Jump to content
Sign in to follow this  
Cesarrock9

Vikings - 6a temp.

Recommended Posts

Cesarrock9

S1V-1-620x413.jpg

 

O canal History americano anunciou a estreia da seríe Vikings para o dia 3 de março, nos EUA. Esta é a primeira série de TV do canal que, até então, vinha produzindo apenas minisséries. A primeira foi The Kennedys, que foi exibida pelo Reelz, e a segunda é Hatfields and McCoys, que se tornou a minissérie de maior audiência da TV a cabo.

 

Sem passar pela produção de um episódio piloto para avaliação, Vikings terá nove episódios para sua primeira temporada (inicialmente foi divulgado que ela teria dez episódios).

 

A série surgiu quando Sherry Marsh e Alan Gasmer decidiram criar uma história ficcional com base nas aventuras do guerreiro nórdico Ragnar Lodbrok, figura histórica que viveu no período Medieval. Produzida pela MGM, a série foi desenvolvida por Morgan O’Sullivan e Michael Hirst (The Tudors), que ficou responsável pelo roteiro.

 

Filmada na Irlanda e no Canadá, a história acompanha Ragnar Lodbrok (Travis Fimmel, de The Beast), um guerreiro nórdico que se considera descendente de Odin. Buscando dominar os territórios da Europa, ele enfrenta a oposição de Earl Haraldson (Gabriel Byrne, de In Treatment), ex-guerreiro e agora líder de seu povo, casado com Siggy (Jessalyn Gilsig, de Glee), uma jovem que tem sua lealdade dividida.

No elenco também estão, Gustaf Skarsgard (irmão de Alexander Skarsgard, de True Blood), como Floki, amigo de Ragnar, personagem inspirado no deus nórdico Loki; Clive Standen (Camelot), como Rollo, irmão de Ragnar, um homem cruel que sente inveja da ascensão do guerreiro; Katheryn Winnick (Bones), como Lagertha, esposa de Ragnar, que luta ao seu lado; e George Blagden como Athelstan, um jovem cristão aprisionado por Ragnar.

Um dos guerreiros mais populares das lendas nórdicas, Ragmar foi visto no filme Vikings, os Conquistadores/The Vikings, de 1958, no qual foi interpretado por Ernest Borgnine. Esta será a segunda série para a TV americana sobre os vikings.

 

Em 1959, a United Artists (atual MGM), em parceria com a Brynaprod, S.A. Production (empresa de Kirk Douglas), produziu a série Tales of the Vikings/Os Vikings, estrelada por Jerome Courtland, com um total de 39 episódios, que foram exibidos nos EUA em canais regionais (syndication).

Abaixo, teaser da série do History Channel. Cliquem nas fotos para ampliar.

Fotos:

S1V-4.jpg

S1V-3.jpg

S1V-2.jpg

http://www.youtube.com/watch?v=7rcozIVtujw

Fonte: Veja

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ariel'

Foda! Tentarei ver, tomara que façam legendas pra essa bagaça.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bks

Foda! Tentarei ver, tomara que façam legendas pra essa bagaça.

Com certeza farão.

Se eu animar eu vejo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Galford Strife

verei

=D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cesarrock9

Saiu o cartaz da série

VikingsCartaz.jpg

A série estreia nos EUA no dia 3 de março.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leho.

Animei de ver também... curto esse tema de lendas medievais nórdicas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
FC Nantes

Muito interessante, só nao curti os nomes dos personagens coadjuvantemente.. Rollo??( isso lá é nome de viking??), Floki (é o nome do meu cachoro) sei não, o cara podia ter lido Bernard Cornwell rsrsr..

mas verei com certeza..

pra fechar com chave de ouro a trilha sonora podia ter Ensiferum ou Leave's eyes

Share this post


Link to post
Share on other sites
Matheuѕ

Deve ter algo parecido com Spartacus. Verei.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dinn

Verei com certeza, ainda mais porque Corônicas Saxônicas é uma das minhas séries de livros preferidas (Ragnar aparece nela, inclusive).

E Rollo era um nome usado naquela época sim.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5000

Muito interessante, só nao curti os nomes dos personagens coadjuvantemente.. Rollo??( isso lá é nome de viking??), Floki (é o nome do meu cachoro) sei não, o cara podia ter lido Bernard Cornwell rsrsr..

mas verei com certeza..

pra fechar com chave de ouro a trilha sonora podia ter Ensiferum ou Leave's eyes

Rollo é um nome viking sim, colocando da forma latinizada (grosseiramente), quer dizer Roberto ou qualquer coisa assim. Teve um Rollo que

saqueou metade da França antes de receber terras no Norte da França para viver com seus soldados, essa terra se tornaria a Normandia, e um dos seus descendentes, Guilherme, se tornou Rei da Inglaterra em 1066 por direito de conquista e é antepassado da atual família real inglesa, outros saqueadores normandos se estabeleceriam na Sícilia e se tornaram reis de Nápoles

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leon

http://en.wikipedia.org/wiki/Rollo

Só o vinking mais importante de sua época, o nome é o que ficou para a história escrita por ter sido produzida primordialmente em latim.

Edited by Leon

Share this post


Link to post
Share on other sites
Belê.

O Floki também foi, segundo a Wikipédia, um dos primeiros a navegar a Islândia, e quem deu o nome a ilha.

Enfim, eu imagino que a série vá ter todo um cuidado com a cultura e a história dos vikings.

Afinal, é produzida por um canal de história (alguns diriam que tá mais para um canal de teorias de conspiração hahaha)

Na expectativa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
FC Nantes

Rollo é um nome viking sim, colocando da forma latinizada (grosseiramente), quer dizer Roberto ou qualquer coisa assim. Teve um Rollo que

saqueou metade da França antes de receber terras no Norte da França para viver com seus soldados, essa terra se tornaria a Normandia, e um dos seus descendentes, Guilherme, se tornou Rei da Inglaterra em 1066 por direito de conquista e é antepassado da atual família real inglesa, outros saqueadores normandos se estabeleceriam na Sícilia e se tornaram reis de Nápoles

ummm... maneiro, mas ainda assim "soa" diferente do que estamos acostumados, mas normal né, afinal moramos na america do sul rsrs..

(legal a historia que você contou, não sabia dela, muito interessante.)

http://en.wikipedia.org/wiki/Rollo

Só o vinking mais importante de sua época, o nome é o que ficou para a história escrita por ter sido produzida primordialmente em latim.

huhum, mas teria sido bacana se tivessem mantido o nome dele, pelo que você mandou do wiki, Rollo é a reprodução de Hrólfr né? tudo bem, acho que entre falar o original e o Rollo, eu fico com o Rollo,

mas é isso ai, vamos ver a série.. \o/

Share this post


Link to post
Share on other sites
Belê.

E aí, alguém assistiu a estréia?

Passou domingo, e teve muita gente elogiando.

Tô baixando aqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bks

Já comprei aqui. Devo ver amanhã.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jonathan'

Teve 8.3 milhões de audiência, melhor que muita série. Outros sites diz que teve 13.1, melhor marca da TV paga americana em 2013 superando TWD.

Edited by jonathan_spohr

Share this post


Link to post
Share on other sites
bks

Teve 8.3 milhões de audiência, melhor que muita série. Outros sites diz que teve 13.1, melhor marca da TV paga americana em 2013 superando TWD.

TV paga cara, audiência não importa tanto quanto na TV aberta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jonathan'

TV paga cara, audiência não importa tanto quanto na TV aberta.

Eu sei, mas mesmo assim é uma grande audiência pra uma estréia.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leho.

Opa, baixando já pra conferir, valeu por nos lembrar da estreia, Belê. :yest:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cesarrock9

Teve 8.3 milhões de audiência, melhor que muita série. Outros sites diz que teve 13.1, melhor marca da TV paga americana em 2013 superando TWD.

Hatfields & McCoys teve 13.9 milhões "ao vivo", juntando a reprise na mesma noite chegou a 17 milhões

The Bible teve 13.1 milhões "ao vivo", juntando reprise da mesma noite chegou a 14.8 milhões.

Vikings teve 6.2 milhões "ao vivo", juntando reprise da mesma noite chegou a 8.3 milhões

Todas as 3 séries são do History Channel, que começou a investir em séries originais, a audiência de Hatfields & McCoys é a maior da história da tv a cabo americana.

The Walking Dead do canal AMC quebrou o seu próprio recorde na volta agora em fevereiro, chegando a 12.3 milhões.

Share this post


Link to post
Share on other sites
HrTr

Alguém já viu?

Procurando um substituto para o Spartacus. :meme_ok:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lewiks

Alguém já viu?

Procurando um substituto para o Spartacus. :meme_ok:

Comprei aqui também... verei a noite e posto alguma coisa aqui!

Share this post


Link to post
Share on other sites
guaipeca55

Vi agora de meio dia, muito bom! Bem fiel a história, com seus métodos e trejeitos. Mais realista, só se tivessem legendas e falassem as linguas da época ahuhau Claro que vai ter um núcleo romantizado, mas é menos nhenhenhe que as outras séries/filmes de história

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leho.

Acabei de assistir... e também gostei. O ep. começou meio devagar e tals, mas foi se desenrolando legal e fechou bem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Belê.

Também gostei.

Nada demais, meio devagar, mas dá para entender como um episódio piloto. Basicamente introduziu o pano de fundo, os personagens principais e suas motivações. Tem potencial.

Vi agora de meio dia, muito bom! Bem fiel a história, com seus métodos e trejeitos. Mais realista, só se tivessem legendas e falassem as linguas da época ahuhau Claro que vai ter um núcleo romantizado, mas é menos nhenhenhe que as outras séries/filmes de história

Opa, pera lá.

"Muito fiel" você pegou pesado.

É ótimo que um canal de história faça uma série sobre um povo e um período histórico. O interesse sobre a época aumenta, e as pessoas tendem a procurar mais informações. O risco, contudo, é começarem a achar que uma DRAMATIZAÇÃO da verdadeira história é, na verdade, essa história.

É uma série de TV, afinal. O primeiro episódio retratou bem a cultura, mas incorreu em vários erros, imagino, propositais.

Afinal, não é um documentário. A história as vezes tem que ser ligeiramente distorcida para agradar as audiências.

Não sou entendido em cultura viking, mas no IMDb vários usuários já apontaram uma porrada de erros históricos, passando das roupas usadas (vikins não usavam cotas de malhas daquele tipo na época) a localização (vikings não habitavam tão ao norte da Noruega... e é impossível ir ao leste de lá. Você cai no mar, não na Rússia, como sugerido pelo episódio). Há várias outras inconsistências. Procure as discussões se tiver interesse.

O telespectador tem que ter a noção de que o material apresentado é, em suas fundações, verdadeiro, historicamente consistente, mas que vários detalhes vão ser adaptados para a tela, e que muitos temas não centrais, acessórios, não vão apresentar tanto rigor histórico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Similar Content

    • Leho.
      By Leho.
      ---xxx---
      Baaaaaita indicação do tchutchuco do @ZaMBiA, e que merecia um tópico próprio aqui.
      Comecei a primeira temporada hoje, e já curti logo de cara: mt ação, super-heróis sendo deturpados como nunca se viu (mentira), uma trama interessante e vários rabos presos, hahahaha. Tem um colírio pros olhos também que vou te falar, que atende pelo nome de Erin Moriarty.
      Enfim, bem massa!
       
      Segunda temporada tá pra sair, comecinho do mês que vem.
    • David Reis
      By David Reis
      Senti falta desse tópico aqui. 

      La casa de papel era uma série que seguia completamente os clichês do gênero, afinal todo mundo gosta do roteiro e por isso o hype é muito grande: que colocam os "bandidos" como mocinhos e os policiais como vilões, um plano genial, uma pessoa inteligente no comando, outros impulsivos que cometem erros toscos..mas não deixa de ser bem divertida de acompanhar, até porque é em espanhol haha. 
      Até então eu achava desnecessaria a terceira temporada (mas é óbvio que a Netflix não iria perder a oportunidade de faturar), mas até que ela me surpreendeu bastante no final e estou bem ansioso para a próxima.
      Sobre a terceira temporada:
       
    • Lowko é Powko
      By Lowko é Powko
      A Netflix lançará uma série baseada nas origens do futebol, e o trailer é bastante promissor
      por Leandro Stein, publicado em 5 de março de 2020   O futebol entra cada vez mais nos catálogos dos serviços de streaming. Há uma clara disputa entre Amazon Prime Video e Netflix por conteúdos que agradem também os fãs do esporte, sobretudo em relação às séries documentais. E o mês de março guardará uma nova cartada da Netflix em meio a esta queda de braço: nesta semana, a plataforma lançou o trailer de “The English Game”, uma mini-série dramática em seis episódios que recontará os primórdios do futebol.
      A série teve seu roteiro escrito por Julian Fellowes, autor de “Downton Abbey” e “Gosford Park”. Baseado em fatos reais, o drama se ambientará na década de 1870, quando o futebol deixa de ser um esporte elitizado para atingir as massas de trabalhadores na Inglaterra. Os protagonistas serão dois jogadores de classes sociais opostas, que se aproximarão em meio à popularização da modalidade. Pelas cenas presentes no trailer, as primeiras edições da Copa da Inglaterra serão abordadas, assim como a própria profissionalização do futebol e a criação da Football League.
      A prévia de “The English Game” também está disponível aos assinantes brasileiros da Netflix. O lançamento mundial da série acontecerá em 20 de março. Uma interessante maneira de atrair os amantes do jogo e também oferecer um belo entretenimento. O trailer é promissor:
       
      @Trivela
    • Cesarrock9
    • Leho.
      By Leho.
      Linha do tempo bacana, pra notar algumas mudanças na pegada do nosso rock desde os anos 50.
×
×
  • Create New...