mais forneceu jogadores para a liga espanhola atrás de Portugal e França e que também teve sua liga ativada.
      Dados do Save
       

      Temporada 2014/15
      Segunda B - Grupo 4: Campeão
      Segunda B - Ruta de los Campeones: Campeão
      Copa del Rey: eliminado na 1ª rodada
      Copa Federación: Vice-campeão
      Trofeo Ramón de Carranza: 4º lugar
       
      Temporada 2015/16
      Liga Adelante: Campeão
      Copa del Rey: eliminado na semifinal
      Trofeo Ramón de Carranza: 3º lugar
       
      Temporada 2016/17
      Liga BBVA: 11º lugar
      Copa del Rey: eliminado na 4ª eliminatória
      Trofeo Ramón de Carranza: 3º lugar
       
      Temporada 2017/18
      Liga BBVA: 6º lugar (classificado para a Europa League)
      Copa del Rey: eliminado na 5ª eliminatória
      Trofeo Ramón de Carranza: Vice-campeão
       
      Temporada 2018/19
      Europa League: eliminado nas oitavas-de-final
      Liga BBVA: 7º lugar (classificado para a Europa League)
      Copa del Rey: eliminado na 5ª eliminatória
      Trofeo Ramón de Carranza: Vice-campeão
       
      Temporada 2019/20
      Europa League: eliminado nas quartas-de-final
      Liga BBVA: 4º lugar (classificado para a Champions League)
      Copa del Rey: Vice-campeão
      Trofeo Ramón de Carranza: 3º lugar
       
      Temporada 2020/21
      Champions League: eliminado nas oitavas-de-final
      Liga BBVA: 3º lugar (classificado para a Champions League)
      Copa del Rey: eliminado nas quartas-de-final
       Supercopa de España: Campeão
      Trofeo Ramón de Carranza: Campeão
       
      Temporada 2021/22
      Champions League: eliminado na semifinal
      Liga BBVA: Campeão (classificado para a Champions League)
      Copa del Rey: Campeão
      Trofeo Ramón de Carranza: Bicampeão
       
      Temporada 2022/23
      Champions League: eliminado na semifinal
      Liga BBVA: Bicampeão (classificado para a Champions League)
      Copa del Rey: eliminado nas quartas-de-final
      Supercopa de España: Campeão
      Trofeo Ramón de Carranza: 3º lugar
       
       
      Temporada 2023/24
      Champions League: Campeão
      Liga BBVA: Tricampeão (classificado para a Champions League)
      Copa del Rey: Campeão
      Supercopa de España: Vice-campeão
      Trofeo Ramón de Carranza: Campeão
    • AlexVivas
      Por AlexVivas
       
      Sejam bem-vindos à minha primeira saga de Football Manager num fórum. Com muita alegria apresento os...

      PROPOSTA DO SAVE
      Será um save regionalista e de clube, sendo seu foco a região da Lombardia, onde se encontra a cidade de Milão. Escolhi o clube Settimo Milanese por ter o nome parecido, por se localizar próximo e também por estar na menor liga disponível da DB: Promozione, nível 6 de 9 da pirâmide do Calcio. O técnico será italiano e milanês, e o plantel será formado por jovens nascidos em Milão (com exceção dos promovidos da base do Settimo).
      DADOS DO SAVE
      FM: Edição de 2015, versão 15.1.3
      Database: FM-Italia Serie D, Eccelenza e Promozione
      Skin: Scorpio DF11 (até 2019); Padrão com faces DF11 (2019 em diante)
    • ConfuseD
      Por ConfuseD
      Desculpa criar na área do FM 17, mas é que não acho mais packs do FM 15. Alguém saberia me dizer se caso eu jogue na pasta graphics os kits e logos aqui do FM 17 na pasta graphics do FM 15, funcionaria normalmente? Obrigado!
    • Cleitoncarlosb
      Por Cleitoncarlosb
      boa noite galera...sou novo nisso...to com um fm 2015 piratao aki e baixei o patch BRASIL MUNDI UP (06-12-2015) mais nao estou conseguindo carregar ele...entro no jogo e na hr de criar o jogo onde tem a opcao de escolher a database nao aperece nada e jah coloquei onde teria  q colocar... queria um help
       
×