Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
guigasparotto

El Gaucho del Pantanoso

Recommended Posts

Bielgb

fez uma grande temporada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

que isso Cubilla que isso

Salvando o time hahaha.

Poxa no Clausura foi o ataque mais consistente marcando 31 gols e a 2º pior zaga do campeonato perdendo apenas para os Rentistas, infelizmente pagou caro pela falta de experiência.

Muito satisfatória a campanha, no geral só ficou atrás de 2 gigantes Nacional e Peñarol, parabéns pela campanha!

No geral foi uma ótima temporada, não tenho dúvidas disso, mas ficou uma sensação de que podíamos ter ido mais longe. Errei nas contratações do setor defensivo e paguei caro por isso. Reforçando bem a defesa, a expectativa é boa para a próxima temporada.

Excelente temporada.

A defesa acabou atrapalhando o desempenho do Clausura, mas o fato da equipe ter ficado com o 3º lugar geral mostra como a equipe foi bem, ainda mais levando-se em conta o fato de ser recém-promovida e de contar com um time de jovens.

Creio que temos boas perspectivas para a próxima temporada.

Foi uma grande temporada para o time. O desempenho no Apertura criou muitas expectativas para o Clausura e eu estava confiante em ter feito boas contratações para a defesa, mas infelizmente nem tudo acontece como esperamos. De qualquer forma foi uma temporada extremamente positiva.

Voltarei a focar no setor defensivo. Espero dessa vez acertar nos reforços.

Gostei da virada do Canobbio no gol ali e o chute forte e preciso. Quem sabe, sabe!! Aliás, gostei muito de vc resgatar um ícone do clube.

Uma pena a defesa ter derrapado no Clausura, mas não há como não destacar a campanha excelente que a equipe fez, deixa a esperança de uma temporada brigando mais forte pelo título.

Canobbio foi importante. Infelizmente a formação tática com dois meias mais ofensivos não funcionou e tive que voltar a utilizar dois volantes, o que fez o Canobbio perder espaço no time. Para coloca-lo em campo sempre precisei alterar a tática, o que muitas vezes não foi possível. Mas fez um gol importante num momento difícil para o time.

Foi uma boa temporada e, como já respondi acima, acertando a defesa eu começo a pensar na luta pelo título. O problema é acertar a defesa hahaha.

fez uma grande temporada

Muito acima das expectativas. Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Luchín

Você não deve reclamar da campanha que fez. Com uma equipe recém-promovida e limitada, chegar onde chegou é excelente.

Talvez com o Alemán as coisas teriam sido melhor. :rolleyes: :lol:

Na próxima temporada você manterá o projeto de usar mais jovens ou abrirá mais espaço para jogadores mais renomados?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

Você não deve reclamar da campanha que fez. Com uma equipe recém-promovida e limitada, chegar onde chegou é excelente.

Talvez com o Alemán as coisas teriam sido melhor. :rolleyes: :lol:

Na próxima temporada você manterá o projeto de usar mais jovens ou abrirá mais espaço para jogadores mais renomados?

Com Alemán as coisas podiam ter sido ainda melhores hahaha, mas o jovem que ficou no lugar dele foi bem. Não reclamo da campanha, mas sim do setor defensivo.

A resposta para a tua pergunta ficará para a próxima atualização, que deve sair ainda hoje.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

progreso.png

Montevideo, Uruguay - Terça-feira, 11 de Agosto de 2015

Habemus Xerife!

115.png

Johnny Miqueiro sempre mostrou muita confiança no futebol de seus jovens jogadores, mas o péssimo desempenho do setor defensivo fez o técnico repensar algumas coisas. No meio de campo formado em sua maioria por jovens, Arismendi e Curbelo são um suporte aos garotos. Quando as coisas esquentam dentro de campo são eles que assumem a responsabilidade. Faltavam jogadores para fazer o mesmo na defesa, que contava com um goleiro e um lateral direito de 20 anos, dois zagueiros de 21 e um lateral esquerdo de 24 recém feitos.

A situação financeira do clube não estava muito boa após a temporada passada, onde apenas um jogador foi vendido e por um valor muito baixo. A direção limitou as verbas de Johnny, que não recebeu orçamento para transferências e ainda viu a folha salarial ser reduzida ao limite. Antes de buscar reforços, foi preciso se desfazer de alguns jogadores como forma de aliviar ainda mais a folha salarial e trazer dinheiro para transferências.

Pedro Taborda e Gastón Nicoletti não tiveram seus contratos renovados, deixando o clube a custo zero. Três jogadores foram emprestados ao futebol argentino, entre eles Leandro Sosa, contratado em janeiro como esperança de solucionar os problemas da lateral esquerda do time. Com esses empréstimos o Progreso receberá R$ 60 mil por mês, além de reduzir a folha salarial. Para finalizar as saídas, Gonzalo Montes foi vendido ao Fénix, numa transação que rendeu R$ 180 mil ao clube. Montes era visto como um meia ofensivo de muito potencial, mas não estava satisfeito com a pouca utilização no Parque Abraham Paladino.

117.png

Com a saída de Nicoletti, Johnny precisou contratar outro atacante para ser reserva de Cubilla e encontrou na seleção sub 20 a opção: Francis D'Albenás, de 19 anos. Sem dinheiro, restou ao treinador procurar jogadores livres no mercado para reforçar a defesa. Com passagens pelo Nacional e pelo futebol argentino, Gastón Filgueira foi contratado para assumir a titularidade na lateral esquerda. O jogador de 29 anos assinou contrato de uma temporada com o Gaucho del Pantanoso.

Para fechar o elenco da forma como Johnny queria, faltava um zagueiro. Mais do que um zagueiro, o técnico procurava por alguém capaz de fazer o mesmo que Curbelo e Arismendi no meio de campo. A procura foi grande, até que dois nomes se tornaram fortes no Club Atlético Progreso. O zagueiro argentino Jonathan Maidana, ex-River Plate, chegou a acertar os valores do contrato, mas no último momento Johnny optou por Guillermo Rodríguez, zagueiro uruguaio de 31 anos. Rodríguez foi revelado pelo Danubio e passou pelo futebol mexicano, francês, argentino e italiano, onde estava atuando nas últimas temporadas. Se destacou no vice-campeonato da Copa Libertadores em 2011, defendendo a camisa do Peñarol. Após três anos no Torino, Guille não renovou seu contrato, ficando livre para assinar com outro clube. Johnny deposita todas as esperanças no zagueiro, que é contratado para ser o xerife de uma zaga muito jovem.

116.png

Reparem na imagem das saídas que o valor total arrecadado é inferior ao valor de Gonzalo Montes. Não entendi o motivo disso, pois Montes foi vendido por R$ 180 mil a vista, sem parcelas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bielgb

tomara q essas contratações livres vão bem no seu time, tmb n entendi pq o preço total de vendas é inferior ao do Gonzalo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Jirimias

Já vi esse erro de matemática do FM em outras versões, mas nunca entendi pq, acho que é um erro mesmo.

Acho que acertou bem na contratação do Guile. Aposto que será um jogador capaz de dar equilíbrio a sua zaga em qualidade e experiência.

Fez uma boa movimentação financeira e de quebra conseguiu reforçar o time time.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
xokomaster

Olha, gostei do menino esse de 19 anos, atacante D'Albenás.

Deu um toque de experiência para essa zaga, com o lateral esquerdo Gastón e o zagueiro Guillermo.

Guillermo embora tenha um psicológico bem forte, me preocupa um pouco ter apenas concentração 10 e decisão 9, isso pode pesar em jogos decisivos, porém foram muito boas as contratações, a tendência é fazer uma campanha ainda melhor.

Uma dúvida, quantos times uruguaios participam da libertadores, e o Progresso conseguiu a vaga?

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LuizH

Dentro dos limites que a diretoria lhe impôs, parece ter se saído bem ao reforçar a equipe. Diga-se de passagem, foi muito feliz na contração de D´albenas que parece ser um jogador de grande potencial.

Como conversamos antes, é sempre bom ter jogadores de experiência e de confiança. Sempre procuro ter ao menos com esta característica em cada setor, mas principalmente no setor defensivo. Guille chega em boa hora para suprir esta carência.

Já traçou metas pra essa temporada, ou ainda pretende ter mais um ano para consolidar a equipe na primeira divisão?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gourcuff

A primeira temporada na elite foi boa, conseguiu uma excelente terceira colocação no geral com o time jovem que montou. Agora, com reforços pontuais, tem tudo pra continuar com a boa fase e tentar se sair melhor nos torneios curtos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

tomara q essas contratações livres vão bem no seu time, tmb n entendi pq o preço total de vendas é inferior ao do Gonzalo.

Pelo que falaram é bug do FM mesmo. Sobre as contratações, também espero que eles joguem bem hahaha.

Já vi esse erro de matemática do FM em outras versões, mas nunca entendi pq, acho que é um erro mesmo.

Acho que acertou bem na contratação do Guile. Aposto que será um jogador capaz de dar equilíbrio a sua zaga em qualidade e experiência.

Fez uma boa movimentação financeira e de quebra conseguiu reforçar o time time.

Erro bem tosco hahaha.

A grande aposta e esperança para melhorar a defesa é o Guillermo Rodríguez mesmo, espero que eu tenha acertado dessa vez.

Acho que fui muito bem nos empréstimos, pois aliviei a folha salarial e ainda consegui uma renda mensal até o fim da temporada.

Olha, gostei do menino esse de 19 anos, atacante D'Albenás.

Deu um toque de experiência para essa zaga, com o lateral esquerdo Gastón e o zagueiro Guillermo.

Guillermo embora tenha um psicológico bem forte, me preocupa um pouco ter apenas concentração 10 e decisão 9, isso pode pesar em jogos decisivos, porém foram muito boas as contratações, a tendência é fazer uma campanha ainda melhor.

Uma dúvida, quantos times uruguaios participam da libertadores, e o Progresso conseguiu a vaga?

Abraço

Esse atacante é bom de bola, já mostrou isso aqui, o problema é que o titular é e sempre será Rodrigo Cubilla. Mas quem sabe uma dupla de ataque no futuro? Guille e Filgueira são a última esperança de corrigir o sistema defensivo. Apesar desses atributos que tu citou, espero obter resultados com ele.

Sobre a Libertadores, na vida real são três os representantes. No FM eu não lembro como funciona atualmente, mas imagino que se classificou o Nacional, campeão do Apertura e Clausura, o Peñarol e eu, segundo e terceiro colocado na Classificação Geral. Mas só esperando para ter 100% de certeza.

Dentro dos limites que a diretoria lhe impôs, parece ter se saído bem ao reforçar a equipe. Diga-se de passagem, foi muito feliz na contração de D´albenas que parece ser um jogador de grande potencial.

Como conversamos antes, é sempre bom ter jogadores de experiência e de confiança. Sempre procuro ter ao menos com esta característica em cada setor, mas principalmente no setor defensivo. Guille chega em boa hora para suprir esta carência.

Já traçou metas pra essa temporada, ou ainda pretende ter mais um ano para consolidar a equipe na primeira divisão?

O D'Albenás é um reforço a longo prazo, mas já está mostrando ter potencial. Sobre os jogadores experientes, é até estranho eu ter apostado num grupo jovem e ter jogadores mais experientes apenas no setor ofensivo, enquanto na realidade o que costuma acontecer é o contrário. Paguei por esse erro na temporada passada.

O grande objetivo é conseguir ser competitivo ao ponto de lutar pelo título, ficar em segundo lugar na Classificação Geral talvez. Mas estou preparado caso seja mais uma temporada de afirmação na primeira divisão.

A primeira temporada na elite foi boa, conseguiu uma excelente terceira colocação no geral com o time jovem que montou. Agora, com reforços pontuais, tem tudo pra continuar com a boa fase e tentar se sair melhor nos torneios curtos.

Tocou num ponto importante: torneios curtos. Sem dúvidas isso aumenta as chances de clubes menores surpreenderem, pois precisam "apenas" de uma arrancada, diferente do que aconteceria num Campeonato Brasileiro, por exemplo, onde o time precisa manter uma regularidade por trinta e lá vai rodadas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

progreso.png

Montevideo, Uruguay - Domingo, 13 de Dezembro de 2015

O amadurecimento do time

Johnny subiu para o gramado do Parque Abraham Paladino sabendo que não seria campeão numa última rodada contra o Peñarol. Mais de dez gols separavam os clubes, além do Nacional entre eles. A torcida também sabia que o título não era sequer uma ilusão. Mas a tarde desse domingo jamais vai apagar o que os comandados de Johnny fizeram no Apertura 2015. Pelo menos da memória do treinador, a maior invencibilidade dos últimos anos do Campeonato Uruguaio não será esquecida. Após dois tropeços nas primeiras rodadas, o Club Atlético Progreso entrou numa fase incrível de dez vitórias e dois empates. Da última posição até o topo da tabela, ao lado dos gigantes uruguaios. A derrota por 1 a 0 para o Peñarol, na partida que deu o título ao clube carbonero, deixou o Gaucho del Pantanoso atrás apenas de Nacional e Peñarol, confirmando o clube como a terceira força do futebol nacional, algo difícil de se imaginar alguns anos atrás, quando o clube nem filiado à AUF estava.

221.png

Mais do que vitórias, Johnny viu alguns jovens amadurecerem e os mesmos jogadores experientes de sempre decidirem. Os elogios à dupla Curbelo e Cubilla já são rotinas e dessa vez ficarão um pouco de lado. No meio de campo, Fabricio Rojas viveu na sombra de Marcelo Tapia nas últimas temporadas. Menos badalado que a outra promessa, Rojas vive um momento fantástico, sendo o principal jogador do campeonato em assistências: são sete até o momento. Jogando um pouco mais atrás, Ignacio González, de 22 anos, assumiu um papel importante no time. Com Gonzalo Curbelo mais próximo de Cubilla no ataque, González assumiu o papel pela criação no meio de campo, fazendo a função de Regista. Não custa lembrar que o garoto foi recuado para a posição de volante por Johnny, numa aposta que levou algum tempo para a adaptação.
O setor defensivo, antes criticado, passou a ser elogiado pelo treinador e visto como fonte de segurança para a equipe. O começo de temporada foi complicado e assustador, com onze gols sofridos em seis partidas. Mas aos poucos os jogadores foram ganhando entrosamento e terminaram o Apertura como uma das melhores defesas. Com a defesa encaixada o Progreso entra como um dos favoritos ao título do Clausura.
222.png
O amadurecimento de um jovem plantel passou muito pela decepcionante lesão do ídolo Fabián Canobbio, que estava sendo decisivo no segundo tempo das partidas e quando assumiria a titularidade, na partida contra o Huracán del Paso, se lesionou durante os treinos. Ver o ídolo de fora do resto do campeonato foi duro para Johnny, que já soube que o jogador se aposentará no fim da temporada. Outro momento difícil para o grupo foi uma fase de muitas expulsões. Os cinco cartões vermelhos colocam o Progreso como o clube mais indisciplinado do campeonato. Mas foi justamente uma expulsão a responsável pelo momento mais marcante do clube no semestre. Com um jogador a menos, Johnny viu seu time segurar o empate contra o Atenas de San Carlos, fora de casa, por todo o segundo tempo e, nos acréscimos, marcar o gol da vitória com Ignacio González. Foi a vitória mais comemorada por jogadores, torcedores e comissão técnica.
A sensação que o Apertura deixa para Johnny é de um time amadurecido, já acostumado com imprevistos dentro das partidas e pronto para supera-los. Um jovem time que parece estar pronto para ser campeão. Mas o treinador prefere manter os pés no chão, buscando manter o time como a terceira força do futebol nacional, para em breve buscar o título. Para os torcedores o sonho começou!

Primeira postagem do tópico também está atualizada, com o perfil do técnico e o histórico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm

O time está em evolução. Isso é bastante nítido, mesmo sem a presença do experiente Cannobio.

E sobre Cannobio, ele pensa em continuar no futebol? O Progreso tem algum interesse em contratá-lo.

Fico imaginando como será o Clausura. Será que o Progreso tem força para bater de frente com os dois gigantes e conquistar o Clausura, ou acabará somando pontos suficientes para se tornar o "vencedor" geral e ir para final por esse caminho?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LuizH

Parece que o Progesso se consolidou na primeira divisão e passará a ser a pedra no sapato de Nacional e Penarol nas próximas temporadas, ou até mesmo no próprio Clausura.

Destacável a sequência que atingiu durante a temporada. A partir dos resultados, parece ter uma equipe que não encanta, mas no entanto é segura e consistente o suficiente para manter resultados dentro e fora de casa. A meta agora é manter o desempenho, afinal, a cobrança a partir de agora só tende a aumentar.

A história continua excelente Gui, parabéns!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

O time está em evolução. Isso é bastante nítido, mesmo sem a presença do experiente Cannobio.

E sobre Cannobio, ele pensa em continuar no futebol? O Progreso tem algum interesse em contratá-lo.

Fico imaginando como será o Clausura. Será que o Progreso tem força para bater de frente com os dois gigantes e conquistar o Clausura, ou acabará somando pontos suficientes para se tornar o "vencedor" geral e ir para final por esse caminho?

Sim, o Canobbio pretende continuar no futebol é no fim de seu contrato vou fazer uma proposta para ele integrar a comissão técnica. Tentei fazer ele repensar a aposentadoria, mas ele pensa que á hora de parar.

Ser o primeiro na Classificação Geral é praticamente impossível, pois Nacional e Peñarol terminaram o Apertura na minha frente, então eu teria que terminar o Clausura na frente dos dois. Espero ver o time no mesmo ritmo do Apertura, para pelo menos estar acima dos 30 pontos lutando pela primeira posição.

Parece que o Progesso se consolidou na primeira divisão e passará a ser a pedra no sapato de Nacional e Penarol nas próximas temporadas, ou até mesmo no próprio Clausura.

Destacável a sequência que atingiu durante a temporada. A partir dos resultados, parece ter uma equipe que não encanta, mas no entanto é segura e consistente o suficiente para manter resultados dentro e fora de casa. A meta agora é manter o desempenho, afinal, a cobrança a partir de agora só tende a aumentar.

A história continua excelente Gui, parabéns!

O Progreso não apenas se consolidou na primeira divisão, mas tudo indica que se firmou como um dos candidatos a derrubar a dupla de gigantes do futebol uruguaio.

A partir do momento que tenho um atacante que faz um gol em praticamente todas partidas, posso me dar ao luxo de não pressionar tanto e manter um equilíbrio visando maior segurança defensiva. O time está mais maduro e a forma de jogar está mais consistente, sem muitos altos e baixos dentro das partidas. Essas vitórias apertadas podem até representar o que foi o jogo no sentido de equilibrado, mas chegou um momento do campeonato que eu sabia que não precisava me desesperar porque o gol mais cedo ou mais tarde sairia.

Valeu, Luiz, que bom que está gostando e acompanhando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

progreso.png

Montevideo, Uruguay - Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2016

El Gaucho Libertador

240.png

A surpreendente campanha da temporada passada proporcionou ao Club Atlético Progreso a experiência de disputar a Copa Libertadores da América desse ano. O sorteio da fase Pré-Libertadores colocou o clube uruguaio frente a frente com o Coritiba, do Brasil. O mando de campo da primeira partida foi para o Coritiba, ficando o Progreso com o jogo decisivo.

Durante a semana que antecedeu a primeira partida, muito se comentou na imprensa uruguaia. O time brasileiro era o absoluto favorito à classificação. Uma goleada era o esperado. Mas quando o grande dia chegou, Johnny preparou a equipe para se defender como nunca antes se defendeu. O Coritiba fez valer o mando de campo e pressionou muito, mas parou numa noite incrível dos defensores uruguaios. Johnny viu seus jogadores deixarem a alma em campo. Não foram poucas as vezes em que as finalizações do time brasileiro foram travadas por carrinhos uruguaios. Guillermo Rodríguez, um dos melhores jogadores em campo, chegou a se jogar num chute que ia para o gol sem goleiro, salvando a pátria charrua.

No fim do primeiro tempo, numa das poucas subidas uruguaias ao ataque, Ignácio González foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou penalidade máxima. Gonzalo Curbelo pegou a bola para começar a escrever o seu nome no confronto. Com força, no meio do gol, o meia atacante marcou um importante gol fora de casa para os comandados de Miqueiro.

O Progreso voltou para o segundo tempo seguindo a mesma estratégia do primeiro: jogar no contra-ataque. A pressão brasileira foi aumentando conforme o tempo passava. Foi quando surgiu o grande nome da partida, o goleiro Guillermo De Amores. O jovem goleiro uruguaio fechou o gol, cresceu mano a mano diante dos atacantes adversários e operou alguns milagres. Só não conseguiu defender uma ótima cobrança de falta de Renan, aos 33 minutos da segunda etapa. Satisfeito com o empate, Johnny terminou o jogo se defendendo de todas as formas possíveis.

O empate em 1-1 foi uma surpresa para a imprensa uruguaia, que deu destaque para o gol tardio sofrido pelo time e para a grande atuação do goleiro Guillermo De Amores. No Brasil repercutiu as declarações empolgadas de Johnny na entrevista coletiva após a partida.

235.png

234.png

236.png

Para terminar o trabalho em casa, era preciso apenas um empate sem gols. O Progreso entrou em campo com o mesmo time que conquistou o heroico empate em Curitiba. O zagueiro Diego Valerio, lesionado na primeira partida, foi para o jogo no sacrifício. Mesmo jogando em casa, Johnny optou por não se arriscar e repetiu a estratégia dos contra-ataques.

O Coritiba não começou bem, deixando muitos espaços para o time uruguaio, que não aproveitava. Os visitantes tiveram uma boa posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguiram entrar na área do Progreso, que jogava com a defesa muito fechada. Outra vez no fim do primeiro tempo apareceu Gonzalo Curbelo, que aproveitou cruzamento de Fúria e, após pequena confusão na área, chutou do jeito que conseguiu para o fundo do gol.

Com a vantagem no placar, o Progreso se fechou ainda mais e o Coritiba seguiu tentando pressionar, mas apenas duas finalizações encontraram o gol de Guillermo De Amores. Todo o setor defensivo uruguaio fez uma grande partida (notas acima de 7). No fim da partida, Marcelo Tapia e Ignacio González deixaram o campo lesionados. O Coritiba tentou mais algumas vezes nos quatro minutos de acréscimos, mas não voltou a acertar o alvo. Vitória de 1-0 para o Progreso e classificação para a fase de grupos.

Classificado, o próximo passo de Johnny foi viajar para assistir ao sorteio dos grupos. Viu o Progreso, pote 04, cair num grupo equilibrado, junto de Newell's Old Boys, LDU e Huachipato. A imprensa uruguaia afirmou ser um grupo difícil, enquanto Johnny sonha com uma possível classificação.

238.png

Mais do que a experiência de disputar uma competição internacional, a Copa Libertadores elevou as finanças do clube. Antes no vermelho e com uma projeção assustadora para o fim da temporada, a competição trouxe dinheiro para os cofres do clube. A situação financeira atual é avaliada como ótima pela direção.

Outro ponto que ajudou o clube financeiramente foi a venda do atacante D'Albenas. Insatisfeito com a reserva, o jovem pediu para ser transferido. Nas poucas oportunidades que teve em campo, D'Albenas mostrou qualidades e marcou alguns gols, mas o titular é Rodrigo Cubilla, ídolo da torcida e jogador de confiança de Johnny. O jogador foi vendido por aproximadamente R$ 800 mil para o futebol boliviano.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
henriquetoledo

VIVA CUBILLA

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

VIVA CUBILLA

VIVA! HAHAHAA

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bielgb

boa classificação sobre o coritiba para libertadores

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Jirimias

Sofrido, assim que é bom.

O Coritba deu bastante trabalho, valorizou sua vitória no segundo jogo.

Newell's e Liga de Quito serão dois adversários duros, mas vamos pra peleja é lá que se decide.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Annekko

Grupo complicado, mas podia ser bem pior. Boa sorte mano, LDU pode complicar no jogo fora e tal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ggpofm

Grande classificação para a Libertadores. O Progreso jogou como um daqueles clubes uruguaios: pequenos, mas com grande raça e dedicação.

Pegou um grupo complicado para o tamanho do Progresso, mas o que vier é lucro.

Que bom que as finanças deram uma equilibrada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
gq-tricolor

Ta bom demais esse save. Pra cima deles!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Jardel Agostini

Lindo o Save, boa sorte na libertadores.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
guigasparotto

boa classificação sobre o coritiba para libertadores

Sofrida, mas muito boa hahaha. Valeu!

Sofrido, assim que é bom.

O Coritba deu bastante trabalho, valorizou sua vitória no segundo jogo.

Newell's e Liga de Quito serão dois adversários duros, mas vamos pra peleja é lá que se decide.

Se fosse fácil, não seria para o Grêmio Progreso!

Os dois jogos contra o Coritiba foram aqueles que a gente fica pausando e arrumando pequenos detalhes de cinco em cinco minutos. São as partidas que valem a pena os 60/70 reais gastos nesse jogo.

Grupo complicado, mas podia ser bem pior. Boa sorte mano, LDU pode complicar no jogo fora e tal.

Libertadores é legal por causa disso: adversidades, locais diferentes e nesse caso a temida altitude de Quito.

Grande classificação para a Libertadores. O Progreso jogou como um daqueles clubes uruguaios: pequenos, mas com grande raça e dedicação.

Pegou um grupo complicado para o tamanho do Progresso, mas o que vier é lucro.

Que bom que as finanças deram uma equilibrada.

O primeiro jogo, em Curitiba, foi exatamente assim. Time fechado lá atrás e apostando tudo nos contra-ataques. Os jogadores deixaram a vida em campo.

Um grupo difícil, mas não é dos piores. Vamos ver até onde o time consegue chegar (eu também não sei ainda hahaha).

As finanças estavam me preocupando e eu estava quase listando alguns jogadores para tentar melhorar a situação, mas a Libertadores salvou o ano.

Ta bom demais esse save. Pra cima deles!

Pô, valeu cara! Sempre legal receber elogios hahaha.

Vamos lá, ver o que o time consegue aprontar nessa temporada.

Lindo o Save, boa sorte na libertadores.

Valeu, que bom que está gostando!

A Libertadores ainda não é o principal objetivo, mas é uma boa oportunidade pro clube ganhar reputação. Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Thiago Anjo
      Por Thiago Anjo
      No FM 14 enquanto eu tentava mudar a câmera do 3d para o 2d, aconteceu esse bug quando eu via replay de outros gols, a câmera ficou sensacional, tentei rodar a web tentando uma forma, mesmo que fosse um tipo de hackeamento, mas não achei nada que indicasse ser possível fazer no FM 2018, alguém tem alguma ideia? Foi a câmera mais legal que já vi, ela deixa o 3D porém tira os movimentos de pernas e corpo, que muitas vezes fica bem tosco e nos dá um pouco pra imaginar como seria  jogada na vida real:

      https://youtu.be/bwCuIcVCwX4

      https://www.youtube.com/watch?v=fypVi0Y8Urs
       
    • Orange 2
      Por Orange 2
      Quando vou colocar o código do produto desse jogo na minha segunda conta da Steam aparece essa mensagem de erro:

       
      A antiga conta da Steam que eu tinha e que eu não lembro mais foi cadastrada com um email IG, que de uns tempos pra cá passou a ser paga e não tenho como ter acesso a ele, só pagando pra mim recuperar a antiga conta.
       
      Alguém tem outra solução?
    • Toggy81
      Por Toggy81
      A seguir vou disponibilizar a tradução de um belíssimo material do FMSite que serviu para que eu revesse minha relação com o Football Manager no último mês.
      Este guia procura explicar o que realmente são os atributos, como funciona o motor do jogo em relação a eles e como você pode utilizar essas informações para preparar sua equipe para um jogo na prática.
      É um material extremamente extenso, por volta de 70 páginas que irei atualizando conforme for terminando as traduções dos capítulos.
      Será um trabalho demorado devido à quantidade de informações a serem traduzidas e à minha falta de tempo, mas acredito que será muito útil para quem quiser realmente entender o jogo.
      Se você está com a sensação de que a cada versão que é lançada entende cada vez menos o jogo, este material pode ajudá-lo assim como me ajudou muito.
      Mudou o meu jeito de ver o jogo e consequentemente minha satisfação ao jogá-lo.
      Download: Guia Teórico e Prático sobre o Football Manager (pdf)
      PRÓLOGO - FUNDAMENTOS DO GUIA
      CAPÍTULO 1 – CONHECENDO OS JOGADORES
      1.1. Classificação dos Atributos.
      1.2. Explicação Definitiva dos Atributos.
      1.2.1. Atributos Técnicos.
      1.2.2. Atributos Físicos.
      1.2.3. Atributos Mentais.
      1.2.4. Atributos de Goleiro.
      1.2.5 Atributos de Personalidade.
      1.3. Movimentos Preferidos do Jogador
      1.3.1. MPs Defensivos.
       
      1.3.2. MPs de Movimento.
      1.3.3. MPs de Disciplina.
      1.3.4. MPs de Passe.
       
      1.3.5. MPs de Finalização.
       
      1.3.6. MPs de Técnica.
       
      1.4. Uma Observação Cautelosa.
       
       
       
    • alexcarvalho
      Por alexcarvalho
      Boa noite Galera! jogo fm 14 e gostaria de saber se tem como eu ainda baixar o pacth para ativar a serie d no meu jogo, pois ta muito chato jogar só com a series A,B E C.
      se puderem me ajudar fico grato!!
       
      Alexandre
    • Stay Heavy
      Por Stay Heavy
      Fala galera! A nossa equipe traz para vocês, mais um guia traduzido. Dessa vez, o guia é o How to Play FM14: A Twelve Step Guide, do famoso user, wwfan.
      Um Guia em 12 passos
      1- Entenda com profundidade os conceitos estratégicos:
      Filosofia/Liberdade: A filosofia/liberdade é a estrutura de mentalidade e liberdade criativa. Elas vão desde um jogo muito estruturado com baixa liberdade criativa, até pouco estruturados com alta liberdade criativa. Segue uma descrição prática:
      Muito Estruturado: Cada jogador recebe uma responsabilidade/função específica e se espera que obedeça a ela (geralmente um time possui 5 ou mais funções diferentes); Estruturado: A cada jogador é designado uma função que contribui de uma forma específica ao jogo (defesa, defesa e transição, transição e ataque e ataque); Flexível: Os jogadores focarão sua função específica (defesa, suporte ou ataque); Fluído: Os jogadores se focarão em defender ou atacar; Muito Fluído: Os jogadores contribuem em todas as funções. Como visto, cada filosofia reduz o nível de especialização. No "Muito Estruturado" você tem cinco diferentes tipos de funções, no "Estruturado" quatro responsabilidades, no "Flexível" três, no "Fluído" dois e na opção 'Muito Fluído" apenas uma. Na filosofia "Muito Estruturada" você espera que cada jogador obedeça a sua descrição de responsabilidades, então você poderá selecionar várias funções específicas. Na filosofia "Muito Fluída", você espera que todos os jogadores façam um pouco de tudo, o que torna as marcações de funções redundantes.
      Eu considero o seguinte como funções especializadas:
      Jogador Alvo; Oportunista; Centroavante; Falso 9; Enganche; Armador Avançado; Armador Recuado; Regista; Meio-campista Recuperador de Bolas; Volante; Líbero. Essas quatro funções podem se encaixar em qualquer campo, dependendo da sua interpretação:
      Atacante Completo; Atacante Defensivo; Atacante Sombra; Camisa 10; Lateral Limitado; Meio-campista Área-Área; Ala Completo; Defensor com bola. E considero as seguintes, funções genéricas:
      Atacante Recuado; Meia Atacante; Segundo Atacante; Ponta; Meio-campista Central; Meio-campista Lateral; Meia Defensivo; Terceiro Zagueiro; Lateral; Líbero; Zagueiro; Defensor Limitado; Goleiro Líbero. Eu geralmente sugiro a seguinte regra:
      Muito Estruturado: 4-5 funções especializadas Estruturado: 3-4 funções especializadas Flexível: 2-3 funções especializadas Fluido: 1-2 funções especializadas Muito Fluido: 0-1 funções especializadas 2- Adaptar as funções para os jogadores:
      Você vai perceber que muitas funções não se encaixam perfeitamente nos pontos fortes e fracos de um jogador. Use as instruções individuais para ajustar as habilidades de um jogador com a as exigências da função. Se você achar que está ajustando muita coisa, pode ser que o jogador escolhido possa não realizar a função desejada e outro jogador seja mais adequado. Não confie cegamente no seu assistente. Dê uma conferida. Como a função do jogador fica com o jogador, você pode ter um meia-atacante pelos lados definido como Ponta, com função de Ataque, mas um outro jogador com um conjunto de habilidades mais adequadas, com bom passe como Armador Avançado/Apoiar. Você não está mais preso a ter as mesmas funções para todos os jogadores sem fazer mudanças complicadas.
      3- Tenha em mente que os nomes das mentalidades são mais complicados do que parecem:
      A mentalidade defensiva ainda usa o contra-ataque, enquanto que a mentalidade ofensiva pode ter uma defesa sólida. Os dois extremos (Contenção e Sobrecarregar) são tanto ofensiva, quando defensiva. Uma boa regra é que, se você quiser jogar com vários meias recuados e um jogo de passes curtos, escolha uma mentalidade menos ofensiva, enquanto que se você quiser ter pontas eficientes e um estilo direto, escolha uma mentalidade mais ofensiva.
      4- Concentre-se nas funções e deveres e suas combinações:
      Certifique-se que você tem uma função de Ataque na defesa, geralmente, mas não necessariamente combinada uma função de Apoio, uma função de Ataque e uma de Defesa no meio de campo e uma de Apoio (Camisa 10, Falso 9) no ataque. Esse tipo de estrutura incentiva o movimento entre as linhas, o que é vital para uma tática dinâmica, que cria diversas oportunidades. Ele também garante um sistema defensivo mais fechado, em que a equipe defende em blocos ao invés de linhas desconectadas. Se você jogar com uma formação que tenha um atacante solitário, garanta que ele recue um pouco, dando-lhe função de apoio (Camisa 10 ou Falso 9), pois com outros papéis, corre o risco de isolá-lo, resultando na incapacidade de criar/participar das jogadas. A exceção é quando há um Armador Avançado atrás dele. Nessas formações, você vai querer que seu atacante permaneça na faixa alta em toda linha ofensiva, abrindo espaços para o Armador se movimentar. Certifique-se que você tenha pelo menos uma função de Meio-Campista automática, para quebrar as jogadas e ter posse de bola. Se você quiser usar um armador, pense na melhor posição para que ele crie jogadas, ou então, ele ficará isolado.
      5- Olhe para a página de comparações da equipe para determinar quanto forte/fraca sua equipe é na divisão:
      Considere usar os ajustes táticos para aproveitar isso (por exemplo, se você tem uma equipe lenta, pressione menos, ao passo que, se a equipe é veloz e trabalhadora, pressione mais). Embora isso se torne menos importante com o moldar da equipe ao seu estilo, as vantagens adquiridas com a compreensão de como sua equipe está, comparada com as demais da divisão, pode ser vital ao assumir um novo clube.
      6- Use as instruções da equipe para desenvolver e salvar um estilo de jogo preferido:
      Tais instruções devem se adequar aos pontos fortes e fracos da equipe. Por exemplo, uma equipe altamente técnica pode jogar de forma mais profunda, mantendo a posse de bola, passando para o espaço a frente, correndo para cima da defesa, utilizando estratégia de contra ataque, pode valer a pena. Uma equipe menos técnica, porem mais forte fisicamente, pode se impor de forma diferente, então considere utilizar passes mais diretos, cruzamentos rápidos, utilizando uma estratégia ofensiva. Há diferentes modos de construir um estilo de jogo. Às vezes, você terá uma equipe boa o suficiente para moldar um estilo de jogo, outras vezes, o estilo de jogo pode ser forçado. Você pode querer alterar um estilo em uma partida, com base em outras partidas. Não há nenhuma regra geral. Somente tente ser lógico em suas combinações.
      7- Antes de cada partida, considere olhar as condições climáticas e a formação da equipe adversária para determinar sua estratégia de jogo:
      Pode ser muito difícil de contra atacar em um gramado pesado e encharcado, então você pode ter que abandonar seu estilo de jogo preferido e optar por um mais feio. Você pode querer expor uma formação aberta do seu oponente, explorando os flancos e procurando sobreposições. Você pode obter êxito com sua estratégia inicial. Embora seja pessoal o quanto você gostaria de adaptar as coisas, em tais circunstâncias, esteja ciente de que a falta de flexibilidade pode custar caro.
      8- Olhe a formação da equipe adversária e as condições/habilidades dos jogadores e considere usar as Instruções Sobre o Adversário para combatê-los:
      Você pode utilizar as Instruções Sobre o Adversário para combater alguns jogadores perigosos, ou impedir os cruzamentos de chegarem, direcionando para jogadores lentos ou menos corajosos. Seja cuidadoso ao definir essas Instruções, uma vez que você pode prejudicar a estrutura geral do seu time.
      9- Jogue a partida de forma dinâmica:
      Durante o jogo, não tenha medo de mudar as coisas através de gritos e estratégias se as coisas não estiverem funcionando. Faça de forma lógica, e não apenas fazer por fazer. Por exemplo, pode ser uma má ideia jogar mais ofensivamente para fazer mais gols, principalmente se o adversário está jogando mais recuado e fechando o último terço do campo com jogadores defensivos. Se você observar esse padrão, você pode preferir jogar de forma mais profunda e o contra ataque possa produzir mais chances do que ser mais agressivo, pois assim você irá trazer o adversário um pouco mais. Uma vez que você marcou, decida se você quer fazer mais gols ou segurar a vantagem, mudando ou mantendo a mesma postura. Com o tempo, você vai confiar nas suas decisões em jogo e desenvolver um sistema que funcione. Você vai saber quando mudar, o que mudar e quando confiar na sua equipe para avançar.
      10- Perceba que as preleções são contextuais:
      Elas não se relacionam com o placar, o placar é contra a qualidade/reputação do adversário e o modo que você joga. Às vezes, você pode estar satisfeito com um 0x0, às vezes, você escapou com um 2x0 contra uma equipe bem inferior, nesse caso, alertar a equipe contra a complacência é necessário. Reaja ao que você acha que deveria ter acontecido e não ao placar. É importante notar que, embora as preleções e interações com a mídia geralmente não têm grande influência em como um jogo se desenrola, às vezes podem fazer a diferença. Pode ser que uma boa estratégia motivacional resulte em um jogador que vá jogar “a partida de sua vida”. Consequentemente, vale a pena considerar a sua estratégia motivacional antes de um “jogo-chave”, que pode ter uma diferença sutil, mas vital durante a partida.
      11- Nunca pare de aprender:
      Eu comecei a trabalhar quando minha estratégia de passar para o espaço vazio não funcionou com uma estratégia ofensiva. Observando o jogo após um doloroso 0x0, ficou óbvio para mim que todos estavam correndo muito à frente dos meus principais criadores, Lateral – Apoiar e Meio-campista Recuperador de Bolas. Não era o ideal. No entanto, com uma estratégia menos agressiva, meus principais criadores eram o Armador Avançado e os Pontas – Apoiar, que era o que eu queria. Por isso, abandonei a estratégia ofensiva e adotei a estratégia padrão, mudando nos gritos se eu decidisse jogar de forma mais agressiva (geralmente devido às condições climáticas do gramado). Se as coisas não estão funcionando como esperado, há sempre “pistas” no jogo, se você observar cuidadosamente.
      12-  Por fim, se você não progredir e ficar frustrado, visite o fórum de táticas e explique seu problema. Contando que você seja claro e detalhado, as chances de nós não sermos capazes de te ajudar, são pequenas.
      Tópico Oficial: https://community.sigames.com/topic/297428-how-to-play-fm14-a-twelve-step-guide/
      Autor: wwfan
      Tradução: @Stay Heavy
      Banner: @_Matheus_
×