Sign in to follow this  
Followers 0
Coutinho

tática 4-2-3-1 by Mister Maia (14.2)

8 posts in this topic

não tem fotos da tatica e de resultados com ela?

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

não tem fotos da tatica e de resultados com ela?

Clicando no link em créditos você vai pro tópico do autor, retroceda à primeira página e verá os resultados.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

agora sim eu vi, parece interessante e vou testar

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os créditos são da tática 4-2-4 e não da 4-2-3-1

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os créditos são da tática 4-2-4 e não da 4-2-3-1

Boa observação, mas na seção deles não há tática 4-2-3-1 feita pelo Mister Maia

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu ja usei essa 4-2-4 ela é boa mas na segunda temporada que você usa ela ja perdi efeito.Essa 4-2-3-1 até agora está funcionando com o São Paulo meti 6x1 na portuguesa e 5x0 no São caetano.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

alguem posta ela e a tatica 424 do mister maia no 4shared ? não estou a conseguir baixar por esse link :s

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!


Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.


Sign In Now
Sign in to follow this  
Followers 0

  • Similar Content

    • Toggy81
      Guia Teórico e Prático sobre o Football Manager
      By Toggy81
      A seguir vou disponibilizar a tradução de um belíssimo material do FMSite que serviu para que eu revesse minha relação com o Football Manager no último mês.
      Este guia procura explicar o que realmente são os atributos, como funciona o motor do jogo em relação a eles e como você pode utilizar essas informações para preparar sua equipe para um jogo na prática.
      É um material extremamente extenso, por volta de 70 páginas que irei atualizando conforme for terminando as traduções dos capítulos.
      Será um trabalho demorado devido à quantidade de informações a serem traduzidas e à minha falta de tempo, mas acredito que será muito útil para quem quiser realmente entender o jogo.
      Se você está com a sensação de que a cada versão que é lançada entende cada vez menos o jogo, este material pode ajudá-lo assim como me ajudou muito.
      Mudou o meu jeito de ver o jogo e consequentemente minha satisfação ao jogá-lo.
       
      PRÓLOGO - FUNDAMENTOS DO GUIA
       
      CAPÍTULO 1 – CONHECENDO OS JOGADORES
       
      1.1. Classificação dos Atributos.
       
       
       
      1.2. Explicação Definitiva dos Atributos.
       
      1.2.1. Atributos Técnicos.
       
      1.2.2. Atributos Físicos.
       
       
      1.2.3. Atributos Mentais.
       
      1.2.4. Atributos de Goleiro.
       
      1.2.5 Atributos de Personalidade.
       
       
       
      1.3. Jogadas Preferidas do Jogador
       
      1.3.1. MPs Defensivos.
       
      1.3.2. MPs de Movimento.
       
      1.3.3. MPs de Disciplina.
       
      1.3.4. MPs de Passe.
       
      1.3.5. MPs de Finalização.
       
      1.3.6. MPs de Técnica.
       
      1.4. Uma Observação Cautelosa.
       
       
       
    • Yan Perisse
      Uma pré-temporada básica
      By Yan Perisse
      Uma pré-temporada básica
      por Crespo4
      Espero que sirva de aprendizagem e possamos ajudarmos e conhecer mais coisas sobre o Football Manager. Neste guia, será enfocado em como deveria ser uma pré-temporada básica para qualquer equipe. Realizar uma pré-temporada é básica para ter uma boa forma durante uma temporada que será larga, evitar lesões, além de outros benefícios.
       
      1. Quanto deve durar uma pré-temporada?
      Uma pré-temporada básica, dura no mínimo seis semanas. É o tempo mínimo para que seja completa e efetiva. Às vezes marcam a pré-temporada depois dessa performance.
       
      2. Itinerário
      As duas primeiras semanas devem ser dirigidas de modo a melhorar a forma física com uma carga de treinamento "Muito alta" (Difícil se ocorrem as lesões por este motivo). Os jogadores devem recuperar a forma física depois de algumas semanas.

      Os treinamentos individuais destas duas semanas, serão enfocados em melhorar as qualidades físicas, como: Força, Velocidade, Agilidade, Equilíbrio, etc. A carga pode ser amenizada um pouco mais o outro, já que juntar os dois num ritmo "Muito Alto" talvez seja excessivo.

      Este trabalho dará o seu fruto. Na minha experiência profissional não teve problemas durante a temporada, meus jogadores têm aguentado bem e não teve lesões graves.
      As seguintes semanas podem variar dependendo da equipe que será dirigida ou em que aspectos devem-se focar mais, mas seguindo uma ordem, a terceira semana será treinado a defesa. É uma boa maneira de começar taticamente, a equipe necessita ser sólida começando desde trás, e ser uma equipe com poucos gols tomados. Há um ditado "a melhor defesa é o ataque".
      A partir da terceira semana, os jogadores deixarão de treinar as qualidades físicas e passarão a treinar o tático ou um trabalho mental.
      Esta semana será onde devem ir aparecendo os primeiros amistosos, contra rivais mais fracos.
      Na quarta semana, é onde os mais variantes aparecem, porém optaremos por treinar "Domínio", se é uma equipe que joga para combater, não será tão necessário e poderá treinar "Trabalho de Equipe", é fundamental para assegurar um ritmo de jogo e ter um bom toque de bola.
      Na quinta semana, nos concentraremos em um trabalho ofensivo. No final desta semana, seria interessante rivais mais fortes.
      Por último, na sexta semana, se trabalhará "Coesão de Equipe" ou "Trabalho de Equipe", para que os jogadores mantenha uma estrutura de grupo. Em outras palavras, compreendem o sistema e ajudem à todos coletivamente.
      Conselho do Autor: Na minha experiência, especialmente em pré-temporadas, tenho enfatizado os jogadores a aprender diversas posições, em vez uma só, isto dará dinamismo para a equipe, mais soluções e economizar dinheiro em contratações. Exemplos: Sergio Ramos e Phil Jones (Zagueiro, Lateral e Volante), Sergio Busquets (Zagueiro, Volante e Meia), Adriano (Lateral e Meia-Lateral), Marouane Fellaini (Zagueiro e Meia), Xavi Hernández (Volante e Ponta), etc. Tenho feito muitos experimentos e, embora não tenham rendido em sua posição natural, eles têm feito um bom trabalho.
      Nota: Bom, minha primeira traduções de muitas que ainda irão vir. Um guia pequeno porém eficiente que poderá ajudar muitos enrolados na pré-temporada.
      Tópico Oficial: FMSite
    • Henrique M.
      Shamrock Rovers FC e Irlanda: Uma Só Nação - Apagar em 02/06
      By Henrique M.
      Introdução
      Essa história é um reboot de uma história que fiz no FM 2014 e uma tentativa de consertar o erro que impediu aquela história de se desenvolver conforme eu gostaria que tivesse desenvolvido. Lucky Charm rendeu 16 temporadas de jogo no Football Manager, apesar de eu ter narrado até a 13ª temporada aqui, foi um dos melhores saves (fica difícil escolher entre ele e "O homem que traiu Clough") que já fiz em todo o FM. Coincidentemente, ou não, ambos os que considero grandes saves estão eternizados aqui na área.
      O jogo será rebootado no próprio FM 2014 porque quero ter uma base de comparação real entre os meus saves, ou seja, quero comparar o desempenho proporcionado e poder assim traçar um paralelo verdadeiro, pois esse save trata-se também de uma experiência.
      Coloquei algumas partes em spoiler, para diminuir o tamanho do texto e facilitar o acesso ao histórico e objetivos. Mas recomendo que leiam tudo, para talvez entenderem os motivos do reboot.
      Motivação
      Spoiler  
      Matutei bastante antes de tomar essa decisão, primeiro porque desde a história Trap! - La Vecchia Volpe no FM 2015, não consigo mais me comprometer com um save tradicional, ou seja, jogo e texto. Só consegui voltar a área com a narrativa em vídeo do Les Joyeaux de Concarneu e obviamente que as atividades de um não tem nada haver com outro. A vídeo história faz parte de outra dimensão que envolve muito mais do que um simples hobby, envolve também um compromisso com o FManager Brasil e seus membros, portanto, essa é uma história de Henrique M. para ele e para os membros da PM.
      Porém, essa não é a verdadeira motivação. Sempre que me encontro em xeque com essa nova versão do FM, retorno a um FM anterior, tanto é que até hoje ainda jogo o FM 2015 em algumas ocasiões para me lembrar como um FM deve ser. A displicência da SI com o patch 16.3.0 despertou essa vontade de ressuscitar o FM 2014 e realizar um experimento.
      O experimento consiste em seguir novas diretrizes em um save anterior, que apesar de ter só um objetivo, contou com muito mais do que a dominância em terras irlandesas e um sonho inatingível na Europa. Trouxe lições importantes sobre aproveitamento da base, sobre rotação de plantel e de como gerenciar um elenco muito superior aos tradicionais adversários da liga irlandesa e como segurar peças importantes sem comprometer a harmonia do time.
      O FM 2014 e o Lucky Charm foram uma verdadeira escola no quesito de aprofundamento de conhecimentos, porém, o cerne de toda essa questão era me superar: até hoje meu maior feito em todos o FMs foi conquistar a Champions League com o Rangers, em termos de desafio e importância, pessoalmente, levar o Queen's Park um time amador até a elite escocesa e não ser rebaixado na primeira temporada no FM 2011 ainda é o vencedor.
      E eu credito um dos motivos que impediram a evolução do Shamrock Rovers na Europa justamente ao baixo nível da Liga Irlandesa. A Liga não acompanhou a evolução da nossa equipe e viramos um gigante que não podia transpôr certas barreiras devido ao abismo entre a nossa equipe e os adversários nacionais. Porém, mês passado, o @ggpofm postou um guia de como construir uma liga competitiva, proposta essa, que combinada com o Youth Academy Challenge, o @baltazar está desenvolvendo em sua história.
      Com essa nova luz, resolvi ressuscitar esse save de grande valor pessoal e tentar ver se o problema que mais me incomodou poderia ser resolvido através do que li nesse guia e com minhas adaptações, já que eu não fazia a mínima questão de reforçar meus adversários e ainda, sempre que possível, buscava enfraquecê-los. A filosofia de Bayern de Munique não funcionou muito bem para o Shamrock Rovers, agora, com uma nova visão, quero ver os efeitos que isso poderia ter no passado e ainda dar um exemplo prático do que é proposto nesse guia.
      Como meu compromisso vai ser com a Liga da Irlanda e provavelmente após a primeira participação na fase de grupos da Champions League eu estarei abarrotado de dinheiro, lucro ou ressarcimento não será uma prioridade, algo que o Cleon pensa no seu guia e por conhecer o dinamismo da Liga Irlandesa, sei que não seria aplicável. Por isso desenvolvi meu próprio plano baseado nas ideias do Cleon e no que considero mais importante para o futebol irlandês
       
      O Shamrock Rovers antes de Danny Green
      Spoiler Sob a alcunha de Danny Green, dirigi o Shamrock Rovers da temporada 2014 até a temporada 2029 (me demiti em feveiro de 2030, com 16 anos de casa), porém o Shamrock Rovers já era um gigante muito antes da minha chegada, 17 vezes campeão nacional (última vez em 2011, incluindo os anos 2014 e 2015), 24 vezes campeão da Copa Irlandesa (última vez e 1986-87, incluindo 2014 e 2015). Os títulos mais recentes vieram no ano de 2013 com a Copa da Liga da Irlanda e All-Ireland Cup (torneio disputado entre as melhores equipes das duas Irlandas, que atualmente não é disputado mais, mas será no save). A equipe é a maior vencedora nacional e da Copa Nacional, apesar de ter perdido um pouco do seu brilho nos anos recentes com o aumento da competividade com os títulos do Sligo Rovers (uma das grandes rivalidades no início do save anterior), St. Pat's Athletic (rival local da equipe) e Dundalk nos dois últimos anos. Nos anos de 2014 e 2015, o Shamrock Rovers foi 4º e 3º, respectivamente, disputando a Europa League desta temporada (2015/2016) e da próxima temporada (2016/2017). Na temporada 2011/2012 foi a primeira equipe irlandesa a chegar numa fase de grupos de competição europeia, ao entrar no Grupo A após eliminar o Partizan no Playoff de classificação, continentalmente, foi a primeira equipe a disputar um torneio da UEFA.
      O Shamrock Rovers depois de Danny Green
      Spoiler  
      Como o Shamrock Rovers não levou nenhum troféu depois do fim do save anterior, o legado Danny Green continuou intacto. 14 títulos nacionais, de 16 disputados. Aumentando infinitamente a distância entre a equipe e o Bohemians (segundo maior vencedor com 13 títulos e rival histórico da equipe), 11 vezes campeão da Copa da Irlanda, 9 vezes campeão da Copa da Liga (se tornando o maior vencedor da competição) e 8 vezes campeão da All-Ireland Cup.
      Porém o principal legado ficou como uma equipe regular da fase de grupo da Champions, 9 vezes em 16 temporadas, apesar de poder ter sido mais, pois no final, a equipe começou a ter dificuldades com os playoffs. 1 participação nas Oitavas da Champions League, quando quase eliminamos o Ajax, perdendo uma bela vantagem nos minutos finais do jogo e 3 participações no mata-mata da Europa League, aonde em 2027 a equipe chegou até as quartas-de-finais, perdendo para o Napoli, mais uma vez de forma desolado, depois de um 4 x 2 em casa, perdemos por 4 x 0 fora.
      Danny Green se demitiu em fevereiro de 2030 e assumiu o Manchester United ao final da temporada 2029/2030.
       
      Objetivos
      Conquistar a Champions League com o Shamrock Rovers Diretrizes
      Não contratar jogadores com mais de 24 anos de outras equipes da Irlanda Não contratar jogadores avaliados em mais de 3 estrelas de outras equipes da Irlanda Evitar contratar jovens promessas de outras equipes da Irlanda Prioridade aos clubes irlandeses nas vendas, não importando os valores oferecidos Tentar evitar que clubes irlandeses vendam suas promessas para equipes estrangeiras, buscando contratá-los para meu time ao invés de deixá-los escapar das fronteiras nacionais. Aceitar qualquer proposta de equipes irlandesas para jogadores que possam ser mais úteis para eles do que para mim, sem desprezar a própria continuidade e viabilidade do Shamrock Rovers. Buscar trazer jogadores irlandeses e evitar que sejam formados fora do país. Se for possível, assumir a seleção irlandesa, para facilitar a atração de jogadores de volta para o futebol irlandês e priorizar jogadores formados na Irlanda. Mais opções podem ser inseridas e/ou alteradas caso eu julgue necessário, mas somente para benefício do futebol irlandês
    • paulinho13
      Nacionalidade do Manager
      By paulinho13
      Ola galera, eu tenho o FM 2014, quando vou criar meu perfil só é disponibilizada para mim uma só nacionalidade no caso argelino como faço para que eu tenha outras opções de nacionalidade?? ( escolher outro país natal que não seja só Argélia)  
    • dearley
      Tem como adquirir um clube?
      By dearley
      Eu, como treinador de um clube e de seleção, recebo cerca de 200 mil p/s e queria adquirir um clube para ser o General Manager dele quando aposentar? Existe essa possibilidade? Será que eles (desenvolvedores) pensam nisso? Jogo o FM14.